Autor Tópico: Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito  (Lida 28677 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.225
  • Sexo: Masculino
   Vi alguns afirmando que "não há sobrenatural separado do sobrenatural. Como se o natural tivesse incluído no mundo sobrenatural.

   E eu em parte concordei que o conceito de sobrenatural foi formulado talvez por pessoas mais ceticas e metodicas que queriam separar fatos de crenças/milagres/poder mistico/magica/etc. 

   Citei um caso de um rabi que afirmava ser a vida um milagre por extensão o universo. E pra argumentar contra esse tipo de posicionamento eu disse (resuimindo) que isso era uma tática de de validar (sem provas) as crenças de resligiosos. Já que, por essa logica, se é natural não teria como ser refutado.

   Algumas pessoas até comparam que a real possibildade de haver aliens ser a mesma que a de haver elfos/fadas e outros seres misticos em geral. Mas eu questiono isso porque mesmo que não haja aliens, há possibilidade real, já que se há vida aqui [nós somos exemplo disso; não dá pra duvidar da nossa existencia ainda de uma forma tão explicita] por que não em outros planetas com ambientes favoraveis ao surgmento e manutenção de algum ecossistema? Observe que falei possibilidade (concreta) e não que há de fato. O que não ocorre com elfos e fadas pois eles usam habilidades magicas que violam as leis da natureza.

   Alguém poderia achar os fosseis dum petrodatctilo e dizer que eram de dragão, mas não podem provar só através de fosseis que ele podia soprar fogo de origem magica [não vale aqui o caso tipo o filme Reino de fogo, onde origem do fogo é bioquimica].

_____________

   E ainda outro ponto: Eu já diferenciava faz muito tempo o conceito de "paranormal" de "sobrenatural" ou "mistico" -- eu associava telepatia/telecinese/etc. sem . Filmes de ficção cientifica exploram muito esse tema e citam como origem mutação genetica, exploração de lados desconhecidos da mente, etc. mas usando argumentos ditos cientificos sem tocar em algum conceito mistico.

   Na categoria de pseudociencia: Paranormalidade, Homeopatia, etc. -- coisas que tentam usar de algum argumento cientifico mesmo que erroneo ou apenas teorico (não comprovado na pratica), usa uma logica com mais explicações do que simples "crer pra ver".

   Na categoria de sobrenatural: Misticismos, magia, espíritos, etc. -- coisas que não tem nenhum argumento nem cientifico nem pseudo-cientifico, mas simplesmente baseados em crenças (sem explicações ). Mas agora tão querendo usar alguns argumentos pseudo-cientificos como Designer inteligente, etc.

______________

   Mas de algum tempo pra cá esses argumentos de que não há sobrenatural que tudo é natural até mesmo deuses, etc. é uma tentiva de embutir a força a religiao con campo dos fatos e da ciencia. E mais agora por causa da fisica quantica que pra muitos violaria as leis da fisica classica -- como fotons poderem estar em mais de um lugar ao mesmo tempo, etc.
E por isso tá sendo usado como justificativa pra crentes que argumentam assim "A ciencia não consegue explicar fisica quantica usando metodos tradicionais assim como não pode explicar fenomenos sobrenaturais sem ter equipamentos e metodos adequados" [lembrando que esse metodos poderia ser fé, encantamentos, poções de alquimia homeopatica, etc.]

No fim das contas o maximo que os religiosos vão conseguir é elevar a crenças sobrenaturais a pseudo-ciencia. Pior que tem muitos cientistas que já fizeram trabalhos reconhecidos ou comprovados mas possuem crenças, podem usar o fato de serem reconhecidos pra base pseudo-cientifica pra suas religioes -- e muitos que se dizem ateus/ceticos que confiam em homens e não em argumentos testados cientificamentes podem ter seu ceticismo abalado. E eu sou meio receioso de que "ciencia oficial" [como alguns chamam aqui] possa ser contaminada com essa ciencia pirateada a ponto das pessoas não saberem em quem confiar ou o que é a verdade e mentira.
« Última modificação: 25 de Dezembro de 2014, 21:27:25 por Agnoscetico »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.028
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #1 Online: 25 de Dezembro de 2014, 20:40:28 »
Mais um tópico para o Cientista explicar.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #2 Online: 26 de Dezembro de 2014, 07:42:35 »
é a ignorância humana que determina existências ?
o mundo físico não saiu do mundo invisível ?
podemos definir sobrenatural como falta de ciência humana ?
 ::)
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline FZapp

  • Administradores
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.939
  • Sexo: Masculino
  • El Inodoro Pereyra
    • JVMC
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #3 Online: 26 de Dezembro de 2014, 08:13:58 »
O fato de dizer que não há sobrenatural e sim natural não exime alguém de provar o que e como existe.

Se duendes fazem parte do mundo natural, então são seres biológicamente possíveis, fazem parte do ecossistema e vamos estudá-los juntos a musgo, champignons e cachorros do mato. Desde que tenhamos evidências de sua existência.
--
Si hemos de salvar o no,
de esto naides nos responde;
derecho ande el sol se esconde
tierra adentro hay que tirar;
algun día hemos de llegar...
despues sabremos a dónde.

"Why do you necessarily have to be wrong just because a few million people think you are?" Frank Zappa

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #4 Online: 26 de Dezembro de 2014, 09:20:02 »
ok,mas o fato de ainda não ter sido provado não significa ser inexistente.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #5 Online: 26 de Dezembro de 2014, 12:00:49 »
O fato de não ter sido provado não é nem o maior problema.

O problema é de não existir sequer hipóteses para serem checadas. Então, podemos dizer que se não há sequer hipóteses falseáveis para um tema tão onipresente e importante, ele é provavelmente falso.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #6 Online: 26 de Dezembro de 2014, 14:44:31 »
O fato de não ter sido provado não é nem o maior problema.

O problema é de não existir sequer hipóteses para serem checadas. Então, podemos dizer que se não há sequer hipóteses falseáveis para um tema tão onipresente e importante, ele é provavelmente falso.
Ele seria provavelmente falso se sua falsidade pudesse ser provada, se não pode, então ele não é provavelmente falso.  :hihi:
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.028
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #7 Online: 26 de Dezembro de 2014, 15:30:22 »
O fato de não ter sido provado não é nem o maior problema.

O problema é de não existir sequer hipóteses para serem checadas. Então, podemos dizer que se não há sequer hipóteses falseáveis para um tema tão onipresente e importante, ele é provavelmente falso.
Ele seria provavelmente falso se sua falsidade pudesse ser provada, se não pode, então ele não é provavelmente falso.  :hihi:

Se a sua falsidade pudesse ser provada ele seria certamente falso, se não pode existe a possibilidade de ser falso, de ser verdadeiro e verdadeiro e falso ao mesmo tempo.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #8 Online: 26 de Dezembro de 2014, 16:35:35 »
O fato de não ter sido provado não é nem o maior problema.

O problema é de não existir sequer hipóteses para serem checadas. Então, podemos dizer que se não há sequer hipóteses falseáveis para um tema tão onipresente e importante, ele é provavelmente falso.
Ele seria provavelmente falso se sua falsidade pudesse ser provada, se não pode, então ele não é provavelmente falso.  :hihi:
acho que é Poe devido ao termo provável ser sobrecarregado mas vamos lá. Só se pode provar a não existência de algo sobre circunstâncias muito especiais, no sentido de proposições bem falseáveis.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.225
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #9 Online: 26 de Dezembro de 2014, 16:43:16 »
O fato de não ter sido provado não é nem o maior problema.

O problema é de não existir sequer hipóteses para serem checadas. Então, podemos dizer que se não há sequer hipóteses falseáveis para um tema tão onipresente e importante, ele é provavelmente falso.
Ele seria provavelmente falso se sua falsidade pudesse ser provada, se não pode, então ele não é provavelmente falso.  :hihi:

O problema é que os poderes misticos desse seres [se eles existissem seria possivel apenas a anatomia e não os poderes sobrenaturais] aparentemente não tem nenhum criteiro ou metodologia cientifica -- Ex: um elfo dispara um feitiço, como explicar isso por meio cientifico? Um mago diz "abracadabra" e alguem vira rã ou cabra, qual forças da natureza atuam nessa palavra pra ela mudar a biologia/anatomia de um ser pra outro, com genes diferentes, etc.  Seria o tom de voz, o horario, etc.? Não lembro de ter nenhum livro com explicação eficiente de sistemas de magia, etc.

A Alquimia [que alguns dizem ser antecessora que deu base pra surgir a Quimica real] tentou fazer uma metodologia mas de forma errada, como a ciencia tambem faz, mas essa foi bem mais sucedida. Mas a alquimia de certa forma ainda existe na forma de Homeopatia -- que é um perigo real pra saude das pessoas.   




Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #10 Online: 26 de Dezembro de 2014, 17:07:49 »
O fato de serem apresentados como seres com poderes sobrenaturais é justamente um dos motivos do por que as façanhas a eles associadas não poderem serem explicadas por teorias cientificas.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #11 Online: 26 de Dezembro de 2014, 17:15:39 »
O fato de não ter sido provado não é nem o maior problema.

O problema é de não existir sequer hipóteses para serem checadas. Então, podemos dizer que se não há sequer hipóteses falseáveis para um tema tão onipresente e importante, ele é provavelmente falso.
Ele seria provavelmente falso se sua falsidade pudesse ser provada, se não pode, então ele não é provavelmente falso.  :hihi:
acho que é Poe devido ao termo provável ser sobrecarregado mas vamos lá. Só se pode provar a não existência de algo sobre circunstâncias muito especiais, no sentido de proposições bem falseáveis.
Já que provar cientificamente a falsidade da afirmação que defende a existência de seres místicos é impossível, segundo a forma como estes seres são definidos, seria mais sensato ao meu ver, dizer que pelo fato desta afirmação não encontrar qualquer corroboração científica e/ou apresentar qualquer fundamento sólido, é por isso possivelmente falsa.  :ok:
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #12 Online: 26 de Dezembro de 2014, 17:17:54 »
O fato de não ter sido provado não é nem o maior problema.

O problema é de não existir sequer hipóteses para serem checadas. Então, podemos dizer que se não há sequer hipóteses falseáveis para um tema tão onipresente e importante, ele é provavelmente falso.
Ele seria provavelmente falso se sua falsidade pudesse ser provada, se não pode, então ele não é provavelmente falso.  :hihi:

Se a sua falsidade pudesse ser provada ele seria certamente falso,
Ou seja, comprovadamente falsa, isto é, a asseveração que defende sua existência seria provada falsa.

se não pode existe a possibilidade de ser falso, de ser verdadeiro e verdadeiro e falso ao mesmo tempo.
Ai depende.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #13 Online: 29 de Dezembro de 2014, 07:28:28 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.225
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #14 Online: 29 de Dezembro de 2014, 17:43:11 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #15 Online: 29 de Dezembro de 2014, 17:50:24 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)

Quem define o sobrenatural é o mesmo sujeito que define o natural, ué.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.087
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #16 Online: 29 de Dezembro de 2014, 18:16:31 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)

Quem define o sobrenatural é o mesmo sujeito que define o natural, ué.
Quem define o "sobrenatural" é o cara que cria frango orgânico limite definido pela extrapolação do que é  o "natural".
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.225
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #17 Online: 29 de Dezembro de 2014, 18:32:10 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)

Quem define o sobrenatural é o mesmo sujeito que define o natural, ué.

Será? É o ser humano quem define o comportamento das particulas, ondas, clima, etc. ou ele estuda isso e descobre o funcionamento através da Ciencia?

Que eu saiba nenhuma lei fisica determina o funcionamento biologico, mistico de fadas, elfos, etc.





Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.087
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #18 Online: 29 de Dezembro de 2014, 18:38:49 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)

Quem define o sobrenatural é o mesmo sujeito que define o natural, ué.

Será? É o ser humano quem define o comportamento das particulas, ondas, clima, etc. ou ele estuda isso e descobre o funcionamento através da Ciencia?

Que eu saiba nenhuma lei fisica determina o funcionamento biologico, mistico de fadas, elfos, etc.
Estão usando a mesma definição para o verbo "definir"?
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.028
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #19 Online: 29 de Dezembro de 2014, 19:39:46 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)

Quem define o sobrenatural é o mesmo sujeito que define o natural, ué.

Será? É o ser humano quem define o comportamento das particulas, ondas, clima, etc. ou ele estuda isso e descobre o funcionamento através da Ciencia?

Que eu saiba nenhuma lei fisica determina o funcionamento biologico, mistico de fadas, elfos, etc.






Pelo visto você desconhece a Ciência Espírita.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.225
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #20 Online: 29 de Dezembro de 2014, 20:32:37 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)

Quem define o sobrenatural é o mesmo sujeito que define o natural, ué.

Será? É o ser humano quem define o comportamento das particulas, ondas, clima, etc. ou ele estuda isso e descobre o funcionamento através da Ciencia?

Que eu saiba nenhuma lei fisica determina o funcionamento biologico, mistico de fadas, elfos, etc.






Pelo visto você desconhece a Ciência Espírita.

Posso até desconhecer, mas ela pode ser provada na realidade dos fatos? Porque se não pode o problema aí não seria conhecer mas reconhecer.



Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.028
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #21 Online: 29 de Dezembro de 2014, 21:37:11 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)

Quem define o sobrenatural é o mesmo sujeito que define o natural, ué.

Será? É o ser humano quem define o comportamento das particulas, ondas, clima, etc. ou ele estuda isso e descobre o funcionamento através da Ciencia?

Que eu saiba nenhuma lei fisica determina o funcionamento biologico, mistico de fadas, elfos, etc.






Pelo visto você desconhece a Ciência Espírita.

Posso até desconhecer, mas ela pode ser provada na realidade dos fatos? Porque se não pode o problema aí não seria conhecer mas reconhecer.




Devia ler os livros de Kardec antes de dizer essas coisas.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.225
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #22 Online: 29 de Dezembro de 2014, 23:59:00 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)

Quem define o sobrenatural é o mesmo sujeito que define o natural, ué.

Será? É o ser humano quem define o comportamento das particulas, ondas, clima, etc. ou ele estuda isso e descobre o funcionamento através da Ciencia?

Que eu saiba nenhuma lei fisica determina o funcionamento biologico, mistico de fadas, elfos, etc.






Pelo visto você desconhece a Ciência Espírita.

Posso até desconhecer, mas ela pode ser provada na realidade dos fatos? Porque se não pode o problema aí não seria conhecer mas reconhecer.




Devia ler os livros de Kardec antes de dizer essas coisas.

Kardec era espirita certo? Então pra começar dê algum indicio concreto de que há espiritos aí já uma boa base pra argumentar.




Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #23 Online: 30 de Dezembro de 2014, 00:16:48 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)

Quem define o sobrenatural é o mesmo sujeito que define o natural, ué.

Será? É o ser humano quem define o comportamento das particulas, ondas, clima, etc. ou ele estuda isso e descobre o funcionamento através da Ciencia?

Que eu saiba nenhuma lei fisica determina o funcionamento biologico, mistico de fadas, elfos, etc.






Pelo visto você desconhece a Ciência Espírita.

Posso até desconhecer, mas ela pode ser provada na realidade dos fatos? Porque se não pode o problema aí não seria conhecer mas reconhecer.




Devia ler os livros de Kardec antes de dizer essas coisas.

Kardec era espirita certo? Então pra começar dê algum indicio concreto de que há espiritos aí já uma boa base pra argumentar.
[Modo espírita on]Espíritos são seres sobrenaturais, isso significa que eles operam em uma dimensão acima das leis naturais e não podem por isso terem sua existência comprovada através de evidências empíricas ou pela metodologia de comprovação científica das ciências convencionais e/ou naturais. É preciso aceitar novos pressupostos, traçar nova metologia de pesquisa, com novos parâmetros e critérios de investigação. É o espiritismo e/ou as demais ciências paranormais  as ferramentas necessárias capazes de fornecerem os recursos para o estudo e comprovação científica da existência de tais seres.[/modo espírita off]  :hihi: :hihi:

É óbvio que a ciência como é definida hoje não pode investigar, no sentido de comprovar nem refutar a existência de tais seres, na medida que são definidos como sobrenaturais, isto é, segundo um conceito que os coloca acima da possibilidade de investigação das ciências naturais.

Abraços!
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #24 Online: 30 de Dezembro de 2014, 07:38:24 »
quem define natural ou sobrenatural é os limites da ciência humana ?::)

Quem defende o sobrenatural é os limites da crendice, superstição e irracionalidade humana?  ::)
bom! se voce considera que  acreditar alem da ciência humana é ser limitado , então pode ser!
Mas lembre-se que voce também acredita na possibilidade da existência de  ETs, fato não provado então voce tambem acredita no sobrenatural ou seja alem da ciência humana.
Para mim o natural vai alem da nossa ignorância, seria então o "super natural".
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!