Autor Tópico: Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade  (Lida 543 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Peter Joseph

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.041
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Eu tenho falado em alguns tópicos sobre a real possibilidade do próximo modelo econômico deixar de ser puramente Capitalista de Mercado como conhecemos atualmente, passando a ser um Rentismo, baseado nas novas tecnologias da informação aliadas a sensores e impressoras 3D:

Citar
[Na penúltima parte da série sobre possíveis futuros após o fim do Capitalismo, – com o fim do uso de trabalho humano assalariado na produção de mercadorias, extrapolando as tendências atuais de aplicação de tecnologias como Inteligência Artificial, Robótica, Fabricação Aditiva, Nanotecnologia, etc – encaramos uma distopia em que as elites do sistema capitalista atual têm sucesso em manter seus privilégios e poderes, usando patentes e direitos autorais para bloquear e restringir para si o que poderia ser o livre-acesso universal à abundância possibilitada pelas conquistas do conhecimento humano num cenário em que a própria escassez poderia ser deixada para trás.]
https://ominhocario.wordpress.com/2017/12/18/rentismo-um-futuro-automatizado-de-abundancia-bloqueada-pela-desigualdade/

Aparentemente isto já está se tornando realidade concreta, um dos indícios disto é o que Elon promete já pro ano que vem (2020):

Citar
Se você é proprietário de um Tesla, você poderia deixar seu carro na rua, trabalhando e ganhando dinheiro por você, sem que você tenha que sair de casa. Neste caso, a empresa cobraria uma parcela de 25% a 30% das tarifas das corridas em troca de ter seu carro "emprestado" para a rede. Musk garantiu que todos os modelos da Tesla já são fabricados com a tecnologia necessária para isso.

https://noticias.uol.com.br/tecnologia/noticias/redacao/2019/04/23/adeus-uber-como-elon-musk-quer-que-seu-carro-trabalhe-por-voce.htm?cmpid=copiaecola

O que me levou a criar um tópico próprio para este assunto ser debatido melhor, analisando-se em que profundidade e extensão isto já ocorre e poderá ocorrer dentro do futuro previsível.
« Última modificação: 25 de Abril de 2019, 10:04:08 por Peter Joseph »
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Online Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.889
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #1 Online: 25 de Abril de 2019, 10:20:25 »
Rentismo, baseadado
aessa palavra grifada foi a unica que me chamou atenção nesse texto todo.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.816
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #2 Online: 25 de Abril de 2019, 10:24:39 »
Rentismo, baseadado
aessa palavra grifada foi a unica que me chamou atenção nesse texto todo.


Uau, que coisa fascinante. Temos aqui uma rara Vossa Excelência, um  fantástico (e maníaco)  Dr. Revisor Ortográfico ...


  :biglol: 


Realmente isso é algo fenomenal, espetacular


 :histeria:
« Última modificação: 25 de Abril de 2019, 10:30:44 por JJ »

Offline Peter Joseph

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.041
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #3 Online: 25 de Abril de 2019, 10:24:56 »
Rentismo, baseadado
aessa palavra grifada foi a unica que me chamou atenção nesse texto todo.

Por exemplo, este é um tipo de trollagem, totalmente ridícula e sem graça, que me faz deixar de querer participar deste fórum. E sobre a qual a Administração do Site não faz nada, mesmo que eu venha a denunciar esta bosta.

Depois dizem que uma moderação menos rigorosa não atrapalha o site. Santa paciência!
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Online Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.889
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #4 Online: 25 de Abril de 2019, 10:31:24 »
Rentismo, baseadado
aessa palavra grifada foi a unica que me chamou atenção nesse texto todo.

Por exemplo, este é um tipo de trollagem, totalmente ridícula e sem graça, que me faz deixar de querer participar deste fórum. E sobre a qual a Administração do Site não faz nada, mesmo que eu venha a denunciar esta bosta.

Depois dizem que uma moderação menos rigorosa não atrapalha o site. Santa paciência!
Cara, pelo que já foi postado aqui tratando desse assunto, onde tudo que diz respeito a esse tipo de utopia já foi reiteradamente refutado, a sua insistência resiliente martelando a coisa só remete à erva.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.816
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #5 Online: 25 de Abril de 2019, 10:34:49 »
Rentismo, baseadado
aessa palavra grifada foi a unica que me chamou atenção nesse texto todo.

Por exemplo, este é um tipo de trollagem, totalmente ridícula e sem graça, que me faz deixar de querer participar deste fórum. E sobre a qual a Administração do Site não faz nada, mesmo que eu venha a denunciar esta bosta.

Depois dizem que uma moderação menos rigorosa não atrapalha o site. Santa paciência!



Tem posts que parecem que ele usou algum gerador de lero-lero  de tão sem sentido  que são.   :no:

Offline Peter Joseph

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.041
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #6 Online: 25 de Abril de 2019, 10:35:31 »
Rentismo, baseadado
aessa palavra grifada foi a unica que me chamou atenção nesse texto todo.

Por exemplo, este é um tipo de trollagem, totalmente ridícula e sem graça, que me faz deixar de querer participar deste fórum. E sobre a qual a Administração do Site não faz nada, mesmo que eu venha a denunciar esta bosta.

Depois dizem que uma moderação menos rigorosa não atrapalha o site. Santa paciência!
Cara, pelo que já foi postado aqui tratando desse assunto, onde tudo que diz respeito a esse tipo de utopia já foi reiteradamente refutado, a sua insistência resiliente martelando a coisa só remete à erva.

Narniense, então simplesmente cale a porra da boca, aliás,  dedos. É simples, até para uma ameba intelectual como você.
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.816
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #7 Online: 25 de Abril de 2019, 10:35:55 »
Rentismo, baseadado
aessa palavra grifada foi a unica que me chamou atenção nesse texto todo.

Por exemplo, este é um tipo de trollagem, totalmente ridícula e sem graça, que me faz deixar de querer participar deste fórum. E sobre a qual a Administração do Site não faz nada, mesmo que eu venha a denunciar esta bosta.

Depois dizem que uma moderação menos rigorosa não atrapalha o site. Santa paciência!
Cara, pelo que já foi postado aqui tratando desse assunto, onde tudo que diz respeito a esse tipo de utopia já foi reiteradamente refutado, a sua insistência resiliente martelando a coisa só remete à erva.


Não teve nada refutado.   E muito pelo contrário são excelentes reflexões e ideias,  as quais  zumbis  do tipo  bolsominions  (e outros tipos zumbificados na atual sociedade dominada pelo rentismo) não tem a capacidade de sequer começar a entender.

« Última modificação: 25 de Abril de 2019, 10:42:58 por JJ »

Offline Peter Joseph

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.041
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #8 Online: 25 de Abril de 2019, 10:38:59 »
Continuando....

Citar

O programa da Tesla permitiria que um dono de um Tesla alugasse seu veículo para passeios, com a Tesla recebendo uma parte da receita e o restante do dinheiro indo para o dono do veículo.

Sinto decepcionar Elon, mas não vai fazer sumir a crise estrutural do capitalismo. Agora, essa tecnologia se amolda muito melhor em novas relações sociais de produção, imaginem uma fábrica coletivizada com softwares e hardware livre (código aberto) e o potencial disso aliado a um transporte coletivo eficiente (podendo usar os carros autônomos coletivos pra levar os usuários até as linhas de metrô, por exemplo), você nunca mais precisaria se preocupar em comprar carro ou outro meio de transporte e teria acesso à locomoção instantânea a um custo marginal zero.


https://www.facebook.com/910735495756381/posts/1341896405973619/
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Online Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.889
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #9 Online: 25 de Abril de 2019, 10:43:09 »
Quando alguém demonstrar que a desigualdade que caracteriza não só o ser humano, mas de resto, todo o universo, pode ser suprimida, ai sim, você vai ter um tópico valido.
« Última modificação: 25 de Abril de 2019, 10:46:05 por Sergiomgbr »

Offline Peter Joseph

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.041
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #10 Online: 25 de Abril de 2019, 10:49:18 »
Cara, você é uma anta. Simples assim. Entenda de uma vez!
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.816
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #11 Online: 25 de Abril de 2019, 10:51:20 »
Quando alguém demonstrar que a desigualdade que caracteriza não só o ser humano, mas de resti todo o universo, pode ser suprimida, ai sim, você vai ter um tópico valido.


Cara,  a existência de desigualdades na natureza e em atuais organizações humanas,  não as tornam um valor  positivo  que os outros devem aceitar.  Pessoas tem a liberdade  de terem isso como um valor negativo que deve ser minimizado ao máximo.  E insistir na  ideia de que se existe X na natureza, então X é algo bom, é insistir na estúpida falácia naturalista.

Os tópicos que o Peter cria são 100% válidos,  não há nada de inválido neles.  Pare  de  tentar  impor  os seus próprios valores tentando disfarçá-los  com uma pseudo lógica.






« Última modificação: 25 de Abril de 2019, 11:03:34 por JJ »

Online Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.889
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #12 Online: 25 de Abril de 2019, 11:12:07 »
Sim, talvez eu insista em interagir com você por que tenha por você alguma simpatia, assim como eu tenho pelo Pedro Reis. Mas sua leitura sobre mim parece não ser tão recíproca, então talvez seja o caso de parar de implicar contigo, te deixar postar o que quiser, posturacque eu já adotei com outros aqui. Sou maternal demais, quase que um complexo de Jesus Cristo, mas isso parece ofender em alguns casos. Enfim, continue imerso nisso que parece ser sua real natureza, não vou primar mais por te alertar. Seja feliz o quanto achar que consegue.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.816
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #13 Online: 25 de Abril de 2019, 11:15:59 »
Sim, talvez eu insista em interagir com você por que tenha por você alguma simpatia, assim como eu tenho pelo Pedro Reis. Mas sua leitura sobre mim parece não ser tão recíproca, então talvez seja o caso de parar de implicar contigo, te deixar postar o que quiser, posturacque eu já adotei com outros aqui. Sou maternal demais, quase que um complexo de Jesus Cristo, mas isso parece ofender em alguns casos. Enfim, continue imerso nisso que parece ser sua real natureza, não vou primar mais por te alertar. Seja feliz o quanto achar que consegue.



Tão  "maternal"  que quer impor os seus valores.  E quem não aceita essa imposição  é porque  não está  sendo  "natural"  e/ou  "lógico".  Tal  bondade e amor ao próximo são realmente muito comoventes. 


   8-)


« Última modificação: 25 de Abril de 2019, 11:21:06 por JJ »

Offline Cinzu

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.241
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #14 Online: 25 de Abril de 2019, 11:35:08 »
Rentismo, baseadado
aessa palavra grifada foi a unica que me chamou atenção nesse texto todo.

Muito bem observado estimado iniciante à arte de correções ortográficas. Pude observar que a palavra baseadado não consta no dicionário brasileiro de língua portuguesa, assim como a palavra aessa emitida por vossa senhoria.

Sobre a discussão do tópico:

Por que desigualdade econômica é um problema, ou mesmo, algo negativo?
"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline Peter Joseph

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.041
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #15 Online: 25 de Abril de 2019, 11:42:12 »
Por que desigualdade econômica é um problema, ou mesmo, algo negativo?

Por que produz doenças físicas e mentais. Por que produz paralisia no fluxo econômico de informações e produtos. Por que produz ressentimento no povo etc. E quanto maior a desigualdade econômica, maior será o grau desses problemas dentro da sociedade.

Até os "Comunistas" do FMI já concordam com o fato de que desigualdade deve ser combatida e não somente a probreza:

Citar
Desigualdade atrapalha crescimento e corrói a coesão social, diz FMI

https://www.cartacapital.com.br/economia/desigualdade-atrapalha-crescimento-e-corroi-a-coesao-social-diz-fmi/
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Offline Peter Joseph

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.041
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #16 Online: 25 de Abril de 2019, 11:43:52 »
Esta máxima liberal de que desigualdade não importa, mas somente a pobreza, já caiu por terra, somente liberais radicais e fanáticos ainda defendem isto hoje em dia.
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.522
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #17 Online: 25 de Abril de 2019, 13:10:25 »
Por que desigualdade econômica é um problema, ou mesmo, algo negativo?

Por que produz doenças físicas e mentais. Por que produz paralisia no fluxo econômico de informações e produtos. Por que produz ressentimento no povo etc. E quanto maior a desigualdade econômica, maior será o grau desses problemas dentro da sociedade.

Falso. Desigualdade tem os seus problemas mas são hierarquicamente muito inferiores àqueles causados pela pobreza.

Haverá países/regiões de maior desigualdade e maior qualidade de vida.

Já pobreza é praticamente sinônimo de baixa qualidade de vida.

Ao mesmo tempo, igualdade na pobreza (ou qualquer "nível de riqueza N") não é melhor do que diversos graus de desigualdade com menor pobreza.

Uma das conclusões ou ramificações possíveis do argumento do "véu da ignorância" de Rawls é justamente no que haverá cenários possíveis (reais) onde se tem ou permite maiores desigualdades, e no entanto estes cenários são mais favoráveis mesmo aos mais pobres do que alternativas em que se tentasse eliminá-las além disso.

Uma das causas mais óbvias é simplesmente a questão dos incentivos, mencionada até mesmo por Stalin. Se todos trabalhadores ganham o mesmo independentemente de qualificação e produtividade, se reduz o incentivo para obter qualificação e produtividade, das quais depende todo o sistema.





Citar
Até os "Comunistas" do FMI já concordam com o fato de que desigualdade deve ser combatida e não somente a probreza:

Citar
Desigualdade atrapalha crescimento e corrói a coesão social, diz FMI

https://www.cartacapital.com.br/economia/desigualdade-atrapalha-crescimento-e-corroi-a-coesao-social-diz-fmi/

Talvez o argumento mais forte para redução de desigualdades não seja nesse aspecto de malefícios diretos ou específicos da desigualdade, mas que ela é algo que pode ser "aproveitado" para redução mais eficiente da pobreza e de seus malefícios (que se sobrepõem aos de desigualdade e são maiores), fazendo isso de forma que não é prejudicial aos mais ricos, devido a redução da utilidade marginal do dinheiro. Políticas redistributivas (como a bolsa-família, apontada como melhor programa social pelo liberal João Amoêdo) aumentam a utilidade marginal do dinheiro presente numa economia.


Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.217
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #18 Online: 25 de Abril de 2019, 14:44:34 »
Por que produz doenças físicas e mentais. Por que produz paralisia no fluxo econômico de informações e produtos. Por que produz ressentimento no povo etc. E quanto maior a desigualdade econômica, maior será o grau desses problemas dentro da sociedade.
"Ressentimento no povo" = inveja

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.920
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #19 Online: 25 de Abril de 2019, 15:02:15 »
Por que produz doenças físicas e mentais. Por que produz paralisia no fluxo econômico de informações e produtos. Por que produz ressentimento no povo etc. E quanto maior a desigualdade econômica, maior será o grau desses problemas dentro da sociedade.
"Ressentimento no povo" = inveja

A desigualdade que deixa o povo ressentido não é necessariamente inveja. Nós sabemos que existem desigualdades que acontecem mesmo quando o sujeito é igual a você, exceto pelo fato de que ele está jogando no sistema de rent seeking. Por outro lado, a desigualdade que resulta do talento e/ou do esforço normalmente não gera ressentimento na maior parte das pessoas.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.522
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #20 Online: 25 de Abril de 2019, 15:03:25 »
Você pode tentar desqualificar assim, mas o sentimento de injustiça é natural, e tentar negá-lo é tão utópico quanto o comportamento necessário para o comunismo igualitarianista (esperar produtividade e aperfeiçoamento independentemente de recompensa maior).

<a href="https://www.youtube.com/v/meiU6TxysCg?hl=pt&amp;cc_lang_pref=pt&amp;cc_load_policy=1" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/meiU6TxysCg?hl=pt&amp;cc_lang_pref=pt&amp;cc_load_policy=1</a>


http://thehigherlearning.com/2014/10/01/this-6-minute-video-will-forever-change-the-way-you-think-about-wealth-inequality/



https://hbr.org/2015/05/the-factors-that-lead-to-high-ceo-pay




Outra linha de problemas inerente a desigualdade é a corrosão da democracia:


Citar
https://www.theatlantic.com/business/archive/2015/04/how-corporate-lobbyists-conquered-american-democracy/390822/

[...] That lawyer was soon-to-be Supreme Court Justice Lewis F. Powell Jr., whose now-famous “Powell Memorandum” is a telling insight into the frustration that many business leaders felt by the early 1970s. Congress had gone on a regulatory binge in the 1960s—spurred on by a new wave of public-interest groups. Large corporations had largely sat by idly, unsure of what to do.

In 1972, against the backdrop of growing compliance costs, slowing economic growth and rising wages, a community of leading CEOs formed the Business Roundtable, an organization devoted explicitly to cultivating political influence. [...]

By the early 1980s, corporate leaders were “purring” (as a 1982 Harris Poll described it). Corporations could have declared victory and gone home, thus saving on the costs of political engagement. Instead, they stuck around and kept at it. Many deepened their commitments to politics. After all, they now had lobbyists to help them see all that was at stake in Washington, and all the ways in which staying politically active could help their businesses.

[...]

As one lobbyist told me (in 2007), “Twenty­-five years ago… it was ‘just keep the government out of our business, we want to do what we want to,’ and gradually that’s changed to ‘how can we make the government our partners?’ It’s gone from ‘leave us alone’ to ‘let’s work on this together.’” Another corporate lobbyist recalled,“When they started, [management] thought government relations did something else. They thought it was to manage public relations crises, hearing inquiries... My boss told me, you’ve taught us to do things we didn’t know could ever be done.”

As companies became more politically active and comfortable during the late 1980s and the 1990s, their lobbyists became more politically visionary. For example, pharmaceutical companies had long opposed the idea of government adding a prescription drug benefit to Medicare, on the theory that this would give government bargaining power through bulk purchasing, thereby reducing drug industry profits. But sometime around 2000, industry lobbyists dreamed up the bold idea of proposing and supporting what became Medicare Part D—a prescription drug benefit, but one which explicitly forbade bulk purchasing—an estimated $205 billion benefit to companies over a 10-year period.

[....]

When I surveyed corporate lobbyists on the reasons why their companies maintained a Washington office, the top reason was “to protect the company against changes in government policy.” On a one-to-seven scale, lobbyists ranked this reason at 6.2 (on average). But closely behind, at 5.7, was “Need to improve ability to compete by seeking favorable changes in government policy.”

[...]



Citar


https://journalistsresource.org/studies/politics/finance-lobbying/the-influence-of-elites-interest-groups-and-average-voters-on-american-politics

The study’s key findings include:

  • Compared to economic elites, average voters have a low to nonexistent influence on public policies. “Not only do ordinary citizens not have uniquely substantial power over policy decisions, they have little or no independent influence on policy at all,” the authors conclude.
  • In cases where citizens obtained their desired policy outcome, it was in fact due to the influence of elites rather than the citizens themselves: “Ordinary citizens might often be observed to ‘win’ (that is, to get their preferred policy outcomes) even if they had no independent effect whatsoever on policy making, if elites (with whom they often agree) actually prevail.”



  • Regardless of whether a small minority or a large majority of American citizens support a policy, the probability of policy change is nearly the same — approximately 30%.
  • A proposed policy change with low support among economically elite Americans is adopted only about 18% of the time, while a proposed change with high support is adopted about 45% of the time.
  • Interest groups have a substantial impact on public policy. When mass-based and business-oriented interest groups oppose a policy, the probability of its being enacted is only 16%, rising to 47% when they’re strongly favorable. “On the 1,357 proposed policy changes for which at least one interest group was coded as favoring or opposing change, in only 36% of the cases did most groups favor change, while in 55% of the cases most groups opposed change.”
  • Overall, business-oriented groups have almost twice the influence of mass-based groups.
  • While the popular belief is that professional associations and interest groups serve to aggregate and organize average citizens’ interests, the data do not support this. The preferences of average citizens are positively and highly correlated with the preferences of economic elites but not with those of interest groups. Except for labor unions and the AARP, interest groups do not tend to favor the same policies as average citizens. In fact, some groups’ positions are negatively correlated with the opinion of the average American, as in the case of gun owners.
Exemplo disso recente e bastante famoso é o fim da "net neutrality". Fundamentalmente ninguém do povo apóia, só quem cai em ladainha de propagandistas. O responsável por isso nem é alguém eleito, e trabalhava para a Verizon há pouco tempo, uma das empresas oligopolistas beneficiadas.

Trump também colocou como investigador de fraudes em faculdades com fins lucrativos, alguém que foi justamente acusado de fraude nisso. E o chefe da EPA já havia dito que a EPA não deveria existir.

https://www.theatlantic.com/education/archive/2017/08/julian-schmoke-for-profit-colleges/538578/


<a href="https://www.youtube.com/v/CHiicN0Kg10" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/CHiicN0Kg10</a>









https://www.brookings.edu/blog/fixgov/2017/03/31/vital-stats-corporate-and-labor-pac-spending/





http://voices.washingtonpost.com/ezra-klein/2010/09/why_elections_matter_in_one_gr.html



Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.007
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #21 Online: 25 de Abril de 2019, 19:48:33 »
Rentismo, baseadado
aessa palavra grifada foi a unica que me chamou atenção nesse texto todo.

Ok, Sérgio.

Ele errou e você argutamente observou, embora também tenha cometido um erro de ortografia.

Você vai contribuir com uma discussão ou ficará meramente neste aspecto?
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.007
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #22 Online: 25 de Abril de 2019, 19:52:09 »
Quando alguém demonstrar que a desigualdade que caracteriza não só o ser humano, mas de resti todo o universo, pode ser suprimida, ai sim, você vai ter um tópico valido.


Cara,  a existência de desigualdades na natureza e em atuais organizações humanas,  não as tornam um valor  positivo  que os outros devem aceitar.  Pessoas tem a liberdade  de terem isso como um valor negativo que deve ser minimizado ao máximo.  E insistir na  ideia de que se existe X na natureza, então X é algo bom, é insistir na estúpida falácia naturalista.

Os tópicos que o Peter cria são 100% válidos,  não há nada de inválido neles.  Pare  de  tentar  impor  os seus próprios valores tentando disfarçá-los  com uma pseudo lógica.

A desigualdade existe... desde sempre.

E mesmo assim a humanidade vem melhorando em diversos aspectos.

Concordo que o Sérgiomgbr não deve impor a visão dele. Mas a sua contestação também é baseada em visão pessoal.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.007
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #23 Online: 25 de Abril de 2019, 19:54:59 »
Por que desigualdade econômica é um problema, ou mesmo, algo negativo?
Por que produz doenças físicas e mentais.

É mesmo?

Mostre como, por favor.


Por que produz paralisia no fluxo econômico de informações e produtos.

Demonstre por favor.


Por que produz ressentimento no povo etc.

Somente nos invejosos.


E quanto maior a desigualdade econômica, maior será o grau desses problemas dentro da sociedade.
[...]

Será por isto que a Índia é o país com mais convulsões sociais?  ::)

Só que não...  :)
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.007
  • Sexo: Masculino
Re:Rentismo: Um futuro automatizado de abundância bloqueado pela desigualdade
« Resposta #24 Online: 25 de Abril de 2019, 19:58:09 »
Por que produz doenças físicas e mentais. Por que produz paralisia no fluxo econômico de informações e produtos. Por que produz ressentimento no povo etc. E quanto maior a desigualdade econômica, maior será o grau desses problemas dentro da sociedade.
"Ressentimento no povo" = inveja

A desigualdade que deixa o povo ressentido não é necessariamente inveja. Nós sabemos que existem desigualdades que acontecem mesmo quando o sujeito é igual a você, exceto pelo fato de que ele está jogando no sistema de rent seeking. Por outro lado, a desigualdade que resulta do talento e/ou do esforço normalmente não gera ressentimento na maior parte das pessoas.

E os que mais exercem rent seeking hoje são justamente os 'parasitas' do estado, esquerdopatas ou não.
Foto USGS

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!