Autor Tópico: Eleições 2018  (Lida 25850 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.515
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1150 Online: 04 de Dezembro de 2017, 08:47:18 »

Esses são os pontos danosos do Lula. Mas acho que se eleito ele não assume. Acho que ele sofrerá um golpe militar.

Alckmin eleito será o fim da Lava-Jato.

Alckmin eleito será a continuação da corrupção institucionalizada, assim como acontecerá com Lula eleito.

Alckmin eleito será a continuação do estabilishment, das elites políticas que não visam o bem do país, e sim o seu próprio.

Alckmin eleito será a continuação do desarmamento e das políticas de segurança pública fracassadas.

Alckmin eleito será a ideia vendida pelo MBL de um candidato "liberal", que colocará a economia no eixo com reformas (pseudo-reformas?), mas tudo no Brasil continuará como está. Será a continuação do governo Temer, com o PSDB fazendo uma aliança governista com o PMDB.


Agora, Bolsonaro eleito será o mandato de 4 anos de memes e distribuição de medalhas.

Bolsonaro eleito será o cara que não conseguirá governar, pois não terá o congresso ao seu lado.

Bolsonaro eleito representa o programa econômico nacional-desenvolvimentista igual ao de Geisel e Dilma, mas vendido com pompas liberais.

Bolsonaro eleito representa o mais atrasado da sociedade brasileira.

Bolsonaro eleito não conseguirá nem passar projetos de leis relevantes na área de segurança pública, pois não é um cara diplomático.


Os três são danosos , cada um ao seu jeito. Se for para escolher um dos três, eu prefiro um tiro na cabeça.


Eu duvido muitíssimo que o picolé de chuchu ganhe.  Já o Bolsonaro  me parece ter uma boa chance, desde que o Lula esteja fora do jogo.




O picolé atrai a maioria silenciosa. Mas como a maioria é silenciosa, parece minoria.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.885
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1151 Online: 04 de Dezembro de 2017, 08:50:03 »
Aliás, eu votarei no Amoedo sem esperanças, mas para pelo menos dar mais visibilidade a ele. Mas lembrando do caso Doria, temos chances reais de eleger o cara.



Não, não tem de modo algum.  Há uma diferença brutal entre o caso Doria e o caso Amoedo. No caso do Doria ele teve apoio  do Chefão do Tucanistão, e isto faz uma diferença enorme*.  Lembrando que o Chefão do Tucanistão  faz parte e tem muita influência no PSDB paulista, isto foi um fator de grande peso na eleição do Doria.


*Lembra do caso do Poste em 2010 ?




« Última modificação: 04 de Dezembro de 2017, 08:55:53 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.885
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1152 Online: 04 de Dezembro de 2017, 08:51:26 »

O picolé atrai a maioria silenciosa. Mas como a maioria é silenciosa, parece minoria.


O picolé de chuchu tem influência considerável no Tucanistão,  mas não no Brasil como um todo.



Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.515
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1153 Online: 04 de Dezembro de 2017, 09:02:31 »

O picolé atrai a maioria silenciosa. Mas como a maioria é silenciosa, parece minoria.


O picolé de chuchu tem influência considerável no Tucanistão,  mas não no Brasil como um todo.




Ah sim, e quem tem influência é o Lula e Bolsonaro...
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gauss

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.467
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Eleições 2018
« Resposta #1154 Online: 04 de Dezembro de 2017, 21:02:48 »

O picolé atrai a maioria silenciosa. Mas como a maioria é silenciosa, parece minoria.


O picolé de chuchu tem influência considerável no Tucanistão,  mas não no Brasil como um todo.




Ah sim, e quem tem influência é o Lula e Bolsonaro...
Lula tem mais influencia que Alckmin. De longe.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Gauss

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.467
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Eleições 2018
« Resposta #1155 Online: 04 de Dezembro de 2017, 21:04:43 »
Alckmin eleito será o fim da Lava-Jato.

O famoso fim da lava-jato, parece uma promessa como a bolha do bitcoin que irá estourar.

Se o Temer não conseguiu parar a lava-jato, não vejo esse risco.

E o cerne de boa parte dos casos de corrupção estão nas estatais. Se o Alckmin prometer privatizar as principais, pra mim já é um começo.

Mas p que acabará com a lava-jato será privatizar a petrobrás, eletrobrás e fechar o bndes.
Duvido que o PSDB não iria se aliar ao PMDB. E ue ambos os partidos não fariam manobras para barrar investigações, inclusive em pareceria com o STF. E isso JÁ ACONTECE!
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Gauss

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.467
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Eleições 2018
« Resposta #1156 Online: 04 de Dezembro de 2017, 21:13:55 »
Não foi mostrado qualquer ponto catastrófico de Alckmin ou Bolsonaro que seja um adicional de desastre em relação a Lula. A passividade de Bolsonaro devido a não cooperação do congresso ainda seria mais segura do que o ativismo de Lula em controlar o que ele quer.
Também acho.
Citar
Lula vai sofrer um golpe militar se for eleito? Faltou combinar com os militares. Eu queria saber o histórico de acertos de previsão de golpes militares por parte de analistas políticos.
Estamos há 53 anos sem um golpe militar. Um recorde na história republicana.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.445
Re:Eleições 2018
« Resposta #1157 Online: 05 de Dezembro de 2017, 00:54:10 »
GEBRAN CONCLUI VOTO SOBRE PRISÃO DE LULA

Brasil  04.12.17 00:50

O Zero Hora informa que o desembargador Gebran Neto, relator da Lava Jato no TRF-4, concluiu seu voto sobre o recurso de Lula contra condenação de primeira instância no caso do Triplex.

Gebran levou apenas 100 dias para analisar o processo. Seu voto já seguiu para o revisor e deve ser julgado na turma no início de 2018.

Fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/gebran-conclui-voto-sobre-prisao-de-lula/


O golpe de Lula fracassou

Brasil  04.12.17 08:51

O TRF-4 sabotou os planos de Lula.

O comandante máximo da ORCRIM pretendia arrastar sua candidatura até setembro, com chicanas jurídicas no STJ, no STF e no TSE.

Se ele fosse cassado, transferiria uma parte de seus votos para o poste Jaques Warner.

A rapidez do desembargador João Pedro Gebran Neto, porém, desarmou esse golpe, porque o discurso vitimista de Lula vai esfriar até o início da campanha eleitoral.

Além disso, ele corre o risco de ser preso – e, com isso, tornar-se um cabo eleitoral ainda mais tóxico.

O PT tem de refazer seus planos. Rapidamente.

https://www.oantagonista.com/brasil/o-golpe-de-lula-fracassou/

Lula pode ser julgado pelo TRF-4 em janeiro

Brasil  04.12.17 12:14

O desembargador Leandro Paulsen, revisor da Lava Jato no TRF-4, tem levado em média 30 dias para liberar seus votos.

Considerando o recesso, o julgamento de Lula pode ocorrer no fim de janeiro.

O Brasil tem pressa. A Oitava Turma sabe disso e está cumprindo seu papel.

Fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/lula-pode-ser-julgado-pelo-trf-4-em-janeiro/


Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.445
Re:Eleições 2018
« Resposta #1158 Online: 05 de Dezembro de 2017, 00:57:19 »
Quase esqueci de postar a ótima notícia do dia 4 de dezembro sobre a sabotagem no plano do golpe de Lula.
« Última modificação: 05 de Dezembro de 2017, 00:59:40 por -Huxley- »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.885
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1159 Online: 05 de Dezembro de 2017, 08:18:03 »
GEBRAN CONCLUI VOTO SOBRE PRISÃO DE LULA

Brasil  04.12.17 00:50

O Zero Hora informa que o desembargador Gebran Neto, relator da Lava Jato no TRF-4, concluiu seu voto sobre o recurso de Lula contra condenação de primeira instância no caso do Triplex.

Gebran levou apenas 100 dias para analisar o processo. Seu voto já seguiu para o revisor e deve ser julgado na turma no início de 2018.

Fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/gebran-conclui-voto-sobre-prisao-de-lula/


O golpe de Lula fracassou

Brasil  04.12.17 08:51

O TRF-4 sabotou os planos de Lula.

O comandante máximo da ORCRIM pretendia arrastar sua candidatura até setembro, com chicanas jurídicas no STJ, no STF e no TSE.

Se ele fosse cassado, transferiria uma parte de seus votos para o poste Jaques Warner.

A rapidez do desembargador João Pedro Gebran Neto, porém, desarmou esse golpe, porque o discurso vitimista de Lula vai esfriar até o início da campanha eleitoral.

Além disso, ele corre o risco de ser preso – e, com isso, tornar-se um cabo eleitoral ainda mais tóxico.

O PT tem de refazer seus planos. Rapidamente.

https://www.oantagonista.com/brasil/o-golpe-de-lula-fracassou/

Lula pode ser julgado pelo TRF-4 em janeiro

Brasil  04.12.17 12:14

O desembargador Leandro Paulsen, revisor da Lava Jato no TRF-4, tem levado em média 30 dias para liberar seus votos.

Considerando o recesso, o julgamento de Lula pode ocorrer no fim de janeiro.

O Brasil tem pressa. A Oitava Turma sabe disso e está cumprindo seu papel.

Fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/lula-pode-ser-julgado-pelo-trf-4-em-janeiro/




Excelentes notícias.


:ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok:  :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok:




« Última modificação: 05 de Dezembro de 2017, 08:20:21 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.885
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1160 Online: 05 de Dezembro de 2017, 08:23:06 »


O Brasil precisa se livrar de forma definitiva do grande líder da corrupção. Ou isso ou a venezuelização.





« Última modificação: 05 de Dezembro de 2017, 08:43:05 por JJ »

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.445
Re:Eleições 2018
« Resposta #1161 Online: 06 de Dezembro de 2017, 15:34:11 »
Lula tenta intimidar o TRF-4

Brasil  05.12.17 18:33

Lula resolveu atacar os desembargadores do TRF-4 da mesma maneira que ataca o juiz Sergio Moro.

Diz O Globo:

“A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu lançar uma ofensiva para saber se a apelação do petista contra sentença do juiz Sergio Moro — que o condenou a nove anos e seis meses de prisão — passou na frente de outras ações que tramitam no TRF-4 (…).

Na petição ao tribunal, a defesa diz que o processo de Lula tramita com ‘celeridade extraordinária’ na corte e pede que seja informado o número de apelações que estavam pendendentes de julgamento desde o dia 23 de agosto. Foi nesta data que a corte recebeu o recurso dos advogados de Lula contra sentença de Moro.”

Lula nunca conseguiu intimidar Sergio Moro. Vai fracassar também com os desembargadores do TRF-4.

Fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/lula-tenta-intimidar-trf-4/

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.445
Re:Eleições 2018
« Resposta #1162 Online: 12 de Dezembro de 2017, 23:20:31 »
URGENTE: LULA SERÁ JULGADO EM 24 DE JANEIRO NO TRF-4

Brasil  12.12.17 18:08

Lula será julgado no TRF-4 no dia 24 de janeiro.

(...)

Fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/urgente-lula-sera-julgado-em-24-de-janeiro/

Lula poderá ser preso?

Brasil  12.12.17 19:47

Se for condenado em segunda instância, Lula será preso?

Teoricamente, sim.

Mas, na prática, tudo depende das condições de temperatura e pressão.

O STF pode vir a derrubar a prisão para condenados em segunda instância.

E, ainda que não derrube, ministros de tribunais superiores vêm libertando condenados em segunda instância, porque a jurisprudência, em Brasília, virou conveniência pessoal, sob a velha desculpa de garantir o Estado Democrático de Direito.

Fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/lula-podera-ser-preso/
« Última modificação: 12 de Dezembro de 2017, 23:30:58 por -Huxley- »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.885
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1163 Online: 13 de Dezembro de 2017, 08:04:14 »

Lula poderá ser preso?


Se for condenado em segunda instância, Lula será preso?

Teoricamente, sim.

Mas, na prática, tudo depende das condições de temperatura e pressão.




Pelo visto parece que   "o cara"  ainda tem Poder.  Já que o autor está duvidando que mesmo condenado em 2° instância  "o cara" vá ser preso.






Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.885
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1164 Online: 13 de Dezembro de 2017, 16:03:20 »


PT promete guerrilha jurídica por Lula, mas admite que a 'ficha caiu'

Adriano Vizoni – 5.nov.2017/Folhapress

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante comício em Duque de Caxias, no Rio

IGOR GIELOW
DE SÃO PAULO
13/12/2017 12h42

A cúpula do PT se prepara para o que chama de "guerrilha jurídica" para tentar garantir a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência em 2018, mas a marcação do julgamento do recurso que deverá impedi-lo de concorrer fez "cair a ficha" no partido.


Segundo a Folha apurou, a expressão foi usada por diversos líderes petistas em conversas desde a tarde de segunda, quando ficou público que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região julgará a apelação de Lula contra a condenação a 9 anos e 6 meses por corrupção e lavagem de dinheiro no dia 24 de janeiro.


Dentro da sigla, o tempo recorde do andamento do processo é visto como a justificativa perfeita para a narrativa de que Lula é um perseguido judicial.
Sua defesa está levantando dados comparativos do andamento de recursos de processos no âmbito da Operação Lava Jato.


O plano A segue sendo tentar levar Lula até o fim da disputa, mas a sobriedade tem pautado as conversas internas no partido. Nelas, a alta probabilidade de Lula ser impedido de concorrer por estar condenado por um colegiado antes do prazo inicialmente previsto é vista também como uma janela de oportunidade.


Naturalmente, nenhum líder petista dirá isso em público, mas o fato é que a sigla ganha tempo para fazer costura de alianças estaduais vitais para sua pretensão nacional. Essa era a visão predominante até há alguns meses, mas parecer jurídico indicando chance de sucesso em recursos mudou a tática
visível do PT.


O foco é o PSB, partido que está rachado e sob assédio de siglas como PMDB e DEM, pelo maior ativo que possui: a candidatura ao governo de São Paulo.


O vice-governador Márcio França é do partido e irá assumir a cadeira de Geraldo Alckmin quando o tucano se desincompatibilizar para disputar o Planalto. Ele diz que vai buscar a reeleição, e o PT está disposto a abrir mão da candidatura de Luiz Marinho se a costura se viabilizar em Estados como o Ceará e Pernambuco, além obviamente da aliança nacional.


Resta saber como França, que se diz leal a Alckmin, procederia num acerto desses. O PT aposta que ele não terá muita opção, já que o PSDB terá candidato próprio ao Palácio dos Bandeirantes.


Tudo isso é central para que o PT consiga construir uma candidatura a partir da ruína da postulação de Lula. Os nomes mais citados, do ex-governador Jaques Wagner (BA) e do ex-prefeito paulistano Fernando Haddad estão longe de serem conhecidos nacionalmente, o que não precisa ser um problema já que a taxa de rejeição ao PT vem caindo neste ano em pesquisas eleitorais. Mas a transferência de votos não é um processo automático, como indicou pesquisa do Datafolha.


O partido inclusive pode discutir apoio a um nome de fora da sigla, embora hoje essas possibilidade seja remota. Não menos por falta de opção: o candidato mais encorpado no campo da esquerda, Ciro Gomes (PDT), queimou as pontes com o PT após seguidas críticas à postulação de Lula. O resto da tropa é formada por nanicos.


Por essas e outras o discurso oficial será o de tentar levar Lula até o fim, mas, como dizem os dirigentes, a ficha caiu. (Em tempo, para quem não é da época em que se usavam fichas telefônicas em orelhões, a expressão indica que uma ideia foi assimilada: quando a ligação era completada, a ficha caía dentro do aparelho.)


http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/12/1942936-pt-promete-guerrilha-juridica-por-lula-mas-admite-que-a-ficha-caiu.shtml
« Última modificação: 13 de Dezembro de 2017, 16:12:45 por JJ »

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.445
Re:Eleições 2018
« Resposta #1165 Online: 02 de Janeiro de 2018, 23:31:19 »
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=27579.msg954683#msg954683

Lula tem tanta chance de condenação no TRF-4 que os petistas já acham vitória ele perder de 2 a 1, pois a chicana jurídica ficaria viável nesse caso. Se bem que não seria totalmente inesperado que o próprio STF desse alguma autorização absurda a ele, contrastando com a decisão que foi tomada com Renan Calheiros recentemente.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.515
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1166 Online: 03 de Janeiro de 2018, 19:33:17 »
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gauss

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.467
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Eleições 2018
« Resposta #1167 Online: 05 de Janeiro de 2018, 19:03:44 »
Parece que o Livres saiu do PSL e o Bolsonaro vai para lá.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.885
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1168 Online: 05 de Janeiro de 2018, 20:31:05 »
Parece que o Livres saiu do PSL e o Bolsonaro vai para lá.


Com chegada de Bolsonaro, Livres anuncia saída do PSL

O Conselho Nacional do Livres comunica desembarque em nota; Sérgio Bivar, filho do presidente da legenda e ligado ao grupo, diz que melhor solução agora é atuar de forma suprapartidária


José Fucs

05 Janeiro 2018 | 19h18


Divórcio familiar. O deputado Luciano Bivar (esq.), presidente do PSL, rompeu acordo com seu filho, Sérgio, um dos articuladores do Livres, que permitiria a chegada do grupo ao comando partidário, para viabilizar ingresso de Bolsonaro na sigla

Com a confirmação de que o deputado Jair Bolsonaro deverá ser candidato à presidência pelo PSL, feita nesta sexta-feira pelo deputado Luciano Bivar, presidente e fundador do partido, o grupo Livres, de tendência libertária, que controlava 12 diretórios estaduais e pretendia tomar conta da máquina partidária em nível nacional, anunciou, em comunicado, o seu desligamento da legenda.

“É com extremo pesar que comunicamos a saída do Livres do Partido Social Liberal”, diz o comunicado, assinado pelo Conselho Nacional do grupo. “A chegada do deputado Jair Bolsonaro, negociada à revelia dos nossos acordos, é inteiramente incompatível com o projeto do Livres de construir no Brasil uma força partidária moderna, transparente e limpa.”

Logo depois do anúncio oficial da adesão de Bolsonaro ao PSL, Sergio Bivar, filho de Luciano, que fez a ponte desde o princípio entre o Livres e o PSL, com o aval do próprio pai, divulgou um comunicado para integrantes do Livres, obtido com exclusividade pelo Estado, com o seu posicionamento sobre a questão.


Restante aqui:

http://politica.estadao.com.br/blogs/blog-do-fucs/com-chegada-de-bolsonaro-livres-anuncia-saida-do-psl/



Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.515
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1169 Online: 05 de Janeiro de 2018, 21:04:05 »
Parece que o Livres saiu do PSL e o Bolsonaro vai para lá.

Quanto tempo o Bolsonaro ficará no PSL?

Eu chuto que ele ainda terminará no PMDB.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Muad'Dib

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.244
Re:Eleições 2018
« Resposta #1170 Online: 05 de Janeiro de 2018, 21:24:39 »
Parece que o Livres saiu do PSL e o Bolsonaro vai para lá.

Quanto tempo o Bolsonaro ficará no PSL?

Eu chuto que ele ainda terminará no PMDB.

Só se ele for muito cara de pau.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.515
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1171 Online: 05 de Janeiro de 2018, 22:30:40 »
Parece que o Livres saiu do PSL e o Bolsonaro vai para lá.

Quanto tempo o Bolsonaro ficará no PSL?

Eu chuto que ele ainda terminará no PMDB.

Só se ele for muito cara de pau.

Cara de pau de ter ficado no PP, ter ido para um partido com S de social, se vender como direita e votar nas reformas igual o PSOL.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.885
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1172 Online: 06 de Janeiro de 2018, 10:26:12 »
BRAÇOS DADOS COM OS GOLPISTAS

Após Lula perdoar golpistas, PT organiza próximo passo: agradar burguesia nacional

A partir de artigo na Folha abre-se espaço para um debate oportuno. Novamente o PT se orienta para fazer o que sempre fez, procurar agradar os empresários. Preservam nossos inimigos do necessário combate. Assim não se combate a direita.

Após Lula perdoar golpistas, PT organiza próximo passo: agradar burguesia nacional

Virgínia Guitzel

ABC Paulista | @virginiaguitzel



Esta semana foi publicado artigo na Folha e este foi reproduzido por sites que apoiam o PT, onde a direção do partido reafirma sua eterna orientação: buscar agradar os empresários. Neste debate se reafirma a eterna orientação de Lula e do PT de buscarem nos capitalistas, nossos principais inimigos, aliados para combater a direita e assim, orientam a classe trabalhadora a abdicar do necessário combate contra nossos inimigos. Para debater justamente como esta orientação de conciliação de classes que é o que precisa ser superada que dedicamos este artigo.


Em documento elaborado pela direção do Partido dos Trabalhadores citado pela Folha de São Paulo e também por sites que defendem o PT, os objetivos do partido ficam claros: para eleger Lula, aumentar sua bancada parlamentar e presença nos governos municipais, precisam do aval da elite, é preciso fazer de tudo para “reconquistá-la”. Parte deste movimento é garantindo pelos sindicatos evitando que a classe trabalhadora possa cumprir qualquer papel independente na luta contra as reformas: assim se repete a tragédia de uma estratégia de conciliação de classes.


Agora com o julgamento de Lula no próximo dia 24, o PT se vê numa encruzilhada. Pois se trata de mais um passo para o judiciário intervir em um dos direitos mais elementares em uma democracia capitalista, o do voto, e esta antecipação do julgamento mostra mais um passo do judiciário depois do golpe institucional em tentar intervir na política. Porém, a necessidade de mobilização contra esse ataque do judiciário cruza-se com a dificuldade de fazê-lo uma vez que as centrais deixam passar todos ataques como a reforma trabalhista e sistematicamente desmarcam lutas contra a reforma da previdência. Deste modo, até mesmo nisso mostra-se a incapacidade do PT se enfrentar com a direita.


Com a conciliação com as elites políticas e com a burguesia não se alcançará em nada o desejo (e raiva) de muitos trabalhadores: derrotar a direita, se “vingar” dos empresários golpistas e que buscam retroceder direitos aos níveis de um século atrás. Ao contrário, a política do PT é se oferecer como uma alternativa de administração deste podre regime político e do capitalismo no país. Sua política impede o desenvolvimento da luta contra a direita e os capitalistas.


Nesta terça-feira (02), o Painel da Folha de São Paulo publicou a notícia que a direção do PT aconselha Lula a se reaproximar dos empresários nacionais, seus antigos amigos de época do governo. Se já era um anúncio à essas alianças sua declaração de que não "era mais radical, mas sim sabido"., há cerca de dois meses, representantes de grandes investidores procuraram a senadora Gleisi Hoffmann (PR), presidente do PT, para uma conversa, segundo o mesmo Painel da Folha.


Essas declarações não demonstram nada "novo", só uma comprovação que Lula e o PT seguem com seu mesmo ideal de conciliar os interesses da classe trabalhadora com os empresários, como único horizonte estreito de governabilidade para administrar o capitalismo. Em outras palavras, sua estratégia de favorecer os grandes empresários em troca de algumas concessões com o grande capital, não se alterou. Mesmo após o golpe institucional onde Dilma Rousseff foi destituída sem resistência, a sua derrota histórica nas eleições municipais em 2016, após um ataque histórico com a aprovação da Reforma Trabalhista, não aprenderam com nada.


Novas pesquisas mostram como apesar do aumento do salário mínimo e do nível de emprego a distribuição de renda piorou nos anos lulistas, a mesma estratégia de conciliação sem uma situação da economia mundial mais favorável significará não um retorno a melhores condições como muitos trabalhadores anseiam mas à aceitação dos ataques para agradar esta burguesia. Lula frequentemente discursa contra os ataques de Temer, porém centra sua verve na PEC 55, deixando de lado a terceirização e a reforma trabalhista, mostrando como a aceitação destes ataques é parte do aceno aos empresários.


Este aceno de que sim administrará este capitalismo podre e racista sem, novamente, tocar-lhe as raízes é a continuidade da política de “perdão dos golpistas”. Primeiro os oligarcas, depois os industriais e banqueiros. Repetindo em pleno 2018 o movimento realizado antes da eleição de 2002 que passou das alianças com velhos oligarcas a uma infame “Carta aos Brasileiros” que era na verdade uma carta ao FMI prometendo deixar intactas todas medidas de FHC.


Em entrevista, Lula reafirma a necessidade de alianças para conquistar votos e para conseguir maioria no Congresso para governar. Lula chega a dizer que "Renan [Calheiros] me ajudou a conversar esse país". Um plano nos marcos da democracia degradada, que cada vez mais demonstra seu caráter de ditadura velada da burguesia contra a classe trabalhadora. Por outro também revela a incapacidade do PT e seu "realismo" em resistir aos ataques ao conjunto da classe trabalhadora. Ao olhar a governabilidade nos marcos domesticados do capitalismo atua, de fato, contra a luta de classes, contra o desenvolvimento do movimento operário como um sujeito político independente.


Promovendo a desmoralização e o medo da direita: PT visa se reerguer


O PT sempre salvou o capitalismo e vai tentar mais vez. O problema é que o "gradualismo", a ideia de que se podia avançar progressivamente, de que as futuras gerações terão mais que as antigas, acabou. No décimo ano da crise internacional do capitalismo, cada vez é mais notável que a única saída progressista possível é avançando sob os lucros capitalistas, senão nossos direitos serão retirados. Cada avanço tecnológico é usado pelo capitalismo para piorar e não melhorar nossas condições de vida, é assim que o aumento da expectativa de vida significa no capitalismo que tenhamos que trabalhar ainda mais, avanços tecnológicos que tenhamos que ter jornadas intermitentes e novas barbariedades da reforma trabalhista.


Para aqueles que se revoltam com a política petista, é preciso ter consciência da tarefa que temos a frente: impedir a desmoralização que o PT impõe, após ter aberto caminho pra direita, aliando-se e fortalecendo-a em seu governo, assumido os métodos de corrupção e não ter lutado seriamente contra o golpe, e agora fazendo alianças com os golpistas, quando tentam esconder o fato de que com a crise econômica internacional eles terão que continuar salvando banqueiros e empresários às custas da classe trabalhadora, e por isso o PT irá administrar as reformas do golpista Temer pra poder manter a governabilidade.


O PT, se voltar a presidência, se prepara para manter a maior parte dos ataques, como já é parte de implementar ataques onde governa, como em Minas Gerais que está privatizando escolas e parcelando o salário do funcionalismo, ou até mesmo no Rio Grande do Sul onde, supostamente, são oposição e votaram junto a Sartori um pacote de ataques.


A esquerda brasileira tem oportunidades inéditas para dar visibilidade a uma luta anticapitalista. Apresentar um projeto verdadeiramente revolucionário que supere esta estratégia petista que além de desgastada, vem empurrando muitos trabalhadores a caírem no canto das sereis dos "políticos técnicos" que escondem a classe que defendem. Para isso, seguimos exigindo das grandes centrais sindicais que rompam seu imobilismo traidor, e preparem uma verdadeira greve geral para barrar a reforma da Previdência. Seguiremos lutando para que os trabalhadores retomem seus sindicatos para a luta de classes e pela construção de um partido revolucionário dos trabalhadores que se proponha a derrubar o capitalismo, e não salvá-lo.



http://www.esquerdadiario.com.br/Apos-Lula-perdoar-golpistas-PT-organiza-proximo-passo-agradar-burguesia-nacional




« Última modificação: 06 de Janeiro de 2018, 10:30:29 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.885
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições 2018
« Resposta #1173 Online: 06 de Janeiro de 2018, 10:32:05 »


Vale quase tudo para tentar voltar ao Poder.  Golpistas ontem,  aliados amanhã.   :hihi:


« Última modificação: 06 de Janeiro de 2018, 10:34:08 por JJ »

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.266
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Eleições 2018
« Resposta #1174 Online: 06 de Janeiro de 2018, 16:41:49 »
Capaz de oferecer a vice presidência ao Sarney
« Última modificação: 06 de Janeiro de 2018, 17:32:13 por _Juca_ »

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!