Autor Tópico: Comunismo: como funcionaria?  (Lida 25657 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.269
  • Sexo: Masculino
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #50 Online: 25 de Janeiro de 2016, 17:19:23 »
Você está falando do quase monopólio do Windows para pcs, um péssimo SO? Só reafirma o que de pior o capitalismo pode produzir.
O Windows só é um péssimo SO porque no mundo capitalista você teve condições de avaliar outros, de ter um parâmetro. Quantos SOs existiriam num mundo comunista? Aliás, quantos games?
Quantos espantalhos vocês são capazes de construir usando o comunismo como fundo?

Alguém me responda aqui, concentração de riqueza nas mãos de poucas pessoas, contra bilhões de outras, é bom para o capitalismo?

Para não chamar de falácia da bifurcação, respondo que se as outras bilhões de pessoas tiverem uma renda que lhes permitam ter uma vida digna, ainda que simples, é 'indiferente'. Se aquela concentração estiver inibindo o desenvolvimento do próprio capitalismo, a resposta é 'não'.


Monopólios são bons para o capitalismo?

No geral, não. Excepcionalmente, talvez.

Somente espero que o seu exemplo de monopólio não seja com o Windows/Microsoft, porque ele não é.


Reserva de mercado é bom para o capitalismo?

Certamente que não. Mas basta verificar que, na história, todos os exemplos de 'reserva de mercado' tem no estado o maior responsável.


A captura dos meios de produção intelectual por uma centena de pessoas, privando os outros bilhões, é boa para o capitalismo?

Como por exemplo?


A pobreza é boa para o capitalismo?

De maneira geral, não.


Sim Bill Gates é a pior distorção que o capitalismo pode produzir.

Maior que o Salinas do México; que o Batista no Brasil ou que os bilionários russos, quase todos ligados a algum tipo de esquema criminoso e mancomunados com o estado russo?
Foto USGS

Offline EuSouOqueSou

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.913
  • Sexo: Masculino
  • Question not thy god, for thy god doth not respond
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #51 Online: 25 de Janeiro de 2016, 17:40:24 »
Você está falando do quase monopólio do Windows para pcs, um péssimo SO? Só reafirma o que de pior o capitalismo pode produzir.

O Windows só é um péssimo SO porque no mundo capitalista você teve condições de avaliar outros, de ter um parâmetro. Quantos SOs existiriam num mundo comunista? Aliás, quantos games?

Quantos espantalhos vocês são capazes de construir usando o comunismo como fundo? Alguém me responda aqui, concentração de riqueza nas mãos de poucas pessoas, contra bilhões de outras, é bom para o capitalismo? Monopólios são bons para o capitalismo? Reserva de mercado é bom para o capitalismo? A captura dos meios de produção intelectual por uma centena de pessoas, privando os outros bilhões, é boa para o capitalismo? A pobreza é boa para o capitalismo?  Sim Bill Gates é a pior distorção que o capitalismo pode produzir.

E vc usar o Bill Gates como exemplo nao é espantalho? Ninguem está dizendo que ele foi santo, que ele fez as coisas da maneira correta, mas se ele tem milhoes hj, é pq as pessoas pagaram por algo que lhes era e é útil. Seus produtos tinham defeitos, sim tinham e tem, assim como qualquer outro produto no mundo. Mas no fim das contas, os benefícios foram bem maiores para cada usuário. E nada impediu que outros SOs fossem desenvolvidos.
Qualquer sistema de pensamento pode ser racional, pois basta que as suas conclusões não contrariem as suas premissas.

Mas isto não significa que este sistema de pensamento tenha correspondência com a realidade objetiva, sendo este o motivo pelo qual o conhecimento científico ser reconhecido como a única forma do homem estudar, explicar e compreender a Natureza.

Offline EuSouOqueSou

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.913
  • Sexo: Masculino
  • Question not thy god, for thy god doth not respond
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #52 Online: 25 de Janeiro de 2016, 17:47:05 »
O Geo já rebateu algumas perguntas, vou me ater a algumas:

A captura dos meios de produção intelectual por uma centena de pessoas, privando os outros bilhões, é boa para o capitalismo?

Como assim, está dizendo que alguém que estuda e desenvolve uma nova tecnologia nao tem direito de se beneficiar dela? O que impede os outros bilhoes de fazerem o mesmo?

Se estiver falando de roubo de capital intelectual, é pra isso que existe a justiça. Todos nós ja vimos centenas de casos de plágio por aí.


A pobreza é boa para o capitalismo?

O capitalismo gera pobreza?


Sim Bill Gates é a pior distorção que o capitalismo pode produzir.

To começando a achar que vc ta é com inveja :)
Qualquer sistema de pensamento pode ser racional, pois basta que as suas conclusões não contrariem as suas premissas.

Mas isto não significa que este sistema de pensamento tenha correspondência com a realidade objetiva, sendo este o motivo pelo qual o conhecimento científico ser reconhecido como a única forma do homem estudar, explicar e compreender a Natureza.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #53 Online: 25 de Janeiro de 2016, 18:01:45 »
Por falar nisso:

http://economia.uol.com.br/noticias/bbc/2015/01/19/riqueza-de-1-deve-ultrapassar-a-dos-outros-99-ate-2016-alerta-ong.htm

E?

Há 100 anos, quando o 1% da população detinha, digamos 30% (não sei quanto era e ainda duvido que o número atual daquela 'ong' esteja certo), a média da população vivia melhor ou pior do que hoje?

Qual era a expectativa de vida mundial em 1916?

Qual era o grau de acesso a serviços como água encanada, coleta de esgoto e eletricidade mundial em 1916?

Não tenho os números mas aposto que hoje, com toda a desigualdade e com toda a riqueza acumulada pelos 'super-capitalistas-rapineiros-malvadões-fodões', ela é muito menor do que em 2016. Com uma população que era menos que a metade da atual.

Além desse aspecto da qualidade de vida estar melhorando, a distribuição global de riquezas global também está. E, grossamente, mais rapidamente em economias mais livres, não nas que se aproximam mais de comunismo.









A realidade mostra que a ideologia comunista é o maior obstáculo à solução dos problemas sociais que as nações mais atrasadas enfrentam.

<a href="https://www.youtube.com/v/5JiYcV_mg6A" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/5JiYcV_mg6A</a>









Quantos espantalhos vocês são capazes de construir usando o comunismo como fundo?
Gostaria que sempre que as pessoas fizessem acusações de espantalho, as apontassem e demonstrassem quais são. Geralmente é mais uma forma de apelo a piedade.


Citar
Alguém me responda aqui, concentração de riqueza nas mãos de poucas pessoas, contra bilhões de outras, é bom para o capitalismo?

De modo geral não, mas isso é irrelevante, ninguém afirmou que isso fosse bom, e não é algo intrínseco ao capitalismo. Na verdade, parece que conforme há maior liberdade econômica, maior tende a ser a distribuição de riquezas. Cria-se menos obstáculos, impedimentos, para as pessoas investirem enriquecerem, e o governo tira uma fatia menor. O resultado tende a ser melhor para todos, especialmente quando o governo é incompetente, o que é algo ao qual tem uma certa tendência a ser, inerentemente, por seu financiamento vir dessa forma literalmente imposta nos impostos, alheia ao "sucesso" no mercado, às verdadeiras demanda. A democracia é uma tentativa pobre de aproximar o governo do estado ao mercado, mas ainda bem aquém disso.


Citar
Monopólios são bons para o capitalismo?

De modo geral não, mas uns argumentam que há exceções.

https://en.wikipedia.org/wiki/Natural_monopoly

Mais importante, as "alternativas" ao mercado não oferecem "menos monopólios", no bom sentido, mas aproximando a coisa de um único hiper-mega-monopólio, que é pior do que monopólios menores.

Citar
Reserva de mercado é bom para o capitalismo?

Também de modo geral não, com talvez exceções, como profissões cuja imperícia oferece risco extremo de externalidades ou mesmo "internalidades" catastróficas, como engenharia e medicina.


Citar
A captura dos meios de produção intelectual por uma centena de pessoas, privando os outros bilhões, é boa para o capitalismo?

Eu não consigo imaginar o que você está descrevendo. Quando é que o capitalismo "captura" os meios de produção intelectual e dá a uma centena de pessoas, privando a bilhões da capacidade de criar? Isso parece mágica, simplesmente.

Você pode pedir para qualquer pessoa que tiver um tempo livre, que ela poderá inventar qualquer coisa, ninguém pode efetivamente impedir as pessoas de criarem. O mais próximo disso seriam coisas análogas ao ponto anterior, da reserva de mercados, talvez deva ser legalmente impedido alguém de proclamar ter inventado uma "cura para o câncer", ou alguma forma "genial" de construir casas de baixa-renda, sem que isso passe por um crivo que não apenas "vamos deixar rolar para ver no que dá".

As limitações existentes serão apenas a capacidade da pessoa de criar, e as ferramentas que tiver a disposição.


Citar
A pobreza é boa para o capitalismo?
Não. E acho que ninguém disse isso. Era você que estava acusando aos outros de espantalho?


Citar
Sim Bill Gates é a pior distorção que o capitalismo pode produzir.

Bill Gates é apenas a "ponta da cauda" das possibilidades de sucesso, numa combinação excepcional de oportunidades e capacidades. E o seu sucesso é o de milhões de outras pessoas que, direta ou indiretamente, têm seu meio de vida graças aos seus empreendimentos. Mesmo sem contar a parte filantrópica. Com certeza seu papel pessoal é mais significativo no bem à sociedade do que o de muito político cultuado como salvador da pátria por aí, que só sucede em não atrapalhar demais aos que estão ganhando suas vidas, trabalhando e produzindo a riqueza e os empregos de verdade.



Ironicamente essa imagem é de alguém que está denunciando isso como vilania do Bill Gates.

Offline Luiz F.

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.735
  • Sexo: Masculino
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #54 Online: 25 de Janeiro de 2016, 18:43:16 »
Concordo com o Juca. Monopólios e reservas de mercado são ruins e atrapalham o desenvolvimento social de um país.

Vamos vender a Petrobrás e abrir o mercado brasileiro para a competição. :)
"Você realmente não entende algo se não consegue explicá-lo para sua avó."
Albert Einstein

Offline Feliperj

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.144
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #55 Online: 25 de Janeiro de 2016, 18:49:51 »
Quantos espantalhos vocês são capazes de construir usando o comunismo como fundo? Alguém me responda aqui, concentração de riqueza nas mãos de poucas pessoas, contra bilhões de outras, é bom para o capitalismo? Monopólios são bons para o capitalismo? Reserva de mercado é bom para o capitalismo? A captura dos meios de produção intelectual por uma centena de pessoas, privando os outros bilhões, é boa para o capitalismo? A pobreza é boa para o capitalismo?  Sim Bill Gates é a pior distorção que o capitalismo pode produzir.

Ola Juca,

1)Alguém me responda aqui, concentração de riqueza nas mãos de poucas pessoas, contra bilhões de outras, é bom para o capitalismo?

Se essas pessoas produziram produtos e serviços que resolveram problemas de bilhões de pessoas, sim é bom, aliás é uma consequência esperada! O sistema de livre iniciativa e mercado recompensa em função do valor gerado para uma determinada quantidade de pessoas.

A pergunta que deve se fazer é : com relação ao que o capitalismo é ou não preferível; um sistema que permite a concentração de riqueza é preferível a um que só distribui miséria e morte?

E outra coisa, o dinheiro que eles ganham não fica em baixo do colchão, vai para o sistema financeiro* e financia novos projetos, novos investimentos. O consumo de luxo desses 1% é que torna possível que muitas inovações, muitas coisas que só a elite consome possa atingir o cidadão médio ao longo do tempo.

*se o sistema financeiro/monetário atual é bom para o capitalismo, para a melhoria na condição de vida dos mais pobres, etc, é uma outra questão que, essa sim, acho que vale a pena a discussão, pois não é a toa que o desenvolvimento do sistema financeiro e monetário atual tenha sido acompanhado por um aumento na concentração de riqueza; nada a ver com os dados inventados e mal interpretados pelo Piketty

2) Monopólios são bons para o capitalismo?

Monopólios, ao contrário do que muitos afirmam, podem até ser bom para consumidores. A Standard Oil foi processada e repartida em várias empresas, acusada de vender a preços muito baixos. E outra, em um livre mercado (não no que se tem hoje, com o estado se metendo em tudo, até mesmo no que pode ou não ser ofertado em um restaurante), monopólios só sobrevivem se forem eficientes para servir os consumidores(o artigo abaixo tem exemplos disso).

a) Aqui um excelente artigo com dados históricos de diversos casos de monopólios nos EUA :

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=366

b) Esses aqui evidenciam como os governos é que sustentam monopólios e cartéis ineficientes :

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1057

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=980

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1876

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1647

c) Esse aqui trata sobre o mito do monopólio natural :

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1309

d) Aqui um capítulo inteiro sobre a questão de competição e monopólio :

http://www.mises.org.br/EbookChapter.aspx?id=472

e) E mais um artigo sobre monopólio :

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1603


3) Reserva de mercado é bom para o capitalismo?

Não. E só o Estado tem o poder de criar reserva de mercado!

4) A captura dos meios de produção intelectual por uma centena de pessoas, privando os outros bilhões, é boa para o capitalismo?

Não entendi. Pode refazer o questionamento? O que significa captura dos meios de produção intelectual?

5) A pobreza é boa para o capitalismo?

Como diz o Sowell, a pobreza é a condição histórica natural da humanidade. Devemos buscar entender o que nos faz gerar riqueza, produtividade e diminuir a pobreza.

O capitalismo é bom para a pobreza? A história da humanidade nos mostra, com dados objetivos (incluindo a diminuição de concentração de riqueza), que o melhor remédio contra a pobreza é o capitalismo! Não é perfeito, mas é o melhor! E ainda existe muita pobreza na Àfrica, na AL e Ásia pois muitos insistiram e insistem (no caso da África desde o término da colonização) em um modelo marxista de organização da produção.

Então, o Bill Gates, Steve Jobbs e outros são o que há de melhor no Capitalismo. Pessoas comuns, inovando, iniciando seus negócios em garagens, sem interferência do governo, literalmente CRIANDO UM MUNDO NOVO! Sem eles e os seus produtos, nossa produtividade seria muito, mas muito menor e seríamos muito mais pobres! Então é "JUSTO" que tenham BILHÕES, por mais inveja que isso possa causar!

Edit : acho que nesse video o Sowell fala sobre a pobreza


Abs
Felipe 

« Última modificação: 25 de Janeiro de 2016, 19:01:35 por Feliperj »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #56 Online: 25 de Janeiro de 2016, 19:21:59 »
"O Globo"  07/07/09

Citar
A tragédia dos comuns
JOÃO LUIZ MAUAD

Diversos condomínios têm utilizado uma fórmula bastante simples para economizar água: a instalação de medidores individuais nas respectivas unidades familiares, de forma que cada uma pague exatamente por aquilo que consumiu. O mais interessante quando se olham as estatísticas, porém, é observar que o gasto global tenha caído de modo consistente onde quer que a fórmula tenha sido implementada, e não apenas a conta individual de um ou outro condômino.

Este, sem dúvida, é um exemplo clássico de como se deve agir para escapar daquilo que se convencionou chamar de “Tragédia dos Comuns”, uma teoria do comportamento humano segundo a qual a maioria dos indivíduos, sempre que puder apropriar-se de partes de um bolo comum, sem importar-se com quanto contribuiu para a sua produção, será incentivada a fazer o mínimo possível em prol do bolo e dele retirar o máximo proveito.

Uma das primeiras colônias a instalarse na América do Norte — a Plymouth Colony, estabelecida no estado de Massachusetts, no ano de 1621— passou por uma experiência tão interessante quanto amarga, que demonstrou empiricamente algo que o filósofo Aristóteles já havia deduzido mais de dois mil anos antes: “Aquilo que é comum ao maior número despertará sobre si os menores cuidados.” Um contrato coletivo, assinado pelos imigrantes antes mesmo de sua chegada ao Novo Mundo, estabelecia um sistema no qual as propriedades seriam todas comuns. Além disso, toda a produção deveria ser entregue para armazenamento comunitário, do qual cada indivíduo receberia uma fração igual, não importando com quanto contribuísse.

Não por acaso, a produção em Plymouth naqueles primeiros anos era insuficiente até mesmo para as necessidades da própria gente. Faltava comida, embora sobrasse ócio e acomodação.

A insensatez coletivista levou rapidamente a economia da colônia à penúria.


Em 1623, apenas dois anos após a chegada dos primeiros Pilgrims, a fome já era desesperadora. William Bradford, que viria a ser governador da província algumas vezes, assim descreveu aquele triste momento da história americana em seu famoso diário: “Aquela experiência durou alguns anos... e bem evidencia a vilania desse conceito de Platão e outros patriarcas antigos, aplaudido por muitos ultimamente, segundo o qual se acabarmos com a propriedade, em prol da riqueza comum, isto fará a comunidade feliz e próspera... Para esta nossa comunidade (até onde aquilo poderia ser chamado de comunidade) o experimento causou muita confusão e descontentamento. Os homens...lamentavam ter que gastar seu tempo e esforços trabalhando para as mulheres e as crianças de outros homens, sem que obtivessem qualquer recompensa...”

Em pouco tempo, encurralada pelas terríveis circunstâncias, a liderança dos colonos resolveu abolir a estrutura socialista que engessava qualquer possibilidade de progresso, transferindo para cada família uma parcela das terras, e permitindo o usufruto de tudo quanto seu trabalho produzisse. A eliminação da propriedade comunal em favor da propriedade privada logo mudou o panorama.

Os colonos rapidamente começaram a produzir muito mais do que eles mesmos poderiam consumir. Não tardou para que o comércio também florescesse e os excedentes da produção fossem trocados com os índios, que lhes entregavam carnes de caça e peles, estas últimas exportadas com largas margens de lucro para a Europa.“ Esta decisão foi um grande sucesso, pois tornou todas as mãos diligentes e industriosas”, escreveria Bradford pouco tempo depois.

A história de Plymouth não causa qualquer surpresa a quem conhece um pouco a natureza humana. Quando as pessoas obtêm o mesmo retorno, não importa o esforço que precisem fazer, a maioria optará pelo empenho mínimo, basta olhar o desempenho de qualquer economia comunista.

Ademais, como bem resumiu John M. Keynes, “a relação entre cada homem e os frutos do seu trabalho é muito forte... ‘seu’ e ‘meu’ são expressões comuns em todas as línguas, familiares entre os selvagens e entendidas mesmo pelas crianças”.

A grande virtude da propriedade privada é justamente estabelecer a conexão entre esforços e ganhos, custos e benefícios, criando incentivos para que as pessoas produzam (ou economizem, como no caso do consumo de água) conforme as suas necessidades e ambições. Porém, o direito de propriedade é também, e acima de tudo, a melhor arma contra a barbárie, a garantia de que “o pão obtido com o suor do próprio rosto” não será tomado de ninguém arbitrariamente.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.269
  • Sexo: Masculino
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #57 Online: 25 de Janeiro de 2016, 19:28:06 »
Infelizmente não adianta mostrar isto para esquerdistas em geral, porque a maioria está eivada até a medula por seus 'dogmas econômico-sociais'.

Foto USGS

Offline Cumpadi

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.243
  • Sexo: Masculino
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #58 Online: 25 de Janeiro de 2016, 20:12:46 »
Concordo com o Juca. Monopólios e reservas de mercado são ruins e atrapalham o desenvolvimento social de um país.

Vamos vender a Petrobrás e abrir o mercado brasileiro para a competição. :)
Opa, pera, mas aí a reserva de mercado é boa. No final o dinheiro vai para as campanhas eleitorais do PT e este por sua vez aprova medidas para taxar milionários (menos o Eike, ele é amigo do Lula, e claro, o filho do Lula) e dar o dinheiro para o bolsa família. Diminuindo a desigualdade e ao mesmo tempo impedindo que qualquer pé-rapado não petista se torne um milionário.
« Última modificação: 25 de Janeiro de 2016, 20:14:50 por parcus »
http://tomwoods.com . Venezuela, pode ir que estamos logo atrás.

Offline MarceliNNNN

  • Nível 16
  • *
  • Mensagens: 436
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #59 Online: 25 de Janeiro de 2016, 20:35:19 »
Infelizmente não adianta mostrar isto para esquerdistas em geral, porque a maioria está eivada até a medula por seus 'dogmas econômico-sociais'.

Eu ia comentar algo parecido com isso  :ok:


Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #60 Online: 25 de Janeiro de 2016, 20:46:37 »
Bom, eu acho que a discussão aqui seria mais prolífica se esquecesse de lado o capitalismo e focasse apenas no comunismo, como parece ter sido a intenção e proposta do tópico.

Enquanto parava para pensar sobre diversas coisas, me ocorreu como funcionaria o comunismo. Quero dizer, as relações econômicas, sociais, políticas dentro da sociedade. Como seria possível implementá-lo num mundo tão capitalista? Existe algum pensador que foi mais a fundo nessa ideia? Se sim, quais livros eu poderia ler para aprender mais sobre o assunto? Livros mais iniciantes, para começar, por favor :)

Não só houveram pensadores que foram mais a fundo, mas houveram tentativas na prática, e que você já deve ter ouvido falar sobre.

Todas elas terminaram (ou continuam em curso) com números absurdos de mortos, com governos e parceiros dele gigantescos e ineficientes representando a única elite social, alta repressão política e baixos níveis de liberdade social geral.

Leia os grandes propositores do comunismo e veja o que eles colocam em pauta. Dando uma googlada breve em "best communist books" ou coisa do tipo já deve ser o suficiente pra você ter acesso a uma lista "fundamental", que te levará aos textos canônicos. Depois pense sobre eles, compare com os resultados práticos, daí leia o pessoal que atacava a ideologia ou que propunha caminhos diferentes ao ideal "bem de todos".

A conclusão mais ou menos básica é de que a pergunta do tópico está errada. O comunismo não funciona. A não ser que os objetivos daquele que o implanta seja nada humanista, o que não deveria ser compatível com o perfil de frequentadores daqui.

Offline Pereira12

  • Nível 01
  • *
  • Mensagens: 15
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #61 Online: 25 de Janeiro de 2016, 23:12:44 »
A pobreza é boa para o capitalismo?
A pobreza mantém o capitalismo aceso. Ele mentém o sonho de quem é pobre de ser tão rico como os ricões, pois sabe que o capitalismo dá essa possibilidade para o de menor renda. Ruim não é, já que acaba que incentiva desenvolvimento e novas ideias. Mas é uma forma exploradora de se manter aceso e funcionando.

Offline Feliperj

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.144
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #62 Online: 25 de Janeiro de 2016, 23:15:15 »
O capitalismo não precisa de pobreza para se manter funcionando! O que precisa de pobreza para se manter funcionando é o populismo!!

Offline Pereira12

  • Nível 01
  • *
  • Mensagens: 15
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #63 Online: 25 de Janeiro de 2016, 23:16:37 »
Não PRECISA, mas ajuda bastante a manter sua força.

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #64 Online: 25 de Janeiro de 2016, 23:24:04 »
Essa de modelo aspiracional eu nunca tinha visto.

Normalmente as tentativas de vinculação da "necessidade de existência dos pobres" ao capitalismo são mais relacionadas, falaciosamente, a uma obrigatória classe trabalhadora a ser explorada pela burguesia.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #65 Online: 25 de Janeiro de 2016, 23:26:38 »
Capitalismo = mercado

Mercado = trocas voluntárias (comumente intermediadas por "dinheiro")

Então a relação mais objetiva entre pobreza e mercado é apenas que, quanto mais pobreza, mais limitadas são as pessoas em participar do mercado. Também mais dispostas a trabalhar por menos.

Se você quer vender algo, na maior parte do tempo não será de interesse que haja pobreza, pois isso tende a reduzir as chances de que possam ou queiram comprar. E quanto mais pobre for, mais barato terá que vender o que quer que seja. Então a pobreza "apaga" o capitalismo.


Dizer que pobreza mantém o capitalismo aceso é como dizer que o tanque só com um fio de gasolina "mantém o carro andando".

Offline Pereira12

  • Nível 01
  • *
  • Mensagens: 15
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #66 Online: 25 de Janeiro de 2016, 23:32:45 »
Ocorre isso se a pobreza for extraordinariamente grande, chegando ao ponto de  ser o único ou maior marcado consumidor. Mas com a classe média em grande quantidade para consumir, a parcela pobre mantém a esperança de crescer, aceitando e defendendo a manutenção do capitalismo.

 Seguindo sua analogia, o tanque do carro está na metade, preenchido pela classe média. A parcela pobre seria o óleo de ótima qualidade para o motor funcionar melhor.

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #67 Online: 25 de Janeiro de 2016, 23:35:36 »
 :umm:

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #68 Online: 25 de Janeiro de 2016, 23:37:43 »
Não, isso ocorre em qualquer nível. Em nívle individual. Quanto mais o indivíduo é pobre, menos ele pode comprar, e mais barato tem que vender coisas/trabalho. Quando muitas pessoas empobrecem consideravelmente isso é uma recessão, geralmente considerado algo ruim "para o capitalismo"/ruim para a socidade; e algumas vezes erroneamente visto como ocorrendo por "culpa" do capitalismo, e não justamente como "a redução de sua chama".



Bom, eu acho que a discussão aqui seria mais prolífica se esquecesse de lado o capitalismo e focasse apenas no comunismo, como parece ter sido a intenção e proposta do tópico.

Concordo. Curiosamente é um padrão comum em discussões sobre criacionismo que sejam mais focadas em "anti-evolucionismo", "falhas na evolução", etc.

Offline Pereira12

  • Nível 01
  • *
  • Mensagens: 15
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #69 Online: 25 de Janeiro de 2016, 23:59:02 »
“O modo comunista de produção significa um desenvolvimento enorme das forças produtivas, de forma que cada trabalhador terá menos afazeres. A jornada de trabalho tornar-se-á cada vez mais curta e os homens ficarão livres das cadeias impostas pela natureza. Quando o homem despender pouco esforço para alimentar-se e vestir-se, consagrará parte do tempo ao seu desenvolvimento intelectual. A cultura humana elevar-se-á a uma altura jamais atingida. Tornar-se-á uma cultura geral, verdadeiramente humana, e não uma cultura de classe. Ao mesmo tempo em que a opressão do homem pelo homem, o jugo da natureza sobre o homem desaparecerá. A humanidade levará, então, pela primeira vez, uma vida verdadeiramente racional, em vez de uma vida bestial.”
Trecho de livro ABC do comunismo de Nicolai Bukharin.

Com a jornada ficando cada vez mais curta, pode ser que a produção diminua, ou a miséria se mostre, como muitos dizem. Mas com maior tempo dedicado ao desenvolvimento intelectual, melhores produtividades e organizações podem aparecer, além de tecnologias inovadoras. Considero que o desenvolvimento intelectual poderia acabar com "A tragédia dos comuns" citada acima, pois mudaria o comportamento de todos.

O que acham?
« Última modificação: 26 de Janeiro de 2016, 00:08:29 por Pereira12 »

Offline EuSouOqueSou

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.913
  • Sexo: Masculino
  • Question not thy god, for thy god doth not respond
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #70 Online: 26 de Janeiro de 2016, 00:34:59 »
“O modo comunista de produção significa um desenvolvimento enorme das forças produtivas, de forma que cada trabalhador terá menos afazeres. A jornada de trabalho tornar-se-á cada vez mais curta e os homens ficarão livres das cadeias impostas pela natureza. Quando o homem despender pouco esforço para alimentar-se e vestir-se, consagrará parte do tempo ao seu desenvolvimento intelectual. A cultura humana elevar-se-á a uma altura jamais atingida. Tornar-se-á uma cultura geral, verdadeiramente humana, e não uma cultura de classe. Ao mesmo tempo em que a opressão do homem pelo homem, o jugo da natureza sobre o homem desaparecerá. A humanidade levará, então, pela primeira vez, uma vida verdadeiramente racional, em vez de uma vida bestial.”
Trecho de livro ABC do comunismo de Nicolai Bukharin.

Com a jornada ficando cada vez mais curta, pode ser que a produção diminua, ou a miséria se mostre, como muitos dizem. Mas com maior tempo dedicado ao desenvolvimento intelectual, melhores produtividades e organizações podem aparecer, além de tecnologias inovadoras. Considero que o desenvolvimento intelectual poderia acabar com "A tragédia dos comuns" citada acima, pois mudaria o comportamento de todos.

O que acham?

Ja deu pra perceber q vc tem um vies comunista, e a maioria aqui, capitalista. antes de continuar eu gostaria de saber se essa eh a sua resposta, eh assim q vc acha q o comunismo funcionaria?
Qualquer sistema de pensamento pode ser racional, pois basta que as suas conclusões não contrariem as suas premissas.

Mas isto não significa que este sistema de pensamento tenha correspondência com a realidade objetiva, sendo este o motivo pelo qual o conhecimento científico ser reconhecido como a única forma do homem estudar, explicar e compreender a Natureza.

Offline Pereira12

  • Nível 01
  • *
  • Mensagens: 15
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #71 Online: 26 de Janeiro de 2016, 00:37:59 »
Assim que eu esperava que ele funcionaria, como uma saída para o caos de violência e problemas em geral que existem atualmente. Uma esperança para uma vida melhor.
Mas tenho em mente que na realidade seria impossivel.

Offline EuSouOqueSou

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.913
  • Sexo: Masculino
  • Question not thy god, for thy god doth not respond
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #72 Online: 26 de Janeiro de 2016, 00:43:06 »
Entwndi. Estou indo dormir agora, continuo amanha.
Qualquer sistema de pensamento pode ser racional, pois basta que as suas conclusões não contrariem as suas premissas.

Mas isto não significa que este sistema de pensamento tenha correspondência com a realidade objetiva, sendo este o motivo pelo qual o conhecimento científico ser reconhecido como a única forma do homem estudar, explicar e compreender a Natureza.

Offline Feliperj

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.144
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #73 Online: 26 de Janeiro de 2016, 02:28:10 »
Assim que eu esperava que ele funcionaria, como uma saída para o caos de violência e problemas em geral que existem atualmente. Uma esperança para uma vida melhor.
Mas tenho em mente que na realidade seria impossivel.

Recriar o Eden na Terra? Um local sem restrições (ou com um consumo muito padronizado), onde maquinas (robos que se auto-consertam/constroem, etc) realizam toda a atividade produtiva (produtos e serviços)? Será que teríamos algo como uma sociedade, nesse paraíso?

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Comunismo: como funcionaria?
« Resposta #74 Online: 26 de Janeiro de 2016, 02:58:17 »
No mundo capitalista, quando alguém acumula uma riqueza muito grande, pode convertê-la em filantropia, como é o caso do Bill Gates. Não há comunista ou líder religioso que contribuiu mais com pessoas alheias do que este "capitalista".

Também conheço algumas pessoas que doam seu dinheiro para ajudar os que precisam, e outros que doam seu tempo.

O bom do capitalismo é que ele não impede de você ser comunista ou altruísta. No capitalismo fica até mais fácil ajudar os outros, porque é possível detectar necessidades e soluções mais rapidamente. O dinheiro e a precificação de produtos e serviços padronizam as trocas. Numa pequena comunidade, seria fácil não precisar de dinheiro, mas num mundo grande e unificado como o nosso é impossível.

Então primeiro acumulamos para depois distribuir? Há um contrassenso aí.

Por que é necessário "distribuir"?

Seria a riqueza estática?

Há 'soma zero'?

 :?: :?:

Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!