Autor Tópico: Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito  (Lida 30544 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.510
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #450 Online: 18 de Fevereiro de 2015, 22:09:35 »
fazer oque, não da para querer agradar a todos, principalmente aos que antes achavam-se "certos" e agora tambem continuam-se achando "certos".

Confesso que tenho às vezes certa dificuldade de ler o que escreve, embora entenda perfeitamente o que está escrito. A "disputa" proposta parte de premissas frágeis, concernentes à sua visão de um "universo deus", não restando muita alternativa a não ser ou corroborar, ou não. Quanto a "estar certo", não seria essa exatamente o meu objetivo, não posso falar pelos demais, mas parece ser o seu, meio: "olha lá, desafiei os ateus com a minha teoria deusétudoeeusoudeus e eles não conseguiram refutar!"

a ciência humana ainda é uma criança procurando pela razão da sua existência.

Ah, a pergunta que não cala nos corações aflitos daqueles que creem na justiça de um deus criador: "qual a razão da existência?"; mas diga-nos, qual seria ela?


GNOSE

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #451 Online: 21 de Fevereiro de 2015, 22:39:11 »
É lícito matar em legítima defesa...
do ponto de vista cristão, devemos crer Deus que a vida é eterna , que ele de alguma forma fara a justiça, logo não devemos matar.
do  ponto de vista humano é natural lutar pela nossa sobrevivência, quanto decidirmos sobre o direito da vida alheia , isso la é relativo!
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #452 Online: 21 de Fevereiro de 2015, 22:44:56 »


no outro tópico ja falei que o Todo Deus é constituído por partes, assim o conhecimento possível só pode ser em partes, essa parte espiritual desconhecemos, o indicio é que não podemos ter a percepção de coisas inexistentes, se espíritos foram percebidos é porque existem,mesmo que não possamos prova-los cientificamente.

Ou seja, se os duendes foram percebidos é porque existem, mesmo que não possamos prova-los cientificamente. Se o cc do saci foi percebido é porque existe, mesmo que não possamos prova-lo cientificamente. Se oPapauan foi percebido é porque existe, mesmo que não possamos prova-los cientificamente.

existem coisas que não são falseáveis cientificamente, se eu afirmar ter visto uma luz no céu , todos dirão que é possível ,mesmo sabendo que não poderei repetir o fenômeno.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #453 Online: 21 de Fevereiro de 2015, 22:47:37 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida

O Papauan Procoruncusi!


2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito
hi:

Racionalidade e sanidade mental são juízos de valor, cada um tem o seu.

o fato é que se uma pessoa afirmar que matar, roubar e mentir é  correto, a maioria dirá que ele é um doente mental!
ou  voce discorda ?
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #454 Online: 21 de Fevereiro de 2015, 22:49:42 »


no outro tópico ja falei que o Todo Deus é constituído por partes, assim o conhecimento possível só pode ser em partes, essa parte espiritual desconhecemos, o indicio é que não podemos ter a percepção de coisas inexistentes, se espíritos foram percebidos é porque existem,mesmo que não possamos prova-los cientificamente.

Ou seja, se os duendes foram percebidos é porque existem, mesmo que não possamos prova-los cientificamente. Se o cc do saci foi percebido é porque existe, mesmo que não possamos prova-lo cientificamente. Se oPapauan foi percebido é porque existe, mesmo que não possamos prova-los cientificamente.

Eu tive experiências pessoais com O Deus Todo Poderoso Espaguete Voador, logo, ele existe.
Eu nunca tive experiências pessoais com o Criaturo, logo, ele não existe.
espaguete existe se for muito ruim, poderá sair voando e dai ?
apresente me algo absolutamente inexistente ?
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.510
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #455 Online: 21 de Fevereiro de 2015, 22:51:48 »
apresente me algo absolutamente inexistente ?


Sua lógica... :(
GNOSE

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #456 Online: 21 de Fevereiro de 2015, 22:55:52 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida
2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito

0 primeiro evidência que é impossível criar algo , pois tudo ja existe dentro do universo Deus.
o segundo que sim , ha uma moral absoluta, divina, intrínseca a todo ser humano o guiando.

mas até agora não obtiveram exito em vencer estes desafios.
fazer oque, não da para querer agradar a todos, principalmente aos que antes achavam-se "certos" e agora tambem continuam-se achando "certos".
a ciência humana ainda é uma criança procurando pela razão da sua existência.
abraços! :hihi:


Citar
(2)  Dizer que é impossível criar algo, pois tudo já existe dentro do seu universo "divino"; porque ninguém apresentou ainda algo formado totalmente por partes desconhecidas é puro xarope porque você parte de uma afirmação que você não tem condições de provar para concluir algo totalmente falacioso baseado no resultado de um desafio tosco.


voce poderia provar que estou errado se pudesse me apresentasse algo formado por partes totalmente inexistentes ?

Citar
(3) Você pode até propor e discutir a existência de uma moral intrínseca mas jamais vai poder provar que ela possui natureza divina, que guia os seres humanos, sem apelar para a mesma argumentação crente que você sempre utiliza.


ok, então me apresente alguém racional com mente sã  afirmando que matar , roubar e mentir é correto!

Citar
(4) Você já demonstrou inúmeras vezes que não tem a menor idéia do que seja a ciência. Ela continua avançando e não está nem aí para o que você acha, pensa ou acredita.

tenho certeza que voce acredita na ciência dos outros , por pura fé !
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #457 Online: 21 de Fevereiro de 2015, 22:59:20 »
apresente me algo absolutamente inexistente ?


Sua lógica... :(
se pretende ser humorística, melhor continuar sendo apenas cética, assim conseguira ser mais engraçada!
a mente humana não consegue conceber o inexistente, pois Deus é tudo ! esta presente em tudo e em todos!
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #458 Online: 21 de Fevereiro de 2015, 23:30:44 »
deus é tudo e está presente em todo lugar.. e nem um filho da mãe consegue dar uma prova para a existência dele fora do domínio da groselha filosófica
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.510
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #459 Online: 21 de Fevereiro de 2015, 23:35:19 »
se pretende ser humorística, melhor continuar sendo apenas cética, assim conseguira ser mais engraçada!a mente humana não consegue conceber o inexistente, pois Deus é tudo ! esta presente em tudo e em todos!

Blá, blá, blá... :inri:
GNOSE

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.602
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #460 Online: 22 de Fevereiro de 2015, 00:38:47 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida

O Papauan Procoruncusi!


2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito
hi:

Racionalidade e sanidade mental são juízos de valor, cada um tem o seu.

o fato é que se uma pessoa afirmar que matar, roubar e mentir é  correto, a maioria dirá que ele é um doente mental!
ou  voce discorda ?

Espiões/agentes secretos são profissionais treinados para matar, roubar, mentir, enganar, etc e não são doentes mentais, pelo contrário, são pessoas selecionadas criteriosamente pelo equilíbrio mental, com inteligência acima da média e em muitos casos poliglotas e especialistas em diversos assuntos.

Um agente em serviço faz tudo isso porque acredita que é correto. Se tivesse a oportunidade você mataria Hitler para livrar os judeus do holocausto? A sua decisão seria correta?

« Última modificação: 22 de Fevereiro de 2015, 00:45:59 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Pavlov probably thought about feeding his dogs every time someone rang a bell.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.602
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #461 Online: 22 de Fevereiro de 2015, 00:42:00 »
Citar
voce poderia provar que estou errado se pudesse me apresentasse algo formado por partes totalmente inexistentes ?

É você que tem que provar que está certo.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Pavlov probably thought about feeding his dogs every time someone rang a bell.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #462 Online: 22 de Fevereiro de 2015, 13:34:18 »
deus é tudo e está presente em todo lugar.. e nem um filho da mãe consegue dar uma prova para a existência dele fora do domínio da groselha filosófica

desde quando é a ciência humana que determina a existência ?
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #463 Online: 22 de Fevereiro de 2015, 13:47:12 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida

O Papauan Procoruncusi!


2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito
hi:

Racionalidade e sanidade mental são juízos de valor, cada um tem o seu.

o fato é que se uma pessoa afirmar que matar, roubar e mentir é  correto, a maioria dirá que ele é um doente mental!
ou  voce discorda ?

Espiões/agentes secretos são profissionais treinados para matar, roubar, mentir, enganar, etc e não são doentes mentais, pelo contrário, são pessoas selecionadas criteriosamente pelo equilíbrio mental, com inteligência acima da média e em muitos casos poliglotas e especialistas em diversos assuntos.

Um agente em serviço faz tudo isso porque acredita que é correto. Se tivesse a oportunidade você mataria Hitler para livrar os judeus do holocausto? A sua decisão seria correta?
o argumento do desafio corroborando com o do tópico:"se Deus não existe , tudo é permitido" é provar que ha uma Moral Divina Absoluta intrínseca ao homem, alertando que não deve,matar (incondicionalmente) , nem roubar , nem mentir!
obviamente o seu exemplo apela ao relativismo moral  de que podemos matar , roubar e enganar nosso inimigos.
Mas esta hipocrisia não anula a moral divina, absoluta consciêntizando o ser que esta agindo mal
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #464 Online: 22 de Fevereiro de 2015, 15:24:06 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida

O Papauan Procoruncusi!


2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito
hi:

Racionalidade e sanidade mental são juízos de valor, cada um tem o seu.

o fato é que se uma pessoa afirmar que matar, roubar e mentir é  correto, a maioria dirá que ele é um doente mental!
ou  voce discorda ?

Espiões/agentes secretos são profissionais treinados para matar, roubar, mentir, enganar, etc e não são doentes mentais, pelo contrário, são pessoas selecionadas criteriosamente pelo equilíbrio mental, com inteligência acima da média e em muitos casos poliglotas e especialistas em diversos assuntos.

Um agente em serviço faz tudo isso porque acredita que é correto. Se tivesse a oportunidade você mataria Hitler para livrar os judeus do holocausto? A sua decisão seria correta?
o argumento do desafio corroborando com o do tópico:"se Deus não existe , tudo é permitido" é provar que ha uma Moral Divina Absoluta intrínseca ao homem, alertando que não deve,matar (incondicionalmente) , nem roubar , nem mentir!
obviamente o seu exemplo apela ao relativismo moral  de que podemos matar , roubar e enganar nosso inimigos.
Mas esta hipocrisia não anula a moral divina, absoluta consciêntizando o ser que esta agindo mal

Você clama para existência de uma moral Intrínseca sobre Não matar,roubar ou mentir... E olhamos pra história e vemos que a história é construida em cima de mortos, roubos e mentiras... Essa moral não é nada intrínseca ao homem. Pode haver uma moral absoluta, pontos éticos que são de fatos válidos de forma absoluta, mas eles existem porque HUMANOS lutaram e construiram eles, vide os Direitos Humanos, eles não são algo intrínseco, pessoas lutaram pela sua implantação, para mostrar sua validade...
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.712
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #465 Online: 22 de Fevereiro de 2015, 17:01:08 »
O que está por detrás  da ideia de uma "moral divina objetiva"que ditaria que matar, mentir, roubar e comer casca de árvore é errado é, ou um ser sobrenatural, como o Sobrenatural de Almeida do Nelson Rodrigues ou muito prosaicamente apenas a natureza fazendo seus experimentos.

A natureza faz bicho que come de tudo e que come só bambu, criaturas gigantes como baleias e pequeninas como virus, seres que canibalizam a própria espécie, como tubarões, portanto que não tem moral divina objetiva, e outros que levam tão a sério não matar que são herbívoros, não matariam nem pra se alimentar. Outras criaturas mentem, se fingindo de mortas, hienas que roubam a caça dos leões, tudo em nome da adaptabilidade tão presente nas experimentações da natureza, e é claro, a natureza faz experimentos também com o homem, propondo a ele a ideia de associativismo, incitando-o a criar pactos sociais em prol de sua própria sobrevivência, pactos como, não matar, não roubar, nem mentir.

Mas o que resta ao homem então, sendo um dos campeões de adaptabilidade entre os seres vivos? Tanto sucesso adaptativo desenvolveu para si um poder cognoscivo ímpar, que nos momentos de ociosidade pode ter cobrado o seu preço, fazendo emergir das profundezas do tédio a sua criação mais pitoresca, a ignorante e convencida vaidade, e da vaidade, a vaidade das vaidades, a reivindicação para si da criação do Universo e consequentemente uma moral objetiva, divina, de que não pode matar, nem roubar nem mentir.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #466 Online: 22 de Fevereiro de 2015, 19:49:51 »
deus é tudo e está presente em todo lugar.. e nem um filho da mãe consegue dar uma prova para a existência dele fora do domínio da groselha filosófica

desde quando é a ciência humana que determina a existência ?

E que outra ciência existe? Pode provar a existência dessa outra ciência ou vamos cair em novos ad hocs sem sentido?
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #467 Online: 23 de Fevereiro de 2015, 16:11:52 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida

O Papauan Procoruncusi!


2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito
hi:

Racionalidade e sanidade mental são juízos de valor, cada um tem o seu.

o fato é que se uma pessoa afirmar que matar, roubar e mentir é  correto, a maioria dirá que ele é um doente mental!
ou  voce discorda ?

Espiões/agentes secretos são profissionais treinados para matar, roubar, mentir, enganar, etc e não são doentes mentais, pelo contrário, são pessoas selecionadas criteriosamente pelo equilíbrio mental, com inteligência acima da média e em muitos casos poliglotas e especialistas em diversos assuntos.

Um agente em serviço faz tudo isso porque acredita que é correto. Se tivesse a oportunidade você mataria Hitler para livrar os judeus do holocausto? A sua decisão seria correta?
o argumento do desafio corroborando com o do tópico:"se Deus não existe , tudo é permitido" é provar que ha uma Moral Divina Absoluta intrínseca ao homem, alertando que não deve,matar (incondicionalmente) , nem roubar , nem mentir!
obviamente o seu exemplo apela ao relativismo moral  de que podemos matar , roubar e enganar nosso inimigos.
Mas esta hipocrisia não anula a moral divina, absoluta consciêntizando o ser que esta agindo mal

Você clama para existência de uma moral Intrínseca sobre Não matar,roubar ou mentir... E olhamos pra história e vemos que a história é construida em cima de mortos, roubos e mentiras... Essa moral não é nada intrínseca ao homem. Pode haver uma moral absoluta, pontos éticos que são de fatos válidos de forma absoluta, mas eles existem porque HUMANOS lutaram e construiram eles, vide os Direitos Humanos, eles não são algo intrínseco, pessoas lutaram pela sua implantação, para mostrar sua validade...
diferentes pessoas não podem criar um conceito absoluto, mas uma maioria poderá impor   seu consenso mais ou menos aceito por todos.
Se justiça for = a igualdade de direitos nunca existirá, ja que pessoas são únicas.
o problema é que pessoas hipócritas ainda não aprenderam agir assim: "fazeis aos outro somente o que desejai que elas lhes façam"
A hipocrisia em uma mente gozando de sanidade diz que é correto matar seus inimigos, mas não: seu filhos, nem a quem ama, nem a si mesmo, eis aí a moral divina absoluta.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Agnoscetico

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.411
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #468 Online: 20 de Março de 2015, 19:09:22 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida

O Papauan Procoruncusi!


2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito
hi:

Racionalidade e sanidade mental são juízos de valor, cada um tem o seu.

o fato é que se uma pessoa afirmar que matar, roubar e mentir é  correto, a maioria dirá que ele é um doente mental!
ou  voce discorda ?

A maioria inventa ou tenta criar um senso comum que ela mesmo nem segue a risca. E maioria nao é todos.

Alem do que voce ora diz que Deus é consciencia de moral absoluta e depois fala que alguem são nao diria que é certo matar/roubar/mentir. Desde quando Deus se baseia no senso comum (ou quase comum?) das pessoas? o que pode senso comum no Brasil nooutro país pode nao ser. Na India tem quem defenda estupro se mulher nao se vestir adequadamente.

Tu se enrola e tenta enrolar os outros.




« Última modificação: 20 de Março de 2015, 19:15:43 por Agnoscetico »

Offline Agnoscetico

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.411
  • Sexo: Masculino
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #469 Online: 20 de Março de 2015, 19:18:49 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida

O Papauan Procoruncusi!


2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito
hi:

Racionalidade e sanidade mental são juízos de valor, cada um tem o seu.

o fato é que se uma pessoa afirmar que matar, roubar e mentir é  correto, a maioria dirá que ele é um doente mental!
ou  voce discorda ?

Espiões/agentes secretos são profissionais treinados para matar, roubar, mentir, enganar, etc e não são doentes mentais, pelo contrário, são pessoas selecionadas criteriosamente pelo equilíbrio mental, com inteligência acima da média e em muitos casos poliglotas e especialistas em diversos assuntos.

Um agente em serviço faz tudo isso porque acredita que é correto. Se tivesse a oportunidade você mataria Hitler para livrar os judeus do holocausto? A sua decisão seria correta?
o argumento do desafio corroborando com o do tópico:"se Deus não existe , tudo é permitido" é provar que ha uma Moral Divina Absoluta intrínseca ao homem, alertando que não deve,matar (incondicionalmente) , nem roubar , nem mentir!
obviamente o seu exemplo apela ao relativismo moral  de que podemos matar , roubar e enganar nosso inimigos.
Mas esta hipocrisia não anula a moral divina, absoluta consciêntizando o ser que esta agindo mal

Você clama para existência de uma moral Intrínseca sobre Não matar,roubar ou mentir... E olhamos pra história e vemos que a história é construida em cima de mortos, roubos e mentiras... Essa moral não é nada intrínseca ao homem. Pode haver uma moral absoluta, pontos éticos que são de fatos válidos de forma absoluta, mas eles existem porque HUMANOS lutaram e construiram eles, vide os Direitos Humanos, eles não são algo intrínseco, pessoas lutaram pela sua implantação, para mostrar sua validade...
diferentes pessoas não podem criar um conceito absoluto, mas uma maioria poderá impor   seu consenso mais ou menos aceito por todos.
Se justiça for = a igualdade de direitos nunca existirá, ja que pessoas são únicas.
o problema é que pessoas hipócritas ainda não aprenderam agir assim: "fazeis aos outro somente o que desejai que elas lhes façam"
A hipocrisia em uma mente gozando de sanidade diz que é correto matar seus inimigos, mas não: seu filhos, nem a quem ama, nem a si mesmo, eis aí a moral divina absoluta.

E se uma pessoa for masoquista que nao tivesse noção do que causa sofrimento a outra? Ela poderia fazer outra sofre acahndo que a outra tambem gosta.

Tu sempre apresenta exemplos e se tem contra-exemplos pra refutar.








Offline Skeptikós

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.125
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #470 Online: 21 de Março de 2015, 13:11:06 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida

O Papauan Procoruncusi!


2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito
hi:

Racionalidade e sanidade mental são juízos de valor, cada um tem o seu.

o fato é que se uma pessoa afirmar que matar, roubar e mentir é  correto, a maioria dirá que ele é um doente mental!
ou  voce discorda ?

Espiões/agentes secretos são profissionais treinados para matar, roubar, mentir, enganar, etc e não são doentes mentais, pelo contrário, são pessoas selecionadas criteriosamente pelo equilíbrio mental, com inteligência acima da média e em muitos casos poliglotas e especialistas em diversos assuntos.

Um agente em serviço faz tudo isso porque acredita que é correto. Se tivesse a oportunidade você mataria Hitler para livrar os judeus do holocausto? A sua decisão seria correta?
o argumento do desafio corroborando com o do tópico:"se Deus não existe , tudo é permitido" é provar que ha uma Moral Divina Absoluta intrínseca ao homem, alertando que não deve,matar (incondicionalmente) , nem roubar , nem mentir!
obviamente o seu exemplo apela ao relativismo moral  de que podemos matar , roubar e enganar nosso inimigos.
Mas esta hipocrisia não anula a moral divina, absoluta consciêntizando o ser que esta agindo mal

Você clama para existência de uma moral Intrínseca sobre Não matar,roubar ou mentir... E olhamos pra história e vemos que a história é construida em cima de mortos, roubos e mentiras... Essa moral não é nada intrínseca ao homem. Pode haver uma moral absoluta, pontos éticos que são de fatos válidos de forma absoluta, mas eles existem porque HUMANOS lutaram e construiram eles, vide os Direitos Humanos, eles não são algo intrínseco, pessoas lutaram pela sua implantação, para mostrar sua validade...
diferentes pessoas não podem criar um conceito absoluto, mas uma maioria poderá impor   seu consenso mais ou menos aceito por todos.
Se justiça for = a igualdade de direitos nunca existirá, ja que pessoas são únicas.
o problema é que pessoas hipócritas ainda não aprenderam agir assim: "fazeis aos outro somente o que desejai que elas lhes façam"
A hipocrisia em uma mente gozando de sanidade diz que é correto matar seus inimigos, mas não: seu filhos, nem a quem ama, nem a si mesmo, eis aí a moral divina absoluta.

E se uma pessoa for masoquista que nao tivesse noção do que causa sofrimento a outra? Ela poderia fazer outra sofre acahndo que a outra tambem gosta.

Tu sempre apresenta exemplos e se tem contra-exemplos pra refutar.
Na verdade o masoquista não provoca sofrimento a outrem visando prazer próprio, isso quem faz é o sádico, o masoquista obtêm prazer se submetendo ao sofrimento imposto pelo sádico ou outro individuo qualquer.

(...) o problema é que pessoas hipócritas ainda não aprenderam agir assim: "fazeis aos outro somente o que desejai que elas lhes façam" (...)
Esta paráfrase inspirada em Confúcio: "Não faças a outros o que não queres que te façam." (Analectos, 12,2 e 15,24) pode ser contraposta por uma citação de Bernard Shaw: "Não faças aos outros aquilo que gostarias que te fizessem a ti. Seus gostos podem não ser os mesmos." (Man and superman: a comedy and a philosophy (1903), p. 227).

A frase de Confúcio apesar de bela e muito usada para ilustrar a essência da empatia é falha pelo fato de não levar em consideração o fato das pessoas serem indivíduos únicos e por isso, com gostos distintos. Aquilo que lhe faz mal a mim pode fazer bem, e vice versa.

Abraços!
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.712
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #471 Online: 21 de Março de 2015, 14:39:07 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida

O Papauan Procoruncusi!


2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito
hi:

Racionalidade e sanidade mental são juízos de valor, cada um tem o seu.

o fato é que se uma pessoa afirmar que matar, roubar e mentir é  correto, a maioria dirá que ele é um doente mental!
ou  voce discorda ?

Espiões/agentes secretos são profissionais treinados para matar, roubar, mentir, enganar, etc e não são doentes mentais, pelo contrário, são pessoas selecionadas criteriosamente pelo equilíbrio mental, com inteligência acima da média e em muitos casos poliglotas e especialistas em diversos assuntos.

Um agente em serviço faz tudo isso porque acredita que é correto. Se tivesse a oportunidade você mataria Hitler para livrar os judeus do holocausto? A sua decisão seria correta?
o argumento do desafio corroborando com o do tópico:"se Deus não existe , tudo é permitido" é provar que ha uma Moral Divina Absoluta intrínseca ao homem, alertando que não deve,matar (incondicionalmente) , nem roubar , nem mentir!
obviamente o seu exemplo apela ao relativismo moral  de que podemos matar , roubar e enganar nosso inimigos.
Mas esta hipocrisia não anula a moral divina, absoluta consciêntizando o ser que esta agindo mal

Você clama para existência de uma moral Intrínseca sobre Não matar,roubar ou mentir... E olhamos pra história e vemos que a história é construida em cima de mortos, roubos e mentiras... Essa moral não é nada intrínseca ao homem. Pode haver uma moral absoluta, pontos éticos que são de fatos válidos de forma absoluta, mas eles existem porque HUMANOS lutaram e construiram eles, vide os Direitos Humanos, eles não são algo intrínseco, pessoas lutaram pela sua implantação, para mostrar sua validade...
diferentes pessoas não podem criar um conceito absoluto, mas uma maioria poderá impor   seu consenso mais ou menos aceito por todos.
Se justiça for = a igualdade de direitos nunca existirá, ja que pessoas são únicas.
o problema é que pessoas hipócritas ainda não aprenderam agir assim: "fazeis aos outro somente o que desejai que elas lhes façam"
A hipocrisia em uma mente gozando de sanidade diz que é correto matar seus inimigos, mas não: seu filhos, nem a quem ama, nem a si mesmo, eis aí a moral divina absoluta.

E se uma pessoa for masoquista que nao tivesse noção do que causa sofrimento a outra? Ela poderia fazer outra sofre acahndo que a outra tambem gosta.

Tu sempre apresenta exemplos e se tem contra-exemplos pra refutar.
Na verdade o masoquista não provoca sofrimento a outrem visando prazer próprio, isso quem faz é o sádico, o masoquista obtêm prazer se submetendo ao sofrimento imposto pelo sádico ou outro individuo qualquer.

Helooooooooowwwwwwww Skeptikós, interpretação de texto! O cara tá falando que se um masoquista gosta de experimentar dor ele vai achar que o normal é que outras pessoas também gostem de dor, por isso imputaria essa dor a outrem. E só pra constar, um sádico sempre é um pouco masoquista e vice versa.


(...) o problema é que pessoas hipócritas ainda não aprenderam agir assim: "fazeis aos outro somente o que desejai que elas lhes façam" (...)
Esta paráfrase inspirada em Confúcio: "Não faças a outros o que não queres que te façam." (Analectos, 12,2 e 15,24) pode ser contraposta por uma citação de Bernard Shaw: "Não faças aos outros aquilo que gostarias que te fizessem a ti. Seus gostos podem não ser os mesmos." (Man and superman: a comedy and a philosophy (1903), p. 227).

A frase de Confúcio apesar de bela e muito usada para ilustrar a essência da empatia é falha pelo fato de não levar em consideração o fato das pessoas serem indivíduos únicos e por isso, com gostos distintos. Aquilo que lhe faz mal a mim pode fazer bem, e vice versa.

Abraços!
Mas é exatamente pelo fato de as pessoas serem únicas que a regra de ouro é sugerida, caso contrário, ela seria natural. As exceções confirmam a regra.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Skeptikós

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.125
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #472 Online: 21 de Março de 2015, 15:30:09 »
O tópico analisa os chamados "fenômenos" ditos paranormais, sobrenaturais, pseudociências e metafísica, sendo esta última um recurso filosófico nas conjecturas sobre aquilo que não poderia ser  visto para ser percebido, e muito usada na teologia.

Suas contribuições, Criaturo, serviram como demonstração de como esses conceitos podem ser utilizados para corroborar ideias que não têm comprovação pelo método científico, instilando na mentes menos críticas um aceitação tácita.

Porém, este é um fórum cético, onde a maioria procura uma base no mínimo lógica para, se não aceitar, pelo menos entender a necessidade dos crentes de crer sem provas daquilo no qual colocam todas as suas esperanças.

Muitos aqui passaram pelas Via Crucis das religiões, e quase todos entenderam a máxima contida na frase: "cognoscetis veritatem et veritas liberabit vos", copiada do conceito original da GNOSE (conhecimento) grega pelos compiladores da Bíblia, portanto, antes de assumirmos qualquer proposição como verdadeira, ela deverá ser destrinchada e submetida a um rígido exame de suas premissas, proposições e conclusões.

E até o momento, sua tese "tudo é deus", falhou miseravelmente em todos os campos de análise...
pelo que eu saiba propus dois desafios lógicos:
1)apresentarem algo formado totalmente por partes desconhecida

O Papauan Procoruncusi!


2) apresentarem uma pessoa racional de mente sã, afirmando que matar, roubar e mentir é licito
hi:

Racionalidade e sanidade mental são juízos de valor, cada um tem o seu.

o fato é que se uma pessoa afirmar que matar, roubar e mentir é  correto, a maioria dirá que ele é um doente mental!
ou  voce discorda ?

Espiões/agentes secretos são profissionais treinados para matar, roubar, mentir, enganar, etc e não são doentes mentais, pelo contrário, são pessoas selecionadas criteriosamente pelo equilíbrio mental, com inteligência acima da média e em muitos casos poliglotas e especialistas em diversos assuntos.

Um agente em serviço faz tudo isso porque acredita que é correto. Se tivesse a oportunidade você mataria Hitler para livrar os judeus do holocausto? A sua decisão seria correta?
o argumento do desafio corroborando com o do tópico:"se Deus não existe , tudo é permitido" é provar que ha uma Moral Divina Absoluta intrínseca ao homem, alertando que não deve,matar (incondicionalmente) , nem roubar , nem mentir!
obviamente o seu exemplo apela ao relativismo moral  de que podemos matar , roubar e enganar nosso inimigos.
Mas esta hipocrisia não anula a moral divina, absoluta consciêntizando o ser que esta agindo mal

Você clama para existência de uma moral Intrínseca sobre Não matar,roubar ou mentir... E olhamos pra história e vemos que a história é construida em cima de mortos, roubos e mentiras... Essa moral não é nada intrínseca ao homem. Pode haver uma moral absoluta, pontos éticos que são de fatos válidos de forma absoluta, mas eles existem porque HUMANOS lutaram e construiram eles, vide os Direitos Humanos, eles não são algo intrínseco, pessoas lutaram pela sua implantação, para mostrar sua validade...
diferentes pessoas não podem criar um conceito absoluto, mas uma maioria poderá impor   seu consenso mais ou menos aceito por todos.
Se justiça for = a igualdade de direitos nunca existirá, ja que pessoas são únicas.
o problema é que pessoas hipócritas ainda não aprenderam agir assim: "fazeis aos outro somente o que desejai que elas lhes façam"
A hipocrisia em uma mente gozando de sanidade diz que é correto matar seus inimigos, mas não: seu filhos, nem a quem ama, nem a si mesmo, eis aí a moral divina absoluta.

E se uma pessoa for masoquista que nao tivesse noção do que causa sofrimento a outra? Ela poderia fazer outra sofre acahndo que a outra tambem gosta.

Tu sempre apresenta exemplos e se tem contra-exemplos pra refutar.
Na verdade o masoquista não provoca sofrimento a outrem visando prazer próprio, isso quem faz é o sádico, o masoquista obtêm prazer se submetendo ao sofrimento imposto pelo sádico ou outro individuo qualquer.

Helooooooooowwwwwwww Skeptikós, interpretação de texto! O cara tá falando que se um masoquista gosta de experimentar dor ele vai achar que o normal é que outras pessoas também gostem de dor, por isso imputaria essa dor a outrem.
Sim, é isso mesmo, eu que interpretei mal, ele foi perfeitamente claro.  :ok:


(...) o problema é que pessoas hipócritas ainda não aprenderam agir assim: "fazeis aos outro somente o que desejai que elas lhes façam" (...)
Esta paráfrase inspirada em Confúcio: "Não faças a outros o que não queres que te façam." (Analectos, 12,2 e 15,24) pode ser contraposta por uma citação de Bernard Shaw: "Não faças aos outros aquilo que gostarias que te fizessem a ti. Seus gostos podem não ser os mesmos." (Man and superman: a comedy and a philosophy (1903), p. 227).

A frase de Confúcio apesar de bela e muito usada para ilustrar a essência da empatia é falha pelo fato de não levar em consideração o fato das pessoas serem indivíduos únicos e por isso, com gostos distintos. Aquilo que lhe faz mal a mim pode fazer bem, e vice versa.

Abraços!
Mas é exatamente pelo fato de as pessoas serem únicas que a regra de ouro é sugerida, caso contrário, ela seria natural. As exceções confirmam a regra.
Empatia significa perceber o mundo como a outra pessoa percebe, se colocando nas mesmas situações e circunstâncias experimentadas por ela. A regra do ouro é falha por não funcionar assim, ela te coloca na mesma situação e circunstâncias experimentadas pela outra pessoa, mas com a sua própria visão de mundo, ao invés de com a da pessoa com a qual você pretende gerar empatia. Levando-se em conta que todas as pessoas são únicas, e não apenas algumas, as chances da regra do ouro falhar são maiores do que se pode imaginar.

Abraços!
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.712
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #473 Online: 21 de Março de 2015, 16:32:31 »

Empatia significa perceber o mundo como a outra pessoa percebe, se colocando nas mesmas situações e circunstâncias experimentadas por ela. A regra do ouro é falha por não funcionar assim, ela te coloca na mesma situação e circunstâncias experimentadas pela outra pessoa, mas com a sua própria visão de mundo, ao invés de com a da pessoa com a qual você pretende gerar empatia. Levando-se em conta que todas as pessoas são únicas, e não apenas algumas, as chances da regra do ouro falhar são maiores do que se pode imaginar.

Abraços!
Não complica, a Regra de Ouro é só uma proposta para um bom convívio entre as pessoas de um modo geral, e o tremendo acerto nela, o ouro dela, é exatamente por obedecê-la se mostrar amplamente eficaz.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Skeptikós

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.125
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Sobrenatural, Metafisico, Pseudo-ciencia, Paranormal como diferenciar fato/mito
« Resposta #474 Online: 21 de Março de 2015, 17:15:42 »

Empatia significa perceber o mundo como a outra pessoa percebe, se colocando nas mesmas situações e circunstâncias experimentadas por ela. A regra do ouro é falha por não funcionar assim, ela te coloca na mesma situação e circunstâncias experimentadas pela outra pessoa, mas com a sua própria visão de mundo, ao invés de com a da pessoa com a qual você pretende gerar empatia. Levando-se em conta que todas as pessoas são únicas, e não apenas algumas, as chances da regra do ouro falhar são maiores do que se pode imaginar.

Abraços!
Não complica, a Regra de Ouro é só uma proposta para um bom convívio entre as pessoas de um modo geral, e o tremendo acerto nela, o ouro dela, é exatamente por obedecê-la se mostrar amplamente eficaz.
Como eu demonstrei, a regra é comumente utilizada como a essência do significado de empatia, no entanto, falha no sentido de exemplificar tal comportamento, e por consequência, falha em diversas vezes em cumprir seu objetivo (de dar prazer ou evitar sofrimento a outros).

Abraços!
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!