Autor Tópico: O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri  (Lida 16411 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Pregador

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.053
  • Sexo: Masculino
  • "Veritas vos Liberabit".
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #325 Online: 10 de Março de 2019, 14:17:50 »
Outra solução mais bizarra é fechar a economia drasticamente e forçar a industrialização na marra, como fizemos aqui, desde Getulio até o fim do governo militar. Mas isso vai fazer o povo sofrer muito com a defasagem tecnógica num mundo conectado como o de hoje.
"O crime é contagioso. Se o governo quebra a lei, o povo passa a menosprezar a lei". (Lois D. Brandeis).

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #326 Online: 10 de Março de 2019, 14:25:11 »
Outra solução mais bizarra é fechar a economia drasticamente e forçar a industrialização na marra, como fizemos aqui, desde Getulio até o fim do governo militar. Mas isso vai fazer o povo sofrer muito com a defasagem tecnológica num mundo conectado como o de hoje.


Para industrializar é necessário, entre outras coisas, vários tipos de bens de capital, e como eles certamente pouco produzem bens de capital eles teriam que importar, mas para importar uma grande quantidade de bens de capital são necessários muitos dólares, os quais eles não tem.  E também seria necessário que os argentinos tivessem renda suficiente para consumir os bens (mais caros ) que seriam produzidos internamente,  mas se estão em crise isso já significa que o povo está sem a renda necessária para tal. 



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #327 Online: 10 de Março de 2019, 14:27:50 »


Quando o Estado é o grande causador de problemas econômicos não haverá uma saída eficaz se não for atacado este grande causador.



Offline Peter Joseph

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.114
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #328 Online: 10 de Março de 2019, 15:12:53 »


A Argentina é um país com alto grau de estatização na economia,  não é a toa que  está  com problemas  econômicos tão sérios.

 :biglol:

https://www.facebook.com/2009881949291424/posts/2280252275587722/
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Offline Euler1707

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.035
  • Sexo: Masculino
  • não há texto pessoal
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #329 Online: 10 de Março de 2019, 15:58:14 »


A Argentina é um país com alto grau de estatização na economia,  não é a toa que  está  com problemas  econômicos tão sérios.

 :biglol:

https://www.facebook.com/2009881949291424/posts/2280252275587722/

Na tabela acima não consta a Venezuela, embora o estudo conte como estatizados aqueles serviços públicos que antes eram conssessão do estado. Se, no entanto, o estudo contasse como estatizados aqueles serviços que antes eram de prerrogativa privada, o sonho de todo socialista como o Peter Joseph, a Venezuela constaria no topo da lista com 3/4 das 526 empresas, que dá 394 empresas, que ou foram criadas, ou compradas, ou expropriadas durante os governos de Chavez e Maduro, para que o estado Venezuelano tomasse o monopólio de setores que eles considerassem estratégicos:

Citação de: Como Chávez e Maduro destruíram o setor privado na Venezuela
Atualmente, 526 empresas estão sob o controle do governo da Venezuela, quatro vezes mais do que o Brasil, que conta com 130, e dez vezes mais do que a Argentina, que tem 52. No ano passado, elas empregavam 440,7 mil pessoas ou 5,6% da população ocupada formalmente.

Três em cada quatro empresas estatais foram criadas, expropriadas ou confiscadas durante os governos de Hugo Chávez e Nicolás Maduro. "

"A política de estatização dos meios de produção foi apresentada no Plano de Desenvolvimento Econômico e Social da Nação 2007-2013, também conhecido como Primeiro Plano Socialista da Nação. Pretendeu-se dar uma base jurídica a este modelo, mas a proposta foi rejeitada em um referendo nacional em 2007. A prática acabou sendo imposta por leis, decretos e ações por parte do governo venezuelano. "

[...]

"Dados públicos mostram o impacto da desestruturação do setor produtivo. Segundo o Ministério da Alimentação, em 2005, 63,9% dos alimentos comprados pelo governo venezuelano eram de origem interna. Dez anos depois – último dado disponível – esse percentual tinha caído para 9,97%. Desde 2016, o aparato de produção e distribuição de alimentos está nas mãos do Ministério da Defesa. "

[...]

"Parte dessas empresas está sob o controle da PDVSA, a petrolífera venezuelana. Em 2000, ela tinha participação acionária em 17 empresas, não incluindo associações estratégicas. Quinze anos depois eram 114, das quais 42 se dedicam a atividades não petrolíferas. Além do petróleo, a empresa atua nos setores agroalimentar, transporte, comércio, construção e indústria.

À medida que a PDVSA passou a se dedicar também a outros setores, a produção de petróleo caiu. No ano passado, segundo a petrolífera britânica BP, a produção foi a menor desde 1989. Segundo o Petroguia, um site venezuelano em temas energéticos, a expectativa para este ano é de que a produção de petróleo caia para 800 mil barris diários, dos quais 300 mil são consumidos internamente e outros 500 mil são exportados para Rússia e China.

Em 2008, a PDVSA adquiriu a Lácteos Los Andes, que se dedicava à produção de leite e seus derivados, sucos e gelatinas.
Desde a aquisição, esteve vinculada a três ministérios. A alta direção foi trocada cinco vezes e, entre 2008 e 2016, mais do que duplicou o número de funcionários, passando de 3.144 a 6.735. A produção caiu 48% entre 2007 e 2015. "

[...]

fonte



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #330 Online: 10 de Março de 2019, 16:00:17 »

https://www.facebook.com/2009881949291424/posts/2280252275587722/


Talvez no caso de saneamento básico (que são o caso da maioria das reestatizações) a estatização funcione razoavelmente bem. Mas, isto não é verdade para a grande maioria da produção de bens e serviços. No geral a iniciativa privada, num ambiente de economia  livre e com concorrência, produz melhor e mais barato.


« Última modificação: 10 de Março de 2019, 16:03:01 por JJ »

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.519
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #331 Online: 10 de Março de 2019, 19:36:20 »
A coisa é simples, serviço público não gera riqueza. País que insiste em manter a área privada em função da pública tem sempre o mesmo destino.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #332 Online: 11 de Março de 2019, 07:48:45 »
A Argentina é um país com alto grau de estatização na economia,  não é a toa que  está  com problemas  econômicos tão sérios.

 :biglol:

https://www.facebook.com/2009881949291424/posts/2280252275587722/

Observem a sequência de fontes:

Veio do Facebook, que retirou do UOL e cuja base veio da TNI, uma ONG esquerdista com interesses diretos nisto, pois que assessora as recém prestadoras de serviços re estatizadas, trabalhando quase sempre com municípios, onde podem exercer uma maior influência.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #333 Online: 11 de Março de 2019, 09:01:20 »
Eis um exemplo de 'safadeza informativa' da TNI e propagada por incautos.


Citação de: Relatório da TNI
[...]
Da ilha de Kauai a Boulder, Estados Unidos da América

As desprivatizações puseram a democracia energética em prática. Devido aos custos de importação de carvão, gás e outros recursos, a ilha havaiana de Kauai enfrentou pressões únicas para encontrar fontes de energia alternativas.

Em 2002, a Kauai Island Utility Cooperative (KIUC) adquiriu uma empresa de energia/telecomunicações privada sediada no Connecticut que estava a vender o seu negócio de eletricidade para se concentrar nas telecomunicações.

A KIUC tornou-se assim a primeira cooperativa de geração, transmissão e distribuição de energia sem fins lucrativos do estado, detida e controlada pelos membros a quem serve.

Esta companhia de titularidade local e controlo democrático presta serviços de eletricidade fiáveis e de baixo custo, tendo o objetivo de se basear a 50% em energias renováveis até 2023. Em 2016, a KIUC já atingira a marca de 38% de energias renováveis.

Fonte

Eis uma síntese histórica obtida da compilação da Wikipedia e do site da KIUC:

Citar
O fornecimento de energia na ilha de Kauai (no estado insular do Hawaí) era feito pela Kauaʻi Electric desde 1905, uma divisão da Citizens Utilities Company e que foi adquirida por uma cooperativa, a Kauaʻi Island Utility Cooperative, em 2002.

Quase toda a energia era derivada de hidroeletricidade da usina instalada no rio Wainiha, ou seja, razoavelmente 'limpa'. Com o aumento da demanda por causa do crescimento populacional e da atividade econômica, a partir de 1966, a ilha começou a usar, de forma crescente, o carvão e o óleo diesel.

Quando foi adquirida, em 2002, a Kauaʻi Electric já havia começado a ampliar a sua matriz energética, com solar e a biomassa.

Fonte 1: https://en.wikipedia.org/wiki/Kaua%CA%BBi_Island_Utility_Cooperative

Fonte 2: http://website.kiuc.coop/renewables

Onde está a 'safadeza informativa'?

1) A empresa privada Kauaʻi Electric não foi estatizada. Ela foi adquirida por cidadãos que formaram uma cooperativa de geração e distribuição de energia, em que há a participação orgânica de empresas privadas, incluindo o planejamento e a produção, e a parceria com outras.

Eis dois exemplos:

https://aesdistributedenergy.com/

https://www.greenenergykauai.com/


2) Os donos da Kauaʻi Electric estavam mudando o foco de negócios, abandonando a área de produção de energia e reforçando a área de telecomunicações. Não houve má-fé e sim mudança de prioridade, sendo que o tipo da ação implementada é comum no ambiente empresarial e social do EUA.
Foto USGS

Offline Peter Joseph

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.114
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #334 Online: 16 de Abril de 2019, 09:28:22 »
States, Trump, CIA, Estado Profundo, alguém... invadam a Argentina do Macri Neoliberal, argentinos morrendo de fome!!!

E olha que não teve embargo, nem guerra não convencional  :o

Citar
Miséria cresce sob Macri e quase uma a cada três pessoas é pobre na Argentina

https://www.brasildefato.com.br/2019/04/09/miseria-cresce-sob-macri-e-quase-uma-a-cada-tres-pessoas-e-pobre-na-argentina/
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Offline Zero

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 464
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #335 Online: 16 de Abril de 2019, 12:58:51 »
States, Trump, CIA, Estado Profundo, alguém... invadam a Argentina do Macri Neoliberal, argentinos morrendo de fome!!!

E olha que não teve embargo, nem guerra não convencional  :o

Citar
Miséria cresce sob Macri e quase uma a cada três pessoas é pobre na Argentina

https://www.brasildefato.com.br/2019/04/09/miseria-cresce-sob-macri-e-quase-uma-a-cada-tres-pessoas-e-pobre-na-argentina/

Houve incompetência mesmo.

Vamos ignorar os fatos pré Macri, as imbecilidades que ele fez que não tem haver com o "Neoliberalismo" e vamos culpar as mínimas atitudes que podem ser consideradas liberais como causadoras de todo o mal.
“A menor minoria na Terra é o indivíduo. Aqueles que negam os direitos individuais não podem se dizer defensores das minorias.” - Ayn Rand

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.491
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #336 Online: 16 de Abril de 2019, 17:59:05 »
E claro, colocar a culpa da situação incomparavelmente pior da Venezuela em sanções eestaduunidenses que praticamente nunca existiram ou só atingiram cúpula do governo.





A coisa é simples, serviço público não gera riqueza. País que insiste em manter a área privada em função da pública tem sempre o mesmo destino.

A iniciativa privada é em larga escala serviço público e propriedade pública (negociada no mercado de ações).

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.479
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #337 Online: 16 de Abril de 2019, 18:24:09 »
States, Trump, CIA, Estado Profundo, alguém... invadam a Argentina do Macri Neoliberal, argentinos morrendo de fome!!!

E olha que não teve embargo, nem guerra não convencional  :o

Citar
Miséria cresce sob Macri e quase uma a cada três pessoas é pobre na Argentina

https://www.brasildefato.com.br/2019/04/09/miseria-cresce-sob-macri-e-quase-uma-a-cada-tres-pessoas-e-pobre-na-argentina/


Macrito,   o  new  libeural,  está  sendo  um  new  fiasco na Argentina.


 :biglol:

A quase totalidade da crise argentina foi criada pela socialista Cristina Kirchner. Somente socialistas não reconhecem isso. Portanto, percebe-se claramente o embuste de usar contiguidades temporais para apontar relação de causalidade.



Mas, cadê  a  capacidade  e  a  competência   do   new   libeural  Macri  para consertar os erros e colocar a argentina no caminho do progresso ?




Como eu já disse implicitamente lá atrás, Macri é um governo social democrata.


A Noruega e a Suécia são  sociais democracias.  Qual o problema em ser um social democrata e com as sociais  democracias ? Quais os grandes problemas das sociais democracias Noruega e Suécia ?




A social democracia pode ser insuficiente para reverter um prévio estrago socialista. Por causa da inércia dos problemas macroeconômicos, isso pode requerer uma sobrecompensação maior do que um ajuste (fiscal*) gradual ou social democrata.

*P.S.: Pequeno acréscimo que fiz ao post antigo.
« Última modificação: 16 de Abril de 2019, 18:29:52 por -Huxley- »

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.519
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #338 Online: 16 de Abril de 2019, 19:10:28 »
E claro, colocar a culpa da situação incomparavelmente pior da Venezuela em sanções eestaduunidenses que praticamente nunca existiram ou só atingiram cúpula do governo.





A coisa é simples, serviço público não gera riqueza. País que insiste em manter a área privada em função da pública tem sempre o mesmo destino.

A iniciativa privada é em larga escala serviço público e propriedade pública (negociada no mercado de ações).
E o dinheiro público na verdade é uma concessão do indivíduo enquanto privado... É, belíssima epifania.
« Última modificação: 16 de Abril de 2019, 19:15:27 por Sergiomgbr »
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Zero

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 464
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #339 Online: 17 de Abril de 2019, 12:27:32 »
Macri, o liberal que congela preços

https://www.oantagonista.com/mundo/macri-o-liberal-que-congela-precos/

Parece que não aprendem com o passado.
“A menor minoria na Terra é o indivíduo. Aqueles que negam os direitos individuais não podem se dizer defensores das minorias.” - Ayn Rand

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.922
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #340 Online: 17 de Abril de 2019, 16:33:58 »
Macri, o liberal que congela preços

https://www.oantagonista.com/mundo/macri-o-liberal-que-congela-precos/

Parece que não aprendem com o passado.


Como esse post contrasta com os posts do início desse tópico...

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #341 Online: 17 de Abril de 2019, 16:41:55 »
States, Trump, CIA, Estado Profundo, alguém... invadam a Argentina do Macri Neoliberal, argentinos morrendo de fome!!!

E olha que não teve embargo, nem guerra não convencional  :o

Citar
Miséria cresce sob Macri e quase uma a cada três pessoas é pobre na Argentina

https://www.brasildefato.com.br/2019/04/09/miseria-cresce-sob-macri-e-quase-uma-a-cada-tres-pessoas-e-pobre-na-argentina/

Sem menosprezar os erros administrativos do Macri, incluindo o mais recente de querer um 'congelamento' de preços dos produtos ditos básicos, vale ressaltar a sordidez dos esquerdopatas do link supra.

Eles "ignoram" que a situação econômica da Argentina estava muito pior antes do Macri, já caminhando para um início de hiperinflação e com manipulação ostensiva dos índices econômicos por parte do casal Kirchner, em que passaram 12 anos destruindo toda a economia da Argentina, sem contar com o enriquecimento ilícito dos dois.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #342 Online: 17 de Abril de 2019, 16:43:14 »
Macri, o liberal que congela preços

https://www.oantagonista.com/mundo/macri-o-liberal-que-congela-precos/

Parece que não aprendem com o passado.


Como esse post contrasta com os posts do início desse tópico...

Porquê?

Ele voltou a usar avião próprio?
Foto USGS

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.922
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #343 Online: 17 de Abril de 2019, 16:52:23 »
Macri, o liberal que congela preços

https://www.oantagonista.com/mundo/macri-o-liberal-que-congela-precos/

Parece que não aprendem com o passado.


Como esse post contrasta com os posts do início desse tópico...

Porquê?

Ele voltou a usar avião próprio?

Porque antes era o "superliberal" salvador da Argentina, agora é o liberal esculachado.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #344 Online: 17 de Abril de 2019, 16:53:12 »
Eis um exemplo de 'safadeza informativa' da TNI e propagada por incautos.


Citação de: Relatório da TNI
[...]
Da ilha de Kauai a Boulder, Estados Unidos da América

As desprivatizações puseram a democracia energética em prática. Devido aos custos de importação de carvão, gás e outros recursos, a ilha havaiana de Kauai enfrentou pressões únicas para encontrar fontes de energia alternativas.

Em 2002, a Kauai Island Utility Cooperative (KIUC) adquiriu uma empresa de energia/telecomunicações privada sediada no Connecticut que estava a vender o seu negócio de eletricidade para se concentrar nas telecomunicações.

A KIUC tornou-se assim a primeira cooperativa de geração, transmissão e distribuição de energia sem fins lucrativos do estado, detida e controlada pelos membros a quem serve.

Esta companhia de titularidade local e controlo democrático presta serviços de eletricidade fiáveis e de baixo custo, tendo o objetivo de se basear a 50% em energias renováveis até 2023. Em 2016, a KIUC já atingira a marca de 38% de energias renováveis.

Fonte

Eis uma síntese histórica obtida da compilação da Wikipedia e do site da KIUC:

Citar
O fornecimento de energia na ilha de Kauai (no estado insular do Hawaí) era feito pela Kauaʻi Electric desde 1905, uma divisão da Citizens Utilities Company e que foi adquirida por uma cooperativa, a Kauaʻi Island Utility Cooperative, em 2002.

Quase toda a energia era derivada de hidroeletricidade da usina instalada no rio Wainiha, ou seja, razoavelmente 'limpa'. Com o aumento da demanda por causa do crescimento populacional e da atividade econômica, a partir de 1966, a ilha começou a usar, de forma crescente, o carvão e o óleo diesel.

Quando foi adquirida, em 2002, a Kauaʻi Electric já havia começado a ampliar a sua matriz energética, com solar e a biomassa.

Fonte 1: https://en.wikipedia.org/wiki/Kaua%CA%BBi_Island_Utility_Cooperative

Fonte 2: http://website.kiuc.coop/renewables

Onde está a 'safadeza informativa'?

1) A empresa privada Kauaʻi Electric não foi estatizada. Ela foi adquirida por cidadãos que formaram uma cooperativa de geração e distribuição de energia, em que há a participação orgânica de empresas privadas, incluindo o planejamento e a produção, e a parceria com outras.

Eis dois exemplos:

https://aesdistributedenergy.com/

https://www.greenenergykauai.com/


2) Os donos da Kauaʻi Electric estavam mudando o foco de negócios, abandonando a área de produção de energia e reforçando a área de telecomunicações. Não houve má-fé e sim mudança de prioridade, sendo que o tipo da ação implementada é comum no ambiente empresarial e social do EUA.


Interessante que esta postagem não teve nenhuma resposta dos esquerdistas, dos estatólatras e dos anti-capitalistas do fórum.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #345 Online: 17 de Abril de 2019, 16:53:53 »
Macri, o liberal que congela preços

https://www.oantagonista.com/mundo/macri-o-liberal-que-congela-precos/

Parece que não aprendem com o passado.


Como esse post contrasta com os posts do início desse tópico...

Porquê?

Ele voltou a usar avião próprio?

Porque antes era o "superliberal" salvador da Argentina, agora é o liberal esculachado.

A propaganda engana.

Vide os três meses do Bozo e os petistas por 13 anos.
Foto USGS

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.519
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #346 Online: 17 de Abril de 2019, 17:37:25 »
Mas com 3 meses já teria que ter acontecido o quê? Nem no governo em que aconteceu o New Deal resultados mais substanciais teriam sido obtidos em 3 ou mesmo 6 meses.
« Última modificação: 17 de Abril de 2019, 18:16:19 por Sergiomgbr »
Até onde eu sei eu não sei.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.922
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #347 Online: 17 de Abril de 2019, 17:51:28 »

Interessante que esta postagem não teve nenhuma resposta dos esquerdistas, dos estatólatras e dos anti-capitalistas do fórum.

Dos esquerdistas não tem mesmo, agora vamos ter que achar algum estatólatra e anticapitalista para ingressar no fórum, porque hoje em dia não consigo achar nenhum, ainda mais definidos por esses termos pejorativos.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #348 Online: 17 de Abril de 2019, 18:05:24 »
Interessante que esta postagem não teve nenhuma resposta dos esquerdistas, dos estatólatras e dos anti-capitalistas do fórum.

Dos esquerdistas não tem mesmo, agora vamos ter que achar algum estatólatra e anticapitalista para ingressar no fórum, porque hoje em dia não consigo achar nenhum, ainda mais definidos por esses termos pejorativos.

Não encontrou um anticapitalista no fórum? Busque por Peter Joseph.

Não encontrou nenhum estatólatra? Busque por Hugo. Ehhh... espere. Este não adianta buscar porque ele sumiu de vez, agora que as lorotas fantasiosas em que ele defendia sucumbiram diante da realidade.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:O novo estilo de governo na Argentina - Mauricio Macri
« Resposta #349 Online: 17 de Abril de 2019, 18:06:19 »
Mas com 3 meses já teria que ter acontecido o quê? Nem no governo em que aconteceu o New Deal resultados mais substanciais tetiam sido obtidos em 3 ou mesmo 6 meses.

Bastou a ingerência do Bozo na Petrobrás para desmanchar a fantasia da retórica.

Não precisa ter acontecido mais nada.
Foto USGS

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!