Autor Tópico: Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc  (Lida 2804 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #125 Online: 02 de Março de 2018, 04:22:14 »
Bom, só me resta dizer que ou você é extremamente competente em escrever o oposto do que pretende na maior parte do tempo ou eu sou extremamente competente em entender o oposto do que você escreve.
Posso viver com essa dúvida!  :)
Tópico: Chamar a crença dos outros de "muleta" - criso em 19 de Fevereiro de 2018, 16:00:34
[...]dizendo isso, você diz mais sobre você mesmo (e sobre a sua relação interna e psicológica com o sagrado) do que sobre o misticismo. Isso é o que você atribui ao Misticismo. E, após projetar estas imagens sobre um conceito vazio, você refuta, recusa e rejeita estas mesmas imagens[...]
Tópico: Existe ex-ateu de fato? - criso em 27 de Fevereiro de 2018, 11:55:49
[...]a religião é apenas uma crença e forma exterior e a função religiosa é apenas uma experiência da alma de cada um[...]

Tópico: Existe ex-ateu de fato? - criso em 01 de Março de 2018, 15:12:43
[...]a experiência mística não serve para construir conhecimento sobre uma realidade externa, objetiva ou sobrenatural[...]

Tópico: Existe ex-ateu de fato? - criso em 01 de Março de 2018, 15:12:43
[...]se fizesse parte de uma "realidade comum supra-natural" deixaria de ser misticismo para ser conhecimento objetivo de uma realidade espiritual[...]

Chrystian Revelles Gatti
 :ok:
« Última modificação: 02 de Março de 2018, 12:54:11 por criso »
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Gorducho

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.084
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #126 Online: 02 de Março de 2018, 08:03:03 »
Ok, já entendi que o seu "sagrado", Sr. criso, seja awe-inspiring...
Mas por que não se considera um ateu ou agnóstico  :?:
Poderia explicar de maneira simples :?:
Pense em nós como se fosse o Privatdozent I. Kant:
  • os alunos brilhantes não precisam de si;
  • os alunos médios necessitamos dos seus esclarecimentos duma forma que possamos compreender;
  • com os burros não adiante perder tempo porque não vai adiantar nada mesmo...

PARECE que S/Pessoa procura em geral dizer o oposto do que pretende...  :|
« Última modificação: 02 de Março de 2018, 08:06:31 por Gorducho »

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.664
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #127 Online: 02 de Março de 2018, 13:57:16 »
Bom, só me resta dizer que ou você é extremamente competente em escrever o oposto do que pretende na maior parte do tempo ou eu sou extremamente competente em entender o oposto do que você escreve.
Posso viver com essa dúvida!  :)
Tópico: Chamar a crença dos outros de "muleta" - criso em 19 de Fevereiro de 2018, 16:00:34
[...]dizendo isso, você diz mais sobre você mesmo (e sobre a sua relação interna e psicológica com o sagrado) do que sobre o misticismo. Isso é o que você atribui ao Misticismo. E, após projetar estas imagens sobre um conceito vazio, você refuta, recusa e rejeita estas mesmas imagens[...]
Tópico: Existe ex-ateu de fato? - criso em 27 de Fevereiro de 2018, 11:55:49
[...]a religião é apenas uma crença e forma exterior e a função religiosa é apenas uma experiência da alma de cada um[...]

Tópico: Existe ex-ateu de fato? - criso em 01 de Março de 2018, 15:12:43
[...]a experiência mística não serve para construir conhecimento sobre uma realidade externa, objetiva ou sobrenatural[...]

Tópico: Existe ex-ateu de fato? - criso em 01 de Março de 2018, 15:12:43
[...]Se fizesse parte de uma "realidade comum supra-natural" deixaria de ser misticismo para ser conhecimento objetivo de uma realidade espiritual[...]

Chrystian Revelles Gatti
 :ok:

Esse eruditismo não atesta a seu favor, criso. Ao contrário. Foi justamente o que me levou a questionar suas intenções. Esse discurso intencionalmente dúbio, como você próprio admitiu quando levantei a questão da semântica, não passa de sofisma, tem o intuito de induzir o interlocutor ao erro, traçando um condicionamento estereotipado para acertar no alvo. Como eu dizia, é tão e somente uma forma de se destacar pelas falhas alheias em vez de pelas próprias qualidades. Isso é pedantismo, transparece apenas pompa, requinte. Resquícios talvez de sua experiências com seitas esotéricas.

Outra coisa muito diferente é erudição. Enquanto um cita mais os autores que suas ideias, essas servindo quase sempre apenas para atestar em causa própria, o outro procura simplificar, esclarecer, de forma objetiva, expondo o assunto, explicando o ponto a ser debatido para que qualquer um, tendo ou não conhecimento específico, concordando ou não, possa participar. O intuito é debater, trocar ideias, conhecer outros pontos de vista, aprender enquanto se ensina o que sabe - e não formar um grupo restrito de iniciados com ritos burocráticos para se sentir especial, parte de algo maior.

Não estou querendo dizer com isso que lhe falte conteúdo e muito menos que esse me sobre, de fato, devo admitir que o meu entusiasmo juvenil com o misticismo se esvaiu no grau um, devido a um já embrionário ceticismo à época – apenas que o vício não leva a virtude. Não é condenando os outros que se redime. Não vai ser apontando os maus pensadores que você se tornará um dos bons. Esse fórum, ao contrário de cultivar mentes fechadas, como você sugere, as elimina numa espécie de seleção natural – se não as abre ou as afugenta. Com frequência tem alguém pedindo para sair, seu Zerodois! :P E dá sim total abertura para debater qualquer tema, de BBB a MQ – sem dar vazão ao chororô. Até ao embate político ideológico puramente revanchista que vem se instalando, aparentemente, no mundo todo, tem conseguido resistir, embora não sem rusgas. :/

Bom, essa é minha opinião. E claro que pode estar errada. Ontem você me pediu sinceridade, mas achei melhor deixar para caso o mesmo aparente comportamento se repetisse. E esse me pareceu ser o caso.  :ok:



Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.475
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #128 Online: 02 de Março de 2018, 14:46:14 »
:ok:
Mas então dê um exemplo de utilidade de qq. tradição religiosa esotericamente falando...
Se não exemplificar fica difícil a gente analisar o que se passa dentro do seu pensamento não externalizado, certo :?:
O usuário montalvão me fez exatamente a mesma pergunta em um outro tópico, então vou reaproveitar minha resposta:
"Qual a 'utilidade' da Arte? da Moral? da Virtude? da Beleza? do Bem? 'Utilidade' é um termo muito frio, morto, calculado. O que é útil e inútil? O que ajuda a mover a máquina do nosso regime socioeconômico é útil? Ou é inútil? Novas fórmulas, produtos, tecnologias, são úteis? Sempre? Quando penso nisso, toda a atividade humana não me parece essencialmente diferente do comportamento animal. As mais avançadas tecnologias nos elevam, na melhor das hipóteses, ao nível de "superchimpanzé". O reino do verdadeiro espírito, do verdadeiro artista, do santo, do filósofo, é raramente alcançado. Por que tão poucos? Por que a história do mundo e da humanidade não é uma história de progresso e realização, mas uma fútil e infindável adição de zeros? Nenhum grande valor se estabeleceu, os gregos há 3000 anos atrás eram tão avançados quanto somos. Quais são essas barreiras que impedem as pessoas de chegarem sequer perto de seu real potencial?"

Utilidade é um termo que me causa, pessoalmente, muita angústia, posto que hoje em dia tudo é mercadológico e as coisas são avaliadas por esse pragmatismo morto que não deixa espaço algum para Realizações do verdadeiro potencial humano e experiência integral das diversas dimensões do homem. Reitero mais uma vez sobre o hábito absolutamente recorrente (e quase infindável) da tentativa metafórica de usar aparelhos auditivos para enxergar, isto é, tentar aplicar uma ferramenta para um fim que é contrário à sua própria natureza, o que é exatamente o caso da tentativa de se pressupor quaisquer entidades, realidades, comunicações ou objetividades a partir de experiências pessoais, internas e intransferíveis. No caso do eSoterismo, o caminho é justamente o contrário, isto é, se houver qualquer coisa externa (como símbolos, ideias ou o que for), estes é que são meios para o acesso do interno, ou seja, autoconhecimento por excelência.

Lembrando também que não tenho o menor intuito de transformar ninguém aqui em religioso ou crente (o que nem sequer sou!) pois acredito que o que serve para um pode muito bem não se adequar aos outros e a única coisa com a qual realmente me ocupo é com o preconceito e condicionamento dos maus ateus, sendo essa a causa dos meus constantes ataques ao ateísmo arrogante e mal raciocinado. Se alguém estiver livre de condicionamentos e preconceitos, com uma mente esclarecida, que siga o caminho que lhe convier, posto que é isso - o esclarecimento - o que realmente importa, e não rótulos vãos e "pacotes ideológicos" pré-formatados.

Assim fica evidente que devemos ponderar sobre as alegações e manter aquelas que tenham outros indícios que não sejam unicamente experiências pessoais.
Corretíssimo! Peço apenas que leia o tópico, para que não fique fora de contexto.

Sendo assim, você me permite medi-lo  com a mesma régua que usa para medir os outros. Não se traça condicionamentos a partir de meia dúzia de respostas a um discurso dúbio, com o propósito de confundir, isso serve apenas para reforçar um viés já previamente adotado.  O materialista ou mau ateu, como preferir, e o crente vulgar, cumprem apenas a função que você delegou a eles – promover seu conforto intelectual. Tudo o que você vai conseguir com isso é reforçar os estereótipos que trás na bagagem, projetando nos outros sua própria imagem para condenar o que não encontra reflexo.
Não entendi:
- Qual viés já previamente adotado?
- Qual função eu deleguei?
- Qual conforto intelectual?
- Quais estereótipos eu trago na bagagem?
O esoterismo é o primo rico do exoterismo, mais esnobe, mas com o mesmo DNA.
Como esnobe? O esoterismo é simples, interior e contemplativo. Aliás, pelo contrário, as teologias, pompas, autoafirmações, fanatismos e religiões estabelecidas são todas manifestações exteriores e crenças literais, o oposto de esoterismo por definição.
Faz apenas tentar disfarçar sua origem com uma camada de maquiagem, dando um toque de requinte ao que é vulgar,
Pelo contrário! As religiosidades externas é que são o toque de vulgaridade ao que é não "requintado", mas interior, filosófico e simples! Elas sempre surgem depois, a partir de mistificações, mitificações, superstições, popularizações e externalizações. A religião, manifestação eXterna surge justamente depois, como institucionalização moral e política.
Nasceu, historicamente, como um movimento de reação ao materialismo  – da necessidade de buscar um lugar especial para ocupar em um universo mecânico, indiferente às nossas necessidades – tão e somente distanciando-se da imagem da religiosidade vulgar  – o primo pobre. Tudo é vaidade! Quem nunca?
Quê??? Como assim? A ideia de um universo mecânico e materialista só veio muitos, muitos séculos depois. Do que você está falando? Que absurdo! Muito pelo contrário! O Taoísmo Filosófico, por exemplo, nos ensina que "Para o Tao, todos os seres são como cães de palha", ou seja, que não ocupamos nenhum lugar especial em um universo que se preocupe com nossas necessidades! Para Gautama, por exemplo, acreditar que temos uma alma ou que o mundo gira em torno de nós é uma das ilusões fundamentais! E tudo isso você está chamando de poluidor da mente! Por que? Em minha tese, é porque você cristalizou interiormente uma associação muito ruim de sagrado com as péssimas experiências que teve ou com as manifestações exteriores e vulgares, e um conflito interno se estabelece ao ter que admitir que há, na história do sagrado, muito de esclarecedor, virtuoso, belo e inspirador! Da mesma forma há também, na história da Ciência, muito de trágico, desumano, fútil e imoral. Ou seja, a questão aqui não é trocar "Ciência" por "Misticismo" (JAMAIS!) muito menos se converter de ateu em crente (PIOR AINDA, REGRESSÃO!) mas simplesmente não ter mais nenhum condicionamento e preconceito, ou seja, ser capaz de avaliar cada proposição isoladamente, cada tradição, cada ensinamento, cada prática! Tornar-se alguém esclarecido, sem comprometimento com um "pacote ideológico" que dita o que você deve repudiar.
Tomar como sagrado traduz bem o real significado de misticismo – quer dizer pegar para si o que é alheio. Isso com frequência serve mais como um empecilho para o autoconhecimento do que o contrário. Só quando desmistificamos o próprio conceito em si é que nos permitimos realmente refletir sobre valores, esmiúça-los para descobrir por nossa própria conta e risco o que os motivam e, em consequência, o que os tornam mais ou menos elevados. Já não havendo o que tomar, sagrado torna-se um conceito vazio.
O que você falou é exatamente o que estou propondo!
Tudo isso é apenas requinte. Serve apenas para poluir a razão. A sofisticação do raciocínio dispensa rebuscamentos.
Como??? Schopenhauer é requinte?? Sidarta Gautama polui a razão? Justamente alguém que ensinou o ceticismo, questionou as tradições e autoridades religiosas, questionou a noção de divindades, questionou a ideia de "Alma", desmistificou todas aquelas crenças e práticas exteriores, e isso é poluição? SPINOZA e HESSE servem para POLUIR a mente? Não é possível. Você não está tendo mais compromisso com a pesquisa. Só pode ter decidido discordar a priori e estar caçando discordâncias onde nem existe. Para quê isso? Para não reformular sua ideia de sagrada e entender que existem, sim, ideias e práticas muito mais elevadas, sábias e enriquecedoras do que essa religiosidade supersticiosa e caricata que nos cerca?
Talvez apenas não tenham necessidade dessa pompa.
A pompa está justamente nas práticas externas, nas teologias, nas imagens, em todas as coisas eXotéricas por definição.

Pôr arte e moral/virtude/bem num mesmo pacote não é adequado. A virtude/moral/bem são necessários, sem eles haveria e caos numa sociedade. Desconheço qualquer sociedade que tenha progresso sem nada de moral. Nenhum império, estado sem moral (e aqui falo de mora em si, não ligada a qualquer religião, mas apenas humana) sobrevive muito tempo. A corrupção fez impérios caírem, países fiarem instáveis, crises, etc.

Já a Arte é inútil! É mais questão de gosto. Não é algo que necessariamente vai interferir no funcionamento adequado duma sociedade. Muitos dizem que cultura artística brasileira é melhor que a dos EUA [eu pessoalmente discordo, achoa muita propaganda, mas cada cabeça pensa dum jeito]

Você fala como crença transcendental fosse elevar o ser humano além do que ele é. É precisa citar pessoas com esse mesmo jeito que o seu de pensar com discurso muito erudito que, durante séculos não mudou nada no mundo de forma prática  alguns até pioraram. Jesus pregou uma coisa e depois usaram isso pra inquisições, etc. Monges budistas zen mas que brigaram até na faca por questões de hierarquia monástica ou outras coisas do tipo. Milênios de transcendentalidade não tornaram mundo melhor e não acabou com as mazelas e ainda que ciência seja usada pro mal ela melhor opção prática que se tem.


 

Offline JungF

  • Nível 07
  • *
  • Mensagens: 73
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #129 Online: 02 de Março de 2018, 14:47:48 »
 "Dizer que não existe um eu imortal é puxar o tapete reconfortante do pensamento religioso. A ideia de que uma parte de nós sobrevive indefinidamente nos agrada e satisfaz nossa ânsia de imortalidade. Segundo o Buda, porém, satisfazer desejos não conduz à verdade."

Pessoas e até mesmo os "Santos" costumam vender idéias, pensamentos, frases elegantes, simplesmente por serem de fácil aceitação e transferirem ao autor o caráter de erudito. Ou de santidade.

O homem é, no que tange à sua existência absolutamente prático. Não entra em suas cogitações qualquer consideração a respeito de imortalidade, dito, eternidade.
Ele se preocupa, sim, em saber se pode ou não haver algo após a morte... se as religiões ou a ciência teriam algo de consistente sobre isto.
Então, dizer-se que isto ou aquilo tem por base o desejo do homem de possuir uma essência imortal é tolice e irresponsabilidade, por causa das consequências de tais idéias em mentes menos amadurecidas.

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #130 Online: 02 de Março de 2018, 15:11:49 »
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Pedro Reis

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.355
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #131 Online: 02 de Março de 2018, 15:20:10 »
Foto resposta fere o parágrafo 18, inciso 3, do regulamento.

Offline Mancha Negra

  • Nível 16
  • *
  • Mensagens: 409
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #132 Online: 02 de Março de 2018, 16:07:20 »
Agora que vou ser expulso do fórum...

Foto resposta fere o parágrafo 18, inciso 3, do regulamento.

 :histeria:

"Quod tibi non vis, alteri ne facias."
Deísmo - Razão & Filosofia.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.054
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #133 Online: 02 de Março de 2018, 17:41:40 »
Citar
Já a Arte é inútil! É mais questão de gosto. Não é algo que necessariamente vai interferir no funcionamento adequado duma sociedade. Muitos dizem que cultura artística brasileira é melhor que a dos EUA [eu pessoalmente discordo, achoa muita propaganda, mas cada cabeça pensa dum jeito.

 :histeria:

http://bigthink.com/videos/the-great-unexpected-utility-of-the-arts
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Pedro Reis

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.355
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #134 Online: 02 de Março de 2018, 18:16:17 »
O Homem inventou a arte porque só a vida não basta.

Offline Gorducho

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.084
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #135 Online: 02 de Março de 2018, 20:07:18 »
E portanto as artes são úteis pras nossas vidas.
Precisamos de algo que nos faça fugir desse nonsense "lutar" permanentemente pelo nonsense que é a "existência".

« Última modificação: 02 de Março de 2018, 20:10:42 por Gorducho »

Online JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.584
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #136 Online: 03 de Março de 2018, 20:50:13 »
Não entendi. Poderia reformular?

Claro.

A pessoa que nega uma experiência Mística mesmo com comprovação ou testemunhos de outros tem mais validade do que aquela que diz que teve e a qual outros a sua volta a negam?

Por refazer a pergunta, vou apontar uma observação social sobre a "Loucura" ou delírio dos "Místicos".

Nas tribos, havia a figura do vidente, pajé ou Xamã. Quem não garante que houve pessoas que questionaram a sua autoridade? Nesta mesma tribo, não poderia negá-los por serem "Loucos" ou mentirosos? Por que foram aceitos? Por que eles se tornaram autoridades em seu meio? Afinal, havia guerreiros que poderiam "assumir" o manto do Poder deles e negar autoridade deles dizendo que tudo é uma entidade tão animal como qualquer outro animal. Por tanto, não haveria necessidade de místicos, intermediários ou líderes espirituais. Afinal, o Mundo é Caótico. (Ceticismo primitivo)

Por que eles foram aceitos?




Pelo pavor à grandiosidade da Natureza e dos elementos.
O pensamento antigo era animalizado, eles não tinham o nosso arcabouço mental configurado pra pensar em máquinas. O "movimento" era sempre associado a vida, seres.
Algo "teleológico", so to say.
Tanto que os celestes eram imaginados como viventes, deuses, às vezes se locomovendo em carruagens.
E isso permanece em maior ou menor ° dentro da genética das pessoas, independente do ° de instrução concernente ao universo físico onde essas convivem, trabalham;
"status" $
&c.




Muito interessante esta observação.   :ok:



Offline Gorducho

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.084
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #137 Online: 04 de Março de 2018, 10:53:32 »
Veja o que explica Numa Denis Fustel de Coulanges n'A cidade antiga:
 
O homem dos primeiros tempos estava sempre perante a natureza; os hábitos da vida civilizada ainda não tinham interposto um véu entre ela e ele. Seu olhar encantava-se com suas belezas, ou se ofuscava com suas grandezas. Gozava da luz, assustava-se com a noite, e quando via voltar “a santa claridade dos céus” [1]
[1] Sophocle, Antigone, v. 879. Les Védas expriment souvent la même idée.
sentia-se reconhecido. Sua vida estava nas mãos da natureza: esperava a nuvem benfazeja, da qual dependia sua colheita; temia a tempestade que podia destruir o trabalho e a esperança de todo um ano. Sentia a todo momento sua fragilidade e a incomparável força de tudo o que o rodeava. Sentia perpetuamente um misto de veneração, de amor e de terror, por essa natureza poderosa.
Esse sentimento não o conduziu de imediato à concepção dum Deus regendo todo universo. Pois não tinha ainda a ideia do universo. Não sabia que a terra, o sol, os astros, são partes dum mesmo corpo; não concebia que pudessem ser governados por um mesmo Ser. Aos primeiros olhares que lançou sobre o mundo exterior, ao homem se lhe afigura como uma espécie de república confusa, na qual forças rivais guerreavam entre si. Como julgava as coisas exteriores por si próprio e sentia em si uma pessoa livre, viu também em cada parte da criação, no solo, na árvore, na nuvem, na água do rio, no sol, outras tantas pessoas semelhantes a si; lhes atribui pensamento, vontade, livre ação; como as sentia poderosas e como estava submetido a seu império, reconhece-lhes sua dependência; lhes reza e lhes adora; faz-lhes deuses.


Então temos 2 vertentes (so to say):
i) O culto aos mortos dado que não conseguimos imaginar um estado pós-morte nossa bem como a incerteza que temos acerca de se haveria ou não alguma forma de "imortalidade" individual ou não.
ii) Essa personificação dos elementos da Natureza; que são aterrorizantes mas que também podem ser belos e úteis (colheitas, fontes d'água...).
Essa é a origem dos misticismos, que integra nosso "patrimônio" genético independentemente das condições materiais de nossa vida ou da nossa formação escolar ou "status" $/social/profissional.
Claro: na prática essa genética influi mais em uns e menos e outros, mas todos a carregamos.
« Última modificação: 04 de Março de 2018, 12:45:08 por Gorducho »

Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.475
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #138 Online: 04 de Março de 2018, 14:19:00 »
Citar
Já a Arte é inútil! É mais questão de gosto. Não é algo que necessariamente vai interferir no funcionamento adequado duma sociedade. Muitos dizem que cultura artística brasileira é melhor que a dos EUA [eu pessoalmente discordo, achoa muita propaganda, mas cada cabeça pensa dum jeito.

 :histeria:

http://bigthink.com/videos/the-great-unexpected-utility-of-the-arts

Não entendi! Não sei se queria me refutar, mas aqui fale arte propriamente dita, não falei arte ("técnica"), no sentido maior que ela tinha antigamente), mas arte no sentido estético (arte pela arte), ela não tem utilidade nenhuma. E diversão não é algo útil é agradável.

Ainda que de algo, a princípio inútil, dê pra se fazer algo útil, arte não tem valor utilitário nenhum.

Exemplos: Roupa é útil pra proteção higiênica e contra frio. Estilo artístico da roupa não tem valor prático nenhum.

Música não é essencial pra vida. E não confundir música aqui com sons de sinalização como sirene de alerta, buzinas, etc.

Ou você que arte musical do Nando Moura, por exemplo,é útil? Pra quê? Espantar moscas, insônia, atordoar inimigos, etc?







« Última modificação: 04 de Março de 2018, 14:21:02 por Agnoscetico »

Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.475
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #139 Online: 04 de Março de 2018, 14:40:13 »
O Homem inventou a arte porque só a vida não basta.

Mas falei sobre questão de necessidade física mesmo, não de carência subjetiva e psicológica.

Ser humano precisa de ar, alimento, água e tecnologias que ajudem incrementar o melhor uso dessas. Arte não é uma necessidade humana. Deve haver pessoas que pouco tão se lixando pra música, pintura, literatura, etc, desde que tenha uma moradia boa (sem ligar pra decoração), comida saudável (ainda que o gosto não seja os melhores), ar mais puro possível (sem precisar ser perfumado), transporte seguro e eficiente (sem precisar ser luxuoso como Ferrari), etc.

E também critiquei isso porque criso quer usar arte como referência de algo transcendental que dê base pra crença dele.



Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.475
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #140 Online: 04 de Março de 2018, 15:00:21 »


Achei uns vídeos que tem relação com algumas coisas citadas aqui, uns tm mai haver, outros menos:

<a href="https://www.youtube.com/v/rXpnzcSZrFE" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/rXpnzcSZrFE</a>


<a href="https://www.youtube.com/v/haxE15k9YNs" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/haxE15k9YNs</a>


<a href="https://www.youtube.com/v/Mefi6MofMXY" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/Mefi6MofMXY</a>









Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.054
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #141 Online: 04 de Março de 2018, 15:36:08 »
Citar
Já a Arte é inútil! É mais questão de gosto. Não é algo que necessariamente vai interferir no funcionamento adequado duma sociedade. Muitos dizem que cultura artística brasileira é melhor que a dos EUA [eu pessoalmente discordo, achoa muita propaganda, mas cada cabeça pensa dum jeito.

 :histeria:

http://bigthink.com/videos/the-great-unexpected-utility-of-the-arts

Não entendi! Não sei se queria me refutar, mas aqui fale arte propriamente dita, não falei arte ("técnica"), no sentido maior que ela tinha antigamente), mas arte no sentido estético (arte pela arte), ela não tem utilidade nenhuma. E diversão não é algo útil é agradável.

Ainda que de algo, a princípio inútil, dê pra se fazer algo útil, arte não tem valor utilitário nenhum.

Exemplos: Roupa é útil pra proteção higiênica e contra frio. Estilo artístico da roupa não tem valor prático nenhum.

Música não é essencial pra vida. E não confundir música aqui com sons de sinalização como sirene de alerta, buzinas, etc.

Ou você que arte musical do Nando Moura, por exemplo,é útil? Pra quê? Espantar moscas, insônia, atordoar inimigos, etc?



 :histeria: :histeria: :histeria:

 :ok:

http://bigthink.com/videos/the-great-unexpected-utility-of-the-arts
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.475
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #142 Online: 06 de Março de 2018, 17:03:12 »


<a href="https://www.youtube.com/v/5-J1IRT5kgY" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/5-J1IRT5kgY</a>

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #143 Online: 09 de Março de 2018, 23:33:42 »
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #144 Online: 09 de Março de 2018, 23:33:55 »
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #145 Online: 09 de Março de 2018, 23:34:08 »
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #146 Online: 10 de Março de 2018, 00:15:39 »
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Agnoscetico

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.475
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #147 Online: 12 de Março de 2018, 14:25:06 »


<a href="https://www.youtube.com/v/JvOA1BISScs" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/JvOA1BISScs</a>

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.531
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #148 Online: 21 de Março de 2018, 08:59:40 »


Caro criso.

A despeito da foto resposta não estar expressamente proibida no Regimento, há um entendimento consolidado de que ela não deve ser utilizada, a não ser na área de Piadas.

Obrigado.

Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.531
  • Sexo: Masculino
Re:Existe ex-ateu de fato? Augusto Cury, Nando Moura, Conde Loppeux, etc
« Resposta #149 Online: 21 de Março de 2018, 09:42:36 »
Agora que vou ser expulso do fórum...

Foto resposta fere o parágrafo 18, inciso 3, do regulamento.

 :histeria:



Caro Mancha Negra.

A sua situação é quase análoga a do criso. A despeito da foto resposta não estar expressamente proibida no Regimento, há um entendimento consolidado de que ela não deve ser utilizada, a não ser na área de Piadas.

Mas você deliberadamente colocou a questão sob a forma de deboche.

Eu o advirto para não repetir tal comportamento, sob pena de receber um cartão amarelo.

Obrigado pela atenção.
Foto USGS

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!