Autor Tópico: MBL - Movimento Brasil Livre  (Lida 14922 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #100 Online: 18 de Novembro de 2016, 17:50:00 »
Então, os direitistas da américa latina são superiores eticamente

Podem não ser superiores eticamente, mas defendem uma redução do 'substrato' onde a corrupção atua (estado), ou seja, reduzem a corrupção mesmo se forem eles mesmos corruptos.  :biglol:

Citação de: Juca
e suas ideologias não causam estragos quando chegam no poder? Ah tá..

Se causar, não chega a 5% do feito pelo populismo de esquerda.
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.053
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #101 Online: 18 de Novembro de 2016, 17:53:34 »
O MBL é anti-esquerdista. Ponto.

Anti-esquerdismo e anti-corrupção, na América Latina, são quase sinônimos e geram os mesmos efeitos.

Mesmo um partido esquerdista não-corrupto causa estragos quando chega ao poder, equivalente ou pior aos causados pela corrupção.

Então devemos combater a corrupção e também devemos combater o esquerdismo (latino-americano), para o bem de todos.



Então, os direitistas da américa latina são superiores eticamente e suas ideologias não causam estragos quando chegam no poder? Ah tá..

Primeiro, Fora Temer Falsa dicotomia.

As alternativas a Esquerda LA não são somente os ditadores de extrema direita, mas as pessoas trabalhadoras, de bem, e religiosas que querem um pouco mais de liberdades econômicas. Inclusive alguns de esquerda são alternativa a Esquerda LA. FHC por exemplo é de esquerda e foi um presidente eticamente superior aos demais.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.249
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #102 Online: 18 de Novembro de 2016, 17:54:29 »
Então, os direitistas da américa latina são superiores eticamente

Podem não ser superiores eticamente, mas defendem uma redução do 'substrato' onde a corrupção atua (estado), ou seja, reduzem a corrupção mesmo se forem eles mesmos corruptos.  :biglol:

Citação de: Juca
e suas ideologias não causam estragos quando chegam no poder? Ah tá..

Se causar, não chega a 5% do feito pelo populismo de esquerda.

Chegou agora ao planeta América Latina? Definitivamente você não conhece a História.

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #103 Online: 18 de Novembro de 2016, 17:58:29 »
Então, os direitistas da américa latina são superiores eticamente

Podem não ser superiores eticamente, mas defendem uma redução do 'substrato' onde a corrupção atua (estado), ou seja, reduzem a corrupção mesmo se forem eles mesmos corruptos.  :biglol:

Citação de: Juca
e suas ideologias não causam estragos quando chegam no poder? Ah tá..

Se causar, não chega a 5% do feito pelo populismo de esquerda.

Chegou agora ao planeta América Latina? Definitivamente você não conhece a História.

Como "direita" me refiro aos liberais.

Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.249
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #104 Online: 18 de Novembro de 2016, 18:04:20 »
O MBL é anti-esquerdista. Ponto.

Anti-esquerdismo e anti-corrupção, na América Latina, são quase sinônimos e geram os mesmos efeitos.

Mesmo um partido esquerdista não-corrupto causa estragos quando chega ao poder, equivalente ou pior aos causados pela corrupção.

Então devemos combater a corrupção e também devemos combater o esquerdismo (latino-americano), para o bem de todos.



Então, os direitistas da américa latina são superiores eticamente e suas ideologias não causam estragos quando chegam no poder? Ah tá..

Primeiro, Fora Temer Falsa dicotomia.

As alternativas a Esquerda LA não são somente os ditadores de extrema direita, mas as pessoas trabalhadoras, de bem, e religiosas que querem um pouco mais de liberdades econômicas. Inclusive alguns de esquerda são alternativa a Esquerda LA. FHC por exemplo é de esquerda e foi um presidente eticamente superior aos demais.

Vai lá conversar com a Fiesp sobre liberdade econômica, vai falar pra eles que você quer um grau maior de abertura na economia do Brasil. Depois você me conta, ok?
« Última modificação: 18 de Novembro de 2016, 18:06:22 por _Juca_ »

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.053
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #105 Online: 18 de Novembro de 2016, 18:12:12 »
Vai lá conversar com a Fiesp sobre liberdade econômica, vai falar pra eles que você quer um grau maior de abertura na economia do Brasil. Depois você me conta, ok?

Posso enviar um email?
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.033
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #106 Online: 18 de Novembro de 2016, 18:13:35 »
O PT acabou e a esquerda está desmoronando na América Latina. Não tem porque dar audiência pra quem errou em tudo sobre política até hoje.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #107 Online: 18 de Novembro de 2016, 19:02:09 »
O PT acabou.

Em filmes de terror o vilão sempre retorna.

Melhor não facilitar.  :|
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 611
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #108 Online: 18 de Novembro de 2016, 20:57:07 »
Citar
mas as pessoas trabalhadoras, de bem, e religiosas que querem um pouco mais de liberdades econômicas.

Onde estão essas pessoas que querem expandir as liberdades econômicas no Brasil e querem reduzir o Estado? Porque salvo um ponto óbvio (redução de impostos), eu não me lembro de nenhuma pesquisa de opinião que indique alguma simpatia a um Estado Reduzido/Menor no Brasil.
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline O Grande Capanga

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.713
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #109 Online: 18 de Novembro de 2016, 21:01:34 »
Juca, você ainda considera o Lula honesto?

Desde que o Lula apertou a mão do Maluf para eleger o Haddad eu não considero ele honesto( não por causa das convicções dos procuradores ou das suas), mas continuo sendo de esquerda, votando em partidos de esquerda, inclusive o PT se for o caso. Continuo apoiando as causas feministas, da distribuição de renda, direitos humanos, renda mínima, plano de saúde universal, etc...

O Juca não acha o Lula corrupto.

O cara ainda tá com aquela ladainha desonesta que atribuíram safadamente os procuradores de falarem que quem não tem provas, mas convicção.

Skorpios

  • Visitante
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #110 Online: 19 de Novembro de 2016, 15:14:31 »
Citar
mas as pessoas trabalhadoras, de bem, e religiosas que querem um pouco mais de liberdades econômicas.

Onde estão essas pessoas que querem expandir as liberdades econômicas no Brasil e querem reduzir o Estado? Porque salvo um ponto óbvio (redução de impostos), eu não me lembro de nenhuma pesquisa de opinião que indique alguma simpatia a um Estado Reduzido/Menor no Brasil.

Bom ponto.

Rhyan

  • Visitante
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #111 Online: 19 de Novembro de 2016, 16:17:00 »
JJ,

Citar


Anistia ao caixa dois é, para dizer pouco, um debate sobre o nada e o impossível. Como? Então veja por quê!
1: Lei penal nunca pode retroagir para punir; 2: se o caixa dois foi feito com propina, haverá a acusação de corrupção, e nada se poderá fazer a respeito
 Reinaldo Azevedo 17/11/2016 às 16:44


Ah, meu Jesus Cristinho, como diria Manuel Bandeira!

A votação na comissão especial do texto do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que trata das tais dez medidas contra a corrupção, convertidas em 17, foi adiada mais uma vez. Por quê? A falta do tal consenso… Duas questões estão em pauta. Uma delas é, vamos dizer, polêmica. E a outra assume tintas de surrealismo, qualquer que seja a abordagem. Começo por esta. O nome mágico, que ganhou o coração da imprensa, é “anistia ao caixa dois”.

É claro que, se eu disser que essa questão não existe, que é uma fantasia, vão dizer que o maluco sou eu. Fazer o quê? Então digam! Mas a questão não existe.

Vamos começar do… começo!

Por que Deltan Dallagnol e seus bravos rapazes incluíram entre as dez medidas contra a corrupção a chamada “criminalização do caixa dois”? Resposta certa com nível Massinha I de complexidade: porque tal conduta não está tipificada como crime. A questão é tratada no âmbito da Justiça Eleitoral e pode, numa leitura alargada, ser considerada falsidade ideológica. Mas vamos convir: quando o MP pede que isso passe a ser crime, está reconhecendo que, hoje, estamos diante do que se chama “conduta atípica”.

Lorenzoni acatou a proposta. E fez muito bem. A pena é dura. De dois a cinco anos de prisão para caixa dois feito com recursos lícitos e de quatro a 10 anos se eles forem ilícitos.

O que é que a imprensa e mesmo setores do Ministério Público vêm chamando de “anistia”?  Deputados querem que Lorenzoni deixe claro, nas tais propostas, que punições não podem ser aplicadas de 2016 para trás; valem apenas para casos futuros.

Atenção! TRATA-SE DE UMA BOBAGEM FORMIDÁVEL! Lei penais não podem retroagir para prejudicar os acusados, apenas para beneficiá-los. Não é uma questão de vontade, mas de mandamento constitucional, entenderam? Assim, chamar de “anistia” a impossibilidade de enquadrar na nova lei o caixa dois já consumado é nada menos do que uma burrice, uma bobagem.

Mas calma! Deputados também estariam querendo que a lei deixasse claro que o caixa dois não será usado pelos procuradores para denunciar outros crimes… ATENÇÃO DE NOVO! Ainda que isso vá parar em lei, é de uma Irrelevância estupefaciente. E também é fácil dizer por quê.

Se, sob o pretexto de caixa dois, praticou-se lavagem de dinheiro, não há lei possível que possa impedir uma denúncia por… lavagem de dinheiro. Ora, a dita-cuja é o que se chama “conduta típica”. O crime está devidamente descrito, com a punição especificada, na Lei 9.613, de 1998, alterada, depois, pela Lei 12.683, de 2013.

Atenção! Basta ler as duas leis para saber que um procurador não pode chamar caixa dois de lavagem se não houve…

Avancemos: digamos que restem evidências de que o caixa dois de uma campanha movimentou dinheiro de propina. Não há alteração possível no texto de Lorenzoni que impeça o MPF de oferecer uma denúncia por corrupção, ativa e passiva.

É impressionante: todos os lados que estão se ocupando dessa questão estão a fazer um debate de surdos. E as bobagens vão brotando.

Outra questão
A outra questão diz respeito à possibilidade de juízes e promotores poderem ser processados por crime de responsabilidade. Já disse que não vejo nada de exótico na tese, mas acho que a redação original do texto de Lorenzoni permite voos de natureza subjetiva. Penso ainda que um conjunto de propostas contra a corrupção não é o melhor lugar para abrigar essa proposta.

Depois de uma conversa com procuradores, o deputado havia se comprometido a eliminar essa proposta. Deputados pressionam, no entanto, para que volte atrás.

E NÃO! NADA DISSO CARACTERIZA UM COMPLÔ PARA DESTRUIR OU PARA ABAFAR A LAVA-JATO!

O país andaria melhor sem as bobagens veiculadas por teorias conspiratórias.

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/anistia-ao-caixa-dois-e-para-dizer-pouco-um-debate-sobre-o-nada-e-o-impossivel-como-entao-veja-por-que/

Offline O Grande Capanga

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.713
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #112 Online: 19 de Novembro de 2016, 17:21:24 »
Libertário, dizem que os nobres deputados podem incluir sim uma anistia para se safarem dos crimes. Aí deixariam de ser processados por tudo que poderia ser imputado nos crimes que envolve o caixa dois.

A anistia seria explicitada na lei e não apenas subentendida.

Rhyan

  • Visitante
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #113 Online: 19 de Novembro de 2016, 22:43:23 »
Mas o caixa dois já não é crime penal por si só, apenas é crime eleitoral praticamente com punição muito baixa, por isso a discussão atual.

O caixa dois é um indício de outros crimes como lavagem de dinheiro, sonegação, corrupção (ativa e passiva).

Pelo menos foi isso que entendi do que disse o Reinaldo Azevedo, não sei se ele está juridicamente certo nessa.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.819
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #114 Online: 20 de Novembro de 2016, 08:29:24 »
JJ,

Citar


Anistia ao caixa dois é, para dizer pouco, um debate sobre o nada e o impossível. Como? Então veja por quê!
1: Lei penal nunca pode retroagir para punir; 2: se o caixa dois foi feito com propina, haverá a acusação de corrupção, e nada se poderá fazer a respeito
 Reinaldo Azevedo 17/11/2016 às 16:44


Ah, meu Jesus Cristinho, como diria Manuel Bandeira!

A votação na comissão especial do texto do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que trata das tais dez medidas contra a corrupção, convertidas em 17, foi adiada mais uma vez. Por quê? A falta do tal consenso… Duas questões estão em pauta. Uma delas é, vamos dizer, polêmica. E a outra assume tintas de surrealismo, qualquer que seja a abordagem. Começo por esta. O nome mágico, que ganhou o coração da imprensa, é “anistia ao caixa dois”.

É claro que, se eu disser que essa questão não existe, que é uma fantasia, vão dizer que o maluco sou eu. Fazer o quê? Então digam! Mas a questão não existe.

Vamos começar do… começo!

Por que Deltan Dallagnol e seus bravos rapazes incluíram entre as dez medidas contra a corrupção a chamada “criminalização do caixa dois”? Resposta certa com nível Massinha I de complexidade: porque tal conduta não está tipificada como crime. A questão é tratada no âmbito da Justiça Eleitoral e pode, numa leitura alargada, ser considerada falsidade ideológica. Mas vamos convir: quando o MP pede que isso passe a ser crime, está reconhecendo que, hoje, estamos diante do que se chama “conduta atípica”.

Lorenzoni acatou a proposta. E fez muito bem. A pena é dura. De dois a cinco anos de prisão para caixa dois feito com recursos lícitos e de quatro a 10 anos se eles forem ilícitos.

O que é que a imprensa e mesmo setores do Ministério Público vêm chamando de “anistia”?  Deputados querem que Lorenzoni deixe claro, nas tais propostas, que punições não podem ser aplicadas de 2016 para trás; valem apenas para casos futuros.

Atenção! TRATA-SE DE UMA BOBAGEM FORMIDÁVEL! Lei penais não podem retroagir para prejudicar os acusados, apenas para beneficiá-los. Não é uma questão de vontade, mas de mandamento constitucional, entenderam? Assim, chamar de “anistia” a impossibilidade de enquadrar na nova lei o caixa dois já consumado é nada menos do que uma burrice, uma bobagem.

Mas calma! Deputados também estariam querendo que a lei deixasse claro que o caixa dois não será usado pelos procuradores para denunciar outros crimes… ATENÇÃO DE NOVO! Ainda que isso vá parar em lei, é de uma Irrelevância estupefaciente. E também é fácil dizer por quê.

Se, sob o pretexto de caixa dois, praticou-se lavagem de dinheiro, não há lei possível que possa impedir uma denúncia por… lavagem de dinheiro. Ora, a dita-cuja é o que se chama “conduta típica”. O crime está devidamente descrito, com a punição especificada, na Lei 9.613, de 1998, alterada, depois, pela Lei 12.683, de 2013.

Atenção! Basta ler as duas leis para saber que um procurador não pode chamar caixa dois de lavagem se não houve…

Avancemos: digamos que restem evidências de que o caixa dois de uma campanha movimentou dinheiro de propina. Não há alteração possível no texto de Lorenzoni que impeça o MPF de oferecer uma denúncia por corrupção, ativa e passiva.

É impressionante: todos os lados que estão se ocupando dessa questão estão a fazer um debate de surdos. E as bobagens vão brotando.

Outra questão
A outra questão diz respeito à possibilidade de juízes e promotores poderem ser processados por crime de responsabilidade. Já disse que não vejo nada de exótico na tese, mas acho que a redação original do texto de Lorenzoni permite voos de natureza subjetiva. Penso ainda que um conjunto de propostas contra a corrupção não é o melhor lugar para abrigar essa proposta.

Depois de uma conversa com procuradores, o deputado havia se comprometido a eliminar essa proposta. Deputados pressionam, no entanto, para que volte atrás.

E NÃO! NADA DISSO CARACTERIZA UM COMPLÔ PARA DESTRUIR OU PARA ABAFAR A LAVA-JATO!

O país andaria melhor sem as bobagens veiculadas por teorias conspiratórias.

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/anistia-ao-caixa-dois-e-para-dizer-pouco-um-debate-sobre-o-nada-e-o-impossivel-como-entao-veja-por-que/


Libertário,


Essa foi uma opinião do Reinaldo Azevedo,  resta ver quais seriam as opiniões de  juristas  renomados sobre as questões acima.

E ao meu ver ele  está reduzindo  bastante a importância da  criminalização da hermenêutica que  os corruptos deputados brasileiros querem instituir.

E lembrando também que esse jornalista já fez texto bancando o defensor do maior empresário corruptor do Brasil,  então de que lado ele está ?  Do lado da grande maioria dos brasileiros ou do lado do mega empresário corruptor ?


 

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.079
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #115 Online: 20 de Novembro de 2016, 09:03:43 »
Citar
mas as pessoas trabalhadoras, de bem, e religiosas que querem um pouco mais de liberdades econômicas.

Onde estão essas pessoas que querem expandir as liberdades econômicas no Brasil e querem reduzir o Estado? Porque salvo um ponto óbvio (redução de impostos), eu não me lembro de nenhuma pesquisa de opinião que indique alguma simpatia a um Estado Reduzido/Menor no Brasil.

Bom ponto.

Eu sou uma destas pessoas.
Foto USGS


Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.249
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #117 Online: 20 de Novembro de 2016, 14:51:19 »
Citar
mas as pessoas trabalhadoras, de bem, e religiosas que querem um pouco mais de liberdades econômicas.

Onde estão essas pessoas que querem expandir as liberdades econômicas no Brasil e querem reduzir o Estado? Porque salvo um ponto óbvio (redução de impostos), eu não me lembro de nenhuma pesquisa de opinião que indique alguma simpatia a um Estado Reduzido/Menor no Brasil.

Bom ponto.

Eu sou uma destas pessoas.

Você é uma minoria, mas não basta ter pessoas que queiram isso.  Um dos problemas é que a elite industrial do país é contra qualquer grau de abertura econômica. Outro problema, é que o Brasil não pode ter déficit em sua conta corrente por muito tempo, não somos uma nação rica, e para essa abertura é preciso investimentos em produtividade e tecnologia, assim se ganha competitividade e se exporta mais e consequentemente sobra mais para importar.

Offline O Grande Capanga

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.713
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #118 Online: 20 de Novembro de 2016, 14:52:14 »
Mas o caixa dois já não é crime penal por si só, apenas é crime eleitoral praticamente com punição muito baixa, por isso a discussão atual.

O caixa dois é um indício de outros crimes como lavagem de dinheiro, sonegação, corrupção (ativa e passiva).

Pelo menos foi isso que entendi do que disse o Reinaldo Azevedo, não sei se ele está juridicamente certo nessa.

Pelo pouco que estou acompanhando, o grande problema é colocarem de forma explícita na lei a anistia. Pelo que o Reinaldo falou, parece ser lógico que não faz diferença explicitar ou não a anistia, pois o crime de caixa dois não retroagirá.

Acredito que o problema é se os nobres deputados resolverem incluir na anistia os crimes conexos ao caixa dois. É absurdo? Sem dúvidas, mas lembre-se do julgamento do impeachment que violou a Constituição ao não tornar Dilma inelegível.

Rhyan

  • Visitante
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #119 Online: 20 de Novembro de 2016, 16:43:34 »
Libertário,


Essa foi uma opinião do Reinaldo Azevedo,  resta ver quais seriam as opiniões de  juristas  renomados sobre as questões acima.

E ao meu ver ele  está reduzindo  bastante a importância da  criminalização da hermenêutica que  os corruptos deputados brasileiros querem instituir.

E lembrando também que esse jornalista já fez texto bancando o defensor do maior empresário corruptor do Brasil,  então de que lado ele está ?  Do lado da grande maioria dos brasileiros ou do lado do mega empresário corruptor ?


 

Onde? Que empresário? Link?

Ele é legalista ao extremo, já criticou vários pontos da lava jato, inclusive já foi elogiado por petistas em algum momento, não lembro se chegou a defender o Lula em algum ponto, acho que sim.

Então, mas cuidado com tais espantalhos.

Rhyan

  • Visitante
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #120 Online: 20 de Novembro de 2016, 16:52:37 »
Mas o caixa dois já não é crime penal por si só, apenas é crime eleitoral praticamente com punição muito baixa, por isso a discussão atual.

O caixa dois é um indício de outros crimes como lavagem de dinheiro, sonegação, corrupção (ativa e passiva).

Pelo menos foi isso que entendi do que disse o Reinaldo Azevedo, não sei se ele está juridicamente certo nessa.

Pelo pouco que estou acompanhando, o grande problema é colocarem de forma explícita na lei a anistia. Pelo que o Reinaldo falou, parece ser lógico que não faz diferença explicitar ou não a anistia, pois o crime de caixa dois não retroagirá.

Acredito que o problema é se os nobres deputados resolverem incluir na anistia os crimes conexos ao caixa dois. É absurdo? Sem dúvidas, mas lembre-se do julgamento do impeachment que violou a Constituição ao não tornar Dilma inelegível.

Bom ponto!
A questão é se os deputados sabem o que estão fazendo ou estão tentando uma coisa inútil, ou se tudo não passa de um engano da mídia.

Estão considerando o fim dos supersalários do judiciário e crime de responsabilidade por parte de juízes como uma retaliação à lava jato.
Acabar com os supersalários é uma obrigação legal e extremamente moral e necessária, principalmente numa época de corte de gastos (na prática, apenas congelamento, infelizmente).

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.053
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #121 Online: 21 de Novembro de 2016, 11:58:54 »
A cada post do Reinaldo eu acredito que de fato somos informados e "manipulados" por um bando de torcedores que não sabem o que dizem:

Citar
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/na-era-da-pos-verdade-e-segue-o-debate-absurdo-sobre-o-nada-anistia-ao-caixa-dois/

NA ERA DA PÓS-VERDADE – E segue o debate absurdo sobre o nada: anistia ao caixa dois

Em vez de se comemorar a real possibilidade de criminalizar o caixa dois, o que se vê é mais uma rodada de achincalhamento da política em razão de um tema que não tem substância: anistia ao caixa dois

Por: Reinaldo Azevedo  21/11/2016 às 1:34

A Oxford Dictionaries elegeu a palavra do ano: “post-truth”. Ou “pós-verdade”. O que vem é a ser? É aquela “não verdade” que se consolida nas redes sociais — e, acrescentaria eu, também na imprensa, infelizmente — e que não está assentada em fatos objetivos, mas em correntes de opinião, na convicção de grupos influentes. Assim, a verdade — aquilo que, afinal de contas, acontece ou aconteceu — está perdendo importância no debate político. No lugar, entra o que se torna influente nas redes sociais.
A palavra foi bastante evocada agora para explicar a vitória de Donald Trump nos EUA. Seus partidários teriam feito um trabalho eficiente ao espalhar “pós-verdades” nas redes sociais. A esquerda americana só se esquece de dizer que fez a mesma coisa. Só que perdeu a batalha estratégica. Enquanto os democratas se preocuparam em fazer a maioria do eleitorado, os republicanos buscaram fazer a maioria do Colégio Eleitoral. Vamos pensar a questão da pós-verdade em solo pátrio.
Ninguém tem sido tão eficaz entre nós em espalhar pós-verdades como o Ministério Público Federal. Mais do que consolidar versões dos fatos, seus bravos rapazes têm se dedicado também a demonizar aqueles que não rezam segundo a sua cartilha. Os exemplos vão se multiplicando. Trato, de novo, da mais óbvia de todas as pós-verdades: a anistia ao caixa dois.

Se a proposta relatada pelo deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) for aprovada pelo Congresso, caixa dois passa a ser crime, vira um tipo penal, transforma-se numa conduta típica. Não! A lei não poderá retroagir para punir os que fizeram caixa dois antes de o texto entrar em vigor porque lei penal não retroage para punir, apenas para beneficiar. Não é questão de vontade. É o que prevê o Inciso LIX do Artigo 5º da Constituição, que é cláusula pétrea.

Não depende da vontade do MPF, dos parlamentares, da minha ou da de vocês fazer a lei voltar atrás para punir. Não pode! Fim de papo. Afirmar que isso é anistia ao caixa dois é uma bobagem, uma burrice, uma boçalidade. Como é que se vai anistiar o que não era crime? Alguém pode dizer o que é uma anistia ao não crime?

A outra possibilidade é simplesmente um delírio. Haveria deputados — mas, até agora, ninguém se apresenta — dispostos a criar um destaque na votação do projeto de lei assegurando que, àqueles que forem acusados de caixa dois, não se poderiam fazer imputações como corrupção passiva, corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro…

Um simples curioso na área do direito pode concluir que se trata de uma estupidez. Não precisa nem mesmo do concurso de um especialista. Será mesmo que, se isso for parar em lei, os procuradores da Lava Jato estariam impedidos de acusar um parlamentar de corrupção passiva e peculato se ficar demonstrado que o dinheiro do caixa dois da campanha teve origem numa safadeza praticada na Petrobras?
Os políticos podem escrever no destaque a maluquice que lhes der na telha, e a questão não terá o menor efeito prático. Como não teve durante o mensalão. Arnaldo Malheiros tentou emplacar a tese de que era tudo caixa dois. E houve condenações em penca por lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, peculato, formação de quadrilha…

Quando o MP, com o apoio de setores da imprensa, de lobistas e de alguns movimentos, insiste na tese de que a impossibilidade de a lei recuar é “anistia ao caixa dois”, o que se tem é a demonização da política e dos políticos em desfavor do país. Sou favorável à criminalização do caixa dois e acho que é um avanço importante. Ocorre que esse processo está sendo tisnado por um debate sobre o impossível.

O MP sabe que a lei não poderá retroagir. Sabe, igualmente, que é uma impossibilidade jurídica votar um texto que impeça os políticos ou quaisquer outros de responder por eventuais crimes que estavam associados ao caixa dois. Mas sabe também que será preciso provar, por exemplo, a natureza criminosa do dinheiro que fez o caixa dois se a intenção for acusar este ou aquele de corrupção passiva ou ativa, peculato ou lavagem de dinheiro.

Nem conseguirão os parlamentares a anistia prévia NÃO AO CAIXA DOIS, MAS ÀQUELES DEMAIS CRIMES, nem conseguirá o MPF transformar o caixa dois, que tipo penal não era, em sinônimo de outros crimes.

Eu sempre me incomodei com a defesa dos jornalistas por aí que da lei ser aplicada retroativamente. É claro que isso é não somente inconstitucional, mas ilógico, irracional.

O pior de tudo isso é ver o Mercado reagindo negativamente aos "ataques do Temer à Lava-jato". PQP!
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.819
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #122 Online: 23 de Novembro de 2016, 06:18:17 »
Citar
mas as pessoas trabalhadoras, de bem, e religiosas que querem um pouco mais de liberdades econômicas.

Onde estão essas pessoas que querem expandir as liberdades econômicas no Brasil e querem reduzir o Estado? Porque salvo um ponto óbvio (redução de impostos), eu não me lembro de nenhuma pesquisa de opinião que indique alguma simpatia a um Estado Reduzido/Menor no Brasil.

Bom ponto.

Eu sou uma destas pessoas.

Você é uma minoria, mas não basta ter pessoas que queiram isso.  Um dos problemas é que a elite industrial do país é contra qualquer grau de abertura econômica.



Já parou para pensar no motivo da  "elite industrial do país é contra qualquer grau de abertura econômica"  ?


Já parou para pensar nos custo de produção no BRASIL  ?


Já parou para pensar nos custos tributários no BRASIL ?  E como eles impactam nos custos de produção ?


Já parou para pensar que  os  altos custos de manutenção do maravilhoso Estado brasileiro estão ligados aos altos custos tributários, que por sua vez estão ligados aos maiores custos de produzir no BRASIL ?


Já parou para pensar que o alto índice de roubo de cargas no BRASIL impacta nos custos dos transportes de cargas ?  E que isto tem a ver com a ineficiência do Estado em prover segurança, apesar do alto custo de manutenção desse Estado ?


Já parou para pensar que as grandes taxas de juros praticadas no BRASIL impactam nos custos de produção industrial no BRASIL ?







« Última modificação: 23 de Novembro de 2016, 06:22:10 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.819
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #123 Online: 23 de Novembro de 2016, 06:26:11 »


É muito fácil afirmar que a "elite industrial do país é contra qualquer grau de abertura econômica", e  esquecer os altos custos de se abrir e manter uma indústria no BRASIL.


Experimente abrir  indústrias no BRASIL  e veja se consegue produzir com custos menores do que (por exemplo) na China. Depois nos conte.



 
« Última modificação: 23 de Novembro de 2016, 06:28:45 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.819
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #124 Online: 23 de Novembro de 2016, 06:37:32 »
Libertário,


Essa foi uma opinião do Reinaldo Azevedo,  resta ver quais seriam as opiniões de  juristas  renomados sobre as questões acima.

E ao meu ver ele  está reduzindo  bastante a importância da  criminalização da hermenêutica que  os corruptos deputados brasileiros querem instituir.

E lembrando também que esse jornalista já fez texto bancando o defensor do maior empresário corruptor do Brasil,  então de que lado ele está ?  Do lado da grande maioria dos brasileiros ou do lado do mega empresário corruptor ?


 

Onde? Que empresário? Link?

Ele é legalista ao extremo, já criticou vários pontos da lava jato, inclusive já foi elogiado por petistas em algum momento, não lembro se chegou a defender o Lula em algum ponto, acho que sim.

Então, mas cuidado com tais espantalhos.





Ataque injustificado de Reinaldo Azevedo a Sergio Moro é instrumentalizado pela BLOSTA. Nada mais previsível.


POR LUCIANO HENRIQUE on 27 DE JUNHO DE 2015   • ( 56 )

reinaldoazevedo

Na guerra política, é difícil encontrar exemplo de tiro no pé (dado por um adversário) do que a ocasião em que um membro do exército oponente age a seu favor. Algo como um general dos aliados reclamando publicamente de uma ação contra Hitler, a qual seria propagandeada pelo próprio ditador nazista, que usaria o slogan: “Se até um líder do lado de lá está contra as ‘injustiças’ que cometem contra nós, é sinal de que eles são os vilões da história”.

Na direita, a mania de abandonar os objetivos para falar ao próprio ego tem criado situações risíveis. É claro que a extrema esquerda ia se esbaldar.

Reinaldo Azevedo, por exemplo, passou a defender a tese de que a prisão de Marcelo Odebrecht é errada. Ele cita o seguinte:

Transcrevo o Artigo 312 do Código de Processo Penal: “A prisão preventiva poderá ser decretada como garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal, ou para assegurar a aplicação da lei penal, quando houver prova da existência do crime e indício suficiente de autoria.

Esse “quando” é uma conjunção subordinativa com cara de temporal, mas que é condicional, substituível por “caso” e por “se”. Quando houver (“se houver”, “caso haja”) a prova ou indício suficiente de autoria, então a preventiva pode ser decretada para assegurar uma que seja daquelas quatro exigências. Se soltos, Marcelo Odebrecht e Otávio Marques de Azevedo incidem em uma que seja das quatro causas? É claro que não! As prisões são insustentáveis, como eram as dos demais empreiteiros, que ficaram cinco meses em cana.



Mas, sinto dizer-lhe, Reinaldo, que sua afirmação é falsa, pois existem provas contra Marcelo Odebrecht.


O delegado Igor Romário de Paula havia afirmado: “A forma de contratação criminosa era disseminada dentro da Odebrecht e parece impossível se cogitar que não era de conhecimento deles (do presidente e executivos presos). Há prova material de que tinha conhecimento de pratica de sobrepreço nas contratações com a Petrobrás e que também haveria a participação deles direta nas divisões de contratos a serem contratos dentro do cartel”.


Ou seja, só mesmo a mãe de Marcelo Odebrecht, todos os bolivarianos e algumas pessoas que parecem querer aparentar uma “imparcialidade” (com o reconhecimento de premissas injustificáveis do outro lado). Para visualizar um exemplo de reconhecimento injustificável, imagine que na época em que Dilma foi vaiada e Lula disse que essa foi “a maior vergonha que o país já viveu”, histericamente algum direitista aparecesse dizendo: “É sim, foi mesmo, foi a maior vergonha que o país já viveu”. Será mesmo? Será que “a maior vergonha da humanidade” não foi o fato de Lula ter chamado Itamar de f-d-p nos anos 90? O fato é que as pessoas “reconhecendo” coisas que não deviam reconhecer configuram mais um massageamento ao próprio ego, em busca de “reconhecimento” como imparcial (ingenuamente, muitos esperam esses afagos até mesmo do lado oponente). Mas isso não pode eximir esse indivíduo de críticas.

No site Tijolaço, Fernando Brito afirma:

Num linguajar de fazer jus ao seu tempo de Libelu, “Tio Rei” investe contra o comportamento de moro e da Justiça com uma fúria semelhante à do seu leitor/colaborador Maurício Thomaz, o autor do “habes corpus à revelia” de Lula.


Não quer dizer nada?


Ora, ora, Reinaldo Azevedo não está na Veja e na Folha como corneteiro da direita se não serve, ainda que da forma canino-caricata que ele próprio assume – “o rottweiler amoroso” – para interpretar pensamentos e estratégias que não são só seus.


Terça-feira, escrevi aqui que o Dr. Moro cogitava recuar por perceber que estava “passando do ponto” reservado a seu papel.


Lembro que, conversando por telefone, Paulo Henrique Amorim deu uma boa risada quando eu lembrei de um bordão antigo como eu: “assim, sim, mas assim também não!”


Hoje, até o título da coluna de Reinaldo mostra isso: “Assim não, Moro!”.


Parece que teremos sextas-feiras mais calmas.


Mais uma vez, Reinaldo faz uma escolha. Toda a guerra política é feita de escolhas. Infelizmente não é por que muitos de nós somos admiradores do trabalho de Reinaldo (e eu me encaixo entre eles, pois sempre o leio) que devemos deixar de refutá-lo, nesta questão específica, como refutamos a um adversário político. A verdade é que Reinaldo, neste caso, escolheu o lado inimigo. Em muitas questões, ele está do nosso lado.


https://lucianoayan.com/2015/06/27/ataque-injustificado-de-reinaldo-azevedo-a-sergio-moro-e-instrumentalizado-pela-blosta-nada-mais-previsivel/




 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!