Autor Tópico: Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito  (Lida 28678 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #75 Online: 03 de Janeiro de 2015, 22:33:02 »
sabemos da existência do amor , porem é algo irracional e mais para o intuitivo, não podemos mensura-lo a partir de instrumentos científicos, mas repito mesmo sendo invisível, imaterial e irracional, ele existe! ::)
Amor, medo, alegria, e outros estados emocionais são respostas a um conjunto de estímulos sensoriais e podem ser mensurados, sim.

prove!
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #76 Online: 03 de Janeiro de 2015, 22:36:40 »
:love:
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #77 Online: 03 de Janeiro de 2015, 22:42:16 »
uma mulher apareceu no programa do gugu afirmando quer seu cachorro pressentia que ela estava chegando

Não havia prestado atenção neste detalhe; sua intenção ao citar essa referência seria validar sua argumentação?  :histeria:

isso prova que o animal de alguma forma pre-sente que sua dona se prontificou  a voltar para ele
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #78 Online: 03 de Janeiro de 2015, 22:52:12 »
uma mulher apareceu no programa do gugu afirmando quer seu cachorro pressentia que ela estava chegando

Não havia prestado atenção neste detalhe; sua intenção ao citar essa referência seria validar sua argumentação?  :histeria:

isso prova que o animal de alguma forma pre-sente que sua dona se prontificou  a voltar para ele

Meu cachorro também pressente quando estou chegando desde o momento que saio. E como eu sempre chego, ele uma hora ou outra vai acertar.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #79 Online: 03 de Janeiro de 2015, 23:57:31 »
uma mulher apareceu no programa do gugu afirmando quer seu cachorro pressentia que ela estava chegando

Não havia prestado atenção neste detalhe; sua intenção ao citar essa referência seria validar sua argumentação?  :histeria:

isso prova que o animal de alguma forma pre-sente que sua dona se prontificou  a voltar para ele

Meu cachorro também pressente quando estou chegando desde o momento que saio. E como eu sempre chego, ele uma hora ou outra vai acertar.

não disse que todos os  cachorros possuem esse sentido desconhecido.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Online Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.088
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #80 Online: 04 de Janeiro de 2015, 00:04:56 »
sabemos da existência do amor , porem é algo irracional e mais para o intuitivo, não podemos mensura-lo a partir de instrumentos científicos, mas repito mesmo sendo invisível, imaterial e irracional, ele existe! ::)
Amor, medo, alegria, e outros estados emocionais são respostas a um conjunto de estímulos sensoriais e podem ser mensurados, sim.

prove!
Tem um vasto material publicado em um monte de artigos científicos pra quem não quer raciocinar por si mesmo sem sequer precisar ler a respeito, que o homem é resultado de simples reações químicas.
Até onde eu sei eu não sei.

Online Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.088
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #81 Online: 04 de Janeiro de 2015, 00:08:40 »
sabemos da existência do amor , porem é algo irracional e mais para o intuitivo, não podemos mensura-lo a partir de instrumentos científicos, mas repito mesmo sendo invisível, imaterial e irracional, ele existe! ::)
Amor, medo, alegria, e outros estados emocionais são respostas a um conjunto de estímulos sensoriais e podem ser mensurados, sim.

prove!
Tem um vasto material publicado em um monte de artigos científicos pra quem não quer raciocinar por si mesmo sem sequer precisar ler a respeito, que o homem é resultado de simples reações químicas.
Mas é claro, depois de averiguar, você vai vir com mais um post amorequinho do tipo "modeuzo é perfeição sobrenatural pra quem tem fé ni modeuzo"
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #82 Online: 04 de Janeiro de 2015, 01:21:44 »
Citação de: Criaturo
uma mulher apareceu no programa do gugu afirmando quer seu cachorro pressentia que ela estava chegando, ia e ficava parado perto da porta.
então tentaram refuta-la dizendo que o cachorro ouvia o barulho do carro chegando( se  bem que ela morava em apartamento), então a levaram para uma praça distante onde um reporte ficou conversando com ela sentados em um banco, enquanto  outro ficou filmando o cachorro no apartamento.
impressionante quando o reporte falou vamos embora  no exato momento que a mulher levantou-se, o cachorro no ap o tambem levantou-se e foi ficar parado diante da porta de entrada.

como a ciência não pode explicar tal fenômeno devemos considerar tal experiência como sobre natural ? ou apenas a falta de ciência em algo natural ?
Ah ok! Vi num programa de tv um cara advinhar comportamentos de pessoas, isso se chama LEITURA FRIA. Vi Mister M fazer muitas magicas que parecia sobrenatural. Vi um tal de Thomas Green Morton entortar garfos mas quando foi desafiado por James Randi amarelou. Vi imagem de santa em janela, que tantaram apagar com um produto barato de limpeza e não conseguiram apagar, o povo dizia "nao pode apagar porque é milagre", mas depois usaram um produto melhor e limparam. E aí onde tá o milagre? Um homem foi dado como morto [com parada cardiaca; teve EQM - Experiencia de quase morte] e "reviveu" no segundo dia, etc., etc. e tal 

Charlatanismo, truqes não resistem a testes mais rigorosos.
Acho que o que ele esta pretendendo dizer é que possivelmente eventos deste tipo são tão naturais (de acordo com leis naturais) como outros quaisquer já descritos-explicados pela ciência, só que nestes casos como o descrito acima (se é que é verídico) a ciência ainda não pode explicar, mas que no futuro provavelmente poderá.

Citação de: Criaturo
voce acha então que o psycho-phone do Thomas Edison era uma palermice estupida ?

Voce ta usando um tipo de ad hominem positivo (não sei se existe o termo positivo aí, mas voce ta se baseando em pessoas e suas crenças e não nos testes e questionamentos feitos por elas; positivo porque usa apelo a uma pessoa pra defener seu ponto de vista).
Tipo "Se Einstein, Thomas Edison, etc. acreditavam em fadas então é porque existiam já que eles seriam cientistas respeitados". (...)
Na verdade, quando evocamos o argumento de uma pessoa respeitada por seu sucesso em determinada área como prova de que estamos certo, por compartilharmos do mesmo argumento que esta pessoa, isso se chama Apelo a autoridade, e não ad hominem, seja positivo ou de qualquer outra forma.

 :ok:

uma mulher apareceu no programa do gugu afirmando quer seu cachorro pressentia que ela estava chegando

Não havia prestado atenção neste detalhe; sua intenção ao citar essa referência seria validar sua argumentação?  :histeria:

isso prova que o animal de alguma forma pre-sente que sua dona se prontificou  a voltar para ele
Conclusão precipitada, isso mostra apenas que o cão se levantou e se posicionou na frente da porta no exato momento em que sua dona levantou-se para ir embora para casa, o por que dele ter feito isso, ainda não se sabe, pois os dados presentes para tal conclusão são insuficientes, principalmente pelo fato de termos apenas um único teste, feito uma única vez, com uma uma única pessoa e sem qualquer controle científico rigoroso o suficiente para valer como prova científica de qualquer coisa.

Abraços!
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.029
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #83 Online: 04 de Janeiro de 2015, 02:30:38 »
Minha opinião não interfere no fato de que " parapsicólogos sérios não se interessam por EVP, e a literatura moderna da parapsicologia não mostra qualquer evidência de paranormalidade nessas gravações”, escreve o psicólogo americano James Alcock, integrante do Comitê de Investigação Científica das Alegações de Paranormalidade.
As pretensas vozes seriam resultado da interferência de emissoras de rádio ou modulações cruzadas, quando os aparelhos eletrônicos captam acidentalmente transmissões em outras frequências. O EVP também surgiria de ataques de pareidolia e apofenia, mecanismos perceptivos que levam as pessoas a ver imagens e ouvir sons que não existem. Os cientistas batem pesado no fato de que as gravações mostram geralmente frases isoladas, como “alô?”, “você está aí?” ou “não estamos sozinhos”. É só isso que os mortos têm para nos revelar? ::)

Mais: as citações de uma época onde os "fenômenos espíritas" eram comuns, devido à pouca tecnologia disponível à época para detecção das fraudes, e a consequente diminuição destes "fenômenos" ao longo do tempo, demonstra o quanto há de erro em misturar religião (crença) com ciência.

Não há nenhum cientista sério (se há, por favor forneça o nome e a faculdade onde ensina ou instituto onde trabalha), que se dedique a algo como o estudo do "ponto de fusão do ectoplasma quando submetido ao calor extremo", ou ainda procure a "localização e gradação do espectro psíquico nas camadas do perispírito".
 
www.amorc.org.br
http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista/vol34/s1/5.html
https://gafaorientador.wordpress.com/2011/10/11/voluntarios-espiritas-para-hospital-das-clinicas/
http://www.hepa.org.br/ohospital.html
http://www.amebrasil.org.br/2011/node/185

AMORC?
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=16101.msg324748#msg324748

Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #84 Online: 04 de Janeiro de 2015, 11:03:21 »
sabemos da existência do amor , porem é algo irracional e mais para o intuitivo, não podemos mensura-lo a partir de instrumentos científicos, mas repito mesmo sendo invisível, imaterial e irracional, ele existe! ::)
Amor, medo, alegria, e outros estados emocionais são respostas a um conjunto de estímulos sensoriais e podem ser mensurados, sim.

prove!
Tem um vasto material publicado em um monte de artigos científicos pra quem não quer raciocinar por si mesmo sem sequer precisar ler a respeito, que o homem é resultado de simples reações químicas.
inteligentes ? ::)
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #85 Online: 05 de Janeiro de 2015, 07:54:39 »
Citação de: Criaturo
uma mulher apareceu no programa do gugu afirmando quer seu cachorro pressentia que ela estava chegando, ia e ficava parado perto da porta.
então tentaram refuta-la dizendo que o cachorro ouvia o barulho do carro chegando( se  bem que ela morava em apartamento), então a levaram para uma praça distante onde um reporte ficou conversando com ela sentados em um banco, enquanto  outro ficou filmando o cachorro no apartamento.
impressionante quando o reporte falou vamos embora  no exato momento que a mulher levantou-se, o cachorro no ap o tambem levantou-se e foi ficar parado diante da porta de entrada.

como a ciência não pode explicar tal fenômeno devemos considerar tal experiência como sobre natural ? ou apenas a falta de ciência em algo natural ?
Ah ok! Vi num programa de tv um cara advinhar comportamentos de pessoas, isso se chama LEITURA FRIA. Vi Mister M fazer muitas magicas que parecia sobrenatural. Vi um tal de Thomas Green Morton entortar garfos mas quando foi desafiado por James Randi amarelou. Vi imagem de santa em janela, que tantaram apagar com um produto barato de limpeza e não conseguiram apagar, o povo dizia "nao pode apagar porque é milagre", mas depois usaram um produto melhor e limparam. E aí onde tá o milagre? Um homem foi dado como morto [com parada cardiaca; teve EQM - Experiencia de quase morte] e "reviveu" no segundo dia, etc., etc. e tal 

Charlatanismo, truqes não resistem a testes mais rigorosos.
Citar
Acho que o que ele esta pretendendo dizer é que possivelmente eventos deste tipo são tão naturais (de acordo com leis naturais) como outros quaisquer já descritos-explicados pela ciência, só que nestes casos como o descrito acima (se é que é verídico) a ciência ainda não pode explicar, mas que no futuro provavelmente poderá.
:ok:



Citação de: Criaturo
voce acha então que o psycho-phone do Thomas Edison era uma palermice estupida ?

Voce ta usando um tipo de ad hominem positivo (não sei se existe o termo positivo aí, mas voce ta se baseando em pessoas e suas crenças e não nos testes e questionamentos feitos por elas; positivo porque usa apelo a uma pessoa pra defener seu ponto de vista).
Tipo "Se Einstein, Thomas Edison, etc. acreditavam em fadas então é porque existiam já que eles seriam cientistas respeitados". (...)
Citar
Na verdade, quando evocamos o argumento de uma pessoa respeitada por seu sucesso em determinada área como prova de que estamos certo, por compartilharmos do mesmo argumento que esta pessoa, isso se chama Apelo a autoridade, e não ad hominem, seja positivo ou de qualquer outra forma.

 :ok:

a BRIENNE postou um texto dizendo que tais experiências eram uma palermice estupida, logo se essa afirmação procede, isso   implica que todos que as praticam terão que ser consideradas estupidas incluindo Thomas Edison tentando inventar seu  telefone para o alem.

uma mulher apareceu no programa do gugu afirmando quer seu cachorro pressentia que ela estava chegando

Não havia prestado atenção neste detalhe; sua intenção ao citar essa referência seria validar sua argumentação?  :histeria:

isso prova que o animal de alguma forma pre-sente que sua dona se prontificou  a voltar para ele
Conclusão precipitada, isso mostra apenas que o cão se levantou e se posicionou na frente da porta no exato momento em que sua dona levantou-se para ir embora para casa, o por que dele ter feito isso, ainda não se sabe, pois os dados presentes para tal conclusão são insuficientes, principalmente pelo fato de termos apenas um único teste, feito uma única vez, com uma uma única pessoa e sem qualquer controle científico rigoroso o suficiente para valer como prova científica de qualquer coisa.

Abraços!

na verdade pressupõe-se que a reportagem só deve ter sido chamada, após os donos do animal ja terem observado tal fato, o interessante que os repórtes questionaram se o cão não houvia ou sentia o cheiro da sua dona quando se aproximava, então levaram ela a uma praça e quando o reporte disse vamos embora "sincronizadamente" ela e o cachorro se levantaram-se,  no apto. o cachorro foi e ficou parado em frente da porta.
Fraudes são possíveis,mas neste caso não me pareceu haver sensacionalismo!

sds
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #86 Online: 05 de Janeiro de 2015, 08:04:45 »
Minha opinião não interfere no fato de que " parapsicólogos sérios não se interessam por EVP, e a literatura moderna da parapsicologia não mostra qualquer evidência de paranormalidade nessas gravações”, escreve o psicólogo americano James Alcock, integrante do Comitê de Investigação Científica das Alegações de Paranormalidade.
As pretensas vozes seriam resultado da interferência de emissoras de rádio ou modulações cruzadas, quando os aparelhos eletrônicos captam acidentalmente transmissões em outras frequências. O EVP também surgiria de ataques de pareidolia e apofenia, mecanismos perceptivos que levam as pessoas a ver imagens e ouvir sons que não existem. Os cientistas batem pesado no fato de que as gravações mostram geralmente frases isoladas, como “alô?”, “você está aí?” ou “não estamos sozinhos”. É só isso que os mortos têm para nos revelar? ::)

Mais: as citações de uma época onde os "fenômenos espíritas" eram comuns, devido à pouca tecnologia disponível à época para detecção das fraudes, e a consequente diminuição destes "fenômenos" ao longo do tempo, demonstra o quanto há de erro em misturar religião (crença) com ciência.

Não há nenhum cientista sério (se há, por favor forneça o nome e a faculdade onde ensina ou instituto onde trabalha), que se dedique a algo como o estudo do "ponto de fusão do ectoplasma quando submetido ao calor extremo", ou ainda procure a "localização e gradação do espectro psíquico nas camadas do perispírito".
 
www.amorc.org.br
http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista/vol34/s1/5.html
https://gafaorientador.wordpress.com/2011/10/11/voluntarios-espiritas-para-hospital-das-clinicas/
http://www.hepa.org.br/ohospital.html
http://www.amebrasil.org.br/2011/node/185

AMORC?
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=16101.msg324748#msg324748

Sim , AMORC! Ela pode ser considerada uma escola espiritualista  que possui como membros cientistas, médicos e pessoas de vario níveis sociais e intelectuais o desenvolvimento espiritual do iniciado se da pela experiência própria e não apenas pela teoria dos outros.
mas como ja comentei com ao Sergio , fenômenos espirituais são mais ou menos como os sentimentos emocionais, fica muito difícil querer prova-los ou mensura-los e perincipalmente controla-los.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #87 Online: 05 de Janeiro de 2015, 11:03:14 »
fenômenos espirituais são mais ou menos como os sentimentos emocionais, fica muito difícil querer prova-los ou mensura-los e perincipalmente controla-los.

Concorda que com o que foi dito acima poderíamos dizer que fenômenos espirituais não passam de uma má interpretação de sentimentos emocionais?
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.374
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #88 Online: 05 de Janeiro de 2015, 11:39:36 »
a BRIENNE postou um texto dizendo que tais experiências eram uma palermice estupida, logo se essa afirmação procede, isso implica que todos que as praticam terão que ser consideradas estupidas incluindo Thomas Edison tentando inventar seu  telefone para o alem.

Peço não imputar comentários à minha pessoa sem que eu os tenha feito, é desonestidade distorcer a fala alheia; minha colocação visa demonstrar que não cabe à ciência a comprovação da existência de fatos ditos "paranormais" ou "místicos", e, segundo a História, não somente Edison, mas - William Crookes, presidente da Academia de Ciências de Londres estudou por TRÊS ANOS a materialização de um Espírito.
- Cesar Lombroso, Aksakof, Alfred Russel Wallace que o foi o pai da Teoria da Evolução, ao lado de Darwin, O grande poeta Victor Hugo, Oliver Lodge, entre outros pesquisaram o mesmo fenômeno.
Eles estudaram isso no final do século 19 e comecinho do século 20. Mas isso deveria contar contra esta "pesquisa científica", não? Se a coisa fosse séria, teríamos trocentos outros cientistas de renome fazendo isso hoje em dia e publicando seus artigos em periódicos reconhecidos. Mas qual é a realidade atual?
Posso estar enganado, mas creio que o que acontece hoje em dia é que pessoas com conhecimentos superficiais de ciências dão palestras em encontros de leigos e evitam o debate com a comunidade científica.

Por isso chamamos sua argumentação de falácia de autoridade; não é porque essas pessoas, apesar de conhecimento científico, também eram humanas e imbuídas das informações disponíveis à época, à ótica, e à ética.

GNOSE

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #89 Online: 05 de Janeiro de 2015, 12:44:39 »
fenômenos espirituais são mais ou menos como os sentimentos emocionais, fica muito difícil querer prova-los ou mensura-los e perincipalmente controla-los.

Concorda que com o que foi dito acima poderíamos dizer que fenômenos espirituais não passam de uma má interpretação de sentimentos emocionais?
interpretações equivocadas são possíveis,mas
é impossível a consciência humana poder perceber  ou interpretar coisas que sejam totalmente inexistentes.::)
« Última modificação: 05 de Janeiro de 2015, 12:48:00 por Criaturo »
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.374
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #90 Online: 05 de Janeiro de 2015, 12:45:59 »
Caraca, mano, vc não cansa de ser assim tão tão inconsistente???
GNOSE

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #91 Online: 05 de Janeiro de 2015, 12:49:25 »
Caraca, mano, vc não cansa de ser assim tão tão inconsistente???
é comigo essa pendenga ? :P
alias me diga qual a sua consciência sobre consistência, ou existência ?
« Última modificação: 05 de Janeiro de 2015, 12:52:14 por Criaturo »
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #92 Online: 05 de Janeiro de 2015, 13:20:09 »
a BRIENNE postou um texto dizendo que tais experiências eram uma palermice estupida, logo se essa afirmação procede, isso implica que todos que as praticam terão que ser consideradas estupidas incluindo Thomas Edison tentando inventar seu  telefone para o alem.

« Resposta #57 Online: 02 de Janeiro de 2015, 15:13:09 »
Isto posto, gostaria de salientar que à ciência não cabe comprovar, demonstrar, ou admitir o sobrenatural, por áreas distintas e não correlatas. Exigir comprovação científica de fenômenos “paranormais” e afins é estupidez.
Portanto, ao final das contas, ficaremos nós de um lado com nossas descobertas científicas, permitindo aos amputados controlar próteses com o cérebro, como faziam com os membros originais, enquanto do outro lado temos as “terapias holísticas que canalizam o chi, permitindo a captação das forças cósmicas para auxiliar nos processos de cura.”

Peço não imputar comentários à minha pessoa sem que eu os tenha feito, é desonestidade distorcer a fala alheia; minha colocação visa demonstrar que não cabe à ciência a comprovação da existência de fatos ditos "paranormais" ou "místicos", e, segundo a História, não somente Edison, mas - William Crookes, presidente da Academia de Ciências de Londres estudou por TRÊS ANOS a materialização de um Espírito.


tá caducando ?
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.374
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #93 Online: 05 de Janeiro de 2015, 13:35:32 »
Ad hominem?

Denunciado.
« Última modificação: 05 de Janeiro de 2015, 14:57:25 por Brienne of Tarth »
GNOSE

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #94 Online: 05 de Janeiro de 2015, 13:37:47 »
Caramelo?
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.374
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #95 Online: 05 de Janeiro de 2015, 13:42:34 »
inteligentes ? ::)

Para quem possui uma noção, ainda que superficial de Química e seus processos, "inteligente" é o mínimo...
GNOSE

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.374
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
GNOSE

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.374
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #97 Online: 05 de Janeiro de 2015, 13:44:01 »
é comigo essa pendenga ?

Dados insuficientes...
GNOSE

Offline Correio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.061
  • Gosto de saber nada de quase tudo
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #98 Online: 05 de Janeiro de 2015, 14:31:44 »
Citação de: Brienne of Tarth
...teríamos trocentos outros cientistas de renome fazendo isso hoje em dia e publicando seus artigos em periódicos reconhecidos. Mas qual é a realidade atual?

Medo da exposição ao ridículo?
Vou traçar um paralelo com o fenômeno OVNI. São inegáveis os inúmeros avistamentos porém, em quase suas totais esmagadoras causas, ficam por conta de fenômenos celestes, astronômicos, climáticos e/ou mesmo má interpretação do observador quanto a uma simples aeronave comercial/militar. Sobra alguma coisa? Sim! Fraudes, misticismo e aproveitadores que visam lucros da ignorância alheia. Mas, digamos, que há algo real neste fenômeno, no sentido de algum destes avistamentos serem de origem extra-terrestre, pan-dimensional ou mesmo, como afirmam alguns, viajantes do tempo? Diante de tanta desinformação, fraudes, aproveitadores, quem, com renome no meio científico, vai arriscar sua reputação e carreira para estudar alguma veracidade das alegações extraordinárias da origem deste fenômeno?
Conheço pessoas sérias que, somente a muito custo, me confessaram terem observado de forma inequívoca um OVNI, mas nunca falariam em público sobre o assunto.
É isso aí, abraços
Quando se tem pouco, pouco se tem a perder.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #99 Online: 05 de Janeiro de 2015, 14:42:04 »
Citação de: Brienne of Tarth
...teríamos trocentos outros cientistas de renome fazendo isso hoje em dia e publicando seus artigos em periódicos reconhecidos. Mas qual é a realidade atual?

Medo da exposição ao ridículo?
Vou traçar um paralelo com o fenômeno OVNI. São inegáveis os inúmeros avistamentos porém, em quase suas totais esmagadoras causas, ficam por conta de fenômenos celestes, astronômicos, climáticos e/ou mesmo má interpretação do observador quanto a uma simples aeronave comercial/militar. Sobra alguma coisa? Sim! Fraudes, misticismo e aproveitadores que visam lucros da ignorância alheia. Mas, digamos, que há algo real neste fenômeno, no sentido de algum destes avistamentos serem de origem extra-terrestre, pan-dimensional ou mesmo, como afirmam alguns, viajantes do tempo? Diante de tanta desinformação, fraudes, aproveitadores, quem, com renome no meio científico, vai arriscar sua reputação e carreira para estudar alguma veracidade das alegações extraordinárias da origem deste fenômeno?
Conheço pessoas sérias que, somente a muito custo, me confessaram terem observado de forma inequívoca um OVNI, mas nunca falariam em público sobre o assunto.
É isso aí, abraços

A BBC gasta meses, senão anos, para gravar um passarinho raríssimo cantando, além de outros bichos considerados lendas. Acho que existem sim jornalistas (pelo menos) e cientistas dispostos a garimpar essas coisas.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!