Enquete

Você é a favor da pena de morte para traficante?

sim
6 (14.6%)
não
30 (73.2%)
não sei
5 (12.2%)

Votos Totais: 40

Autor Tópico: Indonésia executa brasileiro  (Lida 21813 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #350 Online: 01 de Maio de 2015, 13:31:58 »
Não com 100% de certeza.

Existem casos onde há 100% de certeza. Não são a maioria, mas ocorrem sim.





Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.488
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #351 Online: 01 de Maio de 2015, 13:46:24 »
Esse "em ciência" me faz imaginar a coisa vertendo para analogias com processos de produção em massa e taxas de falha, destruição de unidades defeituosas a fim de reduzir o prejuízo ao consumidor, etc.  ::)

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.488
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #352 Online: 01 de Maio de 2015, 13:50:22 »
Mas, da mesma forma, quantos inocentes você está disposto a condenar a 10 anos de prisão?

A lógica é, "se você está disposto a prender inocentes, deveria por coerência estar disposto a matar inocentes, já que também está tirando frações de suas vidas"?

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #353 Online: 01 de Maio de 2015, 13:57:19 »
Mas, da mesma forma, quantos inocentes você está disposto a condenar a 10 anos de prisão?

A lógica é, "se você está disposto a prender inocentes, deveria por coerência estar disposto a matar inocentes, já que também está tirando frações de suas vidas"?

Não exatamente nesse sentido. A lógica é: "você está disposto a penalizar inocentes?"

E a resposta até então seria algo como: "Matar já é demais, mas deixar o camarada encarcerado a vida toda é até tolerável."


A resposta ideal pra "quantos inocentes você está disposto a matar/prender?" deve ser sempre zero. O problema é o caráter utópico dessa discussão quando componentes dela assumem que é impossível verificar se alguém é inocente ou culpado.

Da mesma forma que não se repara a morte para o próprio morto, também não se retorna 80 anos de prisão.

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #354 Online: 01 de Maio de 2015, 18:49:47 »
Mas, da mesma forma, quantos inocentes você está disposto a condenar a 10 anos de prisão?

Disposto, nenhum, mas quando acontecer, já que é quase impossível evitar, que seja possível reparar o erro.
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #355 Online: 01 de Maio de 2015, 22:47:11 »
Mas, da mesma forma, quantos inocentes você está disposto a condenar a 10 anos de prisão?

Disposto, nenhum, mas quando acontecer, já que é quase impossível evitar, que seja possível reparar o erro.
Pois é, arriscar matar inocentes é um preço alto de mais, arriscar condenar inocentes a 10 anos de prisão continua sendo errado, mas não é tão catastrófico do que condenar um inocente a morte. No entanto, não é somente pelo risco de se condenar inocentes que eu sou contra a pena de morte, eu sou contra a pena de morte por que acho errado matar, principalmente uma pessoa que esta, em teoria, neutralizada.

Abraços!
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #356 Online: 02 de Maio de 2015, 03:27:38 »
Mas, da mesma forma, quantos inocentes você está disposto a condenar a 10 anos de prisão?

Disposto, nenhum, mas quando acontecer, já que é quase impossível evitar, que seja possível reparar o erro.
Pois é, arriscar matar inocentes é um preço alto de mais,
Exatamente. Arriscar deixar uma arma assassina prontamente funcional reservada, com o risco de libertar-se e matar tantos inocentes em quantos possa deitar fogo, é um preço alto demais por uma crendice estúpida. Sou obrigado a concordar plenamente! Tá vendo, meu caro jovem Skep? Mais um caso raro!

arriscar condenar inocentes a 10 anos de prisão continua sendo errado,
É...   isso exige um esforcinho de lógica..., mas qualquer um com mais de 5 anos deve chegar lá até completar 10...  O problema maior...  que talvez leve mais uns 380 anos anos para a maioria das capacidades mentais é que vida não é ("só" -- trata-se de um fato de dinâmica complexa) um estado, mas um processo, tem um total temporal, e 10, como qualquer quantidade de anos é um real fragmento de vida que é tirada. Um prazo como 10 anos pode incluir o único tempo de vida que resta a alguém, que morrerá sem liberdade, tornando tal sentença morte de qualquer forma. Mas esse risco é válido correr, não? Especialmente diluído num oceano de ridicularidades argumentatóides.

mas não é tão catastrófico do que condenar um inocente a morte.
Como cada um tem seus interesses...  Impressionante.  Há os que pensam que a prisão é mais punitiva (catastrófica) que a morte, até inocentes! Que prefeririam morrer a serem enjaulados. Mas, descontando que o sujeito pode ter, por exemplo, uma doença que desenvolva evolua e o mate dentro do prazo do "não catastrófico" (na opinião skeptikosiana, frise-se!), volto a repetir, e o que falo aqui é seríssimo: eu não toleraria de forma alguma ser preso inocentemente e não sossegaria até matar cada um dos (ir)responsáveis pelo crime de prender-me. No meu caso, garantidamente (NESSE TIPO DE CONCEPÇÃO SKEPTIKOSIANA! porque, para pensadores não crentes, matar esses criminosos seria justiça, não "catástrofe"), a catástrofe seria menor se me matassem. (NESSE TIPO DE CONCEPÇÃO SKEPTIKOSIANA!) Está aqui um evento mínimo probabilístico com o qual crentes sem argumentos gostam de argumentalizar.

No entanto, não é somente pelo risco de se condenar inocentes que eu sou contra a pena de morte, eu sou contra a pena de morte por que acho errado matar,
Está acusando que quem é a favor de pena mortal acha certo matar, meu jovem?! É isso o que dizes?!

É...  vejo que o caríssimo jovem adora cultivar uma boa imagem pública...   hahahahahahahaha...

Eu vou te ajudar e te dizer a ti mesmo o que achas errado e o que achas certo: achas certo quem acha certo matar matar quem acha errado matar; achas errado matar quem acha certo matar quem não acha certo matar. Entendeu?!   hahahahahahaha...

O Cientista está aquém desses conceitos de "certo/errado". Isso é para crentes em moral absoluta, como o Criaturo, com o qual tu te declaras alinhado aqui. O Cientista apenas funciona como funciona; apenas tem alta enquadrabilidade a um determinado 'regrário'. Só simples isto! Nada de crendices e espectativas idiotas.

principalmente uma pessoa que esta, em teoria, neutralizada.

Abraços!
Ah... em teoria...  Uma luz tinha que aparecer, não é mesmo?!   hahahahhahahahaha

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #357 Online: 02 de Maio de 2015, 03:50:05 »
Esse "em ciência" me faz imaginar a coisa vertendo para analogias com processos de produção em massa e taxas de falha, destruição de unidades defeituosas a fim de reduzir o prejuízo ao consumidor, etc.  ::)
Todos os caminhos levam ao Cientista, mas mais os da aversão e tentativa de rejeição/depreciação a ele   ...pelo visto...

O Cientista posta algo num tópico e tudo se transforma. Os direcionamentos dos debatedores evidentemente mudam em torno do "irrelevante/ignorável". É muito engraçado ver! Todos os debatedores que antes debatiam realmente uns contra os outros, passam a só usarem-se para indirecionar o que já se torna uma tentativa geral de contorno aos escalpelos do Cientista. hahahahahahaha

Mas...  estou tentando localizar o tal "em ciência" e, munido de meu astronômico QI, só posso chegar a uma conclusão: os privilégios de moderadores devem incluir eliminar registros temporais de alterações em postagens...   hahahahaha

Mas e portanto, vou esclarecer só mais uma coisinha aos leitores: o que é coisa de crente não é ter 100% de certeza, é desejar 100% de certeza! Esperar por isso! Se viabilizar apenas por essa perpectiva! Um descrente (pensador científico) considera 100% certo tudo que fatos não contestarem, e muda de uma certeza 100% para outra certeza 100% no piscar dos fatos (FA-TOS! não "interpretação" nova de fatos ou de novos fatos) novos. O crente só tem 100% de certeza de que se ele manipular incertezas vai obter os 100% de certeza (do) que almeja em sua fantasia.

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #358 Online: 02 de Maio de 2015, 03:59:18 »
"condições escancaradas de autoria" é um termo extremamente interpretativo, o que uns consideram certeza outros consideram dúvida e vice versa. No final um inocente acaba morto porque alguém interpretou algo errado. Seres humanos são passíveis de erro e pena de morte não é um erro que de para consertar.
Tipo, um vídeo comprovando que o réu cometeu mesmo assassinato, mas podem existirem atenuantes não comprovados que de fato poderiam ter ocorrido, como, ele ter sido coagido a fazer isso, ter tido um surto psicótico, ou o fato da vítima ter sido o assassino da filha do réu ou então o fato do vídeo não mostrar o início da confusão, onde a vítima atentou contra a vida do réu.

Todos estes atenuantes não mostrados nas provas seriam suficientes para impedir a pena de morte, mas como o poder judiciário não dispõem de evidências que os comprovem, o réu provavelmente sera condenado a morte com base apenas no vídeo que mostra ele assassinando a vítima.

Abraços!
É por essas e outras que não posso deixar de aproveitar isso aqui...

"Atenuantes" são subregras estúpidas para regras. Para que "atenuantes"? Porque filósofos acham bonitinho?

Vamos por partinhas nessa brincadeirinha filosofosinha para ver se achamos alguma coisinha serinha no meio...

"Ser coagido" (por coação mortal, próxima ou equivalente) não é "atenuante", é inocentante. O réu deve apresentar tal alegação e apresentar evidências do fato. Nenhuma dificuldade genérica e particularmente especial aí. Inclusive ele tem a facilidade de não ter muito mais que se preocupar com a coação do que com a pena que receberá. Quem o coagiu passará a ser o único criminoso pelo ato e será o punido. ...Aqui, nada além de bobaginha...

"Surto psicótico" é defeito da máquina, senão alegação sobrecriminosa. Dane-se, se tiver. Regras são regras. Não são para beneficiar as que as transgridem, seja qual for a razão.

Se a "vítima" vitimou mortalmente alguém do réu, ele deveria reunir e apresentar evidências, denunciar e a "vítima" seria executada devidamente. Em havendo pena capital prevista, matar por justiça pessoal encerra-se como possibilidade aceitável.   ...O que mais nessa bobajadinha?...

Se a "vítima" atentou contra a vida do réu, há(verá) pena de morte para isso. Não existe legítima defesa a posteriori. Se há o risco provável de nova investida da "vítima", cada um deve arcar com as dificuldades de um mundo "imperfeito" (difícil). A defesa pessoal deve ser provada, como tudo.

E se houver qualquer dúvida plausível, não se tem elementos para condenar ninguém, nem a morte, nem a prisão, nem a dar três pulinhos. É de uma insanidade inconcebível pensar que prender alguém inocente é mais aceitável que matar. Eu digo que se eu for retido indevidamente por um minuto sem que haja qualquer evidenciação contra mim, é melhor me matar, porque quando eu sair, mato todos os responsáveis pela minha detenção. Punir um inocente de forma injustificável é crime hediondo, qualquer seja a "leveza" da punição.


É isso aí o que tua filosofaria tem para mostrar, meu jovem Skep?
Você se esqueceu que a unica evidência existente é o vídeo comprovando que você assassinou o individuo, todos os demais detalhes, como a coação por exemplo, aconteceram mas não existem evidências para comprovarem-nas. Com faltas de provas em favor de sua defesa, restaria apenas a sua palavra e nenhuma evidência para sustenta-la, você seria executado por tanto com base nas imagens do vídeo.

Sobre o restante, nem vou me dar ao trabalho de responder, pois você fara mais dos seus rodeios sofismáticos sem fim para confundir o debate.

Abraços!
Meu caro jovem, o Cientista só quer te dizer aqui que lamenta muito mesmo tão frequentemente te pôr nessa condição de te sentires compelido a ter que recorrer a tão baixas falácias como puros ataques pessoais para ter alguma coisa a dizer. Ele não gosta de te ajudar assim a manchar a tua própria imagem, mas é que...   às vezes o assunto é muito sério, como esse em pauta. Você entende, não, meu caro Skep?

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.149
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #359 Online: 17 de Maio de 2015, 17:00:07 »
Esse "em ciência" me faz imaginar a coisa vertendo para analogias com processos de produção em massa e taxas de falha, destruição de unidades defeituosas a fim de reduzir o prejuízo ao consumidor, etc.  ::)
Todos os caminhos levam ao Cientista, mas mais os da aversão e tentativa de rejeição/depreciação a ele   ...pelo visto...

O Cientista posta algo num tópico e tudo se transforma. Os direcionamentos dos debatedores evidentemente mudam em torno do "irrelevante/ignorável". É muito engraçado ver! Todos os debatedores que antes debatiam realmente uns contra os outros, passam a só usarem-se para indirecionar o que já se torna uma tentativa geral de contorno aos escalpelos do Cientista. hahahahahahaha

Mas...  estou tentando localizar o tal "em ciência" e, munido de meu astronômico QI, só posso chegar a uma conclusão: os privilégios de moderadores devem incluir eliminar registros temporais de alterações em postagens...   hahahahaha

Mas e portanto, vou esclarecer só mais uma coisinha aos leitores: o que é coisa de crente não é ter 100% de certeza, é desejar 100% de certeza! Esperar por isso! Se viabilizar apenas por essa perpectiva! Um descrente (pensador científico) considera 100% certo tudo que fatos não contestarem, e muda de uma certeza 100% para outra certeza 100% no piscar dos fatos (FA-TOS! não "interpretação" nova de fatos ou de novos fatos) novos. O crente só tem 100% de certeza de que se ele manipular incertezas vai obter os 100% de certeza (do) que almeja em sua fantasia.

Mas iso parece de uma "modestia".

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.149
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #360 Online: 17 de Maio de 2015, 17:06:52 »
Acho que não há barbaridade alguma em se matar a barbaridade.

Pois é, no final acaba sendo "o que voce planta voce colhe (ou pode clher)" ou melhor "ações geram reações" [essa é menos moralista sem visao de bem ou mal mas de causa/consequencia].


Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.311
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #362 Online: 16 de Setembro de 2015, 19:32:40 »
Polícia do Egito prende brasileiro por tráfico internacional de drogas

Rapaz saiu de Foz do Iguaçu, no PR, e foi preso no Cairo, com cocaína.
Condenação pelo crime pode ser a pena de morte ou a prisão perpétua.


Ele diz que sempre trabalhou e estudou mas uma oferta apareceu do nada e ele aceitou fazer o transporte.

Quer dizer que deram três quilos de coca para alguém que nunca fez tráfico?

Sério?

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.280
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #363 Online: 16 de Setembro de 2015, 19:43:54 »
Acho que não precisa de experiência para ser "mula". Só precisa ser burro mesmo pra arriscar tanto.  Pena, moleque de 20 anos acabou com a sua vida.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.311
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #364 Online: 16 de Setembro de 2015, 19:52:35 »
Acho que não precisa de experiência para ser "mula". Só precisa ser burro mesmo pra arriscar tanto.  Pena, moleque de 20 anos acabou com a sua vida.

Bom, mesmo pelo pouco conhecimento que tenho sobre tráfico, posso dizer que esse cara não pegou uma oferta que veio do nada.

Quando o sujeito recebe uma oferta de fazer transporte de valor tão alto é porque já conhece o traficante há tempos.


Arriscou, perdeu...o que acredito é que ele não tinha noção real da pena caso fosse pego, mas a coisa não apareceu do nada.

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.149
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #365 Online: 21 de Outubro de 2015, 00:58:13 »
Acho que não precisa de experiência para ser "mula". Só precisa ser burro mesmo pra arriscar tanto.  Pena, moleque de 20 anos acabou com a sua vida.

Bom, mesmo pelo pouco conhecimento que tenho sobre tráfico, posso dizer que esse cara não pegou uma oferta que veio do nada.

Quando o sujeito recebe uma oferta de fazer transporte de valor tão alto é porque já conhece o traficante há tempos.


Arriscou, perdeu...o que acredito é que ele não tinha noção real da pena caso fosse pego, mas a coisa não apareceu do nada.

Pois é, se um cara entra num país sabendo que la tem pena de morte por trafico (que foi caso do brasileiro morto na Indonesia) e mesmo assim quis arriscar então
já sabe "se la lei poribe nem adianta apelar depois".




Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.810
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #366 Online: 21 de Outubro de 2015, 16:39:35 »
erro  :vergonha:

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.311
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #367 Online: 21 de Outubro de 2015, 20:42:43 »
Acho que não precisa de experiência para ser "mula". Só precisa ser burro mesmo pra arriscar tanto.  Pena, moleque de 20 anos acabou com a sua vida.

Bom, mesmo pelo pouco conhecimento que tenho sobre tráfico, posso dizer que esse cara não pegou uma oferta que veio do nada.

Quando o sujeito recebe uma oferta de fazer transporte de valor tão alto é porque já conhece o traficante há tempos.


Arriscou, perdeu...o que acredito é que ele não tinha noção real da pena caso fosse pego, mas a coisa não apareceu do nada.

Pois é, se um cara entra num país sabendo que la tem pena de morte por trafico (que foi caso do brasileiro morto na Indonesia) e mesmo assim quis arriscar então
já sabe "se la lei poribe nem adianta apelar depois".





O sujeito está acostumado com a turma do "deixa disso" desde o jardim de infância, papai livra a cara dele toda vez que se enrosca, mamãe dá chilique com a professora que deu nota baixa...chega lá fora e acha que é a mesma coisa.

Ontem noticiaram que um brasileiro nos EUA tomou prisão perpétua por matar a namorada a facadas e ela era brasileira tb.

Tarde demais para cair na real.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.810
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #368 Online: 22 de Outubro de 2015, 09:14:27 »
Vocês acham que a dureza da lei deve ser levada em conta, né?

Esses brasileiros e outros estrangeiros condenados a morte na Indonésia foram bodes expiatórios, só isso. Essa é uma das coisas que o Libertário gosta, a lei do mercado. O tráfico por lá deve ser muito mais rentável do que em qualquer outro lugar do mundo, e devem entrar muitos traficantes todos os dias pela fronteira para alimentar o tráfico.

Corrupção na Indonésia

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #369 Online: 22 de Outubro de 2015, 10:01:48 »
É exatamente por ser rentável que o pessoal se arrisca a um fuzilamento. E é exatamente por causa da probabilidade do fuzilamento que é rentável.


Embora, obviamente, isso não seja regular e certeiro para todos.


Podemos até vir com uma tese conspiracionista de que isso, os fuzilamentos, são pagos para serem feitos e propagandeados pelos grandes traficantes, e o pessoal do governo, que quer afugentar a competição dos traficantezinhos pé-de-chinelo.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.989
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #370 Online: 22 de Outubro de 2015, 14:06:36 »
Vocês acham que a dureza da lei deve ser levada em conta, né?

Esses brasileiros e outros estrangeiros condenados a morte na Indonésia foram bodes expiatórios, só isso. Essa é uma das coisas que o Libertário gosta, a lei do mercado. O tráfico por lá deve ser muito mais rentável do que em qualquer outro lugar do mundo, e devem entrar muitos traficantes todos os dias pela fronteira para alimentar o tráfico.

Corrupção na Indonésia

Seria bom você ler os comentários do link supra...
Foto USGS

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.810
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #371 Online: 22 de Outubro de 2015, 14:49:46 »
Vocês acham que a dureza da lei deve ser levada em conta, né?

Esses brasileiros e outros estrangeiros condenados a morte na Indonésia foram bodes expiatórios, só isso. Essa é uma das coisas que o Libertário gosta, a lei do mercado. O tráfico por lá deve ser muito mais rentável do que em qualquer outro lugar do mundo, e devem entrar muitos traficantes todos os dias pela fronteira para alimentar o tráfico.

Corrupção na Indonésia

Seria bom você ler os comentários do link supra...

Existem 184.000 links supra...

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.311
  • Sexo: Masculino
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #372 Online: 22 de Outubro de 2015, 18:54:11 »
Vocês acham que a dureza da lei deve ser levada em conta, né?

Esses brasileiros e outros estrangeiros condenados a morte na Indonésia foram bodes expiatórios, só isso. Essa é uma das coisas que o Libertário gosta, a lei do mercado. O tráfico por lá deve ser muito mais rentável do que em qualquer outro lugar do mundo, e devem entrar muitos traficantes todos os dias pela fronteira para alimentar o tráfico.

Corrupção na Indonésia

Corrupção tem em todo lugar, o que eu dizia era que o cara foi para lá sabendo o que poderia acontecer.

Ariscou, perdeu...

Sem choro.

Com corrupção ou sem é a mesma pena.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #373 Online: 25 de Outubro de 2015, 17:01:20 »
Vocês acham que a dureza da lei deve ser levada em conta, né?

Esses brasileiros e outros estrangeiros condenados a morte na Indonésia foram bodes expiatórios, só isso. Essa é uma das coisas que o Libertário gosta, a lei do mercado. O tráfico por lá deve ser muito mais rentável do que em qualquer outro lugar do mundo, e devem entrar muitos traficantes todos os dias pela fronteira para alimentar o tráfico.

Corrupção na Indonésia
Obviamente , que sim! Quanto maior a pena, menor numero de infratores.
se  a escassez de drogas na indonésia atrai traficantes do mundo todo, ótimo espero que todos o traficantes brasileiros tomem plumo ou então que vão todos traficar na indonésia....... :adeus:
estamos bem pior do que a indonésia la a lei permite só corrupção ja aqui permite tudo! :no:
« Última modificação: 25 de Outubro de 2015, 17:08:32 por Criaturo »
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Indonésia executa brasileiro
« Resposta #374 Online: 25 de Outubro de 2015, 17:06:51 »
Acho que não precisa de experiência para ser "mula". Só precisa ser burro mesmo pra arriscar tanto.  Pena, moleque de 20 anos acabou com a sua vida.
poderia ser pior se tivesse exito poderia ter conseguido acabar com milhares de vidas
é Ridículo a Dilma e o Lula  se apresentando como   pais bonzinhos pedindo perdão para seus maus educados filhos :no:
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!