Autor Tópico: A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?  (Lida 1778 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Pedro Reis

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.785
A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Online: 23 de Abril de 2015, 12:52:40 »
Bom, não tenho hábito de criar tópicos. Este tem como principal objetivo postar uma resposta a um questionamento que me foi feito, mas que foi impossível postar já que o tópico foi imediatamente trancado pela moderação após a mensagem. ( De fato o tópico estava uma "bobeiragem" só. )

Mas ficam as questões: para você é possível definir inteligência? O que significa para você dizer que alguém é inteligente?

Segue abaixo a resposta solicitada pelo forista El Elyon

Pedro Reis

Eu gostaria de saber suas fontes sobre afirmações como "por mais que isso de QI seja besteira" (sic) e outras similares feitas durante o tópico. E em um ponto menor:


Bem, se você acompanhou a minha conversa pôde perceber que eu não fiz afirmações na linha: "Dr. Fulano de Tal. PhD, em seu famoso estudo sobre a Inteligência Humana: Conceitos e Construtos", demonstra cabalmente que o QI não é uma maneira apropriada e muito menos precisa de se aferir a inteligência, e bla, bla, bla...

Ao contrário, eu produzi argumentos sobre a subjetividade inerente do conceito de inteligência, as incongruências entre percepções sobre comportamentos e produções da inteligência humana e o que é estimado por testes padronizados, e coisas desse tipo.

Para isso, para os meus próprios argumentos, eu não preciso nem são requeridas fontes. A fonte sou eu mesmo, que embaso minha opinião pessoal com minhas próprias construções lógico-argumentativas. Que se consideradas falhas ou inválidas são passíveis de refutação direta, também através de construções lógico-argumentativas, ou de fatos que representem contra-exemplos para pressupostos deduzidos. Para estes fatos sim, é que se poderia desejar ter conhecimento da origem da informação, porque fontes são requeridas quando nos referimos a dados, eventos, citações, etc...

Bom, vejamos alguns dos fatos a que me referi:

- Na página do site da mensa americano que eu acessei certa vez, tinha lá a ubíqua seção "Quem somos nós". É interessante e significativo descobrir que um membro da mensa pode ser tanto um político, como também um ator pornô ou um limpador de piscina. A fonte, neste caso, é ( foi ) o próprio site da Mensa.

- Que o Roger é um membro da Mensa isto foi citado por outro forista, mas é algo que eu também já sabia por declarações do próprio. De qualquer forma isso é facilmente verificável.

- Que métodos de historiometria rankearam G.W.Bush como o segundo presidente americano mais brilhante desde 1900, para isto a fonte foi a Wikipedia.

Citar
Critique[edit]
Since historiometry is based on indirect information like historic documents and relies heavily on statistics, the results of these studies are questioned by some researchers, mainly because of concerns about over-interpretation of the estimated results.[17][18]

The previously mentioned study of the intellectual capacity of US presidents, a study by Dean Keith Simonton, attracted a lot of media attention and critique mainly because it classified the former US president, George W. Bush, as second to last of all US presidents since 1900.[15][19] The IQ of G.W. Bush was estimated as between 111.1 and 138.5, with an average of 125,[14] exceeding only that of president Warren Harding, who is regarded as a failed president,[15] with an average IQ of 124. Although controversial and imprecise (due to gaps in available data), the approach used by Simonton to generate his results was regarded "reasonable" by fellow researchers.[20] In the media, the study was sometimes compared with the U.S. Presidents IQ hoax, a hoax that circulated via email in mid-2001, which suggested that G.W. Bush had the lowest IQ of all US presidents.[21]

- Que historiometria não é "amplamente aceito por como uma metodologia confiável por TODA a comunidade científica" ou algo semelhante, você pode novamente se reportar à informação acima.

E por aí vai Elyon... As poucas afirmações que sustentei sobre fatos, dados, eventos, são todas facilmente verificáveis.

Mas veja bem, cruzando este artigo da Wiki com o que você linkou, parece haver alguma confusão. Veja o que diz este outro site:

Citar
Bush/Gore Grades and SAT Scores (posted March 23, 2000)

(Updated June 17, 2005)
Confidential college transcripts and test scores obtained by the Washington Post reveal that neither presidential candidate, George W. Bush nor Al Gore, were shining students during their college days at Yale and Harvard, respectively. Although each earned respectable scores on the SAT college admissions test (a total of 1355 of 1600 for Gore and 1206 for Bush), neither did that well in their college courses. Both earned a mix of B and C grades. Gore's lowest grade of D came in a natural sciences course, while his top grades were an A in French and English, an A in Visual and Environmental Studies, and an A- in Social Relations. Bush's lowest marks were a 70 (of 100) in Sociology and a 71 in Economics, while his highest scores were High Passes in History and Japanese.

In 2005, the Boston Globe obtained comparable information on John Kerry's undergraduate record at Yale. It shows that Kerry had a cumulate grade average of 76 over

http://www.insidepolitics.org/heard/heard32300.html

A crítica - mencionada no artigo da Wiki -  é justamente sobre a validade dos citados métodos de historiometria para avaliar o QI de uma pessoa. Com efeito, o SAT, ou mais exatamente a metodologia que utiliza testes como o SAT para inferir o QI, classifica como acima da média alguém que em tudo dá sinais de ser intelectualmente abaixo da média.

Em outras palavras, a afirmação de que o SAT pode ser usado para inferir o QI já é em si bastante questionável. Ou talvez, não podemos descartar, o próprio "score" no SAT do
Bush possa ser posto em suspeição, sendo ele como é, de uma família rica, poderosa e influente. Será que os Bushs já não contemplaram a prestigiosa instituição de Yale com generosas doações em dinheiro? Não sei. Mas o que os dados vazados demonstram é um histórico acadèmico longe do brilhantismo. E por que o SAT seria mais confiável para se inferir o QI do que um desempenho acadêmico consistentemente inexpressivo avaliado ao longo de anos?

Se alguém propõe um método de avaliação de capacidades intelectuais que indica um sujeito como o Bush como uma pessoa especialmente dotada, então este sistema está inevitavelmente sob descrédito. Afinal estamos falando do indivíduo que expressa preocupação porque metade dos estudantes tem desempenho abaixo da média. É possível qualificar como brilhante um cara que fez cadeira de Economia em Yale mas não consegue entender o conceito de média aritmética? Ele que, na sua vida pública, produziu um verdadeiro compêndio de declarações idiotas como essa.

Mas para além disso, existe a questão sobre se o teste de QI representa realmente uma estimativa confiável da inteligência. E, para além disso, existe a questão de se definir, afinal, o que vem a ser inteligência. A definição é impraticável. Todos nós temos uma noção intuitiva, um tanto vaga, do que seja uma pessoa inteligente, ou comportamentos inteligentes. A maioria reconhece sem dificuldade algo ou alguém expressivamente inteligente, mas isso não é o mesmo que ter uma definição.

Da mesma forma que todos sabemos dizer que um objeto é uma cadeira quando estamos diante de uma, mas ninguém é capaz de produzir uma definição de "cadeira".

Se você não é capaz de definir, então como avaliar? E mais difícil ainda: mensurar. Se definirmos inteligência humana como aquilo que é medido pelos testes de QI seria uma definição sem serventia porque circular. "Inteligência é o conjunto de capacidades e habilidades expressas pelo Quociente de Inteligência".

Não faz sentido.

Então, no máximo, o QI poderia ser uma expressão qualitativa ( e não quantitativa ) dessa percepção geral e intuitiva do que venha a ser inteligência.

Citar
O uso de escalas intervalares ou ordinais torna impossível obter
qualquer informação sobre a relação de proporção de potencial entre dois QIs. Permite apenas medir proporções de raridade de potencial. Por exemplo: pessoas com QI 150 são 10 vezes mais raras do que pessoas com QI 137. Mas quantas vezes as pessoas com QI 150 são mais “inteligentes” do que as pessoas com QI 137? Isso não é possível determinar com base no método atual. À parte a discussão sobre o que o teste de QI efetivamente mede, o fato é que mede algum tipo de habilidade, mas pelo método atual não é possível estabelecer uma relação de proporção dessa habilidade

Hindemburg Melão Jr. - Resumo Histórico Sobre Testes de Inteligência - pág. 5

Obs: Note a colocação do "inteligentes" entre aspas pelo autor  quando o termo é relacionado com Ouociente Intelectual.


Mas até isto é muito questionável e com frequência quocientes intelectuais parecem não refletir a avaliação subjetiva da inteligência de uma pessoa.

Se G.W.Bush alcançar mesmo mais que 130 pontos é um caso mais que ilustrativo. Mas o Roger do Ultraje a Rigor é um membro da Mensa. Músico e compositor medíocre, apesar de se dedicar integralmente à música. Suas criações mais conhecidas são "a gente somos inútil" e "eu tinha uma galinha que se chamava Mary Lou..." O QI elevado não fez dele um Vinícious de Moraes, um Milton Nascimento, um Gilberto Gil, um cara interessante como um Nando Reis, o que ele fez até hoje não chega nem aos pés da genialidade de umm  Tom Jobim ou de um Chico Buarque. Não seria difícil encontrar centenas de pessoas na MPB com uma obra muito mais genial que o Roger e que não tem pontuações expressivas em testes de QI. Então o que significa exatamente ter um QI elevado além da habilidade de fazer estes testes específicos?

Citar
Voltando à história dos testes, vimos que os chineses já os utilizavam 1500 anos atrás. Até onde sabemos, esses foram os primeiros esforços no sentido de medir a inteligência, mas é provável que os testes sejam muito mais antigos do que isso, talvez mais antigos do que a própria escrita. A essa altura, o leitor poderia perguntar: “Mas o quê esses testes estavam medindo? A inteligência?” E nossa resposta é categórica: tanto os antigos testes chineses do século V d.C. quanto os testes modernos medem o desempenho da pessoa na realização de tarefas específicas. Acredita-se que os escores atribuídos aos desempenhos nesses testes correlatam positivamente com uma grandeza inapreensível que chamamos “inteligência”. Os testes não medem a inteligência propriamente dita, mas medem o desempenho da inteligência enquanto
ela se manifesta na resolução de problemas.

Hindemburg Melão Jr. - Resumo Histórico Sobre Testes de Inteligência - pág. 9

Os testes de QI também já foram muito populares nos anos 50 e 60 nos departamentos de RH de empresas americanas, usados para seleção de contratações. Os resultados foram desencorajadores: a experiência acabou por demosntrar pouca ou nenhuma relação com o potencial de um funcionário para a empresa e o seu quociente intelectual.

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 689
  • Sexo: Masculino
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #1 Online: 23 de Abril de 2015, 13:06:17 »
Eu não responderei em extenso no momento, mas é possível notar rapidamente que você cometeu um erro de tradução que afetou uma parte considerável da sua resposta, que é a sua citação da Wiki (embora eu já tenha citado o artigo original): ..attracted a lot of media attention and critique mainly because it classified the former US president, George W. Bush, as second to last of all US presidents since 1900.

"Second to last" não quer dizer "o segundo", mas sim penúltimo.
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline Pedro Reis

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.785
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #2 Online: 23 de Abril de 2015, 13:35:38 »
Eu não responderei em extenso no momento, mas é possível notar rapidamente que você cometeu um erro de tradução que afetou uma parte considerável da sua resposta, que é a sua citação da Wiki (embora eu já tenha citado o artigo original): ..attracted a lot of media attention and critique mainly because it classified the former US president, George W. Bush, as second to last of all US presidents since 1900.

"Second to last" não quer dizer "o segundo", mas sim penúltimo.

Tem razão. Não prestei atenção e imaginei que um QI que poderia ser estimado em até 138 o poria na categoria das pessoas brilhantes, uma vez que 130 é o que se requere para ser associado da Mensa.

Mas se esta estimativa foi feita com base só na pontuação do SAT e a fonte se refere a estes "scores" como muito respeitáveis, por que a avaliação não é tão expressiva? Mas de fato desconsidere minhas observações sobre alegada inteligência do G.W.B., embora, curiosamente, este equívoco não invalide as considerações sobre sua presumida burrice.


Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.998
  • Sexo: Masculino
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #3 Online: 23 de Abril de 2015, 13:57:34 »
- Na página do site da mensa americano que eu acessei certa vez, tinha lá a ubíqua seção "Quem somos nós". É interessante e significativo descobrir que um membro da mensa pode ser tanto um político, como também um ator pornô ou um limpador de piscina. A fonte, neste caso, é ( foi ) o próprio site da Mensa.

- Que o Roger é um membro da Mensa isto foi citado por outro forista, mas é algo que eu também já sabia por declarações do próprio. De qualquer forma isso é facilmente verificável.

Essas observações, como inferência de que "QI não significa nada", são como notar que, suponhamos, a pessoa mais alta do mundo fosse uma mulher, e que o Danny DeVito é bem baixinho, e é homem, como pretensa refutação de que homens são, em média, mais altos do que mulheres.

Pode haver limpadores de piscina com QI suficiente para a Mensa, mas isso não significa que o QI não se correlacione significativamente com as chances das pessoas se sucederem em umas atividades ou outras, como talvez ilustre esse gráfico:



O que não implica que seja uma medida exata ou "direta" de "inteligência", qualquer que seja a definição exata que se dê. Talvez seja algo comparável a ter o Índice de Massa Corporal ou uma combinação disso com algo como pressão sangüínea ou uma contagem de colesterol ou açúcar no sangue como um "quociente de saúde". Poderá haver uma enorme série de desvios, mas algo assim ainda provavelmente vai capturar o grosso do que as pessoas entendem por "saúde", seja lá qual for a definição exata que se dê.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #4 Online: 23 de Abril de 2015, 14:56:49 »
Eu não responderei em extenso no momento, mas é possível notar rapidamente que você cometeu um erro de tradução que afetou uma parte considerável da sua resposta, que é a sua citação da Wiki (embora eu já tenha citado o artigo original): ..attracted a lot of media attention and critique mainly because it classified the former US president, George W. Bush, as second to last of all US presidents since 1900.

"Second to last" não quer dizer "o segundo", mas sim penúltimo.

hahahahah, valeu El Elyon. Mostrou para o cara que os argumentos dele são uma furada só. Tudo em vão o que ele defendeu no outro tópico.
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.204
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #5 Online: 23 de Abril de 2015, 15:08:24 »

Da mesma forma que todos sabemos dizer que um objeto é uma cadeira quando estamos diante de uma, mas ninguém é capaz de produzir uma definição de "cadeira".

Se você começar a definir algo, fatalmente vai chegar ao ponto de caracterizar esse algo de modo profícuo, ou intelegível, (que remete a inteligência!) a uma ampla maioria.

Eu tentaria definir cadeira (sem ter lido qualquer outra definição alhures) como sendo "artefato feito com materiais à disposição no meio cujo princípio seja o de acomodar as cadeiras e as costas de um indivíduo quando não em posição de pé". Se tal definição tiver que ser mais detalhada ou em algo suprimida é só uma questão de irem se acrescentado ajustes até que se torne funcional.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.204
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #6 Online: 23 de Abril de 2015, 15:10:56 »
Eu não responderei em extenso no momento, mas é possível notar rapidamente que você cometeu um erro de tradução que afetou uma parte considerável da sua resposta, que é a sua citação da Wiki (embora eu já tenha citado o artigo original): ..attracted a lot of media attention and critique mainly because it classified the former US president, George W. Bush, as second to last of all US presidents since 1900.

"Second to last" não quer dizer "o segundo", mas sim penúltimo.

hahahahah, valeu El Elyon. Mostrou para o cara que os argumentos dele são uma furada só. Tudo em vão o que ele defendeu no outro tópico.
Acho que você está sendo pueril para um membro da Mensa, generalizando da investigação do Pedro Reis desse jeito.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #7 Online: 23 de Abril de 2015, 15:13:22 »
Eu mal estou acreditando que o Pedrinho ainda tem coragem de ficar dando suas presepadas, e ainda por cima criou um tópico exclusivo só para isso.

E que texto foi esse que ele criou? Escreveu muito e não disse nada.

Novamente nos brindou com um texto ingênuo cheio de falácias, argumentos ad hominem, má traduções e fontes pouco confiáveis. Resumindo: só enrolação.

Cara, desencana, está combatendo numa batalha que já perdeu.

Você citou o site da Mensa dos EUA para depreciar está instituição, mas esqueceu de pesquisar que a Mensa é tão forte nos EUA e tem tanto respeito que os estadunidenses chegam a colocar sua afiliação no currículo como se fosse uma exigência por lá.

No outro tópico vi foristas como o Django que, assim como o Pedrinho Chaves, alegam que a Mensa não passa de um clubinho de amigos do Roger. Isso é porque eles não fazem parte dessa instituição (e nem irão fazer) e portanto não fazem idéia do tipo de pessoas que há por lá. Eu as conheço, e posso garantir que são de um nível excepcional. O Roger ganhou muita notoriedade aqui no debate por ser muito famoso, mas vocês não podem generalizar argumentando que todos são como ele. Esse tipo de generalização não é nem um pouco científico e contraria a "lógica" do ceticismo. Enfim, é puro achismo.

Mas para os que ainda assim querem detonar a Mensa citando o Roger, vocês por acaso conseguem criar e lançar um disco no mercado onde TODAS as músicas foram hits? Eu conheço poucos artistas que conseguiram essa proeza, se conta nos dedos. Eu trabalho com música também e posso garantir que não é pra qualquer um.
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Pedro Reis

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.785
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #8 Online: 23 de Abril de 2015, 15:13:38 »
Citar
Essas observações, como inferência de que "QI não significa nada", são como notar que, suponhamos, a pessoa mais alta do mundo fosse uma mulher, e que o Danny DeVito é bem baixinho, e é homem, como pretensa refutação de que homens são, em média, mais altos do que mulheres.

Mas eu não disse que "QI não significa nada", e essa analogia seria aplicável se por acaso alguém com QI baixíssimo já tivesse sido agraciado com um nobel de Física. E então alguém dissesse: " Veja, isto refuta a expectativa de que, EM MÉDIA, grandes cientistas tenham QI mais elevado."

Mas nem de longe eu insinuei nada disso.

Retirando considerações específicas do seu contexto elas ficam distorcidas. Porque você tinha esse cara - no caso o São Germano - que repetia todo tempo: " Eu sou o máximo, eu sou o suprasumo, porque eu sou da Mensa". E na verdade sem transparecer um traço sequer de qualquer coisa que possa ser considerada como alguma espécie de brilho pessoal. Até bem pelo
contrário.

Então a(s) minha(s) observação(ões) foi(ram) no sentido de que fazer X pontos em um teste que pede para relacionar quadradinhos, bolinhas e risquinhos, não faz de ninguém, só por isso, objeto incondicional de admiração.

Para continuar emprestando as suas analogias, é como se alguém dissesse: "Meu índice de massa corporal, minha massa magra, minha pressão sanguínea, todos os meus testes fisiológicos são tão bons quanto os do Usain Bolt, logo eu espero que vocês me vejam como um grande atleta."

Ora, é improvável, se não for impossível, que alguém muito doente se torne um campeão de atletismo, mas excelentes resultados
no fisiologista não garantem uma medalha olímpica. Da mesma forma é improvável que alguém com QI 50 se torne um luminar da
Ciência, mas também não é provável que um físico com o QI de Einstein vá dar alguma contribuição histórica para a humanidade.

Porque pesquisadores com QI elevado são muitos, mas Einsteins são raros. Raríssimos.

Porque testes de QI só indicam mesmo uma tendência, uma média, é mais significativo dentro do contexto estatístico do que no contexto individual. Como um atributo isolado não é determinante. Estão aí os muitos Rogers, os muito limpadores de piscina da Mensa e as pessoas com QI elevadíssimo que ganham a vida fazendo filmes pornô.

Como um exemplo, imagine que testes clínicos apontem que uma determinada pessoa é psicopata ou esquizofrênica. Esse é um dado que embute algo de determinante sobre essa pessoa. O cara é um psicopata, ele é incapaz de experimentar empatia. O QI não é assim, não garante as expectativas nem para os que estão acima da média e nem para os que pontuam abaixo.

Mesmo que fosse verdade que o Germano tenha sido aceito na Mensa ( e já está na cara que não é ), isso não justifica que o sujeito coma mortadela e arrote presunto, não é mesmo?

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #9 Online: 23 de Abril de 2015, 15:18:21 »
Mais um texto recheado de bobeiras e achismo. Cara, sou da Mensa sim.

Você só está querendo polemizar e enrolar. Desse jeito não dá.
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #10 Online: 23 de Abril de 2015, 15:22:20 »
De novo ele está confundindo brilho pessoal com QI. Isso é ridículo.

Cara, aprende: muitos cientistas e nobels que existem por aí tem QIs normais sim. Você tem que entender que ter QI alto não é garantia de sucesso algum. Uma pessoa na média, mas que se esforça muito, batalha muito, tem muitas chances de ganhar até o Nobel.

Mas você ainda está confundindo tudo, continua sem entender nada, Chaves.

Superdotação hoje tem a ver com o termo Altas Habilidades. Enquanto uma pessoa normal pode se destacar numa área devido a um grande esforço e dedicação, um superdotado pode fazer a mesma coisa mas em muito menos tempo. É isso que é o superdotado.
« Última modificação: 23 de Abril de 2015, 15:33:55 por Saint Germain »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Pedro Reis

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.785
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #11 Online: 23 de Abril de 2015, 15:23:59 »

Da mesma forma que todos sabemos dizer que um objeto é uma cadeira quando estamos diante de uma, mas ninguém é capaz de produzir uma definição de "cadeira".

Se você começar a definir algo, fatalmente vai chegar ao ponto de caracterizar esse algo de modo profícuo, ou intelegível, (que remete a inteligência!) a uma ampla maioria.

Eu tentaria definir cadeira (sem ter lido qualquer outra definição alhures) como sendo "artefato feito com materiais à disposição no meio cujo princípio seja o de acomodar as cadeiras e as costas de um indivíduo quando não em posição de pé". Se tal definição tiver que ser mais detalhada ou em algo suprimida é só uma questão de irem se acrescentado ajustes até que se torne funcional.

O interessante é você observar que a sua definição exige que o seu interlocutor tenha alguma inteligência. E é verdade.

Imagine que você está tentando usar esta sua definição para fazer um robô distinguir cadeiras de outros objetos.

Citar
"artefato feito com materiais à disposição no meio cujo princípio seja o de acomodar as cadeiras e as costas de um indivíduo quando não em posição de pé".

Como o seu robô seria capaz de distinguir entre uma cadeira e um sofá?

Os dois objetos atendem à sua definição.

Definição é o SE E SOMENTE SE. A gente define realmente quando é capaz de encontrar um atributo que seja SUFICIENTE E NECESSÀRIO para determinar a pertinência ou não de um objeto em um conjunto.  Ou seja, definir é definir um conjunto.

A sua definição falha porque fornece uma condição necessária para "cadeira", mas não suficiente. É necessário que a cadeira seja um objeto construído com o objetivo de sentar uma pessoa. Mas não é SUFICIENTE. Porque isto também se aplica a um banquinho, um sofá, uma poltrona, etc...

Nós, seres inteligentes, não robóticos, somos capazes de superar estas lacunas, por isso não precisamos de definição para reconhecer coisas ou conceitos como inteligência ou cadeiras.


Offline Pedro Reis

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.785
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #12 Online: 23 de Abril de 2015, 15:26:12 »
De novo ele está confundindo brilho pessoal com QI. Isso é ridículo.

Cara, aprende: muitos cientistas e nobels que existem por aí tem QIs normais sim. Você tem que entender que ter QI alto não é garantia de sucesso algum. Uma pessoa na média, mas que se esforça muito, batalha muito, tem muitas chances de ganhar até o Nobel.

Mas você ainda está confundindo tudo, continua sem entender nada, Chaves.

Superdotação hoje tema ver com o termo Altas Habilidades. Enquanto uma pessoa normal pode se destacar numa área devido a um grande esforço e dedicação, um superdotado pode fazer a mesma coisa mas em muito menos tempo. É isso que é o superdotado.

Cara, se você continuar com esses ataques de bobeira vão trancar esse tópico também.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #13 Online: 23 de Abril de 2015, 15:28:18 »
Pedrinho, um exemplo clássico do que falei é o de Marilyn vos Savant, a mulher cujo QI foi um dos mais altos que já existiram. O que essa mulher fez foi justamente desbancar os maiores matemáticos do mundo num problema famoso que ficou conhecido como "O Problema de Monty Hall". Ela simplesmente humilhou os maiores PHD. Entendeu aí a diferença?

Uma pessoa pode ser um grande pianista se ficar estudando anos a fio durante 10 horas por dia, mas o portador de altas habilidades, vulgo superdotado, pode realizar a mesma tarefa em muito menos tempo e com menos dedicação. É uma facilidade exagerada para fazer as coisas, tá?
« Última modificação: 23 de Abril de 2015, 15:34:39 por Saint Germain »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #14 Online: 23 de Abril de 2015, 15:29:39 »
Mesmo assim não é garantia de sucesso.
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #15 Online: 23 de Abril de 2015, 15:32:46 »
Antes que tranquem o tópico, vai aí a respostinha do meu enigma:

o número que o garoto colocou é o 0000026, ou seja, foi o 26, pois este é O ÚNICO NÚMERO que fica exatamente entre um quadrado, o 25 (5x5) e um cubo, o 27 (3x3x3).

Forcei a barra para você, não é mesmo? Mas admito que a sua resposta foi a mais excêntrica e engraçada que já ouvi até hoje. De onde arranjou aquela balela toda de 7x9?  :histeria: :histeria:
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Pedro Reis

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.785
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #16 Online: 23 de Abril de 2015, 15:45:01 »
Antes que tranquem o tópico, vai aí a respostinha do meu enigma:

o número que o garoto colocou é o 0000026, ou seja, foi o 26, pois este é O ÚNICO NÚMERO que fica exatamente entre um quadrado, o 25 (5x5) e um cubo, o 27 (3x3x3).

Forcei a barra para você, não é mesmo? Mas admito que a sua resposta foi a mais excêntrica e engraçada que já ouvi até hoje. De onde arranjou aquela balela toda de 7x9?  :histeria: :histeria:

Honestamente eu acredito que se você fizer uma enquete as pessoas vão achar a minha solução mais inteligente. Você disse que eram 7 dígitos e eu encontrei relações numéricas que produziam sete dígitos com valor 9.

Mas foi como eu observei: esse problema não tinha solução determinada. Com pouca criatividade é possível encontrar uma infinidade de relações numéricas e estabelecer que qualquer uma delas seja a solução para o "enigma".

O que você propôs não foi uma charada, muito menos um desafio intelectual ( o que seria interessante ) mas sim um jogo de advinhação, aonde o seu interlocutor precisa adivinhar o que se passou nessa sua cabecinha aparentemente perturbada.

Mas você não respondeu ao meu desafio. Ali não tem espaço para inventar uma resposta, ou você soluciona o problema ou não.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #17 Online: 23 de Abril de 2015, 15:48:39 »
Nada a ver cara, qualquer ser inteligente que ler o meu enigma saberá que se trata apenas de uma única solução. E de onde você concluiu que um quadrado mágico qualquer tem a ver com o número 9? Não tem nenhum dado assim no texto. Você inventou isso sei lá de onde e não entendeu nada do enigma.

Quanto aos seus, são tão toscos que nem me darei ao trabalho de responde-los. Um se trata de cultura inútil e o outro é um probleminha básico de segundo grau. Puro bullshit! TÔ FORA!
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #18 Online: 23 de Abril de 2015, 15:53:59 »
Honestamente eu acredito que se você fizer uma enquete as pessoas vão achar a minha solução mais inteligente. Você disse que eram 7 dígitos e eu encontrei relações numéricas que produziam sete dígitos com valor 9.

Clarêncio o Otimista, é você?

Se alguém por acaso conseguir deduzir de onde o cara concluiu que um quadrado mágico QUALQUER (que aliás ele escreveu que nem sabia o que era) tem a ver com o número 9, por favor me avisem. Ainda estou assombrado com isso.  :histeria: :histeria:
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.204
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #19 Online: 23 de Abril de 2015, 15:54:49 »

Da mesma forma que todos sabemos dizer que um objeto é uma cadeira quando estamos diante de uma, mas ninguém é capaz de produzir uma definição de "cadeira".

Se você começar a definir algo, fatalmente vai chegar ao ponto de caracterizar esse algo de modo profícuo, ou intelegível, (que remete a inteligência!) a uma ampla maioria.

Eu tentaria definir cadeira (sem ter lido qualquer outra definição alhures) como sendo "artefato feito com materiais à disposição no meio cujo princípio seja o de acomodar as cadeiras e as costas de um indivíduo quando não em posição de pé". Se tal definição tiver que ser mais detalhada ou em algo suprimida é só uma questão de irem se acrescentado ajustes até que se torne funcional.

O interessante é você observar que a sua definição exige que o seu interlocutor tenha alguma inteligência. E é verdade.

Imagine que você está tentando usar esta sua definição para fazer um robô distinguir cadeiras de outros objetos.

Citar
"artefato feito com materiais à disposição no meio cujo princípio seja o de acomodar as cadeiras e as costas de um indivíduo quando não em posição de pé".

Como o seu robô seria capaz de distinguir entre uma cadeira e um sofá?

Até bom você falar em robô que reforça a ideia de proficuidade em uma definição, uma vez que um robô seja capaz de identificar o que seja uma cadeira.

Quanto à questão do sofá, eu posso argumentar que nada mais é que um tipo de cadeira que "evoluiu" ao ponto de se tornar uma nova "espécie"(o que confere mais prestígio ainda à cadeira!). Hahahaha
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Pedro Reis

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.785
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #20 Online: 23 de Abril de 2015, 15:59:33 »
Já estou prevendo que a continuação dessa conversa vai trancar mais um tópico...

É o seguinte: no seu texto você menciona um cubo mágico. O cubo mágico tem em cada face 9 quadrados. Então, como você também inventou um "quadrado mágico", quantos quadradinhos você supõe que este quadrado mágico tenha?

Uma dica: cada face de um cubo é também um quadrado.

Se o quadrado mágico guarda alguma relação com o cubo mágico, então, em sua única face, ele tem 9 quadradinhos coloridos. ( Foi vc que inventou isso, não eu )

Logo, encontramos a coincidência que se encaixa na charada ( assim como um trilhão de outras possíveis ) São 73 quadradinhos coloridos ao todo, divididos em sete conjuntos ( faces ) de nove quadradinhos coloridos.

Ou seja, são justamente sete dígitos com valor 9. Os sete dígitos que eram necessários para abrir o cofre.

Mas por que você impôs 7 dígitos se usaria apenas 2?

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #21 Online: 23 de Abril de 2015, 16:04:10 »
Bom, vamos lá.

As palavras usadas "quadrado mágico" e "cubo mágico" são só alusões. Até o garotinho do enigma entendeu isso., mas você levou ao pé da letra.

Mesmo assim, eu escrevi UM QUADRADO MÁGICO QUALQUER (pode ser um do tipo 4x4, 5x5 ou 6x6, tanto faz). Isso já basta para não relacioná-lo com o número (seja lá qual for) do Cubo mágico.

De novo, nada a ver a sua lógica. Entendeu mal o enigma e perdeu feio nessa.
« Última modificação: 23 de Abril de 2015, 16:47:22 por Saint Germain »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #22 Online: 23 de Abril de 2015, 16:08:01 »
Mas por que você impôs 7 dígitos se usaria apenas 2?

Mais bullshits! É pra rir ou é pra chorar?

De onde você concluiu que era uma premissa básica usar todos os 7 dígitos? Foi só para confundir (e deu certo!), só para deixar o enigma mais difícil.

Pelamor de Aton!
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Pedro Reis

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.785
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #23 Online: 23 de Abril de 2015, 16:08:29 »
Então tá, perdi, estou derrotado. Mas cadê a resposta dos meus desafios?

Duas dicas:

Para o primeiro não espero solução.

O segundo, que você classifica como "probleminha besta" de segundo grau, só foi solucionado por Isaac Newton.


Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:A Inteligência Humana: O que é isso? Como você a definiria?
« Resposta #24 Online: 23 de Abril de 2015, 16:08:58 »
Saint Germain não acha que está sendo excessivamente ofensivo e arrogante?
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!