Autor Tópico: Aborto é um assassinato em sua essência?  (Lida 4329 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #150 Online: 05 de Julho de 2018, 14:44:08 »
Quem se vê no direito de não "dar palpite", mas de controlar a vida dos outros são os contrários a legalização do aborto, contraceptivos, educação sexual, não os favoráveis.
sou favorável  legalidade do aborto por estupro e risco de vida , isso não é se meter na vida da mãe e sim garantir o seu direito em querer amenizar efeitos negativos da violência por ela sofrida!
Racionalmente sou a favor do contraceptivo 100% eficiente "se não desejam ter filho nem DST , não façam sexo"  mas se quiserem assumir tais riscos  sejam responsáveis pelas consequências do que geram!
Tambem sou a favor da educação sexual responsabilizando punindo abortistas praticamente do sexo sem compromisso com a responsabilidade, se punir agravará ou amenizará a situação já é uma  questão a ser analisada na pratica?


Citar
Os últimos serão inclusive comumente a favor inclusive do aborto em caso de estupro (caso seja decisão da vítima), apenas apontam a incoerência contida em, se equiparando zigotos adiante a crianças, achar aceitável se assassinar crianças, quando estas são produto de um estupro.
Aceitação vem da realidade que nos é auto infligida oras pela natureza, oras pelo nosso egoismo.
Se o planeta não tivesse limites naturais e sociais, contraceptivos não se justificariam diante do igual direito a vida da célula ao homem.
Do egoismo vem o desejo de não sermos simpatizantes do próprio  sacrifício em favor dos outros, se não fosse isso, não teríamos carnes no nossos pratos e mulheres estupradas poderiam reconhecer  o direito a vida dos inocentes que carregam dentro de si.
Mas são das necessidades reais e também das ilusórias que vem nossas justificativas, para tentar justificar o injustificável e nisto os "politicamente corretos" se tornam mestres .


Citar
O que é considerado "politicamente correto" também dependerá logicamente do que cada um acredita ser correto. Se se é pró-vida, é a proibição do aborto o politicamente correto para o indivíduo/grupo, a menos que venha de uma posição admitidamente nas linhas de, "não interessa isso de bebê e óvulo e zigoto, tanto faz, o que interessa é controlar as mulheres; queremos é ver as feminazis e os liberaltardos chorarem".

ser "politicamente correto" é  assumir  posição da aprovação social, apenas pela covardia no medo de assumir os seu próprios valores  morais e sofrer retaliações da maioria social , é dessa covardia que construirmos uma sociedade hipócrita que cada vez mais fazendo apologias a inverção de valores.
Agora se afirma que o "correto" é apenas uma CRENÇA PESSOAL, então não ha mais valores morais a serem seguido?

"save-se quem puder"
« Última modificação: 06 de Julho de 2018, 08:52:35 por Del vechio »
Por que?

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #151 Online: 05 de Julho de 2018, 16:22:40 »
O Brasil é um país largamente conservador. Em meios sociais conservadores, o politicamente correto é a opinião conservadora, que reafirma crenças e valores comuns.

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.783
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #152 Online: 05 de Julho de 2018, 17:56:27 »
Confesso que o vídeo me despertou dúvidas sobre a isenção dos institutos de pesquisa mencionados. Numa pesquisa rápida, estou sem tempo agora, não encontrei dados que refutassem os argumentos apresentados. Mais tarde pretendo pesquisar com mais calma, se alguém puder se adiantar, agradeço!  :ok:
Não pesquisei sobre os institutos que a moça do vídeo afirma serem suspeitos, também por falta de tempo. Mas tem algumas informação que eu havia guardado antes que contrariam os números que ela apresentou.
Fui conferir os números que ela citou. O DATASUS registra aproximadamente 200.000 (arredondando para facilitar) internações no Brasil por ano em decorrência de aborto espontâneo (75%) e provocado (25%). A Pesquisa Nacional do Aborto de 2010/2016 diz que cerca de metade dos abortos provocados termina em internação. Pelos dados do DATASUS seriam aproximadamente 100.000 abortos provocados, segundo a PNA-2010/2016 (conforme argumentado no vídeo) ou multiplicando por cinco, segundo o Instituto Alan Guttmacher, seriam 250.000 e por seis, segundo o IPAS, seriam 300.000/ano.  :hein:

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.269
  • Sexo: Masculino
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #153 Online: 05 de Julho de 2018, 18:12:26 »
[...]
Agora se afirma que o "correto" é apenas uma CRENÇA PESSOAL, então não ha mais valores morais a serem seguido?

"save-se quem puder"

A moral é absoluta?

Se 'sim', pode demonstrar?
Foto USGS

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #154 Online: 05 de Julho de 2018, 18:38:00 »
[...]
Agora se afirma que o "correto" é apenas uma CRENÇA PESSOAL, então não ha mais valores morais a serem seguido?

"save-se quem puder"

A moral é absoluta?

Se 'sim', pode demonstrar?

Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .
Por que?

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #155 Online: 06 de Julho de 2018, 09:12:02 »
Por que deve ser permitida a morte através da não-fecundação de todo óvulo, que assim morre?

A fim de preservar toda VIDA humana, as mulheres deveriam buscar engravidar em toda ovulação.

pelo mesmo motivo que os seus neurônios estão morrendo.

esta a confundir mulher com coelha
por que esta preocupação feminista? espermas também morrem aos milhões em anos de relações sexuais a atual média de aproveitamento é de apenas dois espermas transformados em humanos.
e mesmo que tivessem liberdade nem todos óvulos iriam ser fecundados, você ta querendo inovar a natureza humana acabando com a menstruação?

todas as células morrem por isso que existe a medula óssea, renovação!

« Última modificação: 06 de Julho de 2018, 10:16:54 por Del vechio »
Por que?

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.269
  • Sexo: Masculino
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #156 Online: 06 de Julho de 2018, 09:15:29 »
[...]
Agora se afirma que o "correto" é apenas uma CRENÇA PESSOAL, então não ha mais valores morais a serem seguido?

"save-se quem puder"
A moral é absoluta?

Se 'sim', pode demonstrar?
Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .

Certo.

Mas primeiro responda satisfatoriamente o que eu perguntei.
Foto USGS

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.783
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #157 Online: 06 de Julho de 2018, 10:11:15 »
Outro dia acharam o estilo do pehojof parecido com o de um forista banido. Hoje sou eu que estou achando o estilo do Del vechio parecido com o de outro.  :?

Você como cético tem o direito de acreditar no que quiser mas , não estamos aqui  para ficarmos discutindo sobre crenças pessoais do tipo vidências do outro mundo.

O que mais fizemos nesse tópico foi discutir sua crença de que toda a humanidade deveria acatar suas ideias mal formuladas para o bem da própria humanidade, sem qualquer embasamento, apenas na base da pregação, tipo vidências do outro mundo. :sono:

Está mais do que demonstrado, pela realidade, que diversas sociedades que asseguram o direito de escolha das mulheres de interromper gravidezes indesejadas tem autos índices de qualidade de vida e harmonia social, ao contrário do que você defende. 

Comece a debater, argumentar, apresentar dados que embasem seus argumentos, em vez de fazer proselitismo que eu paro de desconfiar que esse filme é repetido.  :ok:

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #158 Online: 06 de Julho de 2018, 10:12:43 »
Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .
Falácia do falso dilema: Envolve apresentar um número limitado de alternativas – na maioria das vezes, fala-se como se houvesse apenas duas – quando, na verdade, há mais. Essa falácia está ligada a uma visão limitada e simplista, que não leva em conta as múltiplas variáveis e contextos envolvidos em uma situação. (https://guiadoestudante.abril.com.br/blog/redacao-para-o-enem-e-vestibular/conheca-e-evite-a-falacia-do-falso-dilema/)

Exemplo: Ou matar é sempre e absolutamenteproibido ou você pode matar indiscriminadamente e impunemente.
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #159 Online: 06 de Julho de 2018, 10:19:51 »
[...]
Agora se afirma que o "correto" é apenas uma CRENÇA PESSOAL, então não ha mais valores morais a serem seguido?

"save-se quem puder"
A moral é absoluta?

Se 'sim', pode demonstrar?
Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .

Certo.

Mas primeiro responda satisfatoriamente o que eu perguntei.

ja afirmei que sim e estou pedindo que voce apresente alguma pessoa que possa me contradizer
Por que?

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.783
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #160 Online: 06 de Julho de 2018, 10:29:15 »
[...]
Agora se afirma que o "correto" é apenas uma CRENÇA PESSOAL, então não ha mais valores morais a serem seguido?

"save-se quem puder"
A moral é absoluta?

Se 'sim', pode demonstrar?
Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .

Certo.

Mas primeiro responda satisfatoriamente o que eu perguntei.

ja afirmei que sim e estou pedindo que voce apresente alguma pessoa que possa me contradizer

Por isso que não existem mortes, mentiras e roubos no mundo. Jamais vimos, sobretudo, os moralistas, defendendo o contrário, dizendo uma coisa e fazendo outra, desviando recursos públicos ou privados nem instituições que dizem zelar pela moral e os bons costumes abafando casos de pedofilia e outros escândalos.

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #161 Online: 06 de Julho de 2018, 10:36:19 »
A moral é absoluta?

Se 'sim', pode demonstrar?
Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .

Certo.

Mas primeiro responda satisfatoriamente o que eu perguntei.

ja afirmei que sim e estou pedindo que voce apresente alguma pessoa que possa me contradizer

Você afirmou, mas NÃO demonstrou.

"Inversão do ônus da prova é uma falácia que consiste em isentar-se de provar uma afirmação feita, exigindo que o outro prove a que essa não é válida. Assemelha-se ao apelo à ignorância. Se alguém quer provar que tal coisa é verdadeira, precisa testá-la tautologicamente e não exigir que alguém que não a defende prove a sua falsidade." (https://pt.wikipedia.org/wiki/Invers%C3%A3o_do_%C3%B4nus_da_prova)

Apenas mais uma na longa lista de falácias que você vem apresentando...
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #162 Online: 06 de Julho de 2018, 10:57:23 »
Outro dia acharam o estilo do pehojof parecido com o de um forista banido. Hoje sou eu que estou achando o estilo do Del vechio parecido com o de outro.  :?

Você como cético tem o direito de acreditar no que quiser mas , não estamos aqui  para ficarmos discutindo sobre crenças pessoais do tipo vidências do outro mundo.

O que mais fizemos nesse tópico foi discutir sua crença de que toda a humanidade deveria acatar suas ideias mal formuladas para o bem da própria humanidade, sem qualquer embasamento, apenas na base da pregação, tipo vidências do outro mundo. :sono:
Comece a debater, argumentar, apresentar dados que embasem seus argumentos, em vez de fazer proselitismo que eu paro de desconfiar que esse filme é repetido.  :ok:

 :ok: mas presta atenção para não ficar repetitivo sera a ultima vez que irei postar "minha" visão brasileira de ordem social:


2: Aborto típico e jurídico (estão previstos em lei e não são puníveis):

Aborto terapêutico (artigo 128, inciso I): É realizado quando não há outro meio de salvar a vida da gestante.

Aborto sentimental e humanitário (artigo 128, inciso II): É o aborto autorizado quando a gravidez é resultante de estupro.

3: Aborto típico, antijurídico e culpável (estão previstos em lei e são puníveis):

Aborto doloso: é realizado pela própria gestante, ou por terceiro com ou sem seu consentimento (artigos 124 a 126). O dolo é a vontade livre e consciente de interromper a gravidez com a eliminação do produto da concepção ou com a assunção do risco de provocá-lo.

Aborto eugênico/eugenésio: aborto realizado quando o feto apresenta graves e irreversíveis defeitos genéticos. Exemplo: feto anencefálico.

Aborto econômico/social: aborto realizado para que não se agrave a situação de miséria da gestante, que não terá condições socioeconômicas para criar o filho.

Aborto honoris causa: aborto realizado para ocultar desonra própria. Exemplo: ficar grávida do amante.

A tutela, proteção principal é a vida intrauterina. Secundariamente, conforme os artigos 125 e 126, a tutela é a vida, a integridade física e a saúde da gestante.

A rigor, não se trata de crime contra a pessoa, mas contra a vida do ser humano em formação que tem seus direitos garantidos.

É indispensável a prova da eliminação da vida intrauterina por conduta do agente.

O aborto em todas as suas figuras típicas é crime material, de resultado naturalístico, exteriorizado, perceptível aos sentidos, de modo que, se exige o exame de corpo de delito.

https://ferciardo.jusbrasil.com.br/artigos/177420435/do-aborto-artigo-124-a-128-do-codigo-penal

Citar
Está mais do que demonstrado, pela realidade, que diversas sociedades que asseguram o direito de escolha das mulheres de interromper gravidezes indesejadas tem autos índices de qualidade de vida e harmonia social, ao contrário do que você defende. 

Sendo assim quem sou eu e lei brasileira para ficar questionando irresponsabilidades sexuais alheias.  :(
Racionalmente as leis devem mesmo serem ajustadas de modo atender as necessidades sociais vigentes, assim voce venceu!  :1o: se descartar vidas geradas por irresponsabilidades é para o bem maior da sociedade, então que sejam sacrificados os embriões humanos.
Mas seguindo essa linha de racionalidade devemos tambem aprovar o aborto dos nossos predadores sociais?

lembrando que nem tudo que é racional, legal é moral?
A lei pode permitir matarmos alguem em casos de legitima defesa, ou por simples conveniência no casos dos abortos irresponsáveis, mas esta é uma decisão que dependerá da moralidade pessoal, dai que  a "politica correta" social pode divergir da nossa moral.
voce mesmo é contrario a lei do aborto no Brasil e está mais de acordo com a politica dos outros países.





« Última modificação: 06 de Julho de 2018, 11:00:41 por Del vechio »
Por que?

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #163 Online: 06 de Julho de 2018, 11:04:02 »
Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .
Falácia do falso dilema: Envolve apresentar um número limitado de alternativas – na maioria das vezes, fala-se como se houvesse apenas duas – quando, na verdade, há mais. Essa falácia está ligada a uma visão limitada e simplista, que não leva em conta as múltiplas variáveis e contextos envolvidos em uma situação. (https://guiadoestudante.abril.com.br/blog/redacao-para-o-enem-e-vestibular/conheca-e-evite-a-falacia-do-falso-dilema/)

Exemplo: Ou matar é sempre e absolutamenteproibido ou você pode matar indiscriminadamente e impunemente.

o que diz a respeito?  não devemos  matar  em hipóteses nenhuma, ou deve haver exceções?
Por que?

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #164 Online: 06 de Julho de 2018, 11:07:15 »
[...]
Agora se afirma que o "correto" é apenas uma CRENÇA PESSOAL, então não ha mais valores morais a serem seguido?

"save-se quem puder"
A moral é absoluta?

Se 'sim', pode demonstrar?
Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .

Certo.

Mas primeiro responda satisfatoriamente o que eu perguntei.

ja afirmei que sim e estou pedindo que voce apresente alguma pessoa que possa me contradizer

Por isso que não existem mortes, mentiras e roubos no mundo. Jamais vimos, sobretudo, os moralistas, defendendo o contrário, dizendo uma coisa e fazendo outra, desviando recursos públicos ou privados nem instituições que dizem zelar pela moral e os bons costumes abafando casos de pedofilia e outros escândalos.

pessoas não agem assim por ignorar o que é certo e sim por gostar de fazer o que é errado.
Por que?

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #165 Online: 06 de Julho de 2018, 11:12:17 »
Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .
Falácia do falso dilema: Envolve apresentar um número limitado de alternativas – na maioria das vezes, fala-se como se houvesse apenas duas – quando, na verdade, há mais. Essa falácia está ligada a uma visão limitada e simplista, que não leva em conta as múltiplas variáveis e contextos envolvidos em uma situação. (https://guiadoestudante.abril.com.br/blog/redacao-para-o-enem-e-vestibular/conheca-e-evite-a-falacia-do-falso-dilema/)

Exemplo: Ou matar é sempre e absolutamenteproibido ou você pode matar indiscriminadamente e impunemente.

o que diz a respeito?  não devemos  matar  em hipóteses nenhuma, ou deve haver exceções?
Eu digo o que todos aqui já devem ter percebido: você está fugindo de apresentar a demonstração que o forista Geotecton te pediu várias vezes. VOCÊ afirmou que a moral é absoluta, mas não apresentou nenhuma evidência para sustentar a sua afirmação.

Eu afirmo, apoiado no mundo real, que amoralidade é relativa, por isso temos uma enormidade de interpretações diferentes para as mesmas questões, dependendo de contexto, país, época, cultura, religião (ou ausência dela), etc. Por isso sempre teremos exceções à regra geral de 'não matar' - legítima defesa, guerra ou pena de morte são alguns exemplos.

Quem afirma que não existem ou não deve existir exceções são aqueles que defendem uma suposta moral absoluta - como você afirmou existir. Só que o muno real contradiz essa posição.
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #166 Online: 06 de Julho de 2018, 11:14:00 »
A moral é absoluta?

Se 'sim', pode demonstrar?
Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .

Certo.

Mas primeiro responda satisfatoriamente o que eu perguntei.

ja afirmei que sim e estou pedindo que voce apresente alguma pessoa que possa me contradizer

Você afirmou, mas NÃO demonstrou.

"Inversão do ônus da prova é uma falácia que consiste em isentar-se de provar uma afirmação feita, exigindo que o outro prove a que essa não é válida. Assemelha-se ao apelo à ignorância. Se alguém quer provar que tal coisa é verdadeira, precisa testá-la tautologicamente e não exigir que alguém que não a defende prove a sua falsidade." (https://pt.wikipedia.org/wiki/Invers%C3%A3o_do_%C3%B4nus_da_prova)

Apenas mais uma na longa lista de falácias que você vem apresentando...

conseguir provar cientificamente uma existência moral absoluta é tão provável quanto o amor.
mas posso afirmar que existe uma moral absoluta que não podemos mentir, roubar e matar indiscriminadamente.
e voce pode provar que não existe,  basta apresentar uma pessoa afirmando o contrario, se ela tiver uma  razão moral superior a por mim apresentada voce tambem terá.
Por que?

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #167 Online: 06 de Julho de 2018, 11:19:08 »
Por isso que não existem mortes, mentiras e roubos no mundo. Jamais vimos, sobretudo, os moralistas, defendendo o contrário, dizendo uma coisa e fazendo outra, desviando recursos públicos ou privados nem instituições que dizem zelar pela moral e os bons costumes abafando casos de pedofilia e outros escândalos.

pessoas não agem assim por ignorar o que é certo e sim por gostar de fazer o que é errado.
Falácia do falso dilema novamente: ou a pessoa comete um crime porque  ignora o que é certo ou a pessoa comete crimes porque gosta de fazer o que é errado.

Defenda sua suposta moral absoluta: quem mata em legítima defesa o faz porque ignora o que é certo ou porque gosta de fazer o que é errado?

Ou a moralidade é relativa e depende da situação em que a pessoa se encontra? Se a moral for realmente absoluta, então matar é SEMPRE errado, em qualquer contexto e sem exceção.
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #168 Online: 06 de Julho de 2018, 11:20:53 »
*Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .
Falácia do falso dilema: Envolve apresentar um número limitado de alternativas – na maioria das vezes, fala-se como se houvesse apenas duas – quando, na verdade, há mais. Essa falácia está ligada a uma visão limitada e simplista, que não leva em conta as múltiplas variáveis e contextos envolvidos em uma situação. (https://guiadoestudante.abril.com.br/blog/redacao-para-o-enem-e-vestibular/conheca-e-evite-a-falacia-do-falso-dilema/)

Exemplo: Ou matar é sempre e absolutamenteproibido ou você pode matar indiscriminadamente e impunemente.

o que diz a respeito?  não devemos  matar  em hipóteses nenhuma, ou deve haver exceções?
Eu digo o que todos aqui já devem ter percebido: você está fugindo de apresentar a demonstração que o forista Geotecton te pediu várias vezes. VOCÊ afirmou que a moral é absoluta, mas não apresentou nenhuma evidência para sustentar a sua afirmação.

Eu afirmo, apoiado no mundo real, que amoralidade é relativa, por isso temos uma enormidade de interpretações diferentes para as mesmas questões, dependendo de contexto, país, época, cultura, religião (ou ausência dela), etc. Por isso sempre teremos exceções à regra geral de 'não matar' - legítima defesa, guerra ou pena de morte são alguns exemplos.

Quem afirma que não existem ou não deve existir exceções são aqueles que defendem uma suposta moral absoluta - como você afirmou existir. Só que o muno real contradiz essa posição.

obviante defendo aborto por risco e estupro
ok! mas atente-se para minha preposição  *inicial
« Última modificação: 06 de Julho de 2018, 11:24:15 por Del vechio »
Por que?

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #169 Online: 06 de Julho de 2018, 11:42:30 »
conseguir provar cientificamente uma existência moral absoluta é tão provável quanto o amor.
Mais uma vez você tenta se esquivar. Reparou que ninguém pediu para 'provar cientificamente uma existência moral absoluta'? O que foi pedido, e você não fez, foi apresentar evidências de que a moral seja absoluta. Evidências, entendeu?

Citar
mas posso afirmar que existe uma moral absoluta que não podemos mentir, roubar e matar indiscriminadamente.
Eu posso afirmar que existe uma plantação de abóboras gigantes no lado oculto da lua - e você não pode provar que estou errado. Mas se quiser te convencer é justo e necessário que eu apresente evidências do que estou falando.

Você está, intencionalmente ou não, deturpando o sentido de "moral absoluta". Se ela é absoluta, não pode admitir exceções. Não é questão de matar indiscriminadamente, é a proibição absoluta de matar em qualquer circunstância. Se a moral fosse absoluta, só haveria duas possibilidades: "matar é SEMPRE errado" ou "matar é SEMPRE certo". Simples assim.

Ah, só pra não perder o costume, essa mania de mudar o sentido de 'absoluta' é outra falácia...

Citar
e voce pode provar que não existe,  basta apresentar uma pessoa afirmando o contrario, se ela tiver uma  razão moral superior a por mim apresentada voce tambem terá.
De novo a falácia da inversão do ônus da prova. Você afirmou que existe uma 'moral absoluta'. Quando confrontado a apresentar seus argumentos foge foge e diz: "você não pode provar que não existe!" Isso é improdutivo e é uma maneira infantil de debater - posso afirmar um monte de bobagens e querer que os outros provem que estou errado.

O jeito de mostrar que não existe moral absoluta (no mundo real) é observar a realidade: o conceito de certo e errado varia em sociedades, culturas e épocas diferentes. Isso mostra que a moral é relativa, do contrário era seria rígida, unânime e imutável.

Falando sério, sem querer ofender, mas fica difícil debater se você se recusa a argumentar de forma honesta.  :ok:
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #170 Online: 06 de Julho de 2018, 11:44:43 »
obviante defendo aborto por risco e estupro
Parabéns! Obrigado por demonstrar que a moral é relativa!  :) :ok: :ok: :ok:
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.783
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #171 Online: 06 de Julho de 2018, 11:49:45 »
Outro dia acharam o estilo do pehojof parecido com o de um forista banido. Hoje sou eu que estou achando o estilo do Del vechio parecido com o de outro.  :?

Você como cético tem o direito de acreditar no que quiser mas , não estamos aqui  para ficarmos discutindo sobre crenças pessoais do tipo vidências do outro mundo.

O que mais fizemos nesse tópico foi discutir sua crença de que toda a humanidade deveria acatar suas ideias mal formuladas para o bem da própria humanidade, sem qualquer embasamento, apenas na base da pregação, tipo vidências do outro mundo. :sono:
Comece a debater, argumentar, apresentar dados que embasem seus argumentos, em vez de fazer proselitismo que eu paro de desconfiar que esse filme é repetido.  :ok:

 :ok: mas presta atenção para não ficar repetitivo sera a ultima vez que irei postar "minha" visão brasileira de ordem social:


2: Aborto típico e jurídico (estão previstos em lei e não são puníveis):

Aborto terapêutico (artigo 128, inciso I): É realizado quando não há outro meio de salvar a vida da gestante.

Aborto sentimental e humanitário (artigo 128, inciso II): É o aborto autorizado quando a gravidez é resultante de estupro.

3: Aborto típico, antijurídico e culpável (estão previstos em lei e são puníveis):

Aborto doloso: é realizado pela própria gestante, ou por terceiro com ou sem seu consentimento (artigos 124 a 126). O dolo é a vontade livre e consciente de interromper a gravidez com a eliminação do produto da concepção ou com a assunção do risco de provocá-lo.

Aborto eugênico/eugenésio: aborto realizado quando o feto apresenta graves e irreversíveis defeitos genéticos. Exemplo: feto anencefálico.

Aborto econômico/social: aborto realizado para que não se agrave a situação de miséria da gestante, que não terá condições socioeconômicas para criar o filho.

Aborto honoris causa: aborto realizado para ocultar desonra própria. Exemplo: ficar grávida do amante.

A tutela, proteção principal é a vida intrauterina. Secundariamente, conforme os artigos 125 e 126, a tutela é a vida, a integridade física e a saúde da gestante.

A rigor, não se trata de crime contra a pessoa, mas contra a vida do ser humano em formação que tem seus direitos garantidos.

É indispensável a prova da eliminação da vida intrauterina por conduta do agente.

O aborto em todas as suas figuras típicas é crime material, de resultado naturalístico, exteriorizado, perceptível aos sentidos, de modo que, se exige o exame de corpo de delito.

https://ferciardo.jusbrasil.com.br/artigos/177420435/do-aborto-artigo-124-a-128-do-codigo-penal

Citar
Está mais do que demonstrado, pela realidade, que diversas sociedades que asseguram o direito de escolha das mulheres de interromper gravidezes indesejadas tem autos índices de qualidade de vida e harmonia social, ao contrário do que você defende. 

Sendo assim quem sou eu e lei brasileira para ficar questionando irresponsabilidades sexuais alheias.  :(

Justamente, não é papel seu, meu ou do estado regular a vida privada. Gravidez é assunto pessoal, ainda que haja quem queira torná-lo público.   

Citar
Racionalmente as leis devem mesmo serem ajustadas de modo atender as necessidades sociais vigentes, assim voce venceu!  se descartar vidas geradas por irresponsabilidades é para o bem maior da sociedade, então que sejam sacrificados os embriões humanos.

Não sou eu quem estou fazendo a correlação "aborto x moral" e sim você, alegando por páginas seguidas que a descriminalização do aborto geraria a degeneração moral social. Tudo que eu fiz foi demonstrar que não é o que se verifica.

Citar
Mas seguindo essa linha de racionalidade devemos também aprovar o aborto dos nossos predadores sociais?

Desde que não apresentem atividade cerebral, não faço qualquer objeção moral - do contrário, estaríamos nos igualando a eles.

Citar
Lembrando que nem tudo que é racional, legal é moral?

E vice-versa.

Citar
A lei pode permitir matarmos alguem em casos de legitima defesa, ou por simples conveniência no casos dos abortos irresponsáveis, mas esta é uma decisão que dependerá da moralidade pessoal, dai que  a "politica correta" social pode divergir da nossa moral.

Justamente, pelo fato de que a moral é pessoal e não absoluta e não deveria caber ao estado ditá-la.

Citar
Voce mesmo é contrario a lei do aborto no Brasil e está mais de acordo com a politica dos outros países.

Sim, porque essa é uma questão particular e não pública. Quando os pró-vida estiverem dispostos a assumir a responsabilidade pela crianças indesejadas em vez de apenas punirem os irresponsáveis, não importando as consequências, talvez eu reveja minha opinião.

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #172 Online: 06 de Julho de 2018, 11:53:35 »
Por isso que não existem mortes, mentiras e roubos no mundo. Jamais vimos, sobretudo, os moralistas, defendendo o contrário, dizendo uma coisa e fazendo outra, desviando recursos públicos ou privados nem instituições que dizem zelar pela moral e os bons costumes abafando casos de pedofilia e outros escândalos.

pessoas não agem assim por ignorar o que é certo e sim por gostar de fazer o que é errado.
Falácia do falso dilema novamente: ou a pessoa comete um crime porque  ignora o que é certo ou a pessoa comete crimes porque gosta de fazer o que é errado.

Defenda sua suposta moral absoluta: quem mata em legítima defesa o faz porque ignora o que é certo ou porque gosta de fazer o que é errado?

Ou a moralidade é relativa e depende da situação em que a pessoa se encontra? Se a moral for realmente absoluta, então matar é SEMPRE errado, em qualquer contexto e sem exceção.
Matar é sempre absolutamente errado!
as pessoas preferem seguir o caminho errado porque é mais facil e menos penoso
as duas coisas
Por que?

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #173 Online: 06 de Julho de 2018, 11:55:53 »
obviante defendo aborto por risco e estupro
Parabéns! Obrigado por demonstrar que a moral é relativa!  :) :ok: :ok: :ok:

errado só demonstrei que sou mais um a optar pelo caminho mais mais facil menos penoso, o da  moral pessoal!
Por que?

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #174 Online: 06 de Julho de 2018, 12:06:01 »
Matar é sempre absolutamente errado!
Se matar fosse sempre absolutamente errado, a legítima defesa não poderia ser aceita em hipótese alguma e não poderia legalmente ser considerado excludente de ilicitude, já que ela seria sempre absolutamente errada.

Você precisa estudar urgentemente o significado da palavra "absoluto" se quiser ser levado a sério neste debate. Continuar com esses malabarismos para não admitir a própria incoerência não nos leva a lugar nenhum.
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!