Autor Tópico: Bolsonaro  (Lida 63009 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Agnoscetico

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.090
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1450 Online: 08 de Setembro de 2018, 23:11:24 »


- Comparações entre caso de Marielle x Bolsonaro;

- Amoedo dizendo que Bolsonaro não poderia ser definido como liberal;

- etc;

<a href="https://www.youtube.com/v/L2mG261eNx8" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/L2mG261eNx8</a>

Offline Agnoscetico

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.090
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1451 Online: 09 de Setembro de 2018, 01:26:06 »

Lembra um pouco uma versão feminina esquerdista do Artur do val, mostrando uma confusão entre fãs de Bolsonaro por causa do caso da facada.

<a href="https://www.youtube.com/v/jN20i_vk4_Y" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/jN20i_vk4_Y</a>



Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.947
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1452 Online: 09 de Setembro de 2018, 10:46:38 »
(maldito sistema que me faz pensar que estou na última mensagem, quando não)

Há dois anos Gauss profetizava... ( eu teria profetizado o mesmo )

Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Merda acontece.

Os próximos candidatos terão que investir pesado em "engenharia memética".

Apesar de ser talvez o que maior compatibilidade tive nos quizes, chega a dar pena da ingenuidade do Meirelles, numa entrevista, praticamente achando que deslancharia em intenções de voto só com um bordão televisivo como, "está com problema? Chame o Meirelles". Ou algo que rimasse, meio como "nada tema, com Meirelles não há problema".

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.446
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1453 Online: 09 de Setembro de 2018, 10:54:24 »

Bolsonaro tem ‘nítida melhora clínica’, diz novo boletim


Brasil  09.09.18 10:41

O boletim divulgado esta manhã pelo hospital Albert Einstein diz que o estado de saúde de Jair Bolsonaro é “estável” e tem “nítida melhora clínica e laboratorial, sem nenhuma evidência de infecção”.

O informe diz também que “o quadro abdominal apresentou melhora nas últimas 24 horas e o paciente persiste em cuidados intensivos e com progresso do tempo de permanência fora de leito e caminhada”.


https://www.oantagonista.com/brasil/bolsonaro-tem-nitida-melhora-clinica-diz-novo-boletim/?utm_source=OA&utm_medium=leiamais&utm_campaign=interna&utm_content=1

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.947
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1454 Online: 09 de Setembro de 2018, 12:32:10 »
<a href="https://www.youtube.com/v/0jimRIvyxH0" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/0jimRIvyxH0</a>

Offline Muad'Dib

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.612
Re:Bolsonaro
« Resposta #1455 Online: 09 de Setembro de 2018, 15:32:31 »
(maldito sistema que me faz pensar que estou na última mensagem, quando não)

Há dois anos Gauss profetizava... ( eu teria profetizado o mesmo )

Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Merda acontece.

Os próximos candidatos terão que investir pesado em "engenharia memética".

Apesar de ser talvez o que maior compatibilidade tive nos quizes, chega a dar pena da ingenuidade do Meirelles, numa entrevista, praticamente achando que deslancharia em intenções de voto só com um bordão televisivo como, "está com problema? Chame o Meirelles". Ou algo que rimasse, meio como "nada tema, com Meirelles não há problema".

Se a nossa situação é tal que o candidato vencedor (ou candidatos com chance) é quem tem mais talento na memetização da situação, nós estamos fodidos. Memes são o golpe baixo da política. Campanhas que memetizam são campanhas de pessoas que não são as ideais para assumir o poder.

Memes são o fim da democracia.


Offline Pedro Reis

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.454
Re:Bolsonaro
« Resposta #1457 Online: 09 de Setembro de 2018, 17:04:38 »
O curioso no fenômeno Bolsonaro é que ele tem um índice de rejeição altíssimo. 39% antes do atentado, segundo as pesquisas.

Era uma figura extremamente impopular, mas que se elegia há duas décadas deputado fazendo um discurso para um nicho minoritário. E a estratégia de ser impopular frequentemente funciona quando se pleiteia uma posição de deputado, porque quando você diz coisas que nenhum político ousaria dizer, mas que são justamente o que uma pequena minoria gostaria de ouvir, essa pequena minoria acaba direcionando todos os seus votos para aquele candidato, o que muitas vezes é o suficiente para se chegar a deputado federal.

Mas para as posições executivas ( prefeito, governador e presidente ) não tem jeito: é preciso agradar a maioria. Ou pelo menos a maioria dos que irão depositar votos válidos na urna.

Um exemplo clássico é o do Dr. Enéas: deputado federal mais votado da história, mas que tinha desempenho pífio quando se candidatava à presidência.

Quando Gauss escreveu o post acima citado, o Bolsonaro era esse tipo extremamente impopular entre os eleitores mais politizados mas um personagem meio desconhecido entre os um tanto alienados.

Boçalnato se elege pelo RJ, e eu me lembro de em 2013 estar em uma avenida no Rio de Janeiro, uma avenida imensa ( a Pres. Getúlio Vargas ) que deve ter uns 8 kms de extensão, e estava apinhada de gente do início ao fim com aquelas manifestações. Tudo muito pacífico, sem gente de partido político no meio, ninguém quebrando nada nem fazendo bagunça. As pessoas estavam tão civilizadas que ninguém nem pixava as paredes, traziam de casa cartazes de cartolina já prontos e colavam nos muros com fita adesiva. Nesses cartazes dois personagens eram os mais citados: o Pr. Marco Feliciano e o Bolsonaro. E não era para tecer elogios! As pessoas estavam execrando estas duas figuras, como se fossem ícones do que de pior existe na política no Brasil.

O que aconteceu de lá pra cá é que a partir de 2016 começaram a investir na imagem do Bolsonaro com essa ofensiva memética, que acabou fisgando justamente aquela parcela alienada, que antes mal sabia quem era Bolsonaro.

 E quem não gostava continua não gostando: são os 39%, o que fazia, em 2016, parecer que esse era um personagem tremendamente impopular.
« Última modificação: 09 de Setembro de 2018, 17:13:54 por Pedro Reis »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.947
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1458 Online: 09 de Setembro de 2018, 18:32:56 »
Exageros e distorções provavelmente propiciam propaganda negacionista eficaz, exageros criarão algum um efeito de "gritar Lobo", e as pessoas tenderão a dar maior desconto conforme ouvem falar de mais críticas, ainda mais conforme ouvirem defesas bem montadas contra os piores exageros.


Citar
São Paulo, domingo, 17 de março de 2002


Petista recebe a mesma rejeição de 98
DA REPORTAGEM LOCAL

Se confirmado hoje, Luiz Inácio Lula da Silva entrará na sua quarta disputa presidencial com o patamar de rejeição -percentual de eleitores que afirmam que em nenhuma condição votariam em determinado candidato- maior do que a média obtida em 1989 e praticamente igual às de 1994 e 1998.
A resistência a Lula -rejeição de 32% na pesquisa do Datafolha de terça-feira passada- pode ser medida na comparação com as médias do mesmo índice durante as três últimas campanhas presidenciais. Em nove pesquisas de 1989, a média foi 26,4%; em 11 pesquisas em 1994, 31,9%; e em sete pesquisas de 1998, 32,9%.
"Até hoje Lula paga o preço de sua oposição ao Plano Real",

[...]


Citar
Rejeição a Bolsonaro cresce e indica dificuldades em possível segundo turno
Entre maio e agosto, o percentual dos eleitores que declaram que não votariam em Bolsonaro "de jeito nenhum" saltou de 47% para 57%

https://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/7572916/rejeicao-a-bolsonaro-cresce-e-indica-dificuldades-em-possivel-segundo-turno

Acho que o atentado não deve ter um efeito muito significativo nisso, a menos que ele consiga usá-lo de maneira magistral.

Cultivar o medo torna as pessoas mais conservadoras/direitistas, é uma oportunidade, mas pode ser tiro no pé.

Offline Agnoscetico

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.090
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1459 Online: 09 de Setembro de 2018, 18:39:49 »


<a href="https://www.youtube.com/v/UpcuTo3BzUU" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/UpcuTo3BzUU</a>



Offline Euler1707

  • Nível 23
  • *
  • Mensagens: 997
  • Sexo: Masculino
  • não há texto pessoal
Re:Bolsonaro
« Resposta #1461 Online: 09 de Setembro de 2018, 21:07:16 »
Corrigindo: facada num apologista da ditadura e da tortura e matança de inocentes.

Um verdadeiro ato cívico. Talvez devêssemos fazer isso mais vezes, o que de mal pode acontecer?

(by the way: essa facada não vai mudar a maneira que Bolsonaro e seus eleitores pensam, mas só reafirma aquilo que eles já acreditavam, e, indiferente de quem seja, dar facada em alguém por conta de seus posicionamentos políticos ainda é algo moralmente errado).

Offline Gauss

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.232
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Bolsonaro
« Resposta #1462 Online: 09 de Setembro de 2018, 22:02:59 »
Há dois anos Gauss profetizava... ( eu teria profetizado o mesmo )

Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Merda acontece.


Colocarei essa profecia de assinatura, caso 'Bolsomito' seja eleito.
Citação de: Gauss
Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Offline Gauss

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.232
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Bolsonaro
« Resposta #1463 Online: 09 de Setembro de 2018, 22:04:05 »
Corrigindo: facada num apologista da ditadura e da tortura e matança de inocentes.
Ufa, então pode.
Citação de: Gauss
Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Offline Gauss

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.232
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Bolsonaro
« Resposta #1464 Online: 09 de Setembro de 2018, 22:09:20 »
O curioso no fenômeno Bolsonaro é que ele tem um índice de rejeição altíssimo. 39% antes do atentado, segundo as pesquisas.

Era uma figura extremamente impopular, mas que se elegia há duas décadas deputado fazendo um discurso para um nicho minoritário. E a estratégia de ser impopular frequentemente funciona quando se pleiteia uma posição de deputado, porque quando você diz coisas que nenhum político ousaria dizer, mas que são justamente o que uma pequena minoria gostaria de ouvir, essa pequena minoria acaba direcionando todos os seus votos para aquele candidato, o que muitas vezes é o suficiente para se chegar a deputado federal.

Mas para as posições executivas ( prefeito, governador e presidente ) não tem jeito: é preciso agradar a maioria. Ou pelo menos a maioria dos que irão depositar votos válidos na urna.

Um exemplo clássico é o do Dr. Enéas: deputado federal mais votado da história, mas que tinha desempenho pífio quando se candidatava à presidência.

Quando Gauss escreveu o post acima citado, o Bolsonaro era esse tipo extremamente impopular entre os eleitores mais politizados mas um personagem meio desconhecido entre os um tanto alienados.

Boçalnato se elege pelo RJ, e eu me lembro de em 2013 estar em uma avenida no Rio de Janeiro, uma avenida imensa ( a Pres. Getúlio Vargas ) que deve ter uns 8 kms de extensão, e estava apinhada de gente do início ao fim com aquelas manifestações. Tudo muito pacífico, sem gente de partido político no meio, ninguém quebrando nada nem fazendo bagunça. As pessoas estavam tão civilizadas que ninguém nem pixava as paredes, traziam de casa cartazes de cartolina já prontos e colavam nos muros com fita adesiva. Nesses cartazes dois personagens eram os mais citados: o Pr. Marco Feliciano e o Bolsonaro. E não era para tecer elogios! As pessoas estavam execrando estas duas figuras, como se fossem ícones do que de pior existe na política no Brasil.

O que aconteceu de lá pra cá é que a partir de 2016 começaram a investir na imagem do Bolsonaro com essa ofensiva memética, que acabou fisgando justamente aquela parcela alienada, que antes mal sabia quem era Bolsonaro.

 E quem não gostava continua não gostando: são os 39%, o que fazia, em 2016, parecer que esse era um personagem tremendamente impopular.
Perfeito! :ok:
Citação de: Gauss
Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.603
Re:Bolsonaro
« Resposta #1465 Online: 09 de Setembro de 2018, 22:11:06 »
Corrigindo: facada num apologista da ditadura e da tortura e matança de inocentes.

Já que existiam revolucionários que diziam que lutavam com armas para "defender a democracia", muitos apologistas dos crimes da ditadura também se referem aos assassinatos e torturas da ditadura repudiados por eles assim: "Corrigindo: assassinatos e torturas contra bandidos, terroristas e revolucionários para reestabelecer a lei e a ordem em um país".

"Facada na democracia" não serve apenas para Bolsonaro, há outros casos semelhantes ou análogos. Por exemplo, mesmo o "atentado" recente contra Lula, caso fosse verdadeiro, seria um "tiro na democracia". Quem tem legitimidade de impedir a democracia de gerar uma determinada ocupação de um cargo político são, ou os eleitores, ou a ordem jurídica imposta por uma constituição estabelecida democraticamente. E não um bandido que se acha dono do Estado de Exceção.   
« Última modificação: 09 de Setembro de 2018, 23:14:22 por -Huxley- »

Offline Agnoscetico

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.090
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1466 Online: 09 de Setembro de 2018, 22:21:14 »

Post errado
« Última modificação: 09 de Setembro de 2018, 22:28:14 por Agnoscetico »

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.603
Re:Bolsonaro
« Resposta #1467 Online: 09 de Setembro de 2018, 23:04:27 »
Aglutinei dois posts em um.
« Última modificação: 09 de Setembro de 2018, 23:12:35 por -Huxley- »

Offline Agnoscetico

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.090
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1468 Online: 09 de Setembro de 2018, 23:33:06 »
Aglutinei dois posts em um.

Esqueci de explicar melhor: Foi meu post que tava erado e não tive com excluir, pois era de outro tópico

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.603
Re:Bolsonaro
« Resposta #1469 Online: 09 de Setembro de 2018, 23:35:30 »
Aglutinei dois posts em um.

Esqueci de explicar melhor: Foi meu post que tava erado e não tive com excluir, pois era de outro tópico

Estava me referindo a mim mesmo. Eu fiz um parágrafo extra num post antigo usando o parágrafo que apaguei num post mais recente.

Offline Agnoscetico

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.090
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1470 Online: 09 de Setembro de 2018, 23:43:01 »
Paula Marisa afirmando que agora elegeram Bolsonaro, e que ele já tinha o maior apoio popular antes do que aconteceu. Dizendo que ainda podia se aformar nada mas conjecturar: Que quem esfaqueou Bolsonaro foi por ser contra idéias dele, logo só pode ser esquerdista. Como se não tivesse liberais que discordem dele.

<a href="https://www.youtube.com/v/3Xq5AagXV6A" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/3Xq5AagXV6A</a>



Offline Pedro Reis

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.454
Re:Bolsonaro
« Resposta #1471 Online: 10 de Setembro de 2018, 01:44:03 »
Corrigindo: facada num apologista da ditadura e da tortura e matança de inocentes.
Ufa, então pode.

Eu penso assim: se não se pode mais nem esfaquear o Bolsonaro, então quem é que se vai poder esfaquear, meu deus do céu?!!!

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.446
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1472 Online: 10 de Setembro de 2018, 07:33:57 »

Malafaia visita Bolsonaro no hospital: “foi milagre”


Pastor diz que “Deus é especialista em transformar caos em bênção”

por Jarbas Aragão


Silas Malafaia e Jair Bolsonaro. (Foto: Reprodução / Instagram)

O pastor Silas Malafaia esteve no hospital Albert Einsten, em São Paulo, para onde foi transferido o candidato do PSL Jair Bolsonaro após o atentado à faca que sofreu em Juiz de Fora (MG) nesta quinta (6).


Ao lado do político, que está em processo de recuperação após passar por uma colostomia, Malafaia afirmou que “Deus é especialista em transformar caos em bênção”. Manifestando seu apoio ao candidato, ele afirmou que “A gente não entende. Isso não é vontade absoluta de Deus, é permissiva”.


https://noticias.gospelprime.com.br/malafaia-visita-bolsonaro-no-hospital-foi-milagre/


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.446
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1473 Online: 10 de Setembro de 2018, 08:53:30 »


Malafaia diz que ataque é sinal de que Bolsonaro deve ser presidente


Pastor pede a todos os cristãos que orem por Bolsonaro e pela nação neste dia 7 de setembro


por Cris Beloni


Silas Malafaia. (Foto: Reprodução / Youtube)


Poucas horas depois do incidente, quando Jair Bolsonaro foi atingido por uma facada na barriga, o pastor Silas Malafaia postou um vídeo em suas redes sociais.


Ele afirmou que o atentado contra a vida de Bolsonaro emite alguns sinais. “Pare para pensar. Quase toda a imprensa brasileira é contra esse cara”, começa. Segundo ele “só tentam ver algum fato ruim” para prejudicá-lo.


Além da imprensa, ele cita todos os políticos que estão no domínio do poder, afirmando que “eles odeiam” Bolsonaro. Para Malafaia esse é o sinal que faltava para que as pessoas vejam que o presidenciável tem uma vida limpa. “Não tem nada de corrupção”, defende.


O pastor pede orações a todos os cristãos. “A oração da igreja é uma coisa muito poderosa. A paz social vem pela nossa oração”, disse.

“Vamos levantar um clamor pela nossa nação pra Deus mudar os rumos desse país. Livrar esse país do caos, da desgraça social e da falta de paz. Eu quero declarar que o Brasil é do Senhor Jesus”, conclui.



Leia mais

Malafaia visita Bolsonaro no hospital:

Malafaia visita Bolsonaro no hospital: "foi milagre"

João Amoêdo diz ser favorável à taxação de igrejas


https://noticias.gospelprime.com.br/malafaia-diz-que-ataque-e-sinal-de-que-bolsonaro-deve-ser-presidente/



Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.947
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsonaro
« Resposta #1474 Online: 10 de Setembro de 2018, 10:12:36 »
Corrigindo: facada num apologista da ditadura e da tortura e matança de inocentes.
Ufa, então pode.

Essa é honestamente sua interpretação?






Corrigindo: facada num apologista da ditadura e da tortura e matança de inocentes.

Um verdadeiro ato cívico. Talvez devêssemos fazer isso mais vezes, o que de mal pode acontecer?

(by the way: essa facada não vai mudar a maneira que Bolsonaro e seus eleitores pensam, mas só reafirma aquilo que eles já acreditavam, e, indiferente de quem seja, dar facada em alguém por conta de seus posicionamentos políticos ainda é algo moralmente errado).

É apenas Bolsonaro e seus fãs que defendem matar e torturar adversários políticos e inocentes, e acabar com a democracia.

Na Alemanha, que adota o que chama de "democracia fortificada", não há pena de morte para esse tipo de propaganda (ou leniência para crimes cometidos contra quem ataque a democracia), mas coisas como suspensão dos direitos políticos.










Corrigindo: facada num apologista da ditadura e da tortura e matança de inocentes.

Já que existiam revolucionários que diziam que lutavam com armas para "defender a democracia", muitos apologistas dos crimes da ditadura também se referem aos assassinatos e torturas da ditadura repudiados por eles assim: "Corrigindo: assassinatos e torturas contra bandidos, terroristas e revolucionários para reestabelecer a lei e a ordem em um país".

"Facada na democracia" não serve apenas para Bolsonaro, há outros casos semelhantes ou análogos. Por exemplo, mesmo o "atentado" recente contra Lula, caso fosse verdadeiro, seria um "tiro na democracia". Quem tem legitimidade de impedir a democracia de gerar uma determinada ocupação de um cargo político são, ou os eleitores, ou a ordem jurídica imposta por uma constituição estabelecida democraticamente. E não um bandido que se acha dono do Estado de Exceção.   

Eu concordo nesse sentido, porém a ironia não poderia ser maior. "Facada na democracia" se tratando do único cara que é famoso por ter dito que a primeira coisa que faria se tomasse o poder era acabar com ela.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!