Autor Tópico: Qual o gênero, cientificamente falando?  (Lida 293 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Lord_Dracon

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 166
  • Sexo: Masculino
  • =D
Qual o gênero, cientificamente falando?
« Online: 13 de Março de 2018, 19:27:59 »
No último Oscar, o crítico e comentarista Rubens Ewald Filho soltou um comentário infeliz acerca de uma atriz transexual, Daniela Vega, que ganhou na categoria de melhor filme estrangeiro: "Essa moça na verdade é um rapaz, um transexual, mas ela tem um dom artístico muito legal. Isso emoldura o filme."

Logo em seguida, a mídia e a internet desceu a lenha no cara, como se ele tivesse feito um comentário transfóbico de má-fé. Não que não seja um comentário infeliz, mas pareceu que aconteceu mais por uma suposta "ignorância" do cara dos conceitos sociais dos dias de hoje.

Mas fiquei com isso na cabeça. Nossa, é pra tanto? Vão despedir o cara? A geração atual está "mimizenta" a esse ponto?

Grifo a parte "chave" que interessa ao tópico: tirando a parte cultural e social, e falando cientificamente, o que pode ser considerado o que separa o "macho" da "fêmea" nos seres humanos?

Até onde me lembro, das aulas de biologia, isso era determinado pelo último par dos cromossomos humanos (23º), conhecido como os "cromossomos sexuais", que eram denominados "XY" para os machos e "XX" para as fêmeas.

Então, por mais que uma pessoa resolva trocar de sexo após o nascimento, por melhor que saia o resultado da transformação, em níveis psicológicos, sociais e orgânicos (hormônios, cirurgias, etc), do ponto de vista biológico, no caso acima, a pessoa ainda é XY, correto? (acredito eu que a medicina ainda não consiga alterar a pessoa a nível genético).

Logo, a afirmação do comentarista, mesmo que tenha sido socialmente infeliz, biologicamente, não está correta?

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.054
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Qual o gênero, cientificamente falando?
« Resposta #1 Online: 13 de Março de 2018, 21:26:31 »
O comentarista poderia ter dito que a moça é um rapaz cirurgicamente mutilado.
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.203
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Qual o gênero, cientificamente falando?
« Resposta #2 Online: 14 de Março de 2018, 00:05:16 »
A "fluidade" de gênero torna-se intangível como os neutrinos... ::)
GNOSE

Offline Lord_Dracon

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 166
  • Sexo: Masculino
  • =D
Re:Qual o gênero, cientificamente falando?
« Resposta #3 Online: 14 de Março de 2018, 11:23:06 »
O comentarista poderia ter dito que a moça é um rapaz cirurgicamente mutilado.
Aí ele seria trucidado.

Mas voltando ao ponto, penso que ele não falou nada de errado. Biologicamente, essa moça é um rapaz. Se fazer um exame de cariótipo, o último par será XY (macho). Ela não é fértil.

Tudo bem em respeitar socialmente a decisão do indivíduo de trocar de sexo e tratá-lo como seu novo gênero (chamar de "ela" ao invés de "ele"), mas literalmente a troca de sexo não existe. Talvez em um futuro próximo isso seja possível, com edição genética, alterando o XY pro XX; ou mesmo fazendo isso não funcione. Mas até lá, é só um sofisticado "cosplay".

Achei injusto a maneira de como o comentarista foi penalizado, porque no fim das contas ele disse a verdade.

Por favor foristas, fiquem a vontade para me refutar se for o caso ou complementar algo que eu esteja esquecendo de considerar. Talvez eu esteja "viajando" numa possível sociedade que levasse em consideração critérios científicos, o que sabemos estar anos-luz de acontecer no mundo atual.

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 682
  • Sexo: Masculino
Re:Qual o gênero, cientificamente falando?
« Resposta #4 Online: 14 de Março de 2018, 15:06:30 »
 Oh Céus, hora de reviver um tópico onde alguém usa "A Ciência" a serviço da justificativa de um preconceito definido de antemão como correto.  :)

Citar
tirando a parte cultural e social, e falando cientificamente

Antes de tudo - cultura e sociedade são aspectos da natureza humana, e não estou falando da maneira como "ultra soft sciences" usam esses termos. Chegue para um antropólogo físico, um geneticista comportamental ou um etologista e ficará surpreso como eles reagirão ao ouvir "tirando a parte socio-cultural".

Citar
o que pode ser considerado o que separa o "macho" da "fêmea" nos seres humanos?

Depende de "qual aspecto" de "macho e fêmea" está falando. A definição pode ser a nível gênico (SRY-ativado ou SRY-inativo), a nível cromossômico (XY e XX - mas lembre-se que há X0, XXY, XYY e diversas distribuições onde há quimerismo e microquimerismo cromossômico), do tipo de influência hormonal e a que momento ocorrem, do tipo de estruturas reprodutivas internas, do tipo de características sexuais secundárias e o tipo de gameta produzido. Todos esses níveis de análise podem ser usado para definir "Macho e Fêmea" em seres humanos, eles tendem a ser correlacionados entre si - mas não faltam exceções e variedades em cada um deles.

Citar
do ponto de vista biológico, no caso acima, a pessoa ainda é XY, correto?

Sim, mas dizer que "XY = Macho" não é algo que necessariamente ocorre, vide todas essas pessoas provavelmente tem o par XY e secretam androhormônios - mas apresentam alguma forma de insensibilidade (completa ou parcial) a eles:

« Última modificação: 14 de Março de 2018, 15:09:43 por El Elyon »
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline Lord_Dracon

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 166
  • Sexo: Masculino
  • =D
Re:Qual o gênero, cientificamente falando?
« Resposta #5 Online: 14 de Março de 2018, 16:43:04 »
Oh Céus, hora de reviver um tópico onde alguém usa "A Ciência" a serviço da justificativa de um preconceito definido de antemão como correto.  :)

De maneira nenhuma quis usar a ciência para corroborar algum tipo de preconceito da minha parte.
Se fui, foi porque desconhecia os elementos que você mencionou em seguida:


Citar
o que pode ser considerado o que separa o "macho" da "fêmea" nos seres humanos?

Depende de "qual aspecto" de "macho e fêmea" está falando. A definição pode ser a nível gênico (SRY-ativado ou SRY-inativo), a nível cromossômico (XY e XX - mas lembre-se que há X0, XXY, XYY e diversas distribuições onde há quimerismo e microquimerismo cromossômico), do tipo de influência hormonal e a que momento ocorrem, do tipo de estruturas reprodutivas internas, do tipo de características sexuais secundárias e o tipo de gameta produzido. Todos esses níveis de análise podem ser usado para definir "Macho e Fêmea" em seres humanos, eles tendem a ser correlacionados entre si - mas não faltam exceções e variedades em cada um deles.

Citar
do ponto de vista biológico, no caso acima, a pessoa ainda é XY, correto?

Sim, mas dizer que "XY = Macho" não é algo que necessariamente ocorre, vide todas essas pessoas provavelmente tem o par XY e secretam androhormônios - mas apresentam alguma forma de insensibilidade (completa ou parcial) a eles:

Como eu disse anteriormente, eu só sabia dos XX e XY da biologia básica.
Já você acabou de acrescentar vários outros elementos a serem analisados, tornando a resposta à minha pergunta mais complexa do que eu imaginava.

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 682
  • Sexo: Masculino
Re:Qual o gênero, cientificamente falando?
« Resposta #6 Online: 14 de Março de 2018, 23:00:04 »
Citação de: Lord_Dracon
De maneira nenhuma quis usar a ciência para corroborar algum tipo de preconceito da minha parte.
Se fui, foi porque desconhecia os elementos que você mencionou em seguida:

Okay, eu devo admitir que fui precipitado e pouco generoso em assumir a pior das intenções da sua parte. My bad.  :wink:

Citação de: Lord_Dracon
Já você acabou de acrescentar vários outros elementos a serem analisados, tornando a resposta à minha pergunta mais complexa do que eu imaginava.

Bem vindo a Biologia - organismos não gostam de se encaixar tão facilmente nos critérios de classificação que adoramos utilizar. Para ser mais claro, a maioria dos indivíduos que se denominam trans, a luz do conhecimento atual, não apresentam indícios de serem substancialmente distintos do "indivíduos médio" do sexo que nasceram (salvo pela disforia, obviamente) - o que não ocorre, por exemplo, com pessoas com insensibilidade a androhormônios, Síndromes de Turner e Klinefelter ou Intersex.

Além, termos como "sexo" e "macho/fêmea" são usados por cientistas com um propósito distinto da maneira como um códice jurídico ou certos grupos (como trans) usam tais termos.
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline Lord_Dracon

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 166
  • Sexo: Masculino
  • =D
Re:Qual o gênero, cientificamente falando?
« Resposta #7 Online: 14 de Março de 2018, 23:58:00 »
Citação de: Lord_Dracon
De maneira nenhuma quis usar a ciência para corroborar algum tipo de preconceito da minha parte.
Se fui, foi porque desconhecia os elementos que você mencionou em seguida:
Okay, eu devo admitir que fui precipitado e pouco generoso em assumir a pior das intenções da sua parte. My bad.

Tranquilo. Acho que não moderei as palavras corretamente na minha segunda postagem e acabei dando margem a essa interpretação. My bad too.


Citação de: Lord_Dracon
Já você acabou de acrescentar vários outros elementos a serem analisados, tornando a resposta à minha pergunta mais complexa do que eu imaginava.
Bem vindo a Biologia - organismos não gostam de se encaixar tão facilmente nos critérios de classificação que adoramos utilizar. Para ser mais claro, a maioria dos indivíduos que se denominam trans, a luz do conhecimento atual, não apresentam indícios de serem substancialmente distintos do "indivíduos médio" do sexo que nasceram (salvo pela disforia, obviamente) - o que não ocorre, por exemplo, com pessoas com insensibilidade a androhormônios, Síndromes de Turner e Klinefelter ou Intersex.

Além, termos como "sexo" e "macho/fêmea" são usados por cientistas com um propósito distinto da maneira como um códice jurídico ou certos grupos (como trans) usam tais termos.

Obrigado por agregar seu conhecimento ao tópico. :ok:

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.634
  • Sexo: Masculino
Re:Qual o gênero, cientificamente falando?
« Resposta #8 Online: 15 de Março de 2018, 10:37:32 »
Bem vindo a Biologia - organismos não gostam de se encaixar tão facilmente nos critérios de classificação que adoramos utilizar. Para ser mais claro, a maioria dos indivíduos que se denominam trans, a luz do conhecimento atual, não apresentam indícios de serem substancialmente distintos do "indivíduos médio" do sexo que nasceram (salvo pela disforia, obviamente) - o que não ocorre, por exemplo, com pessoas com insensibilidade a androhormônios, Síndromes de Turner e Klinefelter ou Intersex.

Além, termos como "sexo" e "macho/fêmea" são usados por cientistas com um propósito distinto da maneira como um códice jurídico ou certos grupos (como trans) usam tais termos.

Isso lembra uma resposta que dei para alguém no twitter. O cara falando da classificação "homem" e "mulher" como imutável e biologicamente exato. Então tive que lembrar ele que a classificação de qualquer coisa é algo humano, e que a natureza não é tão clara. Mudamos classificações com o tempo, como no caso dos planetas. E que "homem" e "mulher" nunca levaram em consideração a mente ou cromossomos, mas somente o órgão genital.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.054
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Qual o gênero, cientificamente falando?
« Resposta #9 Online: 15 de Março de 2018, 11:50:05 »
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!