Autor Tópico: Revisionismo Histórico  (Lida 1764 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.905
Revisionismo Histórico
« Online: 27 de Março de 2016, 10:46:51 »
Na esteira dos crescentes movimentos de extrema direita na Europa está surgindo muito material de cunho revisionista sobre a Segunda Guerra. Claro, a maioria destes artigos são encontrados em sites de orientação neo-nazista ( mas nem todos ).

Mas recentemente encontrei dois documentários e um artigo com considerações que julguei interessantes. Porém, notei também, que muitos "fatos" são simplesmente afirmados, sem referências a fontes.

Estou convicto que a "história oficial" é também a história conveniente contada pelos vencedores. O que, de modo algum, corrobora a propaganda revisionista da extrema direita.

Como saber a verdade?

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1215


Offline Pagão

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.432
  • Sexo: Masculino
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #1 Online: 27 de Março de 2016, 16:42:38 »
Estou convicto que a "história oficial" é também a história conveniente contada pelos vencedores.

Daí que quem venceu tenha sempre razão... :P
Nenhuma argumentação racional exerce efeitos racionais sobre um indivíduo que não deseje adotar uma atitude racional. - K.Popper

Offline MarceliNNNN

  • Nível 16
  • *
  • Mensagens: 405
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #2 Online: 28 de Março de 2016, 16:46:57 »
Parece que é um assunto polêmico, mas acho que revisionismo é importante. Aqui no Brasil querem enfiar goela abaixo algumas ideias e já cansei de ler outras fontes mostrando outros lados que eram muito mais coerentes do que o status quo.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.960
  • Sexo: Masculino
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #3 Online: 28 de Março de 2016, 17:09:36 »
Parece que é um assunto polêmico, mas acho que revisionismo é importante. Aqui no Brasil querem enfiar goela abaixo algumas ideias e já cansei de ler outras fontes mostrando outros lados que eram muito mais coerentes do que o status quo.

Uma das coisas que merecem um estudo maior é a ditadura militar. Aqui a ditadura sempre foi considerada o máximo da maldade e vira automaticamente uma lei de Godwin nas discussões.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.905
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #4 Online: 29 de Março de 2016, 02:55:38 »
Parece que é um assunto polêmico, mas acho que revisionismo é importante. Aqui no Brasil querem enfiar goela abaixo algumas ideias e já cansei de ler outras fontes mostrando outros lados que eram muito mais coerentes do que o status quo.

Uma das coisas que merecem um estudo maior é a ditadura militar. Aqui a ditadura sempre foi considerada o máximo da maldade e vira automaticamente uma lei de Godwin nas discussões.

Pessoalmente acho que foram execráveis e injustificáveis tanto o golpe quanto a ditadura.

Porém, assim como profetizou Hitler, algumas mentiras, de tão repetidas se tornaram verdades.

Via de regra, todos os ex-guerrilheiros são apresentados como jovens que não viram outra opção senão a luta armada para resistir à ditadura. Sempre se referem a pessoas como Dilma como jovens que lutaram pela democracia.

Na verdade, e isto é um fato e não a minha visão pessoal, nenhum dos mais de 40 movimentos em que se fragmentaram a esquerda na luta armada, tinha como objetivo a restauração da democracia e da constituição e a restituição de João Goulart à presidência. Todos estes movimentos sem exceção, e isto está escrito no estatuto de cada um deles, tinha como objetivo instaurar uma ditadura marxista no Brasil. De forma que é absurdo dizer que "lutaram pela democracia". Lutaram contra o regime militar sim, mas por democracia não.

Outra coisa que se precisa dizer, não para atenuar os crimes da ditadura, mas para pôr as coisas em perspectiva: segundo dados da própria Comissão da Verdade foram 434 mortos e desaparecidos em 21 anos de ditadura no Brasil.

Só para termos de comparação no Chile foram mais de 40 mil mortos em 17 anos de ditadura. Com uma população muito menor que a do Brasil.

Na Argentina e Uruguai os números foram altíssimos também.

A ditadura no Brasil talvez tenha sido uma das menos sangrentas da História. É um dado.

Eu não estou aqui querendo fazer juízos de valor, mas a verdade é a verdade. E é a verdade imparcial, e não versões bem intencionadas, que deveriam constar nos livros de Histórial.


« Última modificação: 29 de Março de 2016, 02:58:24 por Pedro Reis »

Offline MarceliNNNN

  • Nível 16
  • *
  • Mensagens: 405
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #5 Online: 29 de Março de 2016, 10:57:59 »
Parece que é um assunto polêmico, mas acho que revisionismo é importante. Aqui no Brasil querem enfiar goela abaixo algumas ideias e já cansei de ler outras fontes mostrando outros lados que eram muito mais coerentes do que o status quo.

Uma das coisas que merecem um estudo maior é a ditadura militar. Aqui a ditadura sempre foi considerada o máximo da maldade e vira automaticamente uma lei de Godwin nas discussões.

Pessoalmente acho que foram execráveis e injustificáveis tanto o golpe quanto a ditadura.

Porém, assim como profetizou Hitler, algumas mentiras, de tão repetidas se tornaram verdades.

Via de regra, todos os ex-guerrilheiros são apresentados como jovens que não viram outra opção senão a luta armada para resistir à ditadura. Sempre se referem a pessoas como Dilma como jovens que lutaram pela democracia.

Na verdade, e isto é um fato e não a minha visão pessoal, nenhum dos mais de 40 movimentos em que se fragmentaram a esquerda na luta armada, tinha como objetivo a restauração da democracia e da constituição e a restituição de João Goulart à presidência. Todos estes movimentos sem exceção, e isto está escrito no estatuto de cada um deles, tinha como objetivo instaurar uma ditadura marxista no Brasil. De forma que é absurdo dizer que "lutaram pela democracia". Lutaram contra o regime militar sim, mas por democracia não.

Outra coisa que se precisa dizer, não para atenuar os crimes da ditadura, mas para pôr as coisas em perspectiva: segundo dados da própria Comissão da Verdade foram 434 mortos e desaparecidos em 21 anos de ditadura no Brasil.

Só para termos de comparação no Chile foram mais de 40 mil mortos em 17 anos de ditadura. Com uma população muito menor que a do Brasil.

Na Argentina e Uruguai os números foram altíssimos também.

A ditadura no Brasil talvez tenha sido uma das menos sangrentas da História. É um dado.

Eu não estou aqui querendo fazer juízos de valor, mas a verdade é a verdade. E é a verdade imparcial, e não versões bem intencionadas, que deveriam constar nos livros de Histórial.
Exatamente.

A ditadura foi deplorável e poderia ter sido evitada, mas passam uma imagem que só os militares eram os malvadões da história. Fizeram muita merda, é verdade, mas a esquerda não era santinha. Lutaram por um ideal que, com certeza, era tão prejudicial quanto o regime militar.

Offline Pagão

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.432
  • Sexo: Masculino
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #6 Online: 29 de Março de 2016, 13:28:53 »
Nenhuma argumentação racional exerce efeitos racionais sobre um indivíduo que não deseje adotar uma atitude racional. - K.Popper

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.960
  • Sexo: Masculino
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #7 Online: 29 de Março de 2016, 13:53:23 »
Parece que é um assunto polêmico, mas acho que revisionismo é importante. Aqui no Brasil querem enfiar goela abaixo algumas ideias e já cansei de ler outras fontes mostrando outros lados que eram muito mais coerentes do que o status quo.

Uma das coisas que merecem um estudo maior é a ditadura militar. Aqui a ditadura sempre foi considerada o máximo da maldade e vira automaticamente uma lei de Godwin nas discussões.

Pessoalmente acho que foram execráveis e injustificáveis tanto o golpe quanto a ditadura.

Porém, assim como profetizou Hitler, algumas mentiras, de tão repetidas se tornaram verdades.

Via de regra, todos os ex-guerrilheiros são apresentados como jovens que não viram outra opção senão a luta armada para resistir à ditadura. Sempre se referem a pessoas como Dilma como jovens que lutaram pela democracia.

Na verdade, e isto é um fato e não a minha visão pessoal, nenhum dos mais de 40 movimentos em que se fragmentaram a esquerda na luta armada, tinha como objetivo a restauração da democracia e da constituição e a restituição de João Goulart à presidência. Todos estes movimentos sem exceção, e isto está escrito no estatuto de cada um deles, tinha como objetivo instaurar uma ditadura marxista no Brasil. De forma que é absurdo dizer que "lutaram pela democracia". Lutaram contra o regime militar sim, mas por democracia não.

Outra coisa que se precisa dizer, não para atenuar os crimes da ditadura, mas para pôr as coisas em perspectiva: segundo dados da própria Comissão da Verdade foram 434 mortos e desaparecidos em 21 anos de ditadura no Brasil.

Só para termos de comparação no Chile foram mais de 40 mil mortos em 17 anos de ditadura. Com uma população muito menor que a do Brasil.

Na Argentina e Uruguai os números foram altíssimos também.

A ditadura no Brasil talvez tenha sido uma das menos sangrentas da História. É um dado.

Eu não estou aqui querendo fazer juízos de valor, mas a verdade é a verdade. E é a verdade imparcial, e não versões bem intencionadas, que deveriam constar nos livros de Histórial.
Exatamente.

A ditadura foi deplorável e poderia ter sido evitada, mas passam uma imagem que só os militares eram os malvadões da história. Fizeram muita merda, é verdade, mas a esquerda não era santinha. Lutaram por um ideal que, com certeza, era tão prejudicial quanto o regime militar.

Economicamente falando, os 10 primeiros anos do regime militar foram muito bons pro país. Se eles tivessem largado o osso em 74, talvez seriam menos mal vistos. Se os comunistas tivessem dado o golpe, duvido que teriam feito algum progresso.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline MarceliNNNN

  • Nível 16
  • *
  • Mensagens: 405
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #8 Online: 30 de Março de 2016, 10:53:49 »
Parece que é um assunto polêmico, mas acho que revisionismo é importante. Aqui no Brasil querem enfiar goela abaixo algumas ideias e já cansei de ler outras fontes mostrando outros lados que eram muito mais coerentes do que o status quo.

Uma das coisas que merecem um estudo maior é a ditadura militar. Aqui a ditadura sempre foi considerada o máximo da maldade e vira automaticamente uma lei de Godwin nas discussões.

Pessoalmente acho que foram execráveis e injustificáveis tanto o golpe quanto a ditadura.

Porém, assim como profetizou Hitler, algumas mentiras, de tão repetidas se tornaram verdades.

Via de regra, todos os ex-guerrilheiros são apresentados como jovens que não viram outra opção senão a luta armada para resistir à ditadura. Sempre se referem a pessoas como Dilma como jovens que lutaram pela democracia.

Na verdade, e isto é um fato e não a minha visão pessoal, nenhum dos mais de 40 movimentos em que se fragmentaram a esquerda na luta armada, tinha como objetivo a restauração da democracia e da constituição e a restituição de João Goulart à presidência. Todos estes movimentos sem exceção, e isto está escrito no estatuto de cada um deles, tinha como objetivo instaurar uma ditadura marxista no Brasil. De forma que é absurdo dizer que "lutaram pela democracia". Lutaram contra o regime militar sim, mas por democracia não.

Outra coisa que se precisa dizer, não para atenuar os crimes da ditadura, mas para pôr as coisas em perspectiva: segundo dados da própria Comissão da Verdade foram 434 mortos e desaparecidos em 21 anos de ditadura no Brasil.

Só para termos de comparação no Chile foram mais de 40 mil mortos em 17 anos de ditadura. Com uma população muito menor que a do Brasil.

Na Argentina e Uruguai os números foram altíssimos também.

A ditadura no Brasil talvez tenha sido uma das menos sangrentas da História. É um dado.

Eu não estou aqui querendo fazer juízos de valor, mas a verdade é a verdade. E é a verdade imparcial, e não versões bem intencionadas, que deveriam constar nos livros de Histórial.
Exatamente.

A ditadura foi deplorável e poderia ter sido evitada, mas passam uma imagem que só os militares eram os malvadões da história. Fizeram muita merda, é verdade, mas a esquerda não era santinha. Lutaram por um ideal que, com certeza, era tão prejudicial quanto o regime militar.

Economicamente falando, os 10 primeiros anos do regime militar foram muito bons pro país. Se eles tivessem largado o osso em 74, talvez seriam menos mal vistos. Se os comunistas tivessem dado o golpe, duvido que teriam feito algum progresso.
Acho que nossa situação atual é muito parecida com a época da ditadura. Década de 70 teve o "milagre econômico" que foi basicamente uma expansão de crédito e estatização de vários setores. Como toda expansão de crédito, o começo deu uma falsa bonança para a população, mas na década de 80 e metade da década de 90 pagamos caros com hiperinflação e aumento da desigualdade social que se reflete até hoje. Aconteceu isso na época do Lula e agora estamos pagando com a Dilma. No fim das contas, é uma política econômica burra, em que o país avança 2 passos e recua 4.

Offline Sdelareza

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #9 Online: 30 de Março de 2016, 20:28:30 »

Só para termos de comparação no Chile foram mais de 40 mil mortos em 17 anos de ditadura. Com uma população muito menor que a do Brasil.

O número certo deve ser de 4 mil mortos na ditadura chilena.

Offline André Luiz

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.307
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #10 Online: 30 de Março de 2016, 23:07:59 »
Esse pessoal que quer a volta da ditadura diz que é pra ela terminar o serviço, que matou pouco

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.905
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #11 Online: 31 de Março de 2016, 00:09:46 »

Só para termos de comparação no Chile foram mais de 40 mil mortos em 17 anos de ditadura. Com uma população muito menor que a do Brasil.

O número certo deve ser de 4 mil mortos na ditadura chilena.

Citação de: O Globo

France Presse

18/08/2011 18h34 - Atualizado em 18/08/2011 20h14

Ditadura de Pinochet no Chile deixou mais de 40 mil mortes, diz relatório

Novo relatório publicado nesta quinta (18) subiu nº oficial em 9.800 vítimas.
Do total, 3.225 são pessoas desaparecidas dadas como mortas.

Um novo relatório oficial sobre a ditadura de Augusto Pinochet, o terceiro em 20 anos de democracia, eleva para mais de 40 mil as vítimas desse regime, entre elas 3.225 mortos ou desaparecidos.

 O documento entregue nesta quinta-feira pela Comissão Valech, que atualiza outro relatório feito em 2004, acrescentou 9.800 novas vítimas de torturas e prisão política, que se somam às 27.255 reportadas inicialmente, e 30 novos casos de desaparecidos e executados, que se acrescentam aos 3.195 certificados oficialmente até agora.

 Desta forma, o total de vítimas oficiais entre executados, desaparecidos e torturados durante os 17 anos que durou a ditadura de Pinochet (1973-1990) subiu para 40.280, apesar de entre os grupos de vítimas se estimar que a cifra possa superar os 100.000.


http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/08/novo-relatorio-sobe-para-mais-de-40000-as-vitimas-da-ditadura-de-pinochet.html

Essa matéria está mesmo confusa. O título fala em 40 mil mortes, mas lendo o corpo da matéria não fica claro se estão totalizando apenas os mortos.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.523
  • Sexo: Masculino
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #12 Online: 31 de Março de 2016, 00:32:32 »
Só para termos de comparação no Chile foram mais de 40 mil mortos em 17 anos de ditadura. Com uma população muito menor que a do Brasil.
O número certo deve ser de 4 mil mortos na ditadura chilena.
Citação de: O Globo

France Presse

18/08/2011 18h34 - Atualizado em 18/08/2011 20h14

Ditadura de Pinochet no Chile deixou mais de 40 mil mortes, diz relatório

Novo relatório publicado nesta quinta (18) subiu nº oficial em 9.800 vítimas.
Do total, 3.225 são pessoas desaparecidas dadas como mortas.

Um novo relatório oficial sobre a ditadura de Augusto Pinochet, o terceiro em 20 anos de democracia, eleva para mais de 40 mil as vítimas desse regime, entre elas 3.225 mortos ou desaparecidos.

 O documento entregue nesta quinta-feira pela Comissão Valech, que atualiza outro relatório feito em 2004, acrescentou 9.800 novas vítimas de torturas e prisão política, que se somam às 27.255 reportadas inicialmente, e 30 novos casos de desaparecidos e executados, que se acrescentam aos 3.195 certificados oficialmente até agora.

 Desta forma, o total de vítimas oficiais entre executados, desaparecidos e torturados durante os 17 anos que durou a ditadura de Pinochet (1973-1990) subiu para 40.280, apesar de entre os grupos de vítimas se estimar que a cifra possa superar os 100.000.


http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/08/novo-relatorio-sobe-para-mais-de-40000-as-vitimas-da-ditadura-de-pinochet.html

Essa matéria está mesmo confusa. O título fala em 40 mil mortes, mas lendo o corpo da matéria não fica claro se estão totalizando apenas os mortos.

O título está errado.

São mais de 40 mil vítimas entre mortos, desaparecidos, torturados, aprisionados ou prejudicados em suas atividades.
Foto USGS

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 33.314
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #13 Online: 31 de Março de 2016, 07:38:46 »
Existe algum termo mais neutro para "revisionismo" histórico? Porque está fortemente associado ao negacionismo do holocausto, são quase sinônimos. Então político-marketologicamente você já começa perdendo se tem que defender "revisionismo" histórico, mesmo que esteja mais na posição de talvez ser até mesmo contra outros revisionismos históricos, além do nazista alemão -- "Mao era um homem muito bondoso, adorado por todo o povo", "Stalin foi um ditador de extrema-direita que corrompeu os ideais comunistas", etc.

Quanto a esse do Paul Buchanan, embora acho que ainda não (ou não mais) se enquadre em negacionismo do holocausto, penso bem como uma vez vi um comentário sobre ele, em um site conservador mesmo (para um considerável alívio). Se isso é o tipo de coisa que ele acha razoável de dizer publicamente, é meio perturbador imaginar o que ele deixa de dizer por estar se censurando, em função da imagem, aceitação. Tenho a impressão que ele é praticamente um "espantalho" útil para parte da esquerda americana, uma espécie de Olavo de Carvalho, só que chegam até a contratar para servir de espantalho. (Ele era até alguns anos atrás, comentarista na MSNBC, que é meio que uma FOX news esquerdista)







<a href="https://www.youtube.com/v/RMmZRNmgNa4" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/RMmZRNmgNa4</a>

No dia que Moro anulou o sigilo dos áudios, achei que esse cara fosse ter um ataque e morrer ao vivo.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.046
  • Sexo: Masculino
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #14 Online: 31 de Março de 2016, 19:01:23 »
É bom destacar que no Brasil também há várias iniciativas de revisionismo histórico partindo de movimentos de esquerda.

Offline André Luiz

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.307
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #15 Online: 02 de Abril de 2016, 19:23:05 »
A queda do império romano serve?

Uma hora foram os bárbaros botando fogo em tudo,  na outra foi uma amálgama de civilizações com algumas rusgas.

Em história militar tem muito disso, mas não sei se é revisionismo ou desculpa esfarrapada para derrotas ou subjugação

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.960
  • Sexo: Masculino
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #16 Online: 02 de Abril de 2016, 19:35:04 »
A queda do império romano serve?

Uma hora foram os bárbaros botando fogo em tudo,  na outra foi uma amálgama de civilizações com algumas rusgas.

Há quem diga até que foi o homossexualismo.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.046
  • Sexo: Masculino
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #17 Online: 02 de Abril de 2016, 20:05:24 »
Acho que a queda de Roma não é o tipo de coisa que ocorre por um motivo isolado.

Rhyan

  • Visitante
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #18 Online: 02 de Abril de 2016, 22:52:48 »
Esquerdistas dando desculpas sobre o Holodomor tá no mesmo nível de negar o Holocausto. É cada uma que falam... problema climático, Stalin era de extrema direita, mentira trotskysta, a URSS era o paraíso na Terra...

Sobre outros pontos, tem esse artigo que não me convenceu muito:

A farsa sobre Abraham Lincoln
http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1532

Esse me convenceu até agora:

O anárquico Velho Oeste não era nada selvagem
http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1028

Esse também:

A verdadeira face de Nelson Mandela
http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1758

A história é escrita pelos vencedores ou quase isso. Por mais que tenha um nível de fontes necessárias há sempre riscos. Muitos livros usados hoje nas escolas defendem coisas como 'FHC foi neoliberal', 'Lula foi o grande herói da economia'...

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.905
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #19 Online: 03 de Abril de 2016, 00:44:41 »
Libertário, o que você achou do artigo publicado no mises sobre a guerra desnecessária de Churchill?

Alguns pontos da argumentação estão baseados em incontestáveis fatos.

Hitler de fato ofereceu acordo de paz aos ingleses. E isto em momentos da guerra muito favoráveis aos alemães e extremamente desfavoráveis aos ingleses. Mesmo o voo de Rudolf Hess para o Reino Unido provavelmente tenha sido acordado com a cúpula do poder na Alemanha. Muito embora, com o fracasso da empreitada, eles jamais admitiriam isto.

É fato também indiscutivelmente documentado que Hitler declarou que aniquilar a União Soviética forçaria os ingleses a fazer a paz.

A linha Siegfried também é um fato. Os nazistas começaram sua construção na década de 30, antes da eclosão da guerra, em uma extensão de 630 km. O projeto previa 18 mil bunkers, uma coisa colossal. Não faz o menor sentido uma coisa assim do ponto de vista de quem está planejando uma invasão da França.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 33.314
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #20 Online: 03 de Abril de 2016, 17:56:25 »
Buchanan é considerado pseudo-historiador e outros rótulos menos lisonjeiros. É curiosa essa atração sempre pela "história alternativa".

Rhyan

  • Visitante
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #21 Online: 03 de Abril de 2016, 18:52:16 »
Pedro,

Eu gostei, essa ideia de guerra necessária é muito improvável que surja do nada, mas conhecimento de história é complicado, principalmente em pontos tão polêmicos. Mas tem que tomar cuidado com o revisionismo, até do pessoal do Mises Institute. O Tom Woods, por exemplo, força muito na defesa da ICAR no seu "Como a igreja católica construiu a civilização ocidental".

É muito típico isso em ensino de história, escolas protestantes ensinam que a reforma foi maravilhosa, antes dela era um caos. Ensino católico é o completo oposto. Ideologias políticas idem. Mas ser neutro é uma impossibilidade absoluta.

Sei que existe um consenso entre antropólogos e historiadores sobre a existência de Jesus (homem), mas nunca vi no que se baseia tal consenso. Acho que esse nível de embasamento histórico com evidências e peer review deve estar muito além do alcance para um público leigo, pessoas de fora academia, geralmente.

Offline MarceliNNNN

  • Nível 16
  • *
  • Mensagens: 405
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #22 Online: 05 de Abril de 2016, 20:04:45 »
A Ditadura militar aqui no Brasil é vista como golpe, mas as ditaduras da esquerda são vistas como revoluções. Isso faz sentido do ponto de vista histórico?

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.905
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #23 Online: 06 de Abril de 2016, 01:21:50 »
A Ditadura militar aqui no Brasil é vista como golpe, mas as ditaduras da esquerda são vistas como revoluções. Isso faz sentido do ponto de vista histórico?

Sim, porque revolução é algo que revoluciona.

Geralmente o estabelecimento de uma ditadura de esquerda significa uma profunda mudança na estrutura sócio-política-econômica. A não ser quando uma ditadura de esquerda é substituída por outra ditadura de esquerda. Neste caso é apenas golpe mesmo.

No Brasil tivemos um golpe. Mesmo a parte da classe política mais degenerada desse país foi mantida, repeitaram-se seus privilégios e sua forma viciada de fazer política. Os "Malufs" e "ACMs"... os coronéis nordestinos, tudo como dantes no quartel de abrantes.

Então foi golpe mesmo.

Offline MarceliNNNN

  • Nível 16
  • *
  • Mensagens: 405
Re:Revisionismo Histórico
« Resposta #24 Online: 06 de Abril de 2016, 10:07:36 »
A Ditadura militar aqui no Brasil é vista como golpe, mas as ditaduras da esquerda são vistas como revoluções. Isso faz sentido do ponto de vista histórico?

Sim, porque revolução é algo que revoluciona.

Geralmente o estabelecimento de uma ditadura de esquerda significa uma profunda mudança na estrutura sócio-política-econômica. A não ser quando uma ditadura de esquerda é substituída por outra ditadura de esquerda. Neste caso é apenas golpe mesmo.

No Brasil tivemos um golpe. Mesmo a parte da classe política mais degenerada desse país foi mantida, repeitaram-se seus privilégios e sua forma viciada de fazer política. Os "Malufs" e "ACMs"... os coronéis nordestinos, tudo como dantes no quartel de abrantes.

Então foi golpe mesmo.
Entendi. Mas essas revoluções de esquerda também não podem ser consideradas como golpe? Além de ter sido uma revolução, houve um golpe também.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!