Autor Tópico: Aborto é um assassinato em sua essência?  (Lida 2837 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #175 Online: 06 de Julho de 2018, 12:14:52 »
errado só demonstrei que sou mais um a optar pelo caminho mais mais facil menos penoso, o da  moral pessoal!
Serio mesmo isso que você escreveu? Você diz que existe uma moral absoluta ao mesmo tempo que existe moral pessoal (logo, relativa) a respeito do mesmo assunto? Cara isso é uma tremenda contradição nos termos, algo não pode ser absoluto E relativo ao mesmo tempo. É logicamente impossível.

Você tá zoando, né? Agora entendi, caí na pegadinha!!!  :histeria: :histeria: :histeria:
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #176 Online: 06 de Julho de 2018, 13:12:04 »

Justamente, não é papel seu, meu ou do estado regular a vida privada. Gravidez é assunto pessoal, ainda que haja quem queira torná-lo público.   
mas se cada um puder agir independente das consequências sociais, anarquia sera instalada.

Citar
Mas seguindo essa linha de racionalidade devemos também aprovar o aborto dos nossos predadores sociais?

Desde que não apresentem atividade cerebral, não faço qualquer objeção moral - do contrário, estaríamos nos igualando a eles. [/quote]

" igualdade humana" ? vejo isso como querer ser politicamente correto.
isto não existe, maquinas iguais agem sempre da mesma forma, se predadores agem de forma anti social não podem ser comparada a maioria social!
cidadão social não pode ser equiparado ao ser anti social!
muito pelo contrario pela  lógica  quanto mais social o ser ,mais ele deve extinguir os seres anti sociais.   


Por que?

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #177 Online: 06 de Julho de 2018, 13:13:56 »
errado só demonstrei que sou mais um a optar pelo caminho mais mais facil menos penoso, o da  moral pessoal!
Serio mesmo isso que você escreveu? Você diz que existe uma moral absoluta ao mesmo tempo que existe moral pessoal (logo, relativa) a respeito do mesmo assunto? Cara isso é uma tremenda contradição nos termos, algo não pode ser absoluto E relativo ao mesmo tempo. É logicamente impossível.

Você tá zoando, né? Agora entendi, caí na pegadinha!!!  :histeria: :histeria: :histeria:
livre arbítrio?  ::)
Por que?

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.782
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #178 Online: 06 de Julho de 2018, 14:02:01 »
[...]
Agora se afirma que o "correto" é apenas uma CRENÇA PESSOAL, então não ha mais valores morais a serem seguido?

"save-se quem puder"
A moral é absoluta?

Se 'sim', pode demonstrar?
Me apresente alguem afirmando que podemos matar,mentir e roubar indiscriminadamente e impunemente .

Certo.

Mas primeiro responda satisfatoriamente o que eu perguntei.

ja afirmei que sim e estou pedindo que voce apresente alguma pessoa que possa me contradizer

Por isso que não existem mortes, mentiras e roubos no mundo. Jamais vimos, sobretudo, os moralistas, defendendo o contrário, dizendo uma coisa e fazendo outra, desviando recursos públicos ou privados nem instituições que dizem zelar pela moral e os bons costumes abafando casos de pedofilia e outros escândalos.

pessoas não agem assim por ignorar o que é certo e sim por gostar de fazer o que é errado.

Ou talvez estejam fazendo apenas concessões morais, escolhendo o mal menor, na visão delas. Pode ser que o que elas admitem para os outros, não admitissem para si mesmas.

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #179 Online: 06 de Julho de 2018, 14:04:46 »
Matar é sempre absolutamente errado!
Se matar fosse sempre absolutamente errado, a legítima defesa não poderia ser aceita em hipótese alguma e não poderia legalmente ser considerado excludente de ilicitude, já que ela seria sempre absolutamente errada.

Você precisa estudar urgentemente o significado da palavra "absoluto" se quiser ser levado a sério neste debate. Continuar com esses malabarismos para não admitir a própria incoerência não nos leva a lugar nenhum.

matar é absolutamente errado, porque nenhuma vida efêmera é superior a outra, fora isto só resta achismos pessoais!
 a incoerência esta no ser que se acha "superior", tambem achar que pode matar o outro ser "inferior".
como funciona esta lógica o ser mais racional possui direito de  matar o menos racional?

legitima defesa,me explica como funciona?

qual crime mais grave intenção de tirar a vida alheia, ou ter de fato tirado ?
« Última modificação: 06 de Julho de 2018, 14:15:48 por Del vechio »
Por que?

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #180 Online: 06 de Julho de 2018, 14:08:38 »

pessoas não agem assim por ignorar o que é certo e sim por gostar de fazer o que é errado.

Ou talvez estejam fazendo apenas concessões morais, escolhendo o mal menor, na visão delas. Pode ser que o que elas admitem para os outros, não admitissem para si mesmas.

 doa quem doer! :'( tendem a escolher sempre o menor mal para si mesmas   :clap:
Por que?

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.782
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #181 Online: 06 de Julho de 2018, 14:18:45 »

Justamente, não é papel seu, meu ou do estado regular a vida privada. Gravidez é assunto pessoal, ainda que haja quem queira torná-lo público.   
mas se cada um puder agir independente das consequências sociais, anarquia sera instalada.

Que consequências sociais há para ações de foro íntimo? 

Citar
Citar
Citar
Mas seguindo essa linha de racionalidade devemos também aprovar o aborto dos nossos predadores sociais?

Desde que não apresentem atividade cerebral, não faço qualquer objeção moral - do contrário, estaríamos nos igualando a eles.

" igualdade humana" ? vejo isso como querer ser politicamente correto. isto não existe, maquinas iguais agem sempre da mesma forma, se predadores agem de forma anti social não podem ser comparada a maioria social!
cidadão social não pode ser equiparado ao ser anti social!
muito pelo contrario pela  lógica  quanto mais social o ser ,mais ele deve extinguir os seres anti sociais.

O que você chama de politicamente correto, eu chamo de civilidade. A justiça, para fazer jus ao nome, deve ser imparcial e não agir por vingança. Se cada um se achar no direito de ser juiz e executor de seus algozes, está instalada a barbárie. Além do mais, não sei o que você entende por predadores sociais, já que sua moral se adéqua às circunstâncias.
« Última modificação: 06 de Julho de 2018, 14:22:29 por AlienígenA »

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.782
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #182 Online: 06 de Julho de 2018, 14:22:03 »

pessoas não agem assim por ignorar o que é certo e sim por gostar de fazer o que é errado.

Ou talvez estejam fazendo apenas concessões morais, escolhendo o mal menor, na visão delas. Pode ser que o que elas admitem para os outros, não admitissem para si mesmas.

 doa quem doer! :'( tendem a escolher sempre o menor mal para si mesmas   :clap:

Pois é! E ainda costumam julgar que sua moral é superior e se orgulharem disso.  :)

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.782
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #183 Online: 06 de Julho de 2018, 14:51:20 »
Matar é sempre absolutamente errado!
Se matar fosse sempre absolutamente errado, a legítima defesa não poderia ser aceita em hipótese alguma e não poderia legalmente ser considerado excludente de ilicitude, já que ela seria sempre absolutamente errada.

Você precisa estudar urgentemente o significado da palavra "absoluto" se quiser ser levado a sério neste debate. Continuar com esses malabarismos para não admitir a própria incoerência não nos leva a lugar nenhum.

matar é absolutamente errado, porque nenhuma vida efêmera é superior a outra, fora isto só resta achismos pessoais!
 a incoerência esta no ser que se acha "superior", tambem achar que pode matar o outro ser "inferior".
como funciona esta lógica o ser mais racional possui direito de  matar o menos racional?

legitima defesa,me explica como funciona?

qual crime mais grave intenção de tirar a vida alheia, ou ter de fato tirado ?

Matar intencionalmente humanos indefesos que se considera inocentes (que é como você classifica embriões) é absolutamente imoral, quanto mais para corrigir injustiças - o que é muito diferente de entender as implicações da ausência de atividade cerebral, e por isso, admitir o aborto ou o desligamento de aparelhos que mantém vivo um corpo com morte cerebral.

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #184 Online: 06 de Julho de 2018, 18:20:35 »
Matar é sempre absolutamente errado!
Se matar fosse sempre absolutamente errado, a legítima defesa não poderia ser aceita em hipótese alguma e não poderia legalmente ser considerado excludente de ilicitude, já que ela seria sempre absolutamente errada.

Você precisa estudar urgentemente o significado da palavra "absoluto" se quiser ser levado a sério neste debate. Continuar com esses malabarismos para não admitir a própria incoerência não nos leva a lugar nenhum.

matar é absolutamente errado, porque nenhuma vida efêmera é superior a outra, fora isto só resta achismos pessoais!
 a incoerência esta no ser que se acha "superior", tambem achar que pode matar o outro ser "inferior".
como funciona esta lógica o ser mais racional possui direito de  matar o menos racional?

legitima defesa,me explica como funciona?

qual crime mais grave intenção de tirar a vida alheia, ou ter de fato tirado ?

Matar intencionalmente humanos indefesos que se considera inocentes (que é como você classifica embriões) é absolutamente imoral, quanto mais para corrigir injustiças - o que é muito diferente de entender as implicações da ausência de atividade cerebral, e por isso, admitir o aborto ou o desligamento de aparelhos que mantém vivo um corpo com morte cerebral.
ja admiti sua vitória quanto questão da "necessidade" social do aborto de embriões

assim quero evoluir esta questão para outro tipo de abortos ainda mais necessários, dos humanos anti sociais? porque estes com certeza são muito mais perniciosos do que os inocentes embriões.
no caso reitero a questão no caso da legitima defesa, qual seria o crime mais grave a ameça ou anulação consumada da vida?



Por que?

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.740
  • Sexo: Masculino
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #185 Online: 06 de Julho de 2018, 18:33:54 »
errado só demonstrei que sou mais um a optar pelo caminho mais mais facil menos penoso, o da  moral pessoal!
Serio mesmo isso que você escreveu? Você diz que existe uma moral absoluta ao mesmo tempo que existe moral pessoal (logo, relativa) a respeito do mesmo assunto? Cara isso é uma tremenda contradição nos termos, algo não pode ser absoluto E relativo ao mesmo tempo. É logicamente impossível.

Você tá zoando, né? Agora entendi, caí na pegadinha!!!  :histeria: :histeria: :histeria:

Essas pérolas realmente são de matar. Ele usa tática do pombo enxadrista, não dá o braço a torcer quando é refutado, mas continua fazendo malabarismo.







Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #186 Online: 06 de Julho de 2018, 18:36:44 »
no caso reitero a questão no caso da legitima defesa, qual seria o crime mais grave a ameça ou anulação consumada da vida?
Legítima defesa NÃO É crime. Uma das evidências de que a moral humana é subjetiva e relativa.

"A Legítima defesa é uma causa de exclusão da ilicitude que se caracteriza pela existência de agressão ilícita, atual ou iminente, a direito próprio ou alheio, que pode ser repelida usando-se moderadamente dos meios necessários. Esta situação justificante encontra-se positivada no Art. 23, II, e no Art. 25, ambos do Código Penal.

Agindo nos termos que justificam a legítima defesa o agente não pratica crime, devido à exclusão da antijuridicidade, que é elemento integrante e essencial do fato punível. No entanto, o agente pode responder pelo excesso a título de dolo ou culpa." (https://pt.wikipedia.org/wiki/Leg%C3%ADtima_defesa)
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #187 Online: 06 de Julho de 2018, 18:38:12 »
errado só demonstrei que sou mais um a optar pelo caminho mais mais facil menos penoso, o da  moral pessoal!
Serio mesmo isso que você escreveu? Você diz que existe uma moral absoluta ao mesmo tempo que existe moral pessoal (logo, relativa) a respeito do mesmo assunto? Cara isso é uma tremenda contradição nos termos, algo não pode ser absoluto E relativo ao mesmo tempo. É logicamente impossível.

Você tá zoando, né? Agora entendi, caí na pegadinha!!!  :histeria: :histeria: :histeria:

Essas pérolas realmente são de matar. Ele usa tática do pombo enxadrista, não dá o braço a torcer quando é refutado, mas continua fazendo malabarismo.
Teste de paciência nivel hard!  :hihi:
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #188 Online: 06 de Julho de 2018, 18:55:03 »

Justamente, não é papel seu, meu ou do estado regular a vida privada. Gravidez é assunto pessoal, ainda que haja quem queira torná-lo público.   
mas se cada um puder agir independente das consequências sociais, anarquia sera instalada.

Que consequências sociais há para ações de foro íntimo?   

as únicas ações de fórum intimo inofensivas socialmente, são as que se limitam apenas a imaginação que pode ser livre.
perceba que até um espirro involuntário ja pode piorar o meio ambiente dos outros!

Citar
Citar
Citar
Mas seguindo essa linha de racionalidade devemos também aprovar o aborto dos nossos predadores sociais?

Desde que não apresentem atividade cerebral, não faço qualquer objeção moral - do contrário, estaríamos nos igualando a eles.

" igualdade humana" ? vejo isso como querer ser politicamente correto. isto não existe, maquinas iguais agem sempre da mesma forma, se predadores agem de forma anti social não podem ser comparada a maioria social!
cidadão social não pode ser equiparado ao ser anti social!
muito pelo contrario pela  lógica  quanto mais social o ser ,mais ele deve extinguir os seres anti sociais.

O que você chama de politicamente correto, eu chamo de civilidade. A justiça, para fazer jus ao nome, deve ser imparcial e não agir por vingança. Se cada um se achar no direito de ser juiz e executor de seus algozes, está instalada a barbárie. Além do mais, não sei o que você entende por predadores sociais, já que sua moral se adéqua às circunstâncias.
sim minha moral é imparcial por isso deve se ajustar as circunstancias humanas.
você mesmo argumenta que legitima defesa não é crime, assim voce executar reincidentes e  potencias predadores é o mais racional a fazer enquanto voce pode, porque depois que ele te matar ai ja era sua  convicções politicamente corretas.  :diabo: :rip: :adeus:
 
Por que?

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #189 Online: 06 de Julho de 2018, 19:01:48 »
errado só demonstrei que sou mais um a optar pelo caminho mais mais facil menos penoso, o da  moral pessoal!
Serio mesmo isso que você escreveu? Você diz que existe uma moral absoluta ao mesmo tempo que existe moral pessoal (logo, relativa) a respeito do mesmo assunto? Cara isso é uma tremenda contradição nos termos, algo não pode ser absoluto E relativo ao mesmo tempo. É logicamente impossível.

Você tá zoando, né? Agora entendi, caí na pegadinha!!!  :histeria: :histeria: :histeria:

Essas pérolas realmente são de matar. Ele usa tática do pombo enxadrista, não dá o braço a torcer quando é refutado, mas continua fazendo malabarismo.
questão de lógica: se não houvesse uma moral absoluta do tipo que todos concordam: "não podemos matar, mentir e roubar INDISCRIMINADAMENTE"
todas as morais pessoais teriam que ser aceitas pela sociedade sem nenhuma discriminação, todas teriam que ser consideradas "VALIDAS"

Por que?

Offline Del vechio

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 211
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #190 Online: 06 de Julho de 2018, 19:06:05 »
no caso reitero a questão no caso da legitima defesa, qual seria o crime mais grave a ameça ou anulação consumada da vida?
Legítima defesa NÃO É crime. Uma das evidências de que a moral humana é subjetiva e relativa.

"A Legítima defesa é uma causa de exclusão da ilicitude que se caracteriza pela existência de agressão ilícita, atual ou iminente, a direito próprio ou alheio, que pode ser repelida usando-se moderadamente dos meios necessários. Esta situação justificante encontra-se positivada no Art. 23, II, e no Art. 25, ambos do Código Penal.

Agindo nos termos que justificam a legítima defesa o agente não pratica crime, devido à exclusão da antijuridicidade, que é elemento integrante e essencial do fato punível. No entanto, o agente pode responder pelo excesso a título de dolo ou culpa." (https://pt.wikipedia.org/wiki/Leg%C3%ADtima_defesa)

  um bandido ameaça minha vida e eu moderadamente o mato ?  :histeria: :histeria: :histeria: :histeria:

Fala sério!

questiono novamente o que é mais grave a ameça ou a consumação do crime?
« Última modificação: 06 de Julho de 2018, 19:08:24 por Del vechio »
Por que?

Offline pehojof

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 547
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #191 Online: 06 de Julho de 2018, 19:15:51 »

Justamente, não é papel seu, meu ou do estado regular a vida privada. Gravidez é assunto pessoal, ainda que haja quem queira torná-lo público.   
mas se cada um puder agir independente das consequências sociais, anarquia sera instalada.

Citar
Mas seguindo essa linha de racionalidade devemos também aprovar o aborto dos nossos predadores sociais?

Desde que não apresentem atividade cerebral, não faço qualquer objeção moral - do contrário, estaríamos nos igualando a eles.

" igualdade humana" ? vejo isso como querer ser politicamente correto.
isto não existe, maquinas iguais agem sempre da mesma forma, se predadores agem de forma anti social não podem ser comparada a maioria social!
cidadão social não pode ser equiparado ao ser anti social!
muito pelo contrario pela  lógica  quanto mais social o ser ,mais ele deve extinguir os seres anti sociais.

Mas como privilegiam bandidos... :olheira:: bandidos matam, estupram, roubam qualquer um pela frente mas se um de nós matar um deles (não pelo mesmo motivo com que matam gente boa, mas por serem bandidos, até porque bandidos matam-se muito entre si, graças a Deus!) "somos iguais" :stunned: . Quer dizer, "somos bandidos também", é o que dizem. Você aceita isso de que nós "somos bandidos", Del vechio? Eu não. :nao3:

A gente perde o estímulo diante de tanta falácia e esquiva |( , beirando o ridículo às vezes, como aquela de que "óvulo haplóide = zigoto", com o requinte de que "qualquer espermatozóide serve do mesmo jeito", uma afronta direta à biologia evolutiva, a mesma biologia na qual vão catar "recursos" para dar base às falácias deles. Seletivos de conveniência. Uma xaropada de tentar minorizar o outro par haplóide por uma "alegação de massa total". :stunned: Querendo tomar-nos por pascácios, ele é quem fica com o saldo do ridículo, para nossa vantagem. :lol: Essa foi tão pesada (de tanta massa também, né?...  ::) ) que o nosso colega forista João da Ega, embora do mesmo lado ideológico deles, não aguentou


O AlienígenA se gaba de uma coisa que ele afirma fervorosamente que tem (e receio que posso dizer: aí de quem pôr dúvida!  :medo:  :biglol: ), chamada "honestidade intelecual", que "é a base absoluta substituta de Deus para guiar toda a moral" (foi ele quem disse!*), você não viu, Del vechio? Estão te questionando sobre a moral absoluta, mas o AlienígenA já apresentou-a, ou a fonte direta dela, a "honestidade intelectual" (dele(s) mesmo(s), é claro... ::) ). Eles têm, nós não, então somos denonestos ("somos até bandidos por querermos a pena de morte para bandidos!"  :o  ser desonesto parece que é até lucro...  :umm: ), o que não nos torna amorais, mas imorais mesmo. "Somos maus, malvadões de verdade, de graça, queremos ditar sobre a vida alheia" em "questões de foro íntimo feminista". :hmph:

Ele se gaba dessa "honestidade", mas tente encontrar onde ele deu resposta para isto (e para esta postagem minha toda):

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=30370.msg969039#msg969039
"Mas e qual é o avanço naturalmente esperável de um morto cerebral e de um processo emergente de vida humana?... Se for assim, uma pessoa inconsciente poderia ser morta. Mas ela pode recobrar a consciência desse estado. Não é inimaginável que se possa sustar toda a atividade cerebral e restaurá-la, há até projetos para se congelar corpos e cérebros para posterior ressuscitação. Como fica nesses casos, em que a vida em potência ainda existe? Se alguém destruir um desses cérebros será um assassino criminoso?..."

Aí tu pula fora até da Terra, né, AlienígenA?... :)

Mas ainda insiste nessa de "morte cerebral sendo igual a processos prévios a uma formação cerebral nova", absurdo do mesmo nível "óvulo = zigot e qualquer esperma serve igual"... :sleepy:

Estão selecionando as "batalhas que creem que podem vencer". Aí a gente desanima... :down:

Não querem resolver a questão, isso para eles é só uma batalha de egos intelectuais, sem seriedade e compromisso com a questão.

Talvez o João da Ega tenha pelo menos a real vontade de ser honesto, embora isso seja uma ilusão que não se pode atingir. Eu não tenho pretensão alguma de crer que sou honesto, não creio que eu consiga ser verdadeira e completamente, nem que tenha uma intenção sincera de ser, que não é a mesma coisa. Mas eles (parecendo confundir isso) se acham honestos sobre nós, que então ficamos com a sobra da desonestidade, tudo o que deixaram restar para nós. Então, o que teremos mais para debater? Se partem do axioma de que eles são honestos e nós o contrário disso, não preciso dizer mais nada... :|

*http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=30370.msg969102#msg969102
"Se não existe uma fonte externa em que possamos confiar, um deus, para nos fornecer bases morais, ela só pode vir da honestidade intelectual que, para cumprir sua função, precisa ser absoluta ou intransigente, inflexível, se preferir."

 :susto: :hein: :stunned: :no:

É inacreditável, mas taí a prova! :susto: Ele substitui Deus, "fonte externa que não existe", por uma fonte interna dele mesmo - a "honestidade intelectual". Ela garante que ele é legítimo para ditar com absoluta intransigência, e até me deu uma escolhinha: "se eu preferir, posso optar pela inflexibilidade dele"! :umm:

Eu acredito num Deus muito diferente (do comum). É absoluto, e chamei a visibilidade dele no universo de pisteuo, mas creio ser inatingível por nós, de onde não nos pode ser fonte para aplicação de nada absoluto. Então não proponho esse Deus em que creio como fonte para embasar nenhuma decisão, porque ele está em mim, se manifesta em mim, e em todos, na minha própria crença, não em entendimentos. Mas nem por isso eu o substituo por outro Deus com outro nome, chame-se "honestidade intelectual" ou qualquer nome mais apelativo e pretencioso. No entanto, parece que tem quem seja bem mais crente e necessitado de algum Deus que eu... :twisted: :lol:
"Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
"Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem,"

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.740
  • Sexo: Masculino
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #192 Online: 06 de Julho de 2018, 19:16:12 »
errado só demonstrei que sou mais um a optar pelo caminho mais mais facil menos penoso, o da  moral pessoal!
Serio mesmo isso que você escreveu? Você diz que existe uma moral absoluta ao mesmo tempo que existe moral pessoal (logo, relativa) a respeito do mesmo assunto? Cara isso é uma tremenda contradição nos termos, algo não pode ser absoluto E relativo ao mesmo tempo. É logicamente impossível.

Você tá zoando, né? Agora entendi, caí na pegadinha!!!  :histeria: :histeria: :histeria:

Essas pérolas realmente são de matar. Ele usa tática do pombo enxadrista, não dá o braço a torcer quando é refutado, mas continua fazendo malabarismo.
questão de lógica: se não houvesse uma moral absoluta do tipo que todos concordam: "não podemos matar, mentir e roubar INDISCRIMINADAMENTE"
todas as morais pessoais teriam que ser aceitas pela sociedade sem nenhuma discriminação, todas teriam que ser consideradas "VALIDAS"


Deja vu.
Tá parecendo o Criaturo com sarcasmo do Cientista.

Nem preciso mencionar de novo passagens bíblicas onde homens inspirados por deus, mentiram, como Jeú, etc, né?

E sobre matar crianças com ordenança e aprovação divina, preciso não né?



 




Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #193 Online: 06 de Julho de 2018, 19:23:02 »
errado só demonstrei que sou mais um a optar pelo caminho mais mais facil menos penoso, o da  moral pessoal!
Serio mesmo isso que você escreveu? Você diz que existe uma moral absoluta ao mesmo tempo que existe moral pessoal (logo, relativa) a respeito do mesmo assunto? Cara isso é uma tremenda contradição nos termos, algo não pode ser absoluto E relativo ao mesmo tempo. É logicamente impossível.

Você tá zoando, né? Agora entendi, caí na pegadinha!!!  :histeria: :histeria: :histeria:

Essas pérolas realmente são de matar. Ele usa tática do pombo enxadrista, não dá o braço a torcer quando é refutado, mas continua fazendo malabarismo.
questão de lógica: se não houvesse uma moral absoluta do tipo que todos concordam: "não podemos matar, mentir e roubar INDISCRIMINADAMENTE"
todas as morais pessoais teriam que ser aceitas pela sociedade sem nenhuma discriminação, todas teriam que ser consideradas "VALIDAS"
Del vechio, se existisse uma moral ABSOLUTA, a existência de qualquer moral relativa ou subjetiva seria logicamente absurda. O conceito de ABSOLUTO exclui, por definição, algo que exista fora dele e possa ir contra ele!

“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline pehojof

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 547
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #194 Online: 06 de Julho de 2018, 19:34:46 »

Justamente, não é papel seu, meu ou do estado regular a vida privada. Gravidez é assunto pessoal, ainda que haja quem queira torná-lo público.   
mas se cada um puder agir independente das consequências sociais, anarquia sera instalada.

Que consequências sociais há para ações de foro íntimo?   

as únicas ações de fórum intimo inofensivas socialmente, são as que se limitam apenas a imaginação que pode ser livre.
perceba que até um espirro involuntário ja pode piorar o meio ambiente dos outros!

Meu caro Del vechio, creio que poderei atacar o cerne desse dilema nessa contenda entre nós e nossos "algozes", meramente ao observar que eles simplesmente partem do axioma arbitrado pelos mais pessoais (e de "foro íntimo" :) ) interesses deles, de que "os que assistem ao extermínio massivo de vidas humanas em andamento de formação não sofrem, senão de uma "patológica necessidade de ver e fazer sofrer" ". Eles decidiram, "muito honestamente", que são todos maus, malignas pessoas que querem "impor sofrimento" por uma "vingança sem sentido". Me preocupa pensar o que isso significa de empatia, porque eu me incomodo e sofro demais com o assassinato de alguém, mesmo que eu conheça só de uma notícia que leio. É um ser humano e para mim, só de eu saber que ele existe, me afeta o que ele simplesmente passa, de bom e de mau. Mas nossos colegas aqui se satisfazem na crença de que os que não querem ver abortos não sofrem, crendo que embriões são sim já pessoas, com seus assassinatos indiscriminados e sem contenção.

 |(





Citar
Citar
Citar
Mas seguindo essa linha de racionalidade devemos também aprovar o aborto dos nossos predadores sociais?

Desde que não apresentem atividade cerebral, não faço qualquer objeção moral - do contrário, estaríamos nos igualando a eles.

" igualdade humana" ? vejo isso como querer ser politicamente correto. isto não existe, maquinas iguais agem sempre da mesma forma, se predadores agem de forma anti social não podem ser comparada a maioria social!
cidadão social não pode ser equiparado ao ser anti social!
muito pelo contrario pela  lógica  quanto mais social o ser ,mais ele deve extinguir os seres anti sociais.

O que você chama de politicamente correto, eu chamo de civilidade. A justiça, para fazer jus ao nome, deve ser imparcial e não agir por vingança. Se cada um se achar no direito de ser juiz e executor de seus algozes, está instalada a barbárie. Além do mais, não sei o que você entende por predadores sociais, já que sua moral se adéqua às circunstâncias.
sim minha moral é imparcial por isso deve se ajustar as circunstancias humanas.
você mesmo argumenta que legitima defesa não é crime, assim voce executar reincidentes e  potencias predadores é o mais racional a fazer enquanto voce pode, porque depois que ele te matar ai ja era sua  convicções politicamente corretas.  :diabo: :rip: :adeus:

É muita contradição... :sleepy: Se nós queremos pena de morte para bandidos, "somos bandidos iguais" :susto: , porém... "bandidos não existem"  :o porque "todo ato agressivo ou prejudicial praticado contra alguém nunca pode ser outra coisa que não vingança, vingancinha no mais pejorativo sentido"  :olheira: , nunca havendo possibilidade de justificativa!" Deve ser mesmo o tal "absolutismo intransigente (ou inflexível, ao gosto do freguês... ::) ) da honestidade intelectual". :no:
"Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
"Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem,"

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #195 Online: 06 de Julho de 2018, 19:36:59 »
um bandido ameaça minha vida e eu moderadamente o mato ?  :histeria: :histeria: :histeria: :histeria:

Fala sério!
Do Código Penal: "Art. 25 - Entende-se em legítima defesa quem, usando moderadamente dos meios necessários, repele injusta agressão, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem."

Seria interessante você ler para ter o conhecimento mínimo necessário para discutir o assunto sem correr o risco de falar bobagem e passar vergonha. Leia o Código Penal, inclusive para entender o que o legislador quis dizer com "uso moderado dos meios".

Citar
questiono novamente o que é mais grave a ameça ou a consumação do crime?
Viu só porque seria melhor você estudar o assunto? Matar em legítima defesa não é crime. Leia o Código Penal.
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #196 Online: 06 de Julho de 2018, 19:40:20 »
Deja vu.
Tá parecendo o Criaturo com sarcasmo do Cientista.

Parece mesmo! Ainda bem que as respostas dele são mais curtas!  :biglol:  :histeria: :histeria:
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline pehojof

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 547
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #197 Online: 06 de Julho de 2018, 19:46:05 »
Muito boa sua argumentação, Gangrel (É novo aqui no FCC?).
Desvela as falácias do Del Vechio e ainda tem paciência de responder as postagens dele, que são uma confusão (difícil até de ler e atribuir autoria) devido a ele não saber/querer fazer os quotes.

nem tanto é só considerar a questão qual argumento dentro do retângulo e minhas respostas fora.

Será que eu entendi que o João da Ega quis dizer que o Del vechio e o Gangrel são indistinguíveis na suposta "confusão", ao afirmar que é "difícil atribuir autoria por problemas nos quotes"?... :? :twisted:
"Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
"Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem,"

Offline pehojof

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 547
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #198 Online: 06 de Julho de 2018, 19:53:03 »
E aliás, Del vechio, porque que o embrião indefeso que além de não ter sequer adquirido uma consciência, sendo o mais inocente dos seres, na sua opinião e ainda deu o azar de ter um pai estuprador não merece a mesma consideração? Ele é duplamente vítima das circunstâncias. Você não tem coração?  :(

Ele é produto material de um crime.

Até que idade eles podem ser mortos, apesar de inocentes?

Cabe a quem obrigar a estuprada a consentir com crime e levar o estupro adiante decidir esse mero detalhe. Poderão até falar em "prescrição de crime" se deixarem o tempo passar demais e aliviarem suas consciências através do "esquecimento do passado sombrio". Por mim que seja o mais imediato o ato de interrupção. :ok:

Obs.: O conceito de "inocência" sequer se aplica nessa questão. Quando o crime de estupro foi cometido, o "indivíduo" nem estava lá. Ele apenas é produto material do crime.


os que defendem politicamente corretos a preservação da vida do bebê por estupro deveriam tambem se comprometer em cria-los, pois não adianta querer ser bonzinho colocando a cruz nas costas dos outros, não basta ficar dando palpites sobre o  modo de  vida dos outros, tem que cooperar para que possa ser realizado a sua vontade moralista!  é justo? :twisted:

Veja você que loucura nós vemos nisso tudo: os que deveriam ser "politicamente corretos" são exatamente os contra o aborto (especialmente irrestrito e desenfreado) e contra o estupro, mas o termo "politicamente correto" parece que se uniu ao "direitos humanos" e passou a valer para beneficiar todos os incorretos da sociedade, não só politicamente mas em todo e qualquer sentido, desde irresponsáveis até bandidos. :o

Obs.: O nosso colega Buckaroo, sem ter argumento diante do meu fato estabelecido, crendo ter sido capaz de formular uma perguntinha capciosa, deu-se mal ao receber minha resposta anticapciosa da qual se esquivou. :lol:
"Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
"Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem,"

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:Aborto é um assassinato em sua essência?
« Resposta #199 Online: 06 de Julho de 2018, 19:57:33 »
Muito boa sua argumentação, Gangrel (É novo aqui no FCC?).
Desvela as falácias do Del Vechio e ainda tem paciência de responder as postagens dele, que são uma confusão (difícil até de ler e atribuir autoria) devido a ele não saber/querer fazer os quotes.

Será que eu entendi que o João da Ega quis dizer que o Del vechio e o Gangrel são indistinguíveis na suposta "confusão", ao afirmar que é "difícil atribuir autoria por problemas nos quotes"?... :? :twisted:
O João da Ega foi bastante claro, o Del vechio às vezes esquece de fechar um quote e o texto fica meio bagunçado. Mas ele entendeu, eu entendi, acho improvável alguém não ter entendido. Lendo com um pouquinho de atenção fica fácil!  :wink:
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!