Autor Tópico: Argumentos filosoficos contra existencia de almas  (Lida 1356 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.241
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #50 Online: 01 de Junho de 2019, 12:54:29 »
....
Muito do que foi falado aí acima também se aplica a existência da vida extraterrestre. Tal hipótese também é uma redundância. Postular a existência de extraterrestres não torna o universo mais explicável. Logo, seguindo esse raciocínio, a vida extraterrestre não existe.

Como assim muito do que foi falado ai acima tambem se aplica a existência da vida extraterrestre?
Fora o que voce colocou, que vai de encontro ao que disse o Sagan, o que mais seria que se aplica? por exemplo o aspecto da redundância?
Isso eu não consegui ver não. Esclarece ai.


A hipótese de vida extraterrestre é redundante, pois ela não é necessária para explicar o excesso de metano na atmosfera marciana, dentre outras observações geoquímicas e astronômicas de corpos celestes extraterrestres.

Offline JungF

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 559
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #51 Online: 01 de Junho de 2019, 13:49:06 »
Citar
A exemplo da matéria escura, este perispírito é imponderável e indetectável pelos equipamentos que ora dispomos.

 :histeria:

Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Uma saiu da cosmologia que é Ciência e a outra foi inventada sem nenhum fundamento científico e está associada a uma crendice.

De novo a matéria escura? A comparação com perispírito é disparatada, já mostraram isso aqui.
Mais do mesmo: já mostraram isso aqui. De jeito nenhum! Uma coisa é discordar... sarcasmos... ironias. Outra coisa é provar; e isso nunca porque, como eu disse , a proposta especulativa é Alma, elemento imponderável, indetectável, pertence ao âmbito filosófico/religioso. Cabe ao que pretende analisar tal assunto sob a ótica da matéria comum analisar também o dragão da garagem ou o unicórnio azul.
Quando se fala em matéria escura não se quer dizer que o Perispírito seja constituído dela; simplesmente mostrar que existe essa matéria apenas gravitacionalmente detectável, varável da maior importância nas teorias cosmológicas, mas, de nenhuma outra forma detectável.
Existe analogia, portanto. Ainda que no terreno das suposições, confrontando e explicando o que a ciência ainda não explica.
Pode discordar? Claro!
Agora, ofender e desconsiderar uma ideia diferente é pura falta de habilidade cognitiva. 
 
Eu preferiria acreditar em dogmas religiosos que acreditar em Teoria das Cordas ou Buracos de Minhocas. Raciocínios estes que mostram o quão ridículo pode-se chegar premido pela necessidade de encontrar respostas para o que, primário (Big Bang), mas o que não se tem respostas, ainda.
« Última modificação: 01 de Junho de 2019, 13:51:49 por JungF »

Offline Fenrir

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.102
  • Sexo: Masculino
  • Cave Canem
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #52 Online: 01 de Junho de 2019, 14:22:53 »
...
Mais do mesmo: já mostraram isso aqui. De jeito nenhum! Uma coisa é discordar... sarcasmos... ironias. Outra coisa é provar; e isso nunca porque, como eu disse ....

Quem falou em sarcasmo, ironias e discordar por puro e simples amor a polêmica, cara-pálida?
Se não me engano, o Giga escreveu sobre como a ciencia chegou a detecção da matéria escura, ainda que não a vejamos e não saibamos ao certo o que é. Procure ai atrás e tente ignorar as ironias e sarcasmos que vem de carona. Eu não vou requentar esses argumentos.

É a isso que me refiro: ha evidencias da existencia da ME e não há, analogamente, evidencias da existência do perispírito.
Daí o ter escrito "De novo a matéria escura? A comparação com perispírito é disparatada, já mostraram isso aqui."

Peço não me subestimar tanto - não sou lá grandes coisas, mas acho que não sou tão obtuso a ponto que considerar que sarcasmo, ironias e amor a polêmica por si só vencem debates, argumentos e provam alguma coisa. Se passei essa impressão não foi intencional.

Enfatizando: se voce continuar a achar que a existência do períspírito foi provada, como a da ME, por meu lado continuo a achar que não e meus motivos para isso não são nem sarcasmo, nem ironia. Tem pontos sérios, importantes e pertinentes bem ai no meio das distrações.

Essas coisas frequentemente vem de carona num debate num forum na net... inclusive junto com algo pior, trollagem.
Cabe a voce filtrar (ou não) e deixar de mimimi.

Já sobre o âmbito da discussão.. pelo visto você admite que almas estão fora do alcance da ciência e entram no ambito da filosofia e da religião
O que pensa da afirmação: "almas são artigo de fé"? são ou não são?

Se são, creio que não haja mais o que discutir. O que dizer da trindade, por exemplo?
Pro católico é tão real quanto o sol, pro resto é puro bullshit. Em que base se discute com propriedade algo assim?

Se vai para o terreno da filosofia, é o que tento fazer aqui neste tópico. Oh! tem viés científicista contaminando tudo!
Mas tem mesmo, sou assim!
No entanto não argumentei só desse ponto de vista não, tentei (não sei se com sucesso ou não) usar de lógica tambem.
Ex: na discussão que envolve espaço, apontando inconsistências tentando emular um reductio ad absurdum, etc.
« Última modificação: 01 de Junho de 2019, 14:38:59 por Fenrir »
"Heaven and Earth are not benevolent; They treat the myriad of creatures as straw dogs"
― Laozi

"No testimony is sufficient to establish a miracle, unless the testimony be of such a kind, that its falsehood would be more miraculous, than the fact, which it endeavors to establish"
― David Hume

“Never argue with an idiot. They will drag you down to their level and beat you with experience.”
― Mark Twain

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.290
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #53 Online: 01 de Junho de 2019, 14:34:51 »
Quando alguém começa a fazer afirmações desembestadas do tipo, "Papai Noel espirito é composto de ou tem relação com matéria escura os sarcasmos e as ironias e chistes se impõem. É uma lei.
« Última modificação: 01 de Junho de 2019, 20:40:31 por Sergiomgbr »
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #54 Online: 01 de Junho de 2019, 20:22:31 »
Difícil mesmo é discutir essas bobagens espiritóides com um mínimo de seriedade porque demanda a suspensão do juízo crítico, mesmo que temporária, para entender e argumentar e isso nos atira de cabeça nesse mundinho de idéias malucas.

E já que mergulhamos nesse nonsense por livre e espontânea vontade por vários motivos, que o mergulho seja pelo menos divertido.

Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #55 Online: 02 de Junho de 2019, 00:52:26 »
Veja como funciona a mente espiritóide. Quando a anti-matéria era novidade logo ficou claro que o perispírito era constituído de anti-matéria. Os caras atiram em qualquer coisa.


Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #56 Online: 02 de Junho de 2019, 00:57:28 »
Sobre a matéria escura:


Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline JungF

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 559
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #57 Online: 02 de Junho de 2019, 11:16:21 »
Tá certo, Fenrir; não vou insistir.
Apenas esclarecer porque eu relacionei matéria escura com a matéria que constitui o Perispírito (não a alma). No Livro dos Espíritos publicado em 1857, as primeiras perguntas já mencionam uma matéria que estrutura toda a matéria existente, sem no entanto poder ser detectada por meios óticos.
Toda a teoria espiritista é baseada em ensinamentos provindos dos Espíritos, por via mediúnica; quer dizer não é abstração imaginativa do homem. Mas, claro, isso para os que acreditam na existência dos espíritos e sua interação com a humanidade.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #58 Online: 02 de Junho de 2019, 12:48:41 »
No Livro dos Espíritos publicado em 1857, as primeiras perguntas já mencionam uma matéria que estrutura toda a matéria existente, sem no entanto poder ser detectada por meios óticos.

O Livro dos Espíritos menciona muitas besteiras. Por que os crentes agora decidem acreditar nessa da matéria escura? Como sempre, não tem lógica.


Citar
Perg. 140 – Os astros influenciam igualmente na vida do homem?

- As antigas assertivas astrológicas têm a sua razão de ser. O campo magnético e as conjunções dos planetas influenciam no complexo celular do homem físico, em sua formação orgânica e em seu nascimento na Terra: porém, a existência planetária é sinônimo de luta. Se as influências astrais não favorecem a determinadas criaturas, urge que estas lutem contra os elementos perturbadores, porque, acima de todas as verdades astrológicas, temos o Evangelho, e o Evangelho nos ensina que cada qual receberá por suas obras, achando-se cada homem sob as influências que merece.

Citar
Perg 34. As moléculas tem uma forma determinada?
-- Sem dúvida que as moléculas tem uma forma, mas não a podeis apreciar.

34-a. Essa forma é constante ou variável?
-- Constante para as moléculas elementares primitivas, mas variável para as moléculas secundárias, que são aglomerações das primeiras. Isso que chamais molécula está ainda longe da molécula elementar.

Citar
Perg 42. Podemos conhecer a duração da formação dos mundos; da Terra, por exemplo?
-- Nada te posso dizer, porque somente o Criador o sabe; e bem louco seria quem pretendesse sabê-lo, ou conhecer o número de séculos dessa formação.

Citar
Perg 46. Ainda há seres que nasçam espontaneamente?

“Sim, mas o gérmen primitivo já existia em estado latente. Sois todos os dias testemunhas desse fenômeno. Os tecidos do corpo humano e do dos animais não encerram os germens de uma multidão de vermes que só esperam, para desabrochar, a fermentação pútrida que lhes é necessária à existência? É um mundo minúsculo que dormita e se cria.”

Citar
Perg 48. Podemos conhecer a época da aparição do homem e de outros seres vivos sobre a Terra?
-- Não; todos os vossos cálculos são quiméricos.

Citar
Perg 40. Serão os cometas, como agora se pensa, um começo de condensação da matéria, mundos em via de formação?

“Isso está certo; absurdo, porém, é acreditar-se na influência deles.

Citar
Perg 44. Donde vieram para a Terra os seres vivos?

“A Terra lhes continha os germens, que aguardavam momento favorável para se desenvolverem. Os princípios orgânicos se congregaram, desde que cessou a atuação da força que os mantinha afastados, e formaram os germens de todos os seres vivos. Estes germens permaneceram em estado latente de inércia, como a crisálida e as sementes das plantas, até o momento propício ao surto de cada espécie. Os seres de cada uma destas se reuniram, então, e se multiplicaram.”


Citar
Perg 53. O homem surgiu em muitos pontos do globo?

“Sim e em épocas várias, o que também constitui uma das causas da diversidade das raças. Depois, dispersando-se os homens por climas diversos e aliando-se os de uma aos de outras raças, novos tipos se formaram.”

Citar
Perg 55. São habitados todos os globos que se movem no espaço?

“Sim e o homem terreno está longe de ser, como supõe, o primeiro em inteligência, em bondade e em perfeição. Entretanto, há homens que se têm por espíritos muito fortes e que imaginam pertencer a este pequenino globo o privilégio de conter seres racionais. Orgulho e vaidade! Julgam que só para eles criou Deus o Universo.” Deus povoou de seres vivos os mundos, concorrendo todos esses seres para o objetivo final da Providência. Acreditar que só os haja no planeta que habitamos fora duvidar da sabedoria de Deus, que não fez coisa alguma inútil. Certo, a esses mundos há de ele ter dado uma destinação mais séria do que a de nos recrearem a vista. Aliás, nada há, nem na posição, nem no volume, nem na constituição física da Terra, que possa induzir à suposição de que ela goze do privilégio de ser habitada, com exclusão de tantos milhares de milhões de mundos semelhantes.

......





Citar
Toda a teoria espiritista é baseada em ensinamentos provindos dos Espíritos, por via mediúnica; quer dizer não é abstração imaginativa do homem. Mas, claro, isso para os que acreditam na existência dos espíritos e sua interação com a humanidade.

Não existem evidências sobre a existência dos espíritos logo a única hipótese viável e até o momento verdadeira é que os ensinamentos espiritóides provêm da mente criativa e muitas vezes doentia ou mentirosa dos médiuns.
« Última modificação: 02 de Junho de 2019, 18:18:00 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline JungF

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 559
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #59 Online: 03 de Junho de 2019, 12:10:06 »
É compreensível que se aponte falhas no discurso científico da DE porque esta não é sua finalidade, embora algumas das apontadas por Gigaview não estão essencialmente erradas. Por exemplo a que se refere às moléculas. Quem atua na área da Química perceberá nuances acertadas na tal resposta. Compare-se por exemplo um átomo de Oxigênio, na Tabela periódica, com a forma como se apresenta na natureza, ou seja, sua forma molecular.
Mas ante o rigorismo da crítica, neste particular, alguns aspectos carecem ser esclarecidos os quais mais destacam a grandeza da proposta de Kardec quando assume a orientação de que a Ciência deve ser acatada em primeiro lugar, ante as proposições doutrinárias relativamente à ciência.
Para que isto fique claro, por favor leiam este pequeno trecho do prefácio ao Livro dos Espíritos pelo autor e pesquisador Hernani Guimarães Andrade, em que esta postura de Kardec é enfaticamente exaltada.

 O lançamento de uma nova tradução dos livros da Codificação enseja
releituras não apenas nos textos, mas em nossas próprias ideias, mesmo
porque as obras relançadas costumam trazer prefácios ou apresentações e
enriquecedoras notas de rodapé. Mais importante que isso, no entanto, é
a oportunidade para um respeitoso reexame na metodologia, na seriedade
e na competência que Allan Kardec imprimiu ao seu trabalho.
Convidado para escrever esta reapresentação, empreendi uma
viagem de volta a antigas reflexões que me levaram a retraçar os passos
do Codificador na elaboração da Doutrina e como ele próprio situou-se
diante dela.
Foi, aliás, com esse objetivo que escrevi em 1972 o artigo intitulado
“A obra de Kardec e Kardec diante da obra”, publicado em Reformador
de março daquele ano e posteriormente incluído no livro Nas Fronteiras do Além (edição FEB). Entendia eu, e ainda assim penso, que não apenas a obra do Codificador é importante, mas também as posturas que ele assumiu diante dela. Ao primeiro volume deu o título singelo e significativo de O Livro dos Espíritos, colocando-se na modesta posição de discreto organizador.
Mas não era só isso que me interessava. Eu desejava saber como ele resolvera a delicada questão de formatar uma doutrina essencialmente evolutiva atenta às imposições do processo de expansão do conhecimento, e, ao mesmo tempo, estabilizada em bases sólidas insuscetíveis de desgaste e obsolescência. Em outras palavras: o que fez ele para identificar e separar com nitidez o que teria de ser permanente, nuclear, inegociável, em contraste com a transitoriedade característica e necessária à dinâmica da evolução. Sem o que não teria reservado espaço suficiente para acomodação das imprevisíveis e imponderáveis surpresas do futuro. No seu modo de ver, a doutrina teria de estar preparada até mesmo para modificar-se naquilo em que, porventura, viesse a chocar-se com descobertas científicas e com novos aspectos da verdade.
Essa corajosa atitude me impressionou fortemente quando de minhas primeiras explorações em O Livro dos Espíritos. O que, exatamente, significava isso? – me perguntava. Entendia-se minha perplexidade porque, na visão ignara do neófito, a afirmativa me parecia algo temerária. Seria o Espiritismo um corpo amorfo e invertebrado de ideias, pronto para modificar-se ao sabor dos ventos e dos eventos?
Logo, porém, me rendi ao óbvio. Com aquela postura, Kardec
evidenciava, ao mesmo tempo, seu respeito à ciência e à verdade, tanto
quanto sua convicção de que permaneciam nas estruturas doutrinárias
o que poderíamos chamar de conceitos pétreos, entre os quais, preexistência e sobrevivência do ser à morte corporal, imortalidade, responsabilidade de cada um por seus atos, palavras e intenções.
   (Destaque meu).

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #60 Online: 03 de Junho de 2019, 13:26:04 »
Acho que você não entendeu ou não quer entender. Essa conversa mole que enfatiza as "modificações naquilo que vier a chocar-se com as descobertas científicas" só funciona como desculpa esfarrapada para as besteiras ditas pelos "espíritos superiores".

O que impressiona é que mesmo reconhecendo que esses e "espíritos" disseram e continuam dizendo bobagens, muita gente ainda  acredita neles. Todos os erros, contradições e fraudes não são suficientes para criar um ponto mínimo de dúvida na mente dos crentes.

Pelo contrário, apesar de todas as sandices registradas como fatos inquestionáveis, os crentes ainda garimpam concordâncias científicas, interpretações alternativas ou apelos a contextos históricos dentre tantos outros recursos disponíveis ao autoengano para tentar validar algo no meio de tanta bobagem.

Pior ainda, mesmo diante de tanta besteira confirmada, legitimam como verdade uma penca de afirmações e conceitos doutrinários, saídas da mesma fonte duvidosa, que são incapazes de provar.

« Última modificação: 03 de Junho de 2019, 20:12:49 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Online Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.861
  • Sexo: Masculino
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #61 Online: 03 de Junho de 2019, 17:18:26 »
 :ok: Tivemos ontem no Pere Lachaise e por mero acaso lobriguei a seguinte inscrição tanto profundamente comovente quanto um choque de realidade vis-à-vis as fantasias espíritas [+/- assim]: a morte que nos separou nos reunirá nesta sepultura .
É isso: é só pra sepultura que vamos. Por isso é que os "espíritos" se "escondem": porque não existem :D
E bem perto do Kardec :!: Só que pro lado das escadas(entrada principal).
By the way... não tinha brasileiros (fora nós, claro :hehe:) + tava repleta de flores novas como sempre e tinha até velas propiciatorias (apagadas) aparentemente da igreja Ortodoxa -- aquelas que vêm em copinhos c/imagem da Virgem ou Santos gravada :ok:
« Última modificação: 03 de Junho de 2019, 17:49:06 por Gorducho »

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.290
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #62 Online: 03 de Junho de 2019, 17:26:12 »
Bom, nem pra sepultura alguém vai. A não ser que seja enterrado vivo, é claro.😁
Até onde eu sei eu não sei.

Online Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.861
  • Sexo: Masculino
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #63 Online: 03 de Junho de 2019, 17:40:11 »
+ que é comovente a inscrição é...
Imaginamos o amor dessas pessoas... E tão realista e bem perto do Kardec -- por mero acaso lobriguei (eu), claro.
Em poucos metros o contraste chocante entre a fantasia dele Kardec e o que até agora pelo menos sabemos acerca da realidade das cousas :ok:
« Última modificação: 03 de Junho de 2019, 17:46:26 por Gorducho »

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.290
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #64 Online: 03 de Junho de 2019, 17:48:33 »
Acho mais que esse negócio de admoestar envolvendo sepulturas tem mais a ver com quem fica...
Até onde eu sei eu não sei.

Online Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.861
  • Sexo: Masculino
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #65 Online: 03 de Junho de 2019, 17:51:26 »
Óbvio... tanto que a inscrição certamente foi mandada gravar pela pessoa que ficou. Não iriam por isso ANTES, previamente. É reflexo de imensa dor.

Offline montalvão

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 701
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #66 Online: 06 de Junho de 2019, 23:32:10 »
Começo afirmando que uma alma ocupa lugar no espaço.
E explico, partindo dos pressupostos pelo que geralmente se entende por alma:

Uma alma está associada a um corpo (em vida), anima este corpo e esta confinada a ele.
Mesmo quando uma alma qualquer já não pertence a um ser vivente e perambula por ai, ela tem um limite, pois se não tivesse, englobaria outras almas e outros seres viventes e se misturaria com eles. Se não tivesse limite algum, não poderia ser localizada quer seja no "céu", paraíso, umbral, inferno ou purgatório. Não estaria em lugar algum ou em todos os lugares. Isso obviamente não acontece, a menos que se queira assumir teses como as de Avicena, de uma alma coletiva compartilhada por todos.
.
Para ocupar lugar no espaço a coisa precisa ser matéria, a alma é alegadamente constituída de algo não material, portanto, não precisa de espaço para ocupar. Mas, mesmo concebendo-se que seja um construto material sutil nenhum problema teria em ocupar o mesmo lugar que ocupa o corpo, visto que este tem espaço de sobra para acomodar uma ou mais almas. No espaço intercelular cabe qualquer alma. Se recuarmos mais no diminuto, o mundo microscópico tem muitas moradas!
.
Um’alma material poderia ser um tiquinho petitinho de qualquer coisa, tão diminuta que se acomodaria em algum desvão do organismo sem incomodar ninguém...
.
Citação de: Fenrir
Ora, se ocupa lugar no espaço e em adição a isto muda no decorrer do tempo, conforme seus méritos e deméritos, forçosamente esta sujeita a corrupção (morte, destruição, dissolução, etc). Pois não parece haver nada que se situe no espaço e no tempo e seja tambem incorruptível, indestrutível e eterno. Usando um exemplo da ciência, especula-se que mesmo um próton desintegraria no decorrer de um tempo de 10^200 anos. É um número ridiculamente grande, mas não infinito. Alem disso, tais atributos de incorruptibilidade e eternidade são comumente associada a deus (ou deuses), que forçosamente teriam que transcender espaço e tempo e não se aplicam a uma alma, que do contrário se igualariam a deuses. No entanto, AS RELIGIÕES ALEGAM SER A ALMA IMORTAL.
.
“As religiões” alegam muitas coisas sobre a alma. Mesmo dentro de grupos religiosos que comunguem similar linha de pensamento, qual é o caso do cristianismo com sua multiplicidade de denominações, há grupos que defendem a imortalidade da alma e outros que questionam, estes pontificam que as almas podem ser aniquilados pelo poder superior, e afiançam que algumas certamente serão!
.
Outro modo de pensar a alma é não pensá-la em termos de individualidade. A alma individual seria efeito temporário de fenômeno místico (ilusão),  mais ou menos comparável às fagulhas que se alçam ao ar quanto se agita uma fogueira: por um lapso de tempo apartam-se do fogo que as produziu, brilham faceiras como se tivessem vida própria e logo caem de volta sobre as chamas que as geraram...
.
Ocupar lugar no espaço não necessariamente implica em estar sujeito à corrupção, muito menos em termos de méritos e deméritos. As almas poderiam ser imortais independente de terem produzido boas ou más obras. Se o espaço é indestrutível há de haver algo que nele esteja que acompanhe essa indestrutibilidade. O que acaba com as coisas é o desgaste que sofrem ao longo do tempo (ôpa, mais uma constante: agora temos espaço e tempo!). Se puder se manter no espaço sem desgaste, ou se recompondo indefinidamente quando sofrer perda, a coisa será indestrutível, ou imortal.
.
Eternidade, infinitude e imortalidade são coisas distintas. Eternidade é propriedade divina, posto que Deus não tem princípio nem fim. Infinitude é característica do que seja infindável, mas que pode ter princípio. Alguns infinitos progridem numa única direção,  qual a série dos números inteiros positivos. Se a esta se junta a série dos números inteiros negativos teremos um infinito bidirecionado... Já a imortalidade pressupõe sempre um início mas não um fim: o imortal tem começo, mas depois que começa não acaba mais...
.
Citação de: Fenrir
Tambem, se ocupa lugar no espaço, como pode animar qualquer corpo que seja, já que não se concebe que mais de um corpo possa ocupar o mesmo lugar no espaço?
.
Respondida acima...
.
Citação de: Fenrir
Mas as religiões alegam que uma alma animam um corpo e pode transmigrar de um corpo a outro. No caso de mediunidade e canalização, o problema se agrava, pois temos o corpo do médium, a alma dele e a alma canalizada ocupando o mesmo espaço...
.
“As religiões” não alegam que almas transmiguem de um corpo a outro, apenas ALGUMAS religiões defendem isso!
.
Na mediunidade não temos duas almas ocupando o mesmo espaço, isso ocorreria na possessão. A mediunidade kardecista propõe a intersecção de perispíritos.
.
Não vejo que o espaço fosse problema para as almas, mesmo que mais de uma estivesse no mesmo corpo. A questão a elucidar, neste caso, seria de comando: teriam espíritos desencarnados a faculdade de usurpar o comando de um corpo legitimamente ocupado pela alma que a ele foi destinada, ainda que temporariamente, a fim de usá-lo em proveito próprio?
.
Um ponto a ressaltar é que Kardec durante bom tempo resistiu à ideia de que um espírito desencarnado pudesse dominar um corpo vivo (possuí-lo). Até que teve conhecimento de relatos de possessos, principalmente possessas, que acabaram por convencê-lo.
.
Citação de: Fenrir
E o problema que já é ruim, piora ainda mais se incluirmos entidades intermediárias, como por exemplo perispíritos, que por sua vez, pelas mesmas razões da alma, tambem teriam que ocupar lugar no espaço.
.
Se ocupa lugar no espaço, como pode escapar a detecção? A ciência moderna é capaz de detectar mesmo coisas não visíveis como matéria escura e buracos negros e coisas que praticamente não se interagem com matéria, como os neutrinos. A física não concebe como algo que esteja no espaço-tempo einsteniano possa escapar totalmente a qualquer meio de detecção, como tambem de que modo algo que se supõe de uma natureza radicalmente distinta da matéria (mas ainda assim no espaço-tempo) possa interagir e influenciar aquela.
.
Se pode interagir de alguma forma, pode ser detectada pelos meios existentes, ou pode-se no mínimo tentar conceber uma forma de detecta-la e fazer experimentos. No entanto, mesmo após mais de 2000 anos de crenças em almas (remontando ao orfismo e ao hinduísmo), os resultados são nulos.
.
Assim sendo, sou forçado a concluir que almas não existem e as religiões, como sempre, estão erradas.
Materialism rulez again!
.
Em relação ao perispírito concordo centos por cento. Se essa interface, como postulou Kardec, tem sua parcela material,  então deveria ser detectável...
.
No que diz respeito à alma não, ela pode ser inalcançável pelos detetores tecnológicos e estar por aí, livre, leve e solta... solta não: presa ao corpítio que lhe foi destinado...

Offline Fenrir

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.102
  • Sexo: Masculino
  • Cave Canem
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #67 Online: 07 de Junho de 2019, 06:37:35 »
Boas colocações.

Sabemos que um átomo é um grande vazio, então considerando seus argumentos, podemos afirmar que no corpo há espaço mais que suficiente para uma legião inteira de almas com seus respectivos perispíritos.

No entanto, nós mesmos e uma parede qualquer, mesmo de metal ou concreto estamos repletos destes vazios e não conseguimos atravessar a parede. O que nos impede de fazer isso? A famigerada força eletromagnética.

Assim, se almas podem se aninhar nos espaços entre os átomos, não podem estar sujeitas a força eletromagnética.
Mas como voce mesmo disse, a alma não seria matéria (ou seria algum tipo beeem exótico dela), então vamos supor que  tal entrelaçamento seja possível.

Porem, o que fazer com o perispírito?
Pela sua natureza intermediária, de interface, nao me parece que o mesmo possa ser indiferente as forças fundamentais da natureza.

Pode-se livrar a alma dos problemas que coloquei afirmando decididamente sua natureza não-material, ou espiritual que seja. Mas ela interage com  matéria e o mundo fisico...
Embora possa ser um nada fisicamente falando, anima corpos fisicos, corpos estes sujeitos as forças fundamentais da natureza. Na minha opinião, o nada, nada faz.

Finalmente, se livramos a alma de todos os grilhões do mundo físico, como a detectamos, demonstramos que existe de fato? Gente da envergadura de um Ockham argumentou há uns 700 anos sobre a impossibilidade de se demonstrar coisas assim.
Dessa forma, eis que a alma e seus pressupostos se tornam tão artigo de fé quanto o bizarro dogma monoteísta-trideísta da trindade.

Concordo que nem TODAS religiões alegam o que afirmei.
Então, corrijo o argumento pedindo que tenha em mente ao le-lo apenas aquelas religiões que sustentam o que afirmei lá no início, sobre almas existirem, serem imortais, transmigrarem  e etc.
« Última modificação: 07 de Junho de 2019, 07:16:20 por Fenrir »
"Heaven and Earth are not benevolent; They treat the myriad of creatures as straw dogs"
― Laozi

"No testimony is sufficient to establish a miracle, unless the testimony be of such a kind, that its falsehood would be more miraculous, than the fact, which it endeavors to establish"
― David Hume

“Never argue with an idiot. They will drag you down to their level and beat you with experience.”
― Mark Twain

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #68 Online: 07 de Junho de 2019, 11:20:46 »
Anti-matéria. Alma e perispírito é tudo anti-matéria, apesar de alguns espíritos mais evoluídos acharem que tem relação com a matéria escura.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.290
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #69 Online: 07 de Junho de 2019, 11:28:02 »
Agora que eu vi que de acordo com o título do tópico, são argumentos filosofico....
Até onde eu sei eu não sei.

Offline montalvão

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 701
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #70 Online: 07 de Junho de 2019, 13:03:38 »
O materialista ou fisicalista não pode negar a existência de informação.
E não pode negar também a impossibilidade de se destruir a informação.
 

A não ser que postule informação em termos místicos, a qual vagaria pelo universo ad aeternum e teria cópia de segurança armazenada nos akhasicos, informação não preservada é informação perdida, destruída...
.
Quantos eventos não sucederam desde que o mundo é mundo, desde que o cosmo é cosmo, e se foram sem deixar rastos?
.
Quantos seres não viveram desde a aurora dos tempos, dos quais não ficou nem unhinha de lembrança?
.
Mas, se estiver tudo nos akhasicos então estamos salvos. Deus, Brahma, Shiva e Vishnu sejam louvados!

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #71 Online: 07 de Junho de 2019, 13:21:50 »
O materialista ou fisicalista não pode negar a existência de informação.
E não pode negar também a impossibilidade de se destruir a informação.
 

A não ser que postule informação em termos místicos, a qual vagaria pelo universo ad aeternum e teria cópia de segurança armazenada nos akhasicos, informação não preservada é informação perdida, destruída...
.
Quantos eventos não sucederam desde que o mundo é mundo, desde que o cosmo é cosmo, e se foram sem deixar rastos?
.
Quantos seres não viveram desde a aurora dos tempos, dos quais não ficou nem unhinha de lembrança?
.
Mas, se estiver tudo nos akhasicos então estamos salvos. Deus, Brahma, Shiva e Vishnu sejam louvados!


Ora bolas....por que o universo está em expansão? Informação.

O universo é um container elástico de informação. Os arquivos akhasicos (matéria escura) é a memória do universo.
« Última modificação: 07 de Junho de 2019, 13:24:11 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline montalvão

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 701
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #72 Online: 07 de Junho de 2019, 17:08:45 »
O materialista ou fisicalista não pode negar a existência de informação.
E não pode negar também a impossibilidade de se destruir a informação.
 

A não ser que postule informação em termos místicos, a qual vagaria pelo universo ad aeternum e teria cópia de segurança armazenada nos akhasicos, informação não preservada é informação perdida, destruída...
.
Quantos eventos não sucederam desde que o mundo é mundo, desde que o cosmo é cosmo, e se foram sem deixar rastos?
.
Quantos seres não viveram desde a aurora dos tempos, dos quais não ficou nem unhinha de lembrança?
.
Mas, se estiver tudo nos akhasicos então estamos salvos. Deus, Brahma, Shiva e Vishnu sejam louvados!


Ora bolas....por que o universo está em expansão? Informação.

O universo é um container elástico de informação. Os arquivos akhasicos (matéria escura) é a memória do universo.

Minha nossa senhora da periquita banguela! E eu não tinha pensado nisso?!
.
Não sei o que seria d'eu sem ocê...

Offline montalvão

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 701
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #73 Online: 07 de Junho de 2019, 17:12:54 »
Anti-matéria. Alma e perispírito é tudo anti-matéria, apesar de alguns espíritos mais evoluídos acharem que tem relação com a matéria escura.

E bota escura nisso...

Offline Fenrir

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.102
  • Sexo: Masculino
  • Cave Canem
Re:Argumentos filosoficos contra existencia de almas
« Resposta #74 Online: 07 de Junho de 2019, 17:41:24 »
queria por um virus nesses registros akhasicos ou entao apagar tudo, tipo trollar o universo inteiro
"Heaven and Earth are not benevolent; They treat the myriad of creatures as straw dogs"
― Laozi

"No testimony is sufficient to establish a miracle, unless the testimony be of such a kind, that its falsehood would be more miraculous, than the fact, which it endeavors to establish"
― David Hume

“Never argue with an idiot. They will drag you down to their level and beat you with experience.”
― Mark Twain

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!