Autor Tópico: Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?  (Lida 1080 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Agnoscetico

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.353
  • Sexo: Masculino
Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Online: 21 de Outubro de 2019, 17:20:16 »
Muitos liberais adoram elogiar Chile como exemplo.
E agora? Será que liberalismo fracassou no Chile?
Ou Chile nunca praticou liberalismo?
Ou o Chile foi superestimado por liberais?
Ou isso provaria de algum jeito (pelo menos em parte), uma coisa que eu já desconfiava, que países da América Latina não costumam manter por muito tempo estabilidade no desenvolvimento econômico?
Ou mais outro motivo que eu não postei aqui?
Será que Chile ta se encaminhando pelo meso caminho que Argentina de Macri?

Piñera reage a protestos no Chile: “Estamos em guerra”

Presidente chileno, que decretou toque de recolher pela primeira vez desde Pinochet, põe o foco nos incidentes de vandalismo e não nas reivindicações sociais que motivaram o levante que já deixou ao menos 11 mortos

https://brasil.elpais.com/brasil/2019/10/21/internacional/1571627404_171893.html

O mais engraçado é atribuírem ao Foro de São Paulo - os reaças não desistem mesmo!

Foro de São Paulo ataca o Chile



Manifestação deixa sete mortos no Chile



Esse aqui já tem visão esquerdista mais crítica do neoliberalismo

O Chile, finalmente, implode seu neoliberalismo total.





LIVE CHAT em espanhol com notícias - tem desde opiniões "Viva Pinochet" a críticas ao neoliberalismo

« Última modificação: 21 de Outubro de 2019, 18:48:00 por Agnoscetico »

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.459
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #1 Online: 21 de Outubro de 2019, 19:37:03 »
Nossa, que fracasso é o Chile atual, que tem IDH quase igual ao de Portugal, mesmo tendo uma carga tributária cerca de duas vezes menor do que o país europeu citado. Bom mesmo era o Chile da época de Salvador Allende, que era completamente livre do imperialismo estadunidense.
« Última modificação: 21 de Outubro de 2019, 19:41:58 por -Huxley- »

Offline Agnoscetico

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.353
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #2 Online: 21 de Outubro de 2019, 20:43:06 »
Nossa, que fracasso é o Chile atual, que tem IDH quase igual ao de Portugal, mesmo tendo uma carga tributária cerca de duas vezes menor do que o país europeu citado. Bom mesmo era o Chile da época de Salvador Allende, que era completamente livre do imperialismo estadunidense.

Mas quem disse isso? Allende ou Pinochet foram bons?



TV Coiote - O que está acontecendo com o Chile?



Até no canal Idéias radicais tem conspiracionista falando em Foro de SP?






« Última modificação: 21 de Outubro de 2019, 20:51:29 por Agnoscetico »

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.459
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #3 Online: 21 de Outubro de 2019, 20:51:16 »
Qual é o fracasso mesmo do Chile? Ser o país mais desenvolvido da América Latina?

Offline Agnoscetico

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.353
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #4 Online: 21 de Outubro de 2019, 21:04:59 »
Qual é o fracasso mesmo do Chile? Ser o país mais desenvolvido da América Latina?

Só confio quando num país latino desenvolvido quando chegar nóvel dos que são primeiro-mundo de fato.

... Continuando:

No canal Idéias radicais tem os que defendem "Volta Pinochet (dos mortos)"




Offline Agnoscetico

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.353
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #5 Online: 23 de Outubro de 2019, 01:32:46 »

Se depender de alguns esquerdistas não perdem tempo e vão usar Chile até onde o assunto render:

O Chile arrebenta e o Brasil segue no mesmo rumo.


Por que o Chile está em chamas?


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.543
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #6 Online: 23 de Outubro de 2019, 15:28:28 »
Falência, não, é um óbvio exagero.  Mas, há problema significativo, qual seja, a grande desigualdade:

Observe o índice de Gini de Brasil, Chile e Suécia:

Índice de Gini:

              Banco Mundial                                           CIA: Dados do CIA's The World Factbook.
 Brasil   54,7   2013                                                        51,9   2012   


 Chile       52,1   2009                                                            52,1   2009


 Suécia    25,0   2000                                                              23,0   2005


https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_igualdade_de_riqueza



Ou noutra fonte:


O índice de Gini é medido, no Brasil e em vários países, por instituições competentes. Uma delas é a ONU que divulga seus dados através de seu Relatório do Desenvolvimento Humano (RDH).
...
Índice de Gini do Brasil e do Mundo.
Ranking   País   Índice Gini
66º   Estados Unidos   0,411
90º   México           0,482
96º   Chile                   0,505
99º   Brasil            0,515



https://www.dicionariofinanceiro.com/indice-de-gini/


« Última modificação: 23 de Outubro de 2019, 15:31:23 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.543
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #7 Online: 23 de Outubro de 2019, 15:34:00 »
DESIGUALDADE DO CHILE É ELEVADA, MAS PARECIDA COM A DO RESTO DO CONTINENTE

Número de mortos em protestos no país chegou a 15; a desigualdade é apontada como um dos fatores que levaram à insurreição

André Duchiade
23/10/2019 - 12:39



[...]
“O Chile tem uma desigualdade alta, mas parecida com a da região. Ele é um pouco mais desigual que Argentina e Uruguai, tidos como exemplos de menor desigualdade na América do Sul, e um pouco menos desigual que Brasil, Colômbia e México. Mas, quando se fala no tema, é necessário sempre considerar que a região é a mais desigual do mundo”, afirmou o diretor da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe das Nações Unidas (Cepal) em Brasília, Carlos Mussi.

Segundo o coeficiente de Gini, indicador que mede a desigualdade, a desigualdade no Chile em 2017 foi de 0,45, em comparação a 0,39 em Argentina e Uruguai, 0,51 na Colômbia, 0,50 no México e 0,54 no Brasil — o campeão da América Latina. O indicador varia entre 0 e 1 e, quanto mais elevado, maior a desigualdade registrada.

[...]


[Entretanto]


O Chile, contudo, leva uma vantagem em relação à maioria dos países: ao lado de Argentina (cujos dados para 2019 devem indicar significativa piora), Costa Rica e Uruguai, é um dos únicos países com taxas de extrema pobreza abaixo de 5%. Brasil, Equador, El Salvador, Panamá, Paraguai, Peru e  República Dominicana têm taxas entre 5% e 10% e o restante dos países apresentam índices acima de 10%. A pobreza chilena despencou entre 1990 e 2015, caindo de 68% da população para 11,7%.  O Brasil também passou por uma evolução significativa no período, com a extrema pobreza descendo de 34,2% em 1992 para 11,8% em 2017 — com maior aceleração a partir de 2003, quando o índice era de 28,1%.


https://epoca.globo.com/mundo/desigualdade-do-chile-elevada-mas-parecida-com-do-resto-do-continente-24036639

« Última modificação: 23 de Outubro de 2019, 16:14:39 por JJ »

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.459
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #8 Online: 23 de Outubro de 2019, 15:41:46 »
Falência, não, é um óbvio exagero.  Mas, há problema significativo, qual seja, a grande desigualdade:

Observe o índice de Gini de Brasil, Chile e Suécia:

Índice de Gini:

              Banco Mundial                                           CIA: Dados do CIA's The World Factbook.
 Brasil   54,7   2013                                                       51,9   2012   


 Chile       52,1   2009                                                            52,1   2009


 Suécia    25,0   2000                                                              23,0   2005


https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_igualdade_de_riqueza



Ou noutra fonte:


O índice de Gini é medido, no Brasil e em vários países, por instituições competentes. Uma delas é a ONU que divulga seus dados através de seu Relatório do Desenvolvimento Humano (RDH).
...
Índice de Gini do Brasil e do Mundo.
Ranking   País   Índice Gini
66º   Estados Unidos   0,411
90º   México           0,482
96º   Chile                   0,505
99º   Brasil            0,515



https://www.dicionariofinanceiro.com/indice-de-gini/




Exemplos de outras nações que são subdesenvolvidas nos termos do coeficiente de Gini: Estados Unidos, Hong Kong e Singapura. Que desgraça nascer nesses países, não é? Melhor ter nascido em Cuba ou na Albânia, que tem um que Coeficiente Gini bem melhor.
« Última modificação: 23 de Outubro de 2019, 15:46:28 por -Huxley- »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.543
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #9 Online: 23 de Outubro de 2019, 15:46:45 »

Exemplos de outras nações que são subdesenvolvidos no coeficiente de Gini: Estados Unidos, Hong Kong e Singapura.


A Suécia é melhor do que todos esses.  E de qualquer forma os EUA  tem  sérios  problemas com uma saúde privada  com preços astronômicos.  A qual exclui uns 40 milhões do acesso à serviços de saúde.

E lembrando que Hong Kong é China.  É uma região administrativa especial, não é um país, como alguns incautos poderiam imaginar.



Entenda: Sistema de saúde dos EUA exclui 46 milhões


Patrícia Campos Mello, O Estado de S. Paulo
09 de setembro de 2009 | 12h52


WASHINGTON - Cerca de 46 milhões de pessoas nos EUA não têm plano de saúde. Como não existe um Sistema Único de Saúde (SUS) no país, significa que, se essas pessoas ficarem doentes,
precisarão vender o carro ou hipotecar a casa para pagar as contas do hospital. Despesas médicas são o principal motivo de falências pessoais no país.





https://internacional.estadao.com.br/noticias/america-do-norte,entenda-sistema-de-saude-dos-eua-exclui-46-milhoes,431943

« Última modificação: 23 de Outubro de 2019, 15:59:06 por JJ »

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.459
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #10 Online: 23 de Outubro de 2019, 15:54:30 »

Exemplos de outras nações que são subdesenvolvidos no coeficiente de Gini: Estados Unidos, Hong Kong e Singapura.


A Suécia é melhor do que todos esses.  E de qualquer forma os EUA  tem  sérios  problemas com uma saúde privada  com preços astronômicos.  A qual exclui uns 40 milhões do acesso a serviços de saúde.

E lembrando que Hong Kong é China.  É uma região administrativa especial, não é um país, como alguns incautos poderiam imaginar.


Hong Kong já teve autonomia plena da China até 1997, quando já era bastante desigual e de Primeiro Mundo, e terá autonomia parcial como região administrativa até 2047. Continue inventando desculpas para varrer para debaixo do tapete a incapacidade do Coeficiente Gini de detectar infalivelmente o subdesenvolvimento.
« Última modificação: 23 de Outubro de 2019, 15:59:57 por -Huxley- »

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.459
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #11 Online: 23 de Outubro de 2019, 15:57:17 »

Exemplos de outras nações que são subdesenvolvidos no coeficiente de Gini: Estados Unidos, Hong Kong e Singapura.


A Suécia é melhor do que todos esses.  E de qualquer forma os EUA  tem  sérios  problemas com uma saúde privada  com preços astronômicos.  A qual exclui uns 40 milhões do acesso a serviços de saúde.

E lembrando que Hong Kong é China.  É uma região administrativa especial, não é um país, como alguns incautos poderiam imaginar.



Entenda: Sistema de saúde dos EUA exclui 46 milhões


Patrícia Campos Mello, O Estado de S. Paulo
09 de setembro de 2009 | 12h52


WASHINGTON - Cerca de 46 milhões de pessoas nos EUA não têm plano de saúde. Como não existe um Sistema Único de Saúde (SUS) no país, significa que, se essas pessoas ficarem doentes,
precisarão vender o carro ou hipotecar a casa para pagar as contas do hospital. Despesas médicas são o principal motivo de falências pessoais no país.





https://internacional.estadao.com.br/noticias/america-do-norte,entenda-sistema-de-saude-dos-eua-exclui-46-milhoes,431943



Muitos anos atrás, o governo americano invadiu o setor de saúde, juntamente com as bênçãos de empresas politicamente conectadas.

Os resultados desastrosos não podem ser mais óbvios.

Singapura (e outros países) tem setor de saúde essencialmente privado e não aconteceu coisa similar.

Hong Kong e Singapura já têm IDH no mesmo nível da Suécia, apesar de em 1960 estarem a anos-luz de distância do país escandinavo. Mantida a relativa estagnação econômica da Europa, é provável que a Suécia seja superada em breve em quase todos os aspectos pelas nações asiáticas desenvolvidas.
« Última modificação: 23 de Outubro de 2019, 16:07:18 por -Huxley- »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.543
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #12 Online: 23 de Outubro de 2019, 16:09:21 »

 Continue inventando desculpas para varrer para debaixo do tapete a incapacidade do Coeficiente Gini de detectar infalivelmente o subdesenvolvimento.


Olha o espantalho...

Quem  escreveu  algo como  " o Coeficiente Gini tem a capacidade de detectar infalivelmente o subdesenvolvimento" ?

O índice de Gini é normalmente utilizado para medir a desigualdade de distribuição de renda.  Ele não é usado para  detectar infalivelmente o subdesenvolvimento.  Entretanto,  um índice de Gini alto normalmente não é um bom  indicador. 

E o fato é que seu adorável Chilito  tem sim muitos problemas sociais.   E seu adorável EUA tem mais de 40 milhões sem acesso a serviços de saúde.


 

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.498
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #13 Online: 23 de Outubro de 2019, 16:14:54 »
Falência, não, é um óbvio exagero.  Mas, há problema significativo, qual seja, a grande desigualdade:

Observe o índice de Gini de Brasil, Chile e Suécia:

Índice de Gini:

              Banco Mundial                                           CIA: Dados do CIA's The World Factbook.
 Brasil   54,7   2013                                                        51,9   2012   


 Chile       52,1   2009                                                            52,1   2009


 Suécia    25,0   2000                                                              23,0   2005


https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_igualdade_de_riqueza



Ou noutra fonte:


O índice de Gini é medido, no Brasil e em vários países, por instituições competentes. Uma delas é a ONU que divulga seus dados através de seu Relatório do Desenvolvimento Humano (RDH).
...
Índice de Gini do Brasil e do Mundo.
Ranking   País   Índice Gini
66º   Estados Unidos   0,411
90º   México           0,482
96º   Chile                   0,505
99º   Brasil            0,515



https://www.dicionariofinanceiro.com/indice-de-gini/
Se na Bananândia existem 1000 mil individuos e destes 1000, 100 geram 50% da riqueza sendo os outros 50% gerados pelos 900 restantes há um índice de Gini X que aponta um  grau  de desigualdade na Bananândia.Ora, se  os 100 que geram  50% da riqueza passarem a  gerar  riqueza na  mesma  proporção que os outros 900  a desigualdade  diminui,  o que  não  parece ser um bom negócio, logo, esse papo  de indissidigínio e de disiguardadi é bosta de touro.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.543
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #14 Online: 23 de Outubro de 2019, 16:17:31 »

Se na Bananândia existem 1000 mil individuos e destes 1000, 100 geram 50% da riqueza sendo os outros 50% gerados pelos 900 restantes há um índice de Gini X que aponta um  grau  de desigualdade na Bananândia.Ora, se  os 100 que geram  50% da riqueza passarem a  gerar  riqueza na  mesma  proporção que os outros 900  a desigualdade  diminui,  o que  não  parece ser um bom negócio, logo, esse papo  de indissidigínio e de disiguardadi é xxxx  touro.




Falou o premiado sociólogo   S  pão de queijo br


 :hihi:

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.459
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #15 Online: 23 de Outubro de 2019, 16:18:50 »

 Continue inventando desculpas para varrer para debaixo do tapete a incapacidade do Coeficiente Gini de detectar infalivelmente o subdesenvolvimento.


Olha o espantalho...

Quem  escreveu  algo como  " o Coeficiente Gini tem a capacidade de detectar infalivelmente o subdesenvolvimento" ?

O índice de Gini é normalmente utilizado para medir a desigualdade de distribuição de renda.  Ele não é usado para  detectar infalivelmente o subdesenvolvimento.  Entretanto,  um índice de Gini alto normalmente não é um bom  indicador. 

E o fato é que seu adorável Chilito  tem sim muitos problemas sociais.   E seu adorável EUA tem mais de 40 milhões sem acesso a serviços de saúde.


O problema do setor de saúde americano não é causado pela desigualdade econômica medida pelo Coeficiente Gini. Singapura tem Coeficiente Gini tão ruim ou pior do que os EUA, mas o seu setor de saúde essencialmente privado funciona muito bem.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.498
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #16 Online: 23 de Outubro de 2019, 17:02:30 »

Se na Bananândia existem 1000 mil individuos e destes 1000, 100 geram 50% da riqueza sendo os outros 50% gerados pelos 900 restantes há um índice de Gini X que aponta um  grau  de desigualdade na Bananândia.Ora, se  os 100 que geram  50% da riqueza passarem a  gerar  riqueza na  mesma  proporção que os outros 900  a desigualdade  diminui,  o que  não  parece ser um bom negócio, logo, esse papo  de indissidigínio e de disiguardadi é xxxx  touro.




Falou o premiado sociólogo   S  pão de queijo br


 :hihi:
Ih partiu pro xinganento? Socióglo? Eu?
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Marciano

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.214
  • “Was mich nicht umbringt, macht mich stärker.”
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #17 Online: 23 de Outubro de 2019, 18:35:57 »

Se na Bananândia existem 1000 mil individuos e destes 1000, 100 geram 50% da riqueza sendo os outros 50% gerados pelos 900 restantes há um índice de Gini X que aponta um  grau  de desigualdade na Bananândia.Ora, se  os 100 que geram  50% da riqueza passarem a  gerar  riqueza na  mesma  proporção que os outros 900  a desigualdade  diminui,  o que  não  parece ser um bom negócio, logo, esse papo  de indissidigínio e de disiguardadi é xxxx  touro.




Falou o premiado sociólogo   S  pão de queijo br


 :hihi:

Seria isto um ad hominen por parte de quem vê falácias em tudo?
𝕸𝖆𝖗𝖈𝖎𝖆𝖓𝖔

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.518
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #18 Online: 23 de Outubro de 2019, 19:13:53 »
Calma. Isso sempre acontece quando ele não acha nada no Brasil247 para copiar e colar. Vai passar.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Pavlov probably thought about feeding his dogs every time someone rang a bell.

Offline Agnoscetico

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.353
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #19 Online: 23 de Outubro de 2019, 19:55:50 »
Autoridades usando desculpa esfarrapada pra criticar manifestação:

Citar
O governador da província de Concepción, Robert Contreras, lamentou o ocorrido, mas disse que a situação teria sido evitada se os manifestantes tivessem respeitado o toque de recolher.

Até parece que "acidentes" com bêbados dirigindo só ocorrem durante toque de recolher.
Se fosse um toque de recolher feito por governo esquerdista e manifestantes fizessem manifestação simpatizante da memória de Pinochet, desobedecendo ordens, e um bêbado matasse eles, a oposição poderia dizer mesma coisa.
Se quer criticar manifestação usem justificativa lógica.

https://epoca.globo.com/mundo/video-carro-avanca-contra-manifestantes-no-chile-mata-crianca-de-4-anos-1-24037126


Offline Agnoscetico

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.353
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #20 Online: 24 de Outubro de 2019, 00:26:26 »

Economista esquerdista gabaritado falando sobre situação no Chile:


Reinaldo Azevedo


Outro esquerdista (de novo) detonando situação no Chile e sendo conspiracionista alegando que tão tentando dar golpe no Evo Morales

Golpe contra Evo, distúrbios no Chile: atrapalham a vitória da Kirchner?


Tem até artista esquerdista sei-o-que-mais-la-ISTA dando pitaco

Bemvindo Sequeira




« Última modificação: 24 de Outubro de 2019, 00:32:06 por Agnoscetico »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.467
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #21 Online: 24 de Outubro de 2019, 19:03:00 »
Singapura (e outros países) tem setor de saúde essencialmente privado e não aconteceu coisa similar.

Citar
https://en.wikipedia.org/wiki/Healthcare_in_Singapore#Public_health_system

...
According to global consulting firm Towers Watson, Singapore has "one of the most successful healthcare systems in the world, in terms of both efficiency in financing and the results achieved in community health outcomes".[7] This has been attributed to a combination of a strong reliance on medical savings accounts, cost sharing, and government regulation.[8] The government regularly adjusts policies to actively regulate "the supply and prices of healthcare services in the country" in an attempt to keep costs in check. However, for the most part the government does not directly regulate the costs of private medical care. These costs are largely subject to market forces, and vary enormously within the private sector, depending on the medical specialty and service provided.[7] However, Towers Watson has claimed that the specific features of the Singapore healthcare system are unique, and have been described as a "very difficult system to replicate in many other countries." Many Singaporeans also have supplemental private health insurance (often provided by employers) for services not covered by the government's programmes.[7]

...

Since the 1990s, all public hospitals, polyclinics, and specialty centres have been restructured as government-owned corporations, and operate under three healthcare groups or "clusters":

National Healthcare Group
National University Health System
SingHealth

...

Approximately 70–80% of Singaporeans obtain their medical care within the public health system. Overall government spending on public healthcare amounts to 1.6% of annual GDP. This amounted to an average of $1,104 Government Health Expenditure per person.[13] Health-related spending is the third largest expenditure item, after defence and education expenses.[15]

...

Singapore's healthcare system uses a mixed financing system that includes nationalised life insurance schemes and deductions from the compulsory savings plan, or the Central Provident Fund (CPF), for working Singaporeans and permanent residents.[22] This mechanism is intended to reduce the overuse of healthcare services.

...

<a href="https://www.youtube.com/v/WtuXrrEZsAg" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/WtuXrrEZsAg</a>










<a href="https://www.youtube.com/v/jnbcgRWQ1I4" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/jnbcgRWQ1I4</a>






Exemplos de outras nações que são subdesenvolvidas nos termos do coeficiente de Gini: Estados Unidos, Hong Kong e Singapura. Que desgraça nascer nesses países, não é? Melhor ter nascido em Cuba ou na Albânia, que tem um que Coeficiente Gini bem melhor.

Isso é próximo de atacar "impostos baixos" como "meta" apontando a Somália.



Como vemos, quanto mais imposto e maior atuação do estado, melhor.

Offline Euler1707

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.035
  • Sexo: Masculino
  • não há texto pessoal
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #22 Online: 24 de Outubro de 2019, 19:42:20 »

Economista esquerdista gabaritado falando sobre situação no Chile:


LoL, o cara nem economista é .   
:biglol:
« Última modificação: 24 de Outubro de 2019, 19:44:43 por Euler1707 »

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.459
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #23 Online: 24 de Outubro de 2019, 19:45:53 »
Foi dito que o sistema de saúde de Singapura era essencialmente privado, não que era sistema de saúde de país minarquista. Se a frequência da regulação estatal fosse a principal explicação do sucesso do sistema de saúde de Singapura, o sistema de saúde americano também seria exemplo de sucesso. Os EUA são um bom exemplo do risco da captura regulatória no setor de saúde.

Singapura tem hospitais públicos, em caso de emergência, o atendimento é imediato, mas os planos de saúde e seguros saúde são essencialmente privados e pagos.  Nada muito diferente do que acontece em vários países da Europa Ocidental. A poupança forçada é muito melhor do que o esquema de reembolsos "socializados" de despesas de saúde nos EUA. E lá, quem exige mais, paga mais: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2002/020923_cingapurarg.shtml
« Última modificação: 24 de Outubro de 2019, 20:18:06 por -Huxley- »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.467
  • Sexo: Masculino
Re:Chile: Falência do liberalismo ou seria outros motivos?
« Resposta #24 Online: 24 de Outubro de 2019, 20:36:47 »

Economista esquerdista gabaritado falando sobre situação no Chile:


LoL, o cara nem economista é .   
:biglol:

Num sentido estrito, não, num mais pragmático, sim.

A formação em economia dele ao menos impressiona, "dez em tudo", com elogios e etc, não parece que é "qualquer um" dando pitaco.

Por isso mesmo eu fico intrigado com o discurso e as coisas que defende, não entendo se há bug no raciocínio de alguém, ou intenções ulteriores, e quais poderiam ser.

O segundo vídeo ele fala de sua formação e até de um diploma honorário ou algo assim (que afirma nem "usar"). O primeiro, se bem me lembro, também inclui a "argumentação" de que a reforma é racista e sexista. Só não dá para falar que é homofóbica, teoricamente seria heterofobica, mas aí não teim lacrassaum.

<a href="https://www.youtube.com/v/mVzTJ0ZM1ZI" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/mVzTJ0ZM1ZI</a>

<a href="https://www.youtube.com/v/5h5qb0Miopk" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/5h5qb0Miopk</a>

A partir de 4:50 do segundo tempo vídeo.


Muito boa escolha e preparo do set para esse vídeo, também.

















Se a frequência da regulação estatal fosse a principal explicação do sucesso do sistema de saúde de Singapura, o sistema de saúde americano também seria exemplo de sucesso.

Não pretendia sugerir que "freqüencia de regulação estatal" fosse a principal explicação do sucesso.

Isso seria meio atribuir saúde ao número de linhas de todas as receitas da dieta de uma pessoa.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!