Autor Tópico: Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito  (Lida 11094 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Micrômegas

  • Nível 16
  • *
  • Mensagens: 429
  • Sexo: Masculino
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #175 Online: 08 de Abril de 2017, 14:07:03 »
Não, não é outro assunto; é o assunto.
No lugar da 1.0 - 127 surgiu a nova versão influenciada pelo Origem.
Ninguém está falando de metempsicose. Que o Kardec nunca admitiu metempsicose não hé controvérsia.



"A alma do Homem não teria sido primitivamente o Princípio Vital de ínfimos seres vivos da Biocriação, que chegou, ex-vi de lei progressiva, até o ser humano, percorrendo os diversos graus da escala orgânica?

- Não! Não! Os Espíritos, homens somos desde natos. Cada ser vivo só progride na sua espécie e em sua essência. O Homem não foi jamais outro ser senão homo.


134. Que é a alma?

“Um Espírito encarnado.”



"alma espírita ou, simplesmente, alma, o ser imaterial, distinto e individual, unido ao corpo, que lhe serve de envoltório temporário; isto é, o Espírito, no estado de encarnação, e que pertence apenas à espécie humana;



599. À alma dos bichos é dado escolher o animal em que encarne?

“Não, pois que não possui livre-arbítrio.”


Voltemos para a questão 127 da primeira edição:

"A alma do Homem não teria sido primitivamente o Princípio Vital de ínfimos seres vivos da Biocriação, que chegou, ex-vi de lei progressiva, até o ser humano, percorrendo os diversos graus da escala orgânica?

- Não! Não! Os Espíritos, homens somos desde natos. Cada ser vivo só progride na sua espécie e em sua essência. O Homem não foi jamais outro ser senão homo.

Comentário de Kardec: Seja qual for a diversidade das existências por que passe o nosso espírito ou nossa alma, elas pertencem todas à espécie humana; seria um erro supor que, ex-vi duma lei progressiva, o Homem haja passado pelos diferentes graus da escala orgânica para chegar a seu estado atual. Assim, sua alma não foi inicialmente o Principio Vital de ínfimos seres vivos da Biocriação que chegou sucessivamente ao grau superior: Ao Homem."


Percebe que o espírito estava dizendo que homes somos desde natos porque ele entendia a alma como o espírito encarnado?

Já na questão 599, que eu coloquei apenas a título de exemplo, porque há diversas questões que segue a mesma ideia, outro espírito chama de alma também a alma dos animais.

Então o espírito responde na questão 127 da primeira edição que a alma do homem não passou por diversos estágios inferiores. Apenas pela espécie homo.  Ele responde, não! não! os espíritos! Homens somos desde natos. Ou seja, os espíritos que passaram pelos estágios inferiores, porque se a alma do homem tivesse passado, já que a alma é o espírito encarnado, o homem, ou o corpo, teria passado por todos os estágios, e isso seria a metempsicose, uma transmigração de um corpo para o outro.

Então Kardec comenta para tirar qualquer dúvida sobre a metempsicose, que a alma do homem não passou por todos os estágios da criação, apenas pela espécie homo.

Isso está muito claro, porque o Espírito responde que não foi a alma que passou por todos os estágios, apenas o Espírito. "Não! Não" Os espíritos", comenta ele. E no comentário de Kardec ele fala sobre a alma.

« Última modificação: 08 de Abril de 2017, 14:28:52 por Micrômegas »
____________________
"Toda filosofia aspira a difundir-se, a ser uma propaganda. Ter a mão cheia de verdades e conservá-la fechada é de espíritos tacanhos. O que seria, pois, uma verdade que não quisesse comunicar-se?"

Todas as vezes que um fato novo se revela no campo da Ciência, logo o averbam de apócrifo; depois, que é contrário à Religião; e, por fim, que há muito era sabido. Efetivamente, a verdade tem duas espécies de adversários: os cépticos do materialismo, e os céptico do dogma.

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.939
  • Sexo: Masculino
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #176 Online: 08 de Abril de 2017, 14:24:45 »
 :histeria:
Donde que o Sr. tirou essa virgulazinha  :?:
:nea:

« Non ! non ! hommes nous sommes nés. »
« Última modificação: 08 de Abril de 2017, 14:26:54 por Gorducho »

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #177 Online: 08 de Abril de 2017, 16:38:15 »
Foi o que aconteceu...
A invenção das câmaras de filmagem contínua no IR acabaram com o espiritismo físico: materializações, mesas girantes e telecinese.
Ninguém ata, algema, enjaula ou conecta galvanômetros no "médium". Basta por algumas câmaras adequadamente cobrindo todos ângulos relevantes, conectar numa mesa de controle c/laptops e HD externo pra gravação contínua de toda séance sem cortes.
Gabinete mediunímico 100% clean só com uma poltrona confortável e mesa sem toalhas se necessário. Sem cortinas, flores ou outros aparatos.
Médium veste uma bata e sapatilhas hospitalares (por questão de higiene, claro), supervisionado por um cético do mesmo sexo (claro).
FIM DOS FENÔMENOS
Na verdade o fim dos fenômenos ocorreu há bastante tempo.
Atendida a finalidade de conclamar a atenção de homens sábios à pesquisa e verificada a repercussão planejada, relegou-se á posteridade a responsabilidade da divulgação por meio das obras complementares.
Alcançada a maturidade espiritual e intelectual da humanidade, o livre arbítrio será ao mesmo tempo o instrumento de auto avaliação e a bússola norteadora das escolhas convenientes à razão de cada qual.

Mas um fato, assaz comprovado pelos céticos modernos, ainda não foi devidamente compreendido por estes: os espetáculos não apenas são desnecessários como ineficazes.
Como disse, embora sem o devido consentimento, o entusiasmo de alguns, às vezes provoca experimentos em pequenos grupos,  que não são bem vistos pelos espíritos superiores. Portanto, arcando com infelizes consequências.

Offline homemcinza

  • Nível 23
  • *
  • Mensagens: 912
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #178 Online: 08 de Abril de 2017, 16:46:13 »

Na verdade o fim dos fenômenos ocorreu há bastante tempo.
Atendida a finalidade de conclamar a atenção de homens sábios à pesquisa e verificada a repercussão planejada, relegou-se á posteridade a responsabilidade da divulgação por meio das obras complementares.
Alcançada a maturidade espiritual e intelectual da humanidade, o livre arbítrio será ao mesmo tempo o instrumento de auto avaliação e a bússola norteadora das escolhas convenientes à razão de cada qual.


 :histeria:
Acabou convenientemente pois hoje esse tipo de pataquada não resiste a era digital e cameras a disposição de todos. A fraude é muito mais facil de ser descoberta por qualquer um.
Ceticismo é para poucos!

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #179 Online: 08 de Abril de 2017, 17:05:28 »
Este é exatamente o ponto, digamos, não o nó Górdio, mas já o Rubicão.
Os espíritos definiram uma linha de ação, os céticos ansiosos na busca de comprovação material, não satisfeitos, se rebelam ante o inderrogável.

É importante notar que tudo, mas tudo mesmo, que temos debatido, céticos e espíritas, ao final de contas, é sobre a busca da comprovação: os espíritos existem, de fato?

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.939
  • Sexo: Masculino
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #180 Online: 08 de Abril de 2017, 17:37:23 »
Não só os céticos se rebelaram como a humanidade toda.
Depois duma boa largada era necessário comprovar. Foi o que o injustiçado Leymarie tentou fazer à la manière desastrada dele mas tentou. Deu no que deu e o castelo-de-cartas veio abaixo.
Depois de 160 anos desse "esforço" todo só uma fração ínfima - 2% da população brasileira é o máximo; talvez % semelhante de filipinos e cubanos; 39000 reinounidenses se bem me lembro; alguns portugueses...; e o restante só traços estatísticos.
A grande maioria da população humana, que de fato gosta de Crer, é coerente: pra que botar "espíritos" se não há motivo pra e se vê que as alegações eram fakes pois que pararam de acontecer quando os cachorros aprenderam a comer coleiras feitas de linguicinha :?:
E hoje o que cresce - certamente pra desespero dos que achavam que o Brasil ia ser um lugar importante daqui  40 anos... - é a religião islâmica.
« Última modificação: 08 de Abril de 2017, 17:53:43 por Gorducho »

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #181 Online: 08 de Abril de 2017, 18:45:24 »
Este é exatamente o ponto, digamos, não o nó Górdio, mas já o Rubicão.
Os espíritos definiram uma linha de ação, os céticos ansiosos na busca de comprovação material, não satisfeitos, se rebelam ante o inderrogável.

É importante notar que tudo, mas tudo mesmo, que temos debatido, céticos e espíritas, ao final de contas, é sobre a busca da comprovação: os espíritos existem, de fato?

Devo entender então que voce toma a existência de espíritos,  sua influência sobre nós e seus comandos como verdade?
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.939
  • Sexo: Masculino
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #182 Online: 08 de Abril de 2017, 20:07:50 »
É importante notar que tudo, mas tudo mesmo, que temos debatido, céticos e espíritas, ao final de contas, é sobre a busca da comprovação: os espíritos existem, de fato?
Claro, isso sim.
Veja quão besta é essa tentativa de associar as especulações morais do Kardec - ou do CX ou de qualquer outro de vocês for that matter... - com "espíritos".
Seja a #757:
Pode-se considerar o duelo como um caso de legítima defesa?
“Não; é um assassínio e um costume absurdo, digno dos bárbaros. Com uma civilização mais adiantada e mais moral, o homem compreenderá que o duelo é tão ridículo quanto os combates que outrora se consideravam como o juízo de Deus.”


Ok, uma opinião dentro do campo da ética com a qual todos concordamos, certo :?:
Lhe pergunto: qual é o cabimento em atar um lápis na ponta duma corbeille-toupie e ficar tentando fazer ela escrever sozinha essa resposta :?:
E se a cesta respondesse que duelos são ótimos, que quaisquer 2 homens decentes deveriam resolver todas suas diferenças pessoais por esse método :?:
Ok... o CUEE... vamos dar uma volta ao mundo atando lápis em pelo menos 200 corbeilles distribuídas pelo menos em 50 países (say), e anotando as respostas...
99 corbeilles são contra duelos como a acima; 101 acham que duelos são bons e o melhor método pra solução de querelas pessoais entre 2 homens.
Aí pomos no nosso livro um quesito recomendando a prática de duelos.




« Última modificação: 08 de Abril de 2017, 20:19:36 por Gorducho »

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #183 Online: 08 de Abril de 2017, 21:08:39 »
Este é exatamente o ponto, digamos, não o nó Górdio, mas já o Rubicão.
Os espíritos definiram uma linha de ação, os céticos ansiosos na busca de comprovação material, não satisfeitos, se rebelam ante o inderrogável.

É importante notar que tudo, mas tudo mesmo, que temos debatido, céticos e espíritas, ao final de contas, é sobre a busca da comprovação: os espíritos existem, de fato?

Devo entender então que voce toma a existência de espíritos,  sua influência sobre nós e seus comandos como verdade?
Com absoluta certeza! :ok:

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #184 Online: 08 de Abril de 2017, 21:38:53 »
Citar
Veja quão besta é essa tentativa de associar as especulações morais do Kardec - ou do CX ou de qualquer outro de vocês for that matter... - com "espíritos". 
Acho que a opinião religiosa das pessoas, mesmo que discordante da sua, merece um tratamento mais educado, pois não?

Quando se chega neste ponto, a argumentação inteligente e objetiva cede lugar às fanfarronadas e truanices. É o momento de parar.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.532
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #185 Online: 08 de Abril de 2017, 22:13:50 »
Este é exatamente o ponto, digamos, não o nó Górdio, mas já o Rubicão.
Os espíritos definiram uma linha de ação, os céticos ansiosos na busca de comprovação material, não satisfeitos, se rebelam ante o inderrogável.

É importante notar que tudo, mas tudo mesmo, que temos debatido, céticos e espíritas, ao final de contas, é sobre a busca da comprovação: os espíritos existem, de fato?

Devo entender então que voce toma a existência de espíritos,  sua influência sobre nós e seus comandos como verdade?
Com absoluta certeza! :ok:

Com a absoluta certeza (pessoal) de uma fé religiosa que é cega e irracional mas que também é um direito de pensar que deve ser respeitado enquanto estiver no domínio do mundo das idéias. No entanto, não se iluda ao confundir essa "certeza" pessoal com uma verdade universal a despeito de todas as possíveis falácias sem escapar do ônus da prova do que se afirma.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Pavlov probably thought about feeding his dogs every time someone rang a bell.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.532
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #186 Online: 08 de Abril de 2017, 22:39:43 »
Citação de: Spencer
Acho que a opinião religiosa das pessoas, mesmo que discordante da sua, merece um tratamento mais educado, pois não?

Sem dúvida, é preciso respeito por mais malucas que as idéias possam parecer. Porém considerando que este é um fórum de céticos, já está implícito que as idéias religiosas não são o foco principal das discussões, para isso existem os fóruns espíritas. Aqui esperamos discutir fatos e evidências que estão no mundo real e não no domínio do mundo das idéias. Pode parecer desrespeitoso e arrogante, mas é apenas parte do esforço de centrar a discussão no foco correto. Talvez um cético se sentiria da mesma forma num fórum espírita ao ignorar toda a argumentação religiosa presente nas argumentações.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Pavlov probably thought about feeding his dogs every time someone rang a bell.

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #187 Online: 09 de Abril de 2017, 08:08:23 »
Citar
Sem dúvida, é preciso respeito por mais malucas que as idéias possam parecer. Porém considerando que este é um fórum de céticos, já está implícito que as idéias religiosas não são o foco principal das discussões, para isso existem os fóruns espíritas. Aqui esperamos discutir fatos e evidências que estão no mundo real e não no domínio do mundo das idéias. Pode parecer desrespeitoso e arrogante, mas é apenas parte do esforço de centrar a discussão no foco correto. Talvez um cético se sentiria da mesma forma num fórum espírita ao ignorar toda a argumentação religiosa presente nas argumentações.

Fazia tempo que vc não redigia texto sério, expondo seus pontos de vista sobre o tema. :ok:

O equívoco claro está no fato de que, como sempre, o mimimi: "estou no fcc, aqui só podem postar os céticos, fora com os argumentadores crentes, afinal eles nos aterrorizam com as imagens do fogo do Inferno  :chorao:" :histeria:

Giga, vc sabe que o fcc é uma especie de Wikipédia. Aqui todo tipo de assunto é debatido por foristas de competência. As áreas que se referem a mitos e crenças religiosas, criadas pela Administração do Fórum, têm por regra básica a proibição do proselitismo, exclusivamente.
 
Mas foi bom vc trazer esta opinião, pois veja uma proposição que se impõe pela logica:

posso fazer uma afirmativa carecente de provas em dado momento, dentro dos terrenos do razoável, claro. E as questões religiosas, todos sabemos, sempre estiveram no centro dos debates dos filósofos, ateus e não ateus.

Um argumento trazido por um crente poderá um dia ser provado... ou não.
Mas nos termos de uma dialética apurada, não se pode afirmar, peremptoriamente, que algo nunca será provado.
 
Quantas vezes a ciência afirmou algo para desmentir em seguida, ou o contrário, negou uma possibilidade que mais tarde se mostrou real.
A humanidade tem milhares de anos ainda a percorrer nos campos do saber.
Admitir que algo é possível é sempre mais sábio.

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.939
  • Sexo: Masculino
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #188 Online: 09 de Abril de 2017, 09:13:17 »
Citar
Veja quão besta é essa tentativa de associar as especulações morais do Kardec - ou do CX ou de qualquer outro de vocês for that matter... - com "espíritos". 
Acho que a opinião religiosa das pessoas, mesmo que discordante da sua, merece um tratamento mais educado, pois não?
Justo: opiniões religiosas de qualquer pessoa são respeitáveis igualmente. Veja como distorce o que eu venho dizendo que é justo isso: um debate de opiniões sobre as especulações cosmológicas, morais e religiosas do Kardec - o conteúdo do LE...- seria estéril exceto no caso das auto-contradições intrínsecas que possam ser provadas (como a reencarnaçao + não-retrogradação).
Porque opinião é opinião, seja ela sociológica, religiosa, sobre futebol ou  "sertanejo universitário".
O foco é o fato de que não existe nenhum motivo pra supor que as opiniões acerca da constituição do universo, religiosas ou morais do Kardec - i.e., de novo: o conteúdo do LE em particular e do pentateuco no geral - provenham de "espíritos".
Porque as fontes dele são bem conhecidas e, aliás, uma ética bem classe média que não requer nenhuma peculiar potência do intelecto de quem as formule.
E se o Sr. tentar alegar que o próprio suposto comércio com "espíritos" é uma opinião religiosa e ser tratada com deferência - por se tratar de crença religiosa...- estará detonando todo discurso espírita, que sempre sustentou que esse intercambio seria factual, ocorrente no mundo real e não no domínio metafísico do mundo das ideias; es decir: não mera Crença Religiosa.
Percebe :?:
Só isso, PERIOD
 
Então, de novo: atar um lápis numa corbeille-toupie e perguntar pra ela, ou perguntar pruma mesa que se mexe sozinha e ficar contando os bamboleios que ela deu pra deduzir a resposta, se duelos são uma coisa socialmente desejável ou não é uma atitude razoável ou é uma besteira :?:

Citar
Admitir que algo é possível é sempre mais sábio.
Sim. Nossa bancada lá no OP tem propostas para experimentos de verdade p/testar se "médiunidade" existe; ou mais especificamente: se "espíritos" estão presentes no ambiente e se comunicando - nos termos postulados pelo espiritismo, bien sûr.
Ou, claro, pode-se testar materializações, Tk, mesas girantes... a se combinar os protocolos p/os experimentos.
Portanto nossa posição não é nada dogmática. Até já tive uma certa divergência c/Sr. Gigaview acerca disso naquela rubrica sobre o experimento do Cmte.
« Última modificação: 09 de Abril de 2017, 12:30:41 por Gorducho »

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #189 Online: 09 de Abril de 2017, 17:39:08 »

Não, o espíritismo não apoia essa ideia de forma alguma.

Veja o que Kardec diz sobre a metempsicose na questão 222 do livro dos Espíritos

"Contudo, entre a metempsicose dos Antigos e a moderna doutrina da reencarnação há, como também se sabe, profunda diferença, assinalada pelo fato de os Espíritos rejeitarem, de maneira absoluta, a transmigração da alma do homem para os animais e reciprocamente."

Essa rejeição segue em todo o conjunto da obra.

sim não aprova , porem tambem não consegue justificar!



Está bem justifica no conjunto da obra

Aliás, uma lógica bem simples para refutar isso é que se houvesse retrocesso entre os espíritos, eles jamais atingiriam os graus superiores. Como eles poderiam dar um passo à frente praticando três para trás, devido a sua condição de inferioridade?

"hoje eu sou um rato; amanhã eu sou um ser humano; na próxima eu sou um cavalo etc" Muito lógico isso.
pessoas sob hipnose acreditam serem animais, li  um livro em que um espirito demoniaco pegou  o espirito de uma mãe abortista e foi a hipnotizando dizendo ...voce é uma cachorra...cachorra e o periespirito dela foi se transformando! provavelmente um do andré luis não tenho certeza!
E os ovóides?
alem do que crianças criadas por animais agem como se fossem animais, isto é fato!
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #190 Online: 09 de Abril de 2017, 18:23:27 »
Gorducho, meu caro, suas afirmativas, deduções, histórias de JReinaud, etc. são notáveis pela forma como as aparesenta, acreditando piamente nelas. Não lhe passa a menor sombra de dúvida. São verdades lapidares.
Kardec copiou, ou colou, ou plagiou, fulano, sicrano e beltrano.
Kardec não recebia nada de Espíritos, ele os inventava... e a moral espírita é rasteira, na verdade não me lembro que termo usou para dizer qq coisa assim.
Tudo isso, meu jovem, mostra uma mente exacerbada pela própria crença negativista, e veja que o cético aqui é você... será mesmo?
Há um tópico novo, criado pelo forista Zero, a respeito das besteiras que se difunde pela midia, incluindo a net. Dá uma passada lá. Certamente perceberá o risco que se corre difundindo informações que muito provavelmente estão inçadas de inveja, ódio, despeito ou, no mínimo, ignorância tendenciosa.
Quem está no meio espírita  e conhece, de fato, a DE sabe que suas opiniões são totalmente infundadas, mas até ai tudo bem. Já a forma como vc as expõe é outra história. :enjoo: :nojo:
Encerro minha participação neste tópico, agradecendo aos demais.
Edit: as provocações pessoais, citando o meu nome precisam resposta a altura.
« Última modificação: 11 de Abril de 2017, 16:06:57 por Spencer »

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #191 Online: 10 de Abril de 2017, 08:44:08 »
QUAIS SERIAM?
Como é do seu feitio, ao invés de acompanhar e se integrar nas discussões, procura desviar e atrapalhar o fluxo (das ideias em pauta).
A mudança foi que antes do Darwin as almas de hoje humanos (as nossas, say) não começavam seu ciclo encarnatório como "animais" ou quiçá plantas. Já começavam as encarnações como humanoides, ainda que em mundos mais atrasados como Marte (lembre que o Marte kardecista é diferente do Marte xaverianista...).
Depois do Darwin, as almas começam encarnado em animais (ou plantas?) e depois vão "progredindo" - outro dos dogmas espíritas - até passarem a encarnar em corpos humanos.

ENTENDEU AGORA  :?:
Poxâ! Desculpa! Seu Gorducho! :'( :bua: :bua: :bua: :bua: :bua:
o Sr. tem razão! vacilei mesmo!
mas ja não postei aqui mesmo, Kardec questionando contradições dos espiritos a esse respeito e finaliza afirmando que eles respondem segundo  nivel de conhecimento próprio, não havendo entre eles um consenso?
Mais claro do que isto impossível! 
Tambem ja disse que para mim "aqui" o mais importante é poder saber o que o SR. e todos os forista pensam a respeito sobre a formação da vida, ja até andamos discutindo isso no topico "primeiras vidas".
Eu penso que saimos do mineral passamos para celulas orgânicas que formaram vegetais e bactérias, que foram se agrupando até chegar ao ser homem, o que pensas o Sr. ?
« Última modificação: 10 de Abril de 2017, 08:51:44 por Criaturo »
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.939
  • Sexo: Masculino
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #192 Online: 10 de Abril de 2017, 12:36:08 »
mas ja não postei aqui mesmo, Kardec questionando contradições dos espiritos a esse respeito e finaliza afirmando que eles respondem segundo  nivel de conhecimento próprio, não havendo entre eles um consenso?
E eu só tava mostrando que antes tinha (consenso) e depois do Darwin os "espíritos" certamente que leram a obra e começaram a vacilar entre eles lá no l'au-delà.
É isso.
Citar
Tambem ja disse que para mim "aqui" o mais importante é poder saber o que o SR. e todos os forista pensam a respeito sobre a formação da vida
Da minha parte "penso" que nada sei.
Sim, claro está que saímos de minerais e por desdobramentos se originando as milhares de espécies. Mas daí a dogmatizar espíritos é outra coisa muito diferente.
Não existem espécies "melhores" ou "piores". Claro, existem organismos mais complexos e menos complexos, mas nada é garantido quanto à capacidade duns ou doutros se adaptarem a determinado meio ambiente, que então é o que caracterizará uma "melhor" ou pior" espécie em determinado meio e época (claro).
Uma maior complexidade evidentemente vai se dando p/poder ocorrer uma melhor adaptação e ocupação de nichos ecológicos. Mas essa "vantagem" facilmente se reverte quando ocorrem mudanças no habitat da espécie.
Não existe "moral" na Natureza. Ética & "moral" são construções humanas para as quais a Natureza está pouco-se-lixando.
« Última modificação: 10 de Abril de 2017, 13:43:24 por Gorducho »

Offline Freya

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 289
  • Sexo: Feminino
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #193 Online: 10 de Abril de 2017, 19:52:43 »
Este é exatamente o ponto, digamos, não o nó Górdio, mas já o Rubicão.
Os espíritos definiram uma linha de ação, os céticos ansiosos na busca de comprovação material, não satisfeitos, se rebelam ante o inderrogável.

É importante notar que tudo, mas tudo mesmo, que temos debatido, céticos e espíritas, ao final de contas, é sobre a busca da comprovação: os espíritos existem, de fato?

Devo entender então que voce toma a existência de espíritos,  sua influência sobre nós e seus comandos como verdade?
Com absoluta certeza! :ok:

Com a absoluta certeza (pessoal) de uma fé religiosa que é cega e irracional mas que também é um direito de pensar que deve ser respeitado enquanto estiver no domínio do mundo das idéias. No entanto, não se iluda ao confundir essa "certeza" pessoal com uma verdade universal a despeito de todas as possíveis falácias sem escapar do ônus da prova do que se afirma.

Por falar em respeito às pessoas e às ideias, lembrei desse vídeo. rs  :madlol:


Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #194 Online: 10 de Abril de 2017, 21:51:39 »
Felizmente a maturidade e o intelecto que é comum no fcc para logo identifica uma sequência de silogismos. Isto sem contar a incitação ao revanchismo, quando apela para uma memória que se quer apagar, a barbárie dos tempos idos. Não apenas das religiões, mas dos governos e, estranhamente, da miséria, que também provoca barbarismos.
Talvez, ante estas palavras recorrerão, para lhes anular o efeito, aos atos de terrorismo provocados atualmente pelo EI, mas sabemos que não há endosso do Islã a aquela organização criminosa.

Offline Freya

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 289
  • Sexo: Feminino
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #195 Online: 11 de Abril de 2017, 01:16:14 »
mas sabemos que não há endosso do Islã a aquela organização criminosa.

Pois é, nunca há endosso, mas por uma via ou por outra é sempre isso que acaba acontecendo, crimes em nome do amigo imaginário; sim, pois sem evidências só podemos imaginar.

Não vejo revanchismo nesse vídeo, mas a sustentação (muita sensata, por sinal) de que ideias imbecis não precisam ser respeitadas apenas porque outras pessoas acreditam nelas como se fossem verdades objetivas.

Respeito se conquista, não se impõe, e se algumas pessoas não conseguem ou não querem compreender a importância do ceticismo na vida, lamento muito por isso mas o problema é delas, são livres para acreditar no que quiserem, cada um escolhe como experienciar a única oportunidade de existência ( :P rs), mas então que os crentes pelo menos não exijam o respeito dos céticos para com ideias que não fazem o menor sentido sob o prisma racionalista, lógico, pois isso sim é um desrespeito para com o ceticismo, e estamos num fórum de céticos. Respeite os coleguinhas. :)
Conforme alguém disse mais acima, não estamos afim de debater sobre a quantidade de botões do casaco do papai noel, pois não temos interesse em sequer falar sobre o papai noel enquanto não houver ao menos um indício da existência dele.

Espero que compreenda, não é por mal, mas é que isso é bem chato mesmo. 
« Última modificação: 11 de Abril de 2017, 10:56:47 por Freya »

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #196 Online: 11 de Abril de 2017, 07:37:19 »
mas sabemos que não há endosso do Islã a aquela organização criminosa.

Pois é, nunca há endosso, mas por uma via ou por outra é sempre isso que acaba acontecendo, crimes em nome do amigo imaginário; sim, pois sem evidências só podemos imaginar.

Não vejo revanchismo nesse vídeo, mas a sustentação (muita sensata, por sinal) de que ideias imbecis não precisam ser respeitadas apenas porque outras pessoas acreditam nelas como se fossem verdades objetivas.

Respeito se conquista, não se impõe, e se algumas pessoas não conseguem ou não querem compreender a importância do ceticismo na vida, lamento muito por isso mas o problema é delas, são livres para acreditar no que quiserem, cada um escolhe como experienciar a única oportunidade de existência ( :Prs), mas então que os crentes pelo menos não exijam o respeito dos céticos para com ideias que não fazem o menor sentido sob o prisma racionalista, lógico, pois isso sim é um desrespeito para com o ceticismo, e estamos num fórum de céticos. Respeite os coleguinhas. :)
Conforme alguém disse mais acima, não estamos afim de debater sobre a quantidade de botões do casaco do papai noel, pois não temos interesse em sequer falar sobre o papai noel enquanto não houver ao menos um indício da existência dele.

Espero que compreenda, não é por mal, mas é que isso é bem chato mesmo.
Chato mesmo é, aquele vídeo panfletário distorcer o significado da palavra Respeito, e tantas pessoas, de nível acadêmico, não perceberem a grosseira e perigosa incitação ao confronto que isto propõe.

Pode ser que eu não tenha compreendido corretamente mas o vídeo e seu texto, Freya, afirmam que a crença religiosa é imbecilidade? Não merece respeito pois é estupidez?
 
No entanto, nos dias de hoje, o que mais chama a atenção das pessoas é a violência pelo desrespeito em todas as relações que envolvem o ser humano, ainda atrasado e bruto em decorrência de incitações como esta, que sempre encontram quem as propale.

Por que? Talvez Imaturidade, medo, excesso de materialidade nos objetivos, educação que denota deficiência quanto aos valores ético-morais; intelectualismo comprometido com as expressões da vaidade (o outro, particularmente o religioso, é sempre supersticioso e, imbecil!!!!!).

Jamais imaginei encontrar da parte de pessoas que estão em posse de seu juízo perfeito idéias tão retrógradas.
Estou perplexo; arrasado, mesmo.

Offline Freya

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 289
  • Sexo: Feminino
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #197 Online: 11 de Abril de 2017, 10:55:21 »
Caro Spencer,

Não se sinta ofendido gratuitamente, amigo.
Entenda que assim como você tem o direito de acreditar no que bem entender, outras pessoas têm o direito de considerar essas ideias nas quais você crê um tanto imbecis, e posso inclusive argumentar de maneira objetiva, lógica e racional sobre o porquê as considero imbecis (entenda-se imbecis como pueris, incoerentes, insensatas, sem base lógica e racional de sustentação etc., principalmente em se tratando de ideias que pretendem explicar a realidade), assim como você pode argumentar o porquê as considera sensatas, coerentes e/ou verdadeiras.

O problema é que não raramente as pessoas confundem o respeito à liberdade de crença, com respeito à crença em si. Não! São coisas completamente diferentes.
A liberdade de crença é um direito constitucionalmente garantido, e morrerei defendendo seu direito de crer e professar sua crença livremente, NA EXATA MEDIDA  em que você também respeitar meu direito de ser cética, e dentro do ceticismo não há espaço para respeito às ideias irracionais. Portanto, é um desrespeito à minha liberdade de (des)crença alguém me impor a obrigação de respeitar ideias cujas quais contrariam toda a filosofia que norteia minha vida e meus valores éticos e morais.

Sim, o vídeo é sensacionalista (talvez até de maneira proposital para satirizar as "áudio bíblias" da vida), mas traz argumentos muito sensatos para explanar a diferença entre a educação e cordialidade que devemos à todas as pessoas aprioristicamente,  e o respeito às suas crenças pessoais. Respeito irrestrito é burrice, é submissão ao autoritarismo; eu posso e devo questionar toda e qualquer ideia, independente se uma ou um milhão de pessoas pensam que ela é uma verdade absoluta e inquestionável. Da mesma forma, eu posso e devo ser educada com as pessoas na exata medida em que elas forem comigo, mas respeitá-las eu só vou conseguir conforme o meu apreço, consideração, reconhecimento e admiração por elas for sendo construído a partir de suas atitudes. E saiba que tenho muitos amigos crentes os quais respeito profundamente, hoje em dia. e eles a mim, embora nós não respeitemos a crença um do outro.

Entende agora porquê é muito chato alguém entrar num clube de céticos, onde as pessoas estão dispostas a debater assuntos a partir de fatos e evidências, de maneira lógica e racional, e esse alguém insistir sistematicamente, ano após ano, em argumentos que só podem existir no plano da imaginação, "refutando" os argumentos dos coleguinhas com evidências anedóticas e certezas pessoais e subjetivas? Isso é, no mínimo, desonestidade intelectual para com o discurso, beirando o proselitismo religioso.
Da mesma forma, eu estaria sendo inconveniente se adentrasse uma sessão espírita de passe e começasse a questionar racionalmente aquilo lá, apontando as falhas e os porquês de acreditar que tudo aquilo é só teatro e/ou histeria coletiva a pleno vapor, pois ali as pessoas se reúnem justamente para fazer coisas irracionais, não cabe a mim invadir aquele espaço para desvirtuar o propósito daquele grupo.

mas sabemos que não há endosso do Islã a aquela organização criminosa.

Pois é, nunca há endosso, mas por uma via ou por outra é sempre isso que acaba acontecendo, crimes em nome do amigo imaginário; sim, pois sem evidências só podemos imaginar.

Não vejo revanchismo nesse vídeo, mas a sustentação (muita sensata, por sinal) de que ideias imbecis não precisam ser respeitadas apenas porque outras pessoas acreditam nelas como se fossem verdades objetivas.

Respeito se conquista, não se impõe, e se algumas pessoas não conseguem ou não querem compreender a importância do ceticismo na vida, lamento muito por isso mas o problema é delas, são livres para acreditar no que quiserem, cada um escolhe como experienciar a única oportunidade de existência ( :Prs), mas então que os crentes pelo menos não exijam o respeito dos céticos para com ideias que não fazem o menor sentido sob o prisma racionalista, lógico, pois isso sim é um desrespeito para com o ceticismo, e estamos num fórum de céticos. Respeite os coleguinhas. :)
Conforme alguém disse mais acima, não estamos afim de debater sobre a quantidade de botões do casaco do papai noel, pois não temos interesse em sequer falar sobre o papai noel enquanto não houver ao menos um indício da existência dele.

Espero que compreenda, não é por mal, mas é que isso é bem chato mesmo.
Chato mesmo é, aquele vídeo panfletário distorcer o significado da palavra Respeito, e tantas pessoas, de nível acadêmico, não perceberem a grosseira e perigosa incitação ao confronto que isto propõe.

Pode ser que eu não tenha compreendido corretamente mas o vídeo e seu texto, Freya, afirmam que a crença religiosa é imbecilidade? Não merece respeito pois é estupidez?
 
No entanto, nos dias de hoje, o que mais chama a atenção das pessoas é a violência pelo desrespeito em todas as relações que envolvem o ser humano, ainda atrasado e bruto em decorrência de incitações como esta, que sempre encontram quem as propale.

Por que? Talvez Imaturidade, medo, excesso de materialidade nos objetivos, educação que denota deficiência quanto aos valores ético-morais; intelectualismo comprometido com as expressões da vaidade (o outro, particularmente o religioso, é sempre supersticioso e, imbecil!!!!!).

Jamais imaginei encontrar da parte de pessoas que estão em posse de seu juízo perfeito idéias tão retrógradas.
Estou perplexo; arrasado, mesmo.
« Última modificação: 11 de Abril de 2017, 11:09:02 por Freya »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.532
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #198 Online: 11 de Abril de 2017, 13:46:05 »
Caro Spencer,

Não se sinta ofendido gratuitamente, amigo.
Entenda que assim como você tem o direito de acreditar no que bem entender, outras pessoas têm o direito de considerar essas ideias nas quais você crê um tanto imbecis, e posso inclusive argumentar de maneira objetiva, lógica e racional sobre o porquê as considero imbecis (entenda-se imbecis como pueris, incoerentes, insensatas, sem base lógica e racional de sustentação etc., principalmente em se tratando de ideias que pretendem explicar a realidade), assim como você pode argumentar o porquê as considera sensatas, coerentes e/ou verdadeiras.

O problema é que não raramente as pessoas confundem o respeito à liberdade de crença, com respeito à crença em si. Não! São coisas completamente diferentes.
A liberdade de crença é um direito constitucionalmente garantido, e morrerei defendendo seu direito de crer e professar sua crença livremente, NA EXATA MEDIDA  em que você também respeitar meu direito de ser cética, e dentro do ceticismo não há espaço para respeito às ideias irracionais. Portanto, é um desrespeito à minha liberdade de (des)crença alguém me impor a obrigação de respeitar ideias cujas quais contrariam toda a filosofia que norteia minha vida e meus valores éticos e morais.

Sim, o vídeo é sensacionalista (talvez até de maneira proposital para satirizar as "áudio bíblias" da vida), mas traz argumentos muito sensatos para explanar a diferença entre a educação e cordialidade que devemos à todas as pessoas aprioristicamente,  e o respeito às suas crenças pessoais. Respeito irrestrito é burrice, é submissão ao autoritarismo; eu posso e devo questionar toda e qualquer ideia, independente se uma ou um milhão de pessoas pensam que ela é uma verdade absoluta e inquestionável. Da mesma forma, eu posso e devo ser educada com as pessoas na exata medida em que elas forem comigo, mas respeitá-las eu só vou conseguir conforme o meu apreço, consideração, reconhecimento e admiração por elas for sendo construído a partir de suas atitudes. E saiba que tenho muitos amigos crentes os quais respeito profundamente, hoje em dia. e eles a mim, embora nós não respeitemos a crença um do outro.

Entende agora porquê é muito chato alguém entrar num clube de céticos, onde as pessoas estão dispostas a debater assuntos a partir de fatos e evidências, de maneira lógica e racional, e esse alguém insistir sistematicamente, ano após ano, em argumentos que só podem existir no plano da imaginação, "refutando" os argumentos dos coleguinhas com evidências anedóticas e certezas pessoais e subjetivas? Isso é, no mínimo, desonestidade intelectual para com o discurso, beirando o proselitismo religioso.
Da mesma forma, eu estaria sendo inconveniente se adentrasse uma sessão espírita de passe e começasse a questionar racionalmente aquilo lá, apontando as falhas e os porquês de acreditar que tudo aquilo é só teatro e/ou histeria coletiva a pleno vapor, pois ali as pessoas se reúnem justamente para fazer coisas irracionais, não cabe a mim invadir aquele espaço para desvirtuar o propósito daquele grupo.

mas sabemos que não há endosso do Islã a aquela organização criminosa.

Pois é, nunca há endosso, mas por uma via ou por outra é sempre isso que acaba acontecendo, crimes em nome do amigo imaginário; sim, pois sem evidências só podemos imaginar.

Não vejo revanchismo nesse vídeo, mas a sustentação (muita sensata, por sinal) de que ideias imbecis não precisam ser respeitadas apenas porque outras pessoas acreditam nelas como se fossem verdades objetivas.

Respeito se conquista, não se impõe, e se algumas pessoas não conseguem ou não querem compreender a importância do ceticismo na vida, lamento muito por isso mas o problema é delas, são livres para acreditar no que quiserem, cada um escolhe como experienciar a única oportunidade de existência ( :Prs), mas então que os crentes pelo menos não exijam o respeito dos céticos para com ideias que não fazem o menor sentido sob o prisma racionalista, lógico, pois isso sim é um desrespeito para com o ceticismo, e estamos num fórum de céticos. Respeite os coleguinhas. :)
Conforme alguém disse mais acima, não estamos afim de debater sobre a quantidade de botões do casaco do papai noel, pois não temos interesse em sequer falar sobre o papai noel enquanto não houver ao menos um indício da existência dele.

Espero que compreenda, não é por mal, mas é que isso é bem chato mesmo.
Chato mesmo é, aquele vídeo panfletário distorcer o significado da palavra Respeito, e tantas pessoas, de nível acadêmico, não perceberem a grosseira e perigosa incitação ao confronto que isto propõe.

Pode ser que eu não tenha compreendido corretamente mas o vídeo e seu texto, Freya, afirmam que a crença religiosa é imbecilidade? Não merece respeito pois é estupidez?
 
No entanto, nos dias de hoje, o que mais chama a atenção das pessoas é a violência pelo desrespeito em todas as relações que envolvem o ser humano, ainda atrasado e bruto em decorrência de incitações como esta, que sempre encontram quem as propale.

Por que? Talvez Imaturidade, medo, excesso de materialidade nos objetivos, educação que denota deficiência quanto aos valores ético-morais; intelectualismo comprometido com as expressões da vaidade (o outro, particularmente o religioso, é sempre supersticioso e, imbecil!!!!!).

Jamais imaginei encontrar da parte de pessoas que estão em posse de seu juízo perfeito idéias tão retrógradas.
Estou perplexo; arrasado, mesmo.

 :ok:

Os crentes "sentem" que suas crenças são verdades e acham que não precisam provar nada a ninguém. Porém, quando se colocam numa arena cética por livre e espontânea vontade, o mínimo que se espera é que possam mostrar algo mais do que a justificativa de seus sentimentos baseada em fatos evidências que possam ser apreciadas e discutidas.

No caso dos textos racistas, não há o que discutir. Está tudo lá, explícito, com todas as letras. Não adianta enfeitar ou justificar.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Pavlov probably thought about feeding his dogs every time someone rang a bell.

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.939
  • Sexo: Masculino
Re:Biógrafo ateu de Chico Xavier conta que filho viu espírito
« Resposta #199 Online: 11 de Abril de 2017, 15:09:47 »
#148 - comentário do Kardec (à resposta do "espírito"); como de praxe: destaques meus.
Por uma aberração da inteligência, há pessoas que não vêem nos seres orgânicos nada mais que a ação da matéria, e a esta atribuem todos os nossos atos. Não vêem no corpo humano senão a máquina elétrica; não estudaram o mecanismo da vida senão no funcionamento dos órgãos; viram-na extinguir-se muitas vezes pela ruptura de um fio, e nada mais perceberam além desse fio; procuraram descobrir o que restava, e como não encontraram mais do que a matéria inerte, não viram a alma escapar-se e nem puderam pegá-la, concluíram que tudo estava nas propriedades da matéria, e que. portanto, após a morte, o pensamento se reduz ao nada. Triste conseqüência, se assim fosse, porque então o bem e o mal não teriam sentido; o homem estaria certo ao não pensar senão em si mesmo e ao colocar acima de tudo a satisfação dos prazeres materiais; os laços sociais estariam rompidos e os mais santos afetos destruídos para sempre. Felizmente, essas idéias estão longe de ser generalizadas; pode-se mesmo dizer que estão muito circunscritas, não constituindo mais do que opiniões individuais, porque em parte alguma foram erigidas em doutrina. Uma sociedade fundada sobre essa base traria em si mesma os germes da dissolução, e os membros se despedaçariam entre si, como animais ferozes.

Não fica perplexo e arrasado com essa falta de compostura e respeito da parte do seu Codificador, Sr. Spencer  :?:
« Última modificação: 11 de Abril de 2017, 15:11:49 por Gorducho »

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!