Autor Tópico: Fake news: como identificar?  (Lida 1532 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.852
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #25 Online: 12 de Junho de 2017, 20:59:10 »
Onde estaria o crime a priori em um país influenciar as eleições em um outro?
Viola a Lei de Segurança Nacional dos EUA. E mais algumas coisas, como crimes de Fraudes Eleitorais e outras.


Também tem umas frescuras dos globalistas da U "SSR" N:

Declaration on the Inadmissibility of Intervention in the Domestic Affairs of States and the Protection of Their Independence and Sovereignty

http://www.un-documents.net/a20r2131.htm
Verdade, mas isso é coisa de socialista fabiano.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.669
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #26 Online: 09 de Julho de 2017, 17:48:46 »
<a href="https://www.youtube.com/v/2RqglwnF4AI" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/2RqglwnF4AI</a>

Offline Zero

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 268
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #27 Online: 24 de Julho de 2017, 20:19:49 »
Tratando da questão da Fake News...



Em alguns esclarecimentos da página em relação à possibilidade de ter sido apagada a mensagem e por isso não encontrada.
"- A conta twitter.com/amanda mencionada por eles como "autora" da mensagem não usa a rede social há semanas;
- Essa conta é de uma canadense que mora em Toronto e escreve em inglês; não faz o menor sentido ela enviar uma mensagem em português para um programa brasileiro;
- A ausência do tweet foi mencionada por outros usuários no próprio Twitter durante o programa;
- Não haveria motivo para apagar uma mensagem que apareceu na Rede Globo.
https://twitter.com/amanda"

Via Caneta Desesquerdizadora

https://www.facebook.com/CanetaDesesquerdizadora/photos/a.260350511015560.1073741828.260346504349294/454467281603881/?type=3



Por questão de faculdade/trabalho, optarei por entrar no fórum somente nas sextas-feiras e aos finais de semana. Portanto caso eu não responda algum tópico/mensagem, já sabem o motivo.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.669
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #28 Online: 24 de Julho de 2017, 20:26:20 »
"You're fake news" é citação de Trump, que faz uma distorção novilingüística do termo "fake news", usando para qualquer notícia  que for inconveniente (como esquerdistas falam de "PiG" aqui), mas se aproveitando da polêmica das "verdadeiras" fake news (estas geralmente a favor de Trump) nos EUA.

Offline Jack Carver

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.172
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #29 Online: 01 de Janeiro de 2018, 18:18:24 »
<a href="https://www.youtube.com/v/PnSYEz2hPfQ" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/PnSYEz2hPfQ</a>
O Brasil é um país de sabotadores profissionais.

“Dêem-me controle sobre o dinheiro de uma nação e não me importa quem faz as suas leis. - Mayer Amschel Rothschild

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.740
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #30 Online: 03 de Janeiro de 2018, 20:16:19 »
<a href="https://www.youtube.com/v/PnSYEz2hPfQ" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/PnSYEz2hPfQ</a>

Esse aí é o mesmo noticiou fake news sobre Pizzagate e depois pediu desculpas

<a href="https://www.youtube.com/v/SneaI4ZIxjc" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/SneaI4ZIxjc</a>

<a href="https://www.youtube.com/v/lKOT80eiMzw" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/lKOT80eiMzw</a>

<a href="https://www.youtube.com/v/3rP81EC2iZI" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/3rP81EC2iZI</a>

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.740
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #31 Online: 03 de Janeiro de 2018, 20:23:11 »
Em português não achei nada que fosse do mesmo estilo que https://mediabiasfactcheck.com , só o http://www.boatos.info (que já teve notícia tendenciosa) e http://www.e-farsas.com mas esses não são mais focados em mostrar alinhamento ideológico das mídias mas mais em notícias falsas gerais.


Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.740
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #32 Online: 02 de Julho de 2018, 09:53:39 »

Esse tipo de coisa vindo de progressistas é que dá espaço pra conservadores generalizar todas notícias erradas, que sejam discordante ao conservadorismo, como "fake news": 

What’s wrong with this picture? Ronald Reagan and the Taliban

https://lessthan500words.com/2015/12/23/whats-wrong-with-this-picture-ronald-reagan-and-the-taliban



« Última modificação: 02 de Julho de 2018, 09:58:26 por Agnoscetico »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.722
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #33 Online: 06 de Agosto de 2018, 11:32:44 »

Boatos no WhatsApp deflagram onda de linchamentos na Índia


por AFP* — publicado 27/06/2018 15h15, última modificação 27/06/2018 11h32

Já há registro de uma morte após notícia falsa sobre traficante de crianças circular pelos celulares

 

image.jpeg


A Polícia indiana pediu nesta quarta-feira 27 à população que ignore os boatos que circulam no WhatsApp sobre traficantes de crianças, que levaram a um morto e vários feridos.


Segundo as mensagens, 300 traficantes teriam chegado a Gujarat para sequestrar crianças e depois vendê-las, uma informação que deflagrou cinco agressões, ontem, em várias cidades desse estado do oeste da Índia.



De acordo com a imprensa indiana, no último ano, rumores sobre os supostos sequestradores já teriam provocado incidentes de violência com pelo menos 22 mortos em todo país. "Não se deixem levar pelas mensagens falsas, ou pelos boatos nas redes sociais, e não ataquem ninguém com base em suspeitas", pediu a Polícia estadual em um comunicado.


Os anos recentes têm sido marcado por episódios similares na Índia, quando boatos divulgados pelo WhatsApp terminaram causando linchamentos.


Leia também:

WhatsApp deve ser centro da disputa nas eleições
As mídias digitais provocam também efeitos negativos


Na terça, na cidade de Ahemdabad, cerca de 100 pessoas atacaram uma mendiga de 45 anos, identificada como Shantadevi Nath, e outras três mulheres, acusando-as de serem membros dos grupos de traficantes descritos nas mensagens.


"A multidão começou a dar chutes e socos nas quatro mulheres (...) provocando ferimentos graves em Shantadevi e de menor gravidade nas outras três", disse à AFP o chefe da Polícia local, JA Rathwa.


Shantadevi Nath faleceu pouco depois no hospital.

Em Rajkot, outra cidade do estado, seis pessoas ficaram feridas e, em Surat, foram registradas outras duas agressões.


Fake news?


Na cidade de Surat, no mesmo estado, uma multidão formada majoritariamente por homens obrigou uma mulher de 45 anos e o bebê que levava com ela a irem a uma delegacia. Eles a acusavam de ter sequestrado a menina, que era, na realidade, sua filha.


"As duas foram levadas para a delegacia, onde ficou claro que eram mãe e filha e que estavam na cidade para um evento familiar", disse uma autoridade policial à imprensa local.


O fenômeno dos boatos não é novo na Índia, mas se acelerou e se disseminou com a democratização da Internet e com o uso em massa de aplicativos de troca de mensagens instantâneas, como o WhatsApp, propriedade do americano Facebook. São mais de 200 milhões de usuários ativos mensais na Índia, um país de 1,25 bilhão de habitantes.


"Todo o mundo usa o WhatsApp e, hoje, é a melhor plataforma para difundir 'fake news' [notícias falsas], porque a Internet móvel custa quase nada e todo o mundo na Índia tem acesso aos telefones celulares", disse à AFP Pankaj Jain, do site especializado SMHoaxSlayer.


O editor-chefe do site MediaNama, Nikhil Pahwa, pede que a Polícia indiana responda a esses boatos "com esclarecimentos rápidos". Teriam de "usar todas as plataformas para lutar contra informações desse tipo", completa.


Jency Jacob, da organização indiana de verificação de dados BOOM, "culpar a tecnologia não é a melhor maneira" de resolver o problema.


"As pessoas não confiam nos políticos, nem no sistema judiciário. Então, quando aumentam os boatos sobre sequestros de crianças, provocam linchamentos. É um problema social complexo e o WhatsApp e as demais redes sociais amplificam a mensagem", adverte.


*Leia mais em AFP


https://www.cartacapital.com.br/internacional/boatos-no-whatsapp-deflagram-onda-de-linchamentos-na-india


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.722
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #34 Online: 06 de Agosto de 2018, 11:33:55 »



E tem gente que é contra os direitos humanos.




Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.669
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #35 Online: 06 de Agosto de 2018, 12:06:09 »
<a href="https://www.youtube.com/v/PnSYEz2hPfQ" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/PnSYEz2hPfQ</a>

"Fake news" aqui é só Alex Jones/infowars.

Citar
<a href="https://www.youtube.com/v/OOYYuP5OSkU" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/OOYYuP5OSkU</a>

https://www.cbsnews.com/news/alex-jones-defamation-lawsuit-infowars-conspiracy-theorist-sued-by-sandy-hook-families-2018-08-01/

"Conspiracy theorist Alex Jones wants a Texas judge to dismiss a defamation lawsuit filed against him by families of some of the children killed in the 2012 mass shooting at Sandy Hook Elementary School. A hearing Wednesday in Austin is the first of two this week involving the Infowars host.

Jones was sued after repeatedly claiming on his Austin-based show that the Connecticut shooting was a hoax.

The shooting killed 20 children and six adults, and it left a lasting mark on the way America thinks about school safety. It helped usher in an era of "active shooter drills" and difficult conversations about safety for even the youngest kids. 

Jones now admits the shooting occurred, but says his claims were free speech.

A similar lawsuit was filed in Connecticut. He's also being sued by a man falsely identified on the Infowars website as the gunman who killed 17 people at a Florida high school in February.

Jones' profile has spread from the far-right fringe in recent years. While running for president in 2015, Donald Trump told Jones his reputation was "amazing."

Recently, Jones made a baseless claim that Democrats would launch a civil war on July 4. That inspired a viral #SecondCivilWarLetters social media movement of users mocking the idea."



<a href="https://www.youtube.com/v/0YlJCn7RoQ4" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/0YlJCn7RoQ4</a>

<a href="https://www.youtube.com/v/WyGq6cjcc3Q" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/WyGq6cjcc3Q</a>

Quem acredita nesse cara acredita em absolutamente qualquer coisa, basta ser uma teoria da conspiração.

Ele só precisa falar que tem informantes em qualquer lugar, e inventar o que quiser, e sua audiência acredita imediatamente. É algo até meio religioso.

E ainda compram bugigangas/óleo de cobra material que ele vende.

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.740
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #36 Online: 08 de Agosto de 2018, 20:29:13 »
Alguém sabe dizer se isso é legítimo?

<a href="https://www.youtube.com/v/ul-Oex0v6pY" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/ul-Oex0v6pY</a>

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.740
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #37 Online: 26 de Agosto de 2018, 17:16:52 »

A nova:

A França teria aprovado pedofilia por lei:



A França aprovou uma lei que liberou a pedofilia?

http://www.e-farsas.com/a-franca-aprovou-uma-lei-que-liberou-a-pedofilia.html


França aprova lei que legaliza pedofilia e sexo consentido com crianças #boato

https://www.boatos.org/mundo/franca-lei-legaliza-pedofilia-criancas.html



<a href="https://www.youtube.com/v/E6lDwOR4ZKo" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/E6lDwOR4ZKo</a>


<a href="https://www.youtube.com/v/SkGr-7virvY" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/SkGr-7virvY</a>


Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.669
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #38 Online: 01 de Setembro de 2018, 10:49:48 »
Citar
<a href="https://www.youtube.com/v/nknYtlOvaQ0" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/nknYtlOvaQ0</a>

For leaders like Trump and Putin, telling big lies isn't about persuasion -- it's about power.

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.740
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #39 Online: 02 de Setembro de 2018, 11:37:32 »


<a href="https://www.youtube.com/v/x0U9LQ1HGf0" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/x0U9LQ1HGf0</a>

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.740
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #40 Online: 02 de Setembro de 2018, 13:22:57 »


Vídeo do Poligonautas:

<a href="https://www.youtube.com/v/x0U9LQ1HGf0" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/x0U9LQ1HGf0</a>




Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.895
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #41 Online: 02 de Setembro de 2018, 14:52:14 »
Alguém sabe dizer se isso é legítimo?

<a href="https://www.youtube.com/v/ul-Oex0v6pY" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/ul-Oex0v6pY</a>

Não.

A estrutura do palco caiu da esquerda para a direita.
Foto USGS

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.740
  • Sexo: Masculino
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #42 Online: 02 de Setembro de 2018, 17:08:29 »


<a href="https://www.youtube.com/v/nknYtlOvaQ0" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/nknYtlOvaQ0</a>

Offline Muad'Dib

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.411
Re:Fake news: como identificar?
« Resposta #43 Online: 02 de Setembro de 2018, 17:22:43 »


<a href="https://www.youtube.com/v/nknYtlOvaQ0" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/nknYtlOvaQ0</a>

Saudades do Dick Chaney e do George W. Bush... O mundo parecia tão normal...

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!