Autor Tópico: MBL - Movimento Brasil Livre  (Lida 23056 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.955
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1000 Online: 30 de Dezembro de 2017, 20:20:31 »
Claro, JJ.

Tudo é sempre evidencia anedótica impossível de ser aceita como verdade contra os honestos petistas.

Eu sou um mentiroso que tem raiva de vagabundos, portanto o que digo é sempre mentira.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1001 Online: 30 de Dezembro de 2017, 20:27:48 »
Claro, JJ.

Tudo é sempre evidencia anedótica impossível de ser aceita como verdade contra os honestos petistas.

Eu sou um mentiroso que tem raiva de vagabundos, portanto o que digo é sempre mentira.



Não estou dizendo que sua experiência aqui relatada é mentira. Apenas estou dizendo que não é estatisticamente significativa.

Mesmo que fosse uma experiência pessoal recente (o que não é ) ainda assim ela não seria estatisticamente significativa.



« Última modificação: 30 de Dezembro de 2017, 20:30:34 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1002 Online: 30 de Dezembro de 2017, 22:28:22 »
Claro, basta pesquisar direitinho em cada sala de aula do país ou reunir todos e perguntar aos petistas professores se eles fazem propaganda partidária em sala de aula, depois esperar que respondam com honestidade apesar de serem petistas.

"Quem aqui faz propaganda partidária em sala de aula?"

Dá para imaginar as pessoas levantando as mãos e gritando "Eeeeeuuuu!" :lol:


Não, Arcanjo. Há formas e métodos adequados para se fazer uma pesquisa bem feita que comprove ou não o  suposto  fenômeno generalizado e constante de apologia do socialismo/comunismo nas escolas de ensino básico no território brasileiro, nas 26 unidades da federação, e que não dependeriam de perguntar aos supostos apologistas doutrinadores.

 



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1003 Online: 30 de Dezembro de 2017, 22:33:51 »

Eu já estou começando a achar que não passa de um grande factóide essa afirmação de que há uma generalizada e constante  apologia do socialismo/comunismo nas escolas de ensino básico das 26 unidades federativas do Brasil.





Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.955
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1004 Online: 31 de Dezembro de 2017, 05:25:52 »
https://spotniks.com/5-exemplos-de-como-a-doutrinacao-ideologica-atua-na-educacao-brasileira/

O que vc acha das cartilhas distribuídas nas escolas?



Qual é o nivel de realidade que vc pode ver nas informações da foto abaixo distribuídas nas cartilhas escolares?



A legenda da imagem abaixo não sugere que os mendigos existem única e exclusivamente pelo capitalismo?



Qual é o nível de realidade da foto abaixo? Vc acredita mesmo que todos os hospitais cubanos tem o atendimento mostrado na foto? Os fugitivos estão mentindo para prejudicar os Castro?

Sim ou não?




As informações sobre o Guevara são verdadeiras?

Sim ou não?



As informações sobre as FARC são verdadeiras? Vc encontrou qualquer citação ao tráfico de drogas os sequestros nela? Ou nega que a relação seja verdadeira?



As informações sobre ética neoliberal são verdadeiras?



Não existe doutrinação nas escolas?



Tem muito mais no link da fonte.

Não,  colega, ninguém produz cartilha para ser distribuída apenas em uma escola e mesmo que fosse vc pode ver claramente qual é o objetivo do conteúdo.

Negar que existe doutrinação partidária nas escolas é falso, é  mentira.

A cartilha foi uma das mais vendidas e a explicação está no começo da matéria.

Citar
O nome dele é Mario Furley Schmidt e ele é o responsável por um dos capítulos mais obscuros da história da educação no país. Mario é considerado o autor que mais vendeu livros de História no Brasil. Sua coleção, Nova História Crítica vendeu mais de 10 milhões de exemplares e foi lida por mais de 30 milhões de estudantes. Só tem um problema – Mario Schmidt não é historiador e sua obra não passa de mero panfleto marxista. Por receber 10% do preço de cada livro vendido, porém, Schmidt ficou milionário da noite para o dia.

A Nova História Crítica foi recomendada pelo Ministério da Educação. Na compra feita pelo MEC em 2005, o livro representava 30% – a maior parte – do total de livros de história escolhidos. Segundo o editor da Nova Geração, Arnaldo Saraiva, a obra “é o maior sucesso do mercado editorial didático dos últimos 500 anos”. Na coleção, feita para alunos de 5ª a 8ª séries, Schmidt faz contundentes elogios ao regime cubano, afirma que a propriedade privada aumenta o egoísmo, critica o acúmulo de capital e faz apologia ao Movimento dos Sem-Terra (MST). Além disso, trata Mao Tsé-Tung como um “grande estadista e comandante militar”. Por toda obra, o capitalismo e o socialismo são confrontados com informações maniqueístas, distorções bizarras, erros teóricos primários e releituras descompromissadas de qualquer apreço histórico.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1005 Online: 31 de Dezembro de 2017, 05:42:43 »
https://spotniks.com/5-exemplos-de-como-a-doutrinacao-ideologica-atua-na-educacao-brasileira/



O eterno exemplo do livro do Mario Furley Schmidt  (ele agradece pela divulgação, muita gente nem sabia que ele existia antes da ampla divulgação de seu livro   :ok:  ).

Sinto informar que um exemplo de compra de um livro pelo  MEC  em 2005 não prova nem de muito longe que  há uma prática constante e generalizada no Brasil inteiro de apologia do socialismo/comunismo, nas escolas de ensino básico do Brasil.


A compra do MEC em 2005  ( já há 12 anos atrás )   do livro (30%  do total de livros de história escolhidos, não foi sequer  50% da compra do MEC)   não prova que as possíveis  escolas  que os receberam,  realmente tinham  professores entusiastas  apologistas  do  socialismo/comunismo  e  que davam  entusiasmadas aulas  de socialismo/comunismo.  Tal compra feita pelo MEC  apenas prova que o MEC escolheu  em 2005 este livro para compor em 30% a compra de livros didáticos de história naquele  ano.

« Última modificação: 31 de Dezembro de 2017, 05:48:07 por JJ »

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.955
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1006 Online: 31 de Dezembro de 2017, 05:51:43 »
Então vc concorda com as informacoes divulgadas no livro?

E para vc não tem problema algum que um livro divulgando informações falsas para crianças do ensino básico componha  30% da compra total?

Entendi.
« Última modificação: 31 de Dezembro de 2017, 05:54:11 por Arcanjo Lúcifer »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1007 Online: 31 de Dezembro de 2017, 05:52:30 »

Aqui um debate sobre o Escola Sem Partido num programa da Jovem Pan:





Dois Lados da Moeda: Escola Sem Partido
 
Jovem Pan Notícias

Transmitido ao vivo em 13 de jul de 2016

#DoisLadosDaMoeda desta quarta vai falar sobre a Escola Sem Partido. Helen Braun recebe o militante do movimento, Thiago Cortêz, e o coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara.





« Última modificação: 31 de Dezembro de 2017, 06:01:01 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1008 Online: 31 de Dezembro de 2017, 05:56:59 »
Então vc concorda com as informacoes divulgadas no livro?

E para vc não tem problema algum que um livro divulgando informações falsas componha  30% da compra total?

Entendi.


Eu não concordo com as informações do  "poderosíssimo"   livro  do   "poderoso"    Mario Furley Schmidt. Eu apenas afirmei que  esta compra feita pelo MEC  em  2005   não   prova que haja  agora em 2017, ou que houvesse em 2005,  uma generalizada e constante  apologia  do socialismo/comunismo  nas escolas de ensino básico das 26 unidades federativas do Brasil.




« Última modificação: 31 de Dezembro de 2017, 05:59:08 por JJ »

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.955
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1009 Online: 31 de Dezembro de 2017, 06:25:27 »
E eu acho que tal cartilha, mesmo comprada e distribuída uma única vez, deixa claro o uso politico do material distribuido com autorização do governo.

A coisa não chegou até as escolas ao acaso e intencionalmente divulgaram informações falsas em um livro escolar.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1010 Online: 31 de Dezembro de 2017, 07:30:53 »
E eu acho que tal cartilha, mesmo comprada e distribuída uma única vez, deixa claro o uso politico do material distribuido com autorização do governo.


Só que o problema que está sendo colocado não é: "Uma "cartilha" (livro do Mario Furley Schmidt) comprada em 2005 pelo MEC deixa claro o uso politico do material distribuído com autorização do governo em 2005 ?"


O problema que está sendo colocado é:  "Existe (atualmente)  apologia generalizada e constante do socialismo/comunismo, nas escolas de ensino básico nas 26 unidades da federação do Brasil, praticado generalizadamente e constantemente por professores entusiastas do socialismo/comunismo ?"


« Última modificação: 31 de Dezembro de 2017, 07:32:56 por JJ »

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.955
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1011 Online: 31 de Dezembro de 2017, 07:41:11 »
Vc já não viu todos os vídeos disponíveis na internet postados por alunos de diferentes escolas e Estados?

Já não viu os discursos da Chauí que é professora de faculdade? Não viu os alunos da USP quebrando o barraco com essa turma dentro do prédio?  Não viu os relatos de boicote que essa turma faz contra alunos que não são alinhados ideologicamente a esquerda?

Ou vai dizer que é tudo localizado ou exagerado?

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1012 Online: 31 de Dezembro de 2017, 08:00:03 »


Um vídeo onde o Pirula faz uma análise do texto do projeto de lei "Escola sem Partido":





Escola sem partido ou sem juízo? (#Pirula 149.2)

Canal do Pirula



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1013 Online: 31 de Dezembro de 2017, 08:07:54 »
Vc já não viu todos os vídeos disponíveis na internet postados por alunos de diferentes escolas e Estados?



Mesmo que exista 37 vídeos no Youtube, filmados em 2017,  mostrando claramente um professor  fazendo explícita apologia do socialismo/comunismo, numa turma de escola de ensino básico (fundamental ou médio),  ainda assim isto nem de muito longe seria uma prova de que há uma generalizada e constante apologia do socialismo/comunismo  por professores entusiastas do socialismo/comunismo  nas escolas de ensino básico das 26 unidades da federação do Brasil.


Isto nem de muito longe seria o equivalente a uma  pesquisa  séria e rigorosa que pudesse ser adequada para mostrar a real existência do alegado generalizado fenômeno. 


« Última modificação: 31 de Dezembro de 2017, 08:22:54 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1014 Online: 31 de Dezembro de 2017, 08:21:45 »

Já não viu os discursos da Chauí que é professora de faculdade? Não viu os alunos da USP quebrando o barraco com essa turma dentro do prédio?  Não viu os relatos de boicote que essa turma faz contra alunos que não são alinhados ideologicamente a esquerda?



Já vi no youtube alguns vídeos sobre isso,  tais vídeos mostram que a Chauí tem ideias socialistas,  e mostram também que há uma parcela de alunos da USP que às vezes causa alguns problemas, mas nem de muito longe são prova de que:


 "há uma generalizada e constante apologia do socialismo/comunismo  por professores entusiastas do socialismo/comunismo  nas escolas de ensino básico das 26 unidades da federação do Brasil"


Nem tampouco provam que:


 "há uma generalizada e constante apologia do socialismo/comunismo  por professores entusiastas do socialismo/comunismo  nas instituições de ensino superior (universidades, centros universitários e faculdades,etc) das 26 unidades da federação do Brasil."






Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1015 Online: 31 de Dezembro de 2017, 08:33:02 »
Vc já não viu todos os vídeos disponíveis na internet postados por alunos de diferentes escolas e Estados?



Mesmo que exista 37 vídeos no Youtube, filmados em 2017,  mostrando claramente um professor  fazendo explícita apologia do socialismo/comunismo, numa turma de escola de ensino básico (fundamental ou médio),  ainda assim isto nem de muito longe seria uma prova de que há uma generalizada e constante apologia do socialismo/comunismo  por professores entusiastas do socialismo/comunismo  nas escolas de ensino básico das 26 unidades da federação do Brasil.


Isto nem de muito longe seria o equivalente a uma  pesquisa  séria e rigorosa que pudesse ser adequada para mostrar a real existência do alegado generalizado fenômeno. 





E mesmo um vídeo como o vídeo que mostrou a paródia da música "Baile  de favela"   não   é  prova de que a professora seja uma real entusiasta e apologista  do socialismo/comunismo, pois este evento pode perfeitamente ter sido um trabalho para a apresentação de uma parte  do programa dado, de modo que não significa que seja a linha constante e principal do programa e das aulas por ela ministradas. 

Considerar que um vídeo de um evento prova que  todas as aulas e todo o programa sejam centradas naquelas ideias da paródia seria semelhante a  escolher  e  pegar um trecho de um longo texto e considerar que todo o texto esteja centrado nas ideias daquele trecho separado.



« Última modificação: 31 de Dezembro de 2017, 08:43:44 por JJ »

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.955
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1016 Online: 31 de Dezembro de 2017, 08:49:01 »
Vc já não viu todos os vídeos disponíveis na internet postados por alunos de diferentes escolas e Estados?



Mesmo que exista 37 vídeos no Youtube, filmados em 2017,  mostrando claramente um professor  fazendo explícita apologia do socialismo/comunismo, numa turma de escola de ensino básico (fundamental ou médio),  ainda assim isto nem de muito longe seria uma prova de que há uma generalizada e constante apologia do socialismo/comunismo  por professores entusiastas do socialismo/comunismo  nas escolas de ensino básico das 26 unidades da federação do Brasil.


Isto nem de muito longe seria o equivalente a uma  pesquisa  séria e rigorosa que pudesse ser adequada para mostrar a real existência do alegado generalizado fenômeno. 




Quantas alunos um professor tem por ano e por quantos anos ele deu aulas?

Vc poderia dizer que se trata de um caso isolado se um professor desse aulas para uma turma apenas durante a carreira, mas são centenas de alunos.

A Chauí tem quantos anos de carreira? Para quantos alunos deu aula durante o tempo todo?

Entendeu?

Basta um verme desses para contaminar centenas.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1017 Online: 31 de Dezembro de 2017, 08:58:50 »
Vc já não viu todos os vídeos disponíveis na internet postados por alunos de diferentes escolas e Estados?



Mesmo que exista 37 vídeos no Youtube, filmados em 2017,  mostrando claramente um professor  fazendo explícita apologia do socialismo/comunismo, numa turma de escola de ensino básico (fundamental ou médio),  ainda assim isto nem de muito longe seria uma prova de que há uma generalizada e constante apologia do socialismo/comunismo  por professores entusiastas do socialismo/comunismo  nas escolas de ensino básico das 26 unidades da federação do Brasil.


Isto nem de muito longe seria o equivalente a uma  pesquisa  séria e rigorosa que pudesse ser adequada para mostrar a real existência do alegado generalizado fenômeno. 




Quantas alunos um professor tem por ano e por quantos anos ele deu aulas?

Vc poderia dizer que se trata de um caso isolado se um professor desse aulas para uma turma apenas durante a carreira, mas são centenas de alunos.

A Chauí tem quantos anos de carreira? Para quantos alunos deu aula durante o tempo todo?

Entendeu?

Basta um verme desses para contaminar centenas.



Certamente que a maior parte do que a maioria dos  professores dizem numa aula normalmente será esquecido, após alguns meses ou anos,  pela maioria dos alunos, que não forem trabalhar constantemente e/ou posteriormente aprofundar, naquilo que o professor tenha dito na sala de aula. 


A Chauí,  e normalmente qualquer outro professor,  não tem todo este poder e influência que parece que você  imagina que tenha. E além disso, radicais como a Chauí estão longe de serem maioria e de estarem espalhados de forma generalizada no Brasil.




Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.955
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1018 Online: 31 de Dezembro de 2017, 09:42:48 »
http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2005/11/21/457684/mst-ja-fez-parceria-com-13-universidades.html

O que vc acha sobre o interesse do MST?

Citar
Parcerias como as que a USP e o MST estão em vias de firmar para a realização do curso pedagogia da terra já acontecem em 13 universidades federais e estaduais, espalhadas por todo o país.
A Universidade Estadual Paulista, a Unesp, também está nos últimos trâmites para aprovar um curso de geografia voltado para os sem-terra.

Segundo o geógrafo da Unesp Bernardo Mançano Fernandes, membro do conselho pedagógico do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária, os convênios firmados desde 1998 já produziram 300 formados nas áreas de história, geografia, agronomia e pedagogia, as escolhidas pela direção do MST como prioritárias para a melhoria das condições de vida nos assentamentos.

Citar
Queremos mais. Nosso sonho é criar uma universidade camponesa, que pense o campo a partir da agricultura familiar e não do agrobusiness, ponto de partida e de chegada das universidades tradicionais, afirma Mançano, afinado com as diretrizes do MST.

Segundo ele, outros movimentos sociais deveriam também exigir a abertura de cursos especiais em várias universidades, como faz o MST. Isso é um investimento social mais valioso do que o bolsa isso, bolsa aquilo.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1019 Online: 31 de Dezembro de 2017, 10:40:12 »
http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2005/11/21/457684/mst-ja-fez-parceria-com-13-universidades.html

O que vc acha sobre o interesse do MST?

Citar
Parcerias como as que a USP e o MST estão em vias de firmar para a realização do curso pedagogia da terra já acontecem em 13 universidades federais e estaduais, espalhadas por todo o país.
A Universidade Estadual Paulista, a Unesp, também está nos últimos trâmites para aprovar um curso de geografia voltado para os sem-terra.

Segundo o geógrafo da Unesp Bernardo Mançano Fernandes, membro do conselho pedagógico do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária, os convênios firmados desde 1998 já produziram 300 formados nas áreas de história, geografia, agronomia e pedagogia, as escolhidas pela direção do MST como prioritárias para a melhoria das condições de vida nos assentamentos.

Citar
Queremos mais. Nosso sonho é criar uma universidade camponesa, que pense o campo a partir da agricultura familiar e não do agrobusiness, ponto de partida e de chegada das universidades tradicionais, afirma Mançano, afinado com as diretrizes do MST.

Segundo ele, outros movimentos sociais deveriam também exigir a abertura de cursos especiais em várias universidades, como faz o MST. Isso é um investimento social mais valioso do que o bolsa isso, bolsa aquilo.



O MST é um movimento político socialista/comunista,  e as escolas geridas pelo MST tem doutrinação política socialista/comunista.


« Última modificação: 31 de Dezembro de 2017, 10:45:44 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1020 Online: 31 de Dezembro de 2017, 10:47:37 »

MST: escolas de formação comunista


Fac-simile da p. 9 da edição da revista “Veja” (8-9-04), que trata das escolas do MST Preparando revolucionários — Assim como Fidel Castro mantém suas escolas em Cuba, para ensinar marxismo e revolução, assim também, no Brasil, o MST tem as suas. Reportagem da revista “Veja” (8-9-04) compara as escolas messetistas — nas quais se ensina o ódio e se instiga a revolução — aos internatos muçulmanos, chamados madraçais. São cerca de 1.800 escolas, disseminadas por acampamentos e assentamentos, nas quais crianças de 7 a 14 anos aprendem a defender o socialismo, a “desenvolver a consciência de classe e a consciência revolucionária” e a cultuar ícones do comunismo internacional, como Karl Marx, Che Guevara, Ho Chi Minh. Meninos e meninas são ensinados a gritar “sem-terrinha em ação pra fazer revolução”.


Nós pagamos — Não só o governo nada faz para impedir a formação em série de novos comunistas invasores de terra, eventualmente futuros guerrilheiros, mas 1.000 dessas escolas, pelo menos, são reconhecidas pelos conselhos estaduais de educação e estão integradas à rede pública de ensino. O que significa que os professores são pagos com o dinheiro dos contribuintes. Nisso é aplicada parte dos impostos escorchantes que pagamos!


No próprio local do crime — Onde funcionam? Nos próprios locais onde o crime de esbulho foi cometido, ou seja, nas antigas sedes de fazendas invadidas. Outras são construídas pelos estados ou municípios. São utilizadas por 160.000 alunos, monitorados por 4.000 professores (alguns deles não terminaram sequer o ensino fundamental). É uma perigosa rede de (de)formação de crianças em idade escolar, em favor do comunismo internacional. Se algum professor vem de fora, o MST torna sua vida “um inferno”, explica Gislaine do Amaral Ribeiro, coordenadora estadual das escolas de assentamento da região de Bagé (RS).


Assustando com “veneno” — São celebradas nessas escolas a revolução comunista chinesa, a morte do guerrilheiro argentino Che Guevara, o nascimento do teórico comunista alemão Karl Marx. No 7 de setembro, a comemoração da independência do Brasil virou o “dia dos excluídos”, tão caro à CNBB. As escolas ostentam nomes de figuras da esquerda, como D. Helder Câmara e outros. Na Escola Chico Mendes professores exibem vídeos que atacam as propriedades mais extensas: os grandes latifúndios “só fazem roubar emprego do povo”. Inventaram, e passam para as crianças, que os produtos transgênicos “contêm veneno”. E assim vai...


Caminho errado — Ante a incompetência dos professores do MST, o governo gaúcho está tomando um caminho perigoso. Está pleiteando verbas junto ao Ministério da Educação para implantar um programa que dê a esses “professores” um nível básico de estudo, a fim de que possam lecionar legalmente. Ora, tratando-se de revolucionários confessos, dar-lhes condições legais de lecionar, só pode fortalecer a revolução marxista que eles querem impor às crianças. A reportagem de “Veja” lembra, oportunamente, que está sendo inculcada aos jovens uma ideologia revolucionária “que produziu toda sorte de miséria, guerra e infortúnio social”.


http://catolicismo.com.br/materia/materia.cfm/idmat/E7D25A46-B02F-79A7-C1DCCD8F7D4FF5DA/mes/Novembro2004



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.160
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1021 Online: 31 de Dezembro de 2017, 10:51:49 »


Escolas do MST: autonomia a serviço da “pedagogia socialista”


Ministério da Educação diz não acompanhar a educação oferecida pelo movimento, que também não segue a Lei de Diretrizes Básicas


Se os números do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) estiverem certos, o sistema de ensino mantido pela organização tem dimensões impressionantes: são 2 mil escolas, com um exército de 200 mil alunos. Todos eles seguem um currículo diferente das escolas públicas regulares.


Restante no link:

http://www.gazetadopovo.com.br/educacao/escolas-do-mst-autonomia-a-servico-dapedagogia-socialista-c0y4qjdcp2cy4nfs09ewgw472



Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.955
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1022 Online: 31 de Dezembro de 2017, 11:04:30 »
Então,  o problema é muito maior que uma simples professora barbuda e mal comida dando aula com uma cartilha escrita pelo vagabundo do Lulla.

São centenas delas.
« Última modificação: 31 de Dezembro de 2017, 11:28:58 por Arcanjo Lúcifer »

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.029
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1023 Online: 31 de Dezembro de 2017, 11:26:48 »
O processo de ideologização do MST vem ocorrendo a quase duas décadas e faz parte de uma estratégia mais ampla da esquerda em geral.
Foto USGS

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.955
  • Sexo: Masculino
Re:MBL - Movimento Brasil Livre
« Resposta #1024 Online: 31 de Dezembro de 2017, 11:33:34 »
O processo de ideologização do MST vem ocorrendo a quase duas décadas e faz parte de uma estratégia mais ampla da esquerda em geral.

No ensino publico tb, não só nas escolas do MST.

Acho ingenuidade pensar que os vagabundos não se infiltraram em tudo do mesmo modo que se infiltraram nas estatais.

Só no governo Ignorácio foram criados mais de 40.000 cargos sem contar no governo Dilmão.

O vagabundo até pode não estar em sala de aula mas quem decide o que será ensinado?

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!