Autor Tópico: Crer ou não crer, eis a questão  (Lida 14491 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.979
  • Sexo: Masculino
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #50 Online: 18 de Fevereiro de 2016, 13:46:58 »

Na verdade os animais estão melhores que os homens que ficam adorando um suposto ser que condenou todos à morte. Prefiro então ter a consciência dos vermes em relação a isso. :wink:
não estamos falando do Deus de moisés.
C Q sabe  nossa falta de consciência não pode anular o existente para os outros .

Não importa de que deus você está falando, já que reservou a morte para todos. Evidencia que é bom, nada...

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.403
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #51 Online: 18 de Fevereiro de 2016, 14:07:23 »
Amigos;
eu havia dito no texto inicial e as msgs daí decorrentes confirmaram o que eu previa:
a descrença num criador não advém, tanto da impossibilidade de sua existência ou da falta de evidências dela, mas da tentativa de se compreender ou definir este ser inconcebível pela nossa razão. "Se algo nos parece mágico, tirado de uma cartola sideral, todo o resto que provenha dessa magia não pode ser verdade."

Basicamente as refutações, muito bem elaboradas, admito, se fundamentam nesta premissa.
Ah, um parêntese: a falácia que desqualifica o interlocutor como argumento básico, de todas é a menos produtiva. Caro Tarther (é assim que se escreve?)deve saber disso.
Dentre os que participam deste debate eu gostaria imenso de saber; todos acreditam na existência de vida inteligente disseminada nas galáxias?

Se sim, então precisamos admitir que existe por trás de um fato que se repete, dadas as mesmas circunstância, uma lei!

Caro Geotecton; muita vez aceitamos certas definições ou conceitos sem que na verdade percebamos a abrangência ou  os desdobramentos desta tácita aceitação.
Infinito e Eterno - por exemplo o espaço cósmico Infinito; nos leva a deduzir que o espaço não tem um ponto central e nem nada que a isso se assemelhe, daí, o Big bang ocorreu num ponto impreciso e sem qualquer particularidade neste quesito.
O que isso significa?
Que se houvesse um criador, eterno, ele poderia semear big bang's a cada segundo, e o espaço permaneceria vazio!!!! O vazio neste caso significa que não haveria densidade ou saturação, mínima que seja, em qualquer ponto deste infinito.

Então, uma das respostas, admitindo a existência do criador à questão referente ao momento em que Ele decide criar é: eternamento! Ele permanece no ato da criação desde sempre. Não existe momento zero, neste caso.
Desculpem os amigos algum erro na grafia, é que sou um tanto ansioso e escrevo muito rápido para não perder o fio do raciocínio. "Mau" intencionado, no texto original doeu nos meus olhos. Sorry.


Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #52 Online: 18 de Fevereiro de 2016, 15:48:02 »

Na verdade os animais estão melhores que os homens que ficam adorando um suposto ser que condenou todos à morte. Prefiro então ter a consciência dos vermes em relação a isso. :wink:
não estamos falando do Deus de moisés.
C Q sabe  nossa falta de consciência não pode anular o existente para os outros .

Não importa de que deus você está falando, já que reservou a morte para todos. Evidencia que é bom, nada...

entendi procura pelo Deus da eternidade e diante da morte  não consegue ver nenhum propósito inteligente nisto ?

interessante ao olharmos para o nosso interior sabemos que ha micro vidas la, ao olhar-se no espelho o que vê, foi  feito por um  acaso?
voce é um produto da falta de razão?
« Última modificação: 18 de Fevereiro de 2016, 15:57:23 por Criaturo »
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.979
  • Sexo: Masculino
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #53 Online: 18 de Fevereiro de 2016, 16:19:42 »

Na verdade os animais estão melhores que os homens que ficam adorando um suposto ser que condenou todos à morte. Prefiro então ter a consciência dos vermes em relação a isso. :wink:
não estamos falando do Deus de moisés.
C Q sabe  nossa falta de consciência não pode anular o existente para os outros .

Não importa de que deus você está falando, já que reservou a morte para todos. Evidencia que é bom, nada...

entendi procura pelo Deus da eternidade e diante da morte  não consegue ver nenhum propósito inteligente nisto ?

interessante ao olharmos para o nosso interior sabemos que ha micro vidas la, ao olhar-se no espelho o que vê, foi  feito por um  acaso?
voce é um produto da falta de razão?

Ok. Obrigado pelo bate papo.  :ok:

Fico por aqui com minhas limitações.

Te vejo em algum outro tópico menos "viagem na maionese"!

Valeu.  :)

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #54 Online: 19 de Fevereiro de 2016, 08:05:58 »

Ok. Obrigado pelo bate papo.  :ok:

Fico por aqui com minhas limitações.

Te vejo em algum outro tópico menos "viagem na maionese"!

Valeu.  :)

 :'( :tchau:

obs. antes se puder responda:

Por que acha que um deus lógico precisaria ser bom ?
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.979
  • Sexo: Masculino
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #55 Online: 19 de Fevereiro de 2016, 08:15:09 »

Ok. Obrigado pelo bate papo.  :ok:

Fico por aqui com minhas limitações.

Te vejo em algum outro tópico menos "viagem na maionese"!

Valeu.  :)

 :'( :tchau:

obs. antes se puder responda:

Por que acha que um deus lógico precisaria ser bom ?

Se Deus existe com certeza Ele não é bom, muito pelo contrário, já que é responsável pelas anomalias congênitas, tsunamis dentre outras tragédias. Um grande semeador de dor e sobretudo um grande assassino!

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #56 Online: 19 de Fevereiro de 2016, 15:46:44 »
ok! mas responda por que voce acha que Deus tem que ser bom?
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.117
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #57 Online: 19 de Fevereiro de 2016, 17:54:30 »
Que se houvesse um criador, eterno, ele poderia semear big bang's a cada segundo, e o espaço permaneceria vazio!!!! O vazio neste caso significa que não haveria densidade ou saturação, mínima que seja, em qualquer ponto deste infinito.
Sua conclusão é infantil pois parte da premissa que não ocorrem mais expansões súbitas no universo, mas conhecemos nós o que se passa em TODO o universo? :hein:
A parte negritada então é viagem sua.

Então, uma das respostas, admitindo a existência do criador à questão referente ao momento em que Ele decide criar é: eternamento! Ele permanece no ato da criação desde sempre. Não existe momento zero, neste caso.
Mas não está lá escrito que ele teria descansado no sétimo dia? :umm:

Desculpem os amigos algum erro na grafia, é que sou um tanto ansioso e escrevo muito rápido para não perder o fio do raciocínio. "Mau" intencionado, no texto original doeu nos meus olhos. Sorry.
O formato é tão incompleto quanto o conteúdo, mas talvez um pouco mais de leitura possa corrigir este pequeno detalhe. :ok:



GNOSE

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.979
  • Sexo: Masculino
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #58 Online: 19 de Fevereiro de 2016, 18:45:09 »
ok! mas responda por que voce acha que Deus tem que ser bom?

Não disse que ele tem que ser bom.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #59 Online: 20 de Fevereiro de 2016, 06:21:00 »
Debatizim mais chatim e fraquim esse aqui... mas que clama por uma intervenção do Alquimista.

Amigos;
eu havia dito no texto inicial e as msgs daí decorrentes confirmaram o que eu previa:
a descrença num criador não advém, tanto da impossibilidade de sua existência ou da falta de evidências dela, mas da tentativa de se compreender ou definir este ser inconcebível pela nossa razão. "Se algo nos parece mágico, tirado de uma cartola sideral, todo o resto que provenha dessa magia não pode ser verdade."

Spencer (Lewis?), falta base filosófica (e científica, óbvio) nas suas lucubrações que são em verdade místicas e de pensamento mágico. És tu quem está impondo tais condições... condições estritamente humanas e com pitadas monoteísticas.

Dentro do ''seu modelo'' deveriam ser também admitidos a possibilidade de o ''projeto'' ser razão de uma experiência científica, uma Matrix, uma espécie de GTA 20, uma criação (mas como se cria algo sem que não exista o Tempo?) coordenada por uma grupo de vários ''criadores'' (porque sempre tem que ser sempre um? e ainda mais um com os atributos divino e eterno? Os debatedores estão muito limitados, hahahaha) ou mesmo de nenhum criador. Tudo isso é possível dentro do seu modelo proposto (ou auto imposto?) (e se aplicarmos Ockham, faz muito menos sentido o seu ''criador'' tão pouco científico). Isso é o que advém das pseudociências, uma pá de interpretações (deveras falaciosas) podem vir à baila. 

Que se houvesse um criador, eterno, ele poderia semear big bang's a cada segundo, e o espaço permaneceria vazio!!!! O vazio neste caso significa que não haveria densidade ou saturação, mínima que seja, em qualquer ponto deste infinito.

Quantas arbitrariedades, hein, Spencer? Mas que o Alquimista dispensa.
Mas vamos analisar os seus Bang Bang`s infinitos. Se tem Bang Bang ocorrendo a todo momento (e parece que isso ocorre de fato rss), ora, meu jovem, daí é que não se precisa de ''criador inteligente'' de jeitu ninhum... Sabe aquele Teorema do macaco infinito??? Já ouviu falar nisso??? Entendeu o que o Grande Alquimista quis lhe dizer??? Intaum, é aí que o erro escancarado do I.D. vem à tona, e...

...é aí também que você se contradisse e condenastes todo o seu misticismo:

Toda a vida e toda a matéria organizada demonstra perfeição e inteligência, propósito e utilidade.

Não pode ser fruto do acaso pois toda a expressão inteligente provêm de uma inteligência.   

Novamente invoco o Teorema do macaco infinito, com o miquinho (Mico?) lá escrevendo a obra completa de Shakespeare (Crer ou não crer, eis a questão? Acho que naum...). Pois é... então, segundo o seu pensamento mágico, o macaco é um gênio?

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Foi por terra a sua frase ''toda a expressão inteligente provêm de uma inteligência'', claro, esmagada pela lógica inigualável do Grande Alquimista. Inté!
« Última modificação: 20 de Fevereiro de 2016, 07:29:09 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #60 Online: 20 de Fevereiro de 2016, 20:28:41 »
Este alquimista é uma reencarnação do cientista ou do Terrivel da Silva
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.636
  • Sexo: Masculino
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #61 Online: 20 de Fevereiro de 2016, 20:33:52 »
Este alquimista é uma reencarnação do cientista ou do Terrivel da Silva

É o Saint Germain/Terry.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #62 Online: 20 de Fevereiro de 2016, 20:56:19 »
Este alquimista é uma reencarnação do cientista ou do Terrivel da Silva

É o Saint Germain/Terry.

hehehehe, isso mesmo, amigos...

É o Silver transmutado em Golden pelo Alquimista Saint Germain (Saintíssima Trindade).
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.403
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #63 Online: 21 de Fevereiro de 2016, 14:12:14 »
 Gigaview disse: "Não se pode fazer nada a partir do nada"

Até alguns poucos anos atrás tinha sido um ateísta bastante convicto nesta posição.
Mas o homem que não é apenas um sujeito racional pragmático, que dentro do seu universo de experiências encontra tempo e espaço para as transcendências - ... há mais coisas entre o céu e a terra... - acabará, cedo ou tarde, transigindo nas opiniões inflexíveis, ainda que sem conotações religiosas, para uma posição de autêntico pensador.
A frase do Gigaview, já me havia surpreendido em outras ocasiões mas sem a importância que merece, pois ela simplesmente reduz todas as conjecturas sobre o Criador a uma única, e imanente, por sinal.
O criador não criou a partir de algo exterior a si mesmo, pois deixaria de ser criador e seria simplesmente construtor, como o Giga disse.
Nenhum teólogo, entre os que compulsei, jamais se conscientizou ou chegou a expressar  tão agudo argumento contra a criação e a essência de seu criador.
Se estamos absolutamente convencidos da existência de um Criador haveremos de concluir que tudo o que existe tem que provir dele. Galáxias, estrelas de nêutrons ou sub-partículas atômicas. O gênio, o anjo e o verme.
Em fim, Deus é ou está em tudo o que existe.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.636
  • Sexo: Masculino
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #64 Online: 21 de Fevereiro de 2016, 14:27:04 »
Em fim, Deus é ou está em tudo o que existe.

Se ele é e está em tudo, então ele não significa nada.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.403
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #65 Online: 21 de Fevereiro de 2016, 14:28:45 »
Uma curiosa, embora respeitável, tendência em se negar a existência de um criador advêm da própria essência da natureza humana, que, habituada por milênios a coexistir de forma quase opressora, com a matéria, com o limite, não concede ao raciocínio a liberdade da abstração com objetivos específicos... o famoso "if", de Kipling.
 Não estou me referindo à capacidade de imaginar, pois desta provêm todos os estados da arte e da criação intelectual.
É por esta razão que a Alteridade, neste tipo de debate, é essencial para que haja progresso na busca do estabelecimento de uma verdade, ainda que relativa; e que esta verdade não seja um ponto de chegada, mas de partida.

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.403
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #66 Online: 21 de Fevereiro de 2016, 14:30:53 »
Lorentz; afirmar não é provar. Sugerir, talvez.
Tem contra-argumento para dizer que "ele não é nada", por estar em tudo?

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.403
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #67 Online: 21 de Fevereiro de 2016, 15:01:06 »
Alguimista, "meu jovem", o Teorema do Macaco Infinito, não subsistiu por muito, pois sua proposição é anulada matematicamente - lembra do 10 elevado à potência 690?
Então, não se atenha a ele, por qualquer razão, a não ser a originalidade.
Quanto aos Big Bangs, é necessário por parte de quem os invoca ou refuta, um conhecimento, ainda que básico, da ciência e cosmologia. Então, conclusões interessantes podem surgir.
Exemplo: do Plasma Primordial, onde a temperatura, de tão elevada não permitia a organização das partículas atômicas como as conhecemos hoje, provêm, 13,9 bilhoes de anos depois, a Vida, a exuberância da natureza, o sorriso da criança...
Para quem investiga o surgimento da vida, desde Oparin, com seus Coacervados, sabe a dificuldade em admitir que substâncias primitivas se replicassem, criando o RNA, que na verdade é o que possibilita a replicação das proteínas. Ou seja, o Ovo antes da Galinha.
As evidências deixam de sê-lo, se não as enxergamos.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.854
  • Sexo: Masculino
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #68 Online: 21 de Fevereiro de 2016, 16:01:28 »
[...]
Em fim, Deus é ou está em tudo o que existe.

Consegues demonstrar, de maneira inequívoca, lógica e cientificamente, a sua afirmação supra?

E nem estou considerando que antes deverias demonstrar a existência dele...
Foto USGS

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.403
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #69 Online: 21 de Fevereiro de 2016, 18:32:05 »
Caro Geotecton;
no meu post, logo acima, eu dizia que "para os que estão convencidos da existência de Deus"... acho que responde à sua pergunta.
Se este Deus não pode criar a partir do nada, e admite=se sua existência então haverá de se  admitir que  tudo o que existe é interpenetrado pelo hálito deste criador.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.158
  • Who left the bag of idiots open?
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #70 Online: 21 de Fevereiro de 2016, 19:30:39 »
Caro Geotecton;
no meu post, logo acima, eu dizia que "para os que estão convencidos da existência de Deus"... acho que responde à sua pergunta.
Se este Deus não pode criar a partir do nada, e admite=se sua existência então haverá de se  admitir que  tudo o que existe é interpenetrado pelo hálito deste criador.

Ou que Deus morreu no Big Bang a partir de um divino suicídio.
“The knives of jealousy are honed on details.”
― Ruth Rendell

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.636
  • Sexo: Masculino
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #71 Online: 21 de Fevereiro de 2016, 19:33:46 »
Caro Geotecton;
no meu post, logo acima, eu dizia que "para os que estão convencidos da existência de Deus"... acho que responde à sua pergunta.
Se este Deus não pode criar a partir do nada, e admite=se sua existência então haverá de se  admitir que  tudo o que existe é interpenetrado pelo hálito deste criador.

Ou que Deus morreu no Big Bang a partir de um divino suicídio.

De acordo com o livro ficcional A Batalha do Apocalipse, Deus se dividiu em inúmeros fragmentos e deixou de existir. Cada fragmento encontra-se dentro de um ser humano. Este foi o sétimo dia.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.158
  • Who left the bag of idiots open?
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #72 Online: 21 de Fevereiro de 2016, 19:47:12 »
De certa forma, a idéia se assemelha ao renascimento budista. Poderíamos desenvolver dizendo que todo ser que alcança o Nirvana se expande num Big Bang que origem a um novo universo paralelo que vai gerar seres que poderão se tornar novos Big Bangs e assim sucessivamente.

Se bobear essa religião já existe na Califórnia.

« Última modificação: 21 de Fevereiro de 2016, 19:49:22 por Gigaview »
“The knives of jealousy are honed on details.”
― Ruth Rendell

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #73 Online: 22 de Fevereiro de 2016, 02:50:12 »
Alguimista, "meu jovem", o Teorema do Macaco Infinito, não subsistiu por muito, pois sua proposição é anulada matematicamente - lembra do 10 elevado à potência 690?
Então, não se atenha a ele, por qualquer razão, a não ser a originalidade.

Macacos me mordam....

hahahahahahahahaha... Boa tentativa, jovem Spencer, mas falhastes miseravelmente em refutar o Grande Alquimista que, como era de se esperar, para esta tarefa, a probabilidade seria de 10^690^690^690^690^690^690... hahahahahahahahaha

Sinto informa-lo, mas o jovem está muito mal informado. Sua ''refutação'' não leva em conta outra proposição prevista pelo Teorema, a de macacos infinitos digitando por infinitos espaços de tempo, além do que a sua ''refutação'' só é levada a sério em Sites criacionistas e outros orientados para cristãos... e, como sabemos, os criacionistas jogam sujo desvirtuando e manipulando teorias científicas a bel-prazer no vale-tudo das malabarices e macaquices. Pois vale tudo na luta para divulgar o criancionismo (não tem sido assim? Seja honesto).

Sobre a sua ''refutação'' falhosa, o Alquimista desconfia (se bem que Ele tem quase certeza) que o jovem desconhece a experiência concebida pelo Jesse Anderson, na qual foi simulado milhões de macaquinhos virtuais que conseguiram reproduzir um poema completo de Shakespeare, provando absolutamente que o Teorema do Macaco Infinito ainda sim subsiste e com muita validade. E tome nota de que a tecnologia computacional utilizada por Anderson deve ser considerada bem inferior à que se terá num futuro próximo (e mesmo assim os macacos conseguiram emular um poema de Shakespeare).

Sendo assim, Spencer, o Grande Alquimista é que novamente o refutastes, dispensando e demostrando mais uma vez a inveracidade da sua máxima mágica:
''toda a expressão inteligente provêm de uma inteligência''

Mas o homem que não é apenas um sujeito racional pragmático, que dentro do seu universo de experiências encontra tempo e espaço para as transcendências - ... há mais coisas entre o céu e a terra...

É curioso, mas o destino (místico) do jovem parece estar entrelaçado com a obra de Shakespeare. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Mas aqui você cometeu outro erro ao re-citar uma famosa frase (fictícia) fora do seu contexto, pois o Bardo a pôs na boca de Hamlet após este personagem (fictício) ter presenciado uma manifestação fantasmagórica. Você acredita em fantasmas???

Em fim, Deus é ou está em tudo o que existe.

A qual deles você se refere? Tem tantos... É um pouco confuso, mas pelo teor dos seus textos, parece ser o da bíblia, né?
Bom, caso seja, faz sentido. Afinal, tendo em vista o colossal banho de sangue genocida presente em todo o antigo testamento (orquestrado pelo criador), deus é/ou está em tudo o que existe mesmo... Ele era/ou estava o/em Jack estripador... Ele era/ou estava o/no holocausto... Ele é/ou está o/no câncer... enfim...
Fassentidu....

Se estamos absolutamente convencidos da existência de um Criador haveremos de concluir que tudo o que existe tem que provir dele. Galáxias, estrelas de nêutrons ou sub-partículas atômicas. O gênio, o anjo e o verme.

Já que o jovem está tão convencido da existência desse criador imaginário, e pela fala o garoto parece demonstrar tanta intimidade com o seu criador (inclusive conhecendo os seus propósitos), a pergunta que o Alquimista lhe dirige agora é:

Spencer, qual era a intenção do seu criador imaginário ao criar o universo? O que ele esperava com tudo isso?
« Última modificação: 22 de Fevereiro de 2016, 03:27:27 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.891
Re:Crer ou não crer, eis a questão
« Resposta #74 Online: 22 de Fevereiro de 2016, 07:40:51 »
Que é isso?! Temos agora um cosplay em estilo do Cientista por aqui? Que coisa...




Se estamos absolutamente convencidos da existência de um Criador haveremos de concluir que tudo o que existe tem que provir dele. Galáxias, estrelas de nêutrons ou sub-partículas atômicas. O gênio, o anjo e o verme.

Meio fundamental esse ponto, aqui deve haver pouca gente convencida disso, portanto não é o caso.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!