Autor Tópico: O conhecimento astronômico dos Dogons (Mali)  (Lida 721 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
O conhecimento astronômico dos Dogons (Mali)
« Online: 18 de Fevereiro de 2016, 23:42:05 »
Eu li pela primeira vez sobre os dogons no livro "O Mundo Assombrado pelos Demônios", de Carl Sagan. Lá é dito que os dogons supostamente sabiam há mais de 1 milênio que a estrela Sirius tinha uma companheira anã, o que era algo impossível de ser descoberto a olho nu.

Mas as informações da mitologia Dogon são ainda mais complexas e interessantes. Veja esse trecho da wikipédia:


Para os dogons, toda a criação está vinculada à estrelas que eles chamam de Po Tolo, que significa "estrela semente". Esse nome vem da minúscula semente chamada de "fonio", que em botânica é conhecida como Digitaria exilis. Com a diminuta semente, os dogons referem-se ao inicio de todas as coisas. Segundo os dogons, a criação começou nessa estrela, qualificada pela astronomia como anã branca, e que os astrônomos modernos chamam de Sirius B, a companheira muito menor da brilhante Sirius A, da constelação Cão Maior.

Os dogons sabem que a Po Tolo tem uma enorme densidade, totalmente desproporcional ao seu reduzido tamanho e acreditam que isso deve-se à presença do sagala, um metal extremamente duro e desconhecido na Terra. Continuam descrevendo que as órbitas compartilhadas da Sirius A e da Sirius B formam uma elipse, com a Sirius A localizada em um dos seus focos.

Os dogons também dizem que a Sirius B demora 50 anos para completar uma órbita em volta da Sirius A, a astronomia moderna estabeleceu que o seu período orbital é de 50,4 anos. Igualmente intrigante é a sua afirmação de que a Sirius B gira em torno do seu próprio eixo e demora um ano terrestre para terminar este movimento. Alguns astrônomos afirmam que isso é possível, enquanto outros discordam dizendo que esse período de rotação é muito longo para uma estrela tão pequena e densa.

Mas, o que é realmente assustador é o conhecimento que dizem ter sobre o terceiro astro do sistema Sirius, descoberto apenas recentemente pelos astrônomos(NENHUMA estrela "Sirius C" foi descoberta e sua existência é tida hoje como "pouco provável" pelo astrônomos), já que possui um tamanho irrelevante perto dos dois outros astros do sistema, e por isso levou quase meio século para ser descoberto (novamente, "Sirius C NÃO FOI DESCOBERTA E A SUA EXISTÊNCIA É POUCO PROVÁVEL)(Fonte, entre outras: SAO/NASA Astrophysics Data System/ Astronomy and Astrophysics, v.299, p.621 Is Sirius a triple star? Authors: Benest, D. & Duvent, J. L.) . Os Dogons chamam este terceiro corpo de Emme Ya, ou "Mulher Sorgo" (um cereal) e dizem que é uma estrela pequena com apenas um planeta em sua órbita, ou um grande planeta com um grande satélite. Os modernos intérpretes dessa tradição chamam esta estrela de Sirius C


https://pt.wikipedia.org/wiki/Dogon


Carl Sagan e outros intelectuais afirma  que os dogons devem ter recebido esse conhecimento de visitantes europeus com quem entraram em contato, mas alguns antropólogos discordam, afirmando que há um esquema feito há 500 anos que mostra Sirius B.
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.134
Re:O conhecimento astronômico dos Dogons (Mali)
« Resposta #1 Online: 19 de Fevereiro de 2016, 01:26:32 »
Esse caso já foi encerrado. Veja abaixo.

Citar

Nenhum dos "extraordinários" conhecimentos astronômicos que esses visitantes alienígenas deixaram ao povo Dogon era desconhecido da astronomia moderna antes que seus mitos fossem registrados nos anos trinta e quarenta. Nisto se incluem vários erros óbvios, que parece muito pouco provável que tenham vindo de uma civilização tecnologicamente avançada.

Não existe nenhum registro prévio aos anos trinta e quarenta desse extraordinário saber astronômico.

A evidência material a respeito desse extraordinário saber é ambígua e sujeita a interpretações arbitrárias, como o famoso "ovo do mundo", transformado em um "diagrama orbital".

Existem explicações alternativas verossímeis, como a de Carl Sagan, baseada em processos de assimilação cultural que já foram observados entre outras culturas.

Mais importante todavia: toda a lenda do saber secreto sobre Sírio do povo Dogon se baseia em uma única fonte (Griaule), e as afirmações dessa única fonte não puderam ser confirmadas por outros investigadores trabalhando sobre o mesmo terreno. Dito de outra forma, não houve uma verificação independente dos dados.

Os dados e os métodos empregados pela fonte original foram questionados e criticados.

E não é só uma questão dos dados originais não terem sido verificados independentemente: a investigação de Walter van Beek aponta evidências contra a idéia de que alguma vez existiu entre o povo Dogon um estranho, detalhado e preciso conhecimento astronômico, fora das possibilidades reais de uma sociedade pré-tecnológica.

http://www.ceticismoaberto.com/fortianismo/2192/os-dogon-e-o-mistrio-de-srio

Postei um artigo aqui: Dogon Shame

http://clubecetico.org/forum/index.php?board=6;action=post2
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Sdelareza

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 378
Re:O conhecimento astronômico dos Dogons (Mali)
« Resposta #2 Online: 26 de Fevereiro de 2016, 22:44:05 »
A Wikipedia em francês cita que os Dogons sabiam da existência dos quatro grandes satélites de Jupiter, dos
anéis de Saturno e de Neith, nome dado a uma lua de Vênus que nunca existiu. Essa lua, "descoberta" em 1645
por um astrônomo italiano, teve sua existência aceita durante quase dois séculos.

O que parece demonstrar que visitantes eruditos, possivelmente jesuítas, transmitiram conhecimentos astronômicos aos Dogons.
« Última modificação: 26 de Fevereiro de 2016, 22:46:35 por Sdelareza »

Offline NandoR

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 167
Re:O conhecimento astronômico dos Dogons (Mali)
« Resposta #3 Online: 16 de Março de 2016, 08:20:34 »
Se já foi desmentido acho que não há muito por onde acreditar
Sou jovem! Sou cetico! E adoro jogar nas slots!

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.029
  • Sexo: Masculino
Re:O conhecimento astronômico dos Dogons (Mali)
« Resposta #4 Online: 16 de Março de 2016, 10:13:42 »

Postei um artigo aqui: Dogon Shame

http://clubecetico.org/forum/index.php?board=6;action=post2

Este link não se refere a nenhuma mensagem ou tópico, mas é o "comando" de php para postar um tópico.

É esse o nível do desespero dos negadores de contatos extraterrestres? Ou é só assim quando aqueles em contato com extraterrestres não teriam sido brancos de olhos azuis? :nao3:

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.134
Re:O conhecimento astronômico dos Dogons (Mali)
« Resposta #5 Online: 16 de Março de 2016, 13:47:10 »

Postei um artigo aqui: Dogon Shame

http://clubecetico.org/forum/index.php?board=6;action=post2



Este link não se refere a nenhuma mensagem ou tópico, mas é o "comando" de php para postar um tópico.

É esse o nível do desespero dos negadores de contatos extraterrestres? Ou é só assim quando aqueles em contato com extraterrestres não teriam sido brancos de olhos azuis? :nao3:


Sorry

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=27373.msg884439#msg884439

Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!