Autor Tópico: Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente  (Lida 974 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.604
O cheiro de pizza aumentou dramaticamente, pois se confirmado a suspeita, tem-se isso:



Os movimentos de rua (MBL, Vem Para Rua) devem ficar preparados para encurralar essa coisa chamada STF. A reação à delação da OAS pareceu suspeita demais. Eu abri esse tópico porque temo que o STF seja uma ameaça à Lava Jato maior do que Dilma e Lula juntos e que não se dê a devida importância aos fatos abaixo mencionados. 

​O ANTAGONISTA CONFIRMA: DELAÇÃO DA OAS SUSPENSA

Brasil 22.08.16 15:55
O Antagonista conseguiu agora confirmar a reportagem de O Globo sobre a decisão da PGR de suspender as negociações do acordo de colaboração premiada da OAS.

"As conversas estão encerradas", disse uma fonte da PGR ao Antagonista.

Essa medida absolutamente drástica sugere que Léo Pinheiro revelou muito mais do que o STF pode suportar.

http://www.oantagonista.com/posts/o-antagonista-confirma-delacao-da-oas-suspensa

A pizza é com Odebrecht ou sem Odebrecht?

Brasil 22.08.16 15:57
Será que a negociação da delação premiada da Odebrecht também será suspensa por Rodrigo Janot, já que também houve vazamentos de parte do seu conteúdo, mesmo sem acordo de confidencialidade?

Uma enorme e amarga pizza talvez esteja sendo assada em Brasília, senhoras e senhores.

http://www.oantagonista.com/posts/a-pizza-e-com-odebrecht-ou-sem-odebrecht

OAS: suspensão provisória

Brasil 22.08.16 19:19
O Antagonista apurou que a suspensão do acordo de delação premiada com a OAS será "provisória". Rodrigo Janot vai esperar baixar a poeira para reconsiderar o benefício.

Janot foi cobrado por ministros do STF, especialmente o relator Teori Zavascki, pelas menções a Dias Toffoli - reproduzidas pela Veja. Fontes do Supremo alegam que "não se pode encurralar um integrante da Corte com base em ilações".

O recado é claro: a delação só segue adiante sem citações ao STF.

http://www.oantagonista.com/posts/oas-suspensao-preventiva

Janot cedeu à pressão do STF

Brasil 22.08.16 15:59
Repetindo: ao suspender a delação de Léo Pinheiro, Rodrigo Janot cedeu à intensa pressão do STF, depois da capa da Veja com Dias Toffoli.

http://www.oantagonista.com/posts/janot-cedeu-a-pressao-do-stf


« Última modificação: 22 de Agosto de 2016, 22:50:58 por -Huxley- »

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.823
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #1 Online: 23 de Agosto de 2016, 00:25:07 »
A maior responsável por esta situação é a Veja.

Ela possivelmente colocou boa parte da investigação a perder por causa de seu afã em cutucar os petistas, seus acólitos e seus 'subprodutos'.

A falta de visão estratégica e a irresponsabilidade dela pode nos custar muito.
Foto USGS

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #2 Online: 23 de Agosto de 2016, 02:02:35 »
A maior responsável por esta situação é a Veja.

Ela possivelmente colocou boa parte da investigação a perder por causa de seu afã em cutucar os petistas, seus acólitos e seus 'subprodutos'.

A falta de visão estratégica e a irresponsabilidade dela pode nos custar muito.

Concordo.

Mas o responsável primário foi quem vazou a delação.

Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.142
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #3 Online: 23 de Agosto de 2016, 07:30:01 »
E se o responsável pelo vazamento foi alguém investigado pela Lava Jato  justamente para dar motivo para cancelamento da delação?  Ou vcs não  lembram que houve um caso em que o Cardozo era suspeito de fazer exatamente isso?

Essa corja tem parasitas infiltrados em todo canto.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.823
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #4 Online: 23 de Agosto de 2016, 08:29:34 »
E se o responsável pelo vazamento foi alguém investigado pela Lava Jato  justamente para dar motivo para cancelamento da delação?  Ou vcs não  lembram que houve um caso em que o Cardozo era suspeito de fazer exatamente isso?

Essa corja tem parasitas infiltrados em todo canto.

Mesmo que tenha sido um estratagema petista, o fato é que a Veja foi no mínimo ingênua. Para mim, ela foi irresponsável.

Este é um (dos vários) motivos pelo qual deixei de assinar a Veja há muitos e muitos anos.
Foto USGS

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.142
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #5 Online: 23 de Agosto de 2016, 09:33:16 »
E se o responsável pelo vazamento foi alguém investigado pela Lava Jato  justamente para dar motivo para cancelamento da delação?  Ou vcs não  lembram que houve um caso em que o Cardozo era suspeito de fazer exatamente isso?

Essa corja tem parasitas infiltrados em todo canto.

Mesmo que tenha sido um estratagema petista, o fato é que a Veja foi no mínimo ingênua. Para mim, ela foi irresponsável.

Este é um (dos vários) motivos pelo qual deixei de assinar a Veja há muitos e muitos anos.

Mas aí é  que está.

Dizem que o atual chefe de redação que demitiu alguns membros da Veja é ligado ao PT,  o que vc diz que é ingenuidade pode ser uma publicação de caso pensado.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.142
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #6 Online: 23 de Agosto de 2016, 09:38:16 »
Lembra do documento que postaram aqui? Bastava colar em um editor de textos para ver que as únicas partes censuradas se referiam a gente do psdb dando a entender qur existe algum interesse por parte da Lava Jato em deixar esse pessoal de fora para investigar só o PT.

Não é acaso nem erro.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.949
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #7 Online: 23 de Agosto de 2016, 09:56:57 »
Não duvido que possa ser isso mesmo, mas talvez haja outras explicações. Como não acuar os próximos a serem investigados, e/ou propiciar a uma daquelas estratégias que até tentaram propositalmente em aumentar astronomicamente o número de citados a fim de tornar a coisa humanamente ininvestigável.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.142
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #8 Online: 23 de Agosto de 2016, 10:27:36 »
Não duvido que possa ser isso mesmo, mas talvez haja outras explicações. Como não acuar os próximos a serem investigados, e/ou propiciar a uma daquelas estratégias que até tentaram propositalmente em aumentar astronomicamente o número de citados a fim de tornar a coisa humanamente ininvestigável.

Pode ser tb, já que não dá mais para esconder jogue no ventilador para cada um tentar escapar sozinho ou começar a investigação contra 500 nomes ao mesmo tempo, assim não catam ninguém.

Igual cardume de peixe fugindo de foca.

Skorpios

  • Visitante
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #9 Online: 24 de Agosto de 2016, 13:51:31 »
Preocupante.

Citar
Condução da Lava Jato leva a embate de Mendes e Janot

A condução da Lava Jato e a formulação de sua principal bandeira legislativa, um pacote de medidas enviado ao Congresso, abriram um embate entre Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal, e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chefe do Ministério Público Federal.

 Mendes chamou de "cretino" o autor de uma proposta defendida pelo Ministério Público e pelo juiz federal Sergio Moro de que provas ilícitas obtidas de boa fé sejam utilizadas em ações.

Janot reagiu dizendo que vê uma ação orquestrada contra a Lava Jato.

Em ataque a procuradores e ao juiz federal Sergio Moro, Mendes afirmou nesta terça-feira (23) que os integrantes da força-tarefa que apura o esquema de corrupção da Petrobras deveriam "calçar as sandálias da humildade".

A declaração foi dada um dia depois de o mesmo ministro afirmar, à Folha, que investigadores eram suspeitos de vazar informação de suposto envolvimento do seu colega de STF Dias Toffoli com a empreiteira OAS.

Instado nos bastidores por outros procuradores a reagir, Janot declarou que não há qualquer documento do Ministério Público da negociação com a OAS mencionando Toffoli. Chamou de "quase estelionato delacional", "factoide" e "invencionice" o episódio.
Pouco antes, Mendes, muito próximo de Toffoli dentro da corte, havia subido o tom contra o Ministério Público.

"É aquela coisa de delírio. Veja as dez propostas que apresentaram. Uma delas diz que prova ilícita feita de boa fé deve ser validada. Quem faz uma proposta dessa não conhece nada de sistema, é um cretino absoluto. Cretino absoluto. Imagina que amanhã eu posso justificar a tortura porque eu fiz de boa fé?".

Segundo ele, "esses falsos heróis vão encher os cemitérios, a vida continua".

Outras propostas do Ministério Público incluem a criminalização do caixa dois em campanhas e aumento de penas para corrupção.

Janot, novamente sem mencionar Mendes, declarou que "reações encadeadas nos últimos dias" contra a Lava Jato se assemelham à pressão sofrida pela Operação Mãos Limpas, a ação contra a máfia italiana nos anos 1990.

"A Lava Jato está incomodando tanto? A quem e por quê? Essas reações encadeadas nos últimos dias, não sei, me fizeram pensar muito. O que está acontecendo neste exato momento com as investigações da Lava Jato não é novidade no mundo. Isso aconteceu exatamente, em outra proporção, na Itália."

Nem o ministro nem o procurador citaram nomes em suas críticas. Moro não quis comentar as declarações de Mendes.

TOFFOLI

O estopim para a crise foi a publicação de uma reportagem da revista "Veja", no fim de semana, sobre Toffoli. Segundo a revista, Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, afirmou que engenheiros da empresa diagnosticaram um problema de infiltração na casa do ministro, que acabou contratando, e pagando do próprio bolso, uma empresa especializada para resolver o problema. A história, de acordo com a "Veja", consta de um capítulo da pré-delação do executivo a que a revista diz ter tido acesso. A empreiteira não se manifestou.

Diante da publicação, a Procuradoria-Geral da República anunciou que estavam rompidas as negociações com a OAS por quebra de confiança, já que um acordo de confidencialidade havia sido assinado na semana passada.

Segundo a Folha apurou, o episódio ligado a Toffoli foi mencionado em conversas preliminares entre OAS e investigadores, mas ficou de fora dos capítulos da delação por falta de indícios da empresa contra o ministro do Supremo.

A Procuradoria teria rompido porque divulgou-se uma informação que não foi sustentada pela empreiteira nas etapas seguintes das negociações. Por isso, Janot teria então adotado o discurso de que, oficialmente, não há um documento sobre o assunto.

"Reafirmo que não houve, nas negociações pretensas de colaboração, nenhuma referência, nenhum anexo, nenhum fato que envolvesse essa alta autoridade judiciária. Na minha humilde opinião, trata-se de um quase estelionato delacional em que inventa-se um fato, divulga-se um fato, para que haja pressão ao órgão do Ministério Público para aceitar, dessa ou daquela maneira, eventual acordo de colaboração", disse o procurador-geral.

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.604
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #10 Online: 24 de Agosto de 2016, 22:35:40 »
FALTOU UMA VERSÃO NA GUERRA DE VERSÕES

Brasil 24.08.16 18:22
Na guerra de versões sobre quem vazou a delação de Léo Pinheiro para a Veja, faltou uma: a de que foi gente da própria PGR, interessada em salvar a pele de Lula.

É a menos rocambolesca.

http://www.oantagonista.com/posts/faltou-uma-versao-na-guerra-de-versoes

Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #11 Online: 15 de Abril de 2019, 14:08:49 »
URGENTE: MINISTRO DO STF CENSURA CRUSOÉ



Brasil  15.04.19 13:19



Desde o fim da manhã desta segunda-feira, 15, Crusoé está sob censura, por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

Passava pouco das 11 horas da manhã quando um oficial de Justiça a serviço da corte bateu à porta da redação para entregar cópia da decisão.



Alexandre de Moraes determina que Crusoé retire “imediatamente” do ar a reportagem de capa da última edição, intitulada “O amigo do amigo de meu pai”.

A decisão é extensiva a O Antagonista.

Moraes também ordena que a Polícia Federal intime os responsáveis pela publicação da reportagem “para que prestem depoimentos no prazo de 72 horas”.

O ministro afirma haver “claro abuso no conteúdo da matéria veiculada”.

A reportagem de que trata a decisão do ministro foi publicada com base em um documento que consta dos autos da Operação Lava Jato.

Nele, o empreiteiro Marcelo Odebrecht responde a um pedido de esclarecimento feito Polícia Federal, que queria saber a identidade de um personagem que ele cita em um e-mail como “amigo do amigo de meu pai”.

Odebrecht respondeu tratar-se de Dias Toffoli, conforme revelou Crusoé em sua edição de número 50, publicada na última sexta-feira, 12.

No despacho de três páginas, Alexandre de Moraes primeiro menciona o inquérito aberto por Toffoli em março, e dentro do qual a decisão foi tomada: “Trata-se de inquérito instaurado pela Portaria GP No 69, de 14 demarço de 2019, do Excelentíssimo Senhor Ministro Presidente, nos termos do art. 43 do Regimento Interno desta CORTE, para o qual fui designado para condução, considerando a existência de notícias fraudulentas (fake news), denunciações caluniosas, ameaças e infrações revestidas de animus caluniandi, diffamandi ou injuriandi, que atingem a honorabilidade e asegurança do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, de seus membros e familiares, extrapolando a liberdade de expressão”.

Em seguida, ele afirma que ainda na sexta-feira, dia da publicação da reportagem, Dias Toffoli “autorizou” a investigação sobre a reportagem. O ministro reproduz a mensagem que recebeu de Toffoli:

“Exmo Sr Ministro Alexandre de Moraes, Permita-me o uso desse meio para uma formalização, haja vista estar fora do Brasil. Diante de mentiras e ataques e da nota ora divulgada pela PGR que encaminho abaixo, requeiro a V. Exa. Autorizando transformar em termo esta mensagem, adevida apuração das mentiras recém divulgadas por pessoas e sites ignóbeis que querem atingir as instituições brasileiras.”

Toffoli, no pedido para que a reportagem fosse objeto de apuração, alegando tratar de “mentiras” destinadas a atingir as “instituições brasileiras’, se refere a nota oficial divulgada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) dizendo não ter recebido, ainda, cópia do documento enviado à Lava Jato por Marcelo Odebrecht e revelado por Crusoé.

É justamente à nota de Raquel Dodge que Alexandre de Moraes se apega para ordenar a censura, alegando que a reportagem é “um típico exemplo de fake news”.

Diz o ministro:

“Obviamente, o esclarecimento feito pela PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA tornam falsas as afirmações veiculadas na matéria “ O amigo do amigo de meu pai”, em típico exemplo de fake news – o que exige a intervenção do Poder Judiciário, pois, repita-se, a plena proteção constitucional da exteriorização da opinião (aspecto positivo) não constitui cláusula de isenção de eventual responsabilidade por publicações injuriosas e difamatórias, que, contudo, deverão ser analisadas sempre a posteriori, jamais como restrição prévia e genérica à liberdade de manifestação.”

Em seguida, observando que “a plena proteção constitucional da exteriorização da opinião (aspecto positivo) não significa a impossibilidade posterior de análise e responsabilização por eventuais informações injuriosas, difamantes, mentirosas e em relação a eventuais danos materiais e morais, pois os direitos à honra, à intimidade, à vida privada e à própria imagem formam a proteção constitucional à dignidade da pessoa humana, salvaguardando um espaço íntimo intransponível por intromissões ilícitas externas”, Alexandre de Moraes passa a decidir.

“É exatamente o que ocorre na presente hipótese, em que há claro abuso no conteúdo da matéria veiculada, ontem, 12 de abril de 2019, pelo site O Antagonista e Revista Crusoé, intitulada “O amigo do amigo de meu pai. A gravidade das ofensas disparadas ao Presidente deste SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no teor da matéria, acima mencionada, provocou a atuação da PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA”, escreve o ministro.

Eis a ordem para que a reportagem seja imediatamente retirada do ar:

“Em razão do exposto. DETERMINO que o site O Antagonista e a revista Cruzoé (sic) retirem, imediatamente, dos respectivos ambientes virtuais a matéria intitulada “O amigo do amigo de meu pai” e todas as postagens subsequentes que tratem sobre o assunto, sob pena de multa diária de R$ 100.000,00 (cem mil reais), cujo prazo será contado a partir da intimação dos responsáveis. A Polícia Federal deverá intimar os responsáveis pelo site O Antagonista e pela Revista CRUSOÉ para que prestem depoimentos no prazo de 72 horas. Cumpra-se imediatamente. Servirá esta decisão de mandado.”

Crusoé reiteira o teor da reportagem, baseada em documento, e registra o contorcionismo da decisão, que se apega a uma nota da Procuradoria Geral da República sobre um detalhe lateral e a utiliza para tratar como “fake news” uma informação absolutamente verídica, que consta dos autos da Lava Jato.

Importa lembrar, ainda, que, embora tenha solicitado providências ao colega Alexandre de Moraes ainda na sexta-feira, o ministro Dias Toffoli não respondeu às perguntas que lhe foram enviadas antes da publicação da reportagem agora censurada.



https://www.oantagonista.com/brasil/urgente-ministro-do-stf-censura-crusoe/



Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #12 Online: 15 de Abril de 2019, 14:30:27 »

A liberdade de imprensa base da democracia


Filmes: “O quarto poder” e “Muito além do cidadão Kane”



Por José Paz Rodrigues a 3 de maio de 2017



Comemorado em 3 de maio, o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa está impulsionando atividades em todo o mundo com o objetivo de avançar o debate sobre os meios de comunicação. A data é inspirada na Declaração Universal dos Direitos Humanos e tem o objetivo de evidenciar a necessidade de independência da mídia como princípio da democracia.

Compartilhamos o pensamento do professor brasileiro Denis Lerrer Rosenfield, quando diz que uma democracia, no sentido político do termo, só cobra o seu pleno significado como realização de direitos civis, que são, assim, observados. Dentre eles devemos destacar a liberdade de ir e vir, a liberdade de organização sindical e partidária, a liberdade de pensamento, a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa e dos meios de comunicação. Um Estado que não observa esses direitos civis, por mais que procure encobrir os seus atos como “legais”, nada mais é do que uma ditadura explícita ou em via de se consumar.

A liberdade de expressão é direito de suprema importância para que a sociedade possa conhecer e se defender de possíveis arbitrariedades cometidas pelo poder público. É condição primordial para que o Estado seja caracterizado como sendo democrático. Os direitos fundamentais possuem íntima vinculação com as noções de Estado de Direito e Constituição, uma vez que juntamente com a definição da forma de Estado, sistema de governo e organização do poder, integram a essência do Estado Constitucional. Por esta razão, estes direitos exercem papel mais amplo que a simples limitação do poder estatal, tornando-se critério de legitimação da ordem constitucional. A liberdade de imprensa estabelece um ambiente no qual, sem censura ou medo, várias opiniões e ideologias podem ser manifestadas e contrapostas, ensejando um processo de formação do pensamento.

Um povo só consegue luitar pelos seus direitos se os conhece. Por isso, nos dizeres de Rui Barbosa, “a palavra aborrece tanto os Estados arbitrários, porque a palavra é o instrumento irresistível da conquista da liberdade. Deixai-a livre, onde quer que seja, e o despotismo está morto”. A liberdade de expressão é a luita do homem em busca do seu próprio espaço, é a possibilidade de manifestar o que o seu íntimo exprime. Feliz do povo que hoje pode usufruir deste direito fundamental, pois durante muito tempo gerações, em troca de suas próprias vidas, foram obrigadas a se submeter ao poder dos mais abastados, que impediam que a verdade fosse revelada. A liberdade de imprensa é um eficaz instrumento da democracia, com ela se pode conter muitos abusos de autoridades públicas, motivo pelo qual, há muito tempo a defesa desse direito fundamental é considerada prioridade no âmbito da sociedade.

Karl Marx, em defesa da liberdade de imprensa, chegou a dizer que: “Goethe disse que o pintor só pinta com êxito aquelas belezas femininas cujo tipo ele tenha amado como indivíduos vivos, alguma vez. A liberdade da imprensa também é uma beleza – embora não seja precisamente feminina – que o indivíduo deve ter amado para assim poder defendê-la. Amado verdadeiramente – isto é, um ser cuja existência sinta como uma necessidade, como um ser sem o qual seu próprio ser não pode ter uma existência completa, satisfatória e realizada”. Para poder cumprir sua função de informar, é necessário que a imprensa possa confrontar as diversas opiniões existentes. Quando a imprensa publica uma corrente única de opinião e fabrica a opinião pública, seu conteúdo se torna vazio. Hoje, percebe-se facilmente que a situação inverteu-se, a imprensa é formadora de opiniões e pode alavancar tanto progressos quanto instabilidade em um país. Por este motivo, deve tratar-se com tanta diligência quais são as responsabilidades e obrigações que ela deve ter.

A liberdade de imprensa é um dos pilares do estado democrático de direito, pois propicia que todos tenham acesso à informação, o que, de fato, intimida a arbitrariedade estatal, motivo pelo qual, há muito tempo a defesa desse direito fundamental é considerada prioridade no âmbito da sociedade. Comumente há certa interferência do poder público na divulgação de informações e ideias ao povo, prática que pode prejudicar na própria capacidade de formação do pensamento da sociedade. É certo que o direito à liberdade de imprensa nem sempre prevalece sobre outros direitos fundamentais, já que todos eles são iguais aos olhos das diferentes constituições. Por isto, não existe regra geral que possa ser aplicada, visto que os conflitos ocorrem no exercício legítimo dos direitos. Deve o Estado propiciar os meios para que o exercício do direito à liberdade de imprensa seja efetivamente aplicado, velando, contudo, pelo respeito aos demais direitos fundamentais.

Um dos países do mundo em que a liberdade de imprensa, pela que tanto luitou no século dezanove o bengali Raja Rammohun Ray, é sagrada, é Índia. Embora nos últimos tempos, com os novos governos, que respeitam pouco a Constituição indiana e a conculcam quase que a diário, exista a tentação do controlo dos jornais, pela via da compra de espaços publicitários. É muito interessante trabalhar com os escolares dos diferentes níveis o tema da importância da liberdade de imprensa. Hoje tão ameaçada em muitos países do mundo, pela deriva política cara a criação de ditaduras de diferentes tipos.

Para tratar um tema tão significativo e tão básico para que a democracia persista em todos os recantos do mundo, escolhi dous filmes, um de ação e o outro um documentário.

FICHA TÉCNICA DOS 2 FILMES:

[...]


https://pgl.gal/liberdade-imprensa-base-da-democracia/


Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #13 Online: 16 de Abril de 2019, 10:35:28 »


Molon: “As liberdades de expressão, imprensa e informação são essenciais à democracia”


Brasil  16.04.19 10:25

 

O deputado Alessandro Molon também se manifestou sobre a censura imposta por Alexandre de Moraes à Crusoé e a O Antagonista.

“De acordo com o próprio Supremo Tribunal Federal, as liberdades de expressão, imprensa e informação são essenciais à democracia, de modo que fake news deve ser combatida com verdade e ampla circulação de ideias, e não com remoção de matérias.”


https://www.oantagonista.com/brasil/molon-as-liberdades-de-expressao-imprensa-e-informacao-sao-essenciais-a-democracia/?utm_source=OA&utm_medium=leiamais&utm_campaign=interna&utm_content=2


Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #14 Online: 16 de Abril de 2019, 10:40:03 »
Janaina: “O STF deveria estar investigando o teor do documento e como o documento desapareceu”




Brasil  16.04.19 07:11


Novo Antagonista: um projeto inédito, agora ainda mais essencial

Digite seu e-mail e receba conteúdos exclusivos
 

E também:

Janaina Paschoal definiu o inquérito do STF e a censura à Crusoé como “a situação mais grave dos últimos tempos”.

E também:



“O STF não deveria estar investigando quem passou para a Revista a petição de Marcelo Odebrecht. O STF não deveria estar intimando jornalistas, procuradores e líderes de movimentos sociais. O STF deveria estar investigando o teor do documento e como o documento desapareceu.”



https://www.oantagonista.com/brasil/janaina-o-stf-deveria-estar-investigando-o-teor-do-documento-e-como-o-documento-desapareceu/

Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #15 Online: 16 de Abril de 2019, 11:02:48 »

‘STF mostrou sua cara real’, diz José Nêumanne


Brasil  15.04.19 18:59

Novo Antagonista: um projeto inédito, agora ainda mais essencial
Digite seu e-mail e receba conteúdos exclusivos
 
Newsletter - Política de privacidade
  
José Nêumanne, do Estadão, criticou com veemência a decisão do STF de censurar a reportagem da Crusoé sobre Dias Toffoli, e que também se estendeu a O Antagonista.

Segundo o colunista, Toffoli e Alexandre de Moraes dirigiram “a nós outros, súditos impotentes, o édito imperial da ditadura da cúpula do Judiciário: ‘cala a boca, gentalha’”.



“Ao censurar notícia de documento público da PF como ofensa à honra de um nobre membro da casta, o STF mostrou sua cara real”, acrescentou Nêumanne.


https://www.oantagonista.com/brasil/stf-mostrou-sua-cara-real-diz-jose-neumanne/



Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.604
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #16 Online: 16 de Abril de 2019, 22:37:33 »
Ih, parece que Moraes não entende que a informação se alimenta mais da tentativa de prejudicá-la do que dos esforços para promovê-la. Imagino que a distribuição da cópia ilegal dessa reportagem censurada da Crusoé já esteja bombando na internet. Quem tem a mesma sensação levanta o dedo.

Online Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.542
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #17 Online: 16 de Abril de 2019, 22:44:57 »
 :|[modo discordador on]Discordo veementemente[modo discordador offi]

Os meandros jurídicos são uma metaciência relativamente judiciosa.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.823
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #18 Online: 17 de Abril de 2019, 00:21:50 »
Ih, parece que Moraes não entende que a informação se alimenta mais da tentativa de prejudicá-la do que dos esforços para promovê-la. Imagino que a distribuição da cópia ilegal dessa reportagem censurada da Crusoé já esteja bombando na internet. Quem tem a mesma sensação levanta o dedo.

Hoje o Walter Mairovitch demonstrou que a situação é grave e pediu claramente o impedimento do Toffoli e do Moraes.
Foto USGS

Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #19 Online: 17 de Abril de 2019, 08:21:14 »

QUARTA, 17/04/2019, 07:08

Conexão Brasília - Gerson Camarotti


Polêmica em investigação de ofensas 'tem rachado a Suprema Corte do país'



Gerson Camarotti afirma que há uma parcela de ministros que se posiciona de forma contrária à iniciativa tomada pelo STF nesta investigação toda. E isso se agrava com o movimento de censura aos veículos. Avaliação desse grupo é que começou errado e que, o que deveria ter sido feito, era ter solicitado uma investigação ao Ministério Público Federal.


http://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/256504/polemica-em-investigacao-de-ofensas-tem-rachado-su.htm

Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #20 Online: 17 de Abril de 2019, 08:24:00 »
TERÇA, 16/04/2019, 18:31

Por dentro da Justiça - Wálter Maierovitch


'Toffoli e Moraes precisam ser punidos e, por impeachment, defenestrados do Supremo'


'Está aberta a temporada do circo dos horrores', diz Wálter Maierovitch sobre atitudes que os ministros 'maquinaram'. Dias Toffoli, presidente da Casa, abriu inquérito para apurar ofensas à Corte nas redes sociais, além de censurar reportagem; Alexandre de Morares negou pedido da PGR para arquivar a investigação.


http://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/256463/toffoli-e-moraes-precisam-ser-punidos-e-por-impeac.htm

Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #21 Online: 17 de Abril de 2019, 09:08:28 »


“A interpretação que Toffoli deu do regimento é inconstitucional”



Brasil  17.04.19 07:51


Novo Antagonista: um projeto inédito, agora ainda mais essencial
Digite seu e-mail e receba conteúdos exclusivos


Joaquim Falcão disse para o Estadão:


“A interpretação que Toffoli deu do regimento do STF é inconstitucional. Ele interfere, confunde a sede do STF com a competência da própria Corte. Além disso, a investigação da revista Crusoé e das demais pessoas também é inconstitucional. A PGR tem competência privativa para abrir uma ação penal pública, que começa com um inquérito. O STF não tem essa competência.”


https://www.oantagonista.com/brasil/a-interpretacao-que-toffoli-deu-do-regimento-e-inconstitucional/

Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #22 Online: 17 de Abril de 2019, 09:09:53 »

“É hora de parar com o experimento perigoso”


Brasil  17.04.19 07:27

Novo Antagonista: um projeto inédito, agora ainda mais essencial
Digite seu e-mail e receba conteúdos exclusivos
 

A Folha de S. Paulo, em editorial, condenou a censura imposta ao nosso site:

“O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, foi além do razoável — e do constitucional — no inquérito para apurar ameaças contra magistrados da corte. Mandou censurar, intimou jornalistas, ordenou devassas policiais em nome da caça a divulgadores de supostas fake news.



Colocou o tribunal, garantidor dos direitos fundamentais, a patrocinar medidas típicas de poderes de exceção. É hora de parar com o experimento perigoso. Ou que o plenário da corte o bloqueie (…).

Moraes ativou seus superpoderes e mandou retirar do ar reportagens dos sites O Antagonista e Crusoé que mencionavam um fato ocorrido sob as investigações da Lava Jato. Trata-se de menção do delator Marcelo Odebrecht a Dias Toffoli. Nada, porém, que possa incriminar o presidente do Supremo.

A justificativa de Moraes foi estrambótica em dois aspectos: atropelou a farta jurisprudência da corte a favor da liberdade de expressão e imprensa e tratou como falso um documento que era autêntico.”


https://www.oantagonista.com/brasil/e-hora-de-parar-com-o-experimento-perigoso/

Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #23 Online: 17 de Abril de 2019, 09:14:21 »

“Vários ministros estão querendo que isso seja levado a plenário”


Brasil  17.04.19 06:32


Novo Antagonista: um projeto inédito, agora ainda mais essencial



Um ministro do STF conversou com Míriam Leitão sobre a censura imposta ao nosso site.

Ele disse:


“O meu medo é que se o inquérito terminar nenhum de nós vai falar porque o assunto não será levado a plenário. Nós temos que condenar de público a censura para não se repetir. Por isso defendo que isso vá a julgamento. E dada a gravidade da decisão tem havido questionamento. Vários ministros estão querendo que isso seja levado a plenário. Se formos autorizados a falar, o peso de ter decidido censurar uma informação não ficará sobre todos. Se houver votação ficará claro que o Supremo não é um todo coeso.”



https://www.oantagonista.com/brasil/varios-ministros-estao-querendo-que-isso-seja-levado-a-plenario/


Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.449
  • Sexo: Masculino
Re:Delação da OAS atinge o STF e o cheiro de pizza aumenta dramaticamente
« Resposta #24 Online: 17 de Abril de 2019, 09:16:42 »
“Isto é censura”


Brasil  17.04.19 06:49


O Estadão, em editorial, condenou a censura imposta ao nosso site:

“Uma coisa é a instauração de um inquérito criminal para investigar ameaças veiculadas na internet envolvendo ministros do STF. Outra coisa bem diferente é um ministro do STF determinar, no âmbito desse inquérito, o que pode e o que não pode ser publicado por um veículo de comunicação a respeito do presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli. Isto é censura e, no Brasil, a Constituição de 1988 veda explicitamente a censura.


Não há outras palavras para descrever a decisão do ministro Alexandre de Moraes. Ao determinar ‘que o site O Antagonista e a revista Crusoé retirem, imediatamente, dos respectivos ambientes virtuais a matéria intitulada O amigo do amigo de meu pai e todas as postagens subsequentes que tratem sobre o assunto, sob pena de multa diária de R$ 100.000’, o relator do inquérito ordenou a censura de dois veículos de comunicação. O assunto tem especial gravidade tendo em vista que a missão do STF é precisamente proteger a Carta Magna.”


https://www.oantagonista.com/brasil/isto-e-censura/

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!