Autor Tópico: Ateus estão CONDENADOS  (Lida 5763 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.057
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #25 Online: 28 de Setembro de 2017, 15:11:27 »
Da parte destes ex-médiuns, ex-espíritas, ex-qualquer coisa, percebo sempre uma espécie de ressentimento contra alguém ou alguma situação que não conseguiram superar.
Experiências com copos, trabalhos, mesa mediúnica, com mais frequência levam ao descrédito... nada será totalmente satisfatório.

Afirmativas, como se costuma fazer: - isto é tosco, fantasia, imaginação, falta de percepção da realidade, efeitos LSDs, etc, são tão vazias e sem sentido como as mesmas afirmativas no sentido oposto, tipo... eu creio porque é verdade e sinto, enquanto os outros não sentem e por isso não creem.
Experiências divinatórias são pessoais e não servem como argumento a favor de crença e teísmos.
Insisto e vcs já devem ter notado que guardo um viés interpretativo sobre quase tudo, o qual sempre conduz a análises psicológicas, emocionais. Sou um permanente e extasiado admirador da complexidade que envolve a mente humana.
No fundo, cada um de nós é um universo em permanente reacomodação.
Afirmar ou negar a existência de Deus é vazio e improfícuo... nada se prova... mas muito pode ser observável.
Se um bom argumentador ateu nos impressiona adotamos seu modo de raciocinar e ficamos bastante satisfeitos por estarmos ombro a ombro com ele. Isto é cultural, mas também tribal.

Mas o oposto não ocorre. De um modo geral os argumentos teístas se esforçam por embasar-se em alguma ciência... não funciona pois são coisas completamente distintas... e se somos teístas continuamos assim mas não por causa daqueles argumentos.

Uma coisa engraçada é a tendência que os céticos têm para apelar para as contra-falácias... tudo são falácias. Dão nomes a cada uma delas.
Acabam na mesma vala... ficam satisfeito com a expressão que qualifica um dito como falácia e não percebem que isto não é argumento, é apenas negação... sem refutação.
Não nego, de forma alguma, que as falácias existam, mas os que se servem delas são ingênuos por não se darem conta de que incorrem nelas.

Para não ficar muito extenso, digo, não neguem nem afirmem peremptoriamente. Ninguém tem autoridade ou conhecimento suficiente para tal... mas observem, observem muito e sem pré julgamentos.

(1) É difícil uma decepção não se transformar em ressentimento quando alguém percebe que fez papel de idiota durante boa parte da vida como "médium".

(2) Negar quando alguém pode provar que algo é tosco, fantasia, imaginação, falta de percepção da realidade, efeitos LSDs, etc. é burrice.

(3) Experiências divinatórias são pessoais e só servem como argumento a favor de crença em espíritos, né???  ::) Me poupe.

(4) Falácia é um raciocínio errado que parece verdadeiro, igual a essa bobagem que você acabou de escrever, que também é uma falácia. Um conselho: estude mais.

(5) Diante de tanta bobagem é quase impossível observar sem julgamentos. Sorry.

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #26 Online: 29 de Setembro de 2017, 01:10:38 »
Citar
Deve ser bom a pessoa viver assim cheia de certezas e verdades absolutas ...
E existe maior pseudocerteza/verdadeabsoluta do que a tentativa desesperada do ateu materialista de rejeitar tudo o que lhe escapa a compreensão para se agarrar ao que suas limitações permitem experimentar? Ao compararmos, de um lado, alguém que se prostra diante do Infinito, rendendo-se à fé e admitindo a limitação de sua compreensão objetiva, e do outro, alguém cuja ânsia de prepotência e autoafirmação obriga a colocar sua própria razão em um pedestal e fazer da matéria e da intelectualidade suas divindades absolutas, quem parece mais "cheio de certezas"?
Citar
Afirmativas, como se costuma fazer: - isto é tosco, fantasia, imaginação, falta de percepção da realidade, efeitos LSDs, etc, são tão vazias e sem sentido como as mesmas afirmativas no sentido oposto
Não acho que seja "ou um ou outro".
Como nos lembra o Kybalion - "Todas as verdades são meias-verdades. Todos os paradoxos podem ser reconciliados".

É curioso ver alguns céticos dizendo que desdobramentos são "apenas sonhos", quando mal conhecem a natureza daquilo que chamam de sonho. O mesmo quando dizem que espíritos e mediunidade não passam de imaginação, sendo que são completamente incapazes de explicar ou até mesmo definir Imaginação. Qual foi minha surpresa ao descobrir que, ao dizer que essas coisas são "sonhos e imaginação", os céticos reafirmam séculos de conhecimento oculto e tradição hermética! Apesar de esquisotéricos e new-agers tratarem de corpos sutis e plano astral como dimensões objetivas de alguma pseudorealidade espiritual, encontramos uma abordagem completamente diferente ao nos aprofundarmos nos autores clássicos da tradição hermética e rosacruz, de Éliphas Lévi para cima. Nestes tesouros da sabedoria, veremos o plano astral sendo absolutamente identificado com a atividade da imaginação, um sinônimo para a ideia de um "mundo da imaginação". Da mesma forma, a forma sutil humana (também chamada "corpo sideral" nessas tradições) é nada mais que nosso corpo de sonho, cuja forma reflete nossas inclinações interiores (tendo inclusive nascido aí a ideia esotérica de licantropia). Olhe em sua volta - quantas coisas ao seu redor não foram, algum dia, uma mera forma ou semente na imaginação de alguma inteligência criadora? A misteriosa "Magia" nada mais é do que um sistema de interação e desenvolvimento ativo da faculdade criadora - a Imaginação. No reino da imaginação coexistem nossos ancestrais, as egrégoras, as correntes emocionais que predominam nas massas, as formas-pensamento coletivas etc etc. Materialistas acreditam atacar a espiritualidade ao dizer que ela pertence ao "reino da imaginação", sem saber que com isso estão não apenas reafirmando-a como identificando-a com a força mais poderosa de todas, que é a da imaginação. Existe algo que nos mova mais do que os símbolos, memórias, emoções, sonhos, ideias? Forças astrais nos movem muito mais do que possamos desconfiar. O que é nossa individualidade se não um agregado dessas forças e impulsos? Somos escravizados por estas correntes até que tomemos consciência disto. Nos identificamos automaticamente com nossos desejos, impulsos, anseios, ao invés de observar silenciosamente a forma como se aproximam e se enraízam em nossa consciência. O homem de massa é completamente identificado com essas forças, o que o torna refém delas, determinando completamente sua orientação, suas crenças, sua identidade, seu comportamento e suas vontades. É preciso uma Vontade inquebrantável para romper com estes automatismos e tornar-se verdadeiramente livre - a meta do Iniciado.
Acordados ou não, estamos em constante interação com o Reino da Imaginação, com o qual entramos em contato direto quando desligados dos sentidos físicos e da matéria grosseira, como no sono. As faculdades extrassensoriais, como a mediunidade ou a clarividência, não são mais do que uma porta aberta - o desenvolvimento da sensibilidade psíquica para com as correntes e forças do Mundo Imaginal.
Citar
Insisto e vcs já devem ter notado que guardo um viés interpretativo sobre quase tudo, o qual sempre conduz a análises psicológicas, emocionais.
Certamente, a interpretação e os fatores psicológicos atuam muito mais fortemente do que a razão nestes debates. Não é difícil vermos, por exemplo, ateus completamente avessos ao conceito de "divindade", devido às subjetividades simbólicas e culturais que este arquétipo acarreta. De repente, ao falarmos com as mesmas pessoas sobre a possibilidade de vivermos em uma simulação, termos tido um "programador", ou até mesmo sobre civilizações superiores e extraterrestres, se esvai toda a repulsa. Fatores extremamente pessoais, como um passado reprimido, más experiências com grupos religiosos, marcas sentimentais, decepções com pessoas, etc etc, são muito mais decisivos do que esse lero lero de "razão pura" - toda uma construção de racionalizações e justificações que brotam depois para que o indivíduo possa se rotular e defender de forma conveniente. A relação pessoal e emocional com a ideia de um "Deus" e de "religiosidade" contam muito mais do que essa historinha toda de argumentos e problematizações adotada pelo ateu para se pretender racional e superior.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.057
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #27 Online: 29 de Setembro de 2017, 02:07:32 »
Putz...tanta bobagem.... ::)

Não tem jeito, as crendices debilitam mesmo raciocínio crítico. Mesmo refutados esses crentes continuam dizendo as mesmas besteiras de sempre.

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Sim, ateus estão condenados.
« Resposta #28 Online: 29 de Setembro de 2017, 02:18:40 »
O ateu materialista é alguém que tem problemas pessoais com o sagrado, o divino e o transcendental. Em um templo zenbudista, conheci um ateu que, praticando o zazen, não aceitava ter de reverenciar a imagem do Buda, e costumava questionar esta prática. Ora, no zen não há tal coisa como espíritos e divindades! A objeção do ateu revelava a forma como este estava projetando naquele gesto suas questões pessoais, sua não aceitação do elemento religioso, seu conflito interno com este tipo de manifestação. Uma vez tentei apresentar o panteísmo místico, como de Rumi e Spinoza, para um amigo ateu niilista e solipsista que é muito infeliz com sua cosmovisão. A ideia de que "somos todos um" o causou repulsa. Ora, falando em termos estritamente racionais, o panteísmo místico descreve um universo absolutamente equivalente à cosmovisão de um ateu materialista! Se não existe "alma" nem "individualidade", então todas as coisas são transitórias e interdependentes, somos todos reencarnações do Universo, diferentes combinações e arranjos das mesmas energias e elementos que já formaram e formarão todas as coisas! Racionalmente, não há distinção, mas, psicologicamente e subjetivamente, tudo que evoca o transcendente e sagrado causa dissonância nas profundezas da psiquê ateísta-materialista, mesmo que sejam apenas alegorias, símbolos, signos. Um colega cético entrou em dissonância recentemente ao ouvir alguém dizendo que "tudo era vibração e energia". Ora, o que são quarks, elétrons, fótons, etc, se não vibração, ondas e energia? Ainda assim, se você lembrar a um ateu materialista de que "tudo é feito de vibração e energia", é possível que ele arranje problema com isso, mesmo que seja fato científico. No fundo, o ateu materialista é absolutamente tão incoerente e irracional quanto qualquer crente. Reconheço a pequenez de meu intelecto e a limitação de minha razão, e, por isso, não tenho problemas quanto a me ajoelhar diante do Infinito e reverenciar o milagre da vida e o Sagrado. Aceito e abraço o que transcende minha pequena lógica. O ateu materialista, por sua vez, debilitou sua capacidade de se reconciliar interiormente com o transcendental e o divino, vestindo sua falsa capa de pretensa racionalidade e superioridade, projetando suas frustrações em tudo que há de ritualístico e religioso.

Sim, ateus estão condenados.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Sparke

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 289
  • Sexo: Masculino
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #29 Online: 29 de Setembro de 2017, 04:04:55 »
Você fala de um jeito como se todos não tivessem a boa vontade de aceitar qualquer religião. Simplesmente não funcionou... Acho desrespeitoso falar que qualquer um é incoerente e irracional". Da minha parte, pelo menos, estudei muito antes de chegar a essa conclusão. Se tens conhecidos que são mais inflamados, acredito que seja natural do ser humano, mas não faça disso uma medida de todos. É como se um ateu não pudesse falar "meu deus". Já passei da fase de meu preocupar com isso... Se tudo é signo, penso que deverias ter mais razão ainda para ser superior a isso tudo e compreender o outro lado.

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #30 Online: 29 de Setembro de 2017, 08:11:36 »
Citar
Deve ser bom a pessoa viver assim cheia de certezas e verdades absolutas ...
E existe maior pseudocerteza/verdadeabsoluta do que a tentativa desesperada do ateu materialista de rejeitar tudo o que lhe escapa a compreensão para se agarrar ao que suas limitações permitem experimentar? Ao compararmos, de um lado, alguém que se prostra diante do Infinito, rendendo-se à fé e admitindo a limitação de sua compreensão objetiva, e do outro, alguém cuja ânsia de prepotência e autoafirmação obriga a colocar sua própria razão em um pedestal e fazer da matéria e da intelectualidade suas divindades absolutas, quem parece mais "cheio de certezas"?
Eu não rejeito a possibilidade de existir algum deus/deusa, mas, como não há rigorosamente nenhuma evidência a favor de qualquer um deles, simplesmente ignoro o assunto na minha vida pessoal e só o discuto aqui porque vivo cercado de crentes agressivos.

Se algo me escapa à compreensão, como, por exemplo, a origem do universo, digo apenas "não sei" e cuido da minha vida. Não apelo para "então foi Deus", como fazem os crentes.

Por que eu me "prostraria diante do infinito"?
Por que dizer "não sei" é sinal de prepotência e autoafirmação?
O ateu materialista é alguém que tem problemas pessoais com o sagrado, o divino e o transcendental. Em um templo zenbudista, conheci um ateu que, praticando o zazen, não aceitava ter de reverenciar a imagem do Buda, e costumava questionar esta prática.
Rejeitar crendices por falta de evidências é "ter problemas pessoais com o sagrado, o divino e o transcendental"?
Recusar-se a reverenciar um pedaço de gesso pintado é um defeito?

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #31 Online: 29 de Setembro de 2017, 08:14:17 »
O ateu materialista, por sua vez, debilitou sua capacidade de se reconciliar interiormente com o transcendental e o divino, vestindo sua falsa capa de pretensa racionalidade e superioridade, projetando suas frustrações em tudo que há de ritualístico e religioso.
Seu "argumento" parte da premissa de que há algo de transcendental e divino. Mas não prova.
Sim, ateus estão condenados.
A quê?
Por quem?

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #32 Online: 29 de Setembro de 2017, 11:07:03 »
"O ateu materialista, por sua vez, debilitou sua capacidade de se reconciliar interiormente com o espírito de natal, vestindo sua falsa capa de pretensa racionalidade e superioridade, projetando suas frustrações em tudo que há de confraternização e felicidade na espera pelos presentes trazidos por Papai Noel".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.057
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #33 Online: 29 de Setembro de 2017, 11:08:08 »
Citar
Deve ser bom a pessoa viver assim cheia de certezas e verdades absolutas ...
E existe maior pseudocerteza/verdade absoluta do que a tentativa desesperada do ateu materialista de rejeitar tudo o que lhe escapa a compreensão para se agarrar ao que suas limitações permitem experimentar?

Visão distorcida/irreal do ateísmo, além de ser uma generalização bobinha. São os crentes (sim, estou generalizando aqui) que rejeitam o raciocínio crítico para se agarrarem desesperadamente às ilusões decorrentes de suas experimentações.

Citar
Ao compararmos, de um lado, alguém que se prostra diante do Infinito, rendendo-se à fé e admitindo a limitação de sua compreensão objetiva, e do outro, alguém cuja ânsia de prepotência e autoafirmação obriga a colocar sua própria razão em um pedestal e fazer da matéria e da intelectualidade suas divindades absolutas, quem parece mais "cheio de certezas"?

Quem se entrega à fé religiosa suspende sua capacidade de pensar criticamente e limita sua compreensão objetiva das coisas. As verdades religiosas são para se aceitar sem questionamentos.

O ateu não precisa ser necessariamente um interessado nas discussões sobre o ateísmo. O esperado é que não seja porque para ele esse tipo de discussão é perda de tempo. Céticos ateus, no entanto, se divertem discutindo o assunto e quando evidenciam os raciocínios errados ou distorcidos dos crentes quase sempre são acusados por eles de prepotência, arrogância e intolerância, exatamente como está acontecendo aqui neste tópico.

Citar
É curioso ver alguns céticos dizendo que desdobramentos são "apenas sonhos", quando mal conhecem a natureza daquilo que chamam de sonho.

Nem os crentes, mas a Ciência vem apresentando progressos significativos para o entendimento do tema. O conhecimento dos crentes sobre o assunto não vai além do "sonhar".

Citar
A mediunidade não passam de imaginação, sendo que são completamente incapazes de explicar ou até mesmo definir Imaginação.

Nem os crentes, apesar dessa "completa incapacidade de explicar" dos não-crentes/céticos ser um exagero que decorre da sua própria ignorância sobre o assunto.

Citar
Qual foi minha surpresa ao descobrir que, ao dizer que essas coisas são "sonhos e imaginação", os céticos reafirmam séculos de conhecimento oculto e tradição hermética!

Besteira. Essa "reafirmação" faz parte de um processo de seleção no cabedal de idéias idiotas crentóides com muito wishful thinking.  O "The Tao of Physics" de Capra "achou" muitos pontos comuns entre a física quântica e budismo/hinduísmo da mesma forma que se encontram profecias ocultas em código na Bíblia ou semelhanças entre gravuras rupestres e a tecnologia espacial da nossa era sugerindo teorias mirabolantes. O responsável por isso é a vontade de acreditar incontrolável dos crentes.

Não podemos descartar um processo de "seleção" natural. Com o passar do tempo vão ficando as idéias e conceitos mais próximos das verdades científicas que ficam enfatizadas no meio de tanta bobagem. A transição da alquimia para a química e da astrologia para a astronomia são exemplos marcantes. Isso não significa que a alquimia e a astrologia se descaracterizam totalmente porque a mente crentóide é fértil na reciclagem da estupidez fantasiosa.

Citar
Apesar de esquisotéricos e new-agers tratarem de corpos sutis e plano astral como dimensões objetivas de alguma pseudorealidade espiritual, encontramos uma abordagem completamente diferente ao nos aprofundarmos nos autores clássicos da tradição hermética e rosacruz, de Éliphas Lévi para cima.

Besteira. Nada além de bullshit. Já me aprofundei no assunto e conheço bem o rosacrucianismo, desde os graus de neófito até o grau de Illuminati, incluindo todos os graus do Martinismo.

Citar
Nestes tesouros da sabedoria, ...

 :histeria: :histeria: :histeria:

Crentes.... :histeria:

Citar
...veremos o plano astral sendo absolutamente identificado com a atividade da imaginação, um sinônimo para a ideia de um "mundo da imaginação". Da mesma forma, a forma sutil humana (também chamada "corpo sideral" nessas tradições) é nada mais que nosso corpo de sonho, cuja forma reflete nossas inclinações interiores (tendo inclusive nascido aí a ideia esotérica de licantropia). Olhe em sua volta - quantas coisas ao seu redor não foram, algum dia, uma mera forma ou semente na imaginação de alguma inteligência criadora? A misteriosa "Magia" nada mais é do que um sistema de interação e desenvolvimento ativo da faculdade criadora - a Imaginação. No reino da imaginação coexistem nossos ancestrais, as egrégoras, as correntes emocionais que predominam nas massas, as formas-pensamento coletivas etc etc. Materialistas acreditam atacar a espiritualidade ao dizer que ela pertence ao "reino da imaginação", sem saber que com isso estão não apenas reafirmando-a como identificando-a com a força mais poderosa de todas, que é a da imaginação. Existe algo que nos mova mais do que os símbolos, memórias, emoções, sonhos, ideias? Forças astrais nos movem muito mais do que possamos desconfiar. O que é nossa individualidade se não um agregado dessas forças e impulsos? Somos escravizados por estas correntes até que tomemos consciência disto. Nos identificamos automaticamente com nossos desejos, impulsos, anseios, ao invés de observar silenciosamente a forma como se aproximam e se enraízam em nossa consciência. O homem de massa é completamente identificado com essas forças, o que o torna refém delas, determinando completamente sua orientação, suas crenças, sua identidade, seu comportamento e suas vontades. É preciso uma Vontade inquebrantável para romper com estes automatismos e tornar-se verdadeiramente livre - a meta do Iniciado.
Acordados ou não, estamos em constante interação com o Reino da Imaginação, com o qual entramos em contato direto quando desligados dos sentidos físicos e da matéria grosseira, como no sono. As faculdades extrassensoriais, como a mediunidade ou a clarividência, não são mais do que uma porta aberta - o desenvolvimento da sensibilidade psíquica para com as correntes e forças do Mundo Imaginal.

Isso é o que você acha.... :histeria: Já pensou em fundar uma ordem esotérica? :histeria: :histeria: É um excelente negócio.

Citar
Certamente, a interpretação e os fatores psicológicos atuam muito mais fortemente do que a razão nestes debates. Não é difícil vermos, por exemplo, ateus completamente avessos ao conceito de "divindade", devido às subjetividades simbólicas e culturais que este arquétipo acarreta. De repente, ao falarmos com as mesmas pessoas sobre a possibilidade de vivermos em uma simulação, termos tido um "programador", ou até mesmo sobre civilizações superiores e extraterrestres, se esvai toda a repulsa.

Ateu não pode gostar de ficção científica?

Citar
Fatores extremamente pessoais, como um passado reprimido, más experiências com grupos religiosos, marcas sentimentais, decepções com pessoas, etc etc, são muito mais decisivos do que esse lero lero de "razão pura" - toda uma construção de racionalizações e justificações que brotam depois para que o indivíduo possa se rotular e defender de forma conveniente.

Lero-lero de razão pura?  :histeria:

Vamos simplificar:  Tudo que não combina com a sua fé é lero-lero. :histeria:

Quem está de lero-lero aqui é você.

Citar
A relação pessoal e emocional com a ideia de um "Deus" e de "religiosidade" contam muito mais do que essa historinha toda de argumentos e problematizações adotada pelo ateu para se pretender racional e superior.

O ateu não pretende ser racional e superior; é o crente que insiste em ser burro e irracional.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.057
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #34 Online: 29 de Setembro de 2017, 11:31:17 »
O ateu materialista é alguém que tem problemas pessoais com o sagrado, o divino e o transcendental.

Não existem o transcendental, o divino e o sagrado para o ateu, logo não há motivo para ter problemas pessoais com essas coisas.

Citar
Em um templo zenbudista, conheci um ateu que, praticando o zazen, não aceitava ter de reverenciar a imagem do Buda, e costumava questionar esta prática.

Desconheço templos Zen que obriguem a reverência a uma imagem de Buda. Onde fica esse terreiro?

Citar
Ora, no zen não há tal coisa como espíritos e divindades! A objeção do ateu revelava a forma como este estava projetando naquele gesto suas questões pessoais, sua não aceitação do elemento religioso, seu conflito interno com este tipo de manifestação.

Esse ateu é um idiota .

Citar
Uma vez tentei apresentar o panteísmo místico, como de Rumi e Spinoza, para um amigo ateu niilista e solipsista que é muito infeliz com sua cosmovisão.

Infeliz por que? Porque não concorda com você? Não aceita os seus dogmas/verdades religiosas?

Citar
A ideia de que "somos todos um" o causou repulsa. Ora, falando em termos estritamente racionais, o panteísmo místico descreve um universo absolutamente equivalente à cosmovisão de um ateu materialista! Se não existe "alma" nem "individualidade", então todas as coisas são transitórias e interdependentes, somos todos reencarnações do Universo, diferentes combinações e arranjos das mesmas energias e elementos que já formaram e formarão todas as coisas! Racionalmente, não há distinção, mas, psicologicamente e subjetivamente, tudo que evoca o transcendente e sagrado causa dissonância nas profundezas da psiquê ateísta-materialista, mesmo que sejam apenas alegorias, símbolos, signos.

Blá-blá-blá...

Citar
Um colega cético entrou em dissonância recentemente ao ouvir alguém dizendo que "tudo era vibração e energia". Ora, o que são quarks, elétrons, fótons, etc, se não vibração, ondas e energia? Ainda assim, se você lembrar a um ateu materialista de que "tudo é feito de vibração e energia", é possível que ele arranje problema com isso, mesmo que seja fato científico. No fundo, o ateu materialista é absolutamente tão incoerente e irracional quanto qualquer crente.

Esse ateu também é um idiota, por outro lado, quem disse que ateu precisa entender de Ciência? Só os crentes falam seriamente de coisas que eles não possuem a menor idéia.

Citar
Reconheço a pequenez de meu intelecto ...

Por favor, não entre em depressão por causa disso... :histeria:

Citar
...e a limitação de minha razão, ...

Isso é, em parte, efeito colateral ou mesmo sequelas das suas crenças fantasiosas. Costuma resolver com o tempo.

Citar
...e, por isso, não tenho problemas quanto a me ajoelhar diante do Infinito e reverenciar o milagre da vida e o Sagrado...

Lindo isso. Já experimentou a posição do lótus? Com treino, dizem que se chega a levitar.

Citar
Aceito e abraço o que transcende minha pequena lógica.

Legal essa sua capacidade de autocrítica, mas cuidado, se a lógica é pequena talvez você não tenha condições de decidir o que abraçar e com certeza tem muita bobagem aí esperando abraço.

Citar
O ateu materialista, por sua vez, debilitou sua capacidade de se reconciliar interiormente com o transcendental e o divino, vestindo sua falsa capa de pretensa racionalidade e superioridade, projetando suas frustrações em tudo que há de ritualístico e religioso.

Vejo nas suas entrelinhas um complexo de inferioridade. Depois de tanta autocrítica, já lhe passou pela cabeça a possibilidade de você estar errado?

Citar
Sim, ateus estão condenados.

Condenados a refutar crentes.... :histeria:

Uma seleção que resume um pouco do que foi dito:







« Última modificação: 29 de Setembro de 2017, 23:50:39 por Gigaview »

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #35 Online: 30 de Setembro de 2017, 20:03:36 »

Citar
(1) É difícil uma decepção não se transformar em ressentimento quando alguém percebe que fez papel de idiota durante boa parte da vida como "médium".
Já pensou na possibilidade de a pessoa buscar por algo e se frustrar, por simplesmente desconhecer, seja por ignorância incapacitante ou por que as regras não são feitas à nossa vontade e daí, partir para a negação? Milhões de pessoas batem às portas da Casa Espírita buscando por mixórdias de um amor perdido, de um emprego de que não gosta, ganhar na loteria... e todas elas acreditam que seus motivos para tais solicitações são justificadíssimos.
Isto é mais comum que se pensa. O Espiritismo, no tocante ao atendimento às necessidades humanas envolve atitude, mas também conhecimento.

Citar
(2) Negar quando alguém pode provar que algo é tosco, fantasia, imaginação, falta de percepção da realidade, efeitos LSDs, etc. é burrice.
Interessante; são raras as pessoas que usam ou usaram LSD e se tornaram espíritas por isto. Aliás, raras, não; desconheço um caso sequer.
Confundir efeito de drogas no cérebro que causam alucinação com fatos mediúnicos, sim, é tosquice, burrice em algo grau.

Citar
(3) Experiências divinatórias são pessoais e só servem como argumento a favor de crença em espíritos, né???  ::) Me poupe
.
Foi exatamente o que eu disse. São pessoais e por isso não servem como alegação de existência disso ou daquilo.

Citar
(4) Falácia é um raciocínio errado que parece verdadeiro, igual a essa bobagem que você acabou de escrever, que também é uma falácia. Um conselho: estude mais.
Você tem dificuldade em compreender o que falo e o que pretendo. Estude mais! :)

Citar
(5) Diante de tanta bobagem é quase impossível observar sem julgamentos.

Pérola com certificado de garantia e procedência, tipo, Gigaview. Juízo de valor.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.057
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #36 Online: 30 de Setembro de 2017, 21:35:56 »

Citar
(1) É difícil uma decepção não se transformar em ressentimento quando alguém percebe que fez papel de idiota durante boa parte da vida como "médium".
Já pensou na possibilidade de a pessoa buscar por algo e se frustrar, por simplesmente desconhecer, seja por ignorância incapacitante ou por que as regras não são feitas à nossa vontade e daí, partir para a negação? Milhões de pessoas batem às portas da Casa Espírita buscando por mixórdias de um amor perdido, de um emprego de que não gosta, ganhar na loteria... e todas elas acreditam que seus motivos para tais solicitações são justificadíssimos.
Isto é mais comum que se pensa. O Espiritismo, no tocante ao atendimento às necessidades humanas envolve atitude, mas também conhecimento.

E você? Já pensou em provar que a mediunidade existe e não é charlatanismo tal como é praticada nesses centros espíritas?

Esse argumento xarope que reivindica a possibilidade de "desconhecer por ignorância incapacitante" ou  que "os espíritos têm suas regras e prioridades" e "não se sujeitam à nossa vontade" sempre aparecem nesse tipo de discussão e são ditas com a maior cara-de-pau como se espíritos já tivessem sua existência comprovada. Sem a prova, o que você disse é uma besteira monumental.

Citar
Citar
(2) Negar quando alguém pode provar que algo é tosco, fantasia, imaginação, falta de percepção da realidade, efeitos LSDs, etc. é burrice.
Interessante; são raras as pessoas que usam ou usaram LSD e se tornaram espíritas por isto. Aliás, raras, não; desconheço um caso sequer.
Confundir efeito de drogas no cérebro que causam alucinação com fatos mediúnicos, sim, é tosquice, burrice em algo grau.

Burrice mesmo é acreditar que espíritos e a mediunidade existem, sem provas, e falar o que não conhece com cara-de-pau :histeria: . A "mediunidade" é uma experiência alucinatória mística, que tem nada de sobrenatural, espiritual ou transcendente que pode sim ser identificada nas dentre os efeitos das drogas psicodélicas.

Citar
The Spirituality of Psychedelic Drug Users
Psychedelic drug users may be more "spiritual" than other people.

...

Recent research has found that administering psychedelic drugs in a supportive setting can occasion profound mystical experiences. For example, a recent study found that about 60% of volunteers in an experiment on the effects of psilocybin, who had never before used psychedelic drugs, had a “complete mystical experience” characterised by experiences such as unity with all things, transcendence of time and space, a sense of insight into the ultimate nature of reality, and feelings of ineffability, awe, and profound positive emotions such as joy, peace, and love (Griffiths, Richards, McCann, & Jesse, 2006).

...

There does seem to be evidence that there may be a two-way relationship between psychedelic drug use and having spiritual and mystical beliefs. A study on psilocybin by Griffiths et al. (2011) found that people who had never used psychedelic drugs before reported long-term (assessed over a period of 14 months) increases in “death transcendence”. That is, participants expressed an increased belief that there is continuity after death, e.g. belief that death is not an ending but a transition to something even greater than this life. One of the core features of mystical experience is “an intuitive belief that the experience is a source of objective truth about the nature of reality” (MacLean, Johnson, & Griffiths, 2011). As noted earlier, about 60% of volunteers in the Griffiths et al. study reported a complete mystical experience, which they regarded as having sustained personal meaning and spiritual significance months later. From this it seems reasonable to think that one of the outcomes of the mystical experience was to convince volunteers that consciousness does continue after death. Additionally, as noted in a previous post, volunteers who experienced a complete mystical experience on psilocybin had a subsequent increase in the personality domain of openness to experience. People high in openness to experience also tend to endorse more mystical and spiritual beliefs, although they may also endorse less conventional religious belief.

https://www.psychologytoday.com/blog/unique-everybody-else/201212/the-spirituality-psychedelic-drug-users


Citar
Citar
(3) Experiências divinatórias são pessoais e só servem como argumento a favor de crença em espíritos, né???  ::) Me poupe
Foi exatamente o que eu disse. São pessoais e por isso não servem como alegação de existência disso ou daquilo.

Nem para alegar a existência de espíritos ou da mediunidade. Sempre haverá dúvida se é o "espírito" ou um talento humano do "médium" que se manifesta. É por isso que esse tipo de prova é sempre fajuta.

Citar
Citar
(4) Falácia é um raciocínio errado que parece verdadeiro, igual a essa bobagem que você acabou de escrever, que também é uma falácia. Um conselho: estude mais.
Você tem dificuldade em compreender o que falo e o que pretendo. Estude mais! :)

O problema é que só você não percebe quando tenta parecer verdadeiro raciocinando equivocadamente. Dá até pena... :?


Citar
Citar
(5) Diante de tanta bobagem é quase impossível observar sem julgamentos.

Pérola com certificado de garantia e procedência, tipo, Gigaview. Juízo de valor.


Isso...pode espernear a vontade. Quem sabe, um dia você aprende e para de ser sistematicamente refutado.
« Última modificação: 30 de Setembro de 2017, 21:39:44 por Gigaview »

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.293
  • Sexo: Masculino
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #37 Online: 01 de Outubro de 2017, 07:59:58 »
Citar
Foi exatamente o que eu disse. São pessoais e por isso não servem como alegação de existência disso ou daquilo.

Nem para alegar a existência de espíritos ou da mediunidade. Sempre haverá dúvida se é o "espírito" ou um talento humano do "médium" que se manifesta. É por isso que esse tipo de prova é sempre fajuta.
So...
Se as experiências pessoais {"místicas", cartinha da falecida titia contendo a receita do bolo preferido do sentante quando infante...} não servem — e todos concordamos cá parece.
E se os fenômenos outros alegados pelos espíritas não acontecem em ambiente neutro (i.e.: não controlado pelos próprios espíritas).
Então não há nenhuma prova de que "espíritos", se existirem, mantenham comércio com os vivos.
Note-se que provar que "espíritos" não existem é provavelmente impossível. Mas o que caracteriza o espiritismo é a alegação de comércio, e que este seria "natural", corriqueiro, sem requerer "milagres" de deuses.
Se se admitir os espiritismos (consideradas todas versões: anglo; santería; xaverianismo; kardecismo; filipinista; japonês — onde tem ronha com espelhos, &c.; ...) como religiões/crenças místicas ancestrais outras quaisquer baseadas em tradição,  "Revelações" e Fé, da minha parte nada a objetar nem a discutir.
« Última modificação: 01 de Outubro de 2017, 08:15:45 por Gorducho »

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #38 Online: 01 de Outubro de 2017, 08:27:44 »
Milhões de pessoas batem às portas da Casa Espírita buscando por mixórdias de um amor perdido, de um emprego de que não gosta, ganhar na loteria... e todas elas acreditam que seus motivos para tais solicitações são justificadíssimos.
Isto é mais comum que se pensa. O Espiritismo, no tocante ao atendimento às necessidades humanas envolve atitude, mas também conhecimento.
É verdade que milhares de pessoas procuram os centros espíritas e saem de lá consoladas.
Também acho que muitos dos responsáveis por esses centros acreditam piamente na DE, têm as melhores intenções e realmente querem ajudar o próximo.
Só que isto não prova a existência de espíritos.

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #39 Online: 01 de Outubro de 2017, 12:51:45 »
Citar
E você? Já pensou em provar que a mediunidade existe e não é charlatanismo tal como é praticada nesses centros espíritas?
Você acha que depois de tantos anos eu não já teria comprovado?

Citar
Esse argumento xarope que reivindica a possibilidade de "desconhecer por ignorância incapacitante" ou  que "os espíritos têm suas regras e prioridades" e "não se sujeitam à nossa vontade" sempre aparecem nesse tipo de discussão e são ditas com a maior cara-de-pau como se espíritos já tivessem sua existência comprovada. Sem a prova, o que você disse é uma besteira monumental.

Sem a prova, diz você? Sim, para você e todos os cegos que pretendem enxergar o que se enxerga sem os olhos do corpo, e sim com a razão, pensamento, lógica e sentimento.
Se você quiser, observe que algum desses elementos lhe faltam. Ou esteja sobrando... quem sabe? Tipo, excesso de materialidade prática, científica; confiança cega e absoluta nas possibilidades da ciência, sem qualquer restrição.

Entre o mais simples dos argumentos: - onde a origem do pensamento? da Inteligência? das emoções? Lembre-se que discutimos sobre isto num texto que vc trouxe e eu, sim, eu o refutei, claramente.

Dirão os céticos, em coro: no cérebro, oras!
Cérebro é carne, e desde quando a carne pensa?
Alguma vez chegou a pensar que num coma profundo tudo está funcionando, o corpo está vivo, e o cérebro. E no entanto não existe atividade mental... exceto frequências de ondas, aqui e acolá.... mas nada! Nenhum tipo de manifestação que você atribua tipicamente ao cérebro.
Mas, um tempo depois este corpo passa a viver normalmente, isto quando naturalmente não sobrevém o óbito, antes.
Numa anestesia geral, profunda, há um relaxamento dos vínculos que prendem o espírito,
Citar
ou qualquer nome que vc queira dar,
ao cérebro. Não há sonhos nem lembranças... sequer contamos o tempo... e no entanto o cérebro está tanto ou mais ativo que nunca... o que está faltando?

Já sei a resposta: - a ciência comprova que, bla, bla, bla...
Meu caro Gigaview, esta conversa que vimos tendo já de tanto tempo sempre chega num ponto: provar ao cético que espíritos existem é impossível mas induzi-lo a pensar que a possibilidade não é tão imaginária quanto supõe e que deve deixar uma fresta de sua janela mental aberta a tal, é imposição para a mente lógica e analítica.

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #40 Online: 01 de Outubro de 2017, 13:17:18 »
Entre o mais simples dos argumentos: - onde a origem do pensamento? da Inteligência? das emoções? Lembre-se que discutimos sobre isto num texto que vc trouxe e eu, sim, eu o refutei, claramente.

Dirão os céticos, em coro: no cérebro, oras!
Cérebro é carne, e desde quando a carne pensa?
Isto é tão sem sentido quanto dizer que um computador não pode vencer um mestre de xadrez porque "é apenas uns pedaços de silício e desde quando silício joga xadrez?"

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.057
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #41 Online: 01 de Outubro de 2017, 13:49:16 »
Entre o mais simples dos argumentos: - onde a origem do pensamento? da Inteligência? das emoções? Lembre-se que discutimos sobre isto num texto que vc trouxe e eu, sim, eu o refutei, claramente.

Dirão os céticos, em coro: no cérebro, oras!
Cérebro é carne, e desde quando a carne pensa?
Isto é tão sem sentido quanto dizer que um computador não pode vencer um mestre de xadrez porque "é apenas uns pedaços de silício e desde quando silício joga xadrez?"

 :histeria: Exato.

Offline Gauss

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.209
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #42 Online: 01 de Outubro de 2017, 14:34:39 »
Entre o mais simples dos argumentos: - onde a origem do pensamento? da Inteligência? das emoções? Lembre-se que discutimos sobre isto num texto que vc trouxe e eu, sim, eu o refutei, claramente.

Dirão os céticos, em coro: no cérebro, oras!
Cérebro é carne, e desde quando a carne pensa?
Isto é tão sem sentido quanto dizer que um computador não pode vencer um mestre de xadrez porque "é apenas uns pedaços de silício e desde quando silício joga xadrez?"
Então o crente responderia: "Mas há uma mente por trás da criação do computador."
Citação de: Gauss
Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #43 Online: 01 de Outubro de 2017, 14:38:42 »
Isto é tão sem sentido quanto dizer que um computador não pode vencer um mestre de xadrez porque "é apenas uns pedaços de silício e desde quando silício joga xadrez?"
Então o crente responderia: "Mas há uma mente por trás da criação do computador."
Não importa quem o criou e sim o fato de que ele adquiriu esta capacidade - apesar de ser apenas alguns chips de silício.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.057
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #44 Online: 01 de Outubro de 2017, 15:25:32 »
Citar
E você? Já pensou em provar que a mediunidade existe e não é charlatanismo tal como é praticada nesses centros espíritas?
Você acha que depois de tantos anos eu não já teria comprovado?

Comprovou religiosamente, através da fé, e essa é uma verdade exclusivamente sua a quem, a rigor, você não precisa explicar ou provar nada a ninguém porque faz parte do exercício do seu direito de  liberdade de pensamento que deve ser garantido e respeitado. No entanto, num clube de céticos onde você é um convidado pré-disposto a discutir a espiritualidade isso não basta. Ninguém aqui vai dar valor à sua comprovação pessoal porque estamos interessados em fatos e evidências que possam revelar a espiritualidade como uma realidade comum a todas as pessoas. E foi você mesmo quem afirmou que essa experiência pessoal comprobatória, além de servir a você como verdade, não serve para nada.


Citar
Citar
Esse argumento xarope que reivindica a possibilidade de "desconhecer por ignorância incapacitante" ou  que "os espíritos têm suas regras e prioridades" e "não se sujeitam à nossa vontade" sempre aparecem nesse tipo de discussão e são ditas com a maior cara-de-pau como se espíritos já tivessem sua existência comprovada. Sem a prova, o que você disse é uma besteira monumental.


Sem a prova, diz você? Sim, para você e todos os cegos que pretendem enxergar o que se enxerga sem os olhos do corpo, e sim com a razão, pensamento, lógica e sentimento.

E como se enxerga sem os olhos do corpo? Com os olhos da razão, pensamento, lógica, sentimento? Estamos discutindo poesia?

Suponha por absurdo que alguém consiga "enxergar" com os olhos do sentimento? O que enxerga essa pessoa? Será que você consegue mesmo admitir essa "visão" como prova de alguma coisa? Que os céticos são cegos porque não conseguem "ver" o que você nem sabe e não entende o que está dizendo? Esse argumento é extremamente idiota.

Citar
Se você quiser, observe que algum desses elementos lhe faltam. Ou esteja sobrando... quem sabe? Tipo, excesso de materialidade prática, científica; confiança cega e absoluta nas possibilidades da ciência, sem qualquer restrição.

Você tem uma visão distorcida do ceticismo. Os céticos não "viajam na maionese". Os crentes vivem na maionese. Não existe "excesso" de materialidade prática, existe apenas um mundo real tangível onde vivemos. O "excesso" faz parte da perspectiva crentóide causada pela presença da maionese. Essa ênfase na ciência que demanda confiança cega e absoluta também é uma idiotice. Não existem dogmas científicos nem verdades científicas absolutas que possam servir de fundamento religioso científico. A Ciência é refutável e suas verdades são provisórias. Quando você conseguir provar cientificamente que os espíritos existem, todos os céticos do universo mudarão de opinião e se isso não acontecer ficará caracterizado o surgimento de novas religiões devido ao comportamento irracional desses céticos idiotas.

Citar
... o mais simples dos argumentos: - onde a origem do pensamento? da Inteligência? das emoções? Lembre-se que discutimos sobre isto num texto que vc trouxe e eu, sim, eu o refutei, claramente.

Mande o link da sua "refutação". Estou curioso.

Você é incapaz de responder essas perguntas sem recorrer a princípios religiosos, caso contrário você estaria recorrendo às respostas da Ciência mesmo sem entender que são respostas provisórias e portanto refutáveis. A mente crentóide demanda por certezas que só são possíveis no universo dos dogmas religiosos e invariavelmente culpa a Ciência como incerta, incompleta e contraditória por não conhecê-la o suficiente.


Citar
Dirão os céticos, em coro: no cérebro, oras!
Cérebro é carne, e desde quando a carne pensa?

 :histeria:

Argumento fajutíssimo....o Fernando Silva já explicou.

Citar
Alguma vez chegou a pensar que num coma profundo tudo está funcionando, o corpo está vivo, e o cérebro. E no entanto não existe atividade mental... exceto frequências de ondas, aqui e acolá.... mas nada! Nenhum tipo de manifestação que você atribua tipicamente ao cérebro.
Mas, um tempo depois este corpo passa a viver normalmente, isto quando naturalmente não sobrevém o óbito, antes.
Numa anestesia geral, profunda, há um relaxamento dos vínculos que prendem o espírito, ou qualquer nome que vc queira dar, ao cérebro. Não há sonhos nem lembranças... sequer contamos o tempo... e no entanto o cérebro está tanto ou mais ativo que nunca... o que está faltando?

 :zzz:

Citar
Já sei a resposta: - a ciência comprova que, bla, bla, bla...
Meu caro Gigaview, esta conversa que vimos tendo já de tanto tempo sempre chega num ponto: provar ao cético que espíritos existem é impossível mas induzi-lo a pensar que a possibilidade não é tão imaginária quanto supõe e que deve deixar uma fresta de sua janela mental aberta a tal, é imposição para a mente lógica e analítica.

Induzir alguém a pensar numa possibilidade de origem religiosa é proselitismo. A mente lógica e analítica demanda por evidências e num clube cético, discutindo com céticos, essa é uma exigência da qual não abrimos mão.
« Última modificação: 01 de Outubro de 2017, 15:28:24 por Gigaview »

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.293
  • Sexo: Masculino
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #45 Online: 02 de Outubro de 2017, 07:30:50 »
Inexistência de "espíritos" é impossível provar, suponho.
Inexistência de "médiuns", e portanto desse comércio — ao menos na forma alegada pelos espíritas — prova-se pelo fato dos conteúdos das comunicações e mise-en-scène serem completamente dependentes dos valores culturais locais.
Cá atendem médicos e enfermeiros ex-alemães, nas Filipinas são ex-nativos de lá e cujos não tinham certificados na crosta ao que eu me lembre;
cartinhas de falecidos xaverianistas são diferentes de cartinhas canalizadas por falecidos anglo;
&c...
« Última modificação: 02 de Outubro de 2017, 07:35:56 por Gorducho »

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
não, Gigaview... NÃO!!!
« Resposta #46 Online: 02 de Outubro de 2017, 13:02:03 »
Besteira. Nada além de bullshit. Já me aprofundei no assunto e conheço bem o rosacrucianismo, desde os graus de neófito até o grau de Illuminati, incluindo todos os graus do Martinismo.
Gigaview, muitas vezes você zoou e escrotizou coisas que eu disse, nunca o fiz mas não vou conseguir deixar passar essa agora que foi IMPERDOÁVEL! Chegou a ser engraçada de tosca!! Falar "conheço bem o rosacrucianismo, desde os graus de neófito até Illuminati" faz rir imediatamente!!! E não é de sarcasmo muito menos maldade, mas simplesmente porque a conclusão contradiz a primeira afirmação da maneira mais absurda possível. Vou explicar:

AMORC não é, nunca foi, e nunca será rosacrucianismo. TOM não é, nunca foi e nunca será martinismo.

A AMORC é uma salada-mística-new-ager-teosófica com uma dose de yoga e sabe-se-lá o quê, sério, chegou a ser bizarro isso que você disse! E sei que não foi intencional, porque para você essas coisas estão realmente associadas, mas vou explicar de boas. O pior é que fico imaginando quantas pessoas do tópico "Segredos dos Rosacruzes" tomam essas organizações pseudocientíficas como rosacrucianismo!

O rosacrucianismo é um movimento panteísta, filosófico, místico e esotérico que floresceu dentro da maçonaria especulativa não-burguesa. É importante dissecar bem as palavras e conceitos aqui já que, como eu disse antes nesse tópico, muita coisa subjetiva costuma causar dissonância em céticos:

"místico" não significa acender velas, usar cristais, pirâmides, ficar cantando mantras e toda essa bobagem supersticiosa. O sentido original de "misticismo" tem a ver com "experimentar o sagrado", o que por sua vez também não tem nada a ver com viagens astrais, visões de anjos violetas, mestres ascensionados e todo esse bullshit. Se trata de um estado de devoção interior onde o centro não está no "Eu", mas na reverência ao Todo/Natureza, de forma que o rosacrucianismo original foi um movimento Panteísta (ou seja, que reverenciava a Natureza como algo sagrado, e não ETs Ascensionados que nem pseudoorganizações iniciáticas que querem seu dinheiro).

"esotérico" não significa ter poderes paranormais, viagens fora do corpo, telepatias, invocações de entidades astrais e toda essa baboseira (isso aí é o ESQUISO-térico). O sentido original de "esoterismo" tem a ver com "fazer uma interpretação sutil e alegórica das doutrinas e símbolos religiosos". Ou seja, praticar uma "religião filosófica", interior, ao invés de adotar cega e literalmente os mitos e ensinamentos das religiões.

Se o que você entendeu até hoje por "rosacrucianismo" e "martinismo" foi "cursinho de Yoga EAD", então sinto informar que não chegou nem perto de entender esses movimentos, nem sequer de forma superficial!

Sobre isso aí que você comentou, recomendo os livros de Pierre S Freeman:
AMORC UNMASKED
e THE PRISONER OF SAN JOSE

Se quiser realmente conhecer rosacrucianismo e martinismo, vou deixar aqui dois livros excelentes que expõem a ESSÊNCIA dos VERDADEIROS rosacrucianismo e martinismo:

DOGMA E RITUAL DE ALTA MAGIA de ÉLIPHAS LÉVI
https://drive.google.com/file/d/0ByTKqrIFG9TeVGJjOFRsRjl1NHc/view
O NOVO HOMEM de LOUIS CLAUDE DE SAINT-MARTIN
https://drive.google.com/file/d/0ByTKqrIFG9TeX3ZCT1VBc1l6NU0/view

Só tem uma coisa: esse tipo de conteúdo tem que ser lido MANTENDO EM MENTE os seguintes princípios:
1- NADA é LITERAL
2- é tudo SIMBÓLICO
3- são ALEGORIAS FILOSÓFICAS... do INÍCIO ao FIM!

Aí vão ter alguns céticos bem embrutecidos que vão dizer coisas assim:
- "Ah, você está dizendo para reinterpretar porque isso é absurdo demais para se crer literalmente e está tentando defender sua crença"

NÃO. O problema é que o culpado pelo cético É O ESQUISOTÉRICO! Explico: algum ANIMAL foi lá e interpretou essas coisas literalmente, dando início a crenças bizarras, práticas supersticiosas e uma boa mistura de esquizofrenia com imaginação e experiências oníricas. Esse animal conseguiu encontrar outros animais com wishful thinking suficiente para achar que iam obter "superpoderes" se submetendo a transes hipnóticos e crenças absurdas, e assim começaram um monte de seitas por aí que se apropriam destes símbolos e termos (rosacruz/martinista). Aí, claro, o cético vê isso, e a reação mais racional (e até muito natural e justa, por isso te compreendo) é rejeitar e atacar essa doença toda. Aí o cético vai dizer que isso é tudo mentira, mas o problema é que o erro começou quando alguém interpretou literalmente. O cético está questionando a interpretação literal, que é uma interpretação burra que alguém fez, sendo que os próprios autores que estabeleceram a tradição eram completamente adeptos do uso de analogias, símbolos e alegorias, e, portanto, devem ser interpretados por meio dessas lentes e filtros.

O que está por trás dessa Tradição é simplesmente Panteísmo travestido de alegorias e símbolos, sendo absolutamente compatível com ateísmo e com ceticismo, estando a única diferença na capacidade de evocar reverência e transcendência, que muitos ateus rejeitam só porque não adoram divindades, e isso tem a ver com o que tenho exposto desde o início do tópico - há muitas pessoas que se dizem "atéias" por terem problemas pessoais com tudo o que evoque reverência e transcendência, mas essas coisas não tem a ver com crenças em divindades. É perfeitamente possível nutrir este tipo de sentimento com a vida, o universo e tudo mais. E existiram, inclusive, ateus que realmente nutriram, como Giordano, Sagan, Einstein, Spinoza, Watts etc. E, da mesma forma, o que mais tem por aí são crentes sem nenhuma conexão com este "Estado místico" de reverência, cuja crença gira unicamente em torno de dogmas, mandamentos, medo, superstição e ignorância, sempre importunando os outros por aí.

De qualquer forma, vou pedir para que não desenvolvam demais o tema da mediunidade aqui, porque destoa bastante do tema principal do tópico, e, além disso, eu mesmo vou criar em breve um tópico especificamente sobre mediunidade, com alguns argumentos e conclusões inéditas, e gostaria muito da participação do Spencer e dos outros.
« Última modificação: 02 de Outubro de 2017, 14:20:12 por criso »
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #47 Online: 02 de Outubro de 2017, 13:14:22 »
Se quiser realmente conhecer rosacrucianismo e martinismo, vou deixar aqui dois livros excelentes que expõem a ESSÊNCIA dos VERDADEIROS rosacrucianismo e martinismo:
Não esquecendo que "verdadeiros rosacrucianismo e martinismo" não implica em que eles ensinem alguma verdade.

Debates anteriores sobre o assunto:
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=16101.msg324748#msg324748

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=19705.msg435214#msg435214

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #48 Online: 02 de Outubro de 2017, 13:31:56 »
Não esquecendo que "verdadeiros rosacrucianismo e martinismo" não implica em que eles ensinem alguma verdade.
E não ensinam verdade nenhuma mesmo, o que também não quer dizer que ensinem mentiras, porque só se pode dizer uma coisa ou outra de um livro que se proponha a ensinar ou revelar algo objetivo, e em nenhum momento devemos esperar uma postura científica e objetiva de uma literatura que é essencialmente mística do início ao fim. Se estamos esperando, então o erro está na nossa própria expectativa, que deve se adequar a proposta daquilo com o que estamos lidando. Agora, o caso é diferente com o espiritismo, que não é mera mística, mas, ao invés disso, tomou o rumo de "doutrina" e assumiu a pretensão de ser uma REVELAÇÃO OBJETIVA, METÓDICA e até mesmo UNIVERSAL das coisas espirituais. Por isso, o espiritismo não tem como se defender ou esquivar. São os próprios espíritas que tomam sua doutrina como uma revelação OBJETIVA e UNIVERSAL do mundo espiritual. Por ter essa pretensão, o espiritismo merece sim toda a crítica e ceticismo. Eu mesmo pratiquei o espiritismo de Kardec e Léon Dénis por dois anos, e inclusive ainda era espírita quando comecei a debater aqui no fórum, mas repensei bastante coisa que vou expor em breve em um novo tópico.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.293
  • Sexo: Masculino
Re:Ateus estão CONDENADOS
« Resposta #49 Online: 02 de Outubro de 2017, 14:07:12 »
tomou o rumo de "doutrina"
Até cá tudo bem porque qq. um tem direito de formular a doutrina que bem entenda de acordo com o que ache que lhe convém.
O Pentágono tem suas doutrinas; o Tzahal tem suas doutrinas; &c.
Citar
e assumiu a pretensão de ser uma REVELAÇÃO OBJETIVA, METÓDICA e até mesmo UNIVERSAL das coisas espirituais. Por isso, o espiritismo não tem como se defender ou esquivar. São os próprios espíritas que tomam sua doutrina como uma revelação OBJETIVA e UNIVERSAL do mundo espiritual. Por ter essa pretensão, o espiritismo merece sim toda a crítica e ceticismo.

:ok:
Aí é que está toda ronha com o espiritismo vis-à-vis as outras 55999 (segundo contagem feita pelo Pe. Quevedo) outras religiões.
Obs: a Religião Marxista também tentou se apresentar como baseada em factualidades verificáveis por não-Crentes ("científicas"). Por isso em relação à conta do Pe. Quevedo seriam
56001
      -2

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!