Autor Tópico: O bolsonarismo representa uma ameaça ao país?  (Lida 2892 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.257
  • Sexo: Masculino
Re:O bolsonarismo representa uma ameaça ao país?
« Resposta #125 Online: 08 de Agosto de 2019, 16:31:14 »
Sim, é um perigo muito real. É do ponto de vista da esquerda e também dos liberais da direita. Ele é ruim em todos os sentidos. Ele é bom em bagunça, caos e focar em coisas inúteis.

Não seja injusto, ele é bom em ajudar a própria família também.
"Deus prefere os ateus"

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.271
  • Sexo: Masculino
Re:O bolsonarismo representa uma ameaça ao país?
« Resposta #126 Online: 08 de Agosto de 2019, 22:10:37 »

Não seja injusto, ele é bom em ajudar a própria família também.


Ele é bom em tentar transformar um psicopata e covarde em herói.



Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.195
  • Sexo: Masculino
Re:O bolsonarismo representa uma ameaça ao país?
« Resposta #127 Online: 18 de Agosto de 2019, 09:46:24 »
<a href="https://www.youtube.com/v/sXd6psdbuns" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/sXd6psdbuns</a>

Citar
https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2019/08/17/bolsonaro-intervem-em-orgaos-de-controle.htm

Nos últimos dois meses, o presidente Jair Bolsonaro interferiu diretamente nos três principais órgãos de combate à corrupção no País que de alguma forma cruzaram o caminho de sua família - a Polícia Federal, a Receita Federal e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Sempre alegando que quem manda é ele, Bolsonaro admitiu que, em alguns episódios, agiu para defender familiares.

O caso mais recente deixou a PF em estado de alerta. Bolsonaro surpreendeu a corporação ao anunciar a substituição do superintendente no Rio, Ricardo Saadi, por motivo, inicialmente, de "questão de produtividade".

As investigações mais importantes da PF do Rio envolvem a relação de milícias com políticos estaduais e a chamada "rachadinha", prática em que servidores repassavam parte dos salários aos parlamentares e que atingiu um ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

...




Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.195
  • Sexo: Masculino
Re:O bolsonarismo representa uma ameaça ao país?
« Resposta #128 Online: 06 de Setembro de 2019, 13:02:21 »
Citar
<a href="https://www.youtube.com/v/jJOsMQJVsQQ" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/jJOsMQJVsQQ</a>

Ex-mulher do miliciano Capitão Adriano, que está foragido, "trabalhou" por 11 anos no gabinete de Flávio Bolsonaro.


#bolsonaro #milícia #milicianos #assassinos #crime #bandidagem


Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.195
  • Sexo: Masculino
Re:O bolsonarismo representa uma ameaça ao país?
« Resposta #129 Online: 13 de Setembro de 2019, 12:02:16 »
<a href="https://www.youtube.com/v/oocFsA95gsQ" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/oocFsA95gsQ</a>


Citar
https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/09/deputado-do-psl-oferece-r-10-mil-a-quem-matar-suspeito-de-assassinato-no-es.shtml

Em discurso na tribuna, parlamentar pediu que trouxessem corpo até ele

...

Um dia após a declaração, Assumção afirmou que não se arrepende do seu discurso e reforçou que a oferta ainda está valendo. “Reforço completamente o que disse. Só ofereci R$ 10 mil naquele momento porque era o que eu tinha na conta. Se pudesse, ofereceria mais.”

De acordo com o artigo 53 da Constituição Federal, “os deputados e senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos”. Sua fala, porém, pode configurar quebra de decoro e levar à cassação do mandato.

...

Especialistas em direito ouvidos pelo UOL apontam que a fala do deputado faz apologia ao crime e que, caso o fato se concretize, ele pode responder por homicídio, como coautor do crime, por incentivar o ato e oferecer recompensa.

...

O Código Penal brasileiro trata do tema em dois artigos. O artigo 286, de incitação ao crime, pune quem incitar, publicamente, a prática de crime e o artigo 287 considera apologia de crime ou criminoso fazer, publicamente, apologia de fato criminoso ou de autor de crime. Em ambos, as penas podem ser detenção (de três a seis meses) ou multa.
...


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.271
  • Sexo: Masculino
Re:O bolsonarismo representa uma ameaça ao país?
« Resposta #130 Online: 13 de Setembro de 2019, 19:16:14 »
Sem ajuda do governo, Moro tenta barrar CPI que deverá investigá-lo


Sem apoio da base do governo Jair Bolsonaro, que anda fritando o ex-juiz, Sergio Moro conta com alguns poucos aliados que tentam barrar a CPI da Vaza Jato, que conseguiu as assinaturas suficientes para ser instalada. O deputado Capitão Augusto (PL-SP), líder da bancada da bala e interlocutor de Moro, admitiu que Bolsonaro abandonou Moro: "Não vi um movimento do governo"

13 de setembro de 2019, 18:05 h Atualizado em 13 de setembro de 2019, 18:11



247 - "Bateu o desespero da base de apoio a Sergio Moro no Congresso Nacional", assim definiu o jornalista Robson Bonin, da revista Veja, sobre o ministro da Justiça e ex-juiz Sergio Moro e a vitória da oposição que conseguiu as assinaturas para instalar nesta sexta-feira (13) uma CPI para investigar as revelações trazidas pelo The Intercept, que mostram o conluio de Moro com os procuradores de Curitiba para condenar e prender o ex-presidente Lula.


Sem apoio da base do governo Jair Bolsonaro, que anda fritando o ex-juiz nos bastidores, Moro conta com alguns aliados. O deputado Capitão Augusto (PL-SP), líder da bancada da bala, tenta esvaziar o movimento pela instalação da CPI e diz que pelos menos seis parlamentares foram "convencidos" a retirar suas assinaturas, entre as quais Tabata Amaral (PDT-SP) e Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ).

Nas palavras do deputado, o objetivo é retirar o apoio de deputados para “respirar tranquilo”, reforçando o medo de Moro em ser investigado. Ele ainda reclamou da indiferença do governo Bolsonaro.

“O governo que deveria estar fazendo esse corpo a corpo. Inacreditável isso. Não é possível que o governo não estava sabendo dessa CPI nos bastidores, e não se mobilizou antes. Não vi um movimento do governo. Tem gente que assinou isso aí e nem sabia. São essas assinaturas colhidas nos corredores e de qualquer jeito”, admitiu o parlamentar, reconhecendo o isolamento de Moro por parte de Bolsonaro.

Ainda de acordo com reportagem da Veja, Alexandre Frota (PSDB-SP) também estaria inclinado a tirar seu nome da lista. O deputado Lucas Vergílio (Solidariedade-GO) também teria pedido a retirada de sua assinatura do requerimento.

No entanto, de acordo com o regimento da Casa, não é possível retirar apoio depois que o pedido é apresentado. Augusto lançou a tese de que que se o signatário solicitar a retirada em até 24 horas após o protocolo, tem que ser aceito.


https://www.brasil247.com/brasil/sem-ajuda-do-governo-moro-tenta-barrar-barrar-cpi-que-devera-investiga-lo

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.304
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:O bolsonarismo representa uma ameaça ao país?
« Resposta #131 Online: 13 de Setembro de 2019, 20:42:28 »
Uma manchete insinuando que Moro tem expediente de criminoso de tentar barrar uma investigação contra si. Depois reclamam quando a gente critica o naipe dessa fontes. Fala sério.
Até onde eu sei eu não sei.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!