Autor Tópico: Anti Cristãos  (Lida 1075 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.221
  • Sexo: Masculino
Anti Cristãos
« Online: 29 de Setembro de 2017, 08:45:30 »
Satanistas criam curso infantil para contrapor ensino cristão em escolas dos EUA

Ricardo Senra

Da BBC Brasil em Washington

3 agosto 2017

Foto de estátua de Baphomet

Direito de imagemTHE SATANIC TEMPLE SEATTLE CHAPTER


'Precisamos de uma filial no Brasil', diz internauta do Rio de Janeiro em site satanista

Representantes de Deus e do Diabo na Terra estão disputando a atenção de alunos de escolas públicas nos Estados Unidos.


Desde 2001, a Suprema Corte americana permite que grupos religiosos ofereçam cursos extracurriculares a alunos da rede pública. Graças à regra, igrejas católicas e evangélicas espalharam os chamados "Clubes de Boas Notícias" por colégios de todo o país, com a missão de "evangelizar meninos e meninas com o Evangelho do Senhor, para estabelecê-los como discípulos da Palavra de Deus".


Com a imagem de um lápis escolar de três pontas, simulando um tridente, membros do Templo Satanista dos EUA decidiram aproveitar a legislação para "oferecer uma alternativa a crianças e pais" e questionar a legitimidade dos cursos cristãos na rede de ensino infantil.


"Se cursos religiosos são permitidos nas escolas, nós queremos espalhar nossos clubes por toda a nação para garantir que múltiplos pontos de vista estejam representados", disse à BBC Brasil Chalice Blythe, diretora nacional do programa "Satã Depois da Escola" (After School Satan Program, no original), do Templo Satânico dos EUA.


A estratégia inclui um convite em vídeo, com áudio invertido e imagens de crianças intercaladas com aranhas, bodes com longos chifres e outros símbolos satânicos, em que o grupo convoca estudantes para "aprenderem e se divertirem" com o satanismo.

ReproduçãoDireito de imagemREPRODUÇÃO


Vídeo promocional do curso tem sons invertidos e imagens de crianças intercaladas com aranhas, bodes com longos chifres e outros símbolos satânicos, em que o grupo convoca estudantes para 'aprender e se divertir' com satanismo


Um livro de colorir chamado O grande livro de atividades das crianças satanistas, vendido por 10 dólares (aproximadamente R$ 33), estimula os pequenos a brincarem de "ligar os pontos para formarem um pentagrama invertido", símbolo clássico associado ao reino de Satanás.
Em coro com diversos grupos religiosos, a conservadora TFP (Tradição, Família e Propriedade) americana reagiu, classificando o projeto como "sacrilégio" e convocando fiéis a protestarem "pelo retorno da moral cristã".


"Precisamos frear a popularidade do satanismo", destacou a entidade, endossando uma onda de abaixo-assinados criados por igrejas para proibir cursos satânicos para crianças.

Ativismo x Religião


Com um discurso fortemente político, o Templo Satânico foi criado em 2014 como um novo ramo do Satanismo americano tradicional. O templo tem forte atuação em redes sociais, onde reúne mais de 100 mil seguidores - especialmente jovens. Em menos de três anos, o templo inaugurou "capítulos" (ou escritórios) em 13 Estados americanos.


Mais do que devotos do Diabo, entretanto, o projeto satanista vem ganhando popularidade entre ateus e ativistas políticos nos Estados Unidos e outros países.


"Precisamos de uma filial do templo no Brasil", escreveu um morador do Rio de Janeiro na página do grupo satanista no Facebook.


Lucien Greaves

Direito de imagemTEMPLO SATÂNICO


Ex-aluno de neurociência da Universidade de Harvard, americano tem como bandeiras a defesa do conhecimento científico e a separação entre religião e Estado


"O novo prefeito da minha cidade é um bispo evangélico e está começando a mostrar serviço em nome de Deus. Nas câmaras legislativas existem cultos para Jesus. Em nossa Constituição está escrito que somos um país secular, mas mesmo em nossa Suprema Corte temos um crucifixo na parede. Se até a nossa Justiça não respeita a Constituição, quem respeitará?", questionou o brasileiro, em meio a outros comentários críticos relacionando política e religião.


Fundador do Templo Satânico e ex-aluno de neurociência da Universidade de Harvard, o americano Lucien Greaves tem como bandeiras a defesa do conhecimento científico, das liberdades individuais e direitos humanos, da legalização do aborto e do casamento entre pessoas do mesmo sexo e, acima de tudo, da separação entre religião e Estado.


O posicionamento gera ceticismo - estes satanistas seriam mesmo religiosos ou são um grupo político que se aproveita das leis ligada a religiões?


"O Templo Satânico é uma religião igual a qualquer outra, na medida em que nós (membros) temos um senso de identidade, comunidade, estrutura narrativa, cultura e valores compartilhados", responde a satanista Blythe, em entrevista à BBC Brasil.


"Não ter crenças ou fundamentos supersticiosos não nos torna menos sinceros em nossas ações e convicções do que aqueles que mantêm a crença em uma divindade", completa.


Mas, se o foco é científico e distante de misticismos, por que a opção pela imagem do diabo?

"Satanás é um símbolo do eterno rebelde em oposição à autoridade arbitrária", responde. "Nosso é o Satanás é o herege que questiona as leis sagradas e rejeita todas as imposições tirânicas".


'Disfarce'

Apostila de ensino de satanismo


Grupo que 'oferecer uma alternativa a crianças e pais' e questionar a legitimidade dos cursos cristãos na rede de ensino infantil dos EUA


Para o advogado constitucionalista John Eidsmoe, "a principal questão constitucional ligada a proposta de curso infantil satanista é entender se o Satanismo é uma religião".


"Não consigo prever como uma corte decidirá em relação a isso", afirmou Eidsmoe ao jornal religioso The Christian Post.


Além dos cursos infantis, a estratégia do templo Satânico inclui a instalação de monumentos dedicados a Satanás ao lado de estátuas cristãs em locais públicos e intervenções em procissões religiosas.


Para a maioria dos grupos cristãos tradicionais, estes satanistas seriam "ativistas políticos travestidos de religiosos".


"Este grupo não é legítimo. A única razão para ele existir é se opor aos Clubes de Boas Notícias, onde ensinam a moral, o desenvolvimento do caráter, patriotismo e respeito, de um ponto de vista cristão", afirmou, em nota, Mat Staver, fundador do grupo evangélico Liberty Counsel.



"O chamado grupo satanista não tem nada de bom para oferecer aos alunos. As escolas não precisam tolerar grupos que perturbem o ambiente e visam (prejudicar) outros clubes legítimos. Nenhum pai em sã consciência permitiria que seus filhos participem desse grupo", completou.
Para o pastor presbiteriano Jerry Newcobe, "um dos grandes problemas com a América contemporânea é o multiculturalismo, que abrange todos e todos sem discernimento".


"O cursos satanistas para crianças desrespeitam a lei porque querem proteger as crianças de qualquer forma de cristianismo", diz.


Programa


A proposta "Satã Depois da Escola" prevê encontros mensais de uma hora em salas alugadas por escolas públicas, nos mesmos moldes dos clubes cristãos. As reuniões incluem "uma refeição saudável, aulas de literatura, atividades de aprendizado criativo, ciências e artes".

"Todas as crianças são bem-vindas, independente de seu histórico religioso", ressaltam os satanistas na carta de apresentação do projeto a escolas.


À BBC Brasil, a porta-voz do Templo Satânico afirma que os cursos infantis não se propõem à devoção do Diabo, mas "a um currículo que enfatiza uma visão de mundo científica, racionalista e não supersticiosa", como alternativa aos dogmas do ensino cristão.


Questionada se preferiria que as aulas cristãs fossem canceladas, em vez de ter seus cursos satânicos em atividade nas escolas do país, Blythe mostra preferência pela primeira opção.



"Se o medo de os satanistas chegarem às escolas públicas for suficiente para justificar que todos os clubes religiosos sejam proibidos, veremos isso como um resultado positivo", diz a representante do grupo.



À reportagem, ela diz afirma que "os Clubes de Boas Notícias não deveriam ser permitidos em escolas públicas porque são uma ferramenta usada por fanáticos evangélicos para fazer proselitismo e doutrinar crianças jovens em sua visão extremista de mundo".



A porta-voz do Templo Satânico diz que o grupo está "trabalhando na criação de um programa de voluntariado para os cursos infantis para o ano letivo 2017-2018, que permitirá que os voluntários estabeleçam os clubes em suas escolas".


Questionado, o grupo não confirmou se obteve permissão oficial de alguma escola para a criação dos grupos no próximo ano letivo, que começa em setembro.


http://www.bbc.com/portuguese/internacional-40784156


« Última modificação: 29 de Setembro de 2017, 08:51:22 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.221
  • Sexo: Masculino
Re:Anti Cristãos
« Resposta #1 Online: 29 de Setembro de 2017, 08:46:38 »


Esse grupo não parece ser religioso,  pelo visto deve ser  um  grupo de anti religiosos  e/ou  ateístas  que fazem ativismo anti cristão.

« Última modificação: 29 de Setembro de 2017, 08:58:58 por JJ »

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re:Anti Cristãos
« Resposta #2 Online: 29 de Setembro de 2017, 08:59:16 »
Esse grupo não é religioso, é sim um grupo de ateístas  que fazem ativismo anti cristão.

Eu entendi que o 'satanista' é um humanista tentando chamar a atenção para o proselitismo que alguns protestantes neo-pentecostais estão fazendo em escolas públicas, o que é inconstitucional no EUA.

Acho que logo chegará na Suprema Corte e esta manterá a mesma linha das decisões anteriores, ou seja, proibir o proselitismo disfarçado.

Acho que esta combinação é a mais perigosa

Citação de: Mat Staver
Este grupo não é legítimo. A única razão para ele existir é se opor aos Clubes de Boas Notícias, onde ensinam a moral, o desenvolvimento do caráter, patriotismo e respeito, de um ponto de vista cristão.

onde "moral" é, na maioria das vezes, uma doutrinação cristã de intolerância e o "patriotismo" é uma ação que muitas vezes desemboca na xenofobia.
Foto USGS

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.221
  • Sexo: Masculino
Re:Anti Cristãos
« Resposta #3 Online: 29 de Setembro de 2017, 09:21:23 »

Eu entendi que o 'satanista' é um humanista tentando chamar a atenção para o proselitismo que alguns protestantes neo-pentecostais estão fazendo em escolas públicas, o que é inconstitucional no EUA.

Acho que logo chegará na Suprema Corte e esta manterá a mesma linha das decisões anteriores, ou seja, proibir o proselitismo disfarçado.



Ué, mas se logo no início do texto  há a informação de que  esta atividade religiosa é permitida como atividade extra curricular, reveja este trecho:


"Desde 2001, a Suprema Corte americana permite que grupos religiosos ofereçam cursos extracurriculares a alunos da rede pública. Graças à regra, igrejas católicas e evangélicas espalharam os chamados "Clubes de Boas Notícias" por colégios de todo o país, com a missão de "evangelizar meninos e meninas com o Evangelho do Senhor, para estabelecê-los como discípulos da Palavra de Deus". "


Então, não me parece que poderá ser alvo de processo questionando a sua legalidade. 






« Última modificação: 30 de Setembro de 2017, 09:33:10 por JJ »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.064
Re:Anti Cristãos
« Resposta #4 Online: 22 de Outubro de 2017, 22:06:22 »
Católicos contra a "diabólica" Rede Globo.


Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.910
Re:Anti Cristãos
« Resposta #5 Online: 25 de Outubro de 2017, 21:44:51 »
Eu lembrei do caso do austríaco da Igreja do Monstro do Spaghetti Voador que obteve, na justiça, o direito de usar um escorredor de macarrão na foto da carteira de habilitação. Eis um detalhe interessante sobre o caso. Os adeptos da "religião" frequentemente negam que eles pertencem a um movimento satírico.

http://blogs.oglobo.globo.com/pagenotfound/post/ateu-ganha-direito-de-usar-escorredor-de-macarrao-em-foto-oficial-392301.html

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/01/russo-recebe-aval-para-usar-escorredor-de-macarrao-em-foto-de-documento.html

Até 2016, cinco no mundo já tinham conseguido tal feito. O último do que li foi um russo.

Aí eu pergunto. Simplesmente negar formalmente a sátira e usá-la implicitamente de forma criativa e humorística para conseguir privilégios semelhantes à religião dominante não seria uma estratégia melhor?
« Última modificação: 25 de Outubro de 2017, 22:22:16 por -Huxley- »

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.832
Re:Anti Cristãos
« Resposta #6 Online: 26 de Outubro de 2017, 09:02:49 »
Católicos contra a "diabólica" Rede Globo.
Isso aí. Ouçam a Rádio Catedral e assistam à TV Canção Nova (tipo assim, meia hora vendo um pessoal rezar o terço).

Offline Horacio

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 33
Re:Anti Cristãos
« Resposta #7 Online: 29 de Dezembro de 2017, 16:40:10 »
Tenho pensado sobre o fenômeno do anti-cristianismo esses dias. Não é um fenomeno novo, certamente, e ganhou corpo silenciosamente, praticamente suprimindo os chamados valores cristãos da arquitetura da sociedade atual, originariamente erigida sobre eles. Estamos destruindo as fundações da sociedade ocidental como a conhecemos. Não necessariamente fundamentos economicos, mas da construção do tecido social.

Basicamente, a mensagem cristã é de que somos todos irmãos, filhos de um unico deus, o amor entre os irmãos sendo a principal condição para a salvação. Não há salvação se não houver amor ao próximo e a deus, embora isso não baste. A salvação representa a reunião com deus, a libertação do espirito frente aos limites da carne.

Essa mensagem extremamente simples é totalmente contraria ao espirito da modernidade capitalista, materialista, competitiva, individualista, e assim na cultura produzida nessa sociedade, a mensagem cristã foi sendo varrida aos poucos para fora da sala, até se tornar algo praticamente imperceptível. Cristianismo nessa cultura, é representado como doutrina obscurantista, instituição corrupta, instrumento de domesticação das massas, (como se a midia capitalista não fosse muito mais eficaz nessa tarefa), mas nunca a essencia do sistema de valores cristão aparece com destaque, muito menos uma analise cuidadosa dos impactos do abandono desse sistema para a sociedade.

Historicamente, a herança cristã é descrita em termos de guerras religiosas, perseguições, obstaculo ao avanço cientifico, riqueza e corrupção da igreja, mas a rede de monasterios montada na idade média e seu papel civilizatório é praticamente desconhecida em sua natureza e historia por nossa cultura.


Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.832
Re:Anti Cristãos
« Resposta #8 Online: 29 de Dezembro de 2017, 17:04:08 »
Historicamente, a herança cristã é descrita em termos de guerras religiosas, perseguições, obstaculo ao avanço cientifico, riqueza e corrupção da igreja, mas a rede de monasterios montada na idade média e seu papel civilizatório é praticamente desconhecida em sua natureza e historia por nossa cultura.
O obscurantismo é parte inseparável do "pacote" das religiões. Afinal, é preciso acreditar sem provas. Ou até mesmo diante de provas em contrário. Não dá para fingir que quase 2 mil anos de superstição e violência não aconteceram. Não dá para fingir que tudo de bom que aconteceu à sociedade ocidental se deveu ao cristianismo.

O cristianismo (e também as outras religiões, cada uma a seu modo) contribuiu de alguma forma para o progresso da sociedade, mas o fato é que a sociedade, ao progredir, foi deixando de dar tanto valor à religião, que teve que correr atrás tentando fazer parecer que o progresso tinha sido graças a ela.

Quando ao individualismo do capitalismo (que mania que esse povo tem de botar a culpa de tudo nele...), um dos méritos do cristianismo em relação às religiões orientais foi justamente a valorização do indivíduo. A salvação passou a ser individual, por méritos individuais, em vez da ênfase anterior no povo como um todo e da insignificância do indivíduo.

Offline Horacio

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 33
Re:Anti Cristãos
« Resposta #9 Online: 29 de Dezembro de 2017, 19:48:34 »
Concordo em linhas gerais, apenas gostaria de focalizar especificamente no fenomeno do anti-cristianismo, ao inves de enveredar por uma discussão sobre o valor das religiões.

Considero que a representação do cristianismo na nossa cultura não é adequada para a compreensão de um fenomeno tão multi-dimensional, diversificado, contraditório e ao mesmo temo vital para a historia ocidental como o cristianismo.

Essa representação por sua vez, não foi produzida espontaneamente. Existiu nos ultimos cinco séculos um conflito aberto entre o sistema de valores crstão e o sistema de valores trazido pela intensa mercantilização da sociedade a partir do século16.

Alem de conflitos politicos sobre a autoridade da igreja, existia uma obvia incompatibilidade entre os dois sistemas de valores, e assim foi sendo cultivada uma nova ideologia, chamada iluminista, que graças às novas tecnologias, controladas pelas classes mercantis, ocupou gradativamente os espaços do cristianismo, até o massacre final no século 20 depois do advento do cinema e da TV.

Hoje o panorama aponta para uma critica ao proprio iluminismo, surge um anti-iluminismo e avançam o paganismo e o satanismo, como reflexo da revolução tecnológica e social em curso.

Onde essa tendencia nos levará é incerto, mas penso que é importante analisar a trajetoria percorrida até aqui com mais cuidado, para podermos perceber a verdadeira natureza desse processo.


Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.832
Re:Anti Cristãos
« Resposta #10 Online: 30 de Dezembro de 2017, 08:16:15 »
Essa representação por sua vez, não foi produzida espontaneamente. Existiu nos ultimos cinco séculos um conflito aberto entre o sistema de valores crstão e o sistema de valores trazido pela intensa mercantilização da sociedade a partir do século16.

Alem de conflitos politicos sobre a autoridade da igreja, existia uma obvia incompatibilidade entre os dois sistemas de valores, e assim foi sendo cultivada uma nova ideologia, chamada iluminista, que graças às novas tecnologias, controladas pelas classes mercantis, ocupou gradativamente os espaços do cristianismo, até o massacre final no século 20 depois do advento do cinema e da TV.
Esqueça "classes mercantis" (como se nunca tivesse havido comércio e enriquecimento ao longo de milhares de anos ...) e considere que "iluminismo" se refere à liberdade de pensar e criar sem se preocupar com mandamentos arbitrários de um deus imaginário e punitivo. Ou com a perseguição por parte de seus autonomeados representantes.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!