Autor Tópico: Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...  (Lida 17158 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #300 Online: 15 de Julho de 2017, 20:35:57 »
 Ainda que eventualmente não seja o caso de chapar por tabela, o THC sendo um psicoativo mesmo em doses mínimas não devia ser imposto a quem não é adepto.


Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.562
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #302 Online: 15 de Julho de 2017, 23:17:26 »
Acho que ninguém vai ser "emaconhar" passivamente por acidente, até porque imagino que tal maconha ainda não seja completamente inodora, apenas não tenha o odor característico de maconha. Acho que qualquer fumaça de combustão inodora deve ser algo meio cientificamente fantástico demais.

De forma similar, acho que deve ser pouquíssima gente (zero) que se viciou em nicotina de fumo passivo, não tendo a pretensão de começar a fumar antes disso, mas por qualquer razão, se vendo obrigada a ficar exposta.

Imagino que os efeitos das fumaças em si sejam mais danosos do que o da quantidade de droga que se absorve, nos dois casos.

Especialmente considerando a propensão normal das pessoas não-fumantes a evitarem essa fumaça, e legislação que teoricamente ajuda.

Se eles iam ou não se viciar é outra questão, mas caso inalasse, e se os efeitos como alucinações se manifestasse? Alucinações alteram sentidos das pessoas, podendo causar acidentes.

Eu citei hipótese, desconheço maconha inodora.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.218
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #303 Online: 15 de Julho de 2017, 23:42:14 »
Deve ser extremamente raro maconha causar alucinações, ainda mais em quantidades tão baixas. Nem sei se é cientificamente estabelecido causar esse efeito.

Químicas como remédios e drogas em alguns casos precisam de uma quantidade mínima para fazer algum efeito mensurável, não tendo uma fração de um comprimido o efeito fracional proporcional ao que teria o comprimido inteiro. Assim poderia ser que os efeitos mentais/cognitivos fossem "nenhum", tal como provavelmente é com nicotina se segunda mão.

Já havendo algum efeito, então o mais lógico é que seria não o efeito mais extremo, talvez mal considerado como realmente catalogado (alucinações), mas só uma fração do efeito de "alegrar" a pessoa um pouco, e talvez um pouco mais de fome.


http://www.hopkinsmedicine.org/news/media/releases/extreme_exposure_to_secondhand_cannabis_smoke_causes_mild_intoxication

https://www.drugabuse.gov/publications/marijuana/what-are-effects-secondhand-exposure-to-marijuana-smoke

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4342697/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4747424/


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.149
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #304 Online: 02 de Agosto de 2017, 14:28:02 »
7/10/2015 11:33:09

Tribo indígena vai inaugurar resort dedicado ao consumo de maconha

Segundo grupo, clientes poderão consumir até 60 tipos de cannabis 'de alta qualidade, livres de poluentes e orgânicos'

O DIA

Estados Unidos - Uma tribo indígena vai inaugurar um resort dedicado ao consumidores de maconha em sua reserva, na Dakota do Sul, nos Estados Unidos, onde diversos estados já aprovaram a legalização da cannabis. Os Santee Sioux irão oferecer até 60 variedades de cannabis "de alta qualidade, livres de poluentes e orgânicos" cultivadas na própria terra.

Em menos de uma semana desde o anúncio, os Santee Sioux disseram já ter recebido a confirmação de 100 pessoas à inauguração do complexo, prevista para a noite de ano novo.

Os indígenas já possuem um cassino, um hotel de 120 quartos e um rancho com mais de 240 bisontes em suas terras. A ideia é que os hópedes possam transitar entre as instalações.


Tribo indígena Santee Sioux já possui hotel em sua reserva e vai ampliar negócios com plantio de maconha

Foto: Divulgação

"Quando estiver pronto, este projeto de desenvolvimento econômico ajudará a criar muitos empregos adicionais e aumentará a estabilidade econômica da tribo e de seus membros", disse à "CNN" o presidente da tribo, Anthony Reider.

Segundo Anthony, os clientes a ideia é que o espaço seja um complexo recreativo que vai contar com bar, restaurante, fliperamas e 10 pistas de boliche. Os hóspedes poderão usufruir das instalações enquanto compram e fumam maconha em público sem problema — em outros estados só é permitido o consumo em espaços privados.

Nos EUA, as reservar indígenas têm direito às próprias leis, então apesar de a Dakota do Sul não ter aprovado o uso recreativo da maconha, não haverá problemas com o resort. Entre os estados que aprovaram o uso recreativo da erva estão Colorado, Washington, Oregon e Alasca.

Desde que os eleitores do Colorado e do estado de Washington aprovaram a legalização da cannabis recreativa, em novembro de 2012, as pesquisas de opinião revelaram que a sociedade americana está cada vez mais aberta à regularização da substância psicotrópica.


http://odia.ig.com.br/noticia/mundoeciencia/2015-10-07/tribo-indigena-vai-inaugurar-resort-dedicado-ao-consumo-de-maconha.html


« Última modificação: 02 de Agosto de 2017, 14:40:47 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.149
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #305 Online: 02 de Agosto de 2017, 14:29:58 »
Jornal Pequeno - O órgão das multidões

  Agência Falange

Edição 25,056 - Índice Geral

Ano 63 – quarta-feira, 18 de março de 2015

Polícia Publicado em: 18/03/2015

PF destrói plantações de maconha em terras indígenas e na Reserva do Gurupi

Policial federal observa parte da maconha ser incinerada|Divulgação/PF


A Polícia Federal no Maranhão, em conjunto com o Ibama, concluiu na segunda-feira (16) uma ação para erradicação de plantações de maconha que foram localizadas no noroeste do estado. Na operação, foram erradicados mais de 62 mil pés da droga, que teriam capacidade para produzir aproximadamente 16 toneladas da erva. Também foram destruídos mais de 140 quilos de maconha que já havia sido colhida.

Segundo informações da Polícia Federal, num primeiro momento as equipes da PF e do Ibama se deslocaram para a região que compreende a Reserva Biológica do Gurupi, as terras indígenas Alto Turiaçu e Caru, objetivando realizar ação de fiscalização e combate à extração ilegal de madeira. Ao sobrevoar os locais, entre os dias 7 e 8, deste mês, foram localizadas plantações de maconha, e imediatamente iniciada a operação para erradicação da droga.

Junto às plantações, segundo os policiais, foram localizados acampamentos para onde a droga colhida era levada e armazenada. Os acampamentos já estavam vazios quando as equipes policiais chegaram, e não houve prisões até o momento.

A PF informou que foi aberto inquérito policial com o objetivo de identificar os responsáveis pelas plantações, que poderão responder pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, com penas de até quinze anos de reclusão.

Participaram da ação policiais federais do Grupo Tático, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes e da Delegacia de Combate a Crimes Contra o Meio Ambiente. A operação também contou com o apoio de servidores e de dois helicópteros do Ibama.


https://edicao.jornalpequeno.com.br/impresso/2015/03/18/pf-destroi-plantacoes-de-maconha-em-terras-indigenas-e-na-reserva-do-gurupi/



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.149
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #306 Online: 02 de Agosto de 2017, 14:36:35 »


Nos Estados Unidos os índios podem ter sua própria renda oferecendo serviços de jogos e  venda de substâncias com THC.  Já no Brasil  o Estado aparece para destruir uma fonte de renda para os índios. Parece que o melhor é que sejam dependentes da Funai.


 

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.218
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #307 Online: 02 de Agosto de 2017, 15:10:56 »
Não sei se jogos contam muito como uma renda "para os índios". Mais para os indivíduos donos dos cassinos, e, em grau muito menor, a um número não muito grande de empregados. Mas não é um setor produtivo, essencialmente subsistem de tirar dinheiro dos aposentados e pobres.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.149
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #308 Online: 02 de Agosto de 2017, 15:14:22 »
Um pouco de história:

A história da maconha no Brasil

The history of marihuana in Brazil

Recebido
23-11-06
Aprovado
23-12-06
Elisaldo Araújo Carlini

Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID); Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Correspondência para
Rua Botucatu, 862 – 1º andar do ECB – Vila Clementino –04023-062 – São Paulo-SP – Tel.: (55) (11) 2149-0155
– Fax: (55) (11) 5084-2793 – e-mail: carlini@psicobio.epm.br

Elisaldo Araújo Carlini

http://www.scielo.br/pdf/jbpsiq/v55n4/a08v55n4.pdf

RESUMO

A história da maconha no Brasil tem seu início com a própria descoberta do país. A maconha é uma planta exótica, ou seja, não é natural do Brasil. Foi trazida para cá pelos escravos negros, daí a sua denominação de fumo-de-Angola. O seu uso disseminou-se rapidamente entre os negros escravos e nossos índios, que passaram a cultivá-la. Séculos mais tarde, com a popularização da planta entre intelectuais franceses e médicos ingleses do exército imperial na Índia, ela passou a ser considerada em nosso meio um excelente medicamento indicado para muitos males. A demonização da maconha no Brasil iniciou-se na década de 1920 e, na II Conferência Internacional do Ópio, em 1924, em Genebra, o delegado brasileiro Dr. Pernambuco afirmou para as delegações de 45 outros países: "a maconha é mais perigosa que o ópio". Apesar das tentativas anteriores, no século XIX e princípios do século XX, a perseguição policial aos usuários de maconha somente se fez constante e enérgica a partir da década de 1930, possivelmente como resultante da decisão da II Conferência Internacional do Ópio. O primeiro levantamento domiciliar brasileiro sobre consumo de psicotrópicos, realizado em 2001, mostrou que 6,7% da população consultada já havia experimentado maconha pelo menos uma vez na vida (lifetime use), o que significa dizer que alguns milhões de brasileiros poderiam ser acusados e condenados à prisão por tal ofensa à presente lei. No presente, um projeto de lei foi aprovado no Congresso Nacional propondo a transformação da pena de reclusão por uso/posse de drogas (inclusive maconha) em medidas administrativas.

Palavras-chave: maconha, proibição, uso medicinal, delta-9-THC.

Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.562
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #309 Online: 02 de Agosto de 2017, 22:09:28 »


Nos Estados Unidos os índios podem ter sua própria renda oferecendo serviços de jogos e  venda de substâncias com THC.  Já no Brasil  o Estado aparece para destruir uma fonte de renda para os índios. Parece que o melhor é que sejam dependentes da Funai.

Nos EUA também tem indios que reclamam de oleoduto que Trump cia queriam implantar. E por esse mesmo motivo nos EUA também tem quem critique indios que em vez de criarem universidades preferem ganhar dinheiro com cassinos, etc.

Por que sempre essa mania de comparar Brasil com EUA só porque esse é um país desenvolvido e acham que tudo de lá (pelo menos a parte que convém) serve ou se adapta a realidade do Brasil.



Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #310 Online: 03 de Agosto de 2017, 09:49:30 »
Seguindo o exemplo dos EUA e adaptando à nossa realidade, no Brasil poderiam legalizar o jogo do bicho desde que feito pelos índios. Afinal, índio mora na floresta, tudo a ver com bichos. E aproveitando para tirar alguns bichos estrangeiros e colocar um similar nacional, por exemplo, trocando a águia pelo urubu.

Aí sim daria certo.
"Deus prefere os ateus"

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.218
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #311 Online: 05 de Agosto de 2017, 15:20:55 »
<a href="https://www.youtube.com/v/Fk4C_2f71PA" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/Fk4C_2f71PA</a>

Entrevista com um xerife americano de posição moderadamente pró-liberalização ou legalização



Citar
<a href="https://www.youtube.com/v/ATaSk7NzXLc" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/ATaSk7NzXLc</a>

Substance abuse and addiction are terrible for addicts health, and they're really tough on family and friends. Addiction also drives up the violent crime rate, and the rate of property crime. This week on Healthcare Triage, Aaron Carroll is looking at research on how diverting addicts to treatment programs has a positive effect on crime rates.

Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.562
  • Sexo: Masculino

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.358
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #313 Online: 30 de Outubro de 2017, 15:07:44 »

Por que o Brasil escapou ileso da droga que virou epidemia nos EUA e na Europa

https://www.terra.com.br/noticias/brasil/por-que-o-brasil-escapou-ileso-da-droga-que-virou-epidemia-nos-eua-e-na-europa,1b40501a29b7e0ad80a67d8fbcd372b521vhrbdi.html



Porque a fonte está longe, e cocaína está perto. Lógica comercial. Porque frutas tropicais são caras em países temperados e as castanhas são caras em países tropicais?

Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.562
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #314 Online: 01 de Novembro de 2017, 21:40:56 »

Quem é a família de bilionários acusada de se beneficiar da crise de drogas nos EUA

http://www.bbc.com/portuguese/internacional-41816428

O comércio e marketing do OxyContin gerou um aumento nas prescrições de opióides nos Estados Unidos e pode estar na origem da epidemia de dependência

Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.562
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #315 Online: 14 de Novembro de 2017, 22:39:40 »

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #316 Online: 15 de Novembro de 2017, 13:05:13 »

Legalização da maconha não diminuiu tráfico no Uruguai

https://g1.globo.com/mundo/noticia/legalizacao-da-maconha-nao-diminuiu-trafico-no-uruguai.ghtml


O que deu errado com a legalização no Uruguai?

http://maryjuana.com.br/2017/04/o-que-deu-errado-com-a-legalizacao-no-uruguai


O erro pelos textos não foi a liberação, mas a centralização na mão do Estado. O que é perfeitamente previsível. Pra quê centralizar no Estado? Por que não liberar para quem quiser produzir, vender, ou então através de empresas, como no caso do álcool e do cigarro?
"Deus prefere os ateus"

Offline Gauss

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.668
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #317 Online: 15 de Novembro de 2017, 15:55:30 »
O erro pelos textos não foi a liberação, mas a centralização na mão do Estado. O que é perfeitamente previsível. Pra quê centralizar no Estado? Por que não liberar para quem quiser produzir, vender, ou então através de empresas, como no caso do álcool e do cigarro?
Eu e o finado forista Libertário (o que aconteceu com ele?) avisamos neste fórum ano passado...
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.655
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #318 Online: 15 de Novembro de 2017, 22:16:10 »
O erro pelos textos não foi a liberação, mas a centralização na mão do Estado. O que é perfeitamente previsível. Pra quê centralizar no Estado? Por que não liberar para quem quiser produzir, vender, ou então através de empresas, como no caso do álcool e do cigarro?
Eu e o finado forista Libertário (o que aconteceu com ele?) avisamos neste fórum ano passado...

Ele parece ter se cansado de discutir aqui porque as pessoas se recusavam a aceitar 100% do que ele defendia, e ele não tinha muita paciência de explicar as coisas.

Mas eu devo muito aos textos que ele colou aqui pelo meu aprendizado sobre liberalismo.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.345
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #319 Online: 16 de Novembro de 2017, 01:50:00 »
Certa vez comentei em algum tópico relacionado a drogas que esse negócio de liberar não acabaria com o tráfico e muito menos diminuiria o número de usuários.

Eu comentei que na escola onde eu estudava distribuíam drogas de graça e eu, mesmo com 14 anos na época,  já sabia que era um  modo de produzir viciados.

"É mito, isso não existe, é evidência anedótica"

Bom, aqui está uma matéria de jornal sobre uma viciada assassinada em uma chacina, antes de morrer ela escreveu uma carta para uma pessoa que pediu ajuda e cuja filha estava começando a se envolver com drogas.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/11/1935211-jovem-de-classe-media-se-envolve-com-drogas-sai-de-casa-e-morre-em-chacina.shtml

Citar
Os primeiros contatos com as drogas teriam ocorrido no ensino médio
...

...ela relatou que a dependência se agravou aos poucos e alertou à tática a qual sucumbiu:

1)Acesso fácil a drogas de graça.

2)Vício consolidado e o custo das drogas, agora pagas.

3) Dívida impossível de ser paga.

Esse negócio de legalizar, tornar o acesso mais facil e baixar preços só serve para facilitar a vida dos traficantes.

Como eu sempre digo , se legalizar resolvesse o problema eu não encontraria uma barraca de cd pirata em cada esquina competindo com os legalizados que custam dez vezes o preço.

Offline Gauss

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.668
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #320 Online: 16 de Novembro de 2017, 12:42:04 »
O erro pelos textos não foi a liberação, mas a centralização na mão do Estado. O que é perfeitamente previsível. Pra quê centralizar no Estado? Por que não liberar para quem quiser produzir, vender, ou então através de empresas, como no caso do álcool e do cigarro?
Eu e o finado forista Libertário (o que aconteceu com ele?) avisamos neste fórum ano passado...

Ele parece ter se cansado de discutir aqui porque as pessoas se recusavam a aceitar 100% do que ele defendia, e ele não tinha muita paciência de explicar as coisas.
Tipo defender o direito de dirigir embriagado, né? Verdade, imaginei.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #321 Online: 16 de Novembro de 2017, 14:56:57 »
O erro pelos textos não foi a liberação, mas a centralização na mão do Estado. O que é perfeitamente previsível. Pra quê centralizar no Estado? Por que não liberar para quem quiser produzir, vender, ou então através de empresas, como no caso do álcool e do cigarro?
Eu e o finado forista Libertário (o que aconteceu com ele?) avisamos neste fórum ano passado...

Ele parece ter se cansado de discutir aqui porque as pessoas se recusavam a aceitar 100% do que ele defendia, e ele não tinha muita paciência de explicar as coisas.
Tipo defender o direito de dirigir embriagado, né? Verdade, imaginei.

Ele já foi e voltou algumas vezes, talvez retorne.
"Deus prefere os ateus"

Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.562
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #322 Online: 18 de Novembro de 2017, 18:12:17 »

Legalização da maconha não diminuiu tráfico no Uruguai

https://g1.globo.com/mundo/noticia/legalizacao-da-maconha-nao-diminuiu-trafico-no-uruguai.ghtml


O que deu errado com a legalização no Uruguai?

http://maryjuana.com.br/2017/04/o-que-deu-errado-com-a-legalizacao-no-uruguai


O erro pelos textos não foi a liberação, mas a centralização na mão do Estado. O que é perfeitamente previsível. Pra quê centralizar no Estado? Por que não liberar para quem quiser produzir, vender, ou então através de empresas, como no caso do álcool e do cigarro?

O tráfico de drogas que acontece aqui é anarco-capitalista, o estado não tem controle sobre preços, taxação, etc.
Traficantes agem de forma soberana sobre o mercado dele, mesmo quando polícia faz apreensão não acabando com o tráfico de vez, limitado só pelos concorrentes (outros traficantes) até mesmo na bala. 

O problema aqui é de saúde pública, e não se o estado "controla", finge que controla ou liberou geral.

Vício não é controlado pelo estado nem pela própria pessoa.
Na dúvida, melhor não entrar nas drogas. Nisso minha opinião não mudou.






Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.562
  • Sexo: Masculino
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #323 Online: 08 de Janeiro de 2018, 21:18:18 »


OS EFEITOS PREJUDICIAIS DA MACONHA

http://www.mundosemdrogas.org.br/drugfacts/marijuana/the-harmful-effects.html

Os efeitos imediatos de usar maconha incluem: aceleração dos batimentos cardíacos, desorientação e falta de coordenação motora, frequentemente seguidos por depressão ou sonolência. Alguns usuários sofrem de ataques de pânico ou ansiedade.

Mas o problema não acaba aqui. De acordo com estudos científicos o ingrediente ativo na cannabis, o THC, permanece no corpo por semanas ou ainda mais.

A fumaça da maconha contém 50% a 70% mais substâncias cancerígenas do que a fumaça do tabaco. Uma ampla pesquisa relatou que um único baseado poderia causar tanto dano aos pulmões quanto 5 cigarros comuns fumados um atrás do outro. Fumantes crônicos de maconha frequentemente sofrem de bronquite, uma inflamação do trato respiratório.

A droga pode afetar mais do que a sua saúde física. Estudos na Austrália em 2008 associaram os anos de uso intenso de maconha a anomalias no cérebro. Isso é respaldado por uma pesquisa anterior sobre os efeitos a longo prazo da maconha, que indica que as mudanças no cérebro são similares às causadas pelo uso de longo prazo de outras drogas pesadas. Além disso, muitos estudos têm mostrado a ligação entre o uso continuado de maconha e a psicose.


A maconha muda a estrutura das células do esperma, deixando-as deformadas. Dessa forma, até mesmo pequenas quantidades de maconha podem causar esterilidade temporária nos homens. O uso de maconha pode desregular o ciclo menstrual de uma mulher.

Estudos revelam que as funções mentais das pessoas que fumaram muita maconha tendem a ser reduzidas. O THC na cannabis corrompe as células nervosas no cérebro afetando a memória.

A cannabis é uma das poucas drogas que causam a divisão anormal das células, o que conduz a defeitos hereditários graves. Uma mulher grávida que fume maconha ou haxixe regularmente pode dar à luz um bebê prematuro, de baixa estatura e abaixo do peso. Nos últimos 10 anos, muitos filhos de usuários de maconha nasceram com iniciativa reduzida, pouca capacidade de concentração e menor capacidade de alcançar os objetivos da vida. Estudos sugerem também que o uso pré-natal da droga pode resultar em nascimentos defeituosos, anormalidades mentais e aumento do risco de leucemia1 nas crianças.

Offline Gauss

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.668
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Se esses 4 motivos não te convencerem quão estúpida é a guerra às drogas...
« Resposta #324 Online: 08 de Janeiro de 2018, 21:53:59 »


OS EFEITOS PREJUDICIAIS DA MACONHA

http://www.mundosemdrogas.org.br/drugfacts/marijuana/the-harmful-effects.html

Os efeitos imediatos de usar maconha incluem: aceleração dos batimentos cardíacos, desorientação e falta de coordenação motora, frequentemente seguidos por depressão ou sonolência. Alguns usuários sofrem de ataques de pânico ou ansiedade.
[...]
Efeitos semelhantes ao álcool.

Citar
Dependendo da quantidade ingerida e da condição física do indivíduo, os efeitos imediatos do álcool no organismo podem ser:

Fala arrastada, sonolência, vômitos,
Diarreia, azia e queimação no estômago,
Dor de cabeça, dificuldade para respirar,
Visão e audição alteradas,
Alteração na capacidade de raciocínio,
Falta de atenção, alteração na percepção e coordenação motora,
Blackout alcoólico que são falhas de memória em que o indivíduo não se consegue lembrar do que aconteceu enquanto estava sob a influência do álcool;
Perda de reflexos, perda de julgamento da realidade, coma alcoólico.
[...]
https://www.tuasaude.com/efeitos-do-alcool-no-organismo/
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!