Autor Tópico: Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos  (Lida 1174 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.150
  • Sexo: Masculino
Voces acham que mesmo pra ateus e não-cristãos a influencia dessa festa cristã ainda é forte?

Muita gente fala que não tem problema nenhum em ateus comemorarem natal. Verdade (é um feriado a mais ninguem vai reclamar), mas tambem não parece ter sentido. Até porque muitos afirmam que Jesus (pra quem acredita que ele existiu como messias) não teria nascido em dezembro - inverno no hemisferio norte; e que natal tem origem pagã na crença de um deus sol.

Mas vejo ainda pessoas ficarem afetadas por causa dessa comemoração. Muitos resolvem ficar "bonzinhos" de repente e depois voltam a fazer as coisas "erradas" nos outros dias.

O Clubecetico agora tem um logo com gorro de papai noel sobre uma letra. Poderia ser chapeu do dia das bruxas ou um tridente de satanás, mas enfim. 

A questão é: Até onde habitos e influencias de uma religiao (no caso espcifico aqui o Cristianismo) influi no comportamento de pessoas não-cristãs e até ceticas?

 




Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.265
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #1 Online: 24 de Dezembro de 2014, 23:40:03 »
Feriado, família reunida e churrasco. Natal é uma das datas mais fodas do ano. Não poderia ligar menos para a origem, mesmo que fosse religiosa.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.150
  • Sexo: Masculino
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #2 Online: 25 de Dezembro de 2014, 00:13:17 »
Feriado, família reunida e churrasco. Natal é uma das datas mais fodas do ano. Não poderia ligar menos para a origem, mesmo que fosse religiosa.

E presente de graça. Mas já vi ateus serem contra. Eu mesmo nem me importo, só que é falso as pessoas se comportarem de forma afetada e no resto do ano "mudar" e voltar a ser o que era.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.903
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #3 Online: 25 de Dezembro de 2014, 00:44:03 »
 O Natal é uma data detonadora de um comportamento de manada que, com raras excepções, atinge a maioria dos céticos/ateus. Esse comportamento inclui principalmente hipocrisia, consumismo e gula dentre outros fatores. Céticos/ateus podem "comemorar" o Natal para não contrariar a namorada, a esposa ou demais familiares e usam a data como desculpa para encher a cara e se entupirem de todas as porcarias da época. O Natal tem que ter ceia, peru, tem que ter tender, tem que ter doces e outras coisas com tudo regado com uma mistura de indecente de bebidas trazidas por parentes e amigos. E tem que ter presente, normalmente "lembrancinhas" adquiridas em shoppings lotados ou nos camelôs que não servem para nada além de selarem a hipocrisia de expressar sinceros votos de "sei lá o que". No Natal, normalmente os céticos/ateus se esquecem que são céticos e ateus. Muitos resgatam a coincidência com a data de nascimento de Isaak Newton para celebrar o Newtal, o que soa como algo inteligente além de um modismo nerd/geek de aceitação garantida devido sucesso de  The Big Bang Theory. Em relação ao aspectos religiosos, eles raramente aparecem. Ninguém mais reza, ninguém mais agradece a ceia a Deus, ninguém mais acende velas em cerimônia ou destaca o presépio que foi ficando cada vez mais desfalcado pelo sumiço das peças ao longo dos anos. Logo, o cético/ateu não corre o risco de um conflito cognitivo-filosófico que possa lhe subtrair a fome e a sede. O que sobra é o retrato do absurdo de  um papai noel nórdico em trajes de inverno num treno puxado por animais que nos são estranhos e de árvores de natal repletas de algodão com pisca-piscas chineses. Viva o Natal.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Tupac

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.902
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #4 Online: 25 de Dezembro de 2014, 00:45:20 »
Vendo a cerimônia. Que negócio mais ridículo.

O texto que o papa estava lendo fez menção ao "menino sol"... Por que será?
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida."
 - Carl Sagan

"O que é afirmado sem argumentos, pode ser descartado sem argumentos." - Navalha de Hitchens

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.903
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #5 Online: 25 de Dezembro de 2014, 00:50:41 »
Bem vindo de volta Tupac. Precisa aparecer mais.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Tupac

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.902
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #6 Online: 25 de Dezembro de 2014, 01:16:15 »
Obrigado, Giga! Desculpem desvirtuar o tópico.

"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida."
 - Carl Sagan

"O que é afirmado sem argumentos, pode ser descartado sem argumentos." - Navalha de Hitchens

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #7 Online: 25 de Dezembro de 2014, 12:16:47 »
A questão é: Até onde habitos e influencias de uma religiao (no caso espcifico aqui o Cristianismo) influi no comportamento de pessoas não-cristãs e até ceticas?

Até o ponto que nos faça socialmente aceitos, e não uns Sheldons da vida.

Mas aqui o natal ainda me parece bem mais simples que nos EUA, por exemplo. Alguns youtubers americanos que acompanho sempre fazem vídeos sobre o natal e destacam os filmes que assistem na data. Mostram suas preparações e rituais. Eles parecem ainda manter o espírito natalino bem aceso, e quer saber, eu os invejo.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 24.204
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #8 Online: 25 de Dezembro de 2014, 14:22:46 »
A questão é: Até onde habitos e influencias de uma religiao (no caso espcifico aqui o Cristianismo) influi no comportamento de pessoas não-cristãs e até ceticas?

Até o ponto que nos faça socialmente aceitos, e não uns Sheldons da vida.

Mas aqui o natal ainda me parece bem mais simples que nos EUA, por exemplo. Alguns youtubers americanos que acompanho sempre fazem vídeos sobre o natal e destacam os filmes que assistem na data. Mostram suas preparações e rituais. Eles parecem ainda manter o espírito natalino bem aceso, e quer saber, eu os invejo.

Nos EUA ainda tem o pessoal que postou no Facebook indignado por grandes supermercados não utilizarem mais o termo "Feliz Natal", mas sim "Boas Festas", dizendo que se o nome é "CHRISTmas", é porque é uma data cristã e não de outros...

É ser um puta ignorante, nesse caso.

Feriado, família reunida e churrasco. Natal é uma das datas mais fodas do ano. Não poderia ligar menos para a origem, mesmo que fosse religiosa.

Sem contar que cai em época de férias, e quem não está, normalmente emenda o feriado. Então muita gente tá em casa e pode ficar uns 2 dias curtindo a ressaca da festa e aproveitando os restos por uns 2 dias...

Ah... os restos... pão de queijo com pernil no dia seguinte... pão de queijo com fatias finas de peru... pão de queijo com resto de churrasco... pão de queijo...  :olheira:
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #9 Online: 25 de Dezembro de 2014, 14:50:50 »
Ah... os restos... pão de queijo com pernil no dia seguinte... pão de queijo com fatias finas de peru... pão de queijo com resto de churrasco... pão de queijo...  :olheira:

 :histeria:
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.281
  • Sexo: Masculino
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #10 Online: 25 de Dezembro de 2014, 20:08:38 »
<a href="https://www.youtube.com/v/Lz2_tk6noaM" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/Lz2_tk6noaM</a>

Rhyan

  • Visitante
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #11 Online: 27 de Dezembro de 2014, 01:42:53 »
Nunca teve um significado religioso forte pra mim. Era mais divertido quando eu era criança e me reunia com os meus primos pra brincar com os presentes ganhos. Hoje eu tiro sarro da cara dos meus primos e brincos com as crianças. Tenho uma família muito grande, é quase sempre uma grande festa cheia de comida e bebida. Tinha épocas que rezavam e tal mas pararam com isso não sei porquê, ainda bem.

Offline Eduardo Vanderlei

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 357
  • Sexo: Masculino
Re:Natal - uma festa pagã cristianizada e assimilada por pagãos e até ceticos
« Resposta #12 Online: 27 de Dezembro de 2014, 20:35:59 »
Na minha opinião, a cristianização do Natal é bem ínfima. A única menção é o nascimento do "deus menino sol". O restante dos elementos (pinheiro, enfeites, troca de presentes, papai noel, luzes,  guirlandas, fartura de comida etc.) são todos estranhos à mitologia cristã. Como eu disse a uma amiga (e ela ficou bem brava comigo rsrsrsrsrs), Jesus apenas se apropriou da festividade (art. 168, CP).

Edit: Quanto a comemorar o Natal, eu vejo primeiramente como uma boa ocasião para reunir a família e fazer um barulhinho em casa, fora que a festa fica emendada com a virada do ano, aí fica aquele clima de feriado durante uma semana. Depois tem a questão do "renascimento" do Sol. Ok, nós aqui não ficamos sem Sol alguma parte do ano, mas tem aquele fascínio das histórias antigas, quando os antigos do Norte dependiam do Sol para sobreviver, e por aí vai...
« Última modificação: 27 de Dezembro de 2014, 20:45:51 por Eduardo Vanderlei »
“Somente o tolo diz ao seu coração: 'Deus não existe'. O sábio o diz ao mundo.”
Autor Desconhecido

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!