Autor Tópico: Eleição presidencial no Brasil em 2022  (Lida 701 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Online: 28 de Abril de 2019, 15:23:57 »

Tópico para notícias, especulações,  estimativas, comentários, análises,  juízos de fato,   juízos de valor, e reflexões  sobre a eleição presidencial no Brasil em 2022.


« Última modificação: 28 de Abril de 2019, 16:02:38 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #1 Online: 28 de Abril de 2019, 15:26:38 »


A aproximação de Doria com o DEM


Brasil  27.04.19 20:20


Newsletter: o melhor de O Antagonista no seu e-mail


João Doria se movimenta na busca por uma aliança com o DEM.


Um acordo entre o PSDB e o DEM para as eleições de 2020 e 2022, que poderia culminar na fusão das legendas, “vem sendo tratado com reserva, mas o tucano tem feito alguns gestos explícitos”, diz o Estadão.



https://www.oantagonista.com/brasil/a-aproximacao-de-doria-com-o-dem/



Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.764
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #2 Online: 28 de Abril de 2019, 21:24:06 »
O Dória seria um bom presidente.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.949
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #3 Online: 28 de Abril de 2019, 21:47:35 »
Por que não poderia vingar no país uma direita assim?


<a href="https://www.youtube.com/v/EpQAQbMdv0E&amp;list=PLB1F46ADD8E984A28" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/EpQAQbMdv0E&amp;list=PLB1F46ADD8E984A28</a>

Citar


[...] Mário de Oliveira Filho prepara-se para lançar o programa de governo de sua pré-candidatura à Presidência da República pelo Partido Trabalhista do Brasil, o PTdoB [...] Entre suas principais propostas está a implantação imediata da pena de morte, da prisão perpétua, o fim do ensino público gratuito, a extinção das cotas para negros e índios nas universidades federais e a manutenção da jornada de trabalho de 44 horas. “Vivemos uma situação de guerra. Essa alternativa é para acabar já com a violência que tomou conta do País”, diz Oliveira. “Governarei sob o império da lei.”

O pré-candidato do PTdoB também é contra o principal programa de distribuição de renda do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Bolsa Família. Para ele, é um erro grave do governo conceder benefícios financeiros a pessoas que não trabalham. “Vou colocar esse pessoal para trabalhar em frentes de reflorestamento que pretendo abrir no Nordeste.” Em seu governo a reforma agrária seria extinta e o MST seria tratado como uma quadrilha. “Não há necessidade de reforma agrária no Brasil e o MST é composto por bandidos”, afirma ele, pausadamente, em um tom de voz sereno. [...]




[...] Seu pai foi operário da Rede Ferroviária Federal – e um ex-militante do Partido Comunista Brasileiro – e a mãe, dona de casa. Sua história de estudante é igual à de milhares de brasileiros que venceram as adversidades. Estudou em escola pública até chegar à universidade. Ex-funcionário concursado da Petrobras, Mário Oliveira é mato-grossense da cidade de Aquidauana. Sétimo filho de uma prole de nove, esteve na Rússia, viveu na Suíça e, de volta ao Brasil, se lançou na política em 2006 filiando-se ao Partido Verde, legenda que abandonou no último ano. “O PV é um partido contraditório e midiático. Ele tem todo cuidado do mundo com o macaco-prego e não ataca a questão das favelas, que é um problema de saúde pública.” Agora ele acha que fez a escolha certa indo para o PTdoB e é a partir dele que quer colocar em prática seu projeto político de se tornar presidente do Brasil.


http://www.istoe.com.br/reportagens/51785_DIREITA+VOLVER?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #4 Online: 29 de Abril de 2019, 09:15:29 »
Por que não poderia vingar no país uma direita assim?
Citar

[...] Má   de Oli  ca  veira


Leva jeito para ser um  ditador  bem bruto


« Última modificação: 29 de Abril de 2019, 09:42:52 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #5 Online: 29 de Abril de 2019, 09:50:21 »

Análise: Começou a eleição presidencial de 2022


Além de Fernando Haddad, outros com ambições para o pleito - Ciro Gomes, Luciano Huck - já tentaram, delimitar espaço na próxima corrida presidencial. Mas nenhuma ação foi tão sintomática quanto o convite, prontamente aceito, por Sérgio Moro


Carlos Marcelo

postado em 02/11/2018 11:00 / atualizado em 02/11/2018 11:38


“Mito!”, gritou uma vizinha do presidente eleito Jair Bolsonaro, no fim da manhã de ontem. Mas ela não saudava o dono da casa, e sim o visitante que acabava de chegar ao condomínio: Sérgio Moro. O juiz saiu da República de Curitiba para se apresentar no QG do capitão reformado, na Barra da Tijuca. Deixou o Rio como futuro ministro da Justiça. E como potencial candidato à sucessão de Bolsonaro.

Menos de uma semana depois do segundo turno de 2018, surgem os primeiros movimentos para as eleições presidenciais de 2022. Além de Fernando Haddad, outros com ambições para o pleito – Ciro Gomes, Luciano Huck – já tentaram, nos últimos dias, delimitar espaço na próxima corrida presidencial. Mas nenhuma ação foi tão sintomática quanto o convite, prontamente aceito, por Sérgio Moro. Ao decidir ocupar um lugar de destaque na Esplanada dos Ministérios, o juiz deu de ombros para a forte reação dos defensores dos que foram por ele condenados e para o ressurgimento do discurso de parcialidade nos julgamentos da Lava-Jato. Moro preferiu contar com a adesão popular que obteve com a operação para receber de Bolsonaro o comando direto de duas bandeiras essenciais para a eleição do candidato do PSL: o combate à corrupção e ao crime organizado. Caso Moro seja bem-sucedido, quem terá maiores condições de “mitar” nas urnas? E, se der errado, o presidente terá clima para demitir um auxiliar que carrega, para boa parte da população, a aura de herói?


Sérgio Moro tem 46 anos, dezessete a menos que Jair Bolsonaro. Tem muito tempo de política pela frente. Ele poderá esperar até o presidente tentar a reeleição para buscar o seu caminho até o Palácio do Planalto. Enquanto isso, a Lava-Jato deve prosseguir. E com consequências imprevisíveis para o mundo político. “Ainda há bastante por fazer e será feito”, alertou o procurador Deltan Dallagnol, sinalizando que o MPF vai prosseguir no mesmo ritmo com a operação. O desafio do futuro ex-juiz agora é outro. É imenso, mas poucos, pouquíssimos brasileiros somam tantos atributos para enfrentá-lo, ao menos no que se refere ao combate do mecanismo da corrupção. A pasta da Justiça, ainda mais turbinada, deve render a Moro protagonismo inédito para um ministro. Caberá a Bolsonaro, que já terceirizou a política econômica para Paulo Guedes, ter habilidade para não se tornar um coadjuvante do próprio mandato.


https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2018/11/02/interna_politica,1002447/comeca-a-eleicao-de-2022.shtml


Offline Peter Joseph

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.016
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #6 Online: 29 de Abril de 2019, 09:55:34 »
Advinha quem vai ser eleito se estiver fora da cadeia?!  :hihi:
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #7 Online: 29 de Abril de 2019, 10:02:15 »
Advinha quem vai ser eleito se estiver fora da cadeia?!  :hihi:


Mas, pelo que sei a lei da ficha limpa impediria.  O máximo que ele poderia fazer é apoiar algum candidato.



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #8 Online: 29 de Abril de 2019, 10:05:07 »
Advinha quem vai ser eleito se estiver fora da cadeia?!  :hihi:



O Lula está atrapalhando o surgimento de outra liderança de esquerda, e ele é um ótimo espantalho para a direita enfiar a baioneta. Ou um ótimo boneco de judas.   


A parte da esquerda, que ainda o idolatra, tem que entender que o tempo dele já passou.


 :no:


Para o próprio bem da esquerda ele deveria sumir de cena.  Seria um excelente acontecimento para a esquerda.  A própria direita não iria gostar, pois  iria ficar sem o seu espantalho ou boneco de judas, tão bom e adequado para espetar a baioneta e bater.


 


« Última modificação: 29 de Abril de 2019, 10:11:17 por JJ »

Offline Peter Joseph

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.016
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #9 Online: 29 de Abril de 2019, 10:13:16 »
Advinha quem vai ser eleito se estiver fora da cadeia?!  :hihi:



O Lula está atrapalhando o surgimento de outra liderança de esquerda, e ele é um ótimo espantalho para a direita enfiar a baioneta. Ou um ótimo boneco de judas.   


A parte da esquerda, que ainda o idolatra, tem que entender que o tempo dele já passou.


 :no:


Para o próprio bem da esquerda ele deveria sumir de cena.  Seria um excelente acontecimento para a esquerda.  A própria direita não iria gostar, pois  iria ficar sem o seu espantalho ou boneco de judas, tão bom e adequado para espetar a baioneta e bater.

https://www.facebook.com/665517103649471/posts/1073651272836050/

 :biglol:
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/


Offline Cinzu

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.149
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #11 Online: 29 de Abril de 2019, 20:43:27 »
Mas já??

Ainda é muito cedo pra especular, bastante coisa vai acontecer nestes 3 anos. Mas deixarei aqui minha opinião:

Doria vai vir com tudo em 2022, se não pelo PSDB, mas pelo DEM ou qualquer outro partido.

O Novo ao que tudo indica vai acabar continuando com o Amoedo, embora eu ache que seria uma boa ideia para eles tentarem o Zema, caso tenha um bom desempenho em Minas (por que não uma chapa Zema + Amoedo?).

Ciro parece ser propenso a se candidatar novamente.

O PT sabemos que não vai desistir da ideia de lançar candidato. Se não for possível o Lula até lá, vão arrumar outro poste.

Bolsonaro embora tenha afirmado não ter pretensão à reeleição, no fim das contas acabará se candidatando novamente. Não vejo outro nome propício na ala dele para isso (até teria o Moro ou Guedes, porém eles claramente não demonstram nenhum tipo de interesse nisso). Entretanto, dado as atuais circunstâncias é possível que Bolsonaro acabe se candidatando por outro partido ao invés do PSL.

Eu até apostaria que Mourão ou alguém da ala militar (militar de verdade, não no nível Bozo) poderia sair candidato, mas não acho que ele ou qualquer outro tenha popularidade para isso.

Dos relevantes são esses. Não vejo outros nomes no momento.
"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.764
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #12 Online: 29 de Abril de 2019, 20:51:06 »
Rodrigo Maia?

Kajuru?

Luciano Huck?
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.949
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #13 Online: 29 de Abril de 2019, 22:20:37 »
Foi dito que Amoêdo não tentaria se candidatar novamente, na época.

Os nomes mais fortes devem ser Bolsonaro, Dória, Lula, Ciro Gomes, Boulos, e cabo Daciolo.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #14 Online: 30 de Abril de 2019, 09:11:06 »
Foi dito que Amoêdo não tentaria se candidatar novamente, na época.




Fato:  o cara é ruim de voto.   Se insistissem em colocar um cara ruim de voto para candidatar, de novo    :!:     ,  estariam mostrando que são politicamente burros.



« Última modificação: 30 de Abril de 2019, 09:28:24 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #15 Online: 30 de Abril de 2019, 09:17:34 »

Os nomes mais fortes devem ser Bolsonaro, Dória, Lula, Ciro Gomes, Boulos, e cabo Daciolo.



Dória, ok ,  sujeito espertalhão, está planejando e articulando politicamente  para isso.   8-)


Bolsonaro pela grande exposição na mídia, oK,  já pelo desempenho econômico em 2019, 2020, 2021 e 2022, estou duvidando cada vez mais.   :no:


Ciro Gomes, não acho muito viável,  pois  a  Gleisi  parece que tem  muita raiva dele.  E  parece que muitos outros integrantes e eleitores do PT também não são simpáticos a ele. E um candidato   da esquerda que não tenha simpatia de parte considerável de políticos e eleitores do PT me parece duvidoso que consiga atrair votos suficientes para ir para o 2° turno.    :?:


Lula => inelegível, e possivelmente ainda preso.   :no:


Boulos => é piada ?   :biglol:


Daciolo => a 2° piada ?   :biglol:

« Última modificação: 30 de Abril de 2019, 09:26:52 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #16 Online: 30 de Abril de 2019, 09:35:54 »


Luciano Huck?



Luciano Huck em termos políticos me parece muito viável, o problema aparece na questão financeira,  pois do jeito que é a legislação atual, não compensa  de modo algum financeiramente, pois o salário de Presidente da República é uma miséria perto do que ele ganha atualmente. Então, para viabilizar a candidatura dele teria que haver mudança na legislação de alguma forma, como por exemplo:


1) Aumentando o salário do Presidente da República para  uns  4  milhões de reais por mês;


ou


2) Permitindo que ele continuasse a ser apresentador de televisão (e garoto propaganda) ao mesmo tempo em que fosse Presidente da República (e que uma emissora também concordasse com isso).


ou ainda uma junção das duas coisas:


3) Um grande aumento no salário presidencial, passando para pelo menos 1,9  milhão por mês,  juntamente com a permissão para que continuasse a ser apresentador de televisão (e garoto propaganda) ao mesmo tempo em que fosse Presidente da República (e que uma emissora também concordasse com isso).



« Última modificação: 30 de Abril de 2019, 10:01:47 por JJ »

Offline Cinzu

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.149
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #17 Online: 30 de Abril de 2019, 11:38:52 »
Rodrigo Maia?

Kajuru?

Luciano Huck?

Maia? Só se for piada. O cara é queimado tanto na esquerda quanto na direita. Seria tipo um Geraldo Alckmin da vida. Coisas que não se entende.

Kajuru não posso opinar. No momento acho um nome fraco, mas não sabemos como será daqui a 3 anos. E já que citou um senador, eu não descartaria o Reguffe.

Luciano Huck demonstrou de fato interesse nisso? Até onde sei não passou de boatos. Duvido que ele terá disposição em ser candidato.

Foi dito que Amoêdo não tentaria se candidatar novamente, na época.




Fato:  o cara é ruim de voto.   Se insistissem em colocar um cara ruim de voto para candidatar, de novo    :!:     ,  estariam mostrando que são politicamente burros.





Não é questão de serem politicamente burros, mas simplesmente de falta de opção. Amoedo acabou sendo o candidato oportuno do Novo.

Se não for o Zema, não vejo outras opções para eles além do Amoedo.
"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline Cinzu

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.149
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #18 Online: 30 de Abril de 2019, 11:39:44 »
Um nome que ninguém levantou aqui e pode ser propício a se candidatar é o Luciano Hang, dono da Havan.

Ele foi pré-candidato a senador ano passado, mas depois mudou de ideia. Porém não deixou de se aparecer na política, e inclusive continua aparecendo.
"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline Cinzu

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.149
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #19 Online: 30 de Abril de 2019, 11:43:59 »


Luciano Huck?



Luciano Huck em termos políticos me parece muito viável, o problema aparece na questão financeira,  pois do jeito que é a legislação atual, não compensa  de modo algum financeiramente, pois o salário de Presidente da República é uma miséria perto do que ele ganha atualmente. Então, para viabilizar a candidatura dele teria que haver mudança na legislação de alguma forma, como por exemplo:


1) Aumentando o salário do Presidente da República para  uns  4  milhões de reais por mês;


ou


2) Permitindo que ele continuasse a ser apresentador de televisão (e garoto propaganda) ao mesmo tempo em que fosse Presidente da República (e que uma emissora também concordasse com isso).


ou ainda uma junção das duas coisas:


3) Um grande aumento no salário presidencial, passando para pelo menos 1,9  milhão por mês,  juntamente com a permissão para que continuasse a ser apresentador de televisão (e garoto propaganda) ao mesmo tempo em que fosse Presidente da República (e que uma emissora também concordasse com isso).

Esquece isso de salário. Ninguém se candidata assim devido ao "salário de presidente".

Você acha que algum dos candidatos a presidente, e até mesmo governador, se candidataram ao cargo por causa do salário? Alguns deles são empresários e já bem resolvidos financeiramente. Outros, poderiam ter o mesmo retorno se candidatando a pleitos mais fáceis, como deputado.

Ser candidato a presidente da república é muito mais uma questão de poder e visibilidade, do que do salário propriamente.
"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #20 Online: 30 de Abril de 2019, 12:20:32 »


Esquece isso de salário. Ninguém se candidata assim devido ao "salário de presidente".

O caso dele é especial:


1) Ele tem uma   renda bem alta  oriunda do próprio trabalho e não de uma empresa dele  (quem tem alta renda oriunda de empresa ou alugueis ou outra coisa que não seja o trabalho próprio está numa situação diferente).




Você acha que algum dos candidatos a presidente, e até mesmo governador, se candidataram ao cargo por causa do salário? Alguns deles são empresários e já bem resolvidos financeiramente. Outros, poderiam ter o mesmo retorno se candidatando a pleitos mais fáceis, como deputado.

Ser candidato a presidente da república é muito mais uma questão de poder e visibilidade, do que do salário propriamente.



A maioria se candidata por causa das propinas e superfaturamentos,  isso é a realidade no Brasil, é e já era muito antes do PT existir (é o normal na política brasileira há muitas e muitas décadas, há mais de cem anos).  O que estou levando em consideração neste caso é que o Luciano Huck seja diferente e não queira se meter em  corrupção, por isso que é imprescindível uma das 3 alternativas que coloquei.



« Última modificação: 30 de Abril de 2019, 12:24:55 por JJ »

Offline Cinzu

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.149
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #21 Online: 30 de Abril de 2019, 12:23:50 »
Propinas e "facilidades" são apenas uma das consequência do poder que o cargo gera. Por isso digo que a maioria se candidata pelo poder e visibilidade do cargo.

Quanto ao Luciano Huck. Você acha mesmo que alguém que há tanto tempo recebe um salário extremamente fora do comum já não possui patrimônio mais que suficiente para ter uma vida de luxo sem precisar mais trabalhar?
"Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar"

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.450
  • Sexo: Masculino
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #22 Online: 30 de Abril de 2019, 12:32:45 »
Propinas e "facilidades" são apenas uma das consequência do poder que o cargo gera. Por isso digo que a maioria se candidata pelo poder e visibilidade do cargo.


É primordialmente pela grana, sim.  A maioria não é rico ou  ricaço quando entra. Mas, geralmente sai rico ou ricaço. 

Brasil não é Estados Unidos. Brasil é república bananeira,  é república  de roubalheira na política, como toda república bananeira é.



Quanto ao Luciano Huck. Você acha mesmo que alguém que há tanto tempo recebe um salário extremamente fora do comum já não possui patrimônio mais que suficiente para ter uma vida de luxo sem precisar mais trabalhar?


Condiçoes de ficar sem trabalhar pode até ser.   Mas, isto não significa que ele já acumulou o suficiente para comprar todos os bens materiais que ele gostaria de comprar. Por exemplo, sabe quanto custa um BBJ top ?


O top custa 310 milhões de dólares.

O mais  "baratin" custa 47 milhões de dólares.


https://pt.wikipedia.org/wiki/Boeing_Business_Jet


Portanto, se ele fosse ganhar 1 milhão de dólares por mês como presidente, ele ganharia 13 milhões por ano, e  em 8 anos daria 104 milhões de dólares (sem contar ganhos com juros em aplicações), mas mesmo com os juros não deveria dar para chegar ao valor de comprar o BBJ top (e isso se ele economizasse e aplicasse todo o salário).

Mas, o mais "baratin" de 47 milhões de dólares daria para comprar de boa.    :hihi:

« Última modificação: 30 de Abril de 2019, 12:51:30 por JJ »


Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.604
Re:Eleição presidencial no Brasil em 2022
« Resposta #24 Online: 30 de Abril de 2019, 13:57:56 »
O candidato ideal do Novo é o Bernadinho. Ele é imbatível como opção com apelo popular. Mas essa opção tem um obstáculo-muralha chamado Fernanda Venturini, a esposa que não quer, de jeito nenhum, que o marido seja candidato a presidente.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!