Autor Tópico: Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016  (Lida 526 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Cinzu

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 127
Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Online: 26 de Dezembro de 2016, 02:01:07 »
http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2016/12/parque-tematico-ceu-aberto-recria-arca-de-noe-com-medidas-biblicas.html

O vídeo da reportagem não está disponível no youtube, mas é possível assisti-lo no link.

Consiste na criação de um parque temático nos EUA a céu aberto recriando a arca de Noé com medidas bíblicas. A embarcação tem 155 metros de comprimento, 26 metros de largura e 16 metros de altura, na maior estrutura de madeira do mundo. Custou 100 milhões de dólares e é rica em detalhes, muito bem feita. A iniciativa veio de uma instituição que é a favor do ensino do criacionismo em escolas, e a ideia do parque é divulgar o criacionismo às pessoas.

Minha crítica ao fantástico:

O criacionismo foi mostrado como uma explicação concorrente à evolução. Os dois lados foram colocados como de igual importância, e a reportagem finalizou com um questionamento: "Qual das duas você acredita?"

Comentários da reportagem no site do fantástico:

A maior parte dos comentários são de pessoas a favor do criacionismo. Os poucos que defenderam a evolução foram negativados em massa. Infelizmente essa realidade estende-se à população em geral. O cenário é no mínimo preocupante, pois enfatiza ainda mais o já evidente analfabetismo científico de nosso país.
O verdadeiro inferno está em nossas mentes. Cabe a nós libertá-lo ou não.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.895
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #1 Online: 26 de Dezembro de 2016, 03:01:37 »
Tempos atrás eu li em algum jornal que era uma réplica em "tamanho real". Cobertura desse tipo de assunto religioso na imprensa de massa é assim mesmo, os jornalistas são treinados para não deixarem transparecer nenhum posicionamento, mesmo quando as crenças em questão são ridículas. Melhor levar pelo lado do humor.

Talvez até algumas pessoas vejam isso e comecem a pensar se faz sentido um cara construir sozinho esse negócio que com a tecnologia atual envolveu centenas de pessoas e 100 milhões de dólares. Ou ainda refletir sobre o tamanho do barco e a quantidade de animais e mantimentos que supostamente deveria haver lá dentro.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.740
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #2 Online: 26 de Dezembro de 2016, 07:21:59 »
Minha crítica ao fantástico:

O criacionismo foi mostrado como uma explicação concorrente à evolução. Os dois lados foram colocados como de igual importância, e a reportagem finalizou com um questionamento: "Qual das duas você acredita?"



A TV Globo precisa (e também as outras que são privadas) de bons índices de audiência  para ser um negócio viável.  Depois que eles decidiram noticiar o fato  (poderiam ter ignorado se quisessem),  só restaria  mostrarem-se imparciais,  pois adotar uma postura pró ciência,  questionadora e crítica da crença religiosa  poderia ter um efeito de criar antipatia pela TV Globo, por uma grande massa, e isso seria algo  danoso para a emissora. Então, para agradar uma grande massa religiosa eles optaram por  fazer uma reportagem com tom de neutralidade, e com isso mostraram como sendo teorias de mesma credibilidade.





 
« Última modificação: 26 de Dezembro de 2016, 07:37:49 por JJ »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.227
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #3 Online: 26 de Dezembro de 2016, 07:33:44 »
Achei que deixaram pouco espaço na arca de Noé para os dinossauros.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.740
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #4 Online: 26 de Dezembro de 2016, 07:59:18 »
Achei que deixaram pouco espaço na arca de Noé para os dinossauros.



Esta é fácil para um adventista responder :


[...]


Muitos cientistas criacionistas acreditam que os dinossauros desapareceram junto com outras espécies, durante o dilúvio universal descrito em Gênesis. Esse cenário poderia incluir atividade de um meteorito resultando em tsunamis, atividade vulcânica e emissão de dióxido de carbono, sulfeto e outros elementos químicos prejudiciais a plantas e animais. Portanto, a ideia de um meteorito impactando a Terra não é necessariamente incompatível com o modelo bíblico do dilúvio.


Apesar da falta de consenso entre os cientistas sobre a causa do desaparecimento dos dinossauros, a mídia e a imprensa pseudocientífica decidiram que a teoria do impacto do meteoro é a única explicação válida. Isso está longe da realidade. Os dinossauros desapareceram, mas não sabemos exatamente quando nem por quê. Entretanto, a possibilidade de sua extinção durante o dilúvio do Gênesis (com ou sem impacto) pode ser vista como hipótese científica plausível e merece consideração.

[...]


Muitos cientistas criacionistas acreditam que os dinossauros desapareceram durante ou logo após o dilúvio. Mas, a Bíblia também não nos dá indícios sobre o destino deles. Por causa desse silêncio bíblico, o fato de que os dinossauros desapareceram durante uma catástrofe mundial conhecida como dilúvio é uma hipótese que deve ser considerada através de pesquisa científica. A comprovação de tal hipótese deve ser feita através de dados geológicos e paleontológicos, não por forçar a Bíblia a dizer o que ela não diz.



Finalmente, há quem pense que os dinossauros sobreviveram ao dilúvio, mas logo desapareceram por não se terem adaptado ao novo ambiente. Essa é outra possibilidade, pois havia dinossauros na arca e, talvez, tenham desaparecido durante a colonização pós-diluviana. A Bíblia menciona duas estranhas criaturas: beemote (Jó 40:15-18) e leviatã (Jó 41:1), que alguns interpretam como possíveis exemplos dos dinossauros pós-diluvianos. Entretanto, a maioria dos eruditos não aceita essa explicação, e esses termos são geralmente traduzidos respectivamente como hipopótamo e crocodilo. Não estão relacionados aos dinossauros.


[...]



Esta foi uma resposta de um cria  adventista.  Os adventistas são o grupo religioso mais organizado e que mais defende o criacionismo,  e que lutam com mais entusiasmo  contra as ideias cientificas da biologia.


Texto completo aqui:


http://grupovirtualadv.blogspot.com.br/2011/09/dinossauros-biblia-fala-sobre-eles.html


« Última modificação: 26 de Dezembro de 2016, 08:12:54 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.740
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #5 Online: 26 de Dezembro de 2016, 08:05:10 »


Considero muito importante que os defensores e entusiastas da ciência, e especificamente os defensores da biologia científica,  conheçam as respostas dos adventistas (e de outros grupos fundamentalistas), ao invés de apenas fazerem piadas,  pois  eles são bastante ativos na propagação  de ideias anti cientificas (especialmente nesta área da biologia), e sabem dar respostas  que podem deixar  muitos  seguidores da ciência (que não conhecem o suficiente para contra argumentarem)  sem uma resposta adequada e convincente.






« Última modificação: 26 de Dezembro de 2016, 08:16:24 por JJ »

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 24.918
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #6 Online: 26 de Dezembro de 2016, 09:30:47 »
Achei que deixaram pouco espaço na arca de Noé para os dinossauros.
Esta é fácil para um adventista responder :

No próprio texto há a refutação para a hipótese (sic) adventista de que os "dinossauros pereceram no dilúvio" (sic).


Citação de: bobagem criacionista
[...]
Finalmente, há quem pense que os dinossauros sobreviveram ao dilúvio, mas logo desapareceram por não se terem adaptado ao novo ambiente. Essa é outra possibilidade, pois havia dinossauros na arca e, talvez, tenham desaparecido durante a colonização pós-diluviana. A Bíblia menciona duas estranhas criaturas: beemote (Jó 40:15-18) e leviatã (Jó 41:1), que alguns interpretam como possíveis exemplos dos dinossauros pós-diluvianos. Entretanto, a maioria dos eruditos não aceita essa explicação, e esses termos são geralmente traduzidos respectivamente como hipopótamo e crocodilo. Não estão relacionados aos dinossauros.
[...]
Foto USGS

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #7 Online: 26 de Dezembro de 2016, 13:17:38 »
A hipótese de dilúvio global é seriamente posta em dúvida com o crescente suporte científico para a Terra plana.

Não há margens para conter a água acima do nível do mar por cerca de um ano, que seria o tempo estimado do dilúvio.

Se assim fosse, sempre que chovesse, o nível do mar iria subindo um pouco, e as linhas das praias, retrocedendo, num ritmo maior do que aquele apenas devido a derretimento de gelo "polar", e de afundamentos locais de solo.

E a própria bíblia é um dos principais embasamentos da Terra plana, assim sendo, não devemos ver o criacionismo geosferista como outra coisa além do primeiro passo na tentativa de promoção do ateísmo e do ataque pseudocientífico à palavra de Deus.



Veja só a altura das paredes de gelo que delimitam o plano terrestre:



São bastante altas, mas não o suficiente para conter água que cobrisse todo o planeta, pois a pressão e mais o calor logo causariam a ruptura dessa "represa" e os oceanos então seriam muito mais rasos do que são hoje, mesmo com a chuva posterior.


Offline André Luiz

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.219
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #8 Online: 26 de Dezembro de 2016, 15:15:22 »
O esforço dessa galera criacionista impressiona e assusta

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #9 Online: 26 de Dezembro de 2016, 15:52:12 »


Considero muito importante que os defensores e entusiastas da ciência, e especificamente os defensores da biologia científica,  conheçam as respostas dos adventistas (e de outros grupos fundamentalistas), ao invés de apenas fazerem piadas,  pois  eles são bastante ativos na propagação  de ideias anti cientificas (especialmente nesta área da biologia), e sabem dar respostas  que podem deixar  muitos  seguidores da ciência (que não conhecem o suficiente para contra argumentarem)  sem uma resposta adequada e convincente.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...  Tá bom!!!!! Vamos dar uma olhadinha nos arJJJJJJJumentos dos adventistas do dia 31 de fevereiro.  hahahahahahahahaha...


Achei que deixaram pouco espaço na arca de Noé para os dinossauros.



Esta é fácil para um adventista responder :


[...]


Muitos cientistas criacionistas acreditam que os dinossauros desapareceram junto com outras espécies, durante o dilúvio universal descrito em Gênesis. Esse cenário poderia incluir atividade de um meteorito resultando em tsunamis, atividade vulcânica e emissão de dióxido de carbono, sulfeto e outros elementos químicos prejudiciais a plantas e animais. Portanto, a ideia de um meteorito impactando a Terra não é necessariamente incompatível com o modelo bíblico do dilúvio.

Quer dizer então que o dilúvio descrito em gênesis só pode ter acontecido há 65 MILHÕES DE ANOS ATRÁS (Cério 171 que Noé era tão velho assim???????)?????????????

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...  Tá vendo??????!!!!!!!!!  Por aí a gente já vê onde os adVEN(DADOS nos olhos)tistas querem (NÃO) chegar!!!!!!! 
Tem que ser muito CRE(N)TÁCEO pra acreditar numa barbaridades dessas!!!!!!!!!  kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
Mas daremos uma colher de chá (alucinógeno) e façamos por um minuto (de silêncio) um esforço (JURÁSSICO) pra tentar imaginar um cenário hiPATÉTICO desses...  Ok!!!!  Vamos supor que o (mais fictício que o Papai) Noé(l) tenha surfado na ONDA DO CRE(N)TÁCEO!!!!!!!  Por que os dinossauros (como o Argentinossauro) não puderam embarcar na arca???  Onde estaria a RESTRIÇÃO BÍBLICA (o versículo) que impedisse o ingresso desses pobres (e... DÓCEIS) animais????????????  HOHOHOHOHOHOHOHOHOHOHOHOHOHOHOHO...   


Citar
Apesar da falta de consenso entre os cientistas sobre a causa do desaparecimento dos dinossauros, a mídia e a imprensa pseudocientífica decidiram que a teoria do impacto do meteoro é a única explicação válida. Isso está longe da realidade. Os dinossauros desapareceram, mas não sabemos exatamente quando nem por quê.

Não é bem assim!!!! Durante os próprios 165 milhões de anos em que os dinossauros habitaram o planeta, VÁRIAS ESPÉCIES pereceram e outras novas vieram à tona, ou seja, tais extinções de famílias inteiras já ocorriam e eram comuns.  O tal ''desaparecimento súbito e completo'' nunca existiu. É FICÇÃO!!!!!!  Qualquer paleontólogo mais estudado hoje admite que várias espécies EVOLUIRAM e as AVES são o resultado dessa evolução.       



Citar
Entretanto, a possibilidade de sua extinção durante o dilúvio do Gênesis (com ou sem impacto) pode ser vista como hipótese científica plausível e merece consideração.

''Hipótese científica plausível que merece consideração''???????????????????????

QUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUA...

Que espécie de mídia (HIPEREXTINTA) andas consultando????????  hahahahahahahahahahahaha...

A grande pedra nos sapatos dos cria(N)cionistas não é nem tanto a questão dos dinossauros, senão a TEORIA DA EVOLUÇÃO, que gerou um problema de lógica teológica irresolúvel para os crias.
Pois, teo(I)logicamente falando, a MORTE ainda não havia dado o ar de sua graça ANTES do PECADO ORIGINAL.  Trocando em miúdos, é impossível que antes da queda de Adão tenha havido qualquer MORTE, EXTINÇÃO ou (principalmente)... EVOLUÇÃO!!!!!!!
Ok!!!!  Tá bom!!!  Então os dinos viveram junto com os humanos no mundo pré-diluviano.  Mas............
Pra que serviriam as PRESAS e GARRAS AFIADAS para dilacerar carne de um T. Rex ou de um Raptor senão para CAÇAR e MATAR (O mesmo podemos argumentar para o que serviriam os dentes do tubarão (((como o de um megalodonte))), as garras e o instinto feroz de um grande felino caçador e o bico mortal da AVE DO TERROR... HAHAHAHAHAHAHAHAHA...)?????  Hummmmm... Para AUTODEFESA?????  Nananinanão!!!!!!  Várias fósseis descobertos mostram nietzschedamente (que deus está morto!!!) cenários de carnificina de batalhas fatais travadas entre presas e predadores. Então a MORTE (obviamente) já existia SIM antes da ''queda'' sim senhora!!!!  (E a grande extinção do permiano???? Como os crias explicam????????) 


Citar
Muitos cientistas criacionistas acreditam que os dinossauros desapareceram durante ou logo após o dilúvio. Mas, a Bíblia também não nos dá indícios sobre o destino deles. Por causa desse silêncio bíblico, o fato de que os dinossauros desapareceram durante uma catástrofe mundial conhecida como dilúvio é uma hipótese que deve ser considerada através de pesquisa científica. A comprovação de tal hipótese deve ser feita através de dados geológicos e paleontológicos, não por forçar a Bíblia a dizer o que ela não diz.

QUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUA...  Que hipó(pótamo de)tese científica considerável o quê?????  Nem aqui, nem lá na Cochinchina!!!!  hahahahahahahahahahahahahahaha...

Já falei... Os (últimos) dinos (do final do cretáceo) não desapareceram subitamente. Algumas espécies se extinguiram (normalmente, como muuuuuuuitas antes delas) e outras simplesmente evoluíram para as AVES.  Estão cá e acolá até hoje (ciscando e cacarejando muito... KKKKKKKKKKKKKKKKKKK...)!!!!!!!!!!!!!     
Então ao invés de forj(Ç)ar uma explicação irracional para o SILÊNCIO BÍBLICO, admita logo de uma vez que o tal silêncio é porque os forj(Ç)adores da bíblia nada sabiam a respeito, ou seja, deram uma mancada de proporções bíblicas...  hahahahahahahahahahahaha...     




Citar
Finalmente, há quem pense que os dinossauros sobreviveram ao dilúvio, mas logo desapareceram por não se terem adaptado ao novo ambiente. Essa é outra possibilidade, pois havia dinossauros na arca e, talvez, tenham desaparecido durante a colonização pós-diluviana.

Tiranossauros, titanossauros e raptores vivendo junto com humanos????????????????????????

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...

Mi ixprica então... Como é que nunca foram achados FÓSSEIS HUMANOS (num estômago de... rsss) nas mesmas camadas geológicas onde foram encontrados todos os fósseis de dinossauros conhecidos até hoje???????

Mas O ALQUIMISTA sabe que faz parte do imaginário (fértil) americano essa fantasia (fantasiosa) de que homens viveram junto com dinossauros, senão animações como os FLINTSTONES e a FAMÍLIA DINOSSAUROS não teria feito tanto sucesso em bandas americanas. (Atire a primeira pedra (((fossilizada))) quem nunca gritou '''Querida!!! CheGAY!!!!!!!!'' ou ''Não é a mamãe!!!!!!''' hahahahahahahahahahaha...)       

Por falar em americanos e dilúvios, a maior problemática referente ao dilúvio ''universal'' (do reino de deus...) nem é tanto assim a questão dos dinosaucers...  Ou seja, como os crias explicam a PRESENÇA HUMANA (pré-colombiana, se preferem assim...) no CONTINENTE AMERICANO pós-dilúvio??????? Pois, ao contrário da crença comum (dos CRENTES) de que todos os humanos descendem de Adão e Eva, a bíblia deixa bem claro que todos os homens e mulheres (incluindo os homos) descendem diretamente dos FILHOS DE NOÉ, sem exceção!!!!  Sendo assim, qual foi o filho de Noé que singrou o Atlântico dando origem ao povos americanos (pré-colombianos)?????? 
NT: não vale citar a travessia do Estreito de Bering, já que o (FRIO) SILÊNCIO BÍBLICO também incluí a ERA GLACIAL!!!!!  HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...)     


Citar
A Bíblia menciona duas estranhas criaturas: beemote (Jó 40:15-18) e leviatã (Jó 41:1), que alguns interpretam como possíveis exemplos dos dinossauros pós-diluvianos. Entretanto, a maioria dos eruditos não aceita essa explicação, e esses termos são geralmente traduzidos respectivamente como hipopótamo e crocodilo. Não estão relacionados aos dinossauros.

É 165 milhões de vezes mais plausível que o Beemote e o LeviANTÃO se referem respectivamente ao ELEFANTE e a um monstro mitológico corriqueiro do que aos dinos.


Citar
Esta foi uma resposta de um cria  adventista.  Os adventistas são o grupo religioso mais organizado e que mais defende o criacionismo,  e que lutam com mais entusiasmo  contra as ideias cientificas da biologia.

Ou seja, eles lutam por uma batalha já perdida há 65 milhões de anos!!!!!!  RÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁRÁ...


CONSIDERAÇÃO FINAL: pouco importa as asneiras ditas por adventistas ou outros crentes... os descendentes dos dinossauros estão aí como prova, CACAREJANDO e PIANDO muito dessa grande PIADA que é o cia(n)cionismo bíblico!!!!!!!!

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK... 
« Última modificação: 26 de Dezembro de 2016, 16:16:38 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Gauss

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.952
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #10 Online: 26 de Dezembro de 2016, 18:28:26 »
Quase tive um derrame vendo essa reportagem e depois lendo os comentários do link.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.895
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #11 Online: 26 de Dezembro de 2016, 18:55:28 »
A hipótese de dilúvio global é seriamente posta em dúvida com o crescente suporte científico para a Terra plana.

Não há margens para conter a água acima do nível do mar por cerca de um ano, que seria o tempo estimado do dilúvio.

Se assim fosse, sempre que chovesse, o nível do mar iria subindo um pouco, e as linhas das praias, retrocedendo, num ritmo maior do que aquele apenas devido a derretimento de gelo "polar", e de afundamentos locais de solo.

A meu ver a Terra Plana suportaria melhor a existência do Dilúvio. A água não cairia pelas beiras, pelo contrário, ela seria contida pelo domo de cristal que circunda a Antártida. Esse mito de que as bordas do planeta (planeta, não esfereta ou geoideta, note isso) seriam livres, com acesso ao abismo, é apenas desinformação por parte de pessoas que não estudaram cientificamente o tema. Não tem como ultrapassar o domo.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #12 Online: 26 de Dezembro de 2016, 19:06:31 »
MENTIRA! Se não houvesse como ultrapassar o domo, não poderíamos ascender aos céus depois de morrer!!!!

Se não fosse possível, Deus não teria criado as divisões dos idiomas para impedir a ascenção da Torre de Babel!!!!

Agora vai duvidar até da origem dos idiomas, é? Dizer que eles evoluíram por mutações aleatórias, cada um com genes mutantes aleatórios benéficos para falar palavras diferentes, é?


Também não seria possível que houvesse quedas de grandes pedras dos céus.


O mais próximo de um domo intranspassável seria dentro da Teoria de toda a atmosfera estar apenas dentro de um buraco numa gigantesca caverna, mas isso ainda não seria de grande suporte ao dilúvio global, pois requereria que a Terra fosse um lamaçal até hoje.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.895
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #13 Online: 26 de Dezembro de 2016, 19:25:43 »
Na verdade as almas não saem pelo domo, que como eu já disse é intransponível. Acontece que nosso solo é permeável em diversos pontos, o que permite que as almas saiam por baixo, para depois subir aos céus pelo lado de fora. É por isso que há vários comandos bíblicos condenando a cremação. Nela, a alma é destruída. Os verdadeiros cristãos precisam ser enterrados, para que a alma escoe através do solo até deixar o planeta e ascender.

O inferno também fica abaixo da Terra, e as pessoas vão para lá quando o peso de seus pecados é tão grande que a alma não consegue mais levitar. Então a alma escoa pelo solo e cai no fogo eterno (cujo calor pode ser sentido da Terra e alguns cientistas geólogos chamam de "energia geotérmica").

Também foi por esse solo permeável que escorreu toda a água do Dilúvio. Na época, foi tanta água que quase apagou o Inferno, mas Satanás sadicamente estava trabalhando em um projeto envolvendo tortura com óleos quentes, que permitiu manter a estrutura funcionando até que os reparos fossem feitos.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #14 Online: 26 de Dezembro de 2016, 19:42:50 »
Não acredito que haja amparo bíblico para qualquer dessas asserções.

A meu ver a explicação mais próxima de compatível é a da Terra oca e plana, onde estamos apenas num nível (ou plano, ou "planeta", se quiser chamar assim) da Terra-universo, mas, como disse, a secura atual da Terra impõe uma drástica limitação em quão universal poderia ter sido um dilúvio há quatro mil anos.

As maiores evidências de algo próximo disso, que os evolucionistas geosferistas distorcem como evidência da "Terra bola de neve", teria que ser muito anterior, provavelmente algo até anterior a Adão e Eva. A meu ver a melhor interpretação é que se trata de vestígios da própria criação dessa caverna que chamamos de Terra/mundo:

Citar
7 Então Deus fez o firmamento e separou as águas que estavam embaixo do firmamento das que estavam por cima. E assim foi.

Não é expresso que essas águas estivessem congeladas, mas, ao que tudo indica, toda a caverna em que a "Terra" se encontra é uma caverna de gelo. Por isso os cometas que caem são compostos principalmente de gelo. Também é uma explicação mais parcimoniosa para a origem das chuvas (e neve) do que um ciclo de condensação e evaporação num domo rochoso.

Mas a verdade é que não temos conhecimento pleno da composição dos arredores. Apenas, até onde sabemos, a quantidade de gelo é muito vasta. E o calor necessário para derreter tanto gelo a ponto de causar um dilúvio global requereria talvez dezenas de sóis, sem falar ainda nos outros problemas em que isso implicaria, como o próprio desnível das bases PLANAS com degelo irregular. Não podemos cometer o mesmo erro dos evolucionistas e achar que o acaso explica magicamente qualquer regularidade.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.895
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #15 Online: 26 de Dezembro de 2016, 20:18:47 »
As águas ficam fora do domo, no estado líquido, conforme mostram as evidências bíblicas. Na ocasião do Dilúvio, as janelas foram momentaneamente abertas permitindo o escoamento dessa água:

Citar
"No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram,"

Sua universalidade também é explícita:

Citar
"E as águas prevaleceram excessivamente sobre a terra; e todos os altos montes que havia debaixo de todo o céu, foram cobertos.

Quinze côvados acima prevaleceram as águas; e os montes foram cobertos."

A única explicação que resta, portanto, é de domo represando a água que caíra até que ela fosse gradualmente absorvida pelo solo e caísse por baixo. Mais explícito que isso, impossível:

Citar
"Cerraram-se também as fontes do abismo e as janelas dos céus, e a chuva dos céus deteve-se.

E as águas iam-se escoando continuamente de sobre a terra, e ao fim de cento e cinqüenta dias minguaram."

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #16 Online: 26 de Dezembro de 2016, 20:39:26 »
A se considerar:

1 - gelo sob pressões elevadas, volta a ser líquido. Então não há contradição no domo ser de gelo e haver líquido fluindo sobre ele.

2 - não sabemos se há 4000 anos os "altos montes" ficavam à mesma altura dos atuais. Sabe-se que, por exemplo, o subcontinente indiano pressiona a Ásia e é responsável pelas cordilheiras do Himalaia. Na geocronologia geosférica evolucionista/ultra-antiquista, isso é um processo lentíssimo, durando hipotéticos milhões de anos, mas isso é evidentemente falso.


Se descartamos os anos hipotéticos e ficamos apenas com aqueles que se pode inferir biblicamente, então toda essa formação montanhosa tem que ter surgido nos últimos quatro mil anos, como inércia da variação de massa com as chuvas do dilúvio semi-universal. Não só isso é decorrência necessessáia da eliminação dos éons fictícios da religião darwiniana, como explica mais adequadamente os terremotos (catástrofes) do que o tênue gradualismo (anti-catastrofismo), já que todo o deslocamento de força seria diluído em bilhões de anos, de forma que terremotos, se existissem, seriam eventos absolutamente raros, em vez de ocorrência diária, como registrado.


 

Online Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.966
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #17 Online: 26 de Dezembro de 2016, 20:46:06 »
Vamos aprender com o especialista:

"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.895
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #18 Online: 26 de Dezembro de 2016, 20:54:54 »
1 - Ah, sim, o domo ser de gelo é ok. Pensei que você falava sobre o meio externo estar preenchido com gelo.

2 - Independentemente da altura efetiva dos montes, o fato de todos terem sido cobertos já é suficiente para demonstrar que o Dilúvio teria sido universal. Afinal, se não fosse, então haveria pontos de grande altitude que permaneceram em seco, contrariando a prova bíblica.

Offline Pedro Reis

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.849
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #19 Online: 26 de Dezembro de 2016, 21:08:12 »
Se lascaram com essa arca porque mostraram que não coube todos os bichos dentro.

Mas não chamou atenção ter custado 100 milhões de dólares?

Me parece que essa arca está construída no já existente Museu da Criação, outro projeto criacionista milionário.

Mas quem bota tanto dinheiro nisso? E aquele doutor de Harvard que aparece no vídeo... Será que com 100  milhões pra gastar, não dá pra comprar ninguém com um canudo pra dizer qualquer bobagem?

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #20 Online: 26 de Dezembro de 2016, 21:44:11 »
1 - Ah, sim, o domo ser de gelo é ok. Pensei que você falava sobre o meio externo estar preenchido com gelo.

As duas coisas. A atmo"sfera" + superfície terrestre é uma bolha de ar em um enorme, talvez infinito, bloco de gelo. Esse bloco terá diversas bolhas e possíveis substruturas nos arredores.





Aglomerados de "galáxias" que "coincidentemente" parecem com bolhas em vastos cubos de gelo.

Em alguns pontos a água se liquefaz devido a pressão dos arredores (não uniforme), ou fontes geotérmicas/estelares na "sujeira" presa no gelo, ou flutuando em suas bolhas.



Citar
2 - Independentemente da altura efetiva dos montes, o fato de todos terem sido cobertos já é suficiente para demonstrar que o Dilúvio teria sido universal. Afinal, se não fosse, então haveria pontos de grande altitude que permaneceram em seco, contrariando a prova bíblica.

Aí é que está. É uma questão de interpretação. Pois é dito que "todos os altos montes" foram cobertos, não que toda superfície terrestre foi coberta. Os mais altos montes poderiam ainda estar em baixa altitude, tão mais baixa quanto mais formos em direção à teoria da Terra oca côncava, embora acho que não precisemos chegar ao extremo de apostar em concavidade total (na minha opinião esse extremo sofre de muitas das mesmas falhas da cosmogonia evolucionista ortodoxa, numa ocorrência do "efeito ferradura").

Pois se não fosse assim, seria impossível eventualmente na arca terem se deparado com uma ave trazendo um ramo de uma planta, que certamente teria perecido em um ano de dilúvio global. Há ainda o problema todo da distribuição biogeográfica, dificílima de ser adequadamente explicada por interpretações fundamentalistas equivocadas da Palavra.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.895
  • Sexo: Masculino
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #21 Online: 26 de Dezembro de 2016, 22:30:34 »
1 - Ah, sim, o domo ser de gelo é ok. Pensei que você falava sobre o meio externo estar preenchido com gelo.

As duas coisas. A atmo"sfera" + superfície terrestre é uma bolha de ar em um enorme, talvez infinito, bloco de gelo. Esse bloco terá diversas bolhas e possíveis substruturas nos arredores.

Aglomerados de "galáxias" que "coincidentemente" parecem com bolhas em vastos cubos de gelo.

Em alguns pontos a água se liquefaz devido a pressão dos arredores (não uniforme), ou fontes geotérmicas/estelares na "sujeira" presa no gelo, ou flutuando em suas bolhas.

Mas isso não explicaria o movimento das estrelas em torno da Terra, que estão posicionadas no domo pelo lado de fora e se movem devido ao fluxo da camada de fluido externo (apenas os grandes luminares e os chamados "planetas" ficam pelo lado de dentro, por isso seu movimento aparente é anômalo). Para aceitar um universo congelado, as estrelas deveriam estar posicionadas dentro do domo. Do contrário, constantemente esbarrariam em obstáculos de gelo.

Uma descrição razoavelmente fiel seria essa:



... mas com as estrelas posicionadas dentro das águas superiores ao firmamento, mais precisamente dentro de um vórtice formado por esse líquido.





No centro desse vórtice há um pequeno acesso ao firmamento inferior, que é por onde a água lentamente desce e dá origem às chuvas. É por isso que, no final dos tempos, parte das estrelas cairão sobre a Terra. A passagem de um dragão vermelho alargará esse orifício e fluxo de água para o firmamento superior será insuficiente para abastecê-lo, levando as estrelas para o centro do vórtice e fazendo-as cair.

Citar
"De repente, apareceu um outro sinal no céu: um poderoso Dragão vermelho com sete cabeças e dez chifres, possuindo sobre as cabeças sete coroas.
 
Sua cauda arrastou consigo uma terça parte das estrelas do céu, as quais arremessou sobre a terra. "

Citar
Aí é que está. É uma questão de interpretação. Pois é dito que "todos os altos montes" foram cobertos, não que toda superfície terrestre foi coberta. Os mais altos montes poderiam ainda estar em baixa altitude, tão mais baixa quanto mais formos em direção à teoria da Terra oca côncava, embora acho que não precisemos chegar ao extremo de apostar em concavidade total (na minha opinião esse extremo sofre de muitas das mesmas falhas da cosmogonia evolucionista ortodoxa, numa ocorrência do "efeito ferradura").

Pois se não fosse assim, seria impossível eventualmente na arca terem se deparado com uma ave trazendo um ramo de uma planta, que certamente teria perecido em um ano de dilúvio global. Há ainda o problema todo da distribuição biogeográfica, dificílima de ser adequadamente explicada por interpretações fundamentalistas equivocadas da Palavra.

A ave foi solta pelo próprio Noé para averiguar se havia terra seca nas proximidades.

De qualquer forma, a Terra côncava não seria possível, pois nesse caso deveria haver um grande oceano central e continentes apenas em torno dele. Além disso, a hipótese de bolsões de terra firme durante o dilúvio teria permitido a sobrevivência de animais, o que não ocorreu.

Citar
"E expirou toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado e de feras, e de todo o réptil que se arrasta sobre a terra, e todo o homem. Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em suas narinas, tudo o que havia em terra seca, morreu. Assim foi destruído todo o ser vivente que havia sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; e foram extintos da terra; e ficou somente Noé, e os que com ele estavam na arca.”

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #22 Online: 26 de Dezembro de 2016, 23:49:37 »
1 - Ah, sim, o domo ser de gelo é ok. Pensei que você falava sobre o meio externo estar preenchido com gelo.

As duas coisas. A atmo"sfera" + superfície terrestre é uma bolha de ar em um enorme, talvez infinito, bloco de gelo. Esse bloco terá diversas bolhas e possíveis substruturas nos arredores.

Aglomerados de "galáxias" que "coincidentemente" parecem com bolhas em vastos cubos de gelo.

Em alguns pontos a água se liquefaz devido a pressão dos arredores (não uniforme), ou fontes geotérmicas/estelares na "sujeira" presa no gelo, ou flutuando em suas bolhas.

Mas isso não explicaria o movimento das estrelas em torno da Terra, que estão posicionadas no domo pelo lado de fora e se movem devido ao fluxo da camada de fluido externo (apenas os grandes luminares e os chamados "planetas" ficam pelo lado de dentro, por isso seu movimento aparente é anômalo). Para aceitar um universo congelado, as estrelas deveriam estar posicionadas dentro do domo. Do contrário, constantemente esbarrariam em obstáculos de gelo.

Não necessariamente, elas podem estar se deslocando em canais, ou mesmo num vórtice de água líquida como o que descreve, ainda que haja mais gelo eventualmente sobre ele. Contudo, talvez não necessariamente pela evidência que você apontou:

Citar
... mas com as estrelas posicionadas dentro das águas superiores ao firmamento, mais precisamente dentro de um vórtice formado por esse líquido.




Sabemos que o estabelecimento "científico" precisa de fabricar "evidências" (algumas vezes usam o eufemismo "produzir", que ainda é admissão de culpa, por ser fundamentalmente sinônimo) para sustentar aquilo que as elites tentam impor, e fotomanipulação é sua ferramenta mais usada.

Para começar, é evidente que as estrelas NUNCA giraram assim tão rápido. Apenas as estrelas cadentes têm velocidade similar a ponto de ser registrado um rastro linear de sua trajetória em fotografias. Isso é portanto produto de exposição prolongada, e talvez dupla/múltipla do filme ao movimento, que pode ser tanto das estrelas no paraíso, como você hipotetiza, ou do plano da Terra, com as estrelas estáticas no gelo universal, ou mesmo um giro simplesmente da câmera.

Podemos encontrar no google exemplos de outras manipulações, talvez resultado de pseudo-teorias divergentes dos geosferistas, ou mera inconsistência por falta de cuidado em tentar produzir provas:







Qual é a deles? As estrelas giram perpendicularmente acima de nós, ou num ângulo quase vertical, ou em linha reta? A verdadeira teoria do sistema solar evolucionista, por favor levante a mão.

E ainda há outras fotos de longa exposição que mostram muito mais estrelas, mas SEM GIRAR, IMÓVEIS. Tem que se ter muito ceticismo quanto a essas "evidências fotográficas".






Citar
Uma descrição razoavelmente fiel seria essa:


O problema é que, embora essencialmente correto, esse diagrama talvez peque em simplificação. Embora o discurso do estabelecimento pseudocientífico ateu seja fachada para ir complicando as coisas a fim de ser mais fácil enrolar mais as pessoas, sugerindo que elas sejam "pessoas simples", incapazes de assimilar os estudos das elites intelectuais, devemos realmente explorar mais possibilidades teóricas que vão de acordo com o que as evidências indicam. Por exemplo, não há indício de que tenha havido uma farsa na exploração de Marte, e mesmo nas mais recentes da Lua (embora esta possivelmente seja uma superfície pairando algo acima do Sol). Contudo isso não aponta para uma confirmação da Terra redonda mágica, mas mostra que, separados por longas distâncias no plano terrestre, há outras cavidades no gelo com uma superfície rochosa ou arenosa. Possivelmente algumas delas ainda habitadas por dinossauros.




Citar
No centro desse vórtice há um pequeno acesso ao firmamento inferior, que é por onde a água lentamente desce e dá origem às chuvas. É por isso que, no final dos tempos, parte das estrelas cairão sobre a Terra. A passagem de um dragão vermelho alargará esse orifício e fluxo de água para o firmamento superior será insuficiente para abastecê-lo, levando as estrelas para o centro do vórtice e fazendo-as cair.

Citar
"De repente, apareceu um outro sinal no céu: um poderoso Dragão vermelho com sete cabeças e dez chifres, possuindo sobre as cabeças sete coroas.
 
Sua cauda arrastou consigo uma terça parte das estrelas do céu, as quais arremessou sobre a terra. "

É necessário algum esforço interpretativo para chegar a essa hipótese, mas devo admitir não parecer a princípio incompatível.


Citar
Citar
Aí é que está. É uma questão de interpretação. Pois é dito que "todos os altos montes" foram cobertos, não que toda superfície terrestre foi coberta. Os mais altos montes poderiam ainda estar em baixa altitude, tão mais baixa quanto mais formos em direção à teoria da Terra oca côncava, embora acho que não precisemos chegar ao extremo de apostar em concavidade total (na minha opinião esse extremo sofre de muitas das mesmas falhas da cosmogonia evolucionista ortodoxa, numa ocorrência do "efeito ferradura").

Pois se não fosse assim, seria impossível eventualmente na arca terem se deparado com uma ave trazendo um ramo de uma planta, que certamente teria perecido em um ano de dilúvio global. Há ainda o problema todo da distribuição biogeográfica, dificílima de ser adequadamente explicada por interpretações fundamentalistas equivocadas da Palavra.

A ave foi solta pelo próprio Noé para averiguar se havia terra seca nas proximidades.

De qualquer forma, a Terra côncava não seria possível, pois nesse caso deveria haver um grande oceano central e continentes apenas em torno dele. Além disso, a hipótese de bolsões de terra firme durante o dilúvio teria permitido a sobrevivência de animais, o que não ocorreu.

A ave foi solta por Noé, mas ele teve que encontrar uma planta sobrevivente, e uma planta terrestre. Que só poderia ter sobrevivido "adulta" em terra seca.

Nós não temos uma cartografia de como era o oceano há 4000 anos. O mais próximo disso são as evidências que os evolucionistas usam para sustentar a pangéia, um único continente. Ele não ficaria necessariamente em torno do oceano, de fato, mas isso não nos diz ainda muito sobre a topografia, que poderia ser tal que tivesse os mais altos montes ainda aos mais baixos níveis da superfície. A "Pangéia", digamos assim, poderia ter simplesmente vastas planícies mais alta do que as montanhas, numa configuração que não é muito diferente daquela das paredes de gelo que contém os oceanos, de certa forma.

Citar
Citar
"E expirou toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado e de feras, e de todo o réptil que se arrasta sobre a terra, e todo o homem. Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em suas narinas, tudo o que havia em terra seca, morreu. Assim foi destruído todo o ser vivente que havia sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; e foram extintos da terra; e ficou somente Noé, e os que com ele estavam na arca.”

Outro problema é que não sabemos se a "terra" de que falam essa localidade todas que temos nos mapas oficiais hoje em dia, ou a verdadeira Terra, por toda sua extensão, que, por tudo que sabemos, pode ser até infinita.

Apesar das interpretações de alguns, NÃO HÁ evidência de que tenham sido levados dinossauros na arca, bem como diversos animais mais raros. Então eles tem que ter vindo de algum lugar, especialmente os dinossauros sobrevivientes. Se não da área atualmente mapeada oficialmente como "Terra", em "ilhas", outros buracos no gelo:







Na verdade, não podemos nem mesmo afirmar que todos os continentes já estavam dentro da mesma ilha de gelo, poderia ser que a "Pangéia" fosse por exemplo apenas a África, e então mais tarde muralhas de gelo que separavam a África da Eurásia desabaram, e então, mais tarde, também aquelas separando esses continentes das Américas. Isso ajudaria a explicar muitas das observações que os evolucionistas distorcem como "eras glaciais".


Offline Pedro Reis

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.849
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #23 Online: 27 de Dezembro de 2016, 00:23:35 »
Só uma observação.

Na teoria ortodoxa da Terra Plana, mais consensualmente aceita, planetas não existem.

O único planeta é a Terra. Aliás, uma das provas ( isso é sério ) de que a Terra é plana é que se fosse um globo se chamaria globeta e não PLANeta.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Reportagem do Fantástico sobre Criacionismo - 25/12/2016
« Resposta #24 Online: 27 de Dezembro de 2016, 00:36:03 »
Aliás, uma das provas ( isso é sério ) de que a Terra é plana é que se fosse um globo se chamaria globeta e não PLANeta.

Isso é vero!!!!

Tanto que o correto seria dizer: as pessoas não ficam PLANtadas diante da TV... Elas ficam GLOBadas!!!!!!!!

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK... 
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!