Enquete

Qual das promessas de campanha abaixo você acha mais provável que seja cumprida por Trump?

Deportação de cerca de 3 milhões de imigrantes ilegais
1 (4.3%)
Construção de um muro na fronteira com o México
2 (8.7%)
Revogação do acordo nuclear iraniano
1 (4.3%)
Extinção do Obamacare
10 (43.5%)
Revogação da assinatura do Acordo Climático de Paris
9 (39.1%)

Votos Totais: 22

enquete encerrada: 14 de Janeiro de 2017, 01:17:02

Autor Tópico: Governo Trump  (Lida 56500 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.020
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2075 Online: 20 de Junho de 2018, 21:40:37 »
Maior aproximação do linguajar nazista, falando sobre como imigrantes "infestam" os EUA.

https://www.theatlantic.com/politics/archive/2018/06/trump-immigrants-infest/563159/
https://www.jpost.com/Diaspora/Columbia-prof-says-Israel-advocates-will-infest-Trump-administration-478993





Secretário geral da Casa Branca diz que não se importa mais em tentar conter Trump, deixando que faça o que quiser, mesmo que isso leve ao impeachment. "Pelo menos esse capítulo da história Americana virá ao fim"

https://www.vox.com/policy-and-politics/2018/6/19/17478448/john-kelly-gives-up-trump-impeachment

https://www.politico.com/story/2018/06/18/nielsen-trump-border-children-family-separation-653265

Offline André Luiz

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.626
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re:Governo Trump
« Resposta #2076 Online: 20 de Junho de 2018, 22:37:26 »
E ainda estamos só no primeiro ano de mandato

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.020
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2077 Online: 20 de Junho de 2018, 23:50:36 »






No programa de Laura Ingraham, na Fox news, Jeff Sessions diz que a diferença do que estão fazendo agora na fronteira e o que os nazistas faziam com judeus é que os nazistas tentavam impedir a fuga de judeus, não os deportavam.

"Well, it's a real exaggeration, of course. In Nazi Germany, they were keeping the Jews from leaving the country,"

https://edition.cnn.com/2018/06/19/politics/jeff-sessions-immigration-border-separation/index.html

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.020
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2078 Online: 21 de Junho de 2018, 19:32:43 »
Sessions defendeu as políticas de separação de crianças com alguma passagem bíblica dizendo que os governos devem ser obedecidos por serem líderes ordenados de Deus (!), e a sua própria igreja agora ameaça excomungá-lo.

https://abcnews.go.com/Politics/hundreds-sessions-church-file-formal-complaint-accusing-child/story?id=56003177

Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Governo Trump
« Resposta #2079 Online: 21 de Junho de 2018, 21:00:48 »
Li que McCain criticou Trump, dizendo que as medidas adotadas de separação de pais e filhos vão contra os valores que compõem a 'família tradicional americana'. Em maio, McCain disse que não quer Trump em seu funeral. Ele está com um câncer no cérebro.
Citação de: Gauss
Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Offline pehojof

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 547
Re:Governo Trump
« Resposta #2080 Online: 22 de Junho de 2018, 19:40:27 »
Quem do Brasil disser que não quer o Trump ou um Trump para presidente, estará dando uma informação bem clara sobre si mesmo.

Feliz o povo americano por estar tendo o Trump lá!
"Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
"Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem,"

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.020
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2081 Online: 22 de Junho de 2018, 20:03:04 »
<a href="https://www.youtube.com/v/cyag_VJafjQ" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/cyag_VJafjQ</a>

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.817
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2082 Online: 24 de Junho de 2018, 12:07:15 »
Quem do Brasil disser que não quer o Trump ou um Trump para presidente, estará dando uma informação bem clara sobre si mesmo.

Feliz o povo americano por estar tendo o Trump lá!

Imagina um Trump no Brasil...

Fazendo acordo como Venezuela em vez de bombardear e criar sanções como fez com a Coréia do Norte? Ia frustar os reacionários mais belicistas daqui.

<a href="https://www.youtube.com/v/W1LaJF043pc" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/W1LaJF043pc</a>

Criando barreiras tarifárias a países da UE? Ia indignar os brasileiros eurófilos (nas elites tem muitos). "Se fosse contra os chineses amarelos comunistas tudo bem, mas taxar os nobres europeus desenvolvidos e de sangue azul, parceiro de guerras dos EUA" seria pensamento de muitos desses eurófilos.

<a href="https://www.youtube.com/v/IvW_zoz-30U" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/IvW_zoz-30U</a>


_____________________

Sobre Trump separa famílias, a contragosto ele teve que suspender, após muita pressão contra ele:

<a href="https://www.youtube.com/v/RnzkC0WB6AY" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/RnzkC0WB6AY</a>


Offline pehojof

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 547
Re:Governo Trump
« Resposta #2083 Online: 24 de Junho de 2018, 13:58:35 »
Quem do Brasil disser que não quer o Trump ou um Trump para presidente, estará dando uma informação bem clara sobre si mesmo.

Feliz o povo americano por estar tendo o Trump lá!

Imagina um Trump no Brasil...

Já imaginei. Pelo menos ele tem dinheiro e ao menos não precisa roubar o povo do país. :wink:





Fazendo acordo como Venezuela

"Como" ou "com" Venezuela?... :hein:

Eu imagino ele fazendo um muro para proteger o Brasil dos invasores dela.



em vez de bombardear e criar sanções como fez com a Coréia do Norte?

Trump bombardeou a CN?! :?
As sanções à CN não são anteriores a Trump e mais amplas que os EUA?... :?

Observo que eu já critiquei num tópico aqui essa conversa amiga absurda que ele teve com o ditador da CN, e a desqualiquei como traição aos eleitores dele, mas ainda assim essa traição não chega às plantas dos pés dos presidentes traidores do Brasil. :wink:



Ia frustar os reacionários mais belicistas daqui.

Não sou um desses, e obrigado pela informação de que eles existem. :ok:



Criando barreiras tarifárias a países da UE?

Deve ser antidumping.



Ia indignar os brasileiros eurófilos (nas elites tem muitos).

Aí é preciso definir qual a natureza dessa "eurofilia", se a dos caviares da esquerda ou dos apreciadores do que a Europa FOI para a cultura e o desenvolvmento do Ocidente, não essa cloaca fedida que é hoje indo para o comunismo. Os caviares devem mesmo não gostar nem um pouco... Os normais já não gostam há muito tempo de nada disso. :wink:



"Se fosse contra os chineses amarelos comunistas tudo bem, mas taxar os nobres europeus desenvolvidos e de sangue azul, parceiro de guerras dos EUA" seria pensamento de muitos desses eurófilos.

Os caviares, que veem a Europa só como um refúgio de férias da realidade comunista, ainda acham que é diferente, mas as pessoas normais não veem mais tanta diferença assim. :ok:

Mas não tem problema porque, pelo que eu sobe, o Trump liberou para o aço e alumínio do Brasil. O cara sabe se dar bem para o país dele. Os outros deveriam tentar aprender :)
"Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
"Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem,"

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:Governo Trump
« Resposta #2084 Online: 24 de Junho de 2018, 22:43:34 »
[...]
A China certamente não se opõe a desnuclearização da península coreana,  mas, com relação a unificação, a posição é oposta, a China não tem nenhum interesse no fim do regime da Coréia do Norte, pois a CN serve como um Estado tampão, de modo que não haja tropas adversárias próximas a sua fronteira naquela região.



Eu sempre fico perplexo com essas declarações de civis brasileiros sobre quais são (reais) as intenções de um estado gigante e consideravelmente fechado como a China.

Bem... estou certo da paciência com que lerá esse meu post, caso trate-se de um espião profissional passando o tempo abrindo o jogo aqui nesse fórum internético.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.185
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2085 Online: 25 de Junho de 2018, 09:26:38 »

TRUMP TEM TIDO SORTE COM A ECONOMIA


Publicado em 31/01/2018 por Valor Online


"Assim, acho que vocês têm um Estados Unidos novo em folha." Foi com essas palavras que Donald Trump se vangloriou no discurso que dirigiu à elite empresarial reunida no Fórum Econômico Mundial em Davos. Como, então, os Estados Unidos estão "novos"? Como essa convicção de Trump poderá afetar sua agenda econômica mundial? Por que Trump, que chocou Davos ao afirmar em seu discurso de posse que "a proteção levará a grande prosperidade e força", se tornou apenas o segundo presidente dos EUA a ir à reunião anual na Suíça, após Bill Clinton, em 2000? O principal objetivo de Trump, ficou claro, era afirmar que "após anos de estagnação, os Estados Unidos experimentam, mais uma vez, um sólido crescimento econômico". Além disso, estão "prontos para operar". Essas afirmações, e outras semelhantes, sobre nível de emprego e grau de confiança do consumidor e das empresas pontuaram todo o seu discurso. É verdade que a economia dos EUA está forte; o que não é verdade é que esse cenário segue-se a anos de estagnação. Entre o segundo trimestre de 2009 e o fim de 2016, a economia dos EUA cresceu a uma taxa anual composta de 2,2%. Nos últimos quatro trimestres, sua expansão foi de 2,5%. Não é uma variação significativa. A grande guinada do crescimento - para baixo, infelizmente - ocorreu após a crise financeira de 2008. A economia está 17% menor do que teria ficado se a tendência que se instaurou no período 1968 a 2007 tivesse se mantido. Desde sua recuperação, em 2009, ela tem seguido um ritmo muito mais lento. Isso poderá mudar, mas ainda não mudou. O mesmo ocorre com relação à produtividade do trabalho, cujo crescimento continua baixo. A taxa de desemprego de fato caiu no governo Trump, de 4,7% em dezembro de 2016 para 4,1% em dezembro de 2017, uma taxa muito baixa, pelos padrões históricos. Mas isso é uma continuação da tendência declinante observada desde 2010. Se há alguém que mereça ser reconhecido por isso, é o Federal Reserve [Fed, o BC dos EUA], pela adoção de políticas condenadas, com demasiada frequência, pelos republicanos. No grupo dos homens de 25 a 54 anos, 86% estavam empregados em dezembro de 2017. Essa parcela supera em 1 ponto percentual a do ano anterior, mas em 5,6 pontos percentuais a de janeiro de 2010. Infelizmente, ainda está abaixo dos picos cíclicos anteriores de quase 90% em 1999 e de 88% em 2007. A proporção de mulheres em idade ideal empregadas também é inferior aos níveis de 2000. Trump é especialmente entusiasmado com relação às ações, ao afirmar que a bolsa está "batendo um recorde depois do outro". Isso não está errado. Nos termos da relação preço-lucro ciclicamente corrigida de Robert Shiller, as avaliações do mercado americano estão tão elevadas quanto em 1929 e foram superadas, desde então, apenas pelas altas avaliações de 1998, 1999 e 2000. A alta do mercado no ano passado é bastante notável, em vista dos altos patamares em que já estava. Mas isso deveria ser motivo de preocupação, não de vanglória. Trump pode em breve vir a lamentar o fato de ter enaltecido um mercado de capitais elevado. Ele não está a serviço de nenhum presidente. Um argumento para ter esperança de que tempos melhores virão em breve é o enorme corte de impostos para empresas. É muito improvável, no entanto, que isso desencadeie uma enxurrada de investimentos e um crescimento estrutural mais elevado da economia. Uma perspectiva mais plausível é de que vai principalmente aumentar os preços das ações, a desigualdade de renda e a velocidade da corrida competitiva para o patamar mais baixo da taxação sobre o capital. A experiência britânica nesse aspecto é preocupante. A redução das alíquotas de imposto de pessoa jurídica do Reino Unido para 19% teve pouco efeito sobre o investimento ou sobre a média dos salários reais. A esperança de que será diferente nos EUA tende a se frustrar. Uma sólida economia americana é boa notícia para o mundo também. Um confiante Trump pode não ser. A dúvida é como ele reagirá. Ele se mostrará mais razoável ou mais intransigente? Seu discurso não forneceu todas as respostas. Ainda prevalece a incerteza Em resumo, Trump está chamando a si os louros pela continuidade de uma recuperação pós-crise iniciada no governo de seu antecessor. Isso não é uma economia "nova em folha". Ele teve sorte. Se o mercado de capitais não explodir, ele poderá continuar com sorte. Mas a questão é como um sortudo Trump vai se comportar. Uma pessoa que se sente numa maré de sorte fica mais exigente ou mais complacente? Uma preocupação especial é a política de comércio exterior. Sobre isso, Trump afirmou: "Apoiamos o livre comércio, mas ele tem de ser justo e tem de ser recíproco. Porque, no final, o comércio injusto solapa a todos nós." Essa retórica não é nova. A perspectiva otimista é a de que assistiremos a mais medidas do tipo das anunciadas na semana passada sobre painéis solares e máquinas de lavar. Elas são bobas, mas normais. Mesmo a renegociação do Acordo de Livre Comércio da América do Norte poderá ser um fiasco. Agora que os outros onze participantes da Parceria Transpacífico concordaram, num gesto louvável, em ir em frente, Trump chega a dizer que: "Deveríamos pensar em negociar com os demais, ou individualmente ou talvez como grupo". A perspectiva pessimista é a de que o governo está apegado a doutrinas fundamentalmente insanas: o déficit comercial dos EUA decorre não dos desequilíbrios macroeconômicos, mas de burlar a política comercial; além disso, a maneira de eliminar esse déficit é via novos acordos bilaterais com todos os parceiros comerciais importantes. Esse enfoque levará aos ares o sistema de comércio multilateral. Além disso, é incompatível com a economia de mercado. Apenas economias planificadas poderiam tentar obter o equilíbrio bilateral no qual Robert Lighthizer, o representante comercial dos EUA, e seu chefe aparentemente acreditam. Uma superpotência ressentida armada com uma doutrina tão ignara pode causar imenso dano à economia mundial e às relações internacionais. Como, então, deveríamos avaliar o confiante e tranquilizador Trump que vimos em Davos? Sua jactância pode ser vazia, mas ele de fato teve sorte em herdar uma economia que usufrui de uma sólida recuperação pós-crise. A economia deverá continuar sua amiga, desde que ele não deposite demasiada confiança no mercado de capitais. Isso é boa notícia para ele. Uma sólida economia americana é boa notícia para o mundo também. Um confiante Trump pode não ser. A dúvida é como ele reagirá. Ele se mostrará mais razoável ou mais intransigente? Seu discurso não forneceu todas as respostas. Ainda prevalece a incerteza. (Tradução de Rachel Warszawski) Martin Wolf é editor e principal analista econômico do FT

http://www.gsnoticias.com.br/noticia-detalhe/todas/trump-tem-tido-sorte-economia

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.185
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2086 Online: 25 de Junho de 2018, 09:39:18 »
[...]
A China certamente não se opõe a desnuclearização da península coreana,  mas, com relação a unificação, a posição é oposta, a China não tem nenhum interesse no fim do regime da Coréia do Norte, pois a CN serve como um Estado tampão, de modo que não haja tropas adversárias próximas a sua fronteira naquela região.



Eu sempre fico perplexo com essas declarações de civis brasileiros sobre quais são (reais) as intenções de um estado gigante e consideravelmente fechado como a China.

Bem... estou certo da paciência com que lerá esse meu post, caso trate-se de um espião profissional passando o tempo abrindo o jogo aqui nesse fórum internético.



No tópico "China" o espião  "profissa"  trouxe  mais  informações sobre a questão


 :hihi:


http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=28175.msg968300#new
« Última modificação: 25 de Junho de 2018, 09:44:14 por JJ »

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.817
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2087 Online: 25 de Junho de 2018, 22:05:30 »
pehojof


http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=29918.msg968207#msg968207

Citar
Deve ser antidumping.

   Mais fácil ele ser um anti-liberal mesmo! Num suporta a concorrência, perde a preferência, etc.
   
   São liberais econômicos que importa ser competitivo num mercado livre sem barreiras.
Aplicou taxação é porque não se garante, nem mesmo sendo mais orgulhosa, poderosa e orgulhosa nação do mundo!
MACA = Make America Crisis Again



Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.020
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2088 Online: 26 de Junho de 2018, 19:52:14 »
<a href="https://www.youtube.com/v/nNdVGahsyyA" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/nNdVGahsyyA</a>

Trump tenta reparar o dano à imagem feito pelas políticas de anti-imigração e anti-asilo através do uso de vítimas fatais de uma gangue criminosa mexicana, tentando incitar o medo de imigrantes e assim a aceitação de suas políticas, apesar do fato de que imigrantes ilegais cometem menos crimes do que imigrantes legais e mesmo americanos de nascença.

Offline pehojof

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 547
Re:Governo Trump
« Resposta #2089 Online: 26 de Junho de 2018, 20:33:16 »
<a href="https://www.youtube.com/v/nNdVGahsyyA" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/nNdVGahsyyA</a>

Trump tenta reparar o dano à imagem feito pelas políticas de anti-imigração e anti-asilo através do uso de vítimas fatais de uma gangue criminosa mexicana, tentando incitar o medo de imigrantes e assim a aceitação de suas políticas, apesar do fato de que imigrantes ilegais cometem menos crimes do que imigrantes legais e mesmo americanos de nascença.

Vivi para ver o dia em que invadir o país dos outros "não é crime" mesmo sendo o criminoso chamado de "ilegal"! :o

Aos 1 minuto e 50 segundos esse sujeito está acusando Trump (EUA) de efetuar detenções e privações de liberdade em solo estrangeiro ou neutro?! :hein:

"Dados" do "instituto libertário CATO"... Bela fonte! Invasores "não-documentados" contabilizados contra documentados. :umm: E alguém querendo mais criminosos, não importa quantos, do que os que já são deles, como se não fosse o bastante. Talvez a solução seja trocar a população americana toda pela dos países de origem dos invasores "sem crime"... Mas aí talvez a américa (EUA) deixe de ser tão atrativa... O que fez e faz a américa atrativa (se o povo consolidado dela "é uma porcaria" em relação até a invasores "novos")?... :?
"Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
"Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem,"

Offline pehojof

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 547
Re:Governo Trump
« Resposta #2090 Online: 26 de Junho de 2018, 20:45:53 »
pehojof


http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=29918.msg968207#msg968207

Citar
Deve ser antidumping.

   Mais fácil ele ser um anti-liberal mesmo!

Então deve ser porque ele não gosta de facilidades nem de facilitar...

Mas ele não deve ser nem anti nem pró liberal, deve fazer em cada caso o que é mais vantajoso para o país que governa, sem "fórmulas prontas e definitivas" para tudo. :wink:




Num suporta a concorrência, perde a preferência, etc.

Então que perca a preferência. Que parem de reclamar e não façam mais negócios com eles! :idea:



São liberais econômicos que importa ser competitivo num mercado livre sem barreiras.

Se há dumping, sensivelmente contabilizável ou não, é um mercado livre com barreiras. Dumping é uma ação de barreira legítima num sistema de mercado livre, mas é uma barreira que tem uma contraparte de proteção também livre no mesmo sistema.



Aplicou taxação é porque não se garante,

Se garante na independência. Impressiona como ao mesmo tempo se pode acusá-lo de "ato desastroso" e de "covardia"... Mas é assim mesmo, quem está em desespero não é ele... ::)



nem mesmo sendo mais orgulhosa, poderosa e orgulhosa nação do mundo[/b]!

Duas vezes orgulhosa! 8-) :lol:




MACA = Make America Crisis Again

Pode ser seu sonho, mas simplesmente não é a realidade. A última crise foi causada por visões e respectivos atos bem diversos dos dele. A soberania vem antes do mercado. O capitalismo real (físico, não financeiro) vem antes da fantasia. Ele está apostando nas fichas certas. Infelizmente esboça uns sinais de farsa (ou é mais estrategista do que minha capacidade alcança), mas aí... fazer o que se for, é o mundo difícil de sondar. :|
"Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
"Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem,"

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.020
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2091 Online: 26 de Junho de 2018, 21:03:40 »
<a href="https://www.youtube.com/v/nNdVGahsyyA" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/nNdVGahsyyA</a>

Trump tenta reparar o dano à imagem feito pelas políticas de anti-imigração e anti-asilo através do uso de vítimas fatais de uma gangue criminosa mexicana, tentando incitar o medo de imigrantes e assim a aceitação de suas políticas, apesar do fato de que imigrantes ilegais cometem menos crimes do que imigrantes legais e mesmo americanos de nascença.

Vivi para ver o dia em que invadir o país dos outros "não é crime" mesmo sendo o criminoso chamado de "ilegal"! :o

Precisamente. É uma contravenção (misdemeanor), apenas com sua repetição se torna crime (felony).


Citar
Aos 1 minuto e 50 segundos esse sujeito está acusando Trump (EUA) de efetuar detenções e privações de liberdade em solo estrangeiro ou neutro?! :hein:

Ele disse, "a separação de filhos dos pais que não estão nem violando leis em alguns casos, pois estão indo à fronteira em busca de asilo, e não entrando nos Estados Unidos ilegalmente."

Citar
https://www.uscis.gov/humanitarian/refugees-asylum/asylum/obtaining-asylum-united-states

[...] To obtain asylum through the affirmative asylum process you must be physically present in the United States. You may apply for asylum status regardless of how you arrived in the United States or your current immigration status. [...]



Citar
"Dados" do "instituto libertário CATO"... Bela fonte! Invasores "não-documentados" contabilizados contra documentados.

Do total de criminosos contabilizados, esses são os fatos, bem como a menor criminalidade em regiões com maiores números de ilegais contabilizados. O mecanismo impulsionando isso é evitar deportação.


Citar
:umm: E alguém querendo mais criminosos, não importa quantos, do que os que já são deles, como se não fosse o bastante.

Distorção completa do comentário, que defende a correta aplicação da lei pelas autoridades estatais.














Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.185
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2092 Online: 27 de Junho de 2018, 08:07:34 »

Opinião: Casa Branca em ritmo de caos


7 MAR   2018   13h27



Mais uma renúncia no governo Trump, e mais uma vez temores quanto à estabilidade da presidência dos Estados Unidos. Mas por trás do aparente caos há um método, opina o jornalista Martin Muno.O recorde negativo de permanência na Casa Branca é de dez dias. Foi por esse tempo que Anthony Scaramucci ocupou o cargo de diretor de comunicações no governo de Donald Trump antes de ser demitido, no fim de julho de 2017.

SAIBA MAIS

Alemanha diz ter sérias preocupações com renúncia de assessor econômico do governo Trump

Gary Cohn renuncia como principal assessor econômico de Trump

Principal assessor econômico de Trump renuncia

Assessor de Trump vê exceções para empresas em tarifas sobre aço e alumínio

Opinião: A lições que Trump ignora




A ex-secretária de Justiça Sally Yates pelo menos conseguiu ficar um dia a mais. E aí foi dispensada na briga sobre a proibição de entrada nos Estados Unidos para originários de certos países, decretada por Trump. Além disso, desde a posse do republicano, em 20 de janeiro de 2017, duas dúzias de outros altos funcionários abandonaram o posto por decisão própria.



No fim de fevereiro último, a sucessora de Scaramucci, Hope Hicks, renunciou à direção de comunicações. E nesta terça-feira (06/03), o assessor econômico Gary Cohn desistiu, exasperado: ele tentara em vão demover seu chefe dos planos de impor tarifas sobre a importação de aço e alumínio. E isso, tendo sido Cohn o responsável pelo único êxito digno de nota, até agora, no mandato de Trump, como mentor da reforma tributária aprovada no fim de dezembro por ambas as câmaras legislativas.



Em Cohn, Trump perde um dos últimos partidários do livre-comércio e da globalização entre seus assessores diretos. À "America first" (América em primeiro lugar) do presidente, ele justapunha um "but not alone" (mas não sozinha). Seu possível sucessor deverá ser o atual assessor comercial Peter Navarro, que apoia a política isolacionista trumpista.


Parece ser uma mera questão de tempo até ser a vez de o próximo alto funcionário partir. Segundo fontes internas, para o chefe de gabinete da Casa Branca, John Kelly, já começou a contagem regressiva. Ele próprio já definiu o trabalho junto ao Salão Oval como "castigo de Deus".


Talvez igualmente desista o assessor de segurança Herbert Raymond McMaster, cuja relação com Trump é mesmo descrita como tensa. Ou o presidente despedirá seu odiado secretário de Justiça, Jeff Sessions? Este já se dispôs diversas vezes a entregar o cargo, mas até agora Trump se limitou a expô-lo publicamente como incapaz.


Num clima de caos assim, não há mais como pensar em trabalho objetivo, até porque diversos postos na administração estão vagos. Acrescente-se o fato de que em várias questões importantes o líder dos EUA não tem um posicionamento próprio consistente, como foi o caso na recente disputa sobre o endurecimento das leis sobre armas nos EUA.


E, ao que parece, para Trump tanto faz a opinião de seus correligionários. Ele rechaçou bruscamente a sugestão de líderes republicanos para pelo menos reconsiderar as tarifas alfandegárias anunciadas. É peculiar que o presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, não tenha apoiado Trump na questão das tarifas, já que até o momento o "fiel Ryan" era tido como seguidor leal do chefe de Estado.


No geral, contudo, a resistência entre os republicanos permanece moderada. Por vezes eles se alinham com os oposicionistas democratas, votando contra seu próprio presidente, por outras criticam Trump publicamente. Mas até agora não se escutou um "este homem tem que cair fora".


Análises que começam com manchetes de efeito como "Donald - Esqueceram de mim" ou "House of chaos" são demasiado superficiais. Pois por trás do caos há método. O ex-assessor do presidente Steve Bannon resumiu na frase: "Lenin queria destruir o Estado, e essa é a minha meta também. Quero fazer tudo desmoronar e destruir todo o atual establishment."


Tal filosofia também está por trás do slogan de campanha trumpista "Vamos secar o pântano". Esse pântano é a arrogante casta política de Washington, da qual faz parte também uma boa parte dos companheiros de partido de Trump. Por isso ele não atenta nem para seus assessores, nem para seus correligionários.


O único público que lhe interessa são os "angry white men", os operários de indústria descartados do cinturão da ferrugem, no noroeste americano. Para estes, tanto faz quem assessore o presidente: ele lhes promete empregos e um futuro - só que nos setores de ontem. As metas políticas de Trump para a indústria são tão antiquadas quanto as para a sociedade.



Se nem especialistas nem parlamentares são capazes de deter Trump em sua rota de destruição, então a tarefa cabe à população. A próxima oportunidade será em 6 de novembro, para quando estão marcadas as eleições para o Congresso nos EUA.

_______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.


https://www.terra.com.br/noticias/opiniao-casa-branca-em-ritmo-de-caos,a82c836b7b1949f3de00978282d28908brv8xgdw.html



Offline pehojof

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 547
Re:Governo Trump
« Resposta #2093 Online: 27 de Junho de 2018, 14:37:40 »
E eu esperando respostas ou comentários para isto...:

<a href="https://www.youtube.com/v/nNdVGahsyyA" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/nNdVGahsyyA</a>

Trump tenta reparar o dano à imagem feito pelas políticas de anti-imigração e anti-asilo através do uso de vítimas fatais de uma gangue criminosa mexicana, tentando incitar o medo de imigrantes e assim a aceitação de suas políticas, apesar do fato de que imigrantes ilegais cometem menos crimes do que imigrantes legais e mesmo americanos de nascença.
Talvez a solução seja trocar a população americana toda pela dos países de origem dos invasores "sem crime"... Mas aí talvez a américa (EUA) deixe de ser tão atrativa... O que fez e faz a américa atrativa (se o povo consolidado dela "é uma porcaria" em relação até a invasores "novos")?... :?




<a href="https://www.youtube.com/v/nNdVGahsyyA" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/nNdVGahsyyA</a>

Trump tenta reparar o dano à imagem feito pelas políticas de anti-imigração e anti-asilo através do uso de vítimas fatais de uma gangue criminosa mexicana, tentando incitar o medo de imigrantes e assim a aceitação de suas políticas, apesar do fato de que imigrantes ilegais cometem menos crimes do que imigrantes legais e mesmo americanos de nascença.

Vivi para ver o dia em que invadir o país dos outros "não é crime" mesmo sendo o criminoso chamado de "ilegal"! :o

Precisamente. É uma contravenção (misdemeanor), apenas com sua repetição se torna crime (felony).

"Precisamente não é o que eu disse"?! :o  Curioso, muito curioso, tão curioso que fiquei com um pouquinho de curiosidade de ver o "texto dessa lei", só um pouquinho bem pouquinho. Mas é só por curiosidade mesmo, porque por seriedade eu quero que chame-se violação de leis como cada um desejar, delito, infração, contravenção, crime, transgressão... meras "tecnicalidades" terminológicas cuja "importância e função" é distorcer fatos e desviar foco. São tudo violação de lei e, tirando as semanticidades de lado, pode ser tudo posto num único termo com graus de gravidade que é vista diferentemente pela ótica de cada um. Para mim (e não estou sozinho... 8-) ), invadir é violação gravíssima, e reincidir é abusar de ser violador. :ok:



Citar
Aos 1 minuto e 50 segundos esse sujeito está acusando Trump (EUA) de efetuar detenções e privações de liberdade em solo estrangeiro ou neutro?! :hein:

Ele disse, "a separação de filhos dos pais que não estão nem violando leis em alguns casos, pois estão indo à fronteira em busca de asilo, e não entrando nos Estados Unidos ilegalmente."

Citar
https://www.uscis.gov/humanitarian/refugees-asylum/asylum/obtaining-asylum-united-states

[...] To obtain asylum through the affirmative asylum process you must be physically present in the United States. You may apply for asylum status regardless of how you arrived in the United States or your current immigration status. [...]

That is, you must have already invaded USA!

That is, even if you have invaded!

E minha questão (as crianças "em gaioloas" foram detidas em solo americano ou não?!)... nem sei se foi respondida... :?

Mas o Mike Pence já deu o recado bem claro: "se vocês não podem entrar nos EUA legalmente, NÃO venham de forma alguma! Façam suas vidas em seus países (eu adiciono por mim: aqui não presta!)" :wink:

Vocês do lado oposto precisam acordar para a realidade renovada não só da América mas do mundo todo! :idea:





Citar
"Dados" do "instituto libertário CATO"... Bela fonte! Invasores "não-documentados" contabilizados contra documentados.

Do total de criminosos contabilizados,

Contra o "total populacional".  :?:




esses são os fatos,

São dados do "instituto CATO" que cata sei lá o que ou como. Se isso é fato para você, não para mim. :ok:




bem como a menor criminalidade em regiões com maiores números de ilegais contabilizados.

Como se "contabilizam ilegais"? :?




O mecanismo impulsionando isso é evitar deportação.

Correção: o suposto mecanismo...

Mas, digamos que seja... você está querendo incitar o medo dos imigrantes que estariam "só se contendo nos ímpetos até não precisarem mais se conter"?! :o :susto:




Citar
:umm: E alguém querendo mais criminosos, não importa quantos, do que os que já são deles, como se não fosse o bastante.

Distorção completa do comentário, que defende a correta aplicação da lei pelas autoridades estatais.

De fato eu creio que você distorceu mesmo, mas vou desenhar para te ajudar a entender melhor: eu quis dizer que se um pai de família tem 10 filhos problemáticos ele não tem que receber dois "hóspedes" problemáticos e contabilizá-los contra os próprios filhos. :wink:






Quando ele disser verdades e fizer o que der certo na ótica dos que votaram nele.


Mas e aí, não arrisca uma solução:

"Talvez a solução seja trocar a população americana toda pela dos países de origem dos invasores "sem crime"... Mas aí talvez a américa (EUA) deixe de ser tão atrativa... O que fez e faz a américa atrativa (se o povo consolidado dela "é uma porcaria" em relação até a invasores "novos")?... :?" :)

 :ok:
"Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
"Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem,"


Offline pehojof

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 547
Re:Governo Trump
« Resposta #2095 Online: 27 de Junho de 2018, 17:18:20 »
Okay, eis aqui a resposta: trolagens e respostas sem sentido

Entendi.  :) :ok:
"Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
"Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem,"

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.817
  • Sexo: Masculino
« Última modificação: 30 de Junho de 2018, 19:13:36 por Agnoscetico »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.020
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2097 Online: 03 de Julho de 2018, 12:39:26 »
<a href="https://www.youtube.com/v/rv4y91qpaiM" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/rv4y91qpaiM</a>

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.020
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Trump
« Resposta #2098 Online: 05 de Julho de 2018, 18:35:18 »




Citar
https://www.vox.com/policy-and-politics/2018/7/3/17531874/boycott-walmart-impeach-45-trump

Trump supporters are boycotting Walmart over “Impeach 45” merchandise

Citar
Very disappointed @Walmart !  Sam Walton is rolling over in his grave at this Un-American attitude #BoycottWalmart



 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!