Autor Tópico: A Falácia da Liberação das Armas de Fogo  (Lida 29220 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.358
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #50 Online: 15 de Dezembro de 2014, 15:50:47 »
Pior, teríamos que assumir que existem vários Geos por aí, todos capazes do controle da situação. Do contrário, o mundo estaria perdido!

Se o mundo fosse feito de Geos, essa discussão seria inútil.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.714
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #51 Online: 15 de Dezembro de 2014, 16:47:28 »
Citação de: Geotecton
E em todas elas pessoas como eu tem um controle da situação, no sentido de evitar uma escalada de confrontação. Mas o mesmo não posso dizer no contexto de um assalto.
Geo, você acha mesmo que teria o controle da situação contra um camarada irado e armado? Sei não... :(

Possivelmente não.

Mas o que eu quis dizer é que pessoas como eu quase sempre evitam uma escalada em uma eventual desavença, em especial se há outras pessoas por perto. Para alguns soará como covardia, para outros como prudência.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.714
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #52 Online: 15 de Dezembro de 2014, 16:48:48 »
Pior, teríamos que assumir que existem vários Geos por aí, todos capazes do controle da situação. Do contrário, o mundo estaria perdido!

Existem 'vários Geos por aí'.

O problema está nos antípodas dele.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.714
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #53 Online: 15 de Dezembro de 2014, 16:49:45 »
Pior, teríamos que assumir que existem vários Geos por aí, todos capazes do controle da situação. Do contrário, o mundo estaria perdido!
Se o mundo fosse feito de Geos, essa discussão seria inútil.

Possivelmente seria o planeta mais modorrento e chato do Universo.  :)
Foto USGS

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #54 Online: 15 de Dezembro de 2014, 17:00:54 »
Pior, teríamos que assumir que existem vários Geos por aí, todos capazes do controle da situação. Do contrário, o mundo estaria perdido!
Se o mundo fosse feito de Geos, essa discussão seria inútil.

Possivelmente seria o planeta mais modorrento e chato do Universo.  :)

As pessoas só conversariam sobre geologia?
"Deus prefere os ateus"

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.714
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #55 Online: 15 de Dezembro de 2014, 17:12:27 »
Pior, teríamos que assumir que existem vários Geos por aí, todos capazes do controle da situação. Do contrário, o mundo estaria perdido!
Se o mundo fosse feito de Geos, essa discussão seria inútil.

Possivelmente seria o planeta mais modorrento e chato do Universo.  :)

As pessoas só conversariam sobre geologia?

 :biglol:
Foto USGS

Offline Lou

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 108
  • Sexo: Feminino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #56 Online: 16 de Dezembro de 2014, 09:22:44 »
Novas vítimas do Estado e sua política desarmamentista, dessa vez na Austrália, que só não é tão ruim quanto o Brasil por lá eles terem ao menos liberdade econômica e um livre mercado. É triste o estrago que esses desarmamentistas psicopatas fazem numa sociedade, famílias são destruídas por causa dessa utopia estatista.
Oi, eu sou a Luh!

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #57 Online: 16 de Dezembro de 2014, 14:34:45 »
Sobre a lei de controle de armas de fogo na Austrália:

https://www.youtube.com/playlist?list=PLOKWcH1zBl2kfnCwyyZWk5MW28lgaNa7L
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.155
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #58 Online: 16 de Dezembro de 2014, 14:36:38 »
A Austrália só não é tão ruim quanto o Brasil porque ela deve estar entre, sei lá, os 3 maiores IDH do mundo. :P
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #59 Online: 16 de Dezembro de 2014, 15:00:37 »
A Austrália só não é tão ruim quanto o Brasil porque ela deve estar entre, sei lá, os 3 maiores IDH do mundo. :P

Não se prenda aos detalhes!  :hihi:
"Deus prefere os ateus"

Offline Eu

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 375
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #60 Online: 16 de Dezembro de 2014, 16:17:38 »
Estatuto do Desarmamento que bancada da bala tenta revogar ajudou a salvar 121 mil vidas


Da cidade de Gainesville, na Flórida, EUA – país-símbolo da liberdade nas regras do porte de armas de fogo – o sociólogo Gláucio Soares envia um conjunto considerável de dados e argumentos para desmontar a tese da bancada da bala no Congresso que tenta revogar o Estatuto do Desarmamento, aprovado e sancionado em dezembro de 2003. Segundo a bancada, ao tirar as armas legais de circulação e impor sérias restrições à sua aquisição, posse e porte, o estatuto buscava reduzir drasticamente o número de homicídios no País. Foi um erro banhado de sangue, argumentam: o número de mortes não para de crescer.

Um dos mais respeitados especialistas em segurança pública no Brasil, Gláucio Soares diz que não é bem assim. Apoiado nas estatísticas oficiais, mas fazendo extrapolações e comparações, o professor argumenta que o Estatuto do Desarmamento foi eficaz porque estancou o crescimento de homicídios que seguia num ritmo e passou a outro. Ele e Daniel Cerqueira, diretor do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada), fizeram as contas e chegaram a um dado surpreendente: 121 mil vidas foram preservadas pela lei criada 11 anos atrás. Elas teriam sido perdidas, caso a trajetória de mortes por armas de fogo aumentasse na mesma velocidade que vinha antes do estatuto.

Aos números. Entre 1980 e 2003, ano da sanção do estatuto, o número de homicídio por armas de fogo no Brasil aumentou de 6.104 para 36.576 – um aumento médio de 8,36% a cada ano. Em 2013, o número de homicídios chegou a 38.578, um aumento anual de 0,53% ao ano. Em outras palavras: o crescimento médio anual de pessoas assassinadas por arma de foto antes do estatuto era mais de 15 vezes maior do que o observado após a vigência do estatuto. “O Estatuto do Desarmamento foi fundamental para quebrar esta trágica trajetória”, diz Daniel Cerqueira, em defesa que se espalhou nos últimos dias pelas redes sociais.

O gráfico abaixo, enviado à coluna por Valéria de Velasco, subsecretária de Proteção às Vítimas de Violência da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do Distrito Federal, ajuda a reforçar as curvas apontadas por Cerqueira e Soares. A linha vermelha expõe a possível trajetória de crescimento das mortes com armas de fogo que vinham se mantendo antes de 2003. A linha azul revela as mortes que efetivamente ocorreram no período. A radiografia expõe o efeito da ajuda do Estatuto do Desarmamento que hoje se deseja desarmar. Obviamente convém ressaltar que o estatuto não foi a única âncora a segurar a tendência de crescimento das mortes. Mas é inegável a sua ajuda, é o que argumentam os professores e a subsecretária.

Cerqueira e Soares são dois dos especialistas que vêm buscando pôr evidências empíricas, dados estatísticos e comparações internacionais para tentar barrar a aprovação do Projeto de Lei 2722/12, de autoria do deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC), que devolve à legalidade o porte de armas e facilita a aquisição de revólveres e afins. Nesta quarta-feira (17), a comissão especial da Câmara criada para analisar o projeto que revoga o Estatuto do Desarmamento deve votar relatório do deputado Claudio Cajado (DEM-BA) sobre o tema. Briga feia: se passar pela comissão e depois pelo Senado, cada cidadão terá direito a até nove armas de fogo e 1.800 cartuchos de munição por ano.

No Brasil, três teses de doutorado defendidas nos últimos anos – incluindo a do próprio Daniel Cerqueira, defendida na PUC-Rio – apresentaram fortes evidências de que mais armas na experiência internacional correspondem a mais crimes, especialmente roubos, furtos, estupros e homicídios. Cerqueira publicou um estudo com o economista João Pinho de Mello, do Insper, intitulado Evaluating a National Anti-Firearm Law and Estimating the Causal Effect of Guns on Crime, no qual os dois avaliam o impacto da legislação anti-armas de fogo e estimam o “efeito causal” das armas sobre o crime.

Usando e abusando de modelos matemáticos e econometria, ambos reforçam neste estudo a tese do impacto positivo do Estatuto do Desarmamento sobre a redução das taxas de homicídio. Neste estudo em particular, somente no Estado de São Paulo, foram salvas entre 2.000 e 2.750 vidas de 2004 a 2007, em cidades com mais de 50 mil habitantes. Para ler o estudo na íntegra, infelizmente escrito e publicado em inglês, leia aqui.

 

Comissão usa estudo de advogado pró-armas

Uma das fontes de queixa em relação à comissão especial são os laços que unem parte de seus integrantes a fabricantes de armas e munições. Levantamento da ONG de combate à violência Instituto Sou da Paz, com base em dados registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e divulgado pelo Congresso em Foco, mostrou que dez dos 24 titulares da comissão especial receberam doações do setor para suas campanhas eleitorais neste ano. Ou seja, cerca de 40% dos integrantes. Outros seis suplentes também foram financiados por fabricantes de armas e munições.

Gláucio Soares também aponta equívocos no relatório produzido pela comissão. Diz que os parlamentares agiram “sem qualquer preocupação com a representatividade” e enxergou no documento que deve ser votado nesta quarta-feira “um exemplo de fraude grosseira de fontes de apoio”.

Uma dessas fontes de apoio a que o sociólogo se refere é a prestigiada Universidade de Harvard. O “estudo de Harvard” citado pelo relatório da comissão é usado para apoiar os argumentos dos contrários ao estatuto. Ocorre que o tal estudo não foi feito por seus pesquisadores, tampouco endossado pela universidade. Seus autores são Gary Mauser e Don B. Kates.

Mauser é um professor da Faculdade de Administração de Empresas da Universidade Simon Fraser, no Canadá. Tem dois livros publicados: Marketing político e Manipulando a opinião pública. Don Kates é um professor aposentado de direito constitucional e criminal, que trabalha no Instituto Independente de Oakland, Califórnia, uma instituição que se orgulha entre outras  de combater o “socialismo” do Partido Democrata norte-americano (!), mas com uma base acadêmica. Como advogado, Don Kates tem representado os proprietários de armas, atacando a constitucionalidade de leis de restrição ao porte de armas de fogo.

O relatório cita a pesquisa de Harvard a partir do Instituto Ludwig von Mises que, a despeito do nome, vem do Brasil – na verdade, foi publicada em novembro deste ano como “Vinte fatos que comprova que a posse de armas deixa a população mais segura” (típico exemplo de uma citação errada que vai levando à outra). O estudo foi citado em uma publicação na página da The American Civil Rights Union (ACRU), outra organização da ultra-direita norte-americana, fundada por ex-integrante da equipe do ex-presidente Ronald Reagan, em 1988. A entidade dedica-se a acompanhar outras organizações, incluindo aquelas que negam o Holocausto, que condenam a comunidade LGBT, combatem negros, etc.

Soares tirou duas conclusões importantes. Primeiro: “o relatório da Comissão Especial falsamente atribui um estudo à Universidade de Harvard, copiando a besteira escrita pela ACRU”. Segundo: “O estudo foi preparado e divulgado por organizações americanas de direita, gerando a preocupação com a possível interferência de organizações estrangeiras na formulação de políticas públicas brasileiras”. Para ele, o documento da comissão “age como um braço a serviço” de organizações de extrema direita.

Quem tiver a curiosidade de ler o relatório da comissão especial, vale a leitura. A íntegra pode ser lida aqui.

Para o deputado Rogério Peninha Mendonça,  o texto não propõe distribuir armas indistintamente ou banalizar o acesso a elas. Em entrevista recente ao repórter David Shalom, no iG, Peninha defendeu sua ideia. Ressaltou que, se vetarmos armas de fogo, logo faremos o mesmo com carros. “Na minha cidade, no interior catarinense, outro dia uma mulher foi dar ré e atropelou o próprio filho. Ou seja, não é só a arma de fogo que mata. Ela mais protege e, se estiver guardada, com munição separada, só traz aspectos positivos à vida do portador. Mas acidentes acontecem”.

http://pensata.ig.com.br/index.php/2014/12/16/estatuto-do-desarmamento-que-bancada-da-bala-tenta-revogar-ajudou-a-salvar-121-mil-vidas/

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.358
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #61 Online: 16 de Dezembro de 2014, 16:31:21 »
9 armas e 1800 cartuchos é liberdade pra ninguém botar defeito, hein?  :o

Offline Luiz F.

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.722
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #62 Online: 16 de Dezembro de 2014, 19:48:11 »
Novas vítimas do Estado e sua política desarmamentista, dessa vez na Austrália, que só não é tão ruim quanto o Brasil por lá eles terem ao menos liberdade econômica e um livre mercado. É triste o estrago que esses desarmamentistas psicopatas fazem numa sociedade, famílias são destruídas por causa dessa utopia estatista.

Não entendi a conexão. Os EUA têm armas saindo pelo ladrão e malucos vivem invadindo cinemas e escolas e matando um bocado de gente.
"Você realmente não entende algo se não consegue explicá-lo para sua avó."
Albert Einstein

Offline Dr. Manhattan

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.342
  • Sexo: Masculino
  • Malign Hypercognitive since 1973
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #63 Online: 16 de Dezembro de 2014, 19:53:22 »
Novas vítimas do Estado e sua política desarmamentista, dessa vez na Austrália, que só não é tão ruim quanto o Brasil por lá eles terem ao menos liberdade econômica e um livre mercado. É triste o estrago que esses desarmamentistas psicopatas fazem numa sociedade, famílias são destruídas por causa dessa utopia estatista.

Não entendi a conexão. Os EUA têm armas saindo pelo ladrão e malucos vivem invadindo cinemas e escolas e matando um bocado de gente.

Os fanáticos por armas dos EUA dizem que é porque não tem gente o suficiente andando armada por aí.  :olheira:
You and I are all as much continuous with the physical universe as a wave is continuous with the ocean.

Alan Watts

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #64 Online: 16 de Dezembro de 2014, 20:22:56 »
Novas vítimas do Estado e sua política desarmamentista, dessa vez na Austrália, que só não é tão ruim quanto o Brasil por lá eles terem ao menos liberdade econômica e um livre mercado. É triste o estrago que esses desarmamentistas psicopatas fazem numa sociedade, famílias são destruídas por causa dessa utopia estatista.

Não entendi a conexão. Os EUA têm armas saindo pelo ladrão e malucos vivem invadindo cinemas e escolas e matando um bocado de gente.

Os fanáticos por armas dos EUA dizem que é porque não tem gente o suficiente andando armada por aí.  :olheira:

No mundo mágico dos armamentistas todos os reféns australianos estariam armados, sacariam imediatamente suas armas, atirariam coordenadamente e só o sequestrador sairia morto. Sabe como é, trocentos cidadãos destreinados, em uma situação de pressão, sob o efeito surpresa, atirando pra todo lado, causariam muito menos mortos e feridos do que policiais treinados.
"Deus prefere os ateus"

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.655
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #65 Online: 16 de Dezembro de 2014, 20:28:45 »
Novas vítimas do Estado e sua política desarmamentista, dessa vez na Austrália, que só não é tão ruim quanto o Brasil por lá eles terem ao menos liberdade econômica e um livre mercado. É triste o estrago que esses desarmamentistas psicopatas fazem numa sociedade, famílias são destruídas por causa dessa utopia estatista.

Não entendi a conexão. Os EUA têm armas saindo pelo ladrão e malucos vivem invadindo cinemas e escolas e matando um bocado de gente.

Os fanáticos por armas dos EUA dizem que é porque não tem gente o suficiente andando armada por aí.  :olheira:

No mundo mágico dos armamentistas todos os reféns australianos estariam armados, sacariam imediatamente suas armas, atirariam coordenadamente e só o sequestrador sairia morto. Sabe como é, trocentos cidadãos destreinados, em uma situação de pressão, sob o efeito surpresa, atirando pra todo lado, causariam muito menos mortos e feridos do que policiais treinados.

Mas e na situação de uma grande parcela da população estar armada, isso não inibiria ações dos bandidos, pois não teriam como saber se a vítima está portando uma arma?
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.358
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #66 Online: 16 de Dezembro de 2014, 20:32:37 »
Novas vítimas do Estado e sua política desarmamentista, dessa vez na Austrália, que só não é tão ruim quanto o Brasil por lá eles terem ao menos liberdade econômica e um livre mercado. É triste o estrago que esses desarmamentistas psicopatas fazem numa sociedade, famílias são destruídas por causa dessa utopia estatista.

Não entendi a conexão. Os EUA têm armas saindo pelo ladrão e malucos vivem invadindo cinemas e escolas e matando um bocado de gente.

Os fanáticos por armas dos EUA dizem que é porque não tem gente o suficiente andando armada por aí.  :olheira:

No mundo mágico dos armamentistas todos os reféns australianos estariam armados, sacariam imediatamente suas armas, atirariam coordenadamente e só o sequestrador sairia morto. Sabe como é, trocentos cidadãos destreinados, em uma situação de pressão, sob o efeito surpresa, atirando pra todo lado, causariam muito menos mortos e feridos do que policiais treinados.

Mas e na situação de uma grande parcela da população estar armada, isso não inibiria ações dos bandidos, pois não teriam como saber se a vítima está portando uma arma?

Eu não pagaria pra saber.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #67 Online: 16 de Dezembro de 2014, 20:35:27 »
Novas vítimas do Estado e sua política desarmamentista, dessa vez na Austrália, que só não é tão ruim quanto o Brasil por lá eles terem ao menos liberdade econômica e um livre mercado. É triste o estrago que esses desarmamentistas psicopatas fazem numa sociedade, famílias são destruídas por causa dessa utopia estatista.

Não entendi a conexão. Os EUA têm armas saindo pelo ladrão e malucos vivem invadindo cinemas e escolas e matando um bocado de gente.

Os fanáticos por armas dos EUA dizem que é porque não tem gente o suficiente andando armada por aí.  :olheira:

No mundo mágico dos armamentistas todos os reféns australianos estariam armados, sacariam imediatamente suas armas, atirariam coordenadamente e só o sequestrador sairia morto. Sabe como é, trocentos cidadãos destreinados, em uma situação de pressão, sob o efeito surpresa, atirando pra todo lado, causariam muito menos mortos e feridos do que policiais treinados.

Mas e na situação de uma grande parcela da população estar armada, isso não inibiria ações dos bandidos, pois não teriam como saber se a vítima está portando uma arma?

Talvez sim. Mas o mais provável é que aumentariam as mortes por motivos banais e dificilmente as mortes em assaltos diminuiriam. Provavelmente aumentariam, pois o cidadão armado teria mais um incentivo para resistir. O bandido conta sempre com o elemento surpresa, que lhe dá uma enorme vantagem.

Mas eu não sou contra o cidadão ter uma arma em casa. O que me deixa ressabiado é uma enorme quantidade de imbecis armados se achando os Stallones da vida circulando por aí. Hoje tenho medo dos assaltantes, em uma sociedade com armas liberadas totalmente eu teria medo dos assaltantes e das pessoas ditas "de bem".
"Deus prefere os ateus"

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #68 Online: 16 de Dezembro de 2014, 20:48:03 »
Botaram um gráfico aí com estatísticas dos EUA amplamente armado e do Brasil com restrições, e o Brasil com mais de 6 vezes mais homicídios e isso ainda não é suficiente?

Offline Georg Hagedorn

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 256
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #69 Online: 16 de Dezembro de 2014, 20:49:33 »
Talvez porque a lei dos EUA funciona.
"Alguma frase aleátoria na assinatura"

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #70 Online: 16 de Dezembro de 2014, 20:53:40 »
Botaram um gráfico aí com estatísticas dos EUA amplamente armado e do Brasil com restrições, e o Brasil com mais de 6 vezes mais homicídios e isso ainda não é suficiente?

Quer dizer que é só armar todo mundo no Brasil e os homicídios vão cair? É a única, ou principal, diferença entre os EUA e o Brasil?

Não poderia ser muito mais importante o fato abaixo:

Talvez porque a lei dos EUA funciona.

Dizer que no Brasil existem mais homicídios que nos EUA porque lá as pessoas tem maior acesso a armas é uma simplificação pra lá de absurda. Nos EUA também existem muito mais carros e bem menos acidentes fatais, se dermos um carro a cada brasileiro os acidentes vão diminuir?
"Deus prefere os ateus"

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #71 Online: 16 de Dezembro de 2014, 21:09:41 »
Botaram um gráfico aí com estatísticas dos EUA amplamente armado e do Brasil com restrições, e o Brasil com mais de 6 vezes mais homicídios e isso ainda não é suficiente?

Quer dizer que é só armar todo mundo no Brasil e os homicídios vão cair? É a única, ou principal, diferença entre os EUA e o Brasil?

Não poderia ser muito mais importante o fato abaixo:

Talvez porque a lei dos EUA funciona.

Dizer que no Brasil existem mais homicídios que nos EUA porque lá as pessoas tem maior acesso a armas é uma simplificação pra lá de absurda. Nos EUA também existem muito mais carros e bem menos acidentes fatais, se dermos um carro a cada brasileiro os acidentes vão diminuir?
Isso além de especulação é um baita declive escorregadio. Existem muito mais variantes envolvendo acidentes com carros para se fazer uma comparação equivalente. A questão é cultural? Então teríamos que "andar muito mais chão" para se equiparar aos EUA, e para se aproximar dos índices deles, teríamos que adotar a postura deles, e não é o caso, com a política desarmamentista que temos.
« Última modificação: 16 de Dezembro de 2014, 21:16:13 por Sergiomgbr »

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #72 Online: 16 de Dezembro de 2014, 21:12:29 »
Botaram um gráfico aí com estatísticas dos EUA amplamente armado e do Brasil com restrições, e o Brasil com mais de 6 vezes mais homicídios e isso ainda não é suficiente?

Quer dizer que é só armar todo mundo no Brasil e os homicídios vão cair? É a única, ou principal, diferença entre os EUA e o Brasil?

Não poderia ser muito mais importante o fato abaixo:

Talvez porque a lei dos EUA funciona.

Dizer que no Brasil existem mais homicídios que nos EUA porque lá as pessoas tem maior acesso a armas é uma simplificação pra lá de absurda. Nos EUA também existem muito mais carros e bem menos acidentes fatais, se dermos um carro a cada brasileiro os acidentes vão diminuir?
Isso é especulação.

E achar que a causa dos EUA terem menos homicídio do que o Brasil é só porque eles tem mais acesso a armas não é?
"Deus prefere os ateus"

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #73 Online: 16 de Dezembro de 2014, 21:18:16 »
Botaram um gráfico aí com estatísticas dos EUA amplamente armado e do Brasil com restrições, e o Brasil com mais de 6 vezes mais homicídios e isso ainda não é suficiente?

Quer dizer que é só armar todo mundo no Brasil e os homicídios vão cair? É a única, ou principal, diferença entre os EUA e o Brasil?

Não poderia ser muito mais importante o fato abaixo:

Talvez porque a lei dos EUA funciona.

Dizer que no Brasil existem mais homicídios que nos EUA porque lá as pessoas tem maior acesso a armas é uma simplificação pra lá de absurda. Nos EUA também existem muito mais carros e bem menos acidentes fatais, se dermos um carro a cada brasileiro os acidentes vão diminuir?
Isso é especulação.

E achar que a causa dos EUA terem menos homicídio do que o Brasil é só porque eles tem mais acesso a armas não é?
Essa é uma comparação direta. Dois porcos espinho americanos vs. dois porcos espinho brasileiros.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:A Falácia da Liberação das Armas de Fogo
« Resposta #74 Online: 16 de Dezembro de 2014, 21:51:45 »
Botaram um gráfico aí com estatísticas dos EUA amplamente armado e do Brasil com restrições, e o Brasil com mais de 6 vezes mais homicídios e isso ainda não é suficiente?

Quer dizer que é só armar todo mundo no Brasil e os homicídios vão cair? É a única, ou principal, diferença entre os EUA e o Brasil?

Não poderia ser muito mais importante o fato abaixo:

Talvez porque a lei dos EUA funciona.

Dizer que no Brasil existem mais homicídios que nos EUA porque lá as pessoas tem maior acesso a armas é uma simplificação pra lá de absurda. Nos EUA também existem muito mais carros e bem menos acidentes fatais, se dermos um carro a cada brasileiro os acidentes vão diminuir?
Isso é especulação.

E achar que a causa dos EUA terem menos homicídio do que o Brasil é só porque eles tem mais acesso a armas não é?
Essa é uma comparação direta. Dois porcos espinho americanos vs. dois porcos espinho brasileiros.

Uma comparação direta, simplista e sem sentido.
"Deus prefere os ateus"

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!