Autor Tópico: Reforma da Previdência  (Lida 8024 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #150 Online: 01 de Abril de 2017, 16:02:47 »
Eu sei que responder a troll pode ser visto como perda de tempo, mas minhas respostas são para os demais leitores do tópico, não para o próprio.

Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.763
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #151 Online: 01 de Abril de 2017, 16:29:54 »
Eu sei que responder a troll pode ser visto como perda de tempo, mas minhas respostas são para os demais leitores do tópico, não para o próprio.



REGIMENTO GERAL DO FÓRUM CLUBE CÉTICO

Art. 24 – É proibido aos foristas:

I – Ter conduta descortês, rude e mal-educada em relação aos demais participantes do FCC, proferindo ofensas e agressões pessoais, prática esta conhecida como “trollismo”;
« Última modificação: 01 de Abril de 2017, 16:32:19 por JJ »

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #152 Online: 01 de Abril de 2017, 18:59:16 »
As regras do fCC acabam "protegendo" quem faz trollismo periférico, que é aquele forista que não chega a atacar diretamente o adversário, porque isso seria óbvio demais e geraria cartão, mas pratica uma forma de "anti-debate" (tipo o anti-jogo do futebol), usando e abusando de falácias para 'contornar' os debates ao invés de debater propriamente. Práticas como fuga proposital do tema, respostas evasivas, uso e abuso da falácia do equívoco (explorar propositalmente as ambiguidades dos termos pra atrapalhar o andamento das discussões ), usar argumentos niilistas ou solipsistas para fugir das questões, abuso da falácia da bifurcação, falácia da pergunta complexa, etc

Não é coisa incomum nem novidade aqui no CC. Foristas do passado como Comissário do Povo, Cientista e Aleyssatis fizeram coisa parecida e se deram bem por um tempo. O segredo é trolar o debate de forma sutil, dando a impressão para  desavisado que se está debatendo de verdade.

Vou fazer o seguinte. Vou lhe aplicar um pouco do próprio veneno daqui para a frente. Vamos ver o que você vai achar   :twisted: :ok:
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.763
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #153 Online: 02 de Abril de 2017, 02:50:10 »
No post anterior ao lançamento de sua injúria/ofensa /ataque pessoal/ad hominem eu apontei um erro básico em seu argumento que é o de apresentar uma regra de conduta – um dever – como se  fosse algo que todos tem obrigação de seguir.   Esta é uma tática falaciosa muito comum, que consiste em apresentar  uma regra/dever, relativa a algum sistema ético deontológico, como se esta fosse inquestionável. Só que isso é falso, nenhuma regra é inquestionável,  nenhum dever é absoluto, nenhum sistema ético é absoluto.  Qualquer pessoa  pode preferir algum sistema ético consequencialista ao invés de algum sistema deontológico.  Cada pessoa é livre para escolher o sistema ético que lhe agradar  e rejeitar qualquer outro,  e cada pessoa também é livre para criticar qualquer sistema ético que queira criticar.


Aqui ideias podem ser criticadas, mas  injúria/ofensa /ataque pessoal/ad hominem  são proibidas.

Eu ataquei uma ideia:  a ideia de regra/dever absoluto e algum sistema ético deontológico relacionado a esta ideia de regra /dever absoluto.

Você fez um ataque pessoal, uma injúria, uma ofensa, um ad hominem (semelhante ao ex forista Agnóstico que constantemente fazia ad hominem/ataques pessoais  ao Juca).

Esta é a grande diferença.  :ok:


« Última modificação: 02 de Abril de 2017, 03:25:26 por JJ »

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.904
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #154 Online: 02 de Abril de 2017, 11:30:38 »
No post anterior ao lançamento de sua injúria/ofensa /ataque pessoal/ad hominem eu apontei um erro básico em seu argumento que é o de apresentar uma regra de conduta – um dever – como se  fosse algo que todos tem obrigação de seguir.   Esta é uma tática falaciosa muito comum, que consiste em apresentar  uma regra/dever, relativa a algum sistema ético deontológico, como se esta fosse inquestionável. Só que isso é falso, nenhuma regra é inquestionável,  nenhum dever é absoluto, nenhum sistema ético é absoluto.  Qualquer pessoa  pode preferir algum sistema ético consequencialista ao invés de algum sistema deontológico.  Cada pessoa é livre para escolher o sistema ético que lhe agradar  e rejeitar qualquer outro,  e cada pessoa também é livre para criticar qualquer sistema ético que queira criticar.


Aqui ideias podem ser criticadas, mas  injúria/ofensa /ataque pessoal/ad hominem  são proibidas.

Eu ataquei uma ideia:  a ideia de regra/dever absoluto e algum sistema ético deontológico relacionado a esta ideia de regra /dever absoluto.

Você fez um ataque pessoal, uma injúria, uma ofensa, um ad hominem (semelhante ao ex forista Agnóstico que constantemente fazia ad hominem/ataques pessoais  ao Juca).

Esta é a grande diferença.  :ok:

Você está correto no geral, JJ, quando critica quaisquer ataques pessoais.

Mas o seu grande equívoco foi (é!) ignorar que todas as relações comerciais e financeiras entre quaisquer entes em nossa sociedade moderna seguem o que o DDV prescreveu. Os seus argumentos de relativismo, neste caso, gravitam entre o niilismo e o solipsismo.
Foto USGS

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #155 Online: 02 de Abril de 2017, 13:01:44 »
No post anterior ao lançamento de sua injúria/ofensa /ataque pessoal/ad hominem eu apontei

Você não é nenhuma autoridade para poder apontar nada. Ninguém é obrigado a seguir, concordar ou acatar o que você aponta.

Postagem descartada.


Citação de: JJ
um erro básico em seu argumento que é o de apresentar uma regra de conduta – um dever – como se  fosse algo que todos tem obrigação de seguir. 

Que houve um 'erro' é opinião subjetiva sua. Não quer dizer que tenha sido um erro de fato.

Sua opinião subjetiva não tem qualquer valor para dar prosseguimento ao debate.


Citação de: JJ
Esta é uma tática falaciosa muito comum, que consiste em apresentar  uma regra/dever, relativa a algum sistema ético deontológico, como se esta fosse inquestionável. Só que isso é falso,

Novamente, opinião pessoal e assunção subjetiva.

Descartado.


Citação de: JJ
nenhuma regra é inquestionável,  nenhum dever é absoluto, nenhum sistema ético é absoluto.

Esqueceu de acrescentar o "na minha opinião pessoal e subjetiva" antes da frase.


Citação de: JJ
Qualquer pessoa  pode preferir algum sistema ético consequencialista ao invés de algum sistema deontológico.  Cada pessoa é livre para escolher o sistema ético que lhe agradar  e rejeitar qualquer outro,  e cada pessoa também é livre para criticar qualquer sistema ético que queira criticar.

Ao fazer essa afirmação, você está partindo do pressuposto de que todos aceitam a idéia de liberdade individual, ou seja, a idéia de que as pessoas são livres para escolherem o que quiserem, ainda mais um sistema ético. Isso é falso. Nem todos concordam com essa idéia.

Sua afirmação se baseia em um sistema filosófico político que você considera correto, mas que outras pessoas podem não considerar. No final trata-se de pura subjetividade. Por isso seu argumento não tem valor e está descartado.


Citação de: JJ
Aqui ideias podem ser criticadas, mas  injúria/ofensa /ataque pessoal/ad hominem  são proibidas.

Aqui eu concordo, mas ressaltando que a interpretação do que seja ou não ad hominen é pessoal e subjetiva, e a sua no caso não tem nenhum valor, dado que você não tem o cargo de moderador.







Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #156 Online: 02 de Abril de 2017, 19:12:21 »
Aqui ideias podem ser criticadas, mas  injúria/ofensa /ataque pessoal/ad hominem  são proibidas.

Aqui eu concordo, mas ressaltando que a interpretação do que seja ou não ad hominen é pessoal e subjetiva, e a sua no caso não tem nenhum valor, dado que você não tem o cargo de moderador.


Você está correto no geral, JJ, quando critica quaisquer ataques pessoais.


As regras do fCC acabam "protegendo" quem faz trollismo periférico, que é aquele forista que não chega a atacar diretamente o adversário, porque isso seria óbvio demais e geraria cartão, mas pratica uma forma de "anti-debate" (tipo o anti-jogo do futebol), usando e abusando de falácias para 'contornar' os debates ao invés de debater propriamente. Práticas como fuga proposital do tema, respostas evasivas, uso e abuso da falácia do equívoco (explorar propositalmente as ambiguidades dos termos pra atrapalhar o andamento das discussões ), usar argumentos niilistas ou solipsistas para fugir das questões, abuso da falácia da bifurcação, falácia da pergunta complexa, etc Vou fazer o seguinte. Vou lhe aplicar um pouco do próprio veneno daqui para a frente. Vamos ver o que você vai achar   :twisted:

"Se eu não consigo entender o seu argumento então voce só pode ser um troll"
Auto projeção é um recurso dos que sentem vergonha de si mesmos!

Citar
Não é coisa incomum nem novidade aqui no CC. Foristas do passado como Comissário do Povo, Cientista e Aleyssatis fizeram coisa parecida e se deram bem por um tempo. O segredo é trolar o debate de forma sutil, dando a impressão para  desavisado que se está debatendo de verdade.

mais facil do que poder provar  a falta de lógica do seu antagonista é querer disfarçar acusando de troll.
As ideias   do Cientista possuem grau de profundidade não suportado por mente rasas.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline João da Ega

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 758
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #157 Online: 06 de Abril de 2017, 08:24:15 »
Mudando um pouco o rumo. Não deu pra acompanhar o tópico todo, talvez o que vou questionar já tenha sido esclarecido. Vamo lá:

1. Estudos do Governo, entidades patronais e economistas dizem a previdência é deficitária e que há necessidade de fazer uma reforma profunda. Divulgam estudos com  argumentos e números para defender sua posição.

2. Entidades de trabalhadores e economistas dizem que a previdência não é deficitária e que essa reforma trará prejuízos para a população. divulgam estudos com  argumentos e números para defender sua posição.

A análise dos dados e argumentos, feitas por especialistas da área, convenhamos, não é simples para que os leigos decidam quem tem razão. Uma saída, penso, é ter noção do interesse que está por trás de quem defende tal ou qual medida.

Os trabalhadores e entidades que os representam, os servidores públicos, professores de economia de faculdades (em especial, mas não só as públicas) tem interesse direto na não aprovação porque a reforma retira direitos ou benefícios. Ok.

E o governo e os parlamentares que o apoiam? Todos sabemos que eles não tem interesse no bem estar da sociedade, mas no próprio bem e dos que o financiaram. Os bancos lucrariam com uma previdência privada.
A pergunta seria: por que um governo e deputados corruptos, sem interesse no bem da coletividade (não precisa falar que o PT, Lula, dilma também não tinham. Sei disso) estão dispostos a se queimar com a opinião pública, pra fazer uma reforma que não lhes vai trazer retorno imediato (os benefícios seriam a longo prazo). Qual o interesse subjacente do Governo na reforma?
« Última modificação: 06 de Abril de 2017, 08:29:28 por João da Ega »
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.904
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #158 Online: 06 de Abril de 2017, 08:26:17 »
A sua postagem saiu incompleta, caro João da Ega.
Foto USGS

Offline João da Ega

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 758
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #159 Online: 06 de Abril de 2017, 08:30:17 »
A sua postagem saiu incompleta, caro João da Ega.

Enviei antes de terminar. ja editei.

Obrigado, Caro Geotecton.
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline João da Ega

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 758
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #160 Online: 06 de Abril de 2017, 12:28:38 »
E vai ter mudança:
Citar
O relator da reforma da Previdência na Câmara, Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), afirmou nesta quinta-feira (6) que o projeto deverá sofrer alterações em cinco pontos, incluindo a regra de transição. Os pontos a serem modificados ... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2017/04/06/cinco-pontos-da-reforma-da-previdencia-serao-alterados-afirma-relator.htm?cmpid=copiaecola
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.595
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #161 Online: 06 de Abril de 2017, 13:56:32 »
Mudando um pouco o rumo. Não deu pra acompanhar o tópico todo, talvez o que vou questionar já tenha sido esclarecido. Vamo lá:

1. Estudos do Governo, entidades patronais e economistas dizem a previdência é deficitária e que há necessidade de fazer uma reforma profunda. Divulgam estudos com  argumentos e números para defender sua posição.

2. Entidades de trabalhadores e economistas dizem que a previdência não é deficitária e que essa reforma trará prejuízos para a população. divulgam estudos com  argumentos e números para defender sua posição.

A análise dos dados e argumentos, feitas por especialistas da área, convenhamos, não é simples para que os leigos decidam quem tem razão. Uma saída, penso, é ter noção do interesse que está por trás de quem defende tal ou qual medida.

Os trabalhadores e entidades que os representam, os servidores públicos, professores de economia de faculdades (em especial, mas não só as públicas) tem interesse direto na não aprovação porque a reforma retira direitos ou benefícios. Ok.

E o governo e os parlamentares que o apoiam? Todos sabemos que eles não tem interesse no bem estar da sociedade, mas no próprio bem e dos que o financiaram. Os bancos lucrariam com uma previdência privada.
A pergunta seria: por que um governo e deputados corruptos, sem interesse no bem da coletividade (não precisa falar que o PT, Lula, dilma também não tinham. Sei disso) estão dispostos a se queimar com a opinião pública, pra fazer uma reforma que não lhes vai trazer retorno imediato (os benefícios seriam a longo prazo). Qual o interesse subjacente do Governo na reforma?


Quem diz que não tem rombo é o corporativismo que quer continuar pendurado na aposentadoria gorda.
E a oposição que quer o caos e a confusão no país para ter alguma chance.

<a href="https://www.youtube.com/v/KpHIyW50Ycw" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/KpHIyW50Ycw</a>


Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.595
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #162 Online: 06 de Abril de 2017, 13:57:34 »

Citar
Afinal, existe ou não existe rombo na previdência?
Movimento Brasil Livre
Movimento Brasil Livre · 314 vídeos
41.465
25.963 visualizações
Publicado em 8 de mar de 2017 · 4 semanas atrás

Dizem por aí que não há rombo nenhum na previdência, e que a mesma é superavitária. São estudos feitos por má fé, justamente por quem tem interesses por trás da permanência do atual sistema previdenciário - justamente uma certa parte da elite do funcionalismo público. Os tais dos auditores da receita jogam uma cortina de fumaça e OMITEM dados importantíssimos para o debate sobre a previdência. Kim Kataguiri explica a existência do rombo e expõe como certos setores querem manipular o povo para manter a previdência como está: injusta e cheia de privilégios.

Isso significa que apoiamos a reforma do governo? NÃO! O MBL tem a própria reforma da previdência. Acesse http://previdencialivre.com.br
<a href="https://www.youtube.com/v/EJO_MNtKjDc" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/EJO_MNtKjDc</a>

Offline João da Ega

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 758
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #163 Online: 06 de Abril de 2017, 14:01:56 »
Aqui não consigo abrir o video.
Eu já sabia do interesse de quem é contra:
Citar
Os trabalhadores e entidades que os representam, os servidores públicos, professores de economia de faculdades (em especial, mas não só as públicas) tem interesse direto na não aprovação porque a reforma retira direitos ou benefícios. Ok.


Mas e a questão:

Citar
por que um governo e deputados corruptos, sem interesse no bem da coletividade (não precisa falar que o PT, Lula, dilma também não tinham. Sei disso) estão dispostos a se queimar com a opinião pública, pra fazer uma reforma que não lhes vai trazer retorno imediato (os benefícios seriam a longo prazo). Qual o interesse subjacente do Governo na reforma?
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.595
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #164 Online: 06 de Abril de 2017, 14:13:47 »
Aqui não consigo abrir o video.

Prefiro que você veja o Jornal Nacional mostrando o rombo e a possibilidade de calote do governo por, simplesmente, não ter mais dinheiro.
Veja o vídeo mais tarde em computador que o abra.


Mas e a questão:

Citar
por que um governo e deputados corruptos, sem interesse no bem da coletividade (não precisa falar que o PT, Lula, dilma também não tinham. Sei disso) estão dispostos a se queimar com a opinião pública, pra fazer uma reforma que não lhes vai trazer retorno imediato (os benefícios seriam a longo prazo). Qual o interesse subjacente do Governo na reforma?

Você está acompanhando e sabendo que o apoio dos deputados está minguando cada vez mais?
Número de deputados contra reforma da previdência sobe, mostra Placar do Estadão; 60% são da base aliada
O que é uma pena, porque sem as reformas, as coisas tendem a piorar para todos, ainda mais para os mais pobres.

As suas dúvidas são esclarecidas nos vídeos.
Está tudo muito claro.
Espero que consiga vê-los.

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.595
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #165 Online: 06 de Abril de 2017, 14:39:35 »
É uma pena, mas parece que tudo caminha para não haver a Reforma da Previdência:

Citar
O velório da reforma da Previdência
Economia 06.04.17 11:59

Antonio Imbassahy, Carlos Marun e Arthur Maia concedem uma coletiva neste momento no Palácio do Planalto para tentarem negar o que já dissemos: a reforma da Previdência morreu.

Citar
A não reforma da Previdência
Economia 06.04.17 12:06

Arthur Maia anuncia que fará mudanças em pelo menos cinco pontos da reforma da Previdência:

1. Regras para trabalhadores rurais;

2. Benefícios de prestação continuada;

3. Pensões;

4. Aposentadoria de professores e policiais;

5. Regras de transição para o novo regime previdenciário.

http://www.oantagonista.com/posts/a-nao-reforma-da-previdencia

Citar
Morte e agonia
Brasil 06.04.17 12:10

A reforma da Previdência morreu. O projeto de recuperação fiscal dos estados agoniza: Rodrigo Maia acaba de confirmar que o texto-base não será votado hoje.

Como antecipamos, não há quórum nem acordo.

http://www.oantagonista.com/posts/morte-e-agonia

Citar
Bispos e petistas festejam
Economia 06.04.17 12:16

Com a morte da reforma da Previdência, as confrarias dos bispos, dos petistas e da CUT estão em festa.

http://www.oantagonista.com/posts/bispos-e-petistas-festejam

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.595
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #166 Online: 06 de Abril de 2017, 14:43:01 »
Caso não haja mesmo, ou se houver com profundas mudanças, quem sai ganhando são os funcionários públicos com aposentadorias pornográficas.
Quem sai perdendo são os trabalhadores da iniciativa privada que recebem tostão pelo INSS.
:(

E com o aumento da perspectiva de vida da população, em 2024 os impostos só darão para isso mesmo: pagar aposentadoria.

Offline João da Ega

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 758
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #167 Online: 06 de Abril de 2017, 20:54:03 »
Assisti ao vídeo, Gabarito
Mas e a questão:

Citar
por que um governo e deputados corruptos, sem interesse no bem da coletividade (não precisa falar que o PT, Lula, dilma também não tinham. Sei disso) estão dispostos a se queimar com a opinião pública, pra fazer uma reforma que não lhes vai trazer retorno imediato (os benefícios seriam a longo prazo). Qual o interesse subjacente do Governo na reforma?

Você está acompanhando e sabendo que o apoio dos deputados está minguando cada vez mais?
Número de deputados contra reforma da previdência sobe, mostra Placar do Estadão; 60% são da base aliada
O que é uma pena, porque sem as reformas, as coisas tendem a piorar para todos, ainda mais para os mais pobres.
Os deputados estão ficando contra a proposta não por ela ser boa ou não, mas por interesse próprio, devido à impopularidade e com vistas à reeleição do ano que vem.

As suas dúvidas são esclarecidas nos vídeos.
Está tudo muito claro.


Não, o Kim não toca no assunto. Não fala sobre a motivação subjacente que leva governo e congressistas (que todos sabemos, são corruptos e não se preocupam nem um pouco com o bem estar da sociedade. Se estivessem preocupados, não teriam (PMDB, PSDB etc) aprovado diversos aumentos pra servidores públicos pra desestabilizar mais ainda o governo Dilma, num momento em que a economia estava ferrada; O aumento do judiciário foi até vetado pela Dilma.

As argumentações de lado a lado ficam mais difíceis de acompanhar porque o cálculo das receitas e das despesas incluem fontes e gastos não previdenciários. Então cada lado puxa a sardinha pro seu lado. Se só entrassem gastos e receitas previdenciárias, seria superavitária ou deficitária? O rombo são as aposentadorias do serviço público? Não dá pra desvincular uma da outra?

Aumentar a idade minima me parece correto, a expectativa de vida tá aumentando.
Concordo também com a equiparação de homens e mulheres, trabalhador rural passar a contribuir como MEI.
Agora, 49 anos de contribuição é quase impossível um trabalhador da iniciativa privada alcançar, com tantas crises que geram desemprego que sempre se passa no país. Se começar a trabalhar com 20, só iria se aposentar com 69, isso sem ficar desempregado.
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.704
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #168 Online: 06 de Abril de 2017, 21:01:24 »
Agora, 49 anos de contribuição é quase impossível um trabalhador da iniciativa privada alcançar, com tantas crises que geram desemprego que sempre se passa no país. Se começar a trabalhar com 20, só iria se aposentar com 69, isso sem ficar desempregado.

Não é impossível porque a qualidade de vida e expectativa de vida estão aumentando. E o número não pode ser menor por uma questão matemática.

Talvez se fizéssemos a reforma no primeiro mandato do Lula, hoje talvez poderíamos nos aposentar aos 60 e contribuir até uns 40. Mas gostamos de empurrar tudo com a barriga.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #169 Online: 06 de Abril de 2017, 22:48:51 »
Pra quem está na começando, o ideal mesmo é contribuir apenas com o mínimo obrigatório do INSS e pagar previdência privada (ou administrar a própria aposentadoria com investimentos diversos). Pelos dados demográficos, a reforma apenas adia um pouco a morte definitiva do INSS. Daqui algumas décadas, a proporção de ativos por inativo vai ser próxima de 3 para 1, mesmo com a reforma. Como isso é insustentável, o mais provável é que nas próximas décadas seja imposto um teto definitivo de aposentadorias na casa de 2 ou 3 SM e que a idade mínima seja novamente aumentada, talvez para 70 anos (exceto para políticos e altos funcionários públicos).

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #170 Online: 06 de Abril de 2017, 22:52:51 »
49 anos na iniciativa privada acho que só é possível mesmo para trabalhos de alta qualificação. Se você é médico, ter 40 anos de experiência é um trunfo. Se você é faxineiro, ter 40 anos de experiência é um ônus para o empregador, que vai ficar preocupado com sua utilização excessiva do plano de saúde e com sua capacidade de se abaixar repetidamente para esfregar o chão.

Não que hoje em dia seja muito diferente, claro.

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.757
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #171 Online: 07 de Abril de 2017, 03:36:37 »


Não é sobre Previdencia mas nao achei topico de Bolsa familia:

Após flagrar até servidores recebendo, Prefeitura fará pente-fino no Bolsa Família

http://www.midiamax.com.br/cotidiano/suspeita-fraude-leva-prefeitura-capital-realizar-pente-fino-bolsa-familia-337180

Offline João da Ega

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 758
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #172 Online: 07 de Abril de 2017, 08:09:27 »
49 anos na iniciativa privada acho que só é possível mesmo para trabalhos de alta qualificação. Se você é médico, ter 40 anos de experiência é um trunfo. Se você é faxineiro, ter 40 anos de experiência é um ônus para o empregador, que vai ficar preocupado com sua utilização excessiva do plano de saúde e com sua capacidade de se abaixar repetidamente para esfregar o chão.

Não que hoje em dia seja muito diferente, claro.

É isso que penso.

Esse papo de que o ônus vai cair sobre os mais ricos e a reforma vai beneficiar os mais pobres me parece conversa mole.

A previdência, pelos números apresentados, é insustentável como está. Mas torná-la autossustentável através de regra que torne praticamente inviável trabalhador de baixa qualificação se aposentar não deve ser a melhor opção.
Agora, 49 anos de contribuição é quase impossível um trabalhador da iniciativa privada alcançar, com tantas crises que geram desemprego que sempre se passa no país. Se começar a trabalhar com 20, só iria se aposentar com 69, isso sem ficar desempregado.

Não é impossível porque a qualidade de vida e expectativa de vida estão aumentando. E o número não pode ser menor por uma questão matemática.


A dificuldade não é a quantidade de anos que o trabalhador vai viver, mas sim a de ele conseguir ficar continuamente contribuindo por 49 anos.
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline João da Ega

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 758
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #173 Online: 07 de Abril de 2017, 08:15:31 »
Esse projeto da FIPE apresentado pelo MBL parece que não é mau.

Mas a questão é que a gente banca a aposentadoria dos atuais inativos.

Como ficariam as aposentadorias dos atuais inativos, os servidores públicos inativos etc, que têm alto impacto no gasto da previdência?

Não. não dá pra baixar pra R$ 2k, porque eles tem direito adquirido.
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.904
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma da Previdência
« Resposta #174 Online: 07 de Abril de 2017, 09:11:49 »
Como ficariam as aposentadorias dos atuais inativos, os servidores públicos inativos etc, que têm alto impacto no gasto da previdência?

Não. Não dá pra baixar pra R$ 2k, porque eles tem direito adquirido.

A resposta está na própria pergunta.

Estes "direitos adquiridos" (na realidade o melhor é dizer "espoliação do setor privado por uma casta de vagabundos") tem que ser cortados.

Imediatamente.
Foto USGS

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!