Enquete

Em quem você votaria para o pleito presidencial em 2018?

Lula (PT)
3 (8.3%)
Jair Bolsonaro (PSL)
5 (13.9%)
Marina Silva (Rede)
2 (5.6%)
Ciro Gomes (PDT)
4 (11.1%)
Geraldo Alckmin (PSDB)
0 (0%)
Henrique Meirelles (PSD)
0 (0%)
Alvaro Dias (Podemos)
2 (5.6%)
Guilherme Boulos (PSOL)
1 (2.8%)
José Maria Eymael (Democracia Cristã)
0 (0%)
Cabo Daciolo (Patriota)
1 (2.8%)
João Amoêdo (Novo)
16 (44.4%)
João Goulart Filho (PPL)
0 (0%)
Vera Lucia (PSTU)
1 (2.8%)
Votarei nulo e ou em branco e ou não comparecerei
1 (2.8%)

Votos Totais: 36

Autor Tópico: Eleições presidenciais de 2018  (Lida 22152 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Entropia

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 484
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1350 Online: 19 de Agosto de 2018, 20:18:12 »
Rentista é mais "vagabundo" do que os sem-tetos, desempregados e "parasitas de programas sociais" supostamente são.
Rentistas não precisam de trabalhar e a renda deles não vem de trabalho.
Os desempregados muitos nem concluíram o ensino médio ou vivem em região de narcotráfico.

Se todo mundo pudesse ser rentista, o país quebraria. A diferença é que pessoas como Amoedo podem e os pobres não.

Rentismo é investimento. O Amoedo tem metade da sua renda investida em renda fixa no momento, e pasmem, qualquer pessoa pode investir em renda fixa. Já ouviu falar em tesouro direto? Você pode fazer isso e ter um investimento seguro muito melhor do que uma poupanca, que ao longo do tempo só te faz perder dinheiro.

Suas proposicoes nao tem muito sentido, se todo mundo pudesse ser político, o país quebraria também, qual seu ponto? Qual é o problema em ser rico e emprestar dinheiro a juros? Novamente a pergunta, quem tem dinheiro tem que fazer o que? Deixar dinheiro na poupanca? Sair distribuindo aos pobres? "Rentismo" é feito por ricos porque é algo vantajoso pra eles, você trabalha duro pra obter um grande patrimônio e acha um jeito de fazer seu dinheiro trabalhar por você, onde é que está a imoralidade nisso? Eu hein.

Citar
São sim.
Não querem pagar imposto. Para eles, tem que acabar com o INSS e todos são livres para aderir a uma previdência privada.
E acabar com SUS também, quem quiser acesso a saúde que pague um plano comercial, como nos EUA.

Os liberais negam o aquecimento global e os que acreditam dizem que não é responsabilidade do estado legislar sobre leis ambientais.

Nao, é impressionante o seu tom de dono da verdade. Aqui no fórum, onde boa parte é liberal, existem liberais que são a favor do estado tomar conta de : Educacao, Saúde, Seguranca e Justica. O resto o estado fica de fora, pare de colocar todos no mesmo barco, é só um espantalho seu pra dizer que "Neoliberais" sao contra gente pobre, francamente, é infantil. E liberais não negam aquecimento global, de onde você tirou isso? O que ser liberal tem a ver com isso? Certamente você vai encontrar gente que aceita e não aceita e, pasmem, em todos os espectros políticos o aquecimento global é aceito, e uma minoria rejeita, em sua maior parte conservadores.

E aqueles que não querem pagar imposto são chamados de "Libertários" ou "Anarcocapitalistas", novamente um espantalho seu.

Citar
Por outro lado defendem ricos, chamam pobres de vagabundo, tem o abominável gosto por armas letais, e querem privataria e estado mínimo. Isso pesa muito mais para a extrema-direita do que para a centro-direita.

Essa foi ótima.Tá bem claro que você tá aqui pra trollar, nao é possível isso. Nao é bom nem mais perder tempo.







Offline Chico

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 31
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1351 Online: 19 de Agosto de 2018, 21:07:13 »
Nao, é impressionante o seu tom de dono da verdade. Aqui no fórum, onde boa parte é liberal, existem liberais que são a favor do estado tomar conta de : Educacao, Saúde, Seguranca e Justica. O resto o estado fica de fora, pare de colocar todos no mesmo barco, é só um espantalho seu pra dizer que "Neoliberais" sao contra gente pobre, francamente, é infantil. E liberais não negam aquecimento global, de onde você tirou isso? O que ser liberal tem a ver com isso? Certamente você vai encontrar gente que aceita e não aceita e, pasmem, em todos os espectros políticos o aquecimento global é aceito, e uma minoria rejeita, em sua maior parte conservadores.
Convivo todo dia com bolsominions e já ouço demais esses tipos de opinião.

Não sou eu que estou colocando todos no mesmo barco, mas realmente vejo pensando em bloco. Por exemplo, todo "liberal" quer a liberação de armas. Medo do estado fazer uma ditadura?
O desejo por armas já é um motivo suficiente para para eu rejeitar um candidato.

Citar
Por outro lado defendem ricos, chamam pobres de vagabundo, tem o abominável gosto por armas letais, e querem privataria e estado mínimo. Isso pesa muito mais para a extrema-direita do que para a centro-direita.

Essa foi ótima.Tá bem claro que você tá aqui pra trollar, nao é possível isso.
Agora estou trollando porque tenho opinião diferente da maioria?
Escrevi no tópico porque achei curiosa a preferência por um cara esquecido como Amoedo.

E esta última mensagem faz sentido, porque Del vechio chamou os sem-teto de vagabundo e tu defendeu os ricos.

Nao é bom nem mais perder tempo.
Certo, não alimentemos o troll.

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1352 Online: 19 de Agosto de 2018, 21:08:00 »

politicamente corretos, comunistas disfarçados são a favor da invasão apenas da propriedade alheia, invasores da terras alheias são de "pobres, sem tetos, injustiçados sociais". enquanto que invasores das sua terras são"desocupados, ladrões, politicos e oportunistas sociais".
Amanhã deixarei de levantar as 05:30 da manhã não irei mais trabalhar, sem renda vou invadir um terreno publico em bairro nobre em av principal, puxar uns gatos, agua, luz, tv a cabo, banda larga.
vou me inscrever no bolsa familia, poder todos os meus filhos para fazer suas belas refeições nas redes publicas, transporte gratuito, leite, uniforme.
vou abrir um comercio claro  sem pagar impostos e garagem para o meu carro de mais de 100000,00, estes são os "sem tetos, oportunistas sem coragem de trabalhar duro, sem nenhuma vergonha na cara, sem dignidade que invadiram terrenos publicos perto da minha casa e claro com apoio politico.  :nojo: 

Vão trabalhar cambada de vagabundos!

É melhor que eles vivam na rua suja e fria ou numa ocupação?
Eles estão desempregado, porque não conseguem arranjar emprego. Tu acha mesmo que é escolha deles viverem assim?
São os tentáculos da nova ordem mundial que tiraram a moradia e o emprego deles?
Santa inocência,meu caro Chico!
Funciona assim trabalhar duro estudar a noite, poucos querem o que maioria quer mesmo levantar tarde  futebol e novela, bolsa familia, poder criar seus filhos de graça nas escolas publicas e viver da  aposentadoria dos avós.
este tipo de gente que vai procriando irracionalmente e superpopulando a casa avós, uma hora se veem obrigados a ir procurar uma moradia mais confortável, então crescem os olhos na propriedade dos outros, se filiam a grupos políticos que indicam "quais são os terrenos mais favoráveis judicialmente a serem invadidos" normalmente os publicos, eles ja sabem que na pior das hipótese  "serão indenizados", PQP neste pais o crime compensa! :hein:
Assim se for para eles invadirem minha casa prefiro que eles vão habitar os quinto do infernos, que é o lugar de pessoas imorais, sem dignidade , sem coragem de trabalhar duro como as milhares de pessoas que se sujeitam ao humilde trabalho de vender nos ônibus ,faróis e pelas ruas.
Voces perderam o discernimento ao começar enxergar bandidos como vitimas, pois se apropriar do alheio é crime e deveria ser desencorajado, não incentivado por politicamente corretos e velhacos politicos usando do  poder publico para comprar votos e se manter no poder.
MST movimento sem terra uma pinóia, movimento de políticos safados incentivando invasão da propriedade alheia ou  publica para comprar votos , primeiro pau neles, depois sim cadeia neles , esta é  a morada para os que desejam ser inquilinos do governo! assim mesmo ainda é injusto obrigar pessoas honestas a terem que trabalhar para sustentar vagabundo na cadeia.
ou seja o governo usa dinheiro de quem trabalha para sustentar os que não querem trabalhar, para terem os votos destes vagabundos que se acostumaram a mamar nas tetas do governo.
E sei bem como é este mimimimimi da falta de oportunidades, fui criado em um bairro pobre em condições bem piores do muitos dos meus colegas que tinham pai, uns viraram bandidos e morreram outros, drogados e outros continuam pagando a aluguel ou tambem viraram sem tetos vai saber?
pois eis a verdade a vida é dura para maioria ,mesmo assim a  maioria ainda continua sendo de gente honesta, então ser vagabundo não faz de  ninguém uma vitima social, deparei me com um  desses um colegas de infância ja adulto pedindo dinheiro a minha esposa alegando que me conhecia, apesar de não te-lo mais visto desde adolescência, o mesmo alegou que era pintor mais não encontrava trabalho.
Combinei que para que ele viesse no outro dia para pintar minha garagem pelo  X que ele cobraria, minha intenção era pagar 3 ou 4X mais para lhe ajudar.
Levante uma hora antes do horário combinado fui comprei tinta e todos aparatos necessários a pintura e nada do "colega" aparecer então eu mesmo iniciei o trabalho que seguia avançado, quando quase  ja no horário de almoço me aparece o dito "coitadinho" alegando um monte de desculpas sem pé nem cabeça, disse que a havia encontrado um amigo e que não sdeixou ele vir no horário combinado, então ja no meio da obra disse a ele que não seria mais necessário! ::)
Fica bem claro  o por que dele pedir dinheiro aos outros!
São esse tipo de gente que exige da sociedade casa, bolsa família, médicos, escola ou seja gente preguiçosa que em nada deseja contribuir só mamar nas tetas do governo e quem tem dó que leve para casa!

Pois bem talvez pela maior necessidade é que comecei trabalhar aos 13, minha irmã mais velha aos 10 anos ja com registro em carteira.
tambem eramos sem tetos, minha mãe trabalhou duro como diarista com zero direitos limpando BH das casas dos outros e adivinha? milagre conseguiu comprar um terreno muito  honestamente com prestações a perder de vista , depois trabalhando de domingo a domingo 10 anos sem tirar férias conseguiu construir a sua casinha onde finalmente fomos saber o que era ter eletricidade em casa , chuveiro e geladeira.
E seguindo este exemplo é que  estudamos, trabalhamos  progredimos é  hoje estamos muito bem obrigado cada um com sobras de moradias.
Agora segundo comunistas devemos o que?  Dividir nossos suados bens com pessoas que ao invés de trabalhar durante o dia e estudar a noite, preferiram levantar tarde, irem pro campo de futebol, passar o dia em porta de botecos, assistir jornal nacional novela e claro mais futebol? Devemos reforçar aos vagabundos  que eles tem direitos?

"Ser pobre não torna ninguém merecedor de privilégios" principalmente para gente preguiçosa, acostumada desde pequeninha mamar, e a ser carregada nas costas dos outros.
Se for para ter dó e querer ajudar alguem, prefiro ajudar os que se esforçam dando duro , catando reciclaveis e vendendo nos faróis, agora incentivar ladrões, faça me um favor! :nojo:

Governo não é mãe de ninguém!

pessoas que invadem propriedades alheias deveriam ser punidas ter que indenizar o legitimo proprietario e não ser indenizada, fala sério que pais é este?  :vergonha:

Um país onde pessoas imorais apoiam outros imorais para se sentirem "corretos" ... :histeria: :histeria: :histeria: :histeria:  ha...ha..ha..ha..ha.ha


é o fim da picada ladões de terras pedindo proteção ao governo, o certo seria a policia senta o pau nessa cambada de oportunistas que tentam se apropriar do alheio de forma facinha mole mole. 

Por isso que debate ideológico é sempre infrutífero por ser uma questão moral.
A direita acha certo uma pessoa ter 10 imóveis e 10 pessoas não terem nenhum para morar.
A esquerda acha certo pegar os imóveis excedentes de quem tem para dar aos que não tem.


Esquerda comunista?

direitos iguais para pessoas diferentes?  ::)

se esta moda dos "sem tetas" pega?
teremos os "sem dinheiro, casa, carro, iate, fazendas" então basta organizar em bandos e sair tomando a propriedades alheias? que propõe anarquia, um final dos tempos? a volta do cangaço?  kkkkkkkkkkkkkkkk
« Última modificação: 19 de Agosto de 2018, 21:14:21 por Del vechio »
Por que?

Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.865
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1353 Online: 19 de Agosto de 2018, 21:12:08 »
Convivo todo dia com bolsominions e já ouço demais esses tipos de opinião.

Não sou eu que estou colocando todos no mesmo barco, mas realmente vejo pensando em bloco. Por exemplo, todo "liberal" quer a liberação de armas. Medo do estado fazer uma ditadura?
O desejo por armas já é um motivo suficiente para para eu rejeitar um candidato.


Fico curioso em saber o motivo dessa alergia às armas.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.702
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1354 Online: 19 de Agosto de 2018, 22:25:35 »

Citar
http://mercadopopular.org/2018/03/mais-armas-mais-crimes/

Há três anos, publicamos um texto dizendo que a relação entre armas e homicídios era inconclusiva. Faltava um consenso claro na literatura empírica até o começo dos anos 2000.

Nos últimos três anos, contudo, foram publicados outros estudos, bem como estudos que levam em conta as conclusões de muitos outros estudos para chegar numa conclusão única – que no jargão científico são chamados de “meta-análises”. Esses estudos e meta-análises, considerados em conjunto, apresentam evidências robustas sobre uma relação direta entre a quantidade de armas e o número de homicídios.

Como o consenso científico mudou, nós mudamos de opinião. Este texto traz os dados que explicam o porquê.

[...]

Offline Chico

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 31
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1355 Online: 20 de Agosto de 2018, 02:45:06 »
E sei bem como é este mimimimimi da falta de oportunidades, fui criado em um bairro pobre em condições bem piores do muitos dos meus colegas que tinham pai, uns viraram bandidos e morreram outros, drogados e outros continuam pagando a aluguel ou tambem viraram sem tetos vai saber?
A maioria continuou pobre. Tu é uma das pouquíssimas exceções que ficaram ricos.

Esta é aquela questão da meritocracia, que poderia ser discutida num tópico separado.

Já sabemos que existe uma correlação entre pobreza e criminalidade num país.

Citar
Esquerda comunista?
Falar que a esquerda é comunista é como falar que a direita é fascista.
Os soviéticos (totalitarismo e imperialismo) são para o socialismo o mesmo que o fascismo é para o capitalismo.

Sou anti-capitalista e a favor de justiça social. Não sou comunista e nem sei como funciona. Só sei que o objetivo é abolir tudo que não presta, incluindo o governo, o dinheiro, as classes sociais e os impérios de "propriedade privada". Cada um seria dono do próprio meio de produção e não precisaria do meio de produção dos outros. Mas não foi isso que vimos na guerra fria.

Fico curioso em saber o motivo dessa alergia às armas.
Não é trauma, é aversão ao instinto de violência. Uma arma é perigosa demais para a população geral, porque mata irreversivelmente (ênfase para mostrar que isso é sério) com um simples movimento de dedo sem se aproximar da vítima. Faca precisa de força e de se aproximar da vítima; uma pessoa trêmula não esfaqueia ninguém.
Até defendo que a polícia use aquelas armas não letais para desmaiar os bandidos.

Existem inúmeras coisas para considerar. Quando dois estão armados, o vencedor é aquele que vê o outro primeiro.
E quem teria armas? Os ricos? Qualquer um que passou no psicotécnico? Se o psicotécnico de trânsito não barra gente doida, por que o de armas barraria?
Se um pobre ou uma pessoa ansiosa estiverem sendo ameaçadas, por que elas não teriam o "direito" a uma "arma para se defender"?

Uma pergunta moral para refletir.
Vamos supor que um bandido invadiu tua casa, te ameaçou, roubou tudo que pode e foi embora. Depois que ele saiu, ele não é mais uma ameaça. Mas tu tem uma arma em casa, então o que tu faria? Pegaria a arma e iria até a rua para matar o meliante?
A resposta que recebo do pessoal da bala é que eles dariam um tiro bem na cabeça do meliante. Esse comportamento violento, de matar por vingança ou por bens materiais, torna o pessoal da bala igual aos bandidos.


Offline Superdotado

  • Nível 01
  • *
  • Mensagens: 17
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1356 Online: 20 de Agosto de 2018, 06:06:46 »
o primeiro que postar aqui depois dessa minha mensagem é viado.
Feche os olhos e sinta dois metros e trinta.

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1357 Online: 20 de Agosto de 2018, 09:37:07 »

Citar
http://mercadopopular.org/2018/03/mais-armas-mais-crimes/

Há três anos, publicamos um texto dizendo que a relação entre armas e homicídios era inconclusiva. Faltava um consenso claro na literatura empírica até o começo dos anos 2000.

Nos últimos três anos, contudo, foram publicados outros estudos, bem como estudos que levam em conta as conclusões de muitos outros estudos para chegar numa conclusão única – que no jargão científico são chamados de “meta-análises”. Esses estudos e meta-análises, considerados em conjunto, apresentam evidências robustas sobre uma relação direta entre a quantidade de armas e o número de homicídios.

Como o consenso científico mudou, nós mudamos de opinião. Este texto traz os dados que explicam o porquê.

[...]

nota-se que o colega é crente nas pesquisas dos outros, ao ponto de abraça-la como se fossem opinião própria.
Eu tambem costumo mudar de opinião ,mas normalmente o faço por observações pessoais da vida pratica, ja fui radicalmente contra o uso de armas por civis e de fato ainda sou, mas meus métodos de contenção apesar de serem creio muito eficientes contemplam apenas a racionalidade que se  opõe fortemente contra as emoções de pessoas que sofrem da  síndrome de estocolmo .
Então em respeito a imaturidade que ainda comove a maioria é que fui obrigado adotar a solução menos racional, ou seja o da igualdade negativa de forças, ou seja todos devem ter o mesmo poder de defesa por uso de armas.

mas digamos que elas estejam "corretas" que menos armas = menos crimes, vamos fechar fabricas de armas? para mim estaria tudo bem , desde que o governo pusesse garantir o desarmamento de bandidos, o que não pode logo desarmar a população nestas condições seria amarrar nossas mãos para sermos abatidos por bandidos sanguinários!

Mas claro que a exposição de achismo ou de considerações feitas por estudos vagos e por amostragem, não podem garantir os resultados almejados em teorias, assim décadas se passam enquanto permanecemos apenas nos campos das discussões teóricas enquanto  resultado pratico disso esta ai causando lagrimas diariamente.
Claro que precisamos sair das salas de discussões e por em pratica tentativas de soluções , só chegaremos algum resultado positivos aprendendo por tentativas e erros iremos construir o nosso Know-how social e claro que toda experiência temos o custo de perdas, então neste caso sejamos racionais se inicialmente para podermos  estabilizar o devido controle de uma futura paz social ,necessário  for ter que  sacrificarmos vidas ,  então que sejam as de assassinos, assim  evitaremos novas reincidências! e desmotivaremos novos crimes!  :ok:
« Última modificação: 20 de Agosto de 2018, 09:40:09 por Del vechio »
Por que?

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1358 Online: 20 de Agosto de 2018, 10:17:27 »
E sei bem como é este mimimimimi da falta de oportunidades, fui criado em um bairro pobre em condições bem piores do muitos dos meus colegas que tinham pai, uns viraram bandidos e morreram outros, drogados e outros continuam pagando a aluguel ou tambem viraram sem tetos vai saber?

A maioria continuou pobre. Tu é uma das pouquíssimas exceções que ficaram ricos.

rico não! trabalhador bem sucedido! como posso ser rico e ainda ter que levantar as 5:30 para ir trabalhar, minha mãe que começou a trabalhar aos 20 anos quando meu pai morreu como empregada doméstica, só possuía 3a série primaria conseguida quando morava em um orfanato, as 55 anos voltou a estudar fez magistério e depois pedagogia, se aposentou como professora aos 70 anos compulsóriamente caso contrario ainda estaria trocando fraldas em creches publicas e qual a compensação do seu trabalho, ja foi conhecer Europa e EUA tem la suas propriedades tudo conseguido com duro fruto do seu trabalho em 65 anos, agora comunista MST propõe divisão "igualitária " de bens com vagabundos e preguiçosos parasitas sociais?
Este políticos FDP propõe comunismo apenas com divisão de bens dos outros, porque nas suas propriedades nenhum "sem-teta"põe a mão! que a jagunçada mete bala sem dó nem medo, porque sabem que praticam uma politica de impunidade!


Citar
Já sabemos que existe uma correlação entre pobreza e criminalidade num país.

sim tambem uma forte correlação entre a preguiça e a pobreza!  :biglol:

Citar
Esquerda comunista?
Falar que a esquerda é comunista é como falar que a direita é fascista.

uma esquerda que propõe a divisão de bens só pode ser comunista!


Citar
Não é trauma, é aversão ao instinto de violência. Uma arma é perigosa demais para a população geral, porque mata irreversivelmente (ênfase para mostrar que isso é sério) com um simples movimento de dedo sem se aproximar da vítima. Faca precisa de força e de se aproximar da vítima; uma pessoa trêmula não esfaqueia ninguém.
Até defendo que a polícia use aquelas armas não letais para desmaiar os bandidos.

o amigo parece a Mariana Godóy indgnada com Bolsolnaro falando que policial tem que atirar para matar, ela questionou se não dava apenas atirar para desarmar o bandido, ele disse a ela que andou assistindo muito filme do mocinho Zorro, que na vida real policila tem que matar ou morrer............kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
imagine uma armas dessa nas mãos de bandidos, alem de matar iriam barbarizar com estupros vitimas imoveis! :nojo:
esquece que estamos em um pais que bandidos estupram e saqueiam moribundos?
continue tendo dó de bandidos mais do que das vitimas que esta situação só se agrava!

Citar
Uma pergunta moral para refletir.
Vamos supor que um bandido invadiu tua casa, te ameaçou, roubou tudo que pode e foi embora. Depois que ele saiu, ele não é mais uma ameaça. Mas tu tem uma arma em casa, então o que tu faria? Pegaria a arma e iria até a rua para matar o meliante?
A resposta que recebo do pessoal da bala é que eles dariam um tiro bem na cabeça do meliante. Esse comportamento violento, de matar por vingança ou por bens materiais, torna o pessoal da bala igual aos bandidos.

matar bandidos, querer eliminar ameaças e reincidências não é ser vingativo e sim racional!
A maioria dos bandidos o são por preguiça de trabalhar e estudar duro, óbvio:
a maioria da população são de pobres e não de ladrões, logo  ser pobre não justifica  ser ladrão e contra fatos não ha argumentos!


« Última modificação: 20 de Agosto de 2018, 22:00:58 por Del vechio »
Por que?

Offline Felipp Jarbas

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.957
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1359 Online: 20 de Agosto de 2018, 11:43:35 »
o primeiro que postar aqui depois dessa minha mensagem é viado.
Agora é permitido trollagem no fórum ?
Se você acha que sua crença é baseada na razão, você a defenderá com argumentos e não pela força e renunciará a ela se seus argumentos se mostrarem inválidos. (Bertrand Russell)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Humanismo_secular
http://pt.wikipedia.org/wiki/Liberalismo_social

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.192
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1360 Online: 20 de Agosto de 2018, 13:18:24 »
Ele já foi banido.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.865
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1361 Online: 20 de Agosto de 2018, 18:45:41 »

Citar
http://mercadopopular.org/2018/03/mais-armas-mais-crimes/

Há três anos, publicamos um texto dizendo que a relação entre armas e homicídios era inconclusiva. Faltava um consenso claro na literatura empírica até o começo dos anos 2000.

Nos últimos três anos, contudo, foram publicados outros estudos, bem como estudos que levam em conta as conclusões de muitos outros estudos para chegar numa conclusão única – que no jargão científico são chamados de “meta-análises”. Esses estudos e meta-análises, considerados em conjunto, apresentam evidências robustas sobre uma relação direta entre a quantidade de armas e o número de homicídios.

Como o consenso científico mudou, nós mudamos de opinião. Este texto traz os dados que explicam o porquê.

[...]
A última coisa que há no assunto "desarmamento" é consenso científico. Carlos Góes está errado, pois ele considera para esse "consenso" basicamente as pesquisas do "Mapa da Violência", produzidos por órgão desarmamentista que têm um forte viés de auto-confirmação.

Citar
https://cultura.estadao.com.br/blogs/estado-da-arte/desarmamento-ciencia-e-propaganda/

[...]
Júlio Jacobo Waiselfisz é sociólogo e editor do Mapa da Violência, principal publicação sobre o tema no Brasil. De fato, o Mapa da Violência reúne os melhores dados de que dispomos. Entretanto, o Mapa não é apenas uma compilação de dados, ele também tem a pretensão de explicar suas causas.

“Todos os especialistas e aqueles que não têm comprometimento com a indústria do armamento, que financiou a campanha de muitos parlamentares, têm convicção de que estimular o armamento da população irá resultar em uma chacina em nível nacional. Vai explodir [o número de] homicídios no Brasil”, declarou Waiselfisz em uma entrevista para a Empresa Brasil de Comunicação (EBC). O título da matéria já indicava seu conteúdo e objetivo: “Sociólogo teme ‘explosão’ de mortes com mudanças no Estatuto do Desarmamento”.

A fala de Waiselfisz é uma fala política temperada pelo radicalismo militante. Nela, a posição defendida é infalível e a posição contrariada é necessariamente falha. Não há nada de errado nisso. A política é assim. O problema é outro. O ponto principal é que além de uma declaração política, Waiselfisz está delimitando o espaço científico desse debate. Para Waiselfisz, nesse terreno só há dois tipos de especialistas: aqueles que concordam com ele e aqueles que estão comprometidos com a indústria do armamento. A vagueza do termo “comprometidos” é proposital. A falácia do envenenamento do poço é óbvia. Nos termos de Waiselfisz, seus possíveis críticos estão previamente desautorizados. O recado é claríssimo: eles não são técnicos nem científicos. Em resumo, eles não são sérios.

[...]

Nas duas últimas edições do Mapa da Violência, Waiselfisz se mostrou preocupado com o recrudescimento do debate público sobre o acesso legal às armas de fogo. Na mais recente, publicada em 2016, ele assumiu um tom bastante combativo. Nas considerações finais, escreveu: “Armas matam. Mais armas matam mais.” Há, no entanto, um grave problema com essa afirmação: ela é falsa.

Não existem dados confiáveis sobre a quantidade de armas em circulação no Brasil, alguns estudos falam em 15 milhões; outros, em 17. O Mapa da Violência 2015, citando o estudo de Dreyfus e Nascimento, chega em 30,5 milhões. Os dados dos Estados Unidos costumam ser mais precisos e seguros, mesmo assim, há discrepâncias. Em 2015, em artigo para o Washington Post, Christopher Ingraham afirmou: “Hoje há mais armas de fogo que pessoas nos Estados Unidos.” De acordo com os números de Ingraham, em 2015 havia 357 milhões de armas de fogo no país em mãos civis! Segundo Mapa da Violência 2016, a taxa de homicídios por armas de fogo nos Estados Unidos é de 3,6 por cem mil habitantes. No Brasil, ainda de acordo com a publicação, é de 20,7 por cem mil. Grosso modo, há quase 12 vezes mais armas nos EUA que no Brasil, mas nos Estados Unidos a taxa de homicídios por armas de fogo é quase 6 vezes menor que a brasileira. A comparação entre Brasil e Estados Unidos é apenas uma das muitas que podem ser estabelecidas e que contestam, de modo cabal, a afirmação do sociólogo.

Um estudo que tem a pretensão de balizar o debate não pode conter slogans, sobretudo quando consubstanciados por uma afirmação falsa. Isso pode parecer preciosismo, mas não é. Há muitas outras afirmações questionáveis no Mapa da Violência. Uma delas, presente nas suas duas últimas edições, ganhou as páginas de quase todos os jornais recentemente: o Estatuto do Desarmamento teria salvo milhares de vidas.



HAF são homicídios por armas de fogo. O ápice da bifurcação marca o ano de aprovação do Estatuto do Desarmamento. A linha mais escura mostra a realidade registrada até o último dado que temos, 2014. A linha mais clara é uma projeção de como teria sido sem o Estatuto. O cálculo dessa projeção foi feito pelo crescimento de HAF registrado entre 1991 e 2003, que foi de 129,2%, o que equivale a um crescimento anual de 7,8%. Esse foi o índice utilizado para projetar o futuro alternativo. Qualquer observador atento perceberá que o gráfico terá “vida” curta como intervenção no debate público. Ele foi feito para ser consumido neste momento em que se discute o PL 3722/12, ou seja, para gerar manchetes de jornal. Isto porque, mantida a projeção, a linha mais clara dará resultados absurdos nos anos subsequentes. Por exemplo, em 2024 seriam 116 mil homicídios por armas de fogo; em 2034, 247 mil; e em 2044, 525 mil. Meio milhão de pessoas! Finalmente, no aniversário de cem anos do Estatuto, os brasileiros teriam muito o que comemorar: 44 milhões de vidas salvas em apenas um ano.

Ainda que a linha projetada (mais clara) seja tecnicamente, digamos, exótica, é fato que a linha escura mostra que houve uma queda na velocidade do crescimento dos HAF a partir de 2003. Do ponto de vista científico, caberia investigar a relação dessa queda com o Estatuto do Desarmamento. Infelizmente, na grande maioria dos estudos sobre o tema (e o Mapa da Violência não é diferente) a relação não é comprovada, ela é suposta: se houve queda, ela foi causada pelo Estatuto e, sobretudo, ele foi a única causa. Por quê? Porque houve queda. No entanto, quando, ao invés de queda, os indicadores de HAF registram crescimento, os autores desses mesmos estudos costumam afirmar que outros fatores interferiram. Não teriam outros fatores interferido quando houve queda? Não costuma haver resposta.

As interpretações benevolentes dos (supostos) benefícios do Estatuto do Desarmamento – dogmáticas, aliás – geralmente produzem pontos cegos nos estudos. O próprio gráfico acima esconde muitos deles. O gráfico informa que houve queda na taxa nacional de crescimento de HAF após 2003. Entretanto, quando se observa os dados por Estados (Mapa da Violência 2016), percebe-se que na grande maioria deles não houve queda, pelo contrário. No período 2004/2014, Estados como o Rio Grande do Norte, Maranhão e Ceará registraram aumentos de HAF de 379,8%, 300% e 268,2%, respectivamente. De fato, houve queda em apenas 6 deles: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco e Mato Grosso do Sul. Em São Paulo a queda foi de 57,7%; no Rio, de 47,8%. Como São Paulo é o Estado mais populoso do Brasil, a queda registrada, que teve início antes do Estatuto, derrubou a velocidade de crescimento da taxa nacional de HAF.

Os pontos cegos, as hipóteses não testadas, os dogmas e os slogans que permeiam muitos estudos sobre o tema no Brasil têm uma causa óbvia frequentemente ignorada: os indivíduos que militam em favor do desarmamento também produzem os estudos “científicos” sobre os impactos do desarmamento na sociedade brasileira. Além disso, são eles que delimitam o espaço crível desse debate. Quase todos os estudos que chegam à imprensa sobre esse tema – e eles chegam muito rapidamente – foram patrocinados ou apoiados por ONG’s como o Instituto Sou da Paz, que defende o desarmamento. Do ponto de vista da transparência e em defesa da qualidade do debate público é desejável que os leitores ou os telespectadores sejam informados disso. Da próxima vez, explique os estudos brasileiros, coronel.


Outra falha das pesquisas sobre armas e homícidios, é que elas não analisam se as armas utilizadas para o crime foram adquiridas legal ou ilegalmente.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Entropia

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 484
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1362 Online: 20 de Agosto de 2018, 21:12:14 »
Gauss, existe outro problema, os artigos que o Goés cita não corroboram com a conclusao dele. 2 artigos nem são relacionados a homicídios por porte ou posse de armas de civis. E os outros 2 não falam em nenhum momento em desarmamento, e sim a efetividade de políticas de controle de armas (como por exemplo checagem de antecedentes) na reducao dos homicídios, os artigos não mencionam nenhum momento que desarmar a populacao vai reduzir homicídios

Nos últimos três anos, contudo, foram publicados outros estudos, bem como estudos que levam em conta as conclusões de muitos outros estudos para chegar numa conclusão única – que no jargão científico são chamados de “meta-análises”. Esses estudos e meta-análises, considerados em conjunto, apresentam evidências robustas sobre uma relação direta entre a quantidade de armas e o número de homicídios.

Como o consenso científico mudou, nós mudamos de opinião. Este texto traz os dados que explicam o porquê.

Eu Li os artigos sobre homicídios que ele cita e eles  não concluem nada disso. Nao li os artigos sobre o brasil, mas os artigos do "Consenso científico" não chegam nem de longe a essa conclusão do Goés, eu suspeito que ou ele não leu o artigo ou tem algum viés inserido por ele aí. Vamos as falas do artigos

Citar
Entre 2012 e 2017, foram publicadas cinco meta-análises que buscavam analisar a relação entre armas de fogo e homicídios. Quatro dessas cinco meta-análises, que em conjunto analisaram 242 estudos, concluíram que existe uma associação positiva entre armas e homicídios[1]. Somente uma meta-análise recente, que considerou 41 estudos, não encontrou uma associação entre armas e homicídios[2].

Os artigos da meta análise são esses:

1 -Firearm Laws and Firearm Homicides: A Systematic Review
http://jamanetwork.com/journals/jamainternalmedicine/article-abstract/2582989

2-  The Transmission of Gun and Other Weapon-Involved Violence Within Social Networks
https://academic.oup.com/epirev/article/38/1/70/2754865/The-Transmission-of-Gun-and-Other-Weapon-Involved

3 -  What Do We Know About the Association Between Firearm Legislation and Firearm-Related Injuries?
https://academic.oup.com/epirev/article/38/1/140/2754868/What-Do-We-Know-About-the-Association-Between

4-  Effects of Policies Designed to Keep Firearms from High-Risk Individuals.
http://www.annualreviews.org/doi/10.1146/annurev-publhealth-031914-122516

Vamos analisar em resumo o que cada artigo diz:

Artigo 1: Firearm Laws and Firearm Homicides: A Systematic Review
Citar
FINDINGS In the aggregate, stronger gun policies were associated with decreased rates of
firearm homicide, even after adjusting for demographic and sociologic factors. Laws that
strengthen background checks and permit-to-purchase seemed to decrease firearm homicide
rates. Specific laws directed at firearm trafficking, improving child safety, or the banning of
military-style assault weapons were not associated with changes in firearm homicide rates.
The evidence for laws restricting guns in public places and leniency in gun carrying was
mixed.

O que esse artigo fez, pelo próprio título diz, foi analisar leis de restrição de armas nos Estados Unidos e seus efeitos no número de homicídios. E pelo quote que eu fiz do estudo. Eles concluem que Exigir checagem de antecedentes para compra de armas reduz homicíos. Isso nada tem a ver com redução do número de armas nas maos das pessoas, ou desarmamento, ou que mais armas vao causar mais homicídios. E pra mim, essa é uma conclusão bem lógica.

Artigo 2:The Transmission of Gun and Other Weapon-Involved Violence Within Social Networks

Olha, eu li isso aí, e nao entendi nada, só entendi que eles não falam em nenhum momento sobre a relação entre o armamento civil e aumento de homicídios. O artigo simplesmente fala de outra coisa, o máximo que achei foi isso

Citar
Gun carrying
Although it was not the main focus of our review, the importance of gun carrying continually emerged as a critical correlate
of the transmission of gun violence, especially within the contexts of peer networks and urban street gangs. A large body
of literature has assessed the correlates of gun-carrying behaviors,
primarily among adolescents, including demographic, behavioral,
and network influences, and has noted the important
link between gun carrying and involvement in other types of
gun violence, as well as the increased lethality of altercations
between individuals when guns are involved (55, 56).]

Ou seja, analisa vários cenários em relação a uso de armas, incluindo uso por adolescentes e gangues (ilegal). Ou seja, nada a ver

Artigo 3: What Do We Know About the Association Between Firearm Legislation and Firearm-Related Injuries?

Esse artigo tem o mesmo teor do primeiro, mas note que ele não delimita homicídios, no artigo, ele inclui suicídios e ferimentos não letais. A conclusão que ele chega é a mesma do primeiro, então não vou me alongar. Com relação a posse/porte de armas, o estudo conclui que aumenta suicídios e um estudo que analisaram mostraram que ausência de leis para licensa de armas aumentou homicídios. De novo, nada de desarmamento

Citar
Two cross-sectional studies (7, 64) found that permits and
licenses to purchase firearms were associated with lower rates
of firearm suicides. In a longitudinal study using NCHS data
(1970–1998), Marvell (65) found that laws restricting juvenile
access to firearms were not associated with all or firearm homicide
or suicide rates among youth. Studies using times-series
analyses from Webster et al. (66) and Rosengart et al. (38)
did not find evidence of reductions in firearm deaths associated
with state and federal laws raising the legal age to 18 or 21
years for handgun purchases/possession. Rodríguez Andrés
and Hempstead (61) in unadjusted models found that minimum
age requirements were associated with fewer suicides among
males.
Interestingly, Webster et al. (67) examined the association
between Missouri’s 2007 repeal of the permit-to-purchase
handgun law, which required all handgun purchasers to have
a valid license to purchase handguns, and homicide rates.

Artigo 4:Effects of Policies Designed to Keep Firearms from High-Risk Individuals.


Eu nao tenho nem o que falar disso, foca-se em indivíduos de alto risco como criminosos, ex presidiários e doentes mentais. Sem comentários.

Conclusão: nenhum dos artigos conclui que mais armas=mais crimes, mas sim que leis que regulam armas possuem efeitos na diminuição do número de homicídios, como checagem de antecedentes. O artigo do Goés nao representa as pesquisas que ele citou sobre isso.


Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.865
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1363 Online: 20 de Agosto de 2018, 21:42:24 »
Muito bom trabalho, Entropia. Eu suspeito dessa mudança de viés do Góes e do MP. Pelo que eu vi, eles estão apoiando a Marina Silva nessas eleições. Fazendo isso de maneira "ostensiva ou "velada" para usar o jargão do porte de armas. :)
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.865
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1364 Online: 20 de Agosto de 2018, 21:49:21 »
Estava analisando o que a tal da"Lupa", agência de 'fact checking', está analdsando do Amoêdo. Encontrei uma das coisas mais ridículas que já vi.

Citar
“O PT recebe quase R$ 9 milhões de dinheiro público por mês e vai receber mais R$ 200 milhões do fundo eleitoral que eles mesmos criaram”
João Amoêdo, pré-candidato à Presidência pelo Novo, em sua página do Facebook no dia 22 de março



O valor de R$ 9 milhões a que Amoedo se refere diz respeito ao fundo partidário, que é disponibilizado pelo governo a todos os partidos para custeio de suas operações mensais. O PT recebeu, em 2018, R$ 10,27 milhões em janeiro e R$ 9,4 milhões em fevereiro. Em 2017, foram, em média, R$ 8,21 milhões por mês. Os valores são compostos por repasses da União e por multas e penalidades da Justiça eleitoral.

Já os R$ 200 milhões são uma estimativa de quanto o PT receberia do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, instituído em outubro do ano passado. O valor foi extraído de um levantamento do jornal Gazeta do Povo – que considerou as estatísticas da eleição para deputado e senador em 2014 e estimou que o PT receberia 11,6% do novo fundo, o equivalente a R$ 199 milhões. A fatia só seria menor do que a do MDB, que receberia 12,5% ou R$ 215 milhões.

[...]

https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2018/04/16/joao-amoedo/

Amoêdo Fake News, não são 200 milhões, mas sim 199 milhões!
« Última modificação: 20 de Agosto de 2018, 21:51:23 por Gauss »
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1365 Online: 20 de Agosto de 2018, 22:30:50 »
Nunca ví candidato algum em qualquer eleição para presidente apresentar algo que pudesse ser chamado de plano de governo. A maioria nunca apresentou coisa alguma foi só blá...blá..blá...

Pela primeira vez, aparece um cara com coragem de botar no papel o que pretende fazer de fato, doa a quem doer. Outro fator positivo é que o candidato é coerente ao manifestar no papel aquilo que vem afirmando há tempos, não mudou de opinião para tentar agradar ninguém, nenhum ímpeto populista eleitoreiro. É gostou, gostou, não gostou foda-se.

As idéias econômicas neoliberais estão muito alinhadas com aquelas do Partido Novo então não vejo motivo para fazer bico e o Paulo Guedes bem que poderia ser convidado pelo Amoedo se ele tivesse alguma chance e ganhado.

Não vejo esse "powerpoint" como plano de governo porque não tem a profundidade e o detalhamento necessário para isso, mas é uma excelente declaração de intenções de um candidato. Seria um risco, senão uma irresponsabilidade enorme, traçar um plano com metas, objetivos e estratégias sem estar sentado na cadeira de presidente.

O cara me impressionou.

Quinta-feira e já está bêbado.

 :histeria:  Boa!  :biglol: kkkkkkk

Tinha que ser de um capacho do Alquimista. :lol:
Pelo nível da resposta, vemos que é sexta-feira e ele ainda não parou de beber...

Outro da quadrilha... :biglol: O que é isso? Uma invasão? :histeria:

Olha... achar que o Bolsonaro foi bem no debate já é crack...


 mas o que vem a ser isto? primeiro  tentaram expor as preferencias sexuais do forista com  adwoman



Putz, essa gigabiba é uma crente muito burrinha mesmo...

 :histeria:

quanto desrespeito não existe neste fórum punição por homofobia?


e agora isso , um ad hominem tentando expor os vícios alheios?  :hein:
Embora deveras equivocado o forista tem o direito de tentar  expressar sua visão do mundo da forma que mais lhe agrada!
« Última modificação: 20 de Agosto de 2018, 22:32:53 por Del vechio »
Por que?

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.899
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1366 Online: 21 de Agosto de 2018, 10:29:59 »
Que bizarro. Este é o único lugar, além do mercado financeiro, onde vejo ateus de direita. Eu esperava encontrar pessoas moderadas aqui (centro) e não extrema direita.

Também acho bizarro que ainda existam pessoas de esquerda.


A moda das redes sociais ultimamente é postar conteúdo de direita.

Antes era postadas as porcarias de esquerda.

Contraponto, apenas.


Cansei de ver essas porcarias e perdi muito tempo analisando até descobrir a essência de tudo isso. Por isso, acho melhor ficar longe de tudo isso.

E qual é esta... "essência"?


Você não conhece o PSOL ?  Não sabe o que ele e o PSOL defendem ? E também não sabe que ele é amigão do Lula ?  Ele é um socialista radical, só isso já suficiente para descartá-lo, a não ser que você  também seja.
É um partido que defende direitos de negros e LGBT e combate o machismo. O problema é que eles exageram inventando merda como ideologia de gênero e cultura do estupro. Mas é inegável que mulheres tem salário menor e que a maioria dos pobres são negros e tem menos chances de conseguir emprego. Eu defenderia cotas para pobres em vez de raciais para nunca fazer distinção de raça.

Talvez as mulheres tenham salários menores.

Mas eu conheço inúmeras empresas onde isto não ocorre.


Talvez porque gostem de alguém que trabalhe e não seja político profissional?
Que trabalhe? Amoedo é um rentista. O que ele ganha de juros num mês dá para comprar o triplex do Lula em 3 meses ou o que um trabalhador pobre ganha em uma vida inteira.

E ele amealhou o dinheiro dele como?

Foi por herança, por atividade fraudulenta e ou ilícita ou por trabalho na área dele?

Se foi por trabalho, ele faz o que quiser com o dinheiro dele.


Provavelmente vou me arrepender mas... o que você entende por neoliberalismo?
(Neo)liberalismo é tudo que não presta na política.

Ao contrário, seria uma dass poucas coisas boas para o sistema político, fazendo com que dirigentes da coisa pública se comportassem como gestores e não como provedores de assistencialismo para pobres e de benesses para a caterva de funcionários públicos.


O objetivo final é implantar o estado mínimo.

Tomara que fosse. Mas no atual estágio econômico e intelectual da população seria esperar demais.


O que importa é o "crescimento econômico", para ter número grande no PIB, mesmo que a população geral seja miserável.

Realmente você não conhece nada de liberalismo e nem de (neo)liberalismo (sic), apenas repete os clichês das fontes esquerdistas em que obteve as "informações".

O liberalismo preconiza o predomínio do indivíduo sobre o coletivo, em especial o estatal. Enfatiza a liberdade, a vida privada e o direito à propriedade, dentro de um estado democrático e legal. Não há tolerância com o 'capitalismo de compadrio' e muito menos com as "ideias" opressoras de socialistas e comunistas.


Desejam privatizar tudo, inclusive os monopólios naturais, deixando estrangeiros comprar e levar o lucro para fora do país.

A privatização pode ser um instrumento para a quebra de privilégios do funcionalismo público e dos políticos brasileiros, que usam as empresas estatais e o próprio estado para se locupletarem, desde que não sejam entregues aos empresários do 'capitalismo de compadrio'.

Ou pode ser a própria consequência de um aumento considerável no conhecimento da população, que passa a entender que o estado e as empresas estatais, no atual contexto, nada mais são do que instrumentos corporativistas para favorecer vagabundos.


Desejam acabar com as leis trabalhistas, com as leis ambientais e com o código de defesa do consumidor para enriquecer empresários.

As atuais leis trabalhistas são um anacronismo do período do fascismo getulista, resultado de uma preocupação genuína na época com a situação do trabalhador, misturada com um populismo político, e que gerou excrescências como o décimo terceiro salário e o terço adicional de férias. E a maior crítica nem estava sobre isto e sim sobre a falta de liberdade de negociação de aspectos operacionais entre empregadores e funcionários, como por exemplo, dividir o período de férias em três partes de 10 dias cada um, se necessário fosse.

As leis ambientais são necessárias. Mas existe uma crítica de todo o setor produtivo sobre alguns aspectos das muitas leis ambientais, como por exemplo, a dificuldade em desenvolver atividades econômicas em áreas com biomas já degradados.


Querem acabar com estado de bem-estar social dando um fim no ensino público, no SUS e no INSS. Tudo isso passa a ser privado, tratado como mercadoria e acessível só para quem pode pagar.

Os liberais defendem que os indivíduos devem consentir livremente em contribuir com tais tipos de serviços e que a taxação compulsória é uma forma de esbulho e ou roubo estatal.

Em todos os países ditos 'avançados', o estado de bem estar social está sendo revisto porquê eles constataram que é economicamente insustentável prover saúde, educação e renda mínima de maneira ilimitada.

O que não surpreende, porquê todos os esquerdistas e todos os populistas de direita não conhecem conceitos básicos em economia, como 'oferta x procura', 'demanda infinita', 'elasticidade', etc.


Em país rico, isso acaba com desemprego, mas cria condições análogas à escravidão, porque demite um e contrata dois com um terço do salário.

Pode citar algum exemplo?


Em país pobre, gera desemprego porque a concorrência de empresas estrangeiras vai entrar no país e falir as empresas nacionais.

O qiue você escreveu simplesmente não ocorre em muitos setores. E em outros, há milhares de exemplos contrários ao que você escreveu, em especial na área de prestação de serviços e de comércio.


Para piorar, a direita quer armar o povo e manter a proibição da maconha.

A direita não quer armar o povo e sim almeja que cada indivíduo tenha o direito, se desejar, de comprar, possuir e, se for o caso, portar uma arma.

Observe o verbo 'comprar'. Isto implica na aquisição de um bem via trabalho. Não é (mais) um assistencialismo estatal esquerdista feito com o dinheiro (e frequentemente contra a vontade) do contribuinte.


Junto com a miséria, isso vai piorar os índices de violência.

Se a miséria fosse diretamente proporcional à violência, a Índia seria um dos países mais violentos do mundo. E isto não ocorre.


A frase mais irritante dos liberaloides é "O trabalhador não é obrigado a ficar na empresa exploradora, ele tem o direito de decidir se quer um emprego assim ou ser mendigo".

Lendo o exposto supra, deduzo que você ou é mal-informado ou é mau-caráter. Por ora, vou optar pela primeira.

A máxima supra, que você citou erroneamente, é: "o trabalhador não é obrigado a ficar na empresa. Ele pode procurar outra, trabalhar por conta (autônomo) ou abrir a sua própria empresa".


Depois fala que desemprego é culpa do vagabundo que não quer trabalhar.

Uma parte é isto mesmo. Acho que são minoria. Mas existem.

Basta fazer uma pesquisa própria ou conversar com algum funcionário do SINE.


Cite três posições oficiais do partido dele em relação a temas sociais que sejam conservadores. Atenção: não quero opiniões e posições dele e sim do partido.
A favor de manter agrotóxicos,

Desde quando ser favorável a agrotóxicos é uma posição conservadora? Por favor...

Existe um só país produtor de alimentos no mundo que proíba todos os agrotóxicos?

Vou facilitar para você: Não, não existe!


contra a reforma agrária,

De maneira alguma.

A vedação é sobre o tipo de reforma agrária defendida pela esquerda, em especial os vagabundos do MST.

Não há problema algum em fazer reforma agrária em terras devolutas (do estado) ou então indenizar os proprietários que CONCORDEM livremente em ceder as suas propriedades.


contra a tributação progressiva.

Sim, e isto está corretíssimo.

Pedir para alguém entregar o seu dinheiro para um estado ocupado por um funcionalismo corporativista e corrupto e usado por empresários igualmente corruptos, sem qualquer garantia de uma gestão profissional e do uso racional do dinheiro é, no mínimo, insano.


Está em cima do muro em relação à legalização da maconha e o estatuto da família.

Pode indicar a fonte?


E sim, todos estão cansados de pagar impostos para sustentarem uma corja da vagabundos ligados ao que há de pior no funcionalismo público, nos políticos e no capitalismo de compadrio.
É melhor enriquecer políticos do que empresários. A diferença é que a lei está do lado dos empresários e que políticos podem mudar com o tempo.

Esta foi, sem dúvida, uma das três maiores 'pérolas' do seu "pensamento", um misto de ingenuidade e de desconhecimento.

A lei está do lado de quem a faz, pois é quem detém o poder discricionário. Em outras palavras, o estado e os que o 'parasitam' (funcionários públicos, políticos e grandes empresários do 'capitalismo de compadrio').


Acho que não. O PSDB ainda sofre de alguma influência da esquerda mais radical.
Tio Olavo disse que o PSDB apoia a agenda globalista e recomendou Bolsonaro.

Tio Olavo e esquerdistas sofrem do mesmo mal: idiotia progressiva.


Não apoio o PT.

Não, é claro que não.  ::)


Considero o PT como partido de direita por causa do capitalismo de compadrio e por herdar parte do corporativismo de Vargas.

Putz...

O PT usou o 'capitalismo de compadrio' para se manter no poder. Ele representa a esquerda mais corrupta, que só tem paralelo com os idiotas retrógrados e anacrônicos do PSOL, PSTU, PCO e outras porcarias análogas.


Apenas usurparam a esquerda.

Não. Eles são a própria essência de boa parte da esquerda: corruptos, anacrônicos, mentirosos e dissimulados.


O PT pelo menos tem mais preocupação na área social do que o PSDB.

Não passa de bobagem assistencialista com viés eleitoreiro para manutenção de poder.


Boulos é um idiota, um canalha repulsivo e mau-caráter que usa um discurso vazio e criminoso.
O crime de Boulos é crime por causa da lei que defende os ricos.

O crime de Boulos é crime porque é assim definido.

E independente de lei, continua sendo um imbecil, inculto e mau-cartáter.


Já visitei uma ocupação. O prédio estava vazio há meses e pertence a um fundo que paga o aluguel faturado aos cotistas.

Informe qual é o prédio e a qual fundo ele pertence. Farei uma denúncia na CVM e no Conselho deste fundo, por manipulação de informações no balanço.


Os sem-teto não tem emprego e nem para onde ir.

Falácia do apelo à piedade.


Mas independente da lei, o direito à moradia é mais importante do que garantir o rentismo de alguns.

Não, não é.

Os rentistas daquele fundo (e de todos os outros) não tem nenhuma responsabilidade sobre o infortúnio destas pessoas. Eles não podem ter seus direitos de propriedade violados em nome da necessidade de pessoas, a não ser que se demonstre que os bens deles (rentistas) foram obtidos em flagrante desrespeito das normas que os regulamentam.

Se as pessoas detentoras do fundo quiserem, de maneira livre e espontânea, ceder o prédio para que pessoas sem posses o ocupem, tudo bem. Qualquer outro caso, é esbulho ou roubo.


O governo do Temer não foi golpista, porquê cumpriu o rito formal de retirada daquela idiota que ocupava o cargo de presidente do Brasil. A eleição dela, diga-se de passagem, é que foi um golpe do tipo estelionato eleitoral.

A sua relação de 'atrocidades' sugerem que você é um funcionário público. Se for, isto me deixa mais tranquilo, porquê aumenta a minha certeza que é a forma mais adequada.
A acusação foi só um pretexto. Temer fez coisa pior e não sofreu golpe. Temer era aliado de Dilma, mudou de lado completamente a adotou todas as medidas da oposição. Isso mostra que ele não tem princípios morais.

Sem dúvida que ele não tem princípios morais.

Só fato de estar aliado a esquerdistas por 13 anos já é uma demonstração inequívoca disto.


Sou formado e pretendo ser funcionário público.

Q.E.D.


Já conversei com meus colegas e eles disseram que as condições de trabalho no setor público é muito melhor.

Sem dúvida.

Mesmo porquê isto é conseguido com o esbulho da população.


Alguns preferem o setor privado e a empresa está investindo neles, mas os caras tem que trabalhar demais, além de fazer hora extra. Acho essa vida estressante, mas alguns gostam, não todos.

Pois é...

Esta é a diferença entre o setor privado e o público.

No primeiro tem que trabalhar muito. No segundo, isto não é uma regra.


Hadad é uma marionete de Lula e Lula foi o presidente mais ladrão do Brasil.
Sei...
Toda direita concorda com isso, mas tu respondeu com ironia. O que quer dizer?

Quero dizer que muitos afirmam isto apenas por dissimulação.

Espero que não seja o seu caso.


Então descarte todos, inclusive o Ciro e a Marina.

O único realmente novo é o Amoedo.

O resto...
E Álvaro Dias? Ele é o candidato de direita menos nocivo.

O Álvaro Dias está no grupo 'opções menos ruins'.


Jair Bolsonaro nem precisa de comentários. É o maior representante do fascismo no Brasil.
Ainda assim, é menos ruim que os comunistas e socialistas.
Primeiro, os novos socialistas não querem recriar a União Soviética, eles são democráticos. A guerra fria acabou.
Prefiro uma ditadura socialista a uma ditadura fascista.

Não existem socialistas democráticos assim como não existe fogo úmido.


Acho completamente válido falar que socialismo e comunismo são coisas ruins. O que acho insano é dizer que capitalismo é coisa boa.

O capitalismo é apenas um sistema de produção, resultante da interação humana.


As minhas podem ser um AR-15 e uma Glock.
É sério?

Melhor eu ir embora.

Não precisa ir embora.

Apenas mantenha uma distância segura.

Eu diria uns três quilômetros.

 :biglol:


Para terminar: Viva a nova ordem mundial.   :P

Viva a democracia constitucional, liberal e representativa.
Foto USGS

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.702
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1367 Online: 21 de Agosto de 2018, 14:09:49 »
É um partido que defende direitos de negros e LGBT e combate o machismo. O problema é que eles exageram inventando merda como ideologia de gênero e cultura do estupro. Mas é inegável que mulheres tem salário menor e que a maioria dos pobres são negros e tem menos chances de conseguir emprego. Eu defenderia cotas para pobres em vez de raciais para nunca fazer distinção de raça.

"Ideologia de gênero" = teoria da conspiração que os gays/etcs planejam viadizar as crianças, e que feministas querem que as mulheres possam fazer coisas de homem.

Pode haver exageros em "cultura de estupro", mas não é exatamente o caso da cultura ou de subculturas não terem valores que acarretam em leniência, conivência, ou até algum grau de incentivo.

As mulheres não têm "salário menor". Os ganhos médios do total das mulheres que é menor que os ganhos médios do total dos homens. Isso não implica em haver discriminação indevida no mercado; pode ser o caso, e algumas vezes é, por exemplo, de homossexuais (que sofrem mais preconceito que simplesmente mulheres) terem médias de ganho mais altas. O principal fator é as mulheres engravidarem e cuidarem dos filhos -- a diferença em nível individual será largamente de acordo com o número de filhos, o que praticamente não impacta em nada os ganhos masculinos. Mas mesmo haver menor participação feminina no mercado de trabalho já poderá reduzir a média dos ganhos femininos.

http://freakonomics.com/podcast/what-can-uber-teach-us-about-the-gender-pay-gap/

https://tonic.vice.com/en_us/article/59dm4q/gay-people-make-more-money-than-their-straight-peers







O liberalismo preconiza o predomínio do indivíduo sobre o coletivo, em especial o estatal. Enfatiza a liberdade, a vida privada e o direito à propriedade, dentro de um estado democrático e legal. Não há tolerância com o 'capitalismo de compadrio' e muito menos com as "ideias" opressoras de socialistas e comunistas.

De forma similar, o comunismo e o socialismo só preconizam benevolência, inclusive liberdade e direitos diversos, menos restritos de forma a favorecer aos mais privilegiados, etc e tal. Não há tolerância com o "capitalismo de estado de compadres", e muito menos com idéias opressoras de fascistas e oligarcas.

Porém, na prática, há distância considerável entre o ideal e a realidade, em ambos os casos.

<a href="https://www.youtube.com/v/o_2A684dAdA" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/o_2A684dAdA</a>

Offline Peter Joseph

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.222
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1368 Online: 21 de Agosto de 2018, 14:41:32 »
Minha curiosidade é saber o que o próximo presidente fará com isto:

Dívida do Brasil baterá 90% do PIB em 2019
https://www.bemparana.com.br/noticia/divida-do-brasil-batera-90-do-pib-em-2019

Somado ao fato de que a economia mundial tem tudo para piorar no mesmo ano de 2019 e, também, ao fato de que o país não decola :?:

Tomara que seja o Bolsonaro, assim a bolha  da dívida explode logo, talvez começando pelo Brasil sil sil...
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.731
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1370 Online: 21 de Agosto de 2018, 14:59:55 »


O Bolsomito  vai  livrar o Brasil do comunismo de uma vez por todas, o que os molengas heróis da revolução de 64 deixaram passar, o Bolsomito irá acabar.   

Avante Brasil,  xô  Comunismo.


 :brasil:

Offline Peter Joseph

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.222
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1371 Online: 21 de Agosto de 2018, 15:13:56 »
Qualquer um que pegar não vai conseguir segurar a explosão da bomba social e econômica deste próximo mandato. Seja os conservadores, os liberais ou os esquerdistas. Vai ser uma coisa "interessante" ver o Brasil voltar pros anos 80, só que com celulares e internet (com cada vez mais comércio de celulares roubados e gatonet, a propósito). Vamos ver o que o grandessíssimo próximo presidente da república vai fazer com a batata quente na mão  :biglol: 
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.731
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1372 Online: 21 de Agosto de 2018, 15:22:14 »
O Cirão vai tirar o Brasil do SPC. :brasil:



E também vai garantir que  o 1° lugar do mundo em processos trabalhistas não seja perdido, pois, após longos anos de trabalho para aperfeiçoamento de uma extensa legislação trabalhista,  o Sr. Michel fez uma reforma que pode por tudo a perder, e fazer com que o Brasil seja retirado do pódio. Mas, o  Cirão já avisou que irá revogar a injusta e infame reforma neoliberal do Temer.



« Última modificação: 21 de Agosto de 2018, 15:38:28 por JJ »

Offline Peter Joseph

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.222
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1373 Online: 21 de Agosto de 2018, 15:29:16 »
Minha curiosidade é saber o que o próximo presidente fará com isto:

Dívida do Brasil baterá 90% do PIB em 2019
https://www.bemparana.com.br/noticia/divida-do-brasil-batera-90-do-pib-em-2019

Somado ao fato de que a economia mundial tem tudo para piorar no mesmo ano de 2019 e, também, ao fato de que o país não decola :?:

Tomara que seja o Bolsonaro, assim a bolha  da dívida explode logo, talvez começando pelo Brasil sil sil...

Particularmente, creio que o menos pior que se poderia fazer é uma profunda revisão da dívida pública ou mesmo até o calote total logo. Mas isto ocasionaria por si só uma enorme crise. Talvez pudêssemos escapar ajudando a fortalecer o BRICS e apoiando o Yuan como nova moeda de reserva concorrente ao dólar, deixando de lado, com o tempo, a maior parte da dívida em dólar (grande maioria dela). Mas a China também tem grande risco de afundar antes de ser um ator importante de fato, de ser um concorrente real ao petrodólar. Não vi nenhum candidato tocar nesta possibilidade até agora.
« Última modificação: 21 de Agosto de 2018, 15:31:20 por Peter Joseph »
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.731
  • Sexo: Masculino
Re:Eleições presidenciais de 2018
« Resposta #1374 Online: 21 de Agosto de 2018, 15:42:26 »

PROCURADOR DA LAVA JATO DEFENDE CAMPANHA DE LULA



Especialista em direito internacional e integrante da Lava Jato, o procurador Vladimir Aras afirmou o caráter obrigatório da decisão da ONU pela manutenção dos direitos políticos do ex-presidente Lula; procurador afirma que "o destinatário primário da ordem internacional cautelar expedida pelo Comitê de Direitos Humanos é a Justiça Eleitoral, inclusive o seu Ministério Público"; ele afirma ainda que cabe "à Justiça Eleitoral cumprir a decisão do Comitê de Direitos Humanos do PIDCP (Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos) na ação de impugnação de registro de candidatura que tem curso no TSE"


20 DE AGOSTO DE 2018 ÀS 14:35 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube


Por Lula.com - Vladimir Aras, especialista em direito internacional e procurador do Ministério Público Federal, reafirmou o caráter obrigatório da liminar do Comitê de Direitos Humanos da ONU, que determinou ao Brasil garantir os direitos políticos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, incluindo o de ser candidato. Aras, que publicou artigo no último dia 18 apontando que cabe ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acatar a decisão da ONU, é professor de processo penal e direito internacional e foi procurador da Operação Lava Jato.


Em seu artigo, o procurador afirma que "o destinatário primário da ordem internacional cautelar expedida pelo Comitê de Direitos Humanos é a Justiça Eleitoral, inclusive o seu Ministério Público". Ele afirma ainda que cabe "à Justiça Eleitoral cumprir a decisão do Comitê de Direitos Humanos do PIDCP (Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos) na ação de impugnação de registro de candidatura que tem curso no TSE".


Em uma longa análise jurídica, o procurador demonstra que o Brasil é Estado Parte do Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, tratado internacional que tem vigência interna desde os anos 1990. Ao ratificar o tratado, o Brasil se comprometeu voluntariamente, perante a comunidade internacional e a seus próprios cidadãos, a respeitar os direitos individuais, civis e políticos que constam no tratado, o que foi ratificado pela adesão voluntária do país ao Protocolo Facultativo ao PIDCP, que regula as comunicações individuais (petições de cidadãos) ao Comitê de Direitos Humanos, em 2009.


"Assim, tendo manifestado por duas vezes validamente sua vontade na ordem jurídica internacional (...), o Estado brasileiro está obrigado a cumprir seus termos, e a atuação do Comitê não constitui intromissão em assuntos internos. Tampouco há violação da soberania brasileira. Ao contrário, o ingresso nos dois tratados decorreu de um ato de soberania da República Federativa do Brasil", afirma o jurista, citando ainda a Constituição Federal para afirmar que o Brasil se rege nas suas relações internacionais pela prevalência dos direitos humanos.


Vale notar que, em sua conta no Twitter, o internacionalista comentou as atrocidades ditas por Carlos Sardenberg no portal G1 sobre a decisão do comitê da ONU. Disse, ironicamente, Aras, professor de direito internacional: "Vou começar a dar aula de Economia".


https://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/365893/Procurador-da-Lava-Jato-defende-campanha-de-Lula.htm?utm_source=social_monitor&utm_medium=widget_vertical


 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!