Autor Tópico: Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?  (Lida 4933 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #25 Online: 23 de Junho de 2019, 11:57:20 »

Vc mesmo não dizia que era crime de calúnia?


Pensa aí:     Se     no exercício profissional de jornalismo  a divulgação de informações que prejudicam um agente ou ex agente estatal fossem crimes,  então como é que a imprensa teve tanta liberdade para divulgar toneladas de informações que prejudicaram vários integrantes do PT ?



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #26 Online: 23 de Junho de 2019, 12:02:02 »
SIGILO DA FONTE


TAÍS GASPARIAN | 03.07.2017

Imagem: clasesdeperiodismo via VisualHunt / CC BY-SA


Embora tenha proteção constitucional, o resguardo do sigilo da fonte tem encontrado algumas resistências no país nos últimos anos.  Alguns episódios – poucos, é verdade, mas que já bastam como alerta – revelam também que, para além das resistências, o conceito ainda não é claro para grande parcela da população, mesmo para magistrados.


O sigilo de fonte constitui um dos vértices de sustentação do direito de acesso à informação e da liberdade de imprensa. Esse direito, dada a sua relevância, recebeu proteção constitucional justamente no capítulo que trata dos direitos e das garantias fundamentais, e precisamente no tópico que se refere à liberdade de informação: Art. 5º. XIV – é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional.


O vocábulo fonte, nesse capítulo da Constituição Federal, tem então o sentido de origem, procedência. É assegurado o sigilo sobre a procedência das informações, para que fluam livremente e que todos tenham acesso a elas. É o que dispõe o texto constitucional.


O veículo e o jornalista, no exercício de sua atividade, que muitas vezes é de natureza investigativa, tem o direito de não revelar a matriz dos dados ou das notícias que veiculam. Ninguém pode ser obrigado, então, a declinar o nome da pessoa (revelar a identidade) nem a apresentar documentos ou materiais, inclusive gravações ou fotografias, que constituam a origem de uma informação.


É uma forma de proteção da informação e também daquele que faz uma denúncia ou que comunica o conteúdo de um dado sensível. Muitas pessoas não denunciam crimes ou indícios de ilícitos de que tem conhecimento por medo de represálias. Não é por outro motivo que existem diversos canais de denúncia que protegem os denunciantes sob o anonimato e, em outra seara, há os mecanismos de proteção a testemunhas.


Essa proteção ao sigilo da fonte tem uma peculiaridade. Ela diz com a ética e com a confiança que aquele que detém a informação deposita no veículo ou no jornalista. Trata-se de uma garantia ao jornalista (garantia de que não será obrigado a revelar sua fonte) que protege o informante. Ou, melhor dizendo, que protege a livre disseminação da informação.



A garantia de resguardo da fonte não é uma invenção brasileira. Muito ao contrário. Tratados internacionais, dos quais o Brasil é signatário, contém a mesma proteção. A Declaração de Chapultepec (que dispõe no item 3 que “Não se poderá obrigar a nenhum jornalista a revelar suas fontes de informação”), e a Declaração de Princípios sobre a Liberdade de Expressão da OEA (que dispõe, no item 8 que “Todo comunicador social tem o direito de reserva de suas fontes de informação, anotações, arquivos pessoais e profissionais”) são alguns exemplos que se destacam. Até mesmo na famigerada Lei de Imprensa, do governo militar, que foi ab-rogada recentemente pelo STF, o sigilo da fonte já era protegido. Nos EUA, igualmente, a proteção é ampla.


Por essa razão causa espanto que alguns Magistrados ainda se vejam com dificuldade de aceitar o instituto e, sobretudo, sua função – que é justamente a de proteger a fonte.



http://dissenso.org/sigilo-da-fonte/

« Última modificação: 23 de Junho de 2019, 12:11:15 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #27 Online: 23 de Junho de 2019, 12:05:24 »
O respeito ao sigilo da fonte


Rogério Tadeu RomanoRogério Tadeu Romano

Publicado em 01/2015. Elaborado em 01/2015.


 DIREITO CONSTITUCIONALDIREITOS FUNDAMENTAIS (DIREITO CONSTITUCIONAL)IMPRENSA E INFORMAÇÃO LIBERDADE DE IMPRENSA


A Constituição assegura o sigilo da fonte. Assim nem a lei, nem a Administração, nem os particulares podem compelir um jornalista a denunciar a pessoa ou o órgão de quem obteve a informação.

Dita o artigo 5º, XIV, da Constituição Federal:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

XIV - e assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional.


Em histórica decisão, o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowiski, deferiu parcialmente liminar na Reclamação 19.464, para suspender decisão do juízo da 4ª Vara Federal de São José do Rio Preto (SP) que autorizou a quebra do sigilo telefônico de jornalista acusado de divulgar informações confidenciais acerca de operação deflagrada pela Polícia Federal, e também do jornal onde trabalha.

Na ação, a Associação Nacional dos Jornalistas alegou que a decisão do juiz de primeira instância viola autoridade do Supremo Tribunal Federal no julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 130, ocasião na qual a Corte considerou não recepcionada pela Constituição Federal de 1988 a Lei de Imprensa (Lei 5.250/67).

Discute-se na decisão tomada pelo juízo de primeiro grau se houve violação ao direito fundamental da liberdade de imprensa, bem como na regra constitucional que resguarda o sigilo da fonte jornalística.

Bem disse Celso Ribeiro Bastos (Comentários à Constituição do Brasil, volume II, pág. 81) que a Constituição consagrou o chamado direito de se informar.

Por sua vez, o acesso à informação ganhou uma conotação particular quando é  levado a efeito por profissionais, os jornalistas. A Constituição assegura o sigilo da fonte. Assim nem a lei, nem a Administração, nem os particulares podem compelir um jornalista a denunciar a pessoa ou o órgão de quem obteve a informação.

A medida tomada pela Constituição é imperativa no sentido de resguardar o bom desempenho da atividade de informar.

Bem se diz que com o sigilo da fonte ampliam-se as possibilidades de recolhimento de material informativo.

O sigilo da fonte é alçado a direito fundamental. Basta ver que, se um jornalista, um comentarista, um apresentador ou radialista for interpelado criminalmente, não estará obrigado a indicar o nome do informante ou mesmo o local onde conseguiu a notícia.

Resguarda a Constituição o direito do informador.

Lembre-se a lição do Ministro Celso de Mello, no julgamento do Inq. 870-02/RJ, Relator Ministro Celso de Mello, DJU de 15 de abril de 1996, quando disse que o sigilo da fonte corrobora uma “garantia de ordem jurídica que, outorgada a qualquer jornalista em decorrência de sua atividade profissional, destina-se, em última análise, a viabilizar, em favor da própria coletividade, a ampla pesquisa dos fatos ou eventos cuja revelação se impõe como consequência ditada por razões de estrito interesse público(...). Isso claramente significa que a prerrogativa concernente ao sigilo da fonte, longe de qualificar-se como mero privilégio de ordem pessoal ou estamental, configura, na realidade, meio essencial de concretização do direito constitucional de informar, revelando-se oponível, em consequência, a quaisquer órgãos ou autoridades do Poder Público, não importando a esfera em que se situe a atuação institucional dos agentes estatais interessados.”

 Disse ainda o Ministro Celso de Mello, naquela decisão que, “a proteção constitucional que confere ao jornalista o direito de não proceder a disclosure da fonte de informação ou de não revelar a pessoa de seu informante desautoriza qualquer medida tendente a pressionar ou a constranger o profissional de imprensas a indicar a origem das informações a que teve acesso.”

Assim os jornalistas assim agindo, no exercício legítimo de uma prerrogativa constitucional, não podem sofrer qualquer sanção penal, civil ou administrativa.

Lembre-se que a atual Constituição omitiu-se contra a censura de sorte que pura e simplesmente não a contempla.

Proíbe-se a censura prévia e ainda a posterior que se traduz no impedimento de sua difusão ou divulgação.

A Imprensa livre é essencial à liberdade democrática, ao Estado de Direito, à Democracia.



https://jus.com.br/artigos/35428/o-respeito-ao-sigilo-da-fonte

« Última modificação: 23 de Junho de 2019, 12:08:21 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #28 Online: 23 de Junho de 2019, 12:07:02 »


Tá muito  divertido ver pseudo democratas atacando ferozmente um jornalista e passando por cima do direito constitucional de sigilo da fonte.


Realmente tá nota 10     :ok: :ok:

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.657
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #29 Online: 23 de Junho de 2019, 12:10:18 »

Vc mesmo não dizia que era crime de calúnia?


Pensa aí:     Se     no exercício profissional de jornalismo  a divulgação de informações que prejudicam um agente ou ex agente estatal fossem crimes,  então como é que a imprensa teve tanta liberdade para divulgar toneladas de informações que prejudicaram vários integrantes do PT ?




Foda-se se a informação prejudica X ou Y desde que seja verdadeira mas o que fizeram foi divulgar informações que não tiveram qualquer perícia para verificar se são verdadeiras ou falsas.

Assim fica fácil.

O que estou discutindo não é se o cara tem direito ou não tem direito a proteger a fonte mas se ele tem direito ou não tem direito de publicar algo sem confirmação de veracidade.

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.479
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #30 Online: 23 de Junho de 2019, 12:10:37 »


Tá muito  divertido ver pseudo democratas atacando ferozmente um jornalista e passando por cima do direito constitucional de sigilo da fonte.


Realmente tá nota 10     :ok: :ok:

Caso não saiba, existem dois princípios constitucionais que podem atropelar esse direito mencionado acima. O princípio de direito a privacidade e o princípio de que ninguém pode se beneficiar da própria torpeza (isto é, fazer afirmações sem provas que mancham reputações de autoridades públicas para vender jornal).

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #31 Online: 23 de Junho de 2019, 12:14:55 »

O que estou discutindo não é se o cara tem direito ou não tem direito a proteger a fonte mas se ele tem direito ou não tem direito de publicar algo sem confirmação de veracidade.




Que eu saiba não existe lei que obrigue a  que jornalistas só divulguem informações  que já tenham sido  investigadas e provadas como verdadeiras. Se assim fosse  jornalistas  só poderiam divulgar resultados de processos após trânsito em julgado   (no que diz respeito a possíveis ilegalidades de ações de pessoas) .

Jornalistas tem o direito de divulgar  informações sobre possíveis crimes de agentes estatais ou de pessoas que não sejam agentes estatais,  que estejam sendo denunciados por alguma fonte.

A prova da verdade da denúncia caberá primordialmente aos agentes  que são pagos para investigar e julgar.  Isto não é uma tarefa e obrigação prévia de jornalistas.



« Última modificação: 23 de Junho de 2019, 12:20:06 por JJ »

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.657
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #32 Online: 23 de Junho de 2019, 12:28:17 »
.Artigo 138.

Artigo 138: Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime:

Pena – detenção, de 6 (seis) meses a 2 (anos), e multa.

§ 1º: Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga.


Quando vc divulga algo sem verificação de autenticidade e afirma que é autentico está cometendo o crime acima.



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #33 Online: 23 de Junho de 2019, 12:34:26 »

1) Divulgar conversas de agentes estatais não é  o mesmo que imputar falsamente algum  fato definido como crime;


2) Você está agindo como se fosse várias  autoridades estatais  oficiais que já investigaram  e  julgaram, após todo o devido processo legal, que a  informação  não seja verdadeira. 



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #34 Online: 23 de Junho de 2019, 12:38:14 »


Vou reiterar:


A prova da verdade da denúncia caberá primordialmente aos agentes  que são pagos para investigar e julgar.  Isto não é uma tarefa e obrigação prévia de jornalistas.




Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.657
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #35 Online: 23 de Junho de 2019, 12:57:36 »

1) Divulgar conversas de agentes estatais não é  o mesmo que imputar falsamente algum  fato definido como crime;


2) Você está agindo como se fosse várias  autoridades estatais  oficiais que já investigaram  e  julgaram, após todo o devido processo legal, que a  informação  não seja verdadeira. 




A questão é exatamente essa.

Divulgou conversas entre autoridades? Que conversa se nem mesmo o Telegran afirma que guarda registros?
Vc supõe que existe uma conversa ou que não foi convenientemente alterada no caso de existir mas o caso é que sem os registros originais só tem a palavra do cara que divulgou.


Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.657
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #36 Online: 23 de Junho de 2019, 13:00:00 »


Vou reiterar:


A prova da verdade da denúncia caberá primordialmente aos agentes  que são pagos para investigar e julgar.  Isto não é uma tarefa e obrigação prévia de jornalistas.





O Pingão deu a bunda na cadeia.

Não tem nada registrado em vídeo nem testemunhas.

Pronto, cabe a vc provar que estou mentindo.

Assim fica fácil.


Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #37 Online: 23 de Junho de 2019, 14:33:26 »


Cheiro de defensor enrustido de "Lula Livre" nós sentimos de longe.
Cheiro de defensor enrustido  de   agente  estatal    nós sentimos de longe.   

Liberalismo coisa nenhuma o negócio é estatismo e  muito  poder para os maravilhosos agentes estatais.

O irônico (e triste) é que a posição de "pureza" do JJ ajuda muito mais o lado 'mais estatista', 'mais anti-liberal' e o único efetivamente criminoso que é o da caterva petista.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #38 Online: 23 de Junho de 2019, 14:40:48 »
Olhe aí. Estão dizendo que as investigações preliminares da PF coincidem nas informações com as do Pavão Misterioso: https://istoe.com.br/cerco-aos-hackers/

A mídia criptopetista trata a palavra de criminosos crackers e seus cúmplices como fato consumado. Vamos ver o que dirão da Isto É e das investigações oficiais da PF que a revista alega existir.

Mesmo a obtenção das conversas sendo criminosa porque o conteudo não seria fato consumado? Uma coisa não anula a outra.
É claro que politicamente a Lava jato irá ganhar com a descoberta dos criminosos que invadiram o celular mas fato é que o teor das conversas ainda seria o mesmo, um juiz ajudando e aconselhando uma das partes contra a outra.

Ou então quando Sergio Moro vazou o audio da Dilma e Lula, (poderiamos chamar de ilegalmente? uh?), o conteudo não era um fato consumado por estar fora do prazo (poderiamos chamar de ilegalmente? uh?) ?

"Determinei a interrupção da interceptação, por despacho de 16/03/2016, às 11:12:22 (evento 112). Entre a decisão e a implementação da ordem junto às operadoras, colhido novo diálogo telefônico, às 13:32, juntado pela autoridade policial no evento 133. Não havia reparado antes no ponto, mas não vejo maior relevância", escreveu o juiz

E é interessante notar que Moro nunca vê relevância em nada que o comprometa. :ok:

O seu legalismo está correto, sob o ponto de vista estrito da lei.

Mas infelizmente isto ajuda a única parte efetivamente criminosa, que é a dos larápios condenados e presos.

Se os canalhas forem soltos, eu acho que caminhamos para uma guerra civil.
Foto USGS

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.491
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #39 Online: 23 de Junho de 2019, 14:40:58 »


Vou reiterar:


A prova da verdade da denúncia caberá primordialmente aos agentes  que são pagos para investigar e julgar.  Isto não é uma tarefa e obrigação prévia de jornalistas.





O Pingão deu a bunda na cadeia.

Não tem nada registrado em vídeo nem testemunhas.

Pronto, cabe a vc provar que estou mentindo.

Assim fica fácil.




Numa linha similar, questão aos entendidos em bitcoins:

Como é que se sabe de fato das transações apontadas, conversões, versus apontar que uma das transações apontadas como a "chave" (parece que são pelo menos duas diferentes, por diferentes pessoas, o que sugere que o "pavão" nem apontou uma diretamente ele mesmo), versus, que, sei lá, em seguida foi convertido na moeda do Zimbábue, para depois algo na moeda da Romênia, e então foi tudo para Campinas e para o Rio Grande do Sul, onde foi tudo gasto em mamadeiras de piroca?

Ou, como se sabe que ao menos uma fração não foi usada para mamadeiras de piroca? Nada parece evidenciar o contrário.

E que em vez de Jean Wyllys ter vendido o cargo para o suplente, tivesse vendido na verdade um corte de cabelo chiquérrimo?

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #40 Online: 23 de Junho de 2019, 14:43:50 »

O irônico (e triste) é que a posição de "pureza" do JJ ajuda muito mais o lado 'mais estatista', 'mais anti-liberal' e o único efetivamente criminoso que é o da caterva petista.



Não gosto da caterva petista.  Mas, também não vejo  liberalismo no agente estatal ( que fazia parte de uma casta de burocratas fiéis praticantes de captura de renda)  que alguns apaixonadamente estão defendendo. Muito pelo contrário, vejo um estatista que acredita profundamente  que   usar o monopólio da força estatal  e dar mais ainda poder para o Estado investigar, confiscar e prender é a grande saída  para os problemas do povo brasileiro. 


Eu não acredito nesse caminho. Não acredito  que o grande caminho é aumentar ainda mais o poder de  agentes estatais tornando-os super poderosos. 

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #41 Online: 23 de Junho de 2019, 14:47:41 »
Se os canalhas forem soltos, eu acho que caminhamos para uma guerra civil.



Guerra civil é praticamente impossível  (quem financiaria uma caríssima guerra civil num país continental ? Pois, até um milhão de dólares por dia seria pouco para tal empreendimento).

Já um golpe militar não seria de todo improvável.



Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.491
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #42 Online: 23 de Junho de 2019, 14:52:56 »
https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/15165/estrategicamente-para-evitar-deportacao-jornalista-americano-casou-se-e-adotou-filhos-brasileiros.amp

Como vocês avaliam a hipótese supra?

Completo delírio ou razoavelmente plausível?

"Plausível" pode se dizer que "é," no sentido de que não é absolutamente impossível, mas está mais ou menos no mesmo nível de simplesmente postular que um casamento aleatório de alguém que se queira difamar na verdade é arranjado por dinheiro, extorsão, esse tipo de coisa.

Acho que esse advogado aí se arrisca a tomar um belo processo de calúnia e/ou difamação. Ele nem coloca as coisas em termos de hipótese, mas certeza. "Não tenham dúvida que desde a posse dos novos parlamentares, em 1/2/2019, isso que acontece agora já estava sendo planejado."

Recomendaria inclusive cautela em reproduzir esse tipo de coisa, pois tenho ouvido que também pode ser enquadrado como calúnia a mera promoção dessas coisas, muito embora acho que deva ser de maneira mais dedicada e "corroborada," em vez de sondando o que as pessoas acham. Ou talvez no mínimo algo bastante volumoso, em vez de fazerem uma busca no google por qualquer um que uma vez já linkou algo assim, de alguma forma.


(Diga-se de passagem, Lula não deportou o jornalista que apontou que ele gostava de cachaça; ele quis fazê-lo, mas a imprensa não deixou)

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.309
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #43 Online: 23 de Junho de 2019, 15:02:21 »

O irônico (e triste) é que a posição de "pureza" do JJ ajuda muito mais o lado 'mais estatista', 'mais anti-liberal' e o único efetivamente criminoso que é o da caterva petista.



Não gosto da caterva petista.  Mas, também não vejo  liberalismo no agente estatal ( que fazia parte de uma casta de burocratas fiéis praticantes de captura de renda)  que alguns apaixonadamente estão defendendo. Muito pelo contrário, vejo um estatista que acredita profundamente  que   usar o monopólio da força estatal  e dar mais ainda poder para o Estado investigar, confiscar e prender é a grande saída  para os problemas do povo brasileiro. 


Eu não acredito nesse caminho. Não acredito  que o grande caminho é aumentar ainda mais o poder de  agentes estatais tornando-os super poderosos. 

Eu concordo com você.

Mas estamos diante de uma situação cruel.

Eu concordaria integralmente com a sua análise se tivéssemos uma situação genérica do tipo 'agentes estatais superpoderosos versus civis inocentes'.

Mas não é o caso. Estamos diante de 'agentes estatais superpoderosos versus criminosos contumazes que usam o estado'.

« Última modificação: 23 de Junho de 2019, 15:57:43 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.491
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #44 Online: 23 de Junho de 2019, 15:06:14 »


Vou reiterar:


A prova da verdade da denúncia caberá primordialmente aos agentes  que são pagos para investigar e julgar.  Isto não é uma tarefa e obrigação prévia de jornalistas.





Não me parece "jornalismo" responsável fabricar escândalo através de seleção de frases de conversas roubadas sem primeiramente tratar com as partes envolvidas e sem um esforço para autenticação independente por alguma autoridade que considerem imparcial.

Até porque, dependendo do teor do "vazamento," pode ser calúnia ou difamação, o que deve ser crime, mesmo que feito em nome de jornalismo.
https://www.conjur.com.br/2018-jul-30/jornal-indenizara-desembargadora-120-mil-calunia


Concordo com Moro, que parece que tentaram fabricar um escândalo ainda maior com uma busca e apreensão no material d'the Intercept, e quaisquer outras medidas mais repressivas/autoritárias, para reforçar os coros anti-fascistas/anti-bolsonaristas. Se ferraram.

Pelo menos parecem ter sido cautelosos e não expuseram nada realmente crítico, apenas coisas que Moro mesmo alegou não fugirem da legalidade, ainda que outros possam questionar.

Para quem esperava algo nas linhas de "temos que prender esse Lula maldito mesmo, para isso precisamos fabricar umas provas bem fodidas contra esse marginal petralha," deve ser extremamente frustrante. Em pouco tempo o choque inicial vai passando e a poeira baixando, se vê que não tinha nada lá, e apenas minam sua credibilidade. As pessoas talvez aprendam a não dar tanto valor a um jornalista só porque uma fonte com um Pulitzer se jogou em seu colo.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.535
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #45 Online: 23 de Junho de 2019, 15:16:16 »
Citar
Moro, que é um dos convidados do 14º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, que a Abraji realizará de 27 a 29 de junho, erra ao insinuar que um veículo é cúmplice de crime ao divulgar informações de interesse público. O Intercept alega que recebeu de uma fonte anônima mensagens privadas de Moro e de procuradores da Lava Jato. Jornalistas e veículos não são responsáveis pela forma como a fonte obtém as informações.

Não é crime divulgar como verdadeiras as mensagens que não foram autenticadas? Então cometeram crime.

Se a moda pega, qualquer jornalista pode divulgar qualquer porcaria como verdade sem precisar provar nada.

A comparação com o caso Snowden (1983) não é pertinente. Ele trabalhou na NSA e divulgou documentos autênticos.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Pavlov probably thought about feeding his dogs every time someone rang a bell.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.535
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #46 Online: 23 de Junho de 2019, 15:21:17 »
Assistam "Snowden"  na Netflix.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Pavlov probably thought about feeding his dogs every time someone rang a bell.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.491
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #47 Online: 23 de Junho de 2019, 15:33:07 »
Parece que todas as conversas roubadas eram de Dallagnol.

Será que se tivessem roubado só conversas de Moro com o advogado de Lula (e de Lula com o advogado), os bolsonaristas mais radicais poderiam estar fazendo seleções e acusações no sentido contrário, de Moro ser na verdade um traidor comunista lula-livrista que só não conseguiu livrar Lula porque fazê-lo iria condenar também a si próprio? "Ele queria construir uma condenação frágil para que fosse derrubado na segunda instância."

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.657
  • Sexo: Masculino
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #48 Online: 23 de Junho de 2019, 16:56:25 »
Citar
Moro, que é um dos convidados do 14º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, que a Abraji realizará de 27 a 29 de junho, erra ao insinuar que um veículo é cúmplice de crime ao divulgar informações de interesse público. O Intercept alega que recebeu de uma fonte anônima mensagens privadas de Moro e de procuradores da Lava Jato. Jornalistas e veículos não são responsáveis pela forma como a fonte obtém as informações.

Não é crime divulgar como verdadeiras as mensagens que não foram autenticadas? Então cometeram crime.

Se a moda pega, qualquer jornalista pode divulgar qualquer porcaria como verdade sem precisar provar nada.

A comparação com o caso Snowden (1983) não é pertinente. Ele trabalhou na NSA e divulgou documentos autênticos.

Exatamente, o Snowden tinha documentos e o outro só tem um "recebi uma denúncia anônima com mensagens conseguidas ilegalmente por alguém que não vou identificar para proteger minhas fontes e sem comprovação de autenticidade!"

O exemplo que citei acima sobre o Pingão?  É mais ou menos como eu enviar uma carta para um telejornal qualquer dizendo que o Pingão deu a bunda na cadeia, sem oferecer qualquer prova, e esperar que publiquem como sendo notícia verdadeira, afinal como o JJ disse é  função da PF confirmar a denúncia.

E até lá que se dane o alvo da notícia é o estrago que ela fez.

Na verdade os petistas contam com isso mesmo sabendo que mais hora ou menos hora alguém vai descobrir tudo e a verdade não terá tanta divulgação quanto a mentira.

Já viu notícia de jornal ocupando página inteira com algum escândalo que depois se descobre ser falso?

E a notinha de rodapé que publicam depois dizendo que erraram?

Offline Muad'Dib

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.758
Re:Vaza Jato do The Intercept e vazamento do Show do Pavão não são iguais?
« Resposta #49 Online: 23 de Junho de 2019, 17:21:53 »
Se ao menos o Moro tivesse negado imediatamente o teor das conversas...

É difícil acreditar no povo. O fato do Moro não ser o santo salvador da nação não faz do Lula um inocente que deveria ser solto. O Lula está onde deveria estar, mas o Moro abusou do seu papel como juiz. Não sei vocês, mas acho que esse tipo de coisa não pode virar moda em uma democracia. O Moro não pode virar um membro do STF.

E atacar o Intercept é outro absurdo. Fica descarado que estão loucos tentando defender o São Moro e precisam matar o mensageiro.

Podem aceitar que o "juiz da lava jato" não é o cara imaculado que todos pensavam.

E engraçado como a sexualidade do infeliz é usada de forma bem sutil. Dog Whistle total.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!