Autor Tópico: Governo Bolsonaro  (Lida 73550 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.023
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4700 Online: 14 de Maio de 2019, 09:24:31 »
Bolsonaro está tão doido para se livrar de Moro quanto Moro para sair

13 de Maio de 2019



Por Helena Chagas, no Divergentes e para o Jornalistas pela Democracia


O então juiz Sérgio Moro foi um belo retrato na parede do Ministério do recém-eleito Jair Bolsonaro quando este precisou mostrar que dava conta de montar um governo estrelado. Em menos de cinco meses, porém, Moro se transformou num vaso chinês – aquela peça maravilhosa, valiosíssima, mas que ocupa muito espaço, fica sem lugar e ninguém sabe o que fazer com ela. Para os conhecedores dos meandros do poder, a realidade é que, a esta altura, Bolsonaro está tão doido para nomear Moro para o STF quanto Moro para ser nomeado. Variam apenas os estilos de (não) mostrar isso.


Hoje, o único jeito de Bolsonaro se livrar do quase indemissível Moro – que provocaria um grande estrago de imagem se saísse chutando o balde – é promovê-lo ao Supremo, o que também é uma saída honrosa para o ex-juiz. Mas por que essa separação tão precoce? Normalmente, presidentes gostam de manter ministros reluzentes e até relutam em nomeá-los para outros postas antes do fim do governo.


Porque Moro é hoje o principal obstáculo a uma composição das forças políticas no Congresso para baixar de vez a bola da Lava Jato, que continua sendo uma sombra sobre tudo o mais que tramita por lá, como, por exemplo, a reforma da Previdência. O engavetamento do projeto Moro de mudança da legislação penal, bem como iniciativas que pretendem aprovar a lei para punir o abuso de autoridade – e até mesmo a transferência do Coaf para a pasta da Economia – fazem parte desse pacote.


O fato de o PSL do presidente da República ser o único partido ostensivamente contrário a essa articulação dificulta, mas não inviabiliza a participação de Bolsonaro nesse arranjo, que poderá ter entre seus beneficiários o filho presidencial 01, envolvido no chamado Caso Queiroz. Quem viu nesta segunda a entrevista do senador Flavio Bolsonaro ao Estadão, acusando o Ministério Público, que pediu a quebra de seu sigilo, de agir politicamente contra o governo, e o Judiciário de nada fazer, sabe para que lado se inclinará o coração do pai. E não é o mesmo lado de Moro.


Que Moro e Bolsonaro não estão do mesmo lado vem ficando claro há tempos. O engavetamento do pacote do ministro vem sendo lamentado apenas de forma protocolar pelo presidente, que tentou disfarçar mas, no fundo, também lavou as mãos em relação à transferência do Coaf. Nos bastidores, esse movimento teve a concordância do articulador político do Planalto, Onyx Lorenzoni, mais preocupado em salvar como um todo a MP 870, da reforma administrativa. Da mesma forma, Moro não vem sendo consultado em decisões importantes de sua área, como a nomeação para tribunais superiores e até a assinatura do decreto que facilitou o porte de armas.


Depois da declaração de Bolsonaro sobre o "compromisso" que teria de nomeá-lo para o Supremo, o ministro da Justiça correu a dizer que não impôs qualquer condição para aceitar o cargo. Fez o que pôde para evitar a exposição de uma desastrada indicação precoce. Um ano e meio antes da previsão de vaga na Suprema Corte, isso provavelmente vai irritar setores do STF e armar no Congresso – que terá que aprovar a indicação – uma armadilha para o próprio Moro.


Será que deputados e senadores, muitos investigados e citados na Lava Jato e em outras operações, não vão se aproveitar da situação para dobrar o ministro da Justiça nos assuntos que lhe interessam?


Tudo indica que, por incompetência política, ou ansiedade em se livrar da principal estrela de sua equipe, Bolsonaro produziu um tremendo estrago.



https://www.brasil247.com/pt/colunistas/helenachagas/393226/Bolsonaro-est%C3%A1-t%C3%A3o-doido-para-se-livrar-de-Moro-quanto-Moro-para-sair.htm


Offline Pedro Reis

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.728
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4701 Online: 15 de Maio de 2019, 00:30:13 »
Depois de deixar milhares de brasileiros sem médico esse governo toma nova medida importante na área da Saúde.

Vai reduzir impostos sobre o cigarro.

A desculpa é combater o contrabando.

Mais um ponto para Olavo de Carvalho.

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.236
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4702 Online: 15 de Maio de 2019, 01:23:00 »




Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.149
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4703 Online: 15 de Maio de 2019, 07:56:01 »
Depois de deixar milhares de brasileiros sem médico esse governo toma nova medida importante na área da Saúde.
[...]

Não esquecendo que ele sacaneou Cuba, ao cortar uma importante fonte de receita do 'paraíso socialista' advinda da espoliação dos escravos, digo, dos médicos daquele país.
Foto USGS

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.054
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4704 Online: 15 de Maio de 2019, 09:05:47 »
O Zero(3) está certo. O Brasil precisa de uma bomba nuclear para ser respeitado, de preferência a bordo de um submarino nuclear construído com tecnologia naval brasileira. Indo além, também precisamos de um inimigo ameaçador para manter o país num estado de alerta permanente como a Argentina, a nova vítima do comunismo internacional.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.468
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4705 Online: 15 de Maio de 2019, 09:13:15 »
Depois de deixar milhares de brasileiros sem médico esse governo toma nova medida importante na área da Saúde.
[...]

Não esquecendo que ele sacaneou Cuba, ao cortar uma importante fonte de receita do 'paraíso socialista' advinda da espoliação dos escravos, digo, dos médicos daquele país.


Não foi o Bozo que levou os escravos de volta, foi o governo cubano que não aceitou que recebessem salários integrais ou que tivessem direito de trazer as famílias como os demais médicos de outras nacionalidades no mesmo programa.










Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.023
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4706 Online: 15 de Maio de 2019, 09:49:45 »
“Olavo está certo, os militares estão contra mim”


Brasil  15.05.19 08:43


A chefe da sucursal brasiliense do Valor contou que, em 29 de abril, durante a Agrishow, um grupo de ruralistas teve um encontro particular com Jair Bolsonaro.

Durante a conversa, os ruralistas elogiaram os militares e atacaram Olavo de Carvalho.



Jair Bolsonaro respondeu-lhes, segundo a jornalista:


“Olavo está certo, os militares estão contra mim.”


https://www.oantagonista.com/brasil/olavo-esta-certo-os-militares-estao-contra-mim/


-------------------


Generais:  verdes por fora, vermelhos por dentro. 


Bando de comunistas a serviço da ONU  e da URSAL


 :hihi:
« Última modificação: 15 de Maio de 2019, 09:53:13 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.023
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4707 Online: 15 de Maio de 2019, 10:01:41 »
Eduardo Bolsonaro defende bomba nuclear para o Brasil


Brasil  14.05.19 18:35



Em evento da Comissão de Relações Exteriores da Câmara, da qual é presidente, Eduardo Bolsonaro defendeu a posse de armas nucleares pelo Brasil.

“São bombas nucleares que garantem a paz. Se nós já tivéssemos os submarinos nucleares já finalizados, que têm uma economia muito maior dentro d’água; se nós tivéssemos um efetivo maior, talvez fossemos levados mais a sério pelo [Nicolás] Maduro, ou temidos pela China ou pela Rússia”, disse o deputado a alunos da Escola Superior de Guerra.



Eduardo acrescentou, porém, que o assunto “não é pauta nesse momento, eu sequer vejo debate nesse sentido” —mas elogiou o fato de Índia e Paquistão, que têm a bomba, não terem assinado o Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares, do qual o Brasil é signatário.

O filho de Jair Bolsonaro também falou sobre a crise na Venezuela:

“Estamos tendo um problema com a Venezuela, e o politicamente correto me impede de falar algumas coisas, então tenho que falar que está tudo muito bem, que nós nunca entraremos em guerra e podem ficar tranquilos. É claro, é uma ironia o que eu estou falando.”



https://www.oantagonista.com/brasil/eduardo-bolsonaro-defende-bomba-nuclear-para-o-brasil/


-----------------------



O cara não sabe que os  EUA   seriam  totalmente contrários a tal  possibilidade.    :susto:


Impressionante. 



------------


A maioria dos comentários na página do Antagonista  são hilários.


 :histeria:


Tenho que renovar o meu estoque  de pipoca e guaraná. 


 :histeria:



« Última modificação: 15 de Maio de 2019, 10:49:04 por JJ »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.855
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4708 Online: 15 de Maio de 2019, 11:43:28 »
Depois de deixar milhares de brasileiros sem médico esse governo toma nova medida importante na área da Saúde.

Vai reduzir impostos sobre o cigarro.

A desculpa é combater o contrabando.

Mais um ponto para Olavo de Carvalho.

Quanto maior a mortalidade, mais é aliviada a previdência.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.119
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4709 Online: 15 de Maio de 2019, 13:15:19 »
Centro de B H com manifestações ligadas ao contingenciamento das verbas públicas para as universidades públicas. Impressionante, por conta dessas manifestações a rede de ensino municipal e estadual em todos os níveis tambem decidiu paralisar as atividades num suposto apoio à causa.

Aparelhamento total do ensino público. Mas pelo que mesno é o protesto? O antiquissimo e manjadissimo quem nao chora nao mama dos sugadores de tetas. E a quantudade de militontos quem nem ligado às instituições visadas é fazendo vergonhoso papel causando a costumeira vergonha alheia de sempre. Fale-se sério.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Cinzu

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.241
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4710 Online: 15 de Maio de 2019, 13:30:16 »
As manifestações estão a cara do governo: uma bagunça total.

Enquanto nas ruas protestam sem saberem o que estão fazendo, no congresso a base-aliada do presidente está neste momento criando confusão entre eles próprios.

É muito amadorismo. Parece que ambos os lados disputam para mostrar quem são os mais estúpidos.
"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline Cinzu

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.241
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4711 Online: 15 de Maio de 2019, 13:43:45 »
Resumo da treta: ontem Bolsonaro ligou ao Ministro da Educação para suspender o contingenciamento de 30%

Hoje, o governo divulgou que não suspendeu nada e que era 'feike neus' da mídia esquerdalha tentando derrubar o governo.

Agora, os próprios aliados do governo estão desmentindo e afirmando que o próprio Bolsonaro afirmou que ligou para o Min. da Educação, e que o Min. da Educação também havia confirmado.



“Não foi boato, foi exatamente o que aconteceu” - Marcel Van Hattem

Deputados aliados dizem que boato de suspensão de cortes na educação foi criado pelo governo

"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.855
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4712 Online: 15 de Maio de 2019, 14:52:29 »
Citar

<a href="https://www.youtube.com/v/qibqas7qjGk" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/qibqas7qjGk</a>

Para Marco Antonio Villa, ação do MEC é crime contra o Brasil e a Ciência e Tecnologia.


Offline Cinzu

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.241
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4713 Online: 15 de Maio de 2019, 15:44:07 »
Sobre a afirmação do Villa de que somos o 13° país que mais produz Ciência e Tecnologia.

Citar
Ciência brasileira: produção sem qualidade

Estimuladas pelos órgãos do governo responsavéis pelo investimento em pesquisas científicas no Brasil, nossas universidades estão produzindo como nunca nos últimos anos. A partir de 2003, por exemplo, houve uma explosão na publicação de artigos de autores brasileiros. E dinheiro não tem faltado para isso.

Os recursos da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação) passaram dos R$ 500 milhões para R$ 2,5 bilhões entre 2003 e 2009. No mesmo período, segundo o jornal Brasil Econômico em reportagem publicada no ano passado, o orçamento do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) dobrou para R$ 1 bilhão.

Mais investimento levou ao crescimento de 124%, entre 2003 e 2009, no número de artigos publicados no Brasil. O país tem cada vez mais bolsistas e pós-graduados. E isso é bom pois é animador mesmo que tenhamos ampliado nossa produção científica.

A questão está, entretanto, na qualidade do que é feito no Brasil. Há alguns anos observando a pesquisa nacional, o professor do Departamento de Biologia Celular da Universidade de Brasília (UnB), Marcelo Hermes-Lima, alerta para a discrepância entre esse volume de produção e as citações que essa mesma produção recebe mundo afora.

Acontece que, no mundo dos pesquisadores, é muito importante ter o trabalho citado. Existem até rankings com os países cuja inteligência é medida pelas citações aos trabalhos feitos em centros de pesquisa de cada nação. É que não basta produzir. É preciso produzir com qualidade, algo que, até para nós, leigos, é óbvio. Quanto mais citado, maior reconhecimento de que o trabalho é bom.

O que ocorreu no Brasil foi que a expansão da produção científica a partir do primeiro governo Lula não veio com a respectiva qualidade que se esperava dela. Ao mesmo tempo começamos a enfraquecer no ranking que mede as citações por documento (CpP), uma das principais referências para se saber se o trabalho científico tem qualidade ou é descartável.

Para concluir que a produção científica brasileira é em média ruim apesar de volumosa o professor analisou parâmetros por área do conhecimento a partir do Scimago/Scopus, um site que analisa dados de desempenho científico reconhecido internacionalmente.

O índice CpP é uma importantíssima ferramenta para se averiguar que países possuem publicações com maior ou menor visibilidade e relevância. O desempenho do Brasil em Matemática, Biologia, Química, Física, Medicina e Bioquímica vem piorando nos últimos sete anos. Setores da comunidade científica brasileira não alinhada ao governo federal acreditam que há uma brutal pressão por parte da CNPq e da Capes para se publicar em larga quantidade. Mas não se cobra qualidade. O resultado disso é que os artigos científicos do Brasil, em média, estão ficando cada vez mais atrás em termos de citações.

No caso da Medicina, (entre países que publicaram pelos menos mil artigos por ano) se em 2002 o Brasil era o 26º colocado no ranking das citações por cada artigo publicado, em 2008 ele caiu para o 36º. No caso da Matemática, a queda foi maior. Em 2002 o país era o 17º no ranking. Há dois anos, entretanto, passamos para a 28º posição em citações.

Em outra análise, se verificou que o Brasil ampliou demais sua quantidade de papers (os artigos científicos) médicos por ano, de 5,6 mil em 2005 para 10,4 mil em 2009, ou seja, quase duplicou a quantidade de trabalhos. Esse aumento rápido da quantidade de papers médicos do Brasil fez com que os artigos fossem menos citados, quando comparados com aqueles dos Estados Unidos e Espanha.

Assim, não basta o Brasil comemorar essa expansão da produção científica quando se percebe uma queda na sua qualidade. O governo parece ter uma política de mero financiamento e não uma política de pesquisa que dê resultados substanciosos ao país. O governo inverteu os valores. Ao invés de estimular a descoberta científica valiosa, incentivamos a publicação do resultado das investigações que de valiosas têm muito pouco, pelo número pequeno de citações que recebem. Agindo assim, a quem estaremos enganando?

Infelizmente, não há até 2022 nenhuma perspectiva de tentar mudar esse cenário.
"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.023
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4714 Online: 15 de Maio de 2019, 16:40:05 »

“Não sou obrigado a ir nas loucuras de um governo que está passando por momento de insanidade”


Brasil  15.05.19 14:56



Fausto Pinato, do PP, disse para a Veja que o governo passa por um momento de insanidade:

“Não sou empregado do governo. Ajudei a eleger esse governo, como muitos aqui da comissão, e temos o dever de corrigir as loucuras e os impropérios e erros do governo. Quem elegeu Bolsonaro não foi só Olavo de Carvalho, não. Muitos aqui, inclusive eu (…).


A estratégia desse governo é desmoralizar esse parlamento?! O ministro da Casa Civil diz que atende deputado. Atende onde? Atende onde? Saiu daqui e não atende deputado. É só a panela. Minha paciência esgotou. Não sou empregado dele e não sou obrigado a ir nas loucuras de um governo que está passando por momento de insanidade”.


https://www.oantagonista.com/brasil/nao-sou-obrigado-a-ir-nas-loucuras-de-um-governo-que-esta-passando-por-momento-de-insanidade/



Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.855
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4715 Online: 15 de Maio de 2019, 16:49:50 »
Sobre a afirmação do Villa de que somos o 13° país que mais produz Ciência e Tecnologia.

Citar
Ciência brasileira: produção sem qualidade

...
A questão está, entretanto, na qualidade do que é feito no Brasil. Há alguns anos observando a pesquisa nacional, o professor do Departamento de Biologia Celular da Universidade de Brasília (UnB), Marcelo Hermes-Lima, alerta para a discrepância entre esse volume de produção e as citações que essa mesma produção recebe mundo afora....

Infelizmente, não há até 2022 nenhuma perspectiva de tentar mudar esse cenário.

Sem estar com isso argumentando a favor da qualidade da produção científica nacional, número de citações pode ter mais a ver com "fama" do que necessariamente qualidade (alguns autores de reputação questionável inclusive citarão a si mesmos e mutuamente uns aos outros), é uma aproximação grosseira apostando nessa correlação. Que, apesar de poder se fortalecer com o prazo, pode ainda assim ser eclipsada por produção equivalente posterior (reproduções) que não citem o original, mas sejam estas mesmas mais citadas.

Citar
https://www.sciencedaily.com/releases/2013/10/131014094212.htm

The complex role of citations as measure of scientific quality

Allocation of resources in the scientific community is increasingly based on various quantitative indicators. One of the most important indicators of scientific quality is how often research is cited. However, new research shows that the number of citations is a poor measurement of the quality of research.

...

'The conclusion of this is that the number of times research is cited is a rather poor indicator of its scientific quality nor that more citations automatically means high quality, says Nelhans. As a result of the so-called citation culture that has emerged in the scientific community, an increasing number of researchers have started to present their studies not only with the obvious goal of promoting the content, but also with an aim to attract as many citations as possible. The purpose of this is to gain acknowledgement in the scientific community and secure research funding.

...

 'The problem is that citation statistics offer a complex measurement that hides at least as much information as it reveals. It is therefore important to see the whole extent of this phenomenon and not treat citations as an automatic measure,' says Nelhans, who urges decision-makers to be more careful when basing allocation of research funding on citation statistics.


https://blog.frontiersin.org/2017/01/03/citations-cartels-an-emerging-problem-in-scientific-publishing/



Seria interessante no entanto saber se há países que conseguem citações desproporcionalmente maiores, apesar de não serem de faculdades tão renomadas, coisas assim. Talvez haja certas políticas que favoreçam pesquisa numa direção mais relevante.

<a href="https://www.youtube.com/v/JkMvm_rsTvI" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/JkMvm_rsTvI</a>

Offline Cinzu

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.241
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4716 Online: 15 de Maio de 2019, 18:11:00 »
De pleno acordo. Eu mesmo já critiquei em ocasiões anteriores a avaliação da qualidade de publicações científicas tendo como base meramente o n° de citações.

Não é suficiente para avaliar artigos de forma individual, ou mesmo pequenas amostragens relativas a artigos publicados pelo pesquisador X, uma vez que estariam condicionados às subjetividades da área de pesquisa daquele pesquisador, que pode implicar em uma área importante, mas não muito popular. Porém quando olhamos o conjunto como um todo, não poderia haver alguma correlação indicando que artigos mais citados tendem a ser de maior qualidade?

E independente disso, gostaria ainda de destacar um trecho da matéria que postei:

Citar
Setores da comunidade científica brasileira não alinhada ao governo federal acreditam que há uma brutal pressão por parte da CNPq e da Capes para se publicar em larga quantidade. Mas não se cobra qualidade.

A partir do momento em que há exigências de órgãos de pesquisa em publicar mais, sem definir parâmetros claros de relevância e qualidade às publicações, infere-se que a qualidade dos artigos muito provavelmente estarão de fato diminuindo.
"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.119
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4717 Online: 15 de Maio de 2019, 18:19:29 »
Conquistas cientificas recentes do Brasil são um fato, um  alento, de alguma forma expressando um amadurecimento da ciência mais consistente que todos esperam no país, pudera isso se confirmar como tendência com viés de incremento.
« Última modificação: 15 de Maio de 2019, 20:16:32 por Sergiomgbr »
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Cinzu

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.241
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4718 Online: 15 de Maio de 2019, 20:12:32 »
Citar
Flávio Bolsonaro comprou 19 imóveis por R$ 9 milhões, diz MP
De acordo com procuradores, as operações contêm sérios indícios de lavagem de dinheiro; lucratividade dos bens foi maior que seus rendimentos como deputado


Ao pedir à Justiça a quebra do sigilo bancário e fiscal de 95 pessoas e empresas relacionadas ao senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o Ministério Público do Rio de Janeiro apontou indícios de que o parlamentar tenha utilizado a compra e venda de imóveis para lavar dinheiro. Segundo os promotores, entre 2010 e 2017, o então deputado estadual lucrou 3,089 milhões de reais em transações imobiliárias em que há “suspeitas de subfaturamento nas compras e superfaturamento nas vendas”. No período, ele investiu 9,425 milhões de reais na compra de 19 imóveis, entre salas e apartamentos.

No documento sigiloso, obtido por VEJA, o MP afirma que a suposta fraude pode ter ocorrido para “simular ganhos de capital fictícios” que encobririam “o enriquecimento ilícito decorrente dos desvios de recursos” da Assembleia Legislativa do Rio. A quebra de sigilo foi concedida pelo juiz da 27º Vara Criminal do Rio, Flávio Itabaiana Nicolau.

Os promotores citam no documento casos em que teria havido uma valorização excessiva de imóveis comprados por Flávio. Em 27 de novembro de 2012, ele comprou, por 140 mil reais, um apartamento na Avenida Prado Junior, em Copacabana – 15 meses depois, em fevereiro de 2014, vendeu o imóvel por 550 mil reais, o que representa um lucro de 292%. O MP aponta que, de acordo com o índice Fipezap, utilizado no mercado imobiliário, a valorização de imóveis no bairro ficou, no período, em 11%.

Também em novembro de 2012, Flávio comprou, por 170 mil reais, um apartamento na Rua Barata Ribeiro, também em Copacabana, que, um ano depois, seria vendido por 573 mil reais, lucro de 237%. No período, o índice de valorização ficou em 9%. Na medida cautelar, os promotores apontam que os valores declarados para a compra foram inferiores aos do mercado; e, os da venda, superiores. Citam também que os dois imóveis foram intermediados por um americano, Glenn Howard Dillard. Proprietário do apartamento na Prado Junior, o também americano Charles Eldering, acusou Dillard de não ter lhe repassado o valor da venda.
« Última modificação: 15 de Maio de 2019, 20:31:06 por Cinzu »
"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.023
  • Sexo: Masculino
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4719 Online: 15 de Maio de 2019, 20:44:42 »
Os protestos de hoje são contra um governo que vem se mostrando inepto



Brasil  15.05.19 18:59


A esta altura, dada a magnitude das manifestações de hoje, está claro que os protestos não são apenas contra os cortes — ou bloqueios — na educação.

São contra um governo que, em quatro meses e meio, vem se mostrando inepto para enfrentar os enormes desafios que o país impõe. Um governo que conspira contra os seus melhores integrantes, desnorteia o seu próprio partido no Congresso, confunde realidade com redes sociais e tem um desequilibrado como guru.



Um governo que abre caminho, enfim, para que o pior da política brasileira — de todos os espectros ideológicos — atue cinicamente como reação ao descalabro geral.

É preciso corrigir rumos urgentemente.


https://www.oantagonista.com/brasil/os-protestos-de-hoje-sao-contra-um-governo-que-vem-se-mostrando-inepto/


----------------------------



Que escreveu o texto no Antagonista ainda não entendeu  que para o Bolso   não existe vida além  da caça aos Moinhos Comunistas. O Bô  é o Dom Quixote  que tem a grande missão de caçar os maléficos Moinhos Vermelhos


E o guru   (des)orientador  do Bô  nessa nobre missão é o olá  vô do alho


 :histeria:


« Última modificação: 15 de Maio de 2019, 20:50:24 por JJ »

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.881
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4720 Online: 15 de Maio de 2019, 21:07:18 »
As manifestações estão a cara do governo: uma bagunça total.

Enquanto nas ruas protestam sem saberem o que estão fazendo, no congresso a base-aliada do presidente está neste momento criando confusão entre eles próprios.

É muito amadorismo. Parece que ambos os lados disputam para mostrar quem são os mais estúpidos.

Essa manifestação sabe muito bem o que quer, e é uma causa bem específica, que aliás é bem o contrário de estupido, é por conhecimento.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.119
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4721 Online: 15 de Maio de 2019, 21:50:19 »
Essa manifestação apesar de fazer reivindicações equivocadas poderia ao menos ser válida pelo direito que todo mundo tem à liberdade de expressão, mas é ilegitima e criminosa quando arrasta crianças e adolescentes junto de si, com o agravante de serem uma grande maioria de alunos deixando de ir à aula. O esbravejamento e as palavras que o Bolsonaro usou para (des)qualificar aqueles manifestantes foi pouco, ficou barato.
« Última modificação: 15 de Maio de 2019, 23:56:59 por Sergiomgbr »
Até onde eu sei eu não sei.

Offline O Grande Capanga

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.833
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4722 Online: 16 de Maio de 2019, 01:00:15 »
“Olavo está certo, os militares estão contra mim”


Brasil  15.05.19 08:43


A chefe da sucursal brasiliense do Valor contou que, em 29 de abril, durante a Agrishow, um grupo de ruralistas teve um encontro particular com Jair Bolsonaro.

Durante a conversa, os ruralistas elogiaram os militares e atacaram Olavo de Carvalho.



Jair Bolsonaro respondeu-lhes, segundo a jornalista:


“Olavo está certo, os militares estão contra mim.”


https://www.oantagonista.com/brasil/olavo-esta-certo-os-militares-estao-contra-mim/


-------------------


Generais:  verdes por fora, vermelhos por dentro. 


Bando de comunistas a serviço da ONU  e da URSAL


 :hihi:

O cara é submisso a um maluco conspiracionista radicado em outro país. Olavão de fato é o guru do governo. Incrível.

A maluquice não tem fim. O cara não coloca rédeas no Carluxo, deixa o cara criar instabilidade no governo pelo Twitter.

O negócio tá surreal.

Offline O Grande Capanga

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.833
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4723 Online: 16 de Maio de 2019, 01:04:07 »
Quem poderia imaginar que o governo poderia ser tão ruim em tão pouco tempo?

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.881
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Governo Bolsonaro
« Resposta #4724 Online: 16 de Maio de 2019, 07:12:11 »
Quem poderia imaginar que o governo poderia ser tão ruim em tão pouco tempo?

Qualquer um que acompanhou a trajetória política de Bolsonaro.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!