Autor Tópico: Governo Temer/Pós Dilma  (Lida 48614 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Entropia

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 395
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1350 Online: 03 de Maio de 2017, 21:03:55 »
Dirceu, Bumlai e Eike Soltos.


Só isso mesmo.

Offline Skeptikós

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.767
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1351 Online: 03 de Maio de 2017, 21:05:10 »
Estão dispostas a trocarem de opinião, se tiverem acesso a informação e argumentos,. É diferente do militante,  seja ele ignorante ou bem informado, que age mais como um torcedor do que como um agente racional.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.351
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1352 Online: 04 de Maio de 2017, 13:49:04 »
A parte 2 da Sessão Comédia foi mais tensa.

Elogios e admiração pela coragem e sangue frio de Arthur do Val que vai sozinho enfrentar uma turba de militontos burros e violentos.
E assim ele expõe o apreço pela democracia e o respeito a ideias contrárias que os pelegos mamadores de Imposto Sindical ostentam.
Muito bem, Arthur.
É a melhor amostra do que realmente se passa pela cabeça de criaturas totalitárias e intolerantes, que se valem apenas de violência física.

Respeito a opiniões contrárias? Argumentos? Nahh.

Torcer para nunca acontecer algo que fuja ao controle e cause maiores danos à sua integridade física.
Porque o perigo é real.
Mais uma vez, Arthur: sua coragem é louvável!

<a href="https://www.youtube.com/v/6Glto49cmkA" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/6Glto49cmkA</a>

Um dia ainda vai ter militonto-pelego perdendo o fôlego de tanta raiva.
 :lol:

Offline Skeptikós

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.767
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1353 Online: 04 de Maio de 2017, 16:17:23 »
A revista fórum também postou uma notícia comemorando as agressões infringidas contra o Arthur. A parcialidade destes meios de comunicação não tem comparação com aqueles apontados como simpáticos a direita ou a oposição (Veja, Globo e Isto é, por exemplo).
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1354 Online: 13 de Maio de 2017, 19:35:53 »
Esse pessoal pró-golpe/revolução militar-popular ainda não acalmou?

Andando por essas bandas meio esquisitas do youtube (onde postam queles vídeos que o Jack Carver reproduz aqui) vi coisas de "vamos tomar Brasília", com policiais de outros estados chamado outros para irem para lá. Mas acho que tentaram fazer algo assim (não é explícito que fosse já uma tomada do poder, embora seja praticamente dito com todas as letras em algumas imagens que montam, "vamos destituir todos os corruptos") ainda em Março, mas não vi nada disso em notícias nem nada.

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.351
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1355 Online: 17 de Maio de 2017, 19:55:30 »
Bomba atômica!
Corram para as montanhas!

Citar
Dono da JBS grava Temer dando aval para compra de silêncio de Cunha
Joesley Batista e o seu irmão Wesley confirmaram a Fachin o que falaram a PGR
por Lauro Jardim
17/05/2017 19:30 / Atualizado 17/05/2017 19:33

Dono da JBS grava Temer dando aval para compra de silêncio Cunha - Ailton de Freitas / Agência O Globo

RIO — Na tarde de quarta-feira passada, Joesley Batista e o seu irmão Wesley entraram apressados no STF e seguiram direto para o gabinete do ministro Edson Fachin. Os donos da JBS, a maior produtora de proteína animal do planeta, estavam acompanhados de mais cinco pessoas, todas da empresa. Foram lá para o ato final de uma bomba atômica que explodirá sobre o país — a delação premiada que fizeram, com poder de destruição igual ou maior que a da Odebrecht. Diante de Fachin, a quem cabe homologar a delação, os sete presentes ao encontro confirmaram: tudo o que contaram à Procuradoria-Geral da República em abril foi por livre e espontânea vontade, sem coação.

É uma delação como jamais foi feita na Lava-Jato:

Nela, o presidente Michel Temer foi gravado em um diálogo embaraçoso. Diante de Joesley, Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F (holding que controla a JBS). Posteriormente, Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley. Temer também ouviu do empresário que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados. Diante da informação, Temer incentivou: "Tem que manter isso, viu?".

Aécio Neves foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley. O dinheiro foi entregue a um primo do presidente do PSDB, numa cena devidamente filmada pela Polícia Federal. A PF rastreou o caminho dos reais. Descobriu que eles foram depositados numa empresa do senador Zeze Perrella (PSDB-MG).

Joesley relatou também que Guido Mantega era o seu contato com o PT. Era com o ex-ministro da Fazenda de Lula e Dilma Rousseff que o dinheiro de propina era negociado para ser distribuído aos petistas e aliados. Mantega também operava os interesses da JBS no BNDES.

Joesley revelou também que pagou R$ 5 milhões para Eduardo Cunha após sua prisão, valor referente a um saldo de propina que o peemedebista tinha com ele. Disse ainda que devia R$ 20 milhões pela tramitação de lei sobre a desoneração tributária do setor de frango.

Pela primeira vez na Lava-Jato foram feitas "ações controladas", num total de sete. Ou seja, um meio de obtenção de prova em flagrante, mas em que a ação da polícia é adiada para o momento mais oportuno para a investigação. Significa que os diálogos e as entregas de malas (ou mochilas) com dinheiro foram filmadas pela PF. As cédulas tinham seus números de série informados aos procuradores. Como se fosse pouco, as malas ou mochilas estavam com chips para que se pudesse rastrear o caminho dos reais. Nessas ações controladas foram distribuídos cerca de R$ 3 milhões em propinas carimbadas durante todo o mês de abril.

Se a delação da Odebrecht foi negociada durante dez meses e a da OAS se arrasta por mais de um ano, a da JBS foi feita em tempo recorde. No final de março, se iniciaram as conversas. Os depoimentos começaram em abril e na primeira semana de maio já haviam terminado. As tratativas foram feitas pelo diretor jurídico da JBS, Francisco Assis e Silva. Num caso único, aliás, Assis e Silva acabou virando também delator. Nunca antes na história das colaborações um negociador virara delator.

A velocidade supersônica para que a PGR tenha topado a delação tem uma explicação cristalina. O que a turma da JBS (Joesley sobretudo) tinha nas mãos era algo nunca visto pelos procuradores: conversas comprometedoras gravadas pelo próprio Joesley com Temer e Aécio — além de todo um histórico de propinas distribuídas a políticos nos últimos dez anos. Em duas oportunidades em março, o dono da JBS conversou com o presidente e com o senador tucano levando um gravador escondido — arma que já se revelara certeira sob o bolso do paletó de Sérgio Machado, delator que inaugurou a leva de áudios comprometedores. Ressalte-se que essas conversas, delicadas em qualquer época, ocorreram no período mais agudo da Lava-Jato. Nem que fosse por medo, é de se perguntar: como alguém ainda tinha coragem de tratar desses assuntos de forma tão desabrida?

Para que as conversas não vazassem, a PGR adotou um procedimento inusual. Joesley, por exemplo, entrava na garagem da sede da procuradoria dirigindo o próprio carro e subia para a sala de depoimentos sem ser identificado. Assim como os outros delatores.

Ao mesmo tempo em que delatava no Brasil, a JBS mandatou o escritório de advocacia Trench, Rossi e Watanabe para tentar um acordo de leniência com o Departamento de Justiça dos EUA (DoJ). Fechá-lo é fundamental para o futuro do grupo dos irmãos Batista. A JBS tem 56 fábricas nos EUA, onde lidera o mercado de suínos, frangos e o de bovinos. Precisa também fazer um IPO (abertura de capital) da JBS Foods na Bolsa de Nova York.

Pelo que foi homologado por Fachin, os sete delatores não serão presos e nem usarão tornozeleiras eletrônicas. Será paga uma multa de R$ 225 milhões para livrá-los das operações Greenfield e Lava-Jato que investigam a JBS há dois anos. Essa conta pode aumentar quando (e se) a leniência com o DoJ for assinada. (Colaborou Guilherme Amado)




Haverá prisão de Temer?
Obstrução à justiça?
Assume Rodrigo Maia?

Que se faça cumprir a lei, seja Temer, Aécio ou quem quer que seja.

Offline Euler1707

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 673
  • Sexo: Masculino
  • não há texto pessoal
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1356 Online: 17 de Maio de 2017, 20:17:35 »
Ué, mas a globo não é golpista?
Será que estão planejando outro golpe?


Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.026
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1357 Online: 17 de Maio de 2017, 20:17:39 »
Acabou. Não tem outra escolha senão renunciar. Obstrução da Justiça durante o mandato.

Aécio precisa ser preso em flagrante.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.026
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1358 Online: 17 de Maio de 2017, 20:18:29 »
https://oglobo.globo.com/brasil/grampo-revela-que-aecio-pediu-2-milhoes-dono-da-jbs-21353924

Citar
— Se for você a pegar em mãos, vou eu mesmo entregar. Mas, se você mandar alguém de sua confiança, mando alguém da minha confiança — propôs Joesley.

Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do caralho — respondeu Aécio.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.026
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1359 Online: 17 de Maio de 2017, 20:19:45 »
E não se enganem achando que o presidente da JBS fez o acorde de delação por bondade no coração. É porque agora os poderosos estão indo preso. A LJ, realmente, mudou o país.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Euler1707

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 673
  • Sexo: Masculino
  • não há texto pessoal
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1360 Online: 17 de Maio de 2017, 20:20:25 »
Seria épico ver o Aécio preso, à lá Delcídio.


Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.351
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1362 Online: 17 de Maio de 2017, 20:31:11 »
...frio na barriga de pensar em eleições tão já, caso Temer renuncie... :medo:

Já passou do meio do mandato.
Não haverá antecipação das eleições.
Haverá uma eleição indireta no Congresso.
Candidatos são Carmen Lúcia, FHC, Joaquim Barbosa e outros "notáveis".

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.351
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1363 Online: 17 de Maio de 2017, 20:33:00 »
Mas isso só se houver vacância do cargo.
Numa provável saída de Temer, Rodrigo Maia assume.

E possivelmente diremos adeus às reformas.
Justamente quando o país retomava o crescimento, voltava a oferecer vagas de emprego, e outras melhorias.
O povo menos favorecido sofre mais.
Mas que se aplique a lei!

Que seriado longo e emocionante!

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1364 Online: 17 de Maio de 2017, 20:35:06 »
Achava que "desse tempo" de acelerar eleições, mesmo com Maia assumindo. Pressão para isso é previsível, já que é fundamental para a canditatura de Lula.

Offline Entropia

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 395
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1365 Online: 17 de Maio de 2017, 20:38:09 »
Essas gravacoes aí já fizeram alguém ser efetivamente preso? Como se fosse flagrante?

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.351
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1366 Online: 17 de Maio de 2017, 20:41:56 »
Achava que "desse tempo" de acelerar eleições, mesmo com Maia assumindo. Pressão para isso é previsível, já que é fundamental para a canditatura de Lula.

Eu já li em algum lugar que seria necessária um Projeto de Emenda à Constituição, mas, mesmo assim, parece que trata-se de cláusula pétrea e que não tem como antecipar mais.
Vai ser eleição indireta mesmo, acho eu.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1367 Online: 17 de Maio de 2017, 20:45:00 »
Tomara* que seja. Valeu pelo alívio! :biglol:



* ou "tomara" entre aspas. Não chega ser motivo para "comemoração", é mais um alívio de pelo menos não ser Lula, que deve ser o maior temor imediato imaginável.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1368 Online: 17 de Maio de 2017, 20:54:30 »
Já tem pedido de impeachment protocolado na Câmara. Os caras não perdem tempo.

Offline Euler1707

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 673
  • Sexo: Masculino
  • não há texto pessoal
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1369 Online: 17 de Maio de 2017, 21:00:03 »
Havendo eleições diretas, e considerando que as reformas feitas pelo Temer não são lá muito populares, quem terá chances de se eleger presidente?
Quem são os possíveis candidatos?

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.954
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1370 Online: 17 de Maio de 2017, 21:02:49 »
Havendo eleições diretas, e considerando que as reformas feitas pelo Temer não são lá muito populares, quem terá chances de se eleger presidente?
Quem são os possíveis candidatos?

Atualmente, Lula, Bolsonaro e Marina são os presidenciáveis mais cotados.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.009
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1371 Online: 17 de Maio de 2017, 21:03:24 »
Lula, Dória, Marina e Bolsonaro.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1372 Online: 17 de Maio de 2017, 21:12:46 »
Acho que os mais cotados entre parlamentares não são necessariamente esses mais cotados na população geral.

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.891
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1373 Online: 17 de Maio de 2017, 21:37:47 »
Acho que os mais cotados entre parlamentares não são necessariamente esses mais cotados na população geral.

Entre parlamentares e juízes a coisa costuma ser absurdamente diferente do que clama a população geral. Pelo menos aquela população que clama por alguma coisa qualquer.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Governo Temer/Pós Dilma
« Resposta #1374 Online: 18 de Maio de 2017, 00:43:33 »
Sem Temer, quem terá coragem de tocar as reformas?

Será que elas poderão prosseguir mesmo após uma eventual renúncia ou impedimento/cassassão, ou tendem a ser adiadas até as eleições diretas?

...quando as chances são de serem adiadas ainda mais... se o Brasil agüentar...  :umm:









<a href="https://www.youtube.com/v/BX0tXyrOTkY" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/BX0tXyrOTkY</a>







Citar
http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2017-05/temer-diz-que-jamais-solicitou-pagamento-para-obter-silencio-de-cunha

...

Íntegra da nota da Presidência da República

"O presidente Michel Temer jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. Não participou e nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar.

O encontro com o empresário Joesley Batista ocorreu no começo de março, no Palácio do Jaburu, mas não houve no diálogo nada que comprometesse a conduta do presidente da República.
O presidente defende ampla e profunda investigação para apurar todas as denúncias veiculadas pela imprensa, com a responsabilização dos eventuais envolvidos em quaisquer ilícitos que venham a ser comprovados."

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República




 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!