Autor Tópico: PCC de los hermanitos  (Lida 886 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Unbedeutend_F_Organisch

  • Visitante
PCC de los hermanitos
« Online: 12 de Abril de 2005, 18:08:24 »
Citar
12/04/2005 - 15h17
Guerra de facções deixa 13 mortos em motim em prisão da Argentina

Buenos Aires, 12 abr (EFE).- Uma guerra entre facções de presos desatada no calor de um motim sufocado nesta terça-feira em uma prisão da Argentina deixou treze mortos e seis feridos, em um dos fatos mais sangrentos da história penitenciária do país.

Dois guardas feitos reféns foram libertados pelos presos depois de dez horas de negociações para pôr fim á revolta na prisão da cidade de Coronda, motim que envolveu cerca de 600 de seus 1.500 reclusos, informaram fontes oficiais.

As autoridades acham que o motim de Coronda, na província de Santa Fé, no nordeste argentino, foi provocado com o intuito de vingar a morte do chefe de uma das facções, morto no domingo passado, indicaram.

A revolta é a segunda registrada em uma prisão da Argentina com vários mortos neste ano, e as autoridades admitem que a aglomeração dos presos é um grave problema que deve ser atenuado com a ampliação e construção de cadeias.

Funcionários públicos de Santa Fé e membros de associações humanitárias que intercederam para que o motim de Coronda acabasse concordaram ao dizer que não houve enfrentamentos entre os reclusos e as forças de segurança.

Os treze mortos são todos delinqüentes da cidade de Rosário, que, na prisão, formam uma facção rival da dos nascidos em Santa Fé, capital da província homônima ou de outras cidades próximas a esse distrito.

A maioria dos reclusos mortos foi degolada com punhais fabricados clandestinamente pelos presos, enquanto dois morreram queimados.

O Serviço Penitenciário de Santa Fé proibiu hoje as visitas à prisão até o próximo domingo e reforçou as medidas de segurança em previsão de que se repitam os enfrentamentos entre ambas as facções.

Seu diretor, Fernando Rosúa, ressaltou que o ocorrido "foi espantoso" e informou que vários dos presos feridos "estão muito graves", o que poderia aumentar o número de mortos.

"Nunca tinha ocorrido algo assim em uma prisão de Santa Fé", disse.

O funcionário indicou que tudo começou ontem à noite, quando presos da facção de Santa Fé se amotinaram, tomaram como reféns os guardas e "aproveitaram a confusão para atacar" os de dois pavilhões vizinhos "onde se alojam os de Rosário".

Enquanto isso, o diretor da prisão de Coronda, Oscar Mansilla, sustentou que não houve enfrentamentos entre presos e guardiões, mas "uma feroz briga" entre as facções de Santa Fé e Rosário No domingo passado, o preso de Santa Fé Eduardo Verón morreu assassinado em um pavilhão onde se alojam os reclusos de Rosário, o que desatou um clima de vingança entre ambos os grupos, disseram aos jornalistas fontes do Serviço Penitenciário provincial.

fonte:http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/2005/04/12/ult1807u15951.jhtm

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!