Autor Tópico: Espírito e Sonho (será que Mundo Espiritual = Reino Onírico???)  (Lida 350 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Espírito e Sonho (será que Mundo Espiritual = Reino Onírico???)
« Online: 24 de Maio de 2017, 20:13:38 »
Desde milênios que xamãs, oráculos, profetas e místicos se serviam das experiências oníricas e transes como fonte de inspiração, sabedoria e religiosidade. Até mesmo Sócrates, pai da filosofia, se dizia guiado por seu Daemon para questionar os dogmas de sua época e inspirar o pensamento crítico. A influência do Espiritual não se restringe aos tempos antigos - Fernando Pessoa, da mesma forma, se servia de seus "dons" para a escrita e poesia. A tabela periódica foi recebida por Mendeleev em um sonho revelador. A canção Yesterday foi soprada nos ouvidos de McCartney em um sonho. Watson concebeu o formato de dupla hélice de DNA em um sonho.

Se há algo de experiência direta e pessoal, acessível a todos, e que parece estar intrinsecamente ligada com a origem e o desenvolvimento da espiritualidade humana, imagino que seja O Sonhar.

Sonhando, o homem adentra uma realidade abstrata atemporal onde se vê contatando ancestrais, encontrando criaturas imateriais, explorando reinos desconhecidos e recebendo intuições e ensinamentos do "Além". Não há passado, presente ou futuro, nem lógica ou matéria densa, mas, ao invés disso, um mergulho transcendental num oceano de conexões e informação.

Se abrirmos o Evangelho de Mateus, que nos conta a história de Jesus, e lermos apenas suas primeiras páginas, encontramos logo de início uns cinco sonhos, por meio dos quais acontecem as comunicações entre o mundo humano e o supra-humano - profecias, anjos, vozes e intuições são reveladas.

O valor do sonho é universal na religiosidade humana. O Kardecismo, uma religião "moderna", lhe confere lugar especial, tratando dele como a "liberdade da alma no sono do corpo", mas desde milênios atrás monges tibetanos já se serviam do que é hoje chamado de "projeção" ou "desdobramento" em seu mi-lam bardo ("Yoga dos Sonhos"), por meio do qual exploravam o reino do além e se preparavam para o que acreditavam ser a vida no além-túmulo.

Seria, o "mundo Espiritual", o Reino dos Sonhos? Por que a ligação fundamental entre o onírico e o espiritual? Por que o valor do sonhar atravessa toda a religiosidade humana? Gostaria de saber a compreensão dos ateus e céticos a respeito.

Que as rosas floresçam em vossa cruz!
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Espírito e Sonho (será que Mundo Espiritual = Reino Onírico???)
« Resposta #1 Online: 24 de Maio de 2017, 20:35:23 »
Vejo sonhos como reflexo da realidade captada pelos sentidos, em um processo desconexo da consciência que emerge até ela ocasionalmente. Sonhos são como quando a gente olha pra uma fonte de luz e logo depois fecha os olhos de repente e vê aquelas imagens reflexas de onde estava a luz, só que com o processamento dos sentidos no sistema cognitivo.

O fato de elementos da realidade objetiva serem "revelados" em sonhos tem mais a ver com o reflexo do processamento dos fatos dessa realidade objetiva atingirem o processo onírico.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.556
  • Sexo: Masculino
  • Guerreiros contra o Marxismo Cultural, uni-vos
Re:Espírito e Sonho (será que Mundo Espiritual = Reino Onírico???)
« Resposta #2 Online: 25 de Maio de 2017, 01:12:42 »
Não se sabe ao certo se sonhos têm alguma função ou se são apenas um efeito colateral não-prejudicial de outros processos. Uma das idéias para funções seria a de "treinos" mentais, simulações numa "realidade virtual", de situações vividas pelos animais, ampliando assim o aprendizado, de forma similar a que filhotes de animais predadores brincam de caçar -- e também sonham com isso, mesmo adultos.

Esse aspecto de ser uma "realidade virtual" se conecta com "espiritualidade" na medida em que a fisiologia da experiência subjetiva em vigília e a de sonhos ou alucinações deve ter muito em comum, muitas das mesmas funções cerebrais sendo ativadas para criar as percepções que se tem, mas com estímulos endógenos (de recordações) em vez de provenientes apenas dos órgãos sensoriais.

Essa similaridade perceptual entre a vigília, sonho, e alucinação, leva as pessoas a literalmente confundí-las em diversos graus e, sem conhecimento científico suficiente sobre neurologia e cognição, é natural que se confabule hipóteses folclóricas de misticismo e "sobrenatural", que podem resistir ao avanço do conhecimento científico por seu apelo emocional.   

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Sonho do Espírito (o Reino Onírico É o mundo espiritual)
« Resposta #3 Online: 12 de Agosto de 2017, 21:24:32 »
Afinal de contas, existe ou não uma resposta científica absoluta para o processo do sonhar?
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.193
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Sonho do Espírito (o Reino Onírico É o mundo espiritual)
« Resposta #4 Online: 13 de Agosto de 2017, 10:16:55 »
Não.


"O cérebro humano é uma bola de massa cinzenta misterioso. Depois de todos estes anos, os pesquisadores ainda estão perplexos com muitos aspectos de como e porque ele opera e como ele faz. Os cientistas vêm realizando estudos sobre o sono e sonho há décadas, e ainda não estão 100% certos sobre a função do sono, ou exatamente como e por que sonhamos. Nós sabemos que o nosso ciclo de sonho é normalmente mais abundante e mais lembrado durante a fase REM do sono e é também muito comumente aceito entre a comunidade científica que todos nós sonhamos, embora a freqüência em que os sonhos são lembrados varie de pessoa para pessoa.

A questão se os sonhos realmente têm uma função fisiológica, biológica ou psicológica ainda precisa ser respondida. Mas isso não impediu os cientistas de pesquisar e especular. Há diversas teorias a respeito de porque nós sonhamos. Uma delas é que a mão de obra ajuda os sonhos com o sono para ajudar o cérebro através de tudo o que recolheu durante as horas de vigília. Seu cérebro está com centenas de milhares, senão milhões de entradas por dia. Alguns são pequenos detalhes sensoriais como a cor de um carro que passava, enquanto outros são muito mais complexos, como a grande apresentação que você está colocando em conjunto para o seu trabalho. Durante o sono, o cérebro funciona para arar através de todas estas informações para decidir o que pendurar e o que esquecer. Alguns pesquisadores descobriram como os sonhos desempenham um papel importante neste processo.

Não é apenas uma facada no escuro - embora haja alguma pesquisa para back-up das idéias que os sonhos estão ligados à forma como formar memórias. Estudos indicam que, quando estamos aprendendo coisas novas em nossas horas de vigília, os sonhos aumentam enquanto dormimos. À luz de tais estudos, a idéia de que nós usamos os nossos sonhos para classificar e converter memórias de curto prazo em memórias de longo prazo tem vindo a ganhar algum impulso nos últimos anos.

Outra teoria é que os sonhos geralmente refletem as nossas emoções. Durante o dia, nossos cérebros estão trabalhando duro para fazer conexões para alcançar determinadas funções. Quando posou com um problema de matemática difícil, seu cérebro é incrivelmente focado nessa coisa. E o cérebro não serve apenas para funções mentais. Se você está construindo um banco, o seu cérebro está focado em fazer as conexões certas para permitir que as suas mãos para trabalhar em conjunto com uma serra e um pouco de madeira para fazer um corte exato. O mesmo vale para tarefas simples como bater um prego com um martelo. Alguma vez você já perdeu o foco e esmagou o dedo porque sua mente estava em outro lugar?

Alguns propuseram que à noite tudo fica mais lento. Nós não somos obrigados a nos concentrar em qualquer coisa durante o sono, por isso nosso cérebro faz conexões soltas. É durante o sono que as emoções da batalha do dia-a-dia se apresentam em nosso ciclo de sonho. Se alguma coisa está pesando fortemente em sua mente durante o dia, as chances são que você pode sonhar com ela quer especificamente, ou através de imagens óbvias. Por exemplo, se você está preocupado em perder o seu trabalho para enxugamento da empresa, você pode sonhar que você é uma pessoa que vive encolhida em um mundo de gigantes, ou você está vagando sem rumo por meio de um grande deserto ou abismo.

Há também uma teoria, definitivamente, a menos intrigante do grupo, que os sonhos realmente não servem para qualquer função em tudo, que eles são apenas um subproduto inútil do cérebro que dispara enquanto nós dormimos. Sabemos que a parte traseira do nosso cérebro fica muito ativo durante o sono REM, quando a maioria dos sonhos ocorrem. Alguns pensam que é apenas o cérebro de enrolamento para a noite e que os sonhos são demissões aleatórias e sem sentido do cérebro que não temos quando estamos acordados. A verdade é que, enquanto o cérebro continua sendo um mistério, nós provavelmente não seríamos capazes de identificar com certeza absoluta exatamente por isso que sonhamos."

https://www.indicedesaude.com/artigos_ver.php?id=1819
GNOSE

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!