Autor Tópico: É possível ser cético e budista?  (Lida 7254 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Oliver

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 142
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #25 Online: 04 de Maio de 2006, 13:50:14 »
Quase todas as religiões aceitam a idéia de renascimento...os taoístas buscam a vida eterna e a juventude permanente...o cristãos acreditam que o objetivo final é ir para o céu...até as religiões mais folclóricas creem na vida eterna...

Segundo os ensinamentos budistas, "o objetivo final do renascimento é dar um fim ao ciclo de nascimento e morte...uma vida longa, uma vida eterna ou imperecível não está livre da agonia do renascimento...só o fim do ciclo de nascimento e morte pode nos emancipar do sofrimento da existência"

Bem, meu caro Luis Dantas, pelo jeito, o budismo tb acredita na reencarnação...ou eu não consigo interpretar corretamente esta filosofia....

O que há para reencarnar, Oliver?

Palavras da Grande Mestra Hsing Yun em ensinamentos fundamentais do Budismo Ch'an:

"É comum ouvir os jovens dizer, com ar de desdém, que não acreditam em renascimento. Ao não reconhecer a existência do renascimento, eles simplesmente limitam sua compreensão da vida. Se não existisse renascimento, não haveria vidas passadas e, mais que isso, não haveria vidas futuras. Sem vidas futuras, a existência seria breve e sem sentido; a perspectiva de vida seria triste e incerta! Ao passar por uma fase difícil, geralmente tentamos nos encorajar dizendo para nós mesmos: "Tudo vai dar certo. Você vai ver como estarei daqui a dez anos". Mesmo os "daqui a vinte anos, estarei de volta". Com o renascimento, a existência humana tem, digamos assim, mais espaço para manobras. Com o renascimento, sonhos que não se realizaram podem vir a se concretizar. Com o renascimento sempre haverá o próximo trem da vida no qual poderemos embarcar."


Offline Agnostic

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.049
  • Sexo: Masculino
  • simply agnostic
    • Para Além da Loucura e da Razão
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #26 Online: 04 de Maio de 2006, 15:54:06 »
Bom, utimamente eu andei lendo alguns textos sobre o budismo na internet.
A conclusão que eu chequei é que não há problema nenhum em ser ateu e budista. Mas não tem como ser budista e cético, aparentemente. Pois o budismo depende de idéias como por ex.: Renascimento, karma, consciência pós morte, etc..

Grosseiramente, o budismo é um tipo de humanismo místico.

O que vcs acham?

[]'s



Ceticismo é muito relativo. Ser cético em relação a que? Se for apenas em relação aos deuses, especialmente usando o conceito de deus abrâmico, então é plenamente possível ser budista(e mais uma penca de religiões) e ser cético.
Se esse ceticismo for em relação a tudo que é metafísico, então é realmente difícil conciliar qualquer religião/sistema místico com esse ceticismo, obviamente.
Who cares?

Offline Washington

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 257
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #27 Online: 04 de Maio de 2006, 17:42:39 »
Citar
A BSGI não é budista.  Por mais que insista em afirmar que é "O VERDADEIRO BUDISMO".

O budismo tem suas ramificações como outras religiões, só isto. Na verdade toda religião que se cria com o tempo sempre tem insatisfeitos que criam sua igreja, ao seu modo.

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #28 Online: 04 de Maio de 2006, 17:59:49 »
O lamaísmo ou budismo tibetano, sincretizou os ensinamentos budistas com o xamanísmo daquela região. Talvez venha daí a idéia de reencarnação.

No duro, o problema é mais de falta de conhecimento da doutrina mesmo.  Por mais peculiaridades que tenha, o Budismo Tibetano ainda tem seu Abidharma, e portanto não sustenta a idéia de reencarnação.

Citar
Aqui em  Campina Grande PB, tem uma Igreja Messiânica Mundial e um tal Johrêi Center. Conhecem ?

Um é ligado a outro.  Os Centros de Johrei não chegam a constituir Igrejas, mas são representações autorizadas da Messiânica.

A principal prática deles é a imposição de mãos.  Admiro bastante a postura dos dirigentes dessa igreja em desfazer tensões étnicas e sociais. 
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #29 Online: 04 de Maio de 2006, 18:00:53 »
O que há para reencarnar, Oliver?

Palavras da Grande Mestra Hsing Yun em ensinamentos fundamentais do Budismo Ch'an:

"É comum ouvir os jovens dizer, com ar de desdém, que não acreditam em renascimento. Ao não reconhecer a existência do renascimento, eles simplesmente limitam sua compreensão da vida. Se não existisse renascimento, não haveria vidas passadas e, mais que isso, não haveria vidas futuras. Sem vidas futuras, a existência seria breve e sem sentido; a perspectiva de vida seria triste e incerta! Ao passar por uma fase difícil, geralmente tentamos nos encorajar dizendo para nós mesmos: "Tudo vai dar certo. Você vai ver como estarei daqui a dez anos". Mesmo os "daqui a vinte anos, estarei de volta". Com o renascimento, a existência humana tem, digamos assim, mais espaço para manobras. Com o renascimento, sonhos que não se realizaram podem vir a se concretizar. Com o renascimento sempre haverá o próximo trem da vida no qual poderemos embarcar."

Concordo com ela.  Mas você não respondeu minha pergunta.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #30 Online: 04 de Maio de 2006, 18:02:51 »
Citar
A BSGI não é budista. Por mais que insista em afirmar que é "O VERDADEIRO BUDISMO".

O budismo tem suas ramificações como outras religiões, só isto. Na verdade toda religião que se cria com o tempo sempre tem insatisfeitos que criam sua igreja, ao seu modo.

Isso é bem verdade, mas não faz justiça à diferença entre a BSGI de Daisaku Ikeda e as escolas budistas como o Zen, o Chan, o Theravada, as escolas tibetanas e as escolas Terra Pura.

Acredite, a Soka Gakkai é outro animal de uma espécie completamente diferente.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Rhyan

  • Visitante
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #31 Online: 05 de Maio de 2006, 01:18:23 »
Oi, Rhyan!

Renascimento: é a manifestação de novos fenômenos como consequência dos anteriores.  O que nós fazemos renasce em nossas próprias vidas ou nas de outras pessoas.

Karma: a palavra significa literalmente "ação", mas geralmente quando se fala de karma o que se quer realmente indicar são as consequências das ações, as consequências kármicas.  É uma palavra (relativamente) conveniente para nos lembrar da nossa responsabilidade pessoal.

Ensinamentos budistas: cada um deve procurar redescobri-los e reinterpretá-los.  Em parte por isso há uma certa contradição e muita diversidade de interpretação.  Os melhores conseguem traduzir a impermanência, a vacuidade e a originação interdependente em termos claros e próximos do cotidiano.

Iluminação: é competência na capacidade de perceber as consequências prováveis de nossos próprios atos e estar em paz com os resultados possíveis.

Interressante!
Obrigado pelo esclarecimento, Luis!


dantas, como os budistas encaram fumar, beber, enfim, aproveitar dos prazeres da vida? há uma proibição expressa, não é recomendável, tolerado, ou nada a ver?

Fala Bruno!

Pelo que eu li há alguns "mandamentos" budistas como:  não matar; não roubar; não mentir; não ter uma conduta sexual inadequada; e não se intoxicar.

Ceticismo é muito relativo. Ser cético em relação a que? Se for apenas em relação aos deuses, especialmente usando o conceito de deus abrâmico, então é plenamente possível ser budista(e mais uma penca de religiões) e ser cético.
Se esse ceticismo for em relação a tudo que é metafísico, então é realmente difícil conciliar qualquer religião/sistema místico com esse ceticismo, obviamente.

Oi Agnostic!

Quis dizer 'Ceticismo Científico' mesmo.

[]'s

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #32 Online: 05 de Maio de 2006, 02:20:53 »
Pelo que eu li há alguns "mandamentos" budistas como: não matar; não roubar; não mentir; não ter uma conduta sexual inadequada; e não se intoxicar.

São preceitos (metas com as quais nos comprometemos, supostamente de livre vontade) em vez de mandamentos (metas impostas "de cima").  Admito que a diferença é um tanto sutil.

Um deles se refere ao uso responsável da palavra, o que não é exatamente o mesmo que não mentir.  Outro ao uso responsável dos sentidos, o que vai além da conduta sexual.  Mas todos eles são compromissos de fazer o melhor ao nosso alcance, não proibições.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Felipp Jarbas

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.956
  • Sexo: Masculino
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #33 Online: 05 de Maio de 2006, 07:39:34 »
O lamaísmo ou budismo tibetano, sincretizou os ensinamentos budistas com o xamanísmo daquela região. Talvez venha daí a idéia de reencarnação.

No duro, o problema é mais de falta de conhecimento da doutrina mesmo. Por mais peculiaridades que tenha, o Budismo Tibetano ainda tem seu Abidharma, e portanto não sustenta a idéia de reencarnação.

Citar
Aqui em Campina Grande PB, tem uma Igreja Messiânica Mundial e um tal Johrêi Center. Conhecem ?

Um é ligado a outro. Os Centros de Johrei não chegam a constituir Igrejas, mas são representações autorizadas da Messiânica.

A principal prática deles é a imposição de mãos. Admiro bastante a postura dos dirigentes dessa igreja em desfazer tensões étnicas e sociais.

  Imposição de mãos ? Isso tá parecendo passe espírita ou RCC. :biglol:
Se você acha que sua crença é baseada na razão, você a defenderá com argumentos e não pela força e renunciará a ela se seus argumentos se mostrarem inválidos. (Bertrand Russell)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Humanismo_secular
http://pt.wikipedia.org/wiki/Liberalismo_social

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #34 Online: 05 de Maio de 2006, 08:06:18 »
Imposição de mãos ? Isso tá parecendo passe espírita ou RCC. :biglol:

De fato, parece mesmo.  No entanto tem muito mais substância do que o Espiritismo.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Antônio de Lima

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #35 Online: 05 de Maio de 2006, 20:45:31 »
Imposição de mãos ? Isso tá parecendo passe espírita ou RCC. :biglol:

De fato, parece mesmo. No entanto tem muito mais substância do que o Espiritismo.

Como assim "mais substância" ???  Na boa, não entendí mesmo, não é deboche.

Eu tenho um amigo que não vejo faz muito tempo, ele é desse lance de Igreja Messianica.  Quando meu pai teve AVC ele pediu se podia fazer o jorei (não sei digitar isso) nele.   Parece um passe realmente.  Embora eu seja Espírita, creio que esse lance de energia seja legal, independente de religião... e também se não ajudou mal não fez...hehe.  Valeu a boa vontade do cara.  Depois, ele mesmo sabendo que eu sou Espírita não ficou tentando me converter, falou somente sobre o que eu perguntei sem ficar "esbanjando".

Quanto ao budismo, particularmente sempre admirei mesmo sem entender muito... como sempre estive ligado ao Judô e Karatê, e segundo consta tem raízes filisóficas do budismo, acho que vale no mínimo como formador de um bom caráter... bem, eu nunca fui preso á toa...rsrs.

É isso.
Antônio de Lima

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #36 Online: 05 de Maio de 2006, 21:01:34 »
De fato, parece mesmo. No entanto tem muito mais substância do que o Espiritismo.

Como assim "mais substância" ??? Na boa, não entendí mesmo, não é deboche.

Desculpe, Antônio, eu acho que devia mesmo ter explicado melhor.

Tentando deixar um pouco de lado minha prevenção contra o Espiritismo, vou te dizer que acho a Messiânica mais arejada.  Mas a verdade é que é uma impressão superficial.  Eu mal conheço a Messiânica.

O Espiritismo muitas vezes me parece limitado pela sua própria proposta.  Não quero elaborar além disso por enquanto.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Pregador

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.957
  • Sexo: Masculino
  • "Veritas vos Liberabit".
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #37 Online: 06 de Maio de 2006, 00:22:14 »
O lamaísmo ou budismo tibetano, sincretizou os ensinamentos budistas com o xamanísmo daquela região. Talvez venha daí a idéia de reencarnação.

No duro, o problema é mais de falta de conhecimento da doutrina mesmo.  Por mais peculiaridades que tenha, o Budismo Tibetano ainda tem seu Abidharma, e portanto não sustenta a idéia de reencarnação.

Citar
Aqui em  Campina Grande PB, tem uma Igreja Messiânica Mundial e um tal Johrêi Center. Conhecem ?

Um é ligado a outro.  Os Centros de Johrei não chegam a constituir Igrejas, mas são representações autorizadas da Messiânica.

A principal prática deles é a imposição de mãos.  Admiro bastante a postura dos dirigentes dessa igreja em desfazer tensões étnicas e sociais. 

O Johrei Center daqui de Guarapuava é comandado por uma juiza de direito e frequentemente encomoda várias pessoas. Eles entram com ações para fechar danceterias por exemplo.
"O crime é contagioso. Se o governo quebra a lei, o povo passa a menosprezar a lei". (Lois D. Brandeis).

Offline Antônio de Lima

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #38 Online: 06 de Maio de 2006, 01:57:32 »
De fato, parece mesmo. No entanto tem muito mais substância do que o Espiritismo.

Como assim "mais substância" ??? Na boa, não entendí mesmo, não é deboche.

Desculpe, Antônio, eu acho que devia mesmo ter explicado melhor.

Tentando deixar um pouco de lado minha prevenção contra o Espiritismo, vou te dizer que acho a Messiânica mais arejada. Mas a verdade é que é uma impressão superficial. Eu mal conheço a Messiânica.

O Espiritismo muitas vezes me parece limitado pela sua própria proposta. Não quero elaborar além disso por enquanto.


   Ah tá...

   Não sei se concordo, mas de qualquer forma é a impressão que foi passada à você e devo respeitar.  Todos nós temos isso de achar algo pela impressão e muitas vezes acabamos acertando, outras não, é normal.   

   Valeu pela resposta.
 :ok: 
Antônio de Lima

Offline Agnostic

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.049
  • Sexo: Masculino
  • simply agnostic
    • Para Além da Loucura e da Razão
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #39 Online: 11 de Maio de 2006, 16:01:19 »
Ceticismo é muito relativo. Ser cético em relação a que? Se for apenas em relação aos deuses, especialmente usando o conceito de deus abrâmico, então é plenamente possível ser budista(e mais uma penca de religiões) e ser cético.
Se esse ceticismo for em relação a tudo que é metafísico, então é realmente difícil conciliar qualquer religião/sistema místico com esse ceticismo, obviamente.

Oi Agnostic!

Quis dizer 'Ceticismo Científico' mesmo.

[]'s

Oi Rhyan!

Suponho então que você esteja se referindo ao indivíduo que considera o conhecimento da realidade unicamente possível através da metodologia científica, sim? Neste caso acho difícil conciliar qualquer crença metafísica com esse "ceticismo científico". Todavia, se há algum tipo de budismo que seja puramente voltado para o mundo físico, então é possível ser cético e budista, mas este assunto deixo para o Dantas. ;-)
Who cares?

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #40 Online: 11 de Maio de 2006, 16:16:02 »
Suponho então que você esteja se referindo ao indivíduo que considera o conhecimento da realidade unicamente possível através da metodologia científica, sim? Neste caso acho difícil conciliar qualquer crença metafísica com esse "ceticismo científico". Todavia, se há algum tipo de budismo que seja puramente voltado para o mundo físico, então é possível ser cético e budista, mas este assunto deixo para o Dantas. ;-)

Religião alguma é voltada apenas para o mundo físico, nem mesmo o Humanismo Secular chega a tanto.  Nem faria sentido.  Aliás, é interessante notar como a filosofia francamente ateísta de Peter Singer e outros autores que abordam a ética leva naturalmente a atitudes religiosas ou pelo menos similares à da religião.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Agnostic

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.049
  • Sexo: Masculino
  • simply agnostic
    • Para Além da Loucura e da Razão
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #41 Online: 11 de Maio de 2006, 16:32:38 »
Suponho então que você esteja se referindo ao indivíduo que considera o conhecimento da realidade unicamente possível através da metodologia científica, sim? Neste caso acho difícil conciliar qualquer crença metafísica com esse "ceticismo científico". Todavia, se há algum tipo de budismo que seja puramente voltado para o mundo físico, então é possível ser cético e budista, mas este assunto deixo para o Dantas. ;-)

Religião alguma é voltada apenas para o mundo físico, nem mesmo o Humanismo Secular chega a tanto. Nem faria sentido. Aliás, é interessante notar como a filosofia francamente ateísta de Peter Singer e outros autores que abordam a ética leva naturalmente a atitudes religiosas ou pelo menos similares à da religião.

Eu acrescentaria que é praticamente impossível compreender e vivenciar a realidade física unicamente e estritamente pela ótica da metodologia científica, posto que a própria epistemologia não é plenamente homogênea ou, digamos, absolutamente "racional".
:-)
Who cares?

Raphael

  • Visitante
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #42 Online: 23 de Março de 2007, 02:58:58 »
Luiz.

Citar
Eu também acharia, se fosse esse o caso.  Mas não é.  Todas as divindades de prática do Budismo são "opcionais" _E_ criação humana.  Estudar o Dhamma e interpretá-lo em meus próprios termos é um exercício fascinante, que me ajuda a entender a mensagem sem confundi-la com a linguagem.

Você é budista?

Citar
E é por aí mesmo.  Ilusão é algo perigoso.  Mas falta de esperança e de motivação também são.

Se conformar com a realidade do mundo e concluir que não há esperança e com isso, se tornar desmotivado, é ruim? pra mim é ser realista.

Bem, apesar de não gostar de Schopenhauer, entendo seus pensamentos.

Abraços.


Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #43 Online: 23 de Março de 2007, 03:04:35 »
Luiz.

Citar
Eu também acharia, se fosse esse o caso.  Mas não é.  Todas as divindades de prática do Budismo são "opcionais" _E_ criação humana.  Estudar o Dhamma e interpretá-lo em meus próprios termos é um exercício fascinante, que me ajuda a entender a mensagem sem confundi-la com a linguagem.

Você é budista?

Quero crer que sou, sim.

Citar
Citar
E é por aí mesmo.  Ilusão é algo perigoso.  Mas falta de esperança e de motivação também são.

Se conformar com a realidade do mundo e concluir que não há esperança e com isso, se tornar desmotivado, é ruim? pra mim é ser realista.

Motivação e esperança são boas coisas e fazem falta, sim.  E podem ser aprendidas e cultivadas, o que já é motivo suficiente para que se tente.

Citar
Bem, apesar de não gostar de Schopenhauer, entendo seus pensamentos.

Schopenhauer era muito negativo.  Tente Wittgenstein, John Stewart Mill ou Peter Singer, são bem melhores.  Ou mesmo Ken Wilber.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Raphael

  • Visitante
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #44 Online: 23 de Março de 2007, 03:15:21 »
Citar
Quero crer que sou, sim.

Mas acho que você não acredita em deus, em nenhum. Certo?
Por que então se dizer que é budista, naturalmente o budismo indica a deus, não?

Citar
Motivação e esperança são boas coisas e fazem falta, sim.  E podem ser aprendidas e cultivadas, o que já é motivo suficiente para que se tente.

Já leu sobre o conceito de ideologia pra Marx?

Citar
Schopenhauer era muito negativo.  Tente Wittgenstein, John Stewart Mill ou Peter Singer, são bem melhores.  Ou mesmo Ken Wilber.

Valeu, vou tomar nota, senhor enciclopédia. :D
Eles são da mesma linha que Schopenhauer?, creio que não, pois você disse que ele era negativo.

Abraços.

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #45 Online: 23 de Março de 2007, 03:19:02 »
Citar
Quero crer que sou, sim.

Mas acho que você não acredita em deus, em nenhum. Certo?

Certo.

Citar
Por que então se dizer que é budista, naturalmente o budismo indica a deus, não?

Não.  Não me proíbe de crer em Deus, é verdade, e algumas linhas (principalmente as tibetanas) quase chegam a convidar que eu creia em certas divindades.  Mas mesmo nessas basta ter um pouco de dedicação para ver por baixo da superfície e obter o ensinamento sem o folclore.

Citar
Citar
Motivação e esperança são boas coisas e fazem falta, sim.  E podem ser aprendidas e cultivadas, o que já é motivo suficiente para que se tente.

Já leu sobre o conceito de ideologia pra Marx?

Não.

Citar
Citar
Schopenhauer era muito negativo.  Tente Wittgenstein, John Stewart Mill ou Peter Singer, são bem melhores.  Ou mesmo Ken Wilber.

Valeu, vou tomar nota, senhor enciclopédia. :D
Eles são da mesma linha que Schopenhauer?, creio que não, pois você disse que ele era negativo.

Schopenhauer era um quase-niilista.  Admirável pela sinceridade, mas não serve muito bem como exemplo ou inspiração.

Já os outros (e os dois últimos ainda estão vivos e escrevendo) são gênios.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Raphael

  • Visitante
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #46 Online: 23 de Março de 2007, 03:31:22 »
Citar
Certo.

Não.  Não me proíbe de crer em Deus, é verdade, e algumas linhas (principalmente as tibetanas) quase chegam a convidar que eu creia em certas divindades.  Mas mesmo nessas basta ter um pouco de dedicação para ver por baixo da superfície e obter o ensinamento sem o folclore.

Que tipo de ensinamento você se refere?
A ciência não te dá esses ensinamentos e não te deixa mais confortável?
Não quero ser determinista, mas não vejo nada de produtivo em um ensinamento religioso.

Como você não leu sobre o conceito de ideologia de Marx. Vou trascrever um trecho da wikipedia pra você.

Citar
Karl Marx iria desenvolver uma teoria da ideologia concebendo-a como uma forma de falsa consciência cuja origem histórica ocorre com a emergência da divisão entre trabalho intelectual e manual. É a partir deste momento que surge a ideologia, derivada de agentes sociais concretos (os ideólogos ou intelectuais), que autonomizariam o mundo das idéias e assim inverteriam a realidade.

Eu vejo exatamente desta forma, como se ter esperança no mundo (de um contexto não umbilical) diante de todos os números, dados, estatísticas que temos?
É obvio que eu faço a minha parte, vou ser professor, quero ensinar aos meus alunos o poder da dúvida, o poder que nós temos sobre o planeta, e tentar mudar esta realidade capitalista consumista que vem com o avanço da humanidade.

Com certeza tenho o compromisso de ensinar a mudança e o não conformismo, mas lá no fundo, bem lá no fundo, não creio que isso vá adiantar, e talvez eu nunca descubra o por que que penso assim.

É isso.

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #47 Online: 23 de Março de 2007, 08:06:44 »
Que tipo de ensinamento você se refere?

Ensinamento moral e religioso; "a estrada que outros trilharam".

Citar
A ciência não te dá esses ensinamentos e não te deixa mais confortável?

Não, nem seria justo esperar que o fizesse.  O objeto de estudo da ciência é a Verdade, não o Moralmente Válido.

Citar
Não quero ser determinista, mas não vejo nada de produtivo em um ensinamento religioso.

Isso eu sei, mas o seu entendimento de religião é bem diferente do meu.

Citar
Como você não leu sobre o conceito de ideologia de Marx. Vou trascrever um trecho da wikipedia pra você.

Citar
Karl Marx iria desenvolver uma teoria da ideologia concebendo-a como uma forma de falsa consciência cuja origem histórica ocorre com a emergência da divisão entre trabalho intelectual e manual. É a partir deste momento que surge a ideologia, derivada de agentes sociais concretos (os ideólogos ou intelectuais), que autonomizariam o mundo das idéias e assim inverteriam a realidade.

Eu vejo exatamente desta forma, como se ter esperança no mundo (de um contexto não umbilical) diante de todos os números, dados, estatísticas que temos?
É obvio que eu faço a minha parte, vou ser professor, quero ensinar aos meus alunos o poder da dúvida, o poder que nós temos sobre o planeta, e tentar mudar esta realidade capitalista consumista que vem com o avanço da humanidade.

Com certeza tenho o compromisso de ensinar a mudança e o não conformismo, mas lá no fundo, bem lá no fundo, não creio que isso vá adiantar, e talvez eu nunca descubra o por que que penso assim.

É isso.

Não entendi... há uma pergunta embutida neste trecho?
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Dbohr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.179
  • Sexo: Masculino
  • 無門關 - Mumonkan
    • Meu blog: O Telhado de Vidro - Opinião não-solicitada distribuída livremente!
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #48 Online: 23 de Março de 2007, 11:29:39 »
O que há para reencarnar, Oliver?

Palavras da Grande Mestra Hsing Yun em ensinamentos fundamentais do Budismo Ch'an:

"É comum ouvir os jovens dizer, com ar de desdém, que não acreditam em renascimento. Ao não reconhecer a existência do renascimento, eles simplesmente limitam sua compreensão da vida. Se não existisse renascimento, não haveria vidas passadas e, mais que isso, não haveria vidas futuras. Sem vidas futuras, a existência seria breve e sem sentido; a perspectiva de vida seria triste e incerta! Ao passar por uma fase difícil, geralmente tentamos nos encorajar dizendo para nós mesmos: "Tudo vai dar certo. Você vai ver como estarei daqui a dez anos". Mesmo os "daqui a vinte anos, estarei de volta". Com o renascimento, a existência humana tem, digamos assim, mais espaço para manobras. Com o renascimento, sonhos que não se realizaram podem vir a se concretizar. Com o renascimento sempre haverá o próximo trem da vida no qual poderemos embarcar."

Concordo com ela.  Mas você não respondeu minha pergunta.


Dantas, eu já li os seus artigos sobre reencarnação e renascimento no Budismo. Não posso realmente comentar porque não conheço a filosofia budista -- embora sua definição de renascimento me pareça bem razoável.

Assim, peço um pouco de paciência e que explique de novo para este curioso: a tal Grande Mestra Hsing Yun não estava literalmente se referindo à Reencarnação? Porque foi o que pareceu para mim, especialmente a parte do "trem da vida no qual podemos reembarcar".

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: É possível ser cético e budista?
« Resposta #49 Online: 23 de Março de 2007, 12:10:06 »
Assim, peço um pouco de paciência e que explique de novo para este curioso: a tal Grande Mestra Hsing Yun não estava literalmente se referindo à Reencarnação? Porque foi o que pareceu para mim, especialmente a parte do "trem da vida no qual podemos reembarcar".

Sim, realmente é o que parece à primeira vista.  É inclusive possível que a Grande Mestra Hsing Yun creia de fato em reencarnação.  Eu no entanto prefiro confiar no conhecimento dela sobre o Dharma da escola Chan; afinal de contas, eles também tem seu Abidharma e são herdeiros de Nagarjuna.

Mesmo que o "pior" aconteça e de alguma forma (incompreensível para mim, mas vamos especular) haja realmente uma crença em reencarnação no cânone do Chan (e não seja apenas algum tipo de viagem na maionese da Mestra Yun), ainda assim não tenho muito por que me preocupar, pois o ensinamento da Chan é focalizado em conceitos mais saudáveis, não cai nessa paranóia mercantilista dos materialistas espirituais.

Pelo menos quando é bem ensinado; convém sempre verificar a qualidade do ensinamento.  Maus instrutores são uma realidade.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!